6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030

  • 3705 Respostas
  • 534020 Visualizações
*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5481
  • Recebeu: 5435 vez(es)
  • Enviou: 3589 vez(es)
  • +10064/-2644
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3540 em: Outubro 07, 2023, 11:56:24 am »
Não estamos aqui agora um pouco a misturar alhos com bugalhos? ???

Digo isto porque, segundo sei e me foi dito, a FAP não tem o mínimo interesse no NH90 enquanto opção para o tal "helicóptero de apoio, proteção e evacuação", preferindo antes 5 Black ou Pave Hawk para essa função. E apenas aceitará o aparelho da NHI se for obrigada a tal pelo Governo.

Já o Exército, e mais concretamente a UALE, continua sim de olhos postos no NH90 TTH, apostando na interoperabilidade com outros Exércitos de meia Europa (Espanha, França, Alemanha, Itália, Grécia e Finlândia), o que até fará algum sentido de certa forma, mormente os problemas sobejamente conhecidos deste helicóptero europeu. Todavia, uma coisa são os "helicópteros de evacuação", outra é a ressuscitação da UALE. São coisas completamente diferentes.

Percebo que tudo isto só vem aumentar ainda mais a confusão, e infelizmente longe vão os tempos da ideia de um Comando Conjunto de Helicópteros, que aproximaria forçosamente mais os 3 ramos, e não as quintinhas que continuam ainda estupida e teimosamente a vigorar, como se todos juntos não constituíssem as Forças Armadas de Portugal.
« Última modificação: Outubro 07, 2023, 11:58:02 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Cabeça de Martelo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20181
  • Recebeu: 2966 vez(es)
  • Enviou: 2224 vez(es)
  • +1309/-3458
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3541 em: Outubro 07, 2023, 12:26:49 pm »
Não estamos aqui agora um pouco a misturar alhos com bugalhos? ???

Digo isto porque, segundo sei e me foi dito, a FAP não tem o mínimo interesse no NH90 enquanto opção para o tal "helicóptero de apoio, proteção e evacuação", preferindo antes 5 Black ou Pave Hawk para essa função. E apenas aceitará o aparelho da NHI se for obrigada a tal pelo Governo.

Solução lógica e que apoio a 200%.

Citar
Já o Exército, e mais concretamente a UALE, continua sim de olhos postos no NH90 TTH, apostando na interoperabilidade com outros Exércitos de meia Europa (Espanha, França, Alemanha, Itália, Grécia e Finlândia), o que até fará algum sentido de certa forma, mormente os problemas sobejamente conhecidos deste helicóptero europeu. Todavia, uma coisa são os "helicópteros de evacuação", outra é a ressuscitação da UALE. São coisas completamente diferentes.

Percebo que tudo isto só vem aumentar ainda mais a confusão, e infelizmente longe vão os tempos da ideia de um Comando Conjunto de Helicópteros, que aproximaria forçosamente mais os 3 ramos, e não as quintinhas que continuam ainda estupida e teimosamente a vigorar, como se todos juntos não constituíssem as Forças Armadas de Portugal.

A UALE está morta e prefiro que continue enterrada. O Comando Conjunto de Helicópteros é que seria uma excelente ideia, mas duvido que passe das boas intenções.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Charlie Jaguar

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8431
  • Recebeu: 3824 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3542 em: Outubro 07, 2023, 02:22:15 pm »
Pior do que ter o UALE reactivado, é ter com um modelo de helicóptero completamente diferente dos já em uso nas FA portuguesas. Não podemos operar dois modelos de caça em simultâneo, a Marinha quer uma classe única de fragatas, mas helicópteros já podem ser 6 modelos. Vá-se lá entender.

Eu antes de me preocupar em ter no Exército o mesmo modelo de helicóptero que alguns países europeus usam, por questões logísticas, preocupava-me em ter uma componente terrestre mais padronizada com esses mesmos aliados. Também consideraria prioritário, ter uma maior uniformização logística a nível interno, porque as hipotéticas missões NATO, não só são temporárias, como não se sabe se vamos ser colocados com um país que usa NH-90, Chinook, Caracal/Super Puma/Cougar, AW101, AW-109, AW-139, AW-159, H-160, UH-1, UH-60, etc.

Depois continuo na dúvida, qual é o helicóptero que é suposto estar bem armado, para escoltar todos estes hélis de transporte, para "scout", para luta anti-carro, etc.

A malta esquece-se que, na altura em que íamos comprar os NH-90 TTH para o Exército, o plano era ter apenas 4 modelos de helicóptero nas FA, passando a 3 (EC-635, NH-90 e AW101) com a substituição dos Lynx por NH-90 NFH. Agora podemos vir a atingir os 6 modelos.

Um comando conjunto de helicópteros tinha vindo mesmo a calhar.
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3971
  • Recebeu: 2577 vez(es)
  • Enviou: 2117 vez(es)
  • +5702/-2784
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3543 em: Outubro 07, 2023, 04:33:43 pm »
As quintinhas, com as suas opiniões pessoais do carola mandante no momento a decidir são outra pedra, além dos já conhecidos interesses pessoais e políticos neste ou aquele.
Bom era uma estratégia, onde estivesse contemplado a maioria dos aspectos que IMPORTAM no item a adquirir, em vez de opinião, sabendo que cada cu tem uma.
Mas isso é mais geral na Instituições dos Estado do que se possa supor.

Daqui a nada temos gente a escolher pela cor e estética, como muita gente adquire carros
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8520
  • Recebeu: 1616 vez(es)
  • Enviou: 673 vez(es)
  • +932/-7245
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3544 em: Outubro 07, 2023, 04:58:44 pm »
As quintinhas, com as suas opiniões pessoais do carola mandante no momento a decidir são outra pedra, além dos já conhecidos interesses pessoais e políticos neste ou aquele.
Bom era uma estratégia, onde estivesse contemplado a maioria dos aspectos que IMPORTAM no item a adquirir, em vez de opinião, sabendo que cada cu tem uma.
Mas isso é mais geral na Instituições dos Estado do que se possa supor.

Daqui a nada temos gente a escolher pela cor e estética, como muita gente adquire carros

Já temos.
Temos as p*tas dos ISCTEs da vida (e que já andaram na tropa) a aconselhar isso mesmo se tal lhes trouxer vantagem.
Dou comigo a dialogar ásperamente com o meu "grilo falante" que desesperadamente me aconselha a moderar os meus comentários, invariavelmente de teor assassino e, por conseguinte (como diria o Torres Couto) odioso, sancionado por lei.
« Última modificação: Outubro 07, 2023, 04:59:20 pm por Luso »
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 951
  • Recebeu: 331 vez(es)
  • Enviou: 186 vez(es)
  • +40/-139
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3545 em: Outubro 07, 2023, 10:00:21 pm »
Em vez de pensarem no Valor que será quase certamente muito dispendioso para nós penso que valeria a pena olhar para o Raider X da Sikorsky. Tem a maior parte das vantagens do Valor numa plataforma muito mais imples de operar.

Mas isso será só para os helis que virão depois destes. E como estes de que se fala nunca mais chegam estamos a adiantarmo-nos uma década no mínimo.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8431
  • Recebeu: 3824 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3546 em: Outubro 07, 2023, 10:44:41 pm »
O Raider X é uma espécie de Kiowa Warrior moderno (em funções), estando mais para um helicóptero de ataque, sem capacidade de transporte.

A conversa do Valor surgiu mais como parte da questão do futuro dos helicópteros na Europa, já que pouco se vê de desenvolvimento neste aspecto, e os americanos vão ficar claramente à frente (na prática já estão, com o V-22), com uma plataforma muito mais capaz que um helicóptero convencional. Isto diz-nos que, na hora de muitos países substituírem os seus NH-90, UH-60 e similares, a opção pelo Valor (se entrar em produção em massa, e portanto tiver custos suficientemente contidos) poderá varrer o mercado Europeu.
E para Portugal, dadas as distâncias devido aos arquipélagos, é um dos países que faz mais sentido ter este tipo de meio.
 

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 951
  • Recebeu: 331 vez(es)
  • Enviou: 186 vez(es)
  • +40/-139
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3547 em: Outubro 08, 2023, 11:58:40 am »
Há também o Defiant que é maior que o Raider X.  Estes dois têm a desvantagem do sistema de pás duplas e uma espécie de turboprop na cauda nunca terem sido testados. No entanto as duas tecnologias separadamente já têm décadas de plataformas em funcionamento. O Valor tem o exemplo do Osprey, mas é exemplo único.

O que será mais fiável e especialmente mais em conta de operar. Combinação nova de tecnologias experimentadas ou tecnologia em uso mas potencialmente com custos mais elevados por ter muitas partes móveis no design?

Fica a pergunta.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8431
  • Recebeu: 3824 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3548 em: Outubro 08, 2023, 02:08:02 pm »
O desenvolvimento do Defiant parou, com a vitória do V-280 no programa FLRAA americano. Já no programa FARA, os finalistas são o Raider X e o mais convencional (a lembrar um pouco o Comanche) Bell 360 Invictus.

No caso do Defiant vs Valor, a questão vai ser mesmo em qual deles os EUA investem. Se, suponhamos, os EUA não investirem no conceito do Defiant/Raider X e este tipo de design cair por terra, nem sequer será opção para nós.

Por outro lado, o Valor venceu o concurso do US Army, ficando a questão do que é que a USN e a USAF escolhem para substituir os seus modelos MH-60 e HH-60 respectivamente. Principalmente os MH-60, que têm que caber em hangares de navios, daí que uma versão ASW do Raider X não fosse de descurar.
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2562
  • Recebeu: 189 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +29/-57
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3549 em: Outubro 09, 2023, 11:22:51 am »
Se o problema é ter um Helicoptero feito na Europa, o BlackHawk também é feito na Polónia.
Se o problema é interoperabilidade com Países Europeu, o que não falta são Black Hawks e Sea Hawks em uso em toda a Europa. Entre Ucrania, Polonia, Roménia, Eslováquia, Suécia, Espanha, Dinamarca, Croacia, Lituania, Letónia, Portugal e ainda temos toda a frota Americana na Europa e os vizinhos Turquia e Israel.
Em breve a Noruega e muito possívelmente o Reino Unido em breve.

The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8630
  • Recebeu: 3239 vez(es)
  • Enviou: 1000 vez(es)
  • +4060/-6476
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3550 em: Outubro 09, 2023, 01:59:49 pm »
Não tem sentido nenhum a FAP, Exercito e Marinha não operarem com o Black Hawk/Sea Hawk. Metam as capelinhas no saco que à pala disso a Uale nunca saiu do papel.  ::)





Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18156
  • Recebeu: 5473 vez(es)
  • Enviou: 5819 vez(es)
  • +7113/-9496
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3551 em: Outubro 09, 2023, 02:24:26 pm »
E os tachinhos depois?  ???
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5481
  • Recebeu: 5435 vez(es)
  • Enviou: 3589 vez(es)
  • +10064/-2644
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3552 em: Outubro 09, 2023, 06:53:15 pm »
Se por cá as cabecinhas pensadoras continuam a suspirar pelo NH90, lá fora nem por isso. Porém já se sabe que as nossas eminências pardas se julgam sempre mais inteligentes que todas as outras...  ::)

Citar
Greece in talks to purchase up to 49 Black Hawks from Sikorsky
Ryan Finnerty, Washington, DC, 9 October 2023

Greece has submitted a formal request to purchase 49 Sikorsky UH-60 Black Hawk helicopters as replacements for its Bell UH-1s. Athens launched the procurement process, which had not previously been revealed, in April, Sikorsky disclosed on 9 October, the first day of the Association of the US Army conference in Washington DC. “An official request was received from Greece for the supply of up to 49 Black Hawk helicopters,” says Sikorsky president Paul Lemmo. “That is in process now by the Defence Cooperation office here in the US.” The Hellenic Army currently operates 64 Bell UH-1 for utility lift missions.

The timing of any deal between Athens and Sikorsky remains uncertain. The US Department of State, which evaluates and approves proposed arms sales to overseas customers, did not respond to a request for comment. Sikorsky confirms to FlightGlobal that Greece has submitted a Foreign Military Sales (FMS) request for the UH-60 type, rather than pursuing a direct commercial sales (DCS) deal. It will likely be years before Greece sees any of the new Black Hawks. Lemmo says there is approximately a three-year wait between finalised order contracts and first delivery.“It depends on the specialisation that they want in the aircraft,” the Sikorsky chief says. “Depending on the aircraft, sometimes we can accelerate that a little bit more.”

While the Lockheed Martin subsidiary produces the iconic Black Hawk at its main plant in Stratford, Connecticut, Sikorsky also offers the DCS-approved S-70 variant. That type is produced in Europe by Sikorsky’s Polish subsidiary PZL Mielec. The S-70 offers the advantage of not requiring approval through Washington’s lengthy FMS process. FMS customers gain the benefit of accessing the Pentagon’s internal systems for contracting and sustainment. The interest from Athens could continue a string of wins for Sikorsky, which has been pushing to expand overseas sales of UH-60s. Australia in January committed to acquiring 40 Black Hawks under Canberra’s LAND 4507-01 programme, while Poland in August initiated the procurement process for up to 32 S-70s from PZL Mielec. Indonesia also in August announced a partnership with Sikorsky to pursue an S-70 acquisition covering up to 24 examples of the type.

https://www.flightglobal.com/helicopters/greece-in-talks-to-purchase-up-to-49-black-hawks-from-sikorsky/155225.article
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2866
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3553 em: Outubro 10, 2023, 01:41:28 am »
Se por cá as cabecinhas pensadoras continuam a suspirar pelo NH90, lá fora nem por isso. Porém já se sabe que as nossas eminências pardas se julgam sempre mais inteligentes que todas as outras...  ::)

Citar
Greece in talks to purchase up to 49 Black Hawks from Sikorsky
Ryan Finnerty, Washington, DC, 9 October 2023

Greece has submitted a formal request to purchase 49 Sikorsky UH-60 Black Hawk helicopters as replacements for its Bell UH-1s. Athens launched the procurement process, which had not previously been revealed, in April, Sikorsky disclosed on 9 October, the first day of the Association of the US Army conference in Washington DC. “An official request was received from Greece for the supply of up to 49 Black Hawk helicopters,” says Sikorsky president Paul Lemmo. “That is in process now by the Defence Cooperation office here in the US.” The Hellenic Army currently operates 64 Bell UH-1 for utility lift missions.

The timing of any deal between Athens and Sikorsky remains uncertain. The US Department of State, which evaluates and approves proposed arms sales to overseas customers, did not respond to a request for comment. Sikorsky confirms to FlightGlobal that Greece has submitted a Foreign Military Sales (FMS) request for the UH-60 type, rather than pursuing a direct commercial sales (DCS) deal. It will likely be years before Greece sees any of the new Black Hawks. Lemmo says there is approximately a three-year wait between finalised order contracts and first delivery.“It depends on the specialisation that they want in the aircraft,” the Sikorsky chief says. “Depending on the aircraft, sometimes we can accelerate that a little bit more.”

While the Lockheed Martin subsidiary produces the iconic Black Hawk at its main plant in Stratford, Connecticut, Sikorsky also offers the DCS-approved S-70 variant. That type is produced in Europe by Sikorsky’s Polish subsidiary PZL Mielec. The S-70 offers the advantage of not requiring approval through Washington’s lengthy FMS process. FMS customers gain the benefit of accessing the Pentagon’s internal systems for contracting and sustainment. The interest from Athens could continue a string of wins for Sikorsky, which has been pushing to expand overseas sales of UH-60s. Australia in January committed to acquiring 40 Black Hawks under Canberra’s LAND 4507-01 programme, while Poland in August initiated the procurement process for up to 32 S-70s from PZL Mielec. Indonesia also in August announced a partnership with Sikorsky to pursue an S-70 acquisition covering up to 24 examples of the type.

https://www.flightglobal.com/helicopters/greece-in-talks-to-purchase-up-to-49-black-hawks-from-sikorsky/155225.article

Gato escaldado de agua fria tem medo.
O Comando Conjunto não passa de uma ideia romântica. Na pratica íamos ter uma força muito forte para as missões civis mas depois ficava a faltar recursos para as missões do Exercito.

Não sei porque os Paras ficarem independentes faz tanta confusão a tanta gente.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8431
  • Recebeu: 3824 vez(es)
  • Enviou: 714 vez(es)
  • +4982/-785
Re: 6 Helicópteros de Evacuação - LPM 2030
« Responder #3554 em: Outubro 10, 2023, 01:24:37 pm »
Citar
Na pratica íamos ter uma força muito forte para as missões civis mas depois ficava a faltar recursos para as missões do Exercito.

Quem disse? Um comando conjunto permite até cortar gorduras, e com meios maioritariamente uniformizados, facilitar toda logística, o que permitiria ter mais dinheiro para as missões. Ter cada quintinha o seu modelo de helicóptero, na sua própria estrutura de comando, não torna o processo mais barato nem aumenta a operacionalidade.

Citar
Não sei porque os Paras ficarem independentes faz tanta confusão a tanta gente.

Não sei porque é que ter maior interoperabilidade entre os ramos te faz tanta confusão.

Os Paras nunca serão independentes. Dizer que são ou serão, é estar a fingir que os aviões de onde eles saltam, não são da FAP, ou que não dependem de outras unidades do Exército/Forças Armadas para apoio ou sustentação desta força.

Continuamos a ver as coisas sob a óptica individualista. Isto é estúpido, porque em conflito, vão ter que trabalhar todos em conjunto.