Substituição dos sistemas ACar Portáteis

  • 79 Respostas
  • 16076 Visualizações
*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1890
  • Recebeu: 1863 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +5529/-2964
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #30 em: Agosto 23, 2022, 11:40:39 pm »
Boa noite,
Em breve haverá novidades sobre este tema, a concurso estarão o Javelin, Spike, MMP.
CPS.

Boa noite,
Vai ser concurso na NSPA?

Aguardar..
Cps,
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2583
  • Recebeu: 967 vez(es)
  • Enviou: 3308 vez(es)
  • +741/-78
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #31 em: Março 02, 2023, 12:52:07 pm »
 https://twitter.com/nicholadrummond/status/1631227068204580865?t=OG3auWpJL1uR0ny_5-cgdg&s=19

Os comentários têm informações adicionais... o Medina já nos resolve (a torre RS6 possibilidade para os Pandur usa... Javelin.)
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #32 em: Março 02, 2023, 01:23:47 pm »
Segundo a própria Kongsberg, a RS6 estará capacitada para receber outros mísseis no futuro. Ou seja, deduz-se que, com o devido financiamento, deve dar para integrar algo como os Spike ou MMP. No fim de contas, os americanos conseguiram meter os Mig-29 ucranianos a disparar HARM.  :mrgreen:

Dito isto, quanto mais torres/RWS fossem adquiridas, mais economicamente viável se tornaria pagar a integração de outro míssil. Daí que, se fosse possível eventualmente obter umas 50 RS6 (30 Pandur, 20 ST5), saía mais barato. Agora se for para adquirir uma dúzia, nem vale a pena.
 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1715
  • Recebeu: 590 vez(es)
  • Enviou: 183 vez(es)
  • +331/-192
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #33 em: Março 02, 2023, 03:45:45 pm »
Javelin nunca faria sentido ponderar também. Já não é assim tão bom ou novo e no caso de uso em veículos só poder ser usado em RWS estilo CROWS-J, o que nas ICV e 4x4 fica bem ok mas fica mesmo por aí.

MMP e Spike LR2 são uma melhor escolha de momento.


Quanto ao HARM já agora ele funciona porque é lido como um R-27P mas claro que a sua performace deixa muito a desejar
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #34 em: Março 02, 2023, 04:27:02 pm »
O Javelin continua a ser muito mais moderno que qualquer míssil que tenhamos, e já sabemos que funciona. Agora àquele preço, é que ficava-se por um míssil de nicho, e não como o principal míssil anti-tanque do Exército.

HARM? O AGM-88 HARM? O que é que isso tem a ver com armas anti-tanque?  ???
 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1715
  • Recebeu: 590 vez(es)
  • Enviou: 183 vez(es)
  • +331/-192
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #35 em: Março 02, 2023, 04:30:34 pm »
O Javelin continua a ser muito mais moderno que qualquer míssil que tenhamos, e já sabemos que funciona. Agora àquele preço, é que ficava-se por um míssil de nicho, e não como o principal míssil anti-tanque do Exército.

HARM? O AGM-88 HARM? O que é que isso tem a ver com armas anti-tanque?  ???
Mais moderno do que temos não é difícil haha

Falei do HARM só porque o mencionas-te haha, era para completar como eles o fizeram
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #36 em: Março 02, 2023, 04:48:29 pm »
Ah, mas isso era para falar na facilidade de integração de mísseis. Se foi possível instalar HARM em Mig-29, também deve ser fácil instalar Spike ou MMP numa RWS da Kongsberg.

Mísseis anti-radiação é outro assunto, para a FAP.  :mrgreen:
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2583
  • Recebeu: 967 vez(es)
  • Enviou: 3308 vez(es)
  • +741/-78
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #37 em: Março 02, 2023, 05:07:32 pm »
Vamos retirar a possibilidade de integramos um modelo de míssil... nem a comprar algo que exista somos bons  :mrgreen:

O ideal era o modelo escolhido para as viaturas ser o mesmo utilizado "apeado" para o "longo alcance"... mas a $200k / unidade duvido. Mas até aceitava um numero reduzido (para escola, Forças Nacionais Destacadas, etc) e considerava antes algo tipo Carl Gustav / SPIKE SR / C90



   
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 1073
  • Recebeu: 352 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +56/-142
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #38 em: Março 02, 2023, 05:25:31 pm »
O Javelin continua a ser muito mais moderno que qualquer míssil que tenhamos, e já sabemos que funciona. Agora àquele preço, é que ficava-se por um míssil de nicho, e não como o principal míssil anti-tanque do Exército.

HARM? O AGM-88 HARM? O que é que isso tem a ver com armas anti-tanque?  ???
Mais moderno do que temos não é difícil haha

Falei do HARM só porque o mencionas-te haha, era para completar como eles o fizeram

O HARM funciona nos Mig29 mas só na versão pré-progamada. Há três formas de disparar um HARM e pensa-se que os Ucranianos só conseguem usá -los numa delas.
 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1715
  • Recebeu: 590 vez(es)
  • Enviou: 183 vez(es)
  • +331/-192
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #39 em: Março 02, 2023, 05:37:06 pm »
Vamos retirar a possibilidade de integramos um modelo de míssil... nem a comprar algo que exista somos bons  :mrgreen:

O ideal era o modelo escolhido para as viaturas ser o mesmo utilizado "apeado" para o "longo alcance"... mas a $200k / unidade duvido. Mas até aceitava um numero reduzido (para escola, Forças Nacionais Destacadas, etc) e considerava antes algo tipo Carl Gustav / SPIKE SR / C90



   
A questão é que nenhum desses substitui o Milan


Pessoalmente gostava de ver:
MMP/ Spike LR2 ( de preferencia até os dois) como substituto do Milan
Spike MR a considerar

NLAW e M72 LAW a se complementarem

E finalmente o Carl Gustav M4 como opção extra para todas as forças, em weapons pool efetivamente


E para substituir o TOW nos Pandur, Brimstone estilo Boxer Overwatch teria piada, ou Spike NLOS, tendo este a maior facilidade de ser adaptado em mais veículos
 

*

Icterio

  • Especialista
  • ****
  • 1131
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +2295/-1257
  • Mais vale ser sortudo do que ser bom
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #40 em: Março 02, 2023, 06:09:23 pm »
O HARM funciona nos Mig29 mas só na versão pré-progamada. Há três formas de disparar um HARM e pensa-se que os Ucranianos só conseguem usá -los numa delas.

Sim, o AGM-88 é relativamente simples de integrar numa aeronave porque pode ser utilizado sem grandes "inputs" do lançador.
Claro que não se está a aproveitar todas as capacidades do AGM-88 - o F-4G era um dos poucos que utilizava todos os modos (mais ainda que o F-16).

No caso do MiG-29, basicamente, o missil é programado no solo e é disparado de uma altitude e localização específica ou usando o próprio RWR do MiG.
A partir daí, o AGM-88 é autónomo.

Será muito mais complicado integrar, por exemplo, um missil guiado por radar como o AMRAAM - é preciso modular e programas modor de radar, passar muita informação entre o radar do MiG para o míssil, etc, etc.  O mesmo se pode dizer de um missil guiado por laser, IR, ou EO - uns mais que outros, mas todos necessitam de "inputs" externos.  Aliás, arrisco dizer que deve dar mais trabalho integrar uma "dumb bomb", como a Mk 82, num MiG do que um míssil anti-radiação.
O perfil da bomba (coeficiente de arrasto aerodinãmico, peso, centro de gravidade) tem de ser introduzido no computador e isso envolve sempre muitos testes e reprogramação (pelo menos para lançar a bomba com precisão, se for a "olho", custa menos).
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #41 em: Março 02, 2023, 10:28:10 pm »
Vamos retirar a possibilidade de integramos um modelo de míssil... nem a comprar algo que exista somos bons  :mrgreen:

O ideal era o modelo escolhido para as viaturas ser o mesmo utilizado "apeado" para o "longo alcance"... mas a $200k / unidade duvido. Mas até aceitava um numero reduzido (para escola, Forças Nacionais Destacadas, etc) e considerava antes algo tipo Carl Gustav / SPIKE SR / C90

Eu acho que ainda assim, terias de comprar 2 modelos de míssil, um de "longo" alcance, como o Javelin, Spike LR ou MMP, e depois um sistema verdadeiramente portátil/descartável, para unidades ligeiras (e em muito maior quantidade).

Eu teria preferência pelo Spike, por ter uma gama completa, desde o SR, passando pelo MR, LR, ER e NLOS. Consideraria, para veículos variados (ST5, Pandur, substituto do M-113, e até futuras lanchas/patrulhas) o Spike ER/ER II (8 e 16km de alcance respectivamente) substituindo os TOW, o mais leve Spike LR II para substituir os Milan de pessoal apeado (alcance de 5.5km, e com um peso semelhante às versões MR e LR) e o Spike SR para curtas distâncias. O NLOS seria um modelo para veículos próprios, já que não dá para instalar o sistema todo num veículo como um Pandur (necessitando de enormes alterações à viatura) ou ST5 de 4 portas (teria de ser uma versão de caixa aberta). Além de que o alcance mínimo de 600 metros complica em determinadas situações.

O NLOS devia ser visto quase como uma arma estratégica (ainda para mais estando em desenvolvimento nova versão com 50km de alcance), quase como se tratasse de um MLRS, desde logo porque, pelos vistos, cada míssil custa 210 mil dólares.
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2583
  • Recebeu: 967 vez(es)
  • Enviou: 3308 vez(es)
  • +741/-78
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #42 em: Março 03, 2023, 09:52:50 am »
Concordo que necessitamos sempre - preferencialmente comum às viaturas / apeado - de um ATGM "longo alcance" (tipo "Javelin, Spike LR ou MMP"); aceito  ::) é serem (demasiado) poucos, como de costume, apenas para "manter escola, Forças Destacadas"... mas não esquecer de investir em algo tipo Carl Gustav / SPIKE SR / C90
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Kalil

*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1890
  • Recebeu: 1863 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +5529/-2964
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #43 em: Dezembro 17, 2023, 11:49:39 am »
https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/despacho/11576-2022-201678996

Quase 10 milhões de EUR, para aquisição de sistemas A/C, que com quase toda a certeza será o Spike.
Cps,
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PereiraMarques, tenente, PTWolf

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2583
  • Recebeu: 967 vez(es)
  • Enviou: 3308 vez(es)
  • +741/-78
Re: Substituição dos sistemas ACar Portáteis
« Responder #44 em: Dezembro 17, 2023, 12:05:18 pm »
O Despacho foi publicado em 2022 e estabelece abertura do procedimento através da NSPA... já está lançado?
Quidquid latine dictum sit, altum videtur