REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS

  • 2059 Respostas
  • 256483 Visualizações
*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4559
  • Recebeu: 4182 vez(es)
  • Enviou: 2694 vez(es)
  • +6193/-2495
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2040 em: Novembro 24, 2022, 07:28:07 am »
"Hidrográfico" pede LPM arrojada, e lança avisos e algumas críticas a menos de um ano de abandonar o cargo.

https://www.dn.pt/edicao-do-dia/24-nov-2022/chefe-maximo-das-forcas-armadas-pede-arrojo-na-nova-lei-de-programacao-militar-15370254.html
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14721
  • Recebeu: 3747 vez(es)
  • Enviou: 4062 vez(es)
  • +2569/-6664
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2041 em: Novembro 24, 2022, 08:27:21 am »
"Hidrográfico" pede LPM arrojada, e lança avisos e algumas críticas a menos de um ano de abandonar o cargo.

https://www.dn.pt/edicao-do-dia/24-nov-2022/chefe-maximo-das-forcas-armadas-pede-arrojo-na-nova-lei-de-programacao-militar-15370254.html

Quando se reformar vai cascar neles forte e feio, vocês vão ver! Até vão tremer!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar, Lightning, Viajante, PTWolf

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14721
  • Recebeu: 3747 vez(es)
  • Enviou: 4062 vez(es)
  • +2569/-6664
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 3250
  • Recebeu: 1880 vez(es)
  • Enviou: 966 vez(es)
  • +3478/-3162
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2043 em: Novembro 25, 2022, 10:08:01 am »
Já está chateado, mas desta vez vai ter mesmo de investir...
E não é em duplo uso.
O GT das novas FFGH e 5ª geração, continuam.
CPS

O que não deixa de ser admirável e estranho é que os estrangeiros parecem mais preocupados com a nossa falta de investimento na própria defesa do país (se calhar têem uma noção mais exacta da importãncia estratégica que ocupamos no mapa, com a ligação da Europa, América e África) do que quem nos governa!

O que nos leva à dúvida se estão mesmo interessados em defender os interesses do país!!!!!

Ainda pões a hipótese de que poderão estar?

Eu já deixei de acreditar há muito tempo

Isto dia autênticos traidores e vendidos, resta saber a quem? (China?)

Prefiro achar sempre que eu é que sou o ingénuo! Mas que está tudo pensado para o bem do país!!!!!

Mas parece-me mais claro que para além dos interesses estrangeiros (muitas das vezes protegidos pela cúpula, até contra interesses nacionais, basta ver os investimentos Angolanos, a Isabelinha........ ), mas também uma clara e total falta de estratégia! Só olham para o que as linhas orientadoras do partido dizem sobre algo, o resto é resto!!!!

Também desconfio dos interesses chineses. Já escrevi aqui muitas vezes que estamos sempre a criticar o investimento alemão e americano. No caso dos alemães é muito raro eles comprarem empresas estrangeiras, preferem instalar as empresas deles cá (Bosch, Siemens, ........). Agora em contraponto vejam quantos sectores inteiros os chineses compram em Portugal, desde a banca, água, seguros, transporte de energia, produção de energia...... tudo sectores sem qualquer interesse para o futuro de um país!!!!! Pior, muito desse investimento é feito directamente por empresas estatais chinesas nas nacionais!!!!!!

Mas continuamos a martelar na tecla de que os alemães mandam em tudo!!!!!  ::)
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 3250
  • Recebeu: 1880 vez(es)
  • Enviou: 966 vez(es)
  • +3478/-3162
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2044 em: Novembro 25, 2022, 10:19:55 am »
Se os maiores problemas das forças armadas são o despesismo, a má gestão e a incompetência, aumentar o orçamento só vai agravar a situação.

È a mesma coisa que meter cada vez mais dinheiro na TAP.  È só deitar recursos ao lixo.

Na minha opinião essa má gestão é transversal a toda a Função Pública, por variadíssimos factores: emprego para a vida, salário certo pago no dia 21 ou 22,

23.

Citar
o "patrão" está muito longe e ausente, porque é que vou esforçar-me se ganho o mesmo que o meu colega que nada faz, porque é que vou poupar no orçamento se depois tenho de devolver o que não gastar até ao fim do ano........ e podia continuar!

Tenho objectivos que tenho que cumprir e são bastante ambiciosos, o problema passa por pedirem a uns esforço e a outros que façam o mínimo. Quando entrei para o meu serviço eramos mais do dobro para o mesmo trabalho. Entre reformados, pessoal que passou para o privado, pessoal que mudou de instituição/serviço e até que emigrou, estamos reduzidos a metade. O pouco que entra é muito fraquinho, muito mesmo.

Desligamos as luzes sempre que vamos para o almoço, ar condicionado ligado na ventilação com desumidificação quase todo o ano.

Citar
Mas mesmo assim parece-me que investimento em equipamentos é o que passa imune a uma possível má gestão de tudo o resto. É uma activo e está "ali"!

As más práticas que eu vejo são quase todas vindas de quem cá está por estar filiado.

Só para perceberes eu estou a fazer listas e estou a usar papel que já foi imprimido de um lado. Tudo, mas mesmo tudo é usado até ao osso.

Caro Cabeça percebo bem o que afirma, também fazemos muitas das medidas e por mais que mande uns berros, sempre que chego depois do almoço, em pleno inverno, vejo ac ligado e janelas abertas porque está muito calor!!!!! Acho que não é preciso haver nenhum regulamento escrito contra esta estupidez!!!!! Sempre pensei que o senso comum (pelo menos dos nossos professores), prevalecesse!

Quanto ao aproveitamento do papel, se você trabalhasse comigo mandava-lhe um berro quando visse isso  :mrgreen:
E também como DPO aconselho-o a não fazer isso. Parto do princípio que toda a informação impressa é confidencial e logo deve ser destruída quando não é mais últil! Já vi cadernos desses com folhas de....... vencimentos!!!!!! Proíbo esse tipo de cadernos, o truque é acabar ao máximo com o papel. PDF são o segredo, até podemos assinar digitalmente sem nunca imprimirmos!!!!

E por falar em imprimir para pdf (no fundo gerar um pdf vindo de um ficheiro word, excel ou outro), já apanhei um cromo que imprimia ficheiros para digitalizar a seguir!!!!!!!!

Sobre o orçamento de instituições públicas, não tenho a menor dúvida de que toda a função pública devia partir de um orçamento de base zero e para incentivar a boa gestão do dinheiro público, o dinheiro que não fosse gasto ficava na instituição!

Dessa forma incentivava cada instituição a poupar onde pudesse e a investirem aonde essas instituições precisam realmente!!!!!

Mas como nada mando, continuamos com o mesmo, se no ano passado tinham 1 milhão e gastaram tudo, para o próximo têem 1 milhão mais uns trocos. A entidade que tinha um milhão e gastou 900 mil, para o ano lixa-se e leva com um corte!!!!! Absolutamente estúpido em termos de boa gestão!!!!!!  ::)
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17600
  • Recebeu: 2062 vez(es)
  • Enviou: 1706 vez(es)
  • +580/-2089
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2045 em: Novembro 25, 2022, 11:03:08 am »
As folhas e as listas não é para entregar a terceiros, mas sim para ser usado no serviço. As hipóteses disso acontecerem são nulas.

Os orçamentos são algo que passa-me ao lado, sou peixe miúdo, mas tenho conhecimento dessa patetice. Infelizmente é algo transversal a toda a FP.

Agora um ponto humorístico, já entraram em contacto com a minha superior hierárquica para saberem se tínhamos o Ac ligado porque os consumos são baixíssimos. Pudera, raramente o frio ou o quente está ligado, já que por aqui tentasse combater a humidade e não as temperaturas extremas. Noutro serviço já rebentaram com o Ac tal a temperatura (alta) que metiam o mesmo.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14721
  • Recebeu: 3747 vez(es)
  • Enviou: 4062 vez(es)
  • +2569/-6664
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2046 em: Novembro 25, 2022, 11:17:04 am »
À falta de soldados, farda-se os civis   :mrgreen:


"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14721
  • Recebeu: 3747 vez(es)
  • Enviou: 4062 vez(es)
  • +2569/-6664
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2047 em: Novembro 25, 2022, 11:21:05 am »
A pergunta que se põe

Quem é o gajo do PS que fabrica fardamento?
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Cabeça de Martelo

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4559
  • Recebeu: 4182 vez(es)
  • Enviou: 2694 vez(es)
  • +6193/-2495
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2048 em: Novembro 25, 2022, 03:28:12 pm »
Por cá no pasa nada

https://multinews.sapo.pt/noticias/europa-do-leste-esta-a-produzir-armas-e-outros-equipamentos-militares-ao-maior-ritmo-desde-a-guerra-fria/

Meio on/off-topic:

Citar
A confirmarem-se as mais recentes previsões de outono da Comissão Europeia, 2024 ficará para a história como o ano em que a Roménia — outrora o mais pobre dos atuais 27 Estados-membros — ultrapassará Portugal no ranking de desenvolvimento económico da União Europeia (UE).

Os romenos deverão ascender ao 19º lugar deste ranking, com o PIB per capita a convergir para 79% da média europeia. Os portugueses voltarão a cair, para 20º lugar, com um PIB per capita equivalente a 78,8% da média europeia. E com húngaros e búlgaros prestes a alcançar-nos.

https://expresso.pt/economia/2022-11-24-Romenia-ultrapassa-Portugal-no-PIB-per-capita-em-2024-c1495997
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, CruzSilva, Viajante, Subsea7

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2227
  • Recebeu: 767 vez(es)
  • Enviou: 2443 vez(es)
  • +460/-48
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2049 em: Dezembro 02, 2022, 11:12:54 am »
O equipamento descrito nesta página está correcto?

=> https://www.wikiwand.com/pt/Equipamento_do_Ex%C3%A9rcito_Portugu%C3%AAs
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7648
  • Recebeu: 1068 vez(es)
  • Enviou: 312 vez(es)
  • +1191/-52
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2050 em: Dezembro 02, 2022, 03:14:48 pm »
Guerra na Ucrânia? 2% do PIB em Defesa? Falemos de assuntos relevantes, sff.

Citar
Despacho n.º 13952/2022

Sumário: Atribuição do Prémio Anual Defesa Nacional e Igualdade - 3.ª edição.

O Prémio Anual Defesa Nacional e Igualdade foi criado em 2019, no quadro do Plano Setorial da Defesa Nacional para a Igualdade 2019-2021, com o objetivo de reconhecer publicamente as entidades da área da Defesa Nacional que, para além do cumprimento das disposições legais relativas à igualdade entre mulheres e homens e não discriminação, se evidenciem pela promoção da igualdade entre mulheres e homens no trabalho e na sociedade, na formação profissional e na conciliação da vida profissional, pessoal e familiar, e pela adoção de princípios e medidas eficazes e positivas na prevenção e combate à discriminação.

As condições de candidatura bem como as regras relativas à atribuição do prémio, que também contempla a atribuição de menções honrosas, constam do Regulamento do Prémio Anual Defesa Nacional e Igualdade, aprovado em anexo ao Despacho n.º 7921/2019, de 9 de setembro, da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa e do Ministro da Defesa Nacional.

A terceira edição decorreu no ano de 2022 e contou com um total de quatro candidaturas, tendo o júri, após apreciação das mesmas, deliberado apresentar uma proposta de atribuição de prémio e duas menções honrosas às candidaturas classificadas no primeiro, segundo e terceiro lugares respetivamente.

Assim, e em conformidade com o disposto nos artigos 7.º e 8.º do Regulamento do Prémio Anual Defesa Nacional e Igualdade, aprovado pelo Despacho n.º 7921/2019, de 9 de setembro, determina-se:

1 - É atribuído o Prémio Anual Defesa Nacional e Igualdade - 3.ª edição à candidatura «Navios Igualitários - A consolidação da igualdade de género nas unidades navais», apresentada pela Marinha, que reflete o complexo processo de integração das mulheres na Marinha, e em particular nas unidades navais. Este processo exigiu, por um lado, a adaptação da organização em termos de infraestruturas e quadro normativo, num curto espaço de tempo, e, por outro lado, a resolução dos desafios inerentes à gestão de recursos humanos, motivados pela promoção do equilíbrio entre a vida profissional e familiar.

2 - É atribuída uma menção honrosa à candidatura «Igualdade de género na Política da Defesa Nacional», apresentada pela Direção-Geral de Política de Defesa Nacional, classificada no segundo lugar, pelo visível empenho no cumprimento das medidas que lhe são adstritas no Plano Setorial da Defesa Nacional para a Igualdade 2019-2021, nomeadamente no estabelecimento e reforço da Task Force para a Igualdade de Género, na criação de uma área de coordenação designada «Mulheres, Paz e Segurança», e ainda no desenvolvimento e aprovação da diretiva para a igualdade de género da DGPDN.

3 - É atribuída uma menção honrosa à candidatura «Recursos, Defesa e Sociedade - uma DGRDN a pensar nas pessoas», apresentada pela Direção-Geral de Recursos da Defesa Nacional, classificada no terceiro lugar, pelo compromisso sustentado de integração da temática da igualdade de género e inclusão, assente em atividades e metodologias inovadoras e promotoras da cooperação e partilha de experiências dentro do universo da Defesa Nacional.

21 de novembro de 2022. - A Ministra da Defesa Nacional, Maria Helena Chaves Carreiras. - 23 de novembro de 2022. - A Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Veiga dos Santos Mendonça Mendes

https://dre.pt/dre/detalhe/despacho/13952-2022-204201500
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, CruzSilva

*

Subsea7

  • Especialista
  • ****
  • 1027
  • Recebeu: 828 vez(es)
  • Enviou: 1396 vez(es)
  • +1818/-1760
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2051 em: Dezembro 02, 2022, 04:18:07 pm »
Uma Marinha "socialmente integradora".
Navios de guerra, para que ?
Guerras aconteciam no passado !
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, tenente

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14721
  • Recebeu: 3747 vez(es)
  • Enviou: 4062 vez(es)
  • +2569/-6664
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2052 em: Dezembro 02, 2022, 04:55:46 pm »
 :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :toto:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6481
  • Recebeu: 2739 vez(es)
  • Enviou: 573 vez(es)
  • +985/-530
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2053 em: Dezembro 06, 2022, 02:09:01 pm »
Bom, se estão tão preocupados com a inclusão e bem de mulheres nos navios da Marinha, podem começar por comprar navios novos, nomeadamente fragatas, maiores, com guarnição mais contida, e consequentemente mais espaço para proporcionar privacidade a ambos os sexos. É o que já acontece nos outros países, a melhoria das condições dos militares, mas isso é coisa de burros, que bom e barato é trabalhos académicos.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9655
  • Recebeu: 4941 vez(es)
  • Enviou: 3561 vez(es)
  • +4557/-1090
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2054 em: Dezembro 06, 2022, 03:28:02 pm »
Bom, se estão tão preocupados com a inclusão e bem de mulheres nos navios da Marinha, podem começar por comprar navios novos, nomeadamente fragatas, maiores, com guarnição mais contida, e consequentemente mais espaço para proporcionar privacidade a ambos os sexos. É o que já acontece nos outros países, a melhoria das condições dos militares, mas isso é coisa de burros, que bom e barato é trabalhos académicos.

Convirá não esquecer que agora já se prevêm WC para os três sexos, portanto, os navios modernos terão que contemplar essa premissa.
Ou bem que há igualdade ou então....... :mrgreen:
não é a actual MDN que é uma grande especialista quanto á igualdade de genero, ou estou enganado ??

Abraços
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!