Os 30 F16A/B MLU da FAP

  • 3213 Respostas
  • 601084 Visualizações
*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3717
  • Recebeu: 2486 vez(es)
  • Enviou: 1954 vez(es)
  • +5691/-2729
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #3210 em: Fevereiro 27, 2024, 11:21:03 am »
Então menos 5, passa a 23 no total ou estou errado nas contas e desempacotam mais uns?

Realmente não optar já por F35 para uma das Esquadras e a outra ficar com F16 mesmo com MLU V --- ou M++ é boa decisão.
Pode sempre poupar para comprar os tais tucanitos dos filmes sul americanos

Depois da Marinha, vem a FAP com o síndroma. O exército não conta, é só umas forças reduzidas para destacar aqui e ali, mais ou menos equipadas 



Não amigo Pescador, são os 25 atuais + estes 3, o que dará então um total final de 28 caças.

É confuso, eu sei, mas as 5 aeronaves de que fala o despacho já foram entregues anteriormente, tratou-se do segundo lote de F-16 MLU vendidos para a Roménia (inicialmente 12 e depois mais 5).


Então em termos de um numero razoável de células com muitas horas de voo para poderem ainda voar estaremos bem, podendo com isso se vender mais, em troca de se fazerem as tais duas Esquadras, F35 e F16( M+ ou V). O que seria julgo o ideal nas verbas possíveis e na capacidade a manter.

A FAP no espaço marítimo minimamente a poder suprimir a falta de uma Marinha. Os submarinos não fazem tudo (recado aos vacinados)
« Última modificação: Fevereiro 27, 2024, 11:25:21 am por Pescador »
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5303
  • Recebeu: 5190 vez(es)
  • Enviou: 3441 vez(es)
  • +10048/-2636
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #3211 em: Fevereiro 27, 2024, 11:36:50 am »
Então em termos de um numero razoável de células com muitas horas de voo para poderem ainda voar estaremos bem, podendo com isso se vender mais, em troca de se fazerem as tais duas Esquadras, F35 e F16( M+ ou V). O que seria julgo o ideal nas verbas possíveis e na capacidade a manter.

Pois, mas preocupante é o facto da verba resultante da venda das últimas 5 aeronaves para a Roménia ter servido quase em exclusivo para a sustentação e atualização da nossa frota, que continua inexplicavelmente a sofrer de um crónico desinvestimento há largos anos. A nossa única aeronave de combate...
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3717
  • Recebeu: 2486 vez(es)
  • Enviou: 1954 vez(es)
  • +5691/-2729
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #3212 em: Fevereiro 27, 2024, 02:36:53 pm »
Então em termos de um numero razoável de células com muitas horas de voo para poderem ainda voar estaremos bem, podendo com isso se vender mais, em troca de se fazerem as tais duas Esquadras, F35 e F16( M+ ou V). O que seria julgo o ideal nas verbas possíveis e na capacidade a manter.

Pois, mas preocupante é o facto da verba resultante da venda das últimas 5 aeronaves para a Roménia ter servido quase em exclusivo para a sustentação e atualização da nossa frota, que continua inexplicavelmente a sofrer de um crónico desinvestimento há largos anos. A nossa única aeronave de combate...

"Ouvi dizer" que havia 200 milhões disponíveis para gastar. É usa-los bem em vez de tretas
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5303
  • Recebeu: 5190 vez(es)
  • Enviou: 3441 vez(es)
  • +10048/-2636
Re: Os 30 F16A/B MLU da FAP
« Responder #3213 em: Fevereiro 27, 2024, 02:49:06 pm »
"Ouvi dizer" que havia 200 milhões disponíveis para gastar. É usa-los bem em vez de tretas

Prioridades, amigo Pescador, prioridades.

Nem sei bem o que é mais humilhante: se ter de utilizar a verba resultante da alienação de caças a um país terceiro para a manutenção, sustentação e atualização das nossas próprias aeronaves (fruto do enorme e contínuo desinvestimento de que é alvo a frota F-16), se não chegar sequer aos 160M€ o valor inscrito na LPM 2023-2034 para o capítulo "Luta Aérea Ofensiva e Defensiva", vulgo caças.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente