6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030

  • 3705 Respostas
  • 533918 Visualizações
*

saabGripen

  • Perito
  • **
  • 558
  • Recebeu: 95 vez(es)
  • Enviou: 36 vez(es)
  • +266/-297
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3690 em: Fevereiro 02, 2024, 12:07:15 am »


Alguém pode responder:

Temos;
-  Uma Companhia reforçada na Roménia.
-  Uma Companhia reforçada na RCA.

Vamos ter;
Um Pelotão de Leopardos, no futuro reforçados com uma Companhia (?) de Atiradores, num país que não me lembro qual é.

Portanto, 3 Unidades operacionais.

Como é que se distribuem 6 Helicópteros de Evacuação por essas unidades, contando com necessidade de treino, manutenção, etc.

Dá um helicóptero para cada unidade e 3 em Santa Margarida?

Podemos começar todos a rir? 


Não era melhor ter Ambulâncias de Evacuação e 2 Super Tucanos a apoiar cada um dos nossos "Exércitos Expedicionários"?
E 6 STs cá para treino?
Eu acho que sim.

Obrigado,

Boa noite.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11072
  • Recebeu: 2352 vez(es)
  • Enviou: 3255 vez(es)
  • +739/-1031
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3691 em: Fevereiro 02, 2024, 05:17:58 am »
Não é obrigatório existirem helicópteros em todas as FND.

Boa noite
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1657
  • Recebeu: 386 vez(es)
  • Enviou: 337 vez(es)
  • +99/-45
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3692 em: Fevereiro 02, 2024, 08:53:58 am »
Até digo mais, tendo em conta a interoperabilidade NATO e sendo missões em países europeus...os teatros europeus dispensavam bem os helicópteros. Por outro. lado as possibilidade de treino com outras forças são maiores, a partilha de conhecimentos, etc.
E no limite teria destacamento de aeronave de acordo com necessidades especificas e não a título permanente.
porém em áfrica, na RCA, a missão é Nações Unidas e se tivermos um meio aéreo alocado este ou estes servirão não só a nossa força como estará disponível para apoiar toda a missão
(MINUSCA) no terreno.
Sendo uma força do tipo QRF, ter um meio aéreo que permita rapidamente transportar tropas para um qualquer aeródromo das várias prefeituras em qualquer um dos setores é uma mais valia...a única limitação será a possibilidade de reabastecimento nas zonas para onde possam ser destacados....mas isso já sucede com os atuais meios aéreo UN no teatro.
E, nessa medida, teria que existir uma aeronave com uma equipa de manutenção e tendo em conta o desgaste, eventualmente duas tripulações, com a rotação de 6 meses como a força, ou mesmo 3 meses caso o exército tivesse tripulações suficientes para o efeito.

Com os ST é um bocado complicado no quadro das Nações Unidas justificar meios aéreos de combate (com armamento orgânico) num país como a RCA. O ST quase que tinham de ser alvo de uma parceria bilateral, pois nas Nações Unidas, não vejo atualmente uma mais valia dessa tipologia de meio aéreo no terreno.

O que dava jeito era um C-130....pois a mobilidade de tropas é um fator decisivo na maior parte das ocorrências de segurança no país.

Usar um avião para caçar uns gajos com um RPG montados numa mota ou com um landcruiser softskin com uma arma montada na caixa... mas isso sou eu que sou um bocado vistas curtas e acho que uma companhia com pandur a varrer terreno apoiados por  drone tipo orbiter ou Ar-3 operado entre 40 (orbiter) e 80km (Ar-3)  de distancia, será suficiente para atividades ISR de apoio à força.

Um abraço
Raphael
__________________
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3971
  • Recebeu: 2575 vez(es)
  • Enviou: 2117 vez(es)
  • +5702/-2783
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3693 em: Fevereiro 02, 2024, 09:53:30 am »
2 helicópteros é pouco, mas 2 tucanitos é bom???
Bem visto

Os Helicópteros sempre podem fazer pelo menos 3 coisas, Evacuação, Transporte táctico e  Apoio armado. O tucanito lança umas cenas lá para o meio. mais nada.

É perguntar as Forças no terreno, o que preferiam que os  tivessem a apoiar. Não é quem nunca esteve falar de teorias.
Aliás, mesmo nos teatros onde estiveram aviões, foram sempre os helicópteros que tiveram mais destaque. Nomeadamente África
E se pensarmos no tipo de conflito como na RCA, de insurgentes não grandes forças, o helicóptero é mais efectivo que um avião
Se 6 Helicópteros não chegarem comprem 10. Ou então usem os 6 onde seja mais pertinente e onde tenham menos apoio de outros. Na Europa, no caso da Roménia, nem sistemas básicos como AA e AC modernos ou porta morteiros têm. E isso era essencial

Tudo serve para impingir o raio da negociata
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar, tenente, raphael

*

sivispacem

  • Analista
  • ***
  • 606
  • Recebeu: 179 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +43/-11
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3694 em: Fevereiro 02, 2024, 12:04:59 pm »
Irra, que já não se pode com a conversa dos Tucanos....

Quanto tempo é que duravam na Roménia? Ou em qualquer outro cenário de conflito na Europa???
Qual o número de tropas que conseguem transportar na RCA?
Quanto feridos podem evacuar, em caso de necessidade?
A que distância podem aterrar perto da zona de conflito, em caso de necessidades de evacuação/abastecimento das nt???
« Última modificação: Fevereiro 02, 2024, 02:33:52 pm por sivispacem »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Pescador

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5481
  • Recebeu: 5434 vez(es)
  • Enviou: 3589 vez(es)
  • +10064/-2644
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3695 em: Fevereiro 02, 2024, 12:09:55 pm »
Só não é AH-60 e/ou AH-1Z, devido a mentalidades africanas que andam pelo EMGFA e EMFA....

O número de células AH-1Z Viper armazenadas pelos Marines é finito, e qualquer dia não haverá nenhuma disponível para contar a história.

Bom mesmo é pensar em ter de novo algo tipo o T-6 a metralhar e bombardear os rebeldes no mato e na selva, não importando para nada se cada vez vão chegando mais "conselheiros" e equipamento russos aos cenários em África onde é previsto estas aeronaves virem hipoteticamente a atuar. ::)

Em jeito de brincadeira, se pretendem uma reencarnação do T-6 Texan/Harvard, porque não optam imediatamente pelo T-6 Texan II? :mrgreen:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Pescador

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2468
  • Recebeu: 902 vez(es)
  • Enviou: 3116 vez(es)
  • +563/-75
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3696 em: Fevereiro 02, 2024, 02:22:41 pm »
Continuo com a(s) minha(s) ideias: talvez até tenha sido melhor o Koala "civil monomotor", porque não ocupa o lugar de um modelo de helicóptero médio... muito antes de gastar 1 cêntimo a mais na aquisição  para ter a valência "militar" dos Tucanos (incluindo custo de utilização e capacidade no treino, a sua função primária, secundária, etc) é no mínimo necessário ter uma "frota" de helicópteros militares médios (capaz de transportar uma unidade escalão companhia ligeira e muitas outras capacidades)... helicópteros de ataque até nem coloco no topo das prioridades.         
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10359
  • Recebeu: 5660 vez(es)
  • Enviou: 4354 vez(es)
  • +8476/-1842
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3697 em: Fevereiro 02, 2024, 04:36:27 pm »
2 helicópteros é pouco, mas 2 tucanitos é bom???
Bem visto

Os Helicópteros sempre podem fazer pelo menos 3 coisas, Evacuação, Transporte táctico e  Apoio armado. O tucanito lança umas cenas lá para o meio. mais nada.

É perguntar as Forças no terreno, o que preferiam que os  tivessem a apoiar. Não é quem nunca esteve falar de teorias.
Aliás, mesmo nos teatros onde estiveram aviões, foram sempre os helicópteros que tiveram mais destaque. Nomeadamente África
E se pensarmos no tipo de conflito como na RCA, de insurgentes não grandes forças, o helicóptero é mais efectivo que um avião
Se 6 Helicópteros não chegarem comprem 10. Ou então usem os 6 onde seja mais pertinente e onde tenham menos apoio de outros. Na Europa, no caso da Roménia, nem sistemas básicos como AA e AC modernos ou porta morteiros têm. E isso era essencial

Tudo serve para impingir o raio da negociata

Pescador além dessas três missões, MEDEVAC, TRANSP TÁCTICO e CAS, podem fazer o reconhecimento, a inserção de forças terrestres, o reabastecimento das NT, SAR, e CSAR, sendo que estas últimas cinco missões os Tutanitos, não estão capacitados a efectuar, portanto os defensores dos EMB, ou afins que venham provar que o EMB é superior ao HELI.

Só o facto do tucanito necessitar de uma pista mesmo improvisada para operar e o heli, poder operar, pertissimo da frente, numa simples clareira com 20/25 mts de diâmetro, diz tudo quanto às capacidades  das duas aeronaves !

Abraço
« Última modificação: Fevereiro 02, 2024, 04:46:50 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8426
  • Recebeu: 3822 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3698 em: Fevereiro 02, 2024, 05:12:09 pm »
Até digo mais, tendo em conta a interoperabilidade NATO e sendo missões em países europeus...os teatros europeus dispensavam bem os helicópteros. Por outro. lado as possibilidade de treino com outras forças são maiores, a partilha de conhecimentos, etc.
E no limite teria destacamento de aeronave de acordo com necessidades especificas e não a título permanente.
porém em áfrica, na RCA, a missão é Nações Unidas e se tivermos um meio aéreo alocado este ou estes servirão não só a nossa força como estará disponível para apoiar toda a missão
(MINUSCA) no terreno.
Sendo uma força do tipo QRF, ter um meio aéreo que permita rapidamente transportar tropas para um qualquer aeródromo das várias prefeituras em qualquer um dos setores é uma mais valia...a única limitação será a possibilidade de reabastecimento nas zonas para onde possam ser destacados....mas isso já sucede com os atuais meios aéreo UN no teatro.
E, nessa medida, teria que existir uma aeronave com uma equipa de manutenção e tendo em conta o desgaste, eventualmente duas tripulações, com a rotação de 6 meses como a força, ou mesmo 3 meses caso o exército tivesse tripulações suficientes para o efeito.

Com os ST é um bocado complicado no quadro das Nações Unidas justificar meios aéreos de combate (com armamento orgânico) num país como a RCA. O ST quase que tinham de ser alvo de uma parceria bilateral, pois nas Nações Unidas, não vejo atualmente uma mais valia dessa tipologia de meio aéreo no terreno.

O que dava jeito era um C-130....pois a mobilidade de tropas é um fator decisivo na maior parte das ocorrências de segurança no país.

Usar um avião para caçar uns gajos com um RPG montados numa mota ou com um landcruiser softskin com uma arma montada na caixa... mas isso sou eu que sou um bocado vistas curtas e acho que uma companhia com pandur a varrer terreno apoiados por  drone tipo orbiter ou Ar-3 operado entre 40 (orbiter) e 80km (Ar-3)  de distancia, será suficiente para atividades ISR de apoio à força.

O AR-3 e outros drones (nacionais) são tremendamente subvalorizados para a missão ISR. Temos aparentemente chefias que querem fazer reconhecimento aéreo com avionetas tripuladas, quando vemos que na Ucrânia os drones têm tido uma eficácia enorme nesse capítulo, conseguindo detectar movimentações do inimigo com grande antecedência. O facto dos AR3 serem muito mais baratos de adquirir e de operar, também permite que numa missão como na RCA ou outro TO, se tenha múltiplas unidades no ar a fazer reconhecimento.

E o AR3 tem versão VTOL.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: raphael, Pescador

*

Kalil

  • Especialista
  • ****
  • 981
  • Recebeu: 297 vez(es)
  • Enviou: 214 vez(es)
  • +87/-460
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3699 em: Fevereiro 02, 2024, 07:01:47 pm »
2 helicópteros é pouco, mas 2 tucanitos é bom???
Bem visto

Os Helicópteros sempre podem fazer pelo menos 3 coisas, Evacuação, Transporte táctico e  Apoio armado. O tucanito lança umas cenas lá para o meio. mais nada.

É perguntar as Forças no terreno, o que preferiam que os  tivessem a apoiar. Não é quem nunca esteve falar de teorias.
Aliás, mesmo nos teatros onde estiveram aviões, foram sempre os helicópteros que tiveram mais destaque. Nomeadamente África
E se pensarmos no tipo de conflito como na RCA, de insurgentes não grandes forças, o helicóptero é mais efectivo que um avião
Se 6 Helicópteros não chegarem comprem 10. Ou então usem os 6 onde seja mais pertinente e onde tenham menos apoio de outros. Na Europa, no caso da Roménia, nem sistemas básicos como AA e AC modernos ou porta morteiros têm. E isso era essencial

Tudo serve para impingir o raio da negociata

Pescador além dessas três missões, MEDEVAC, TRANSP TÁCTICO e CAS, podem fazer o reconhecimento, a inserção de forças terrestres, o reabastecimento das NT, SAR, e CSAR, sendo que estas últimas cinco missões os Tutanitos, não estão capacitados a efectuar, portanto os defensores dos EMB, ou afins que venham provar que o EMB é superior ao HELI.

Só o facto do tucanito necessitar de uma pista mesmo improvisada para operar e o heli, poder operar, pertissimo da frente, numa simples clareira com 20/25 mts de diâmetro, diz tudo quanto às capacidades  das duas aeronaves !

Abraço

Alguém que desvie o suposto orçamento para o suposto ST, e mande mas é fazer o MLU aos EH101.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2866
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3700 em: Fevereiro 02, 2024, 07:45:37 pm »
Parece que a SADC quer abandonar Moçambique, se tocar aos PALOPS a substituição, quero ver como vamos fazer.
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3971
  • Recebeu: 2575 vez(es)
  • Enviou: 2117 vez(es)
  • +5702/-2783
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3701 em: Fevereiro 05, 2024, 12:23:39 pm »
2 helicópteros é pouco, mas 2 tucanitos é bom???
Bem visto

Os Helicópteros sempre podem fazer pelo menos 3 coisas, Evacuação, Transporte táctico e  Apoio armado. O tucanito lança umas cenas lá para o meio. mais nada.

É perguntar as Forças no terreno, o que preferiam que os  tivessem a apoiar. Não é quem nunca esteve falar de teorias.
Aliás, mesmo nos teatros onde estiveram aviões, foram sempre os helicópteros que tiveram mais destaque. Nomeadamente África
E se pensarmos no tipo de conflito como na RCA, de insurgentes não grandes forças, o helicóptero é mais efectivo que um avião
Se 6 Helicópteros não chegarem comprem 10. Ou então usem os 6 onde seja mais pertinente e onde tenham menos apoio de outros. Na Europa, no caso da Roménia, nem sistemas básicos como AA e AC modernos ou porta morteiros têm. E isso era essencial

Tudo serve para impingir o raio da negociata

Pescador além dessas três missões, MEDEVAC, TRANSP TÁCTICO e CAS, podem fazer o reconhecimento, a inserção de forças terrestres, o reabastecimento das NT, SAR, e CSAR, sendo que estas últimas cinco missões os Tutanitos, não estão capacitados a efectuar, portanto os defensores dos EMB, ou afins que venham provar que o EMB é superior ao HELI.

Só o facto do tucanito necessitar de uma pista mesmo improvisada para operar e o heli, poder operar, pertissimo da frente, numa simples clareira com 20/25 mts de diâmetro, diz tudo quanto às capacidades  das duas aeronaves !

Abraço

Alguém que desvie o suposto orçamento para o suposto ST, e mande mas é fazer o MLU aos EH101.


Dava para esses e outros MLU.
200 milhões para encher uns amigos, era muito MLU que é imprescindível e inadiável. Ou devia ser
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3971
  • Recebeu: 2575 vez(es)
  • Enviou: 2117 vez(es)
  • +5702/-2783
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3702 em: Fevereiro 05, 2024, 12:32:34 pm »
2 helicópteros é pouco, mas 2 tucanitos é bom???
Bem visto

Os Helicópteros sempre podem fazer pelo menos 3 coisas, Evacuação, Transporte táctico e  Apoio armado. O tucanito lança umas cenas lá para o meio. mais nada.

É perguntar as Forças no terreno, o que preferiam que os  tivessem a apoiar. Não é quem nunca esteve falar de teorias.
Aliás, mesmo nos teatros onde estiveram aviões, foram sempre os helicópteros que tiveram mais destaque. Nomeadamente África
E se pensarmos no tipo de conflito como na RCA, de insurgentes não grandes forças, o helicóptero é mais efectivo que um avião
Se 6 Helicópteros não chegarem comprem 10. Ou então usem os 6 onde seja mais pertinente e onde tenham menos apoio de outros. Na Europa, no caso da Roménia, nem sistemas básicos como AA e AC modernos ou porta morteiros têm. E isso era essencial

Tudo serve para impingir o raio da negociata

Pescador além dessas três missões, MEDEVAC, TRANSP TÁCTICO e CAS, podem fazer o reconhecimento, a inserção de forças terrestres, o reabastecimento das NT, SAR, e CSAR, sendo que estas últimas cinco missões os Tutanitos, não estão capacitados a efectuar, portanto os defensores dos EMB, ou afins que venham provar que o EMB é superior ao HELI.

Só o facto do tucanito necessitar de uma pista mesmo improvisada para operar e o heli, poder operar, pertissimo da frente, numa simples clareira com 20/25 mts de diâmetro, diz tudo quanto às capacidades  das duas aeronaves !

Abraço

Alguém que desvie o suposto orçamento para o suposto ST, e mande mas é fazer o MLU aos EH101.

Eu já só mencionei as missões mais evidentes lá fora, por causa do tal discurso que até apareceu na TV, que fazem falta na RCA no apoio as tropas. Porque no conjunto de missões, os médios tem esse leque todo de missões, que infelizmente não temos capacidade hoje e, com muito menos constrangimentos de terreno e suporte. Mas ignoram que podia ser resolvido com um meio que faz toda a diferença e, que de qualquer forma terão de ser sempre adquiridos.
Só resta pensar se as verbas devem ser canalizadas para mais helicópteros e MLUs, em vez de Tucanitos.
Deve ser difícil
Constata-se um nítido discursos de alguns em impingir algo que não vai resolver grande coisa porque é obviamente limitado e, vai desviar verbas que podem ser melhor empregues.
Razões? Interesses pessoais
« Última modificação: Fevereiro 05, 2024, 12:40:41 pm por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10359
  • Recebeu: 5660 vez(es)
  • Enviou: 4354 vez(es)
  • +8476/-1842
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3703 em: Fevereiro 05, 2024, 03:10:42 pm »
Isto é que era! c56x1

https://twitter.com/Go160thSoar/status/1752768760669180002

Muito violento, agressivo, BÉLICO e Militarizado para os nossos DDT's !!! ;)

Abraço
« Última modificação: Fevereiro 05, 2024, 03:28:11 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5481
  • Recebeu: 5434 vez(es)
  • Enviou: 3589 vez(es)
  • +10064/-2644
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3704 em: Fevereiro 19, 2024, 11:23:13 am »
 :-\

Citar
UH-60V 'Victor' Black Hawk cancelled
PUBLISHED: 09 FEBRUARY 2024

The US Army plans to halt production of the UH-60V Black Hawk in fiscal year 2025. Northrop-Grumman teamed up with the United States Army, to upgrade UH-60L Black Hawk helicopters with a new, digital cockpit and integrated avionics suite. In the original plan, 760 UH-60L helicopters were to undergo this modification but the first doubts were cast when the full-rate production decision was postponed in April 2023. This was in contrast to a 'successful' evaluation report from the Army Test and Evaluation Command in December 2022. Despite this report, the Programme Executive Office called for a "rigorous review process to ensure that the UH-60V is ready for full-rate production".

Despite this announcement, production and deliveries of the UH-60V continued, albeit at a very slow pace. Currently, only four units have been or are in the process of being equipped with the UH-60V model:

1-230th AVN TN ARNG (AHB) - currently undergoing conversion from UH-60L to UH-60V
A/1-230th AVN TN ARNG (ASLT) AASF#1 JB Berry Field ANGB, Nashville (TN)
B/1-230th AVN TN ARNG (ASLT) AASF#3 McKellar-Snipes RAP, Jackson (TN)
C/1-230th AVN PA ARNG (ASLT) AASF#2 John Murtha Johnstown-Cambria CAP (PA)
1-106th AVN IL ARNG (AHB) - converted from UH-60L to UH-60V
A/1-106th AVN IL ARNG (ASLT) AASF#1 Decatur Airport (IL)
B/1-106th AVN IL ARNG (ASLT) AASF#2 Kankakee, Greater Kankakee Airport (IL)
C/1-160th AVN GA ARNG (ASLT) AASF#1 Winder-Barrow CAP, Winder (GA)
1-214th AVN (GSAB) - converted from UH-60M to UH-60V
A/1-214th AVN (CMD) Wiesbaden AAF (Germany)
Eastern Army National Guard Aviation Training Site PA ARNG (EAATS) - divested UH-60A, added UH-60V
Aviation Training Battalion- Utility (ATB-U) AASF#1 Muir AHP, Fort Indiantown Gap (PA)

In addition to these units, a small number of UH-60V Black Hawks is also being used by the Army Flight Test Directorate (AFTD) at Redstone AAF, Redstone Arsenal (AL) for trial purposes. Until the end of FY24, a total of 151 UH-60V helicopters were already funded, between 70 and 80 of these have been delivered to date or are undergoing pre-delivery test flights.

https://www.scramble.nl/military-news/uh-60v-victor-black-hawk-cancelled
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)