Indústria de Defesa do Brasil

  • 354 Respostas
  • 127854 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6853
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 483 vez(es)
  • +8963/-10220
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #315 em: Novembro 13, 2023, 06:07:04 pm »

Co-developed with the Brazilian Navy, and Brazilian Smart Weapons and High-Tech System specialist, SIATT, in which EDGE has a 50% shareholding, EDGE has launched the all-weather, extended range National Surface Anti-Ship Missile (MANSUP-ER), developed to meet the defence requirements of both the UAE and Brazilian navies, and for international export. The missile, which has adaptive sea-skimming capabilities, has a range of 200 kms, and is fitted with inertial guidance and active radar homing, will undergo testing by Brazil’s naval fleet, and will eventually also be adapted for integration onto selected air and land systems.

 :arrow:  https://edgegroup.ae/news/edge-group-launches-several-advanced-defence-solutions-first-day-dubai-airshow-2023
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21495
  • Recebeu: 2637 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1496
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #316 em: Novembro 16, 2023, 07:22:04 pm »
100% nacional - ANSHAR, o Drone kamikaze BRASILEIRO da Mac Jee


« Última modificação: Novembro 16, 2023, 07:34:56 pm por Lusitano89 »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6853
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 483 vez(es)
  • +8963/-10220
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #317 em: Novembro 17, 2023, 11:24:46 am »
Mac Jee apresenta o protótipo do seu drone kamikaze ANSHAR no Dubai Airshow


Citar
O ANSHAR é um produto que está em desenvolvimento pela Mac Jee no Brasil, com base em investimentos próprios em Pesquisa e Inovação.

O protótipo foi apresentado pela primeira vez nesta semana no Dubai Air Show, um dos principais eventos aeroespaciais do mundo.

Atendendo aos requisitos das doutrinas de guerra modernas, o ANSHAR vai possuir uma velocidade de 170 m/s, com altitude mínima de 10m (sea skimming), alcance de 180 Km e uma hora de autonomia de voo, com uma carga útil (payload) de 20Kg.

Esse novo desenvolvimento representa um salto de tecnologia e capacidade da Base da Indústria de Defesa brasileira, reforçando a oferta de produtos Mac Jee para garantir às Forças Armadas de nações aliadas, condições para cumprir seu dever com os melhores resultados.

O ANSHAR é uma ferramenta versátil e poderosa que pode ser usada em uma ampla variedade de aplicações militares, podendo ser usado para atacar alvos terrestres ou marítimos.

“Estamos confiantes de que o ANSHAR será um sucesso no mercado internacional”, informou a empresa sediada em São José dos Campos.

 :arrow:  https://www.defesaaereanaval.com.br/aviacao/mac-jee-apresenta-o-prototipo-do-seu-drone-kamikaze-anshar-no-dubai-airshow
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MMaria

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6853
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 483 vez(es)
  • +8963/-10220
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #318 em: Novembro 17, 2023, 02:32:25 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MMaria

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21495
  • Recebeu: 2637 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1496
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #319 em: Novembro 19, 2023, 11:18:13 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MMaria

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #320 em: Novembro 20, 2023, 11:41:23 am »
Olá.

A CBC Global Ammunition é uma das maiores fabricantes de armas leves do mundo e uma das maiores fornecedoras de munições para a OTAN através de suas subsidiárias em Europa (Alemanha, Bélgica e Rep. Checa) e a Taurus, empresa do grupo, está a ampliar agora a sua presença no Oriente, na Arábia ao que parece tomará lugar de fabricantes europeus que estão 'abandonando' o mercado.

Citar
Na Arábia Saudita, Taurus & CBC podem criar um forte ecossistema logístico para as Forças Armadas e para exportação

...A informação mais relevante é que o governo alemão, país de origem das armas Heckler & Koch (HK), não autorizou a renovação da licença de fabricação e, portanto, a MIC somente poderá fabricar armas enquanto durarem os estoques de peças e matéria-prima.

De forma semelhante, a empresa belga FN Herstal também está impossibilitada de realizar novas vendas ou produção no país, uma vez que o parlamento belga, seguindo a decisão do governo alemão, cerceou o acesso saudita às armas e munições leves fabricadas pelas empresas de seu país....


https://www.lrcadefenseconsulting.com/2023/11/na-arabia-saudita-taurus-cbc-podem.html

E na Índia, um mercado inédito e com perspectivas gigantescas, Taurus começa operações e participa da concorrência para quase meio milhão de fuzis para o exército local, onde concorre com seu T4.

Citar
Uma GRANDE vitória: Taurus (TASA4)* inicia operação INÉDITA na Índia

No início deste ano, veio a notícia surpreendente de que a Taurus (TASA4), uma das principais fabricantes de armas do Brasil, havia recebido autorização do governo indiano para abrir uma fábrica no país asiático. Desta vez, vamos mergulhar um pouco mais fundo nessa história intrigante e descobrir exatamente o que esse grande passo significa para a Taurus...

https://bmcnews.com.br/2023/11/12/uma-grande-vitoria-taurus-tasa4-inicia-operacao-inedita-na-india/


Para quem não conhece o grupo, está o vídeo institucional que conta um pouco da história e atualidade da empresa:


* TASA4 é o ticker (código de negociação) da empresa na B3 (bolsa de valores brasileira), onde seus papéis se negociam ao ser uma empresa de capital aberto.


Sds!
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #321 em: Novembro 20, 2023, 09:55:19 pm »
Olás.

O novo Mansup versão 'ER' tem sido bastante comentado atualmente, como esse engenho provavelmente compartilha a mesma turbina TJ1000 do AV-MTC consegue-se chegar a algumas extrapolações interessantes sobre o alcance de ambos os mísseis com base no SFC da turbina e no volume disponível para Jet A1 ou Jet B, após descontado o espaço tomado pelos sistemas de orientação, servos, motor e etc.

Não vou colocar os cálculos aqui, mas tomando as dimensões do MANSUP (4,70m, Ø 0,33m) eles resultam nos 195km do alcance conforme divulgado, enquanto que para o AV-MTC (comprimento 5,4m, Ø 0,45m) o volume disponível para combustível basta para um alcance de 490 km, isto para 'consumo interno' do Brasil onde não estará limitado pelo MTCR um vez que o país é o desenvolvedor do míssil.

Aproveitando a postagem, segue um vídeo da prova do algorítmo de falhas do FADEC da TJ1000:


Sds!
« Última modificação: Novembro 20, 2023, 10:00:39 pm por MMaria »
 

*

Icterio

  • Especialista
  • ****
  • 1131
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +2283/-1255
  • Mais vale ser sortudo do que ser bom
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #322 em: Novembro 20, 2023, 10:04:53 pm »
O novo Mansup versão 'ER' tem sido bastante comentado atualmente,...

Só se estiveres a falar dos bloggers brasileiros do costume porque, de resto, não passa de uma versão revista do Exocet francês, arma que entrou ao serviço em 1975...
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #323 em: Novembro 20, 2023, 10:20:02 pm »
O novo Mansup versão 'ER' tem sido bastante comentado atualmente,...

Só se estiveres a falar dos bloggers brasileiros do costume porque, de resto, não passa de uma versão revista do Exocet francês, arma que entrou ao serviço em 1975...

Comentado recente devido ao lançamento em Dubai, mas sim, tudo começou com a remotorização dos MM40 da Marinha a 15 anos atrás, ainda que o contrato com a MBDA então provavelmente esteja mais relacionado à atualização eletrônica e respeito aos contratos de end-user sobre a propulsão, a Avibras à época já tinha experiência com motores foguete como os SS dos Astros e os S dos suborbitais, seria só 'meter a mão'.

Mas está aqui um link interessante sobre o assunto com bastantes referencias contando essa história:

https://www.naval.com.br/blog/2018/06/29/exocet-tropical-parte-1/

Sds!

« Última modificação: Novembro 20, 2023, 10:46:04 pm por MMaria »
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #324 em: Novembro 22, 2023, 08:37:27 pm »
Olás.

Enquanto mais dois Gripens do contrato inicial estão a caminho do Brasil por via marítima as negociações acerca de mais caças para a FAB e C-390 para os suecos devem ser retomadas (o Ministro da Defesa do Brasil estava indo para o país escandinavo no dia em que o Hamas atacou Israel e a delegação retornou).

Citar
O presidente Lula planeja se reunir com uma delegação sueca para discutir questões, incluindo a negociação de aeronaves militares, informa a Folha de São Paulo.

Após extensas negociações, a Suécia poderá adquirir até quatro aeronaves KC-390 da Embraer, e o Brasil está considerando expandir seu pedido de caças Gripen da Saab... uma expansão de até 25% em relação ao pedido inicial, o que poderia representar um aumento em 14 caças aos 36 já somados, totalizando um valor adicional de cerca de R$ 4,5 bilhões.

...
https://www.aereo.jor.br/2023/11/22/negociacao-de-aeronaves-entre-brasil-e-suecia-avanca/

Sds!
« Última modificação: Novembro 22, 2023, 08:38:08 pm por MMaria »
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #325 em: Dezembro 06, 2023, 09:00:40 pm »
Olás.

Taurus Factory Tour - Bainbridge, GA


Sds!
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #326 em: Dezembro 18, 2023, 11:30:36 pm »
Olás.

A CBC (Companhia Brasileira de Cartuchos) como parte da venda de uma de suas subsidiária europeia adquire ações de Colt CZ e será a segunda maior acionista da empresa checa:

Citar
CBC adquire 27 a 28% do Grupo Colt CZ e ainda receberá USS 350 milhões com venda da Sellier & Bellot
...
O Grupo Colt CZ adquirirá 100% das ações da Sellier & Bellot pela combinação da contraprestação em dinheiro no valor de US$ 350 milhões (7,8 bilhões de coroas) e uma nova emissão de ações ordinárias da Colt CZ, levando a uma participação de 27 a 28% da CBC no capital social do Grupo Colt CZ após a transação.  As ações do Grupo Colt CZ são negociadas na Bolsa de Valores de Praga.
...

https://www.lrcadefenseconsulting.com/2023/12/cbc-adquire-27-28-do-grupo-colt-cz-e.html

Sds!
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #327 em: Dezembro 22, 2023, 12:37:18 am »
Olás.

Emgepron inicia a produção de munições 155mm para uso em obuses das familias M114 y M109 e outros como os M777, FH-70, ATMOS, CAESAR y PzH 2000.



Por: https://tecnodefesa.com.br/emgepron-realiza-os-primeiros-testes-com-sua-municao-de-155mm/

Sds!
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #328 em: Dezembro 26, 2023, 02:12:47 am »
Olás.

As exportações de produtos de defesa fabricados no Brasil aumentam.

As exportações de produtos de defesa aumentam e se aproximam de um recorde

O país exportou 1,47 bilhão de dólares (aproximadamente 7,1 bilhões de reais)... o valor não superou o recorde de vendas, registrado em 2021. Naquele ano, o país exportou 1,71 bilhão de dólares. ..

https://www.poder360.com.br/governo/exportacoes-de-produtos-de-defesa-sobem-e-se-aproximam-do-recorde/

Sds!
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 96 vez(es)
  • +20/-181
Re: Indústria de Defesa do Brasil
« Responder #329 em: Janeiro 02, 2024, 02:17:48 am »
Olás.

A iniciar a sua produção em Índia, a Taurus lança seu sítio web no país asiático:

https://jdtaurus.in/#gsc.tab=0

Sds!