Substituição dos Alpha-jet

  • 1882 Respostas
  • 339612 Visualizações
*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4023
  • Recebeu: 2615 vez(es)
  • Enviou: 2154 vez(es)
  • +5703/-2804
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1860 em: Dezembro 05, 2023, 10:23:16 am »
P600 AEW

Um aparelho mais mineirinho a nossa dimensão.

Sendo Embraer e, para aliviar mentes sobre  algo, até faz mais sentido esse que os Tucanitos ou aquilo dos "Saab com pronuncia de Brasil".
Pena nenhum dos C295 existentes e deixados ao abandono, ter mais capacidades que podiam ter e, como têm outros que os usam
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8658
  • Recebeu: 3246 vez(es)
  • Enviou: 1002 vez(es)
  • +4062/-6483
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1861 em: Dezembro 05, 2023, 02:39:40 pm »
P600 AEW

Um aparelho mais mineirinho a nossa dimensão.

Sendo Embraer e, para aliviar mentes sobre  algo, até faz mais sentido esse que os Tucanitos ou aquilo dos "Saab com pronuncia de Brasil".
Pena nenhum dos C295 existentes e deixados ao abandono, ter mais capacidades que podiam ter e, como têm outros que os usam

Com 12 C295, facilmente se podiam converter 2 para AEW e não dar dinheiro à Embraer.  :mrgreen:



Citar
The C295’s airborne early warning (AEW) version is equipped with the IAI/ELTA fourth-generation active electronically scanned array (AESA) radar and integrated IFF as the primary sensor.

Saudações  :mrgreen:

P.S. Ainda vêm dizer que sou vendedor da Airbus, :mrgreen:  mas podia-se converter mais 2 com o pack de armamento e sensores e lá ia ST como cas...  :mrgreen:

https://www.airbus.com/en/products-services/defence/military-aircraft/c295/c295-aew



P.S. 2 - Para treino ficam os ST ou AMX T2 em segunda mão que podiam ser comprados directamente à Fab e modernizados nas Ogma.  :mrgreen:


« Última modificação: Dezembro 05, 2023, 02:43:50 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4023
  • Recebeu: 2615 vez(es)
  • Enviou: 2154 vez(es)
  • +5703/-2804
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1862 em: Dezembro 05, 2023, 02:49:23 pm »
P600 AEW

Um aparelho mais mineirinho a nossa dimensão.

Sendo Embraer e, para aliviar mentes sobre  algo, até faz mais sentido esse que os Tucanitos ou aquilo dos "Saab com pronuncia de Brasil".
Pena nenhum dos C295 existentes e deixados ao abandono, ter mais capacidades que podiam ter e, como têm outros que os usam

Com 12 C295, facilmente se podiam converter 2 para AEW e não dar dinheiro à Embraer.  :mrgreen:



Citar
The C295’s airborne early warning (AEW) version is equipped with the IAI/ELTA fourth-generation active electronically scanned array (AESA) radar and integrated IFF as the primary sensor.

Saudações  :mrgreen:

P.S. Ainda vêm dizer que sou vendedor da Airbus, :mrgreen:  mas podia-se converter mais 2 com o pack de armamento e sensores e lá ia ST como cas...  :mrgreen:

https://www.airbus.com/en/products-services/defence/military-aircraft/c295/c295-aew



P.S. 2 - Para treino ficam os ST ou AMX T2 em segunda mão que podiam ser comprados directamente à Fab e modernizados nas Ogma.  :mrgreen:



Se der dinheiro e protagonismo além mar para alguns, podemos esbanjar como tem sido feito estas décadas. Há  gente a trabalhar para eles e que dá mais jeito a eles essa formula
É essa a forma de ver e, não aproveitar o que já temos, fazer MLU, adaptar, rentabilizar

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8486
  • Recebeu: 3862 vez(es)
  • Enviou: 716 vez(es)
  • +4986/-788
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1863 em: Dezembro 05, 2023, 02:51:49 pm »
Uma família de MPA e AEW baseados na plataforma E195E2, com um bom package de sensores, podia ser uma alternativa muito credível ao P-8 e ao E-7.

Em teoria sim, mas isso implicava a Embraer investir nessa ideia, e largar o P600 AEW (e qualquer intenção futura de ter um P390). No fim, o P-8 já não está suficientemente caro para justificar opções "low cost". Quem paga 110 milhões por cada cargueiro táctico, também paga 175/200 milhões por cada P-8 (com a grande vantagem do acesso a mísseis como o LRASM e AARGM-ER).

E-7 é para os ricos, por isso veria já com muito bons olhos algo na classe do P600 AEW. Com a proliferação de drones, não sei até que ponto não passará a ser "obrigatório" ter muito mais capacidade de aviso aéreo antecipado (contra drones adversários) e uma grande capacidade de comando e controlo para drones amigos.

O C-295 AEW seria opção, mas não fazia sentido converter 2 dos 12 existentes (já considerados poucos), mas sim adquirir mais unidades da aeronave, incluindo 2 ou 3 AEW.
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4023
  • Recebeu: 2615 vez(es)
  • Enviou: 2154 vez(es)
  • +5703/-2804
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1864 em: Dezembro 05, 2023, 02:55:48 pm »
Uma família de MPA e AEW baseados na plataforma E195E2, com um bom package de sensores, podia ser uma alternativa muito credível ao P-8 e ao E-7.

Em teoria sim, mas isso implicava a Embraer investir nessa ideia, e largar o P600 AEW (e qualquer intenção futura de ter um P390). No fim, o P-8 já não está suficientemente caro para justificar opções "low cost". Quem paga 110 milhões por cada cargueiro táctico, também paga 175/200 milhões por cada P-8 (com a grande vantagem do acesso a mísseis como o LRASM e AARGM-ER).

E-7 é para os ricos, por isso veria já com muito bons olhos algo na classe do P600 AEW. Com a proliferação de drones, não sei até que ponto não passará a ser "obrigatório" ter muito mais capacidade de aviso aéreo antecipado (contra drones adversários) e uma grande capacidade de comando e controlo para drones amigos.

O C-295 AEW seria opção, mas não fazia sentido converter 2 dos 12 existentes (já considerados poucos), mas sim adquirir mais unidades da aeronave, incluindo 2 ou 3 AEW.

Eu falei em converter porque nem metade voam, ou não voavam. Que interessa ter tantos e não estarem operacionais
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8658
  • Recebeu: 3246 vez(es)
  • Enviou: 1002 vez(es)
  • +4062/-6483
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1865 em: Dezembro 05, 2023, 03:09:34 pm »
Uma família de MPA e AEW baseados na plataforma E195E2, com um bom package de sensores, podia ser uma alternativa muito credível ao P-8 e ao E-7.

Em teoria sim, mas isso implicava a Embraer investir nessa ideia, e largar o P600 AEW (e qualquer intenção futura de ter um P390). No fim, o P-8 já não está suficientemente caro para justificar opções "low cost". Quem paga 110 milhões por cada cargueiro táctico, também paga 175/200 milhões por cada P-8 (com a grande vantagem do acesso a mísseis como o LRASM e AARGM-ER).

E-7 é para os ricos, por isso veria já com muito bons olhos algo na classe do P600 AEW. Com a proliferação de drones, não sei até que ponto não passará a ser "obrigatório" ter muito mais capacidade de aviso aéreo antecipado (contra drones adversários) e uma grande capacidade de comando e controlo para drones amigos.

O C-295 AEW seria opção, mas não fazia sentido converter 2 dos 12 existentes (já considerados poucos), mas sim adquirir mais unidades da aeronave, incluindo 2 ou 3 AEW.

Eu falei em converter porque nem metade voam, ou não voavam. Que interessa ter tantos e não estarem operacionais

Metade? Um passarinho contou-me que chegaram a voar apenas 3.  :mrgreen:

Saudações

P.S. Faz-me sentido converter os existentes M para a última versão W. Depois logo se pensava no resto.  ;)





P.S. 2- Não dava para inscrever a modernização no PRR? Comprava-se 12 kits para fogos a acompanhar e justificava-se pelo facto de ter de ser a versão W.  :mrgreen:


« Última modificação: Dezembro 05, 2023, 03:10:54 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Pescador

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10365
  • Recebeu: 5667 vez(es)
  • Enviou: 4362 vez(es)
  • +8478/-1842
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1866 em: Dezembro 05, 2023, 03:25:04 pm »
Uma família de MPA e AEW baseados na plataforma E195E2, com um bom package de sensores, podia ser uma alternativa muito credível ao P-8 e ao E-7.

Sem dúvida alguma, teria sido uma excelente escolha tanto 0 195, como o 190-E2 e um negócio muito melhor, e mais útil, que o que foi feito com os 390, de certeza que em quatro aeronaves dessas não se gastariam os 827 millhões que se estoiraram nos 390.
Esse modelo de aeronave é muitíssimo bom, já operada por esse mundo fora com praticamente uma centena de aeronaves a voar, só na versão 195-E2.





Abraços
« Última modificação: Dezembro 05, 2023, 03:42:10 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11084
  • Recebeu: 2353 vez(es)
  • Enviou: 3263 vez(es)
  • +740/-1033
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1867 em: Dezembro 13, 2023, 02:23:09 pm »
Pode não querer dizer nada, mas com a inserção das novas esquadras de voo da FAP (506, 551, 752), desapareceu a 103 - Caracóis do site da Força Aérea.

https://www.emfa.pt/esquadras
« Última modificação: Dezembro 13, 2023, 02:23:33 pm por Lightning »
 

*

Mentat

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 96 vez(es)
  • Enviou: 128 vez(es)
  • +35/-2
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1868 em: Dezembro 13, 2023, 02:29:19 pm »
Pode não querer dizer nada, mas com a inserção das novas esquadras de voo da FAP (506, 551, 752), desapareceu a 103 - Caracóis do site da Força Aérea.

https://www.emfa.pt/esquadras

Vão trocar o nome para Lesmas.
Caracóis como nome de esquadra é...  ::)
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2868
  • Recebeu: 580 vez(es)
  • Enviou: 355 vez(es)
  • +153/-469
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1869 em: Dezembro 18, 2023, 01:25:13 pm »
Citar
Sweden will be the first Nordic nation to send more than 100 of its military pilots to train in Italy starting next year, marking a new milestone in the two European countries’ defense cooperation.

The announcement followed the Dec. 4 signature of a 10-year agreement between Gen. Luca Goretti, the chief of staff of the Italian Air Force, and his Swedish counterpart, Maj. Gen. Jonas Wikman.

The document stipulates that for the next decade, the flight training of more than 100 Swedish pilots and a dozen of instructors will be handed over to the Italian air service, with the first batch arriving in the country next month.

Quando tens dinheiro para investir a coisa é diferente.
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4023
  • Recebeu: 2615 vez(es)
  • Enviou: 2154 vez(es)
  • +5703/-2804
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1870 em: Dezembro 18, 2023, 03:57:47 pm »
Uma família de MPA e AEW baseados na plataforma E195E2, com um bom package de sensores, podia ser uma alternativa muito credível ao P-8 e ao E-7.

Em teoria sim, mas isso implicava a Embraer investir nessa ideia, e largar o P600 AEW (e qualquer intenção futura de ter um P390). No fim, o P-8 já não está suficientemente caro para justificar opções "low cost". Quem paga 110 milhões por cada cargueiro táctico, também paga 175/200 milhões por cada P-8 (com a grande vantagem do acesso a mísseis como o LRASM e AARGM-ER).

E-7 é para os ricos, por isso veria já com muito bons olhos algo na classe do P600 AEW. Com a proliferação de drones, não sei até que ponto não passará a ser "obrigatório" ter muito mais capacidade de aviso aéreo antecipado (contra drones adversários) e uma grande capacidade de comando e controlo para drones amigos.

O C-295 AEW seria opção, mas não fazia sentido converter 2 dos 12 existentes (já considerados poucos), mas sim adquirir mais unidades da aeronave, incluindo 2 ou 3 AEW.

Eu falei em converter porque nem metade voam, ou não voavam. Que interessa ter tantos e não estarem operacionais

Metade? Um passarinho contou-me que chegaram a voar apenas 3.  :mrgreen:

Saudações

P.S. Faz-me sentido converter os existentes M para a última versão W. Depois logo se pensava no resto.  ;)





P.S. 2- Não dava para inscrever a modernização no PRR? Comprava-se 12 kits para fogos a acompanhar e justificava-se pelo facto de ter de ser a versão W.  :mrgreen:



Tinha de haver uma espanhola medalhada em Portugal e filhos de alguns metidos em negócios em Espanha
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8486
  • Recebeu: 3862 vez(es)
  • Enviou: 716 vez(es)
  • +4986/-788
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1871 em: Janeiro 11, 2024, 01:04:43 pm »
Citar
Sweden will be the first Nordic nation to send more than 100 of its military pilots to train in Italy starting next year, marking a new milestone in the two European countries’ defense cooperation.

The announcement followed the Dec. 4 signature of a 10-year agreement between Gen. Luca Goretti, the chief of staff of the Italian Air Force, and his Swedish counterpart, Maj. Gen. Jonas Wikman.

The document stipulates that for the next decade, the flight training of more than 100 Swedish pilots and a dozen of instructors will be handed over to the Italian air service, with the first batch arriving in the country next month.

Quando tens dinheiro para investir a coisa é diferente.

Quais são os moldes do treino nesse caso?
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5537
  • Recebeu: 5519 vez(es)
  • Enviou: 3626 vez(es)
  • +10066/-2645
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1872 em: Janeiro 13, 2024, 01:33:27 pm »
E passam hoje 6 anos da cerimónia oficial de despedida do Alpha Jet A...
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PereiraMarques

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2868
  • Recebeu: 580 vez(es)
  • Enviou: 355 vez(es)
  • +153/-469
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1873 em: Janeiro 13, 2024, 02:53:59 pm »
Citar
Sweden will be the first Nordic nation to send more than 100 of its military pilots to train in Italy starting next year, marking a new milestone in the two European countries’ defense cooperation.

The announcement followed the Dec. 4 signature of a 10-year agreement between Gen. Luca Goretti, the chief of staff of the Italian Air Force, and his Swedish counterpart, Maj. Gen. Jonas Wikman.

The document stipulates that for the next decade, the flight training of more than 100 Swedish pilots and a dozen of instructors will be handed over to the Italian air service, with the first batch arriving in the country next month.

Quando tens dinheiro para investir a coisa é diferente.

Quais são os moldes do treino nesse caso?

Os mesmos da escola da NATO nos EUA.
 

*

wyldething

  • Membro
  • *
  • 155
  • Recebeu: 68 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +8/-36
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1874 em: Janeiro 13, 2024, 04:40:30 pm »
Citar
Sweden will be the first Nordic nation to send more than 100 of its military pilots to train in Italy starting next year, marking a new milestone in the two European countries’ defense cooperation.

The announcement followed the Dec. 4 signature of a 10-year agreement between Gen. Luca Goretti, the chief of staff of the Italian Air Force, and his Swedish counterpart, Maj. Gen. Jonas Wikman.

The document stipulates that for the next decade, the flight training of more than 100 Swedish pilots and a dozen of instructors will be handed over to the Italian air service, with the first batch arriving in the country next month.

Quando tens dinheiro para investir a coisa é diferente.

Quais são os moldes do treino nesse caso?

Os mesmos da escola da NATO nos EUA.

Ao que consta a escola italiana deixa um bocado a desejar em relação à ENJJPT.
Os neerlandeses ainda experimentaram Itália porque o avião é bom, mas abandonaram.