Missão na Roménia

  • 85 Respostas
  • 11819 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4981
  • Recebeu: 594 vez(es)
  • Enviou: 510 vez(es)
  • +417/-1838
Missão na Roménia
« em: Fevereiro 14, 2022, 09:43:06 am »
Ontem ouvi na televisão, que já está tudo decidido, Portugal irá enviar tropas para a Roménia para a proteger da  Rússia.

A minha questão é, será que vale apena ir-mos, porque;

- Não temos defesas anti-aéreas para proteger as nossas tropas,
- A nossa logística é muito fraca, só temos 1 C130 activo e os camiões que vemos parecem saídos da guerra do Vietnam.
- A marinha não tem capacidade de proteger as nossas fronteiras.

Não seria melhor ficar neutro?


https://expresso.pt/politica/marques-mendes-portugal-vai-ter-tropas-na-romenia-ao-abrigo-do-acordo-nato/
« Última modificação: Fevereiro 14, 2022, 10:08:33 am por nelson38899 »
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9762
  • Recebeu: 5040 vez(es)
  • Enviou: 3646 vez(es)
  • +5031/-1121
Re: Missão na Roménia
« Responder #1 em: Fevereiro 14, 2022, 10:25:08 am »
Ontem ouvi na televisão, que já está tudo decidido, Portugal irá enviar tropas para a Roménia para a proteger da  Rússia.

A minha questão é, será que vale apena ir-mos, porque;

- Não temos defesas anti-aéreas para proteger as nossas tropas,
- A nossa logística é muito fraca, só temos 1 C130 activo e os camiões que vemos parecem saídos da guerra do Vietnam.
- A marinha não tem capacidade de proteger as nossas fronteiras.

Não seria melhor ficar neutro?


https://expresso.pt/politica/marques-mendes-portugal-vai-ter-tropas-na-romenia-ao-abrigo-do-acordo-nato/

Bem vindo á realidade das FFAA Nacionais.
Nós não possuimos um SA AAA minimamente adequado, nem tão pouco capacidade logistica para manter Um BInfª  num TO fora do território Nacional, mas esbanjamos 827 milhões em cinco cargueiros tácticos, e sonharmos em ter 1500 a 2000 milhões para uma frota de F35.
Ficar Neutro ???? ??? ??? ???
Mas, meu caro nós fazemos parte da NATO, ou não ??
Temos de cumprir minimamente os compromissos assumidos ou quando é necessário nos chegarmos á frente, fujimos ??

Abraços
« Última modificação: Fevereiro 14, 2022, 10:32:14 am por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2218
  • Recebeu: 764 vez(es)
  • Enviou: 2453 vez(es)
  • +432/-53
Re: Missão na Roménia
« Responder #2 em: Fevereiro 14, 2022, 10:31:46 am »
Isto não é equivalente a declarar guerra à Alemanha e restantes Potências Centrais em 1916... não é enviar um Corpo Expedicionário Português.

Nem é "deixar de ser neutro" e entrar na NATO... não sei se repararam mas já pertencemos à NATO há alguns anos.

E, vantagem de pertencer à NATO, eles sabem o nosso estado indigente - não estão à espera de SHORAD nossos.

Devem estar à espera de Esquadrão de Carros de Combate - que integra o Agrupamento Mecanizado "Very High Readiness Joint Task Force 22".
« Última modificação: Fevereiro 14, 2022, 10:36:27 am por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9762
  • Recebeu: 5040 vez(es)
  • Enviou: 3646 vez(es)
  • +5031/-1121
Re: Missão na Roménia
« Responder #3 em: Fevereiro 14, 2022, 10:35:46 am »
Isto não é equivalente a declarar guerra à Alemanha e restantes Potências Centrais... não é enviar um Corpo Expedicionário Português.
Nem é "deixar de ser neutro" e entrar na NATO... não sei se repararam mas já pertencemos à NATO há alguns anos.
E, vantagem de pertencer à NATO, eles sabem o nosso estado indigente - não estão à espera de SHORAD nossos.
Devem estar à espera de Esquadrão de Carros de Combate - que integra o Agrupamento Mecanizado "Very High Readiness Joint Task Force 22".

Bem podem esperar pelo ECC, mas sentados, que vai levar algum, bastante tempo a lá chegarem......e quando chegarem se calhar já a oportunidade de intervir terminou .

Abraços
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12019
  • Recebeu: 2569 vez(es)
  • Enviou: 6869 vez(es)
  • +417/-371
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Missão na Roménia
« Responder #4 em: Fevereiro 14, 2022, 11:14:09 am »


Nada de novo. Aliás é na Roménia que o Exército tem treinado no âmbito da NATO.

Até porque já trabalhamos diretamento com os Romenos desde a missão no Afeganistão.
A malta até já se conhece.  :mrgreen:
« Última modificação: Fevereiro 14, 2022, 11:15:37 am por HSMW »
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MATRA

*

asalves

  • Especialista
  • ****
  • 1194
  • Recebeu: 504 vez(es)
  • Enviou: 138 vez(es)
  • +362/-143
Re: Missão na Roménia
« Responder #5 em: Fevereiro 14, 2022, 11:30:06 am »
Isto não é equivalente a declarar guerra à Alemanha e restantes Potências Centrais... não é enviar um Corpo Expedicionário Português.
Nem é "deixar de ser neutro" e entrar na NATO... não sei se repararam mas já pertencemos à NATO há alguns anos.
E, vantagem de pertencer à NATO, eles sabem o nosso estado indigente - não estão à espera de SHORAD nossos.
Devem estar à espera de Esquadrão de Carros de Combate - que integra o Agrupamento Mecanizado "Very High Readiness Joint Task Force 22".

Bem podem esperar pelo ECC, mas sentados, que vai levar algum, bastante tempo a lá chegarem......e quando chegarem se calhar já a oportunidade de intervir terminou .

Abraços

Não sei como se vai fazer o transporte de uma ponta da Europa a outra (estou para ver  :mrgreen:), mas nos últimos dias nas redes sociais tem havido vários posts de sobre o aprontamento de várias "forças" tugas para o "Very High Readiness Joint Task Force 22"

Incluindo os CC
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14754
  • Recebeu: 3752 vez(es)
  • Enviou: 4131 vez(es)
  • +2991/-6646
Re: Missão na Roménia
« Responder #6 em: Fevereiro 14, 2022, 12:10:54 pm »
Vão no LPD?
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Lampuka

  • Membro
  • *
  • 225
  • Recebeu: 62 vez(es)
  • Enviou: 94 vez(es)
  • +17/-161
Re: Missão na Roménia
« Responder #7 em: Fevereiro 14, 2022, 12:23:49 pm »
Obrigações da NATO, que certamente terá conhecimento daquilo que podemos disponibilizar.
Por isso é só cumprir.
João Pereira
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop, HSMW

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10046
  • Recebeu: 1896 vez(es)
  • Enviou: 2461 vez(es)
  • +418/-407
Re: Missão na Roménia
« Responder #8 em: Fevereiro 14, 2022, 12:46:59 pm »
Então não sei como se fez no passado para enviar centenas de viaturas para os Balcãs e até Timor, nunca tivemos LPD. Sempre se movimentou viaturas por outros meios, sejam aliados ou privados.

Se for preciso falamos para estes tipos na Alemanha.
https://www.nato.int/cps/en/natohq/news_168945.htm

Eles tem um Comando NATO responsável pela mobilidade de material e pessoal dentro da Europa, deverão organizar navios, comboios, aviões, etc, necessários ao transporte.
« Última modificação: Fevereiro 14, 2022, 01:15:49 pm por Lightning »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6544
  • Recebeu: 2753 vez(es)
  • Enviou: 577 vez(es)
  • +1384/-534
Re: Missão na Roménia
« Responder #9 em: Fevereiro 14, 2022, 02:46:17 pm »
Exacto. Mais preocupante é o estado dos meios que enviamos. Veículos logísticos velhos e que avariam com frequência não devem ajudar em nada. A falta de sistemas SHORAD é garantida, safam as baterias AA dos países aliados, nomeadamente dos próprios romenos.
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4981
  • Recebeu: 594 vez(es)
  • Enviou: 510 vez(es)
  • +417/-1838
Re: Missão na Roménia
« Responder #10 em: Fevereiro 14, 2022, 04:06:24 pm »
Citar
Portugal participa em 2022 na NATO Response Force, uma força conjunta multinacional de elevada prontidão "capaz de assegurar uma resposta militar rápida a uma crise emergente", contemplando uma task force que pode ser ativada pela Aliança Atlântica.

"De acordo com os compromissos internacionais assumidos com a NATO, em 2022 Portugal participa na NATO Response Force (NRF), que está sob o comando do Supreme Allied Commander Europe (SACEUR) e constitui uma força conjunta multinacional de elevada prontidão capaz de assegurar uma resposta militar rápida a uma crise emergente", revelou o Ministério da Defesa Nacional, numa resposta enviada à Lusa.

A estrutura da NATO Response Force contempla em 2022 a designada Very High Readiness Joint Task Force (VJTF), uma estrutura com uma prontidão de até 7 dias. De acordo com o MDN, "os meios atribuídos por Portugal à VJTF, para 2022, podem ser empregues pela NATO, em caso de ativação, na sua totalidade ou parcialmente, em função da tipologia da missão a realizar".

Ao mesmo tempo, acrescenta o MDN na resposta, "Portugal participa regularmente em exercícios conjuntos com os países aliados, como é o caso recente da NATO Tailored Forward Presence, na Roménia" e "tal como aconteceu em 2021, também para este ano está previsto o envio de militares portugueses, designadamente uma Companhia de Atiradores Mecanizada".

A Lusa questionou o Ministério da Defesa sobre as declarações do social-democrata Luís Marques Mendes no domingo, no seu espaço de comentário habitual na SIC, no qual declarou que "Portugal vai ter tropas na Roménia, ao abrigo do acordo NATO", no âmbito do clima de tensão entre a Rússia e a Ucrânia, e que esta participação foi decidida pelo Governo em consenso com o Presidente da República e partidos da oposição durante a campanha eleitoral para as legislativas.

Na resposta enviada à Lusa, o ministério remete ainda para informação pública divulgada em janeiro no 'site' do Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), sobre as missões internacionais com o empenhamento de Forças Nacionais Destacadas em 2022 "e que foram objeto de aprovação pelo Conselho Superior de Defesa Nacional".

Nesse documento, no âmbito da missão da NATO na Roménia, que visa "contribuir para a dissuasão e defesa da Aliança no seu flanco sudeste", foi aprovado o empenhamento de 174 militares portugueses ao longo do ano de 2022.

Atualmente, de acordo com a página oficial do EMGFA na internet, na Roménia, ao abrigo da Tailored Forward Presence estão empenhados quatro militares.

Já no âmbito da Very High Readiness Joint Task Force (VJTF), o documento do EMGFA indica que, caso seja necessário, podem ser empenhados nesta missão 1049 militares portugueses, 1 navio, 162 viaturas táticas e 7 aeronaves.

A NATO Response Force contempla ainda mais duas forças: a Initial Follow on Forces Group, com prontidão de 30 dias, e a Nato Readiness Initiative, com prontidão "a definir".

Portugal integra a NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte) desde a sua fundação, em 1949. Fazem também parte desta aliança política e militar, entre outros, os Estados Unidos da América, Canadá, Reino Unido, Alemanha e Turquia.
https://www.dn.pt/sociedade/portugal-participa-em-missao-da-nato-de-elevada-prontidao-para-resposta-a-crises-14588059.html
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7645
  • Recebeu: 1068 vez(es)
  • Enviou: 312 vez(es)
  • +1695/-47
Re: Missão na Roménia
« Responder #11 em: Fevereiro 14, 2022, 05:21:41 pm »
Sempre deve dar para enviar um Pelotão Sistema Míssil Portátil Stinger e uma Secção Sistema Radar P-STAR  :mrgreen:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 2116
  • Recebeu: 136 vez(es)
  • Enviou: 109 vez(es)
  • +54/-0
Re: Missão na Roménia
« Responder #12 em: Fevereiro 14, 2022, 11:15:37 pm »
Pela primeira vez ocorreu-me o seguinte:
Se numas forças armadas de mais de 30 mil militares o máximo que se consegue aprontar são cerca de mil então talvez seja melhor acabar com elas de vez.
::..Trafaria..::
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10046
  • Recebeu: 1896 vez(es)
  • Enviou: 2461 vez(es)
  • +418/-407
Re: Missão na Roménia
« Responder #13 em: Fevereiro 14, 2022, 11:22:22 pm »
É o maximo que se quer atribuir à NATO.

Além que há funções em território nacional (defesa aerea, busca e salvamento, etc) que funcionam em permanência.

Com isto não quero dizer que está tudo bem, sou sempre a favor de uma melhor gestão de recursos humanos, uma melhor organização.
« Última modificação: Fevereiro 14, 2022, 11:23:39 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5009
  • Recebeu: 3538 vez(es)
  • Enviou: 6767 vez(es)
  • +5029/-188
Re: Missão na Roménia
« Responder #14 em: Fevereiro 14, 2022, 11:40:21 pm »
Pela primeira vez ocorreu-me o seguinte:
Se numas forças armadas de mais de 30 mil militares o máximo que se consegue aprontar são cerca de mil então talvez seja melhor acabar com elas de vez.

Mais de 30.000? Esses números estão um bocado inflacionados, penso eu de que.
Talent de ne rien faire