Artilharia do Exército

  • 609 Respostas
  • 162431 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5274
  • Recebeu: 1638 vez(es)
  • Enviou: 412 vez(es)
  • +342/-244
Re: Artilharia do Exército
« Responder #600 em: Abril 07, 2021, 02:18:20 pm »
Estava na ideia que havia um concurso pela NSPA, com uma verba limitada, para a substituição dos M-114. Ou confundi, possivelmente pelas notícias do Vitor Barreira, ou de facto existiu tal concurso e foi cancelado/adiado. Mas eu tenho a firme ideia de que até havia uma verba específica alocada, e que era bastante limitada. Até pode ser da LPM anterior.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7375
  • Recebeu: 740 vez(es)
  • Enviou: 269 vez(es)
  • +821/-11
Re: Artilharia do Exército
« Responder #601 em: Abril 07, 2021, 11:00:01 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1849
  • Recebeu: 283 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +104/-206
Re: Artilharia do Exército
« Responder #602 em: Abril 08, 2021, 03:20:48 pm »
Será que existe disto para o Pandur:


The Boxer Remotely Controlled Howitzer, or RCH 155

 :mrgreen: :mrgreen:
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1849
  • Recebeu: 283 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +104/-206
Re: Artilharia do Exército
« Responder #603 em: Abril 15, 2021, 08:07:37 pm »
Visita Guiada - Artilharia de Defesa da Costa de Lisboa, Plano Barron
https://www.rtp.pt/play/p8647/e536716/visita-guiada
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8685
  • Recebeu: 4019 vez(es)
  • Enviou: 2824 vez(es)
  • +4000/-550
Re: Artilharia do Exército
« Responder #604 em: Abril 24, 2021, 07:30:02 pm »










Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8685
  • Recebeu: 4019 vez(es)
  • Enviou: 2824 vez(es)
  • +4000/-550
Re: Artilharia do Exército
« Responder #605 em: Abril 26, 2021, 02:51:04 pm »




Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4551
  • Recebeu: 422 vez(es)
  • Enviou: 346 vez(es)
  • +74/-1403
Re: Artilharia do Exército
« Responder #606 em: Abril 29, 2021, 09:56:21 am »
O CEASAR, já esteve para vir, até foi amplamente testado em santa margarida, mas a falta de orçamento não o permitiu seguir com a compra.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

RABN

  • Membro
  • *
  • 110
  • Recebeu: 127 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +34/-21
Re: Artilharia do Exército
« Responder #607 em: Abril 29, 2021, 12:24:46 pm »
O CEASAR, já esteve para vir, até foi amplamente testado em santa margarida, mas a falta de orçamento não o permitiu seguir com a compra.

Quiça não tenha tenha sido tão negativo assim, por vezes "a falta de orçamento não o permitiu seguir com a compra", pode não significar que "orçamento seja curto" mas sim que foi o "preço é que foi excessivo" por vezes, muitas vezes, quase sempre o  preço do equipamento defesa é inflacionado pelo fornecedor, logo poderá não resultar numa boa compra para um determinado determinado equipamento se o preço não for o "correcto", lá porque a compra é com dinheiros públicos o "preço" tem de ser o "correcto" é um aspecto "chave" muitas vezes não suficientemente valorizados nos posts do FD.

Será que CEASAR é o melhor da sua classe actualmente em termos de performance (as especificações militares, seja 6x6 ou 8x8), penso que não (é um dos melhores, mas não o melhor) mas tem vendido bem... mas é em termos de price tag, onde está o problema, então claramente não é o melhor na relação custo / performance (o preço parece inflacionado... ou então é estratégia ou enificiência na redução dos custos de produção pelo fornecedor a NEXTER) ... 

Quiça o Howitzer MÓVEL E NOVO que venha para o EP, com o preço certo, até possa ser superior em performance que o Caesar ... sem lá .., ter automatic loader (em vez de semi automatic loader), transportar mais shells e cargas, ter uma chamber de 25 litros em vez de uma de 23 litros ... sei lá... mas que deverá seguramente ser um 155 mm 52 Calibres. Isso Sim (se for para comprar novo).

Mas e se procurarmos por algo para "fill the gap" enquanto o EP não escolhe o 155 mm 52 Calibres "MÓVEL E NOVO" que quer mais para a frente (talvez até num Projecto para substituir todos os vários tipo de 155m no EP num único tipo) ...mas algo para "tapar o buraco rápidamente e a baixo custo" pelo facto de o M114 ser a desadequado... cá vai um minha proposta de tapar o buraco.... onde estarão as 155 mm / 40  Calibres TRF1 rebocadas com APU que  o Caesar foi substítuir no exército francês?

Bom primeiro o que é o TRF1:

"(...)The 155mm L/40 ordnance is swung 180 degrees towards the rear during travelling to reduce the length. A hydraulic rammer assists in loading the shells. A 52 caliber upgrade is available.(...)"
Mais detalhes:
https://weaponsystems.net/system/727-155mm+TR-F1

E onde poderão estar então, talvez ?
Na Sofema (frança):

http://sofema-international.com/military/catalogue
"(...)Armaments
TRF1 gun: Towed 155mm caliber gun produced by Nexter, designed to equip artillery regiments of infantry divisions and light armoured divisions(...)"

Projectos similares renovação = refurbish / Case Studies:

http://sofema-international.com/activities/renovation/cases-studies
"(...)Sofema provides a complete fleet of TRF-1 guns and delivers user-training for engineers as well as gunners
Sofema knows how to respond to the highly specific needs of a sub-Saharan African State’s army - by providing six 155 TRF-1 guns and TRM 10,000 tractor trucks and environmental equipment.
Before delivery, the entire order was renovated and customised in the Sofema workshops, which provided several months of training to the new owner’s Equipment Maintenance Teams. Locally, Sofema experts organised gunner training for operations use of these artillery platforms.(...)"


Que tipo de empresa é essa: É uma empresa de "refurbish militar e de peças de substituição": Tipo recolhe ou compra  "velho" ou em "fim de ciclo de vida", recondiciona, revaloriza e revende, desmonta para peças que têm como acionistas os maiores fornecedores de equipamento defesa de frança .... sei lá podia fazer-se um 2 em 1 ... despachavamos a preço melhor que o de abate e desmilitarização as "caraças" dos nossos alpha jet e dos nossos Alloette III (sim tb tratam de aeronaves) resultando num pequeno reforço financeiro dum negócio para um TRF1 recondicionadas (estou a especular óbviamente).     

Ainda não percebeu que está a falar para as paredes, pois não?
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman

*

LuisPolis

  • Membro
  • *
  • 31
  • Recebeu: 15 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +2/-1
Re: Artilharia do Exército
« Responder #608 em: Outubro 29, 2021, 02:36:58 pm »
Dado os  constrangimentos financeiros não seria viável reutilizar algumas peças de artilharia rebocada e converté-la em auto-propulsada usando meios próprios? Tenho seguido o trabalho que o Vietname tem feito quer com peças americanas e soviéticas e achei interessante. Os Israelitas também fizeram um trabalho idêntico para o Cazaquistão.
« Última modificação: Outubro 29, 2021, 02:39:47 pm por LuisPolis »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5274
  • Recebeu: 1638 vez(es)
  • Enviou: 412 vez(es)
  • +342/-244
Re: Artilharia do Exército
« Responder #609 em: Novembro 03, 2021, 12:51:29 pm »
Não faria sentido no nosso caso pois: possuímos peças de artilharia rebocadas velhas e obsoletas, não possuímos veículos adequados "excedentes" para fazer essa conversão e mesmo os que temos estão velhos. No fim ia-se perder tempo e dinheiro, para nada. Mais vale alguém tê-los no sítio e encomendar logo uns Caesar ou equivalente, pelo menos sabe-se que funciona e é "standard NATO".