Pandur II

  • 2416 Respostas
  • 587233 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8669
  • Recebeu: 4009 vez(es)
  • Enviou: 2816 vez(es)
  • +3962/-530
Re: Pandur II
« Responder #2415 em: Novembro 19, 2021, 10:39:48 am »
Ora aí está uma boa notícia - eu até já ficava satisfeito de fossem ST5, nos Pandur melhor. O tenente também ficará satisfeito, era uma deficiência importante de resolver.

Sem dúvida uma excelente notícia! Infelizmente o tenente decidiu ausentar-se do forúm mas pode ser que esta novidade lhe chegue ao conhecimento e ele regresse!  :D

Boas,

Considerando que o presente projeto procura promover o reequipamento setorial da capacidade de apoio de fogos ao nível das UEB de manobra (infantaria/cavalaria) com sistemas de armas - morteiros, respetivo sistema de cálculo automático de tiro e disponibilidade de arquitetura de comando e controlo, o que representa um incremento muito significativo da capacidade de fogos indiretos de morteiros, materializando um salto tecnológico em relação aos sistemas em uso;

A compra é apenas para, segundo me disseram, 16 Mort 120, e respectivos reparos e sistemas de pontaria/tiro, para serem montados nos Pandur que estão a ser modificados no entroncamento.
O resultado final será muito parecido com os  PM 120 dos Checos, de todas as variantes PM serão, as mais simples e mais baratuxas.










o revês é que lá vai a frota ICV ficar mais reduzida, dos 107 passam a 91, os suficientes á justa, para dois Bimec's ficando apenas três viaturas para as sobras........

Abraços
« Última modificação: Novembro 19, 2021, 10:58:44 am por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4367
  • Recebeu: 2743 vez(es)
  • Enviou: 4853 vez(es)
  • +3962/-146
Re: Pandur II
« Responder #2416 em: Novembro 19, 2021, 10:06:01 pm »
Os números de Pandur são claramente insuficientes, mas trata-se de um passo na direcção certa.
Talent de ne rien faire