NH-90

  • 166 Respostas
  • 72723 Visualizações
*

TaGOs

  • Membro
  • *
  • 229
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #75 em: Maio 20, 2007, 03:52:08 pm »
Mas no nh-90 naval  a bandeira Portuguesa não costumava aparecer. Como mostra a segunda foto.
 

*

SSK

  • Investigador
  • *****
  • 1517
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • +3/-0
(sem assunto)
« Responder #76 em: Agosto 01, 2007, 08:22:02 pm »
Citar
EADS paga atrasos nos NH90
O grupo de aeronáutica e defesa EADS vai aprovisionar pouco mais de 100 milhões de euros, dos resultados de 2007, devido aos atrasos na entrega do helicóptero de transporte militar NH90, de acordo com o diário económico francês La Tribune.

O programa NH90, na sua versão naval, acusa já um atraso de um ano, face ao plano inicial. Em Abril, fontes industriais e governamentais francesas tinham confirmado informações sobre o atraso do programa, com uma primeira entrega agendada para o Verão de 2009.

A para do NH90, outros dois programas da EADS conhecem atrasos: o A380, avião civil, e o A400M, avião militar, com graves consequências para a saúde financeira do grupo.
2007/07/31
"Ele é invisível, livre de movimentos, de construção simples e barato. poderoso elemento de defesa, perigosíssimo para o adversário e seguro para quem dele se servir"
1º Ten Fontes Pereira de Melo
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4131
  • Recebeu: 31 vez(es)
  • +64/-1
(sem assunto)
« Responder #77 em: Novembro 15, 2007, 03:39:59 pm »






Citar
AIR 9000 PROGRAM – FIRST AUSTRALIAN MULTI-ROLE HELICOPTERS (MRH002 & 3) ARRIVE IN AUSTRALIA
(Date taken: 01 November 2007)

Citar
The Defence Materiel Organisation’s (DMO) AIR 9000 Program has achieved another significant Program milestone with the arrival of the first two Multi-Role Helicopters (MRH) in Australia. The helicopters arrived at the Australian Aerospace facility in Brisbane inside a leased Antonov aircraft last night.

The arrival of the aircraft was celebrated by a small ceremony at the Australian Aerospace facility involving Industry, DMO and Defence representatives.

The MRH90 aircraft will be returned to flying condition after the transit, and test flown by Australian Aerospace flight test crews in preparation for delivery to the Commonwealth.

The AIR 9000 MRH Program will provide the Australian Defence Force (ADF) with an additional squadron of troop lift helicopters and replace existing Black Hawk and Sea King helicopter fleets, for land and maritime operations, respectively. AIR 9000 is a multi-phased program to consolidate and reduce the number of helicopter fleets operated by the ADF.

The first four MRH90 aircraft were assembled at the Eurocopter facility in Marignane, France. The remaining 42 helicopters are being assembled in Brisbane by Australian Aerospace.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12418
  • Recebeu: 2252 vez(es)
  • Enviou: 2909 vez(es)
  • +1794/-3834
(sem assunto)
« Responder #78 em: Fevereiro 13, 2008, 08:26:08 pm »
NH-90 Holandês versão Naval
http://www.militaryphotos.net/forums/sh ... count=4936

1ª aterragem numa Fragata Holandesa (a HMNLS Evertsen)

"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12418
  • Recebeu: 2252 vez(es)
  • Enviou: 2909 vez(es)
  • +1794/-3834
(sem assunto)
« Responder #79 em: Abril 28, 2008, 01:33:56 pm »
Citar
Semanário Sol - Sexta-feira 25 de Abril de 2008
Política & Sociedade


Multa de cinco milhões
Pedido do Governo para adiar recepção de helicópteros NH90 sai caro


Helena Pereira e Carlos Ferreira Madeira

O Governo terá que pagar cinco milhões de euros de "multa" por ter pedido o adiamento da entrega dos helicópteros NH90 ao Exército. Os primeiros aparelhos encomendados à NAHEMA, a agência da NATO responsável pelo programa dos NH90, deviam chegar já este ano, mas a recepção foi adiada para 2012.

O pedido do Governo, comunicado em 2006, vai penalizar os cofres do Estado em cinco milhões de euros, dinheiro extra que terá de ser pago entre 2008 e 2010, soube o SOL. O NH90 faz parte de um projecto militar cooperativo de países europeus da NATO, no qual Portugal decidiu participar desde o início. Porém, o Governo tem vindo a atrasar o pagamento das prestações, chegando mesmo a acumular uma dívida de 23 milhões de euros em 2006.

O Ministério da Defesa Nacional (MDN) explicou ao SOL que o adiamento na entrega dos aparelhos foi solicitado "por razões de operacionalidade e coerência de funcionamento da Unidade de Aviação Ligeira". Isto significa que o Governo só quer os NH90 - helicópteros médios - após receber os helicópteros ligeiros. Sucede que o fornecimento dos "helis" ligeiros está muito atrasado. Chegou a haver um contrato assinado com a Eurocopter para o fornecimento de nove aparelhos EC-635, que foi rescindido pelo Governo PSD-CDS em 2002.

O actual Governo ainda não anunciou a abertura de novo concurso e muito dificilmente o Exército receberá os helicópteros ligeiros antes de 2012 - ano que coincide com o fim da legislatura do Executivo que sair das eleições de Outubro de 2009. A menos que, como o SOL noticiou na semana passada, o MDN opte por um ajuste directo e compre helicópteros A-109 à AgustaWestland - empresa que vendeu os "helis" EH-101, paralisados por falta de manutenção.

Se o Governo decidir, em 2012, pedir novo adiamento da entrega dos NH90, terá de pagar nova penalização. De acordo com o calendário negociado com a NAHEMA, Portugal receberá dois NH90 em 2012, três em 2013 e cinco em 2014. Na prática e para efeitos de contabilidade, a despesa só dispara no final da próxima legislatura - o que ajudará o próximo Governo a controlar o défice.

Paulo Portas rescindiu o contrato com a Eurocopter e ponderou desistir dos NH90 para escolher um helicóptero que substituísse estes dois tipos. E chegou a cancelar o pagamento de prestações à NAHEMA, contra a vontade do Exército. Contudo, se Portugal saísse do programa poderia ter que pagar mais de 15 milhões de euros. Por isso, o Executivo retomou as prestações.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

FS

  • 95
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #80 em: Abril 28, 2008, 03:32:17 pm »
La vem o deficit!

Toca a passar a batata quente la para 2012. Quem vem atrás que feche a porta!!

E entretanto cria-se outra batata quente... Nao se tem dinheiro para pagar material, mas entretanto vai se ter que pagar os helicópteros ligeiros (que eu sei q sao precisos, não e isso que esta em causa) entre 2008 e 2012... E eu sinceramente não estou a ver isso a acontecer!

Para mim faz mas sentido ter os NH90 que já estão encomendados e quando houver dinheiro venham os ligeiros!

Ainda para mais não e este governo que diz que vai haver crescimento em 2008?????? :roll:
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12418
  • Recebeu: 2252 vez(es)
  • Enviou: 2909 vez(es)
  • +1794/-3834
(sem assunto)
« Responder #81 em: Abril 28, 2008, 04:21:16 pm »
então, "crescimento" para o bolso "deles"...

Quando vierem (?) os submarinos então é que vai ser lindo... :roll:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

JMM

  • 89
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #82 em: Abril 28, 2008, 11:37:42 pm »
Esta estória é, de facto, triste para além de qualquer explicação... pior só mesmo a saga dos NPO e do NavPol!

Que os NH-90 só virão em 2012 (na melhor das hipóteses) é um dado adquirido, e como o Governo quer pôr o hélis ligeiros a funcionar antes, "está o caldo entornado"!! Dados os constrangimentos, só estou a ver três opções possíveis:

a) A compra por ajuste directo dos A-109. Não me parece nada provável porque iríamos ter que pagar por eles e: a) com a crise internacional e a consequente diminuição do crescimento em 2008 e 2009 e b) As eleições em 2009, só em 2010 é que se poderia fazer a encomenda e mesmo que os aparelhos já estivessem fabricados para outro qualquer cliente e nós ficássemos com eles nunca iríamos ter a Esquadra operacional antes de 2012, o que é tarde demais para a calendarização dos NH-90.

b) Ir às compras em 2ª mão... nesse caso a melhor (única?) opção seria comprar uma Esquadra de Kiowa Warrior (penso eu de que...). Talvez fosse a de melhor relação custo/benefício e resolvia-nos o problema de maneir aelegante durante aí uns 10 anitos. O problema poderiam ser os custos de  manutenção mas enquanto os aparelhos estiverem ao serviço dos States não me parece que fosse nada de grave

c) Não fazer nada a assobiar para o lado.. se não ligarmos a um problema pode ser que passe :lol:

Não sei porquê, mas parece-me que a teceira opção será a mais viável, mas aceitam-se outras sugestões...

Cumps
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7375
  • Recebeu: 740 vez(es)
  • Enviou: 269 vez(es)
  • +821/-11
(sem assunto)
« Responder #83 em: Abril 29, 2008, 12:11:36 am »
O Programa dos Helicópteros Ligeiros é conjunto entre o Exército e a Força Aérea (substituição dos Alouette III), pelo que a opção Kiowa Warrior fará pouco sentido, nomeadamente se pensarmos na substituição dos Alouette III da FAP por JetRanger ou mesmo TH-67...terá que ser sempre um modelo novo.
 

*

JMM

  • 89
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #84 em: Abril 30, 2008, 12:14:17 am »
Caro Pereira Marques,

Claro que em termos estritamente oficiais tem razão, mas eu estava a falar de cenários hipotéticos. Não seríamos os primeiros a fazer um leasing de equipamento em 2ª mão por uns anos para colmatar falhas na capacidade (ver o que fizeram os Italianos com os Tornado ADV e os F-16). Se não houver "pilim" para helis novos, a FAP poderia sempre adiar a retirada dos ALouette III e o Exército alugar os Kiowa para o GALE por 5 ou 10 anos... claro que seria sempre uma solução transitória, enquanto não chegamos à conclusão que o melhor para o que qiueremos é.... o EC 635 :lol:

Cumprimentos
 

*

lurker

  • Perito
  • **
  • 427
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #85 em: Abril 30, 2008, 01:53:46 am »
Caro JMM,
na opção a), porquê a compra de A-109 e não de outro modelo?

--

Qual a prioridade que a FAP dá à substituição dos Alouette III?
 

*

JMM

  • 89
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #86 em: Abril 30, 2008, 09:35:51 am »
Caro Lurker,

Boa pegunta: por nenhum motivo em especial :wink:
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7375
  • Recebeu: 740 vez(es)
  • Enviou: 269 vez(es)
  • +821/-11
(sem assunto)
« Responder #87 em: Junho 02, 2008, 12:47:37 am »
NH-90 do Exército Italiano despenha-se durante festival...o piloto infelizmente faleceu :arrow: http://tv.repubblica.it/multimedia/home/2300066
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 2245
  • Recebeu: 235 vez(es)
  • Enviou: 51 vez(es)
  • +289/-4159
(sem assunto)
« Responder #88 em: Junho 02, 2008, 10:46:50 am »
Realmente é de ficar  :(   :Soldado2:
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4131
  • Recebeu: 31 vez(es)
  • +64/-1
(sem assunto)
« Responder #89 em: Junho 04, 2008, 06:40:55 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
NH-90 do Exército Italiano despenha-se durante festival...o piloto infelizmente faleceu :arrow: http://tv.repubblica.it/multimedia/home/2300066


Uma foto impressionante  :arrow: http://cencio4.wordpress.com/2008/06/02 ... n-airshow/
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito