Processo de venda da EMI

  • 1 Respostas
  • 2471 Visualizações
*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +2/-4
Processo de venda da EMI
« em: Abril 23, 2006, 11:28:40 am »
Citar
Warner Music e EMI preparam fusão, diz jornal

A editora britânica EMI e a rival Warner Music estão a preparar negociações preliminares que poderão resultar na criação do terceiro maior grupo mundial da indústria da música, segundo adianta a edição de domingo do londrino The Times.

O jornal cita fontes próximas de ambos os grupos e aponta para que as negociações tenham início nos próximos meses, já que os bancos que irão aconselhar a operação já estão ser chamados para briefings. A crer na notícia, a editora resultante do dueto assumiria a terceira posição do sector – com autores como Coldplay, Madonna, Eric Clapton, Eminem e Scissor Sisters, entre outros - ameaçando os dois líderes mundiais Universal Music e a Sony BMG.
A fusão é certa, disse um adviser citado no artigo, a única questão que está por resolver é o timing do processo. A EMI deverá ser assessorada pelos bancos Citigroup e o suíço UBS, enquanto a Warner irá trabalhar com o Goldman Sachs e o Lehman Brothers, adianta ainda o The Times on Sunday.

23-04-2006 10:34:24
 

de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_d ... news=66154


Sim...luta a 3 é mais emocionante!!
« Última modificação: Junho 28, 2006, 10:25:08 pm por Marauder »
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2093
  • +2/-4
(sem assunto)
« Responder #1 em: Junho 28, 2006, 10:22:55 pm »
Citar
EMI rejeita oferta da Warner por 3,62 mil M€

A britânica EMI rejeitou uma oferta de compra valorada em cerca de 3,62 mil milhões de euros (2,5 mil milhões de libras esterlinas) apresentada pela concorrente Warner Music.


Segundo adiantou o jornal Financial Times, o EMI Group considerou a oferta da norte-americana – uma contraproposta a outra de sentido inverso – como «inaceitável» por ser demasiado baixa.

Há quase dois meses, a Warner Music (4ª maior mundial da indústria discográfica) tinha recusado uma oferta de compra estimada em 4,2 mil milhões de dólareslançada pela editora de Robbie Williams.

Com os desenvolvimentos desta quarta-feira a acção da EMI na bolsa de Londres (LSE) subia cerca de 9% no início de sessão, mantendo-se incerto o desfecho de um processo que abriu o cenário fusão entre as duas companhias.

28-06-2006 9:51:25


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=68868