Sector Ferroviário

  • 215 Respostas
  • 33000 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18156
  • Recebeu: 5472 vez(es)
  • Enviou: 5819 vez(es)
  • +7112/-9496
Re: Sector Ferroviário
« Responder #180 em: Dezembro 19, 2023, 04:06:28 pm »
Brincadeiras do nosso futuro PM

"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20181
  • Recebeu: 2965 vez(es)
  • Enviou: 2224 vez(es)
  • +1309/-3458
Re: Sector Ferroviário
« Responder #181 em: Dezembro 19, 2023, 06:01:29 pm »
Brincadeiras do nosso futuro PM



Isso é mesmo verdadeiro, ou é mais uma noticia inventada pelo Chega?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4292
  • Recebeu: 2419 vez(es)
  • Enviou: 1394 vez(es)
  • +7369/-4444
Re: Sector Ferroviário
« Responder #182 em: Dezembro 19, 2023, 10:13:13 pm »
Isso é mesmo verdadeiro, ou é mais uma noticia inventada pelo Chega?

É mesmo verdadeiro e já se sabe à anos!!!!!

https://poligrafo.sapo.pt/fact-check/carruagens-que-a-cp-comprou-a-renfe-tinham-sido-retiradas-de-servico-devido-ao-amianto

O recém eleito líder do PS, é irresponsável ao ponto de comprar comboios com amianto só para ficar bem na fotografia porque resolveu um problema da CP!!!!!!!!!! Se alguma vez chegar a PM, então é o nosso fim de linha! Também foi notada na altura o lixo que trouxe de Espanha, para além do amianto: https://www.publico.pt/2019/02/01/sociedade/noticia/cp-explica-comboio-perdeu-motor-meio-percurso-1860296
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Lusitaniae

  • Perito
  • **
  • 398
  • Recebeu: 114 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +50/-294
Re: Sector Ferroviário
« Responder #183 em: Dezembro 20, 2023, 01:58:15 am »
Este que foi o melhor negócio que já alguma vez foi feito pelo estado Português, e pelo vistos vai ser usado pela oposição para atirar areia aos olhos dos que não estão por dentro do assunto.
O que Portugal fez é o que os Espanhóis deveriam ter feito, que foi extirpar todo o amianto e requalificar as carruagens, que agora estão um mimo, basta ver as que já estão ao serviço.
As portas para o exterior estão a dar problemas, mas já está a ser tratado para as que ainda estão a ser remodeladas.
« Última modificação: Dezembro 20, 2023, 02:43:24 am por Lusitaniae »
Abbati, medico, potronoque intima pande
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning, Kalil, PTWolf

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11071
  • Recebeu: 2352 vez(es)
  • Enviou: 3255 vez(es)
  • +739/-1031
Re: Sector Ferroviário
« Responder #184 em: Dezembro 20, 2023, 06:42:13 am »
Eu nem sou PS, mas pelo que segui nas notícias a CP nunca escondeu que as carruagens tinham amianto, o amianto dá para retirar, os espanhóis é que achavam que não valia o investimento, nós achamos o oposto.

https://eco.sapo.pt/2020/11/23/cp-conclui-remocao-de-amianto-das-carruagens-compradas-a-espanha/


Também li que os espanhóis estavam (não sei se continuam) com a intenção de retirar do serviço inter-cidades todos os comboios constituidos por locomotiva a puxar carruagens, e colocar comboios género TGV nesses serviços e as antigas iam para a sucata.

https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/cp-vai-ter-de-retirar-amianto-a-carruagens-vendidas-pela-renfe

A CP queria comprar mais carruagens deste genero à RENFE mas eles agora já dizem que não têm disponibilidade de vender mais, que lhes vão dar uso...

Pode ser verdade, podem estar a tentar "minar" um rival se a RENFE vier a operar em Portugal...
« Última modificação: Dezembro 20, 2023, 07:02:06 am por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Kalil

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18156
  • Recebeu: 5472 vez(es)
  • Enviou: 5819 vez(es)
  • +7112/-9496
Re: Sector Ferroviário
« Responder #185 em: Janeiro 03, 2024, 06:11:16 pm »
Brincadeiras do nosso futuro PM



Isso é mesmo verdadeiro, ou é mais uma noticia inventada pelo Chega?

Tu tens um trauma qualquer...

Toma lá mais uma mentira

https://twitter.com/chiconoclasta/status/1742485386394230891
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4292
  • Recebeu: 2419 vez(es)
  • Enviou: 1394 vez(es)
  • +7369/-4444
Re: Sector Ferroviário
« Responder #186 em: Janeiro 04, 2024, 10:17:43 am »
Este que foi o melhor negócio que já alguma vez foi feito pelo estado Português, e pelo vistos vai ser usado pela oposição para atirar areia aos olhos dos que não estão por dentro do assunto.
O que Portugal fez é o que os Espanhóis deveriam ter feito, que foi extirpar todo o amianto e requalificar as carruagens, que agora estão um mimo, basta ver as que já estão ao serviço.
As portas para o exterior estão a dar problemas, mas já está a ser tratado para as que ainda estão a ser remodeladas.

Vou explicar-lhe em termos económicos o que faz Espanha e o que fazemos nós!

O povinho pode pensar que nós é que somos os espertos, mas garanto-lhe que não. No caso da Ferrovia não (entre outros)!

Nós recuperamos carruagens antigas porque não produzimos novas! A Sorefame (empresa que já foi de referência na área da construção de carruagens, faliu!) já não existe, pelo que resta-nos as instalações de Guifões para fazerem e muito bem, a manutenção, actualização e reconversão de carruagens antigas.

Já no caso de Espanha, ela tem uma verdadeira Indústria ligada ao sector ferroviário. São dezenas de empresas ligadas à construção de comboios novos de raíz!!!!!
Veja o mar de empresas: https://www.mafex.es/empresas-asociadas-2/

E obviamente quem produz comboios novos, é economicamente mais vantajoso encomendar comboios novos e com isso manter a indústria de portas abertas, do que estar a reparar comboios obsoletos! Por isso é que não se importam de os vender.

Eu não fiz os cálculos, mas garanto-lhe que quem fabrica comboios, cria muito mais valor para a economia do que quem repara!!!!!!

Da mesma forma, e fazendo uma analogia para a área militar, quem produz equipamento militar (casos das Marinhas Alemãs e dos Países Baixos), prefere abater equipamento com 20 ou 25 anos e fazer novo (vendendo o que abate), porque é isso que mantém a indústria deles a funcionar. É com encomendas e dinheiro fresco a entrar em caixa!

Mas não se iluda, não somos nós os espertos que prolongamos a vida útil dos equipamentos. Fazêmo-lo porque não temos alternativa e não temos uma indústria suficientemente forte para produzir esses equipamentos (falta-nos subir a cadeia de valor e começarmos nós a produzir localmente...... se essa produção tiver a garantia que se mantém no futuro, caso contrário não vale a pena). E é por isso que vamos remendando e esticando a vida útil do que temos. Mas essa mentalidade não faz de nós os reis da sabedoria!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, Lightning, Malagueta

*

Kalil

  • Especialista
  • ****
  • 981
  • Recebeu: 297 vez(es)
  • Enviou: 214 vez(es)
  • +87/-460
Re: Sector Ferroviário
« Responder #187 em: Janeiro 04, 2024, 02:10:26 pm »
Excelente post acima.

Quanto à compra e recuperação do material espanhol, tudo certo.
Depois de muitos anos sem estratégia para a ferrovia, esta é uma das poucas areas em que o (de modo geral incompetente) PNS, tem sido bem aconselhado. Excepto num ponto, por sinal fulcral e capaz de inutilizar todos os outros projectos, que é a linha de AV..
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11071
  • Recebeu: 2352 vez(es)
  • Enviou: 3255 vez(es)
  • +739/-1031
Re: Sector Ferroviário
« Responder #188 em: Janeiro 04, 2024, 04:43:21 pm »
Também concordo com o Viajante, mas toda essa interligação industria com serviços do estado ainda não existe cá. A CP está um bocado como a tropa, tem que andar no mercado de usados à procura de bons (baratos) negócios para ver se o governo deixa cair algumas moedas senão não há dinheiro e que lhes resta é manter o material antigo a funcionar.

A CP precisava de comboios novos para "ontem", estas carruagens espanholas (algumas delas) já estão totalmente recuperadas e ao serviço, se fossem novos ainda não estariam cá.





Os primeiros comboios novos que devem chegar a Portugal será só no fim de 2025, ainda estão a ser construídas, e enquanto não chegam andamos a pagar  milhões de euros (outro negócio ruinoso) no aluguer de comboios a Espanha para compensar a falta de comboios.

https://eco.sapo.pt/2023/03/07/novos-comboios-regionais-da-cp-chegam-em-outubro-de-2025/

https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/transportes/detalhe/financas-autorizam-cp-a-pagar-195-milhoes-por-aluguer-de-18-comboios

O futuro parece-me um bocado mais risonho (é o meu lado otimista  :mrgreen:), com a construção de uma fábrica da Alstom em Portugal para construir 117 comboios e com o projecto do "comboio português".

Acho que a CP "desenrascou-se", para arranjar comboios "já", se estas carruagens durarem 10 ou 20 anos e depois forem substituidas por algo construído em Portugal, melhor, mas para isso acontecer o governo também têm de ajudar.
« Última modificação: Janeiro 04, 2024, 05:03:16 pm por Lightning »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20857
  • Recebeu: 2474 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1157/-1484
Re: Sector Ferroviário
« Responder #189 em: Janeiro 05, 2024, 01:02:54 pm »
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4292
  • Recebeu: 2419 vez(es)
  • Enviou: 1394 vez(es)
  • +7369/-4444
Re: Sector Ferroviário
« Responder #190 em: Janeiro 10, 2024, 11:07:23 am »
Portugal vai andar a alta velocidade: aprovado concurso público para o TGV

O projeto do TGV, em Portugal, está em cima da mesa há anos e a descrença relativamente à sua execução começou a imperar. Contudo, o primeiro mês de 2024 ainda não vai a meio e já há novidades: "hoje é um dia histórico para a mobilidade e para o transporte público", disse António Costa, na sequência da votação favorável para o projeto de alta velocidade ferroviária.



António Costa assinalou o "dia histórico" da aprovação, pelos partidos, do lançamento do projeto de alta velocidade ferroviária, em Portugal, saudando a "maturidade democrática" do processo.

    Acho que é um momento que deve ser aplaudido, porque revela enorme maturidade democrática, e que é particularmente importante para um país onde as obras públicas são obsessivamente discutidas, e obsessivamente adiadas.

Disse António Costa, em Vila Nova de Gaia, acrescentando que "num momento de grande agitação política, a Assembleia da República ser capaz de uma esmagadora maioria votar a favor e dizer 'abram lá o concurso', acho que é muito importante e deve encher, todos os democratas, com muito orgulho".



Segundo António Costa, o investimento "é estrutural para a descarbonização da mobilidade, para encurtar as distâncias entre as duas áreas metropolitanas, para substituir muitas das viagens que hoje se fazem de avião ou por automóvel".

Conforme víamos, em 2022, na maioria das linhas, em Portugal, ainda circulavam comboios a "baixa velocidade". Assim sendo, as mudanças que este projeto trará são esperadas e significativas.

Depois de larga espera, o lançamento do concurso público para o TGV está aprovado, com um financiamento europeu de 729 milhões de euros que se perderiam se este não fosse lançado até ao final do mês.

https://pplware.sapo.pt/motores/portugal-vai-andar-a-alta-velocidade-aprovado-concurso-publico-para-o-tgv/
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18156
  • Recebeu: 5472 vez(es)
  • Enviou: 5819 vez(es)
  • +7112/-9496
Re: Sector Ferroviário
« Responder #191 em: Janeiro 10, 2024, 11:08:45 am »
Deviam haver eleições todos os anos
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20857
  • Recebeu: 2474 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1157/-1484
Re: Sector Ferroviário
« Responder #192 em: Janeiro 13, 2024, 12:18:23 pm »
TGV finalmente aprovado, mas com alterações e críticas ao projeto


 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11071
  • Recebeu: 2352 vez(es)
  • Enviou: 3255 vez(es)
  • +739/-1031
Re: Sector Ferroviário
« Responder #193 em: Janeiro 14, 2024, 12:25:04 am »
Sou só curioso mas não me faz grande sentido. Então um comboio do Porto para Lisboa chega ao Carregado e passa para o outro lado do rio? Faz mais meia hora de viagem por aquela zona que é só campos, chega ao novo aeroporto (Alcochete ou Montijo?), e passa novamente o rio para entrar em Lisboa. (???)



Quem quer ir do Porto para Lisboa não quer ir para o aeroporto de Lisboa, para isso vai para o aeroporto do Porto.

Esse aumento de tempo vai é retirar potenciais utilizadores ao comboio, imaginem um carro em vez de fazer direto a A1 entre Porto e Lisboa, chegar a Vila Franca,  dar aquela volta até ao Montijo e entrar em Lisboa pela ponte Vasco da Gama...

E o mesmo quem quiser ir de Lisboa para norte, o tempo que demora é um factor importante, andar a perder tempo a dar aquela volta antes de começar a ir para norte não me convence.

Se quiserem podia ser era, o TGV de Lisboa para sul ou para Espanha é que poderia passar no aeroporto...

Ou pelo menos, repartirem, a partir do Carregado uns vão directos a Lisboa e outros podem desviar para o aeroporto de Lisboa.

Nem a população da região de Lisboa precisa de ir de TGV do Oriente para o novo aeroporto apanhar o avião, um comboio urbano confortável chegar bem.
« Última modificação: Janeiro 14, 2024, 09:03:23 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4292
  • Recebeu: 2419 vez(es)
  • Enviou: 1394 vez(es)
  • +7369/-4444
Re: Sector Ferroviário
« Responder #194 em: Janeiro 14, 2024, 11:22:16 pm »
É para darem mais importância ao novo aeroporto, que supostamente ainda nem foi escolhido, do que a própria capital  :mrgreen:

Realmente os nossos decisores são de uma inteligência rara!!!!!

Mas quer ver outra?
A única ligação ferroviária que existe nos distritos de Vila Real e Bragança, é a linha do Douro (aparece a cinza e um pouco de verde junto a Espanha, que presumo seja uma linha nova, porque neste momento a Linha do Douro não liga a Espanha), mas agora a linha do Douro, a serpentear o rio Douro vai passar a segundo plano e vão dar prioridade a uma linha que não existe, que vai ligar Penafiel a Vila Real (a passar pela 2ª montanha mais alta de Portugal, o Marão!!!!!!!) e a ligar a Bragança!!!!!!

Não deixa de ser irónico para quem é do Douro, que o PS tente ligar 2 capitais de distrito que não têem linha férrea, sendo que Vila Real já teve via estreita a ligar à Régua (linha do Douro), mas no tempo do Sócrates e do socateiro........ arrancaram a linha quando prometeram às gentes do Douro que íam substituír as linhas por novas!!!!!!!!

Aliás a antiga linha de via estreita que ligava a Régua a Vila Real...... nos últimos anos de vida, teve acidentes estranhos, que levaram ao seu encerramento!!!!!!

Mas se realmente fizerem a linha que está no mapa, vai ser interessante subir o marão de comboio  :mrgreen:
A acontecer, vai ser a linha mais cara de Portugal..... parte dos troços terão de acontecer em pontes a centenas de metros do chão!!!!!!! Tal e qual como acontece com a A4 a ligar o Porto a Vila Real e a Bragança!!!! Ou vão meter o comboio ao lado da A4?
Mas quem fez o projecto de viabilidade, certamente conta com resmas de pessoas em viagens diárias......

A A4 tem uma média diária de 15.000 carros! Com esta nova linha, estão a pensar que as pessoas vão deixar na sua maioria de andar de carro para andarem de comboio?
« Última modificação: Janeiro 14, 2024, 11:31:28 pm por Viajante »