Substituição dos Alpha-jet

  • 1881 Respostas
  • 335142 Visualizações
*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2866
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1770 em: Setembro 25, 2023, 05:47:51 pm »
Falou-se nos M-346 serem comprados por uma empresa privada que os alugaria em leasing à FA desde que se estabelecesse uma escola de pilotos em Portugal. O que significaria que outras FAs iriam participar para rentabilizar o investimento dos privados. Mas acho que li isso num artigo já com alguns anos. E penso que a ideia da escola de pilotos faleceu.

São duas coisas diferentes.
Existe um plano de aluguer de aviões em regime power by hour, para dar formação avançada. Lembrando que Portugal num ano bom deve formar 3 pilotos de caça.

Depois existiu a ideia do ex MdD de criar uma escola internacional com um apoio de uma empresa estrangeira. No caso da Elbit esteve avançado, mas Portugal nunca assumiu um mínimo de pilotos que justificassem o custo da escola. Basicamente o Ex artista queria que os Belgas se chegassem a frente antes de sequer ter uma escola montada.

Para a realidade atual, não se justifica a compra de M-346 agora. Mas se queremos ter uma escola internacional temos de fazer o investimento agora ou os prováveis parceiros podem arranjar outras opções.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Visitante123

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8425
  • Recebeu: 3820 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1771 em: Setembro 25, 2023, 06:37:27 pm »
Para a realidade actual, podias gastar menos 150 milhões em 12 PC-21. Opção barata e eficiente que chegasse para a nossa realidade, e que servia bem como ponto de partida para a dita escola internacional. Se a escola vingasse, facilmente se compravam mais aeronaves (relembrando que por 220 milhões os espanhóis compraram 24 PC-21), ou, caso fosse requisitado pelos parceiros estrangeiros, compravam-se aí sim os M-346 ou similar, num investimento conjunto.

Esta é a opção de baixo risco, porque se não desse em nada, terias uma aeronave eficiente e barata, não estourando o orçamento da FAP.

A quase certa compra do ST, vem arruinar isto, pois além de mais caros que os PC-21 devido a ser uma versão de combate (com 206 milhões a permitir comprar apenas 12 aeronaves), parte destas aeronaves, por serem aeronaves de combate, muito provavelmente não seriam usadas para treino, o que obrigaria a que, para fazer o ponto de partida para a escola internacional com um número de aeronaves condizente, éramos obrigados a comprar ainda mais ST.

Entretanto, e ignorando a escola internacional como possibilidade, com os 200 milhões para se gastar nos 12 ST, compravam-se uns 20 PC-21 ou mais, e tanto colmatava-se o desaparecimento do AJet, como se substituíam os TB-30.
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2866
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1772 em: Setembro 25, 2023, 07:55:29 pm »
Para a realidade actual, podias gastar menos 150 milhões em 12 PC-21. Opção barata e eficiente que chegasse para a nossa realidade, e que servia bem como ponto de partida para a dita escola internacional. Se a escola vingasse, facilmente se compravam mais aeronaves (relembrando que por 220 milhões os espanhóis compraram 24 PC-21), ou, caso fosse requisitado pelos parceiros estrangeiros, compravam-se aí sim os M-346 ou similar, num investimento conjunto.

Esta é a opção de baixo risco, porque se não desse em nada, terias uma aeronave eficiente e barata, não estourando o orçamento da FAP.

A quase certa compra do ST, vem arruinar isto, pois além de mais caros que os PC-21 devido a ser uma versão de combate (com 206 milhões a permitir comprar apenas 12 aeronaves), parte destas aeronaves, por serem aeronaves de combate, muito provavelmente não seriam usadas para treino, o que obrigaria a que, para fazer o ponto de partida para a escola internacional com um número de aeronaves condizente, éramos obrigados a comprar ainda mais ST.

Entretanto, e ignorando a escola internacional como possibilidade, com os 200 milhões para se gastar nos 12 ST, compravam-se uns 20 PC-21 ou mais, e tanto colmatava-se o desaparecimento do AJet, como se substituíam os TB-30.

Não faz sentido estar a gastar dinheiro em PC-21 quando vamos modernizar os Socata.

A proposta dos israelitas era ST+ M-346. Mas mais do que aviões é necessário é investir na infraestrutura, e ter turmas a serem formadas todos os anos.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: wyldething

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8425
  • Recebeu: 3820 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1773 em: Setembro 25, 2023, 11:33:43 pm »
E que tal... não gastar dinheiro a modernizar os TB-30, e substituir logo tudo por uns 20 PC-21, que custariam o mesmo que os 12 ST que pelos vistos vamos adquirir?

O que não faz sentido, é termos uma FAP com 3 modelos de aeronaves de treino monomotor a hélice, isso sim, é absurdo. Até seria possível, talvez, modernizar os TB-30, e tomarem o lugar dos Chipmunk.

Mas não, é aquele critério CAS tirado da cartola que está a estragar isto tudo.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2866
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1774 em: Setembro 26, 2023, 10:21:32 am »
E que tal... não gastar dinheiro a modernizar os TB-30, e substituir logo tudo por uns 20 PC-21, que custariam o mesmo que os 12 ST que pelos vistos vamos adquirir?

O que não faz sentido, é termos uma FAP com 3 modelos de aeronaves de treino monomotor a hélice, isso sim, é absurdo. Até seria possível, talvez, modernizar os TB-30, e tomarem o lugar dos Chipmunk.

Mas não, é aquele critério CAS tirado da cartola que está a estragar isto tudo.

O que não faz sentido é continuarem a bater na tecla do CAS quando o meio que se pretende é para ISR armado.
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3967
  • Recebeu: 2575 vez(es)
  • Enviou: 2115 vez(es)
  • +5702/-2783
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1775 em: Setembro 26, 2023, 12:50:17 pm »
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8520
  • Recebeu: 1616 vez(es)
  • Enviou: 673 vez(es)
  • +932/-7244
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8425
  • Recebeu: 3820 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1777 em: Setembro 26, 2023, 02:14:19 pm »
O que não faz sentido é continuarem a bater na tecla do CAS quando o meio que se pretende é para ISR armado.

O nome do programa, e a razão dada para a aquisição dos ST, é o "Apoio Aéreo Próximo", que traduzido é CAS. Não usaram a sigla ISR porque se assim fosse, a lógica diria que, ou se optava pelo C-295, que já temos em serviço 12, e não seria mais uma linha logística a manter ao comprar 2 ou 3 na versão ISR, ou se optava por drones armados (o mais normal nos dias que correm).

Aos anos que já estamos na RCA, e a missão de ISR (mesmo desarmado) é tão importante, que ainda ninguém se lembrou (por cá) de usar os AR5 ou AR3 para esse fim, nem que seja como "proof of concept".

A compra de aeronaves de treino para substituir os AJet, não devia ter nada a ver com as missões no exterior, e sim focar-se na relação custo/qualidade da aeronave para treino. E se o mesmo modelo permitisse substituir Alpha Jet e TB-30 de uma assentada com umas 18/20 unidades, a um custo baixo (equivalente ao que se vai dar pelos 12 ST), melhor ainda.

Entretanto, ainda há a questão dos pilotos, que ainda ninguém soube responder. Os pilotos de combate dos ST, virão de onde?
-Serão pilotos instrutores da própria 103 (havendo a dúvida de quantos haverá e quantos seria possível destacar sem que se perca a capacidade de formação)?
-Serão pilotos formados do zero (o que poderá levar ao desvio de pilotos, que iriam para a 201 e 301, passando a rumar aos ST, colocando ainda mais pressão no défice de pilotos de F-16)?
-Virão das esquadras de F-16 (péssima ideia)?
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3967
  • Recebeu: 2575 vez(es)
  • Enviou: 2115 vez(es)
  • +5702/-2783
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1778 em: Setembro 26, 2023, 03:13:08 pm »
https://forcaaerea.com.br/airbus-c295-armerd-isr-realizada-testes-em-voo/

Calha bem que é em brasileiro

"Armerd"?
QC?

Avisei que era brasileiro.


https://forcaaerea.com.br/irish-air-corps-recebeu-o-primeiro-airbus-c295-mpa/

Estes insistem nestes aviões, que já aqui li desdenharem.

Se calhar os nossos estarem inop é que não são grande coisa, se estivessem actualizados e até se possível alguns em versões que fazem falta, eram bons.

Também pode haver interesse em deixar apodrecer e comprar a outros. 
« Última modificação: Setembro 26, 2023, 07:28:21 pm por Pescador »
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2866
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1779 em: Setembro 26, 2023, 03:17:14 pm »
Citar
Ichikowitz told Janes. "We know Portugal [has a light attack and ISR requirement],

Os gajos da Paramount dizem que é para ISR.
Quanto ao C-295 devem mandar proposta, mas dificilmente ganha devido aos custos de operação em relação aos ST,AT-802U e Mwari.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20181
  • Recebeu: 2965 vez(es)
  • Enviou: 2224 vez(es)
  • +1309/-3458
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 466 vez(es)
  • Enviou: 177 vez(es)
  • +309/-190
« Última modificação: Setembro 26, 2023, 04:35:42 pm por Drecas »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8425
  • Recebeu: 3820 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1782 em: Setembro 26, 2023, 06:17:58 pm »
https://forcaaerea.com.br/airbus-c295-armerd-isr-realizada-testes-em-voo/

Calha bem que é em brasileiro

Armamento Turco?

É como os Super Tucanos, a maior parte do armamento moderno que podem levar, é turco.

Citar
Ichikowitz told Janes. "We know Portugal [has a light attack and ISR requirement],

Os gajos da Paramount dizem que é para ISR.
Quanto ao C-295 devem mandar proposta, mas dificilmente ganha devido aos custos de operação em relação aos ST,AT-802U e Mwari.

Já os gajos em Portugal, dizem que é "apoio aéreo próximo".
https://expresso.pt/politica/defesa/2023-07-08-Defesa-preve-206-milhoes-a-medida-para-comprar-mais-avioes-brasileiros-51986772
Citar
a proposta de Lei de Programação Militar (LPM), ainda em elaboração, já previa a compra de uma “aeronave de apoio aéreo próximo”, de asa fixa

Se vão mudando o nome dos requisitos a cada 2 meses, é mais revelador da insegurança que sentem ao não conseguir justificar tal compra.

Não devem mandar proposta, porque não deve haver concurso, deve ser um ajuste directo. Houvesse realmente concurso, queria ver quem realmente entrava, e quais os critérios que seriam considerados mais importantes.
É que em custo de h/voo, UCAVs ganham. Em versatilidade ganha o C-295. Em questões logísticas podia ganhar tanto o C-295 (por já operarmos vários) como o AT-802U (por termos na versão de combate aos incêndios).
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3967
  • Recebeu: 2575 vez(es)
  • Enviou: 2115 vez(es)
  • +5702/-2783
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1783 em: Setembro 26, 2023, 07:37:00 pm »
Farto de ler aqui que o Tucanitos não são para CAS, enquanto é dito por altos responsáveis militares  que sim e até políticos já insinuaram.
A base dos discursos é essa e o facto de os quererem armar e equipar  como tal e até num perfil NATO, não parece que treino seja o principal da sua aquisição. Se fosse era mais básico, como já foi dito.
Também aparecem conversas pouco sobre combate ao tráfico e mais blá blás, como que a tentar por todos os meios carregar de justificações, que ultrapassm sempre ao assunto treino.

Poeira é mais no verão e vem por acaso também de Sul

Se fosse a preocupação os Homens na RCA e missões afins em qualquer teatro, eram helicópteros com capacidade de apoio de fogo, resgate de feridos e transporte táctico. Ou então dependem de outros quando pode ser e do que têm
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11071
  • Recebeu: 2352 vez(es)
  • Enviou: 3255 vez(es)
  • +739/-1031
Re: Substituição dos Alpha-jet
« Responder #1784 em: Setembro 26, 2023, 11:32:33 pm »
A base dos discursos é essa e o facto de os quererem armar e equipar  como tal e até num perfil NATO, não parece que treino seja o principal da sua aquisição. Se fosse era mais básico, como já foi dito.

A minha opinião é o contrário, para operações em África não é preciso nada da NATO, tipo comunicações cripto, trocar dados com AWACS, etc, para Africa poderia ser mais simples desde que mandasse fogachada, mas para instrução avançada é que já pode ser necessário toda essa parafernália de equipamentos para simular o mais possível operações de um F-16, F-35, etc.

Citar
Se fosse a preocupação os Homens na RCA e missões afins em qualquer teatro, eram helicópteros com capacidade de apoio de fogo, resgate de feridos e transporte táctico. Ou então dependem de outros quando pode ser e do que têm

Mas esses helicópteros também estão para ser pedidos.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Red Baron