A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !

  • 4800 Respostas
  • 564576 Visualizações
*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3717
  • Recebeu: 2486 vez(es)
  • Enviou: 1954 vez(es)
  • +5691/-2729
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4620 em: Novembro 24, 2023, 05:52:02 pm »
Não compro minimamente essa ideia de que os problemas da Marinha são causados por a GNR exercer as suas competências. O que vejo é uma Marinha que quer ser a única autoridade em várias geografias, incluindo coisas terceiro-mundistas como a administração militar de portos civis, mas que depois não tem interesse em exercer essas funções porque não se enquadram na cultura institucional e/ou não são coisas onde se avance na carreira.

Não sei como é que estão as coisas agora, mas nas Capitanias recebiam-se emolumentos e não eram poucos. Se calhar é por aí o interesse.


Começam a aparecer as razões~.

Gestão de quintas + verbas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PTWolf

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17836
  • Recebeu: 5308 vez(es)
  • Enviou: 5623 vez(es)
  • +6992/-9205
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4621 em: Dezembro 15, 2023, 03:47:00 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

MMaria

  • Membro
  • *
  • 119
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 42 vez(es)
  • +13/-132
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4622 em: Dezembro 15, 2023, 06:38:38 pm »
Olas.

É que a MIRJ precisa alocar recursos também para suas ramas de terra e do ar para defender seu país, o Rio de Janeiro.

Sds!
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20063
  • Recebeu: 2237 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +943/-1466
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4623 em: Dezembro 20, 2023, 10:40:04 am »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20063
  • Recebeu: 2237 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +943/-1466
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4624 em: Dezembro 28, 2023, 12:50:38 pm »
Entrevista a Gouveia e Melo


« Última modificação: Dezembro 28, 2023, 12:50:58 pm por Lusitano89 »
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 3717
  • Recebeu: 2486 vez(es)
  • Enviou: 1954 vez(es)
  • +5691/-2729
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4625 em: Dezembro 29, 2023, 03:39:38 pm »
O Zero é uma evidencia, não uma filosofia. O zero resulta do desinteresse, das balelas sobre uma suposta complexidade que não existe e sobre projectos Marvel da Disney que nada acrescentam de relevante nas necessiades imediatas e a médio prazo. Talvez um dia lá para 2060, os conceitos básicos apregoados produzam algo com relevância.

Nada de errado tem fazer experiencias e abordar alternativas, até é bom, mas era preciso ter os pés na terra para ver que é preciso resolver no imediato, desta década, os problemas urgentes.
O que se vê é arrastar, Os básicos ou semi básicos NPO, agora passaram à previsão do primeiro em 2027. Isto vai arrastando. Com calma será 2028, como equipar os da 2ª série.
Mas não é só a Marinha, temos as mini novelas:
porta morteiros, sistemas AA e AC em viaturas. Já nem se fala da artilharia e ainda o MLU dos Leopard. MLU Merlin etc

Vamos lá a sério, o único programa que andou foi o KC. Apesar da verba ter crescido
Não digo mais nada que é demasiado obvio
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 19903
  • Recebeu: 2851 vez(es)
  • Enviou: 2174 vez(es)
  • +1054/-3436
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4626 em: Dezembro 29, 2023, 03:59:16 pm »
É o que está programado. Primeiro as Fragatas, só depois os NPO e ambos os programas estão interligados por vários equipamentos.



7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17836
  • Recebeu: 5308 vez(es)
  • Enviou: 5623 vez(es)
  • +6992/-9205
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4627 em: Dezembro 29, 2023, 05:57:46 pm »
Ver para crer como s. Tomé
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5301
  • Recebeu: 5189 vez(es)
  • Enviou: 3441 vez(es)
  • +10047/-2636
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4628 em: Janeiro 07, 2024, 10:48:20 am »
Citar
Marinha perde ação de meio milhão de euros
Cada militar pede mais entre 4963,50 e 5300,02 euros. Armada analisa se recorre.

Sérgio A. Vitorino
01:30

A Marinha perdeu uma ação colocada no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa por 107 militares - praças e sargentos - que exigem o pagamento integral de subsídio de missão numa operação da NATO que decorreu entre 6 de agosto e 6 de dezembro de 2017. Nesses 120 dias, só em 32 lhes foi pago o valor que o juiz Jorge Guerreiro de Morais concordou sexta-feira ser devido aos militares.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/marinha-perde-acao-de-meio-milhao-de-euros?ref=HP_PrimeirosDestaques

Quando a Marinheca se transforma em Mesquinheca.

Vale a pena procurar e ler os comentários em várias redes sociais de quem está lá dentro, e fala a propósito deste e de muitos outros casos.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Luso, NVF, CruzSilva, Viajante, Subsea7

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8474
  • Recebeu: 1592 vez(es)
  • Enviou: 654 vez(es)
  • +907/-6912
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4629 em: Janeiro 07, 2024, 09:24:25 pm »
Citar
Marinha perde ação de meio milhão de euros
Cada militar pede mais entre 4963,50 e 5300,02 euros. Armada analisa se recorre.

Sérgio A. Vitorino
01:30

A Marinha perdeu uma ação colocada no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa por 107 militares - praças e sargentos - que exigem o pagamento integral de subsídio de missão numa operação da NATO que decorreu entre 6 de agosto e 6 de dezembro de 2017. Nesses 120 dias, só em 32 lhes foi pago o valor que o juiz Jorge Guerreiro de Morais concordou sexta-feira ser devido aos militares.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/marinha-perde-acao-de-meio-milhao-de-euros?ref=HP_PrimeirosDestaques

Quando a Marinheca se transforma em Mesquinheca.

Vale a pena procurar e ler os comentários em várias redes sociais de quem está lá dentro, e fala a propósito deste e de muitos outros casos.

Há que poupar para os paneleiros e sapatões e para "os manos a sul".
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1730
  • Recebeu: 1566 vez(es)
  • Enviou: 2443 vez(es)
  • +5486/-2860
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4630 em: Janeiro 07, 2024, 09:29:44 pm »
Citar
Marinha perde ação de meio milhão de euros
Cada militar pede mais entre 4963,50 e 5300,02 euros. Armada analisa se recorre.

Sérgio A. Vitorino
01:30

A Marinha perdeu uma ação colocada no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa por 107 militares - praças e sargentos - que exigem o pagamento integral de subsídio de missão numa operação da NATO que decorreu entre 6 de agosto e 6 de dezembro de 2017. Nesses 120 dias, só em 32 lhes foi pago o valor que o juiz Jorge Guerreiro de Morais concordou sexta-feira ser devido aos militares.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/marinha-perde-acao-de-meio-milhao-de-euros?ref=HP_PrimeirosDestaques

Quando a Marinheca se transforma em Mesquinheca.

Vale a pena procurar e ler os comentários em várias redes sociais de quem está lá dentro, e fala a propósito deste e de muitos outros casos.

Há que poupar para os paneleiros e sapatões e para "os manos a sul".

34 milhões para as obras do forte, para os manos e para a Mota.
 

*

saabGripen

  • Perito
  • **
  • 440
  • Recebeu: 75 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +232/-285
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4631 em: Janeiro 07, 2024, 10:22:39 pm »
Citar
Marinha perde ação de meio milhão de euros
Cada militar pede mais entre 4963,50 e 5300,02 euros. Armada analisa se recorre.

Sérgio A. Vitorino
01:30

A Marinha perdeu uma ação colocada no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa por 107 militares - praças e sargentos - que exigem o pagamento integral de subsídio de missão numa operação da NATO que decorreu entre 6 de agosto e 6 de dezembro de 2017. Nesses 120 dias, só em 32 lhes foi pago o valor que o juiz Jorge Guerreiro de Morais concordou sexta-feira ser devido aos militares.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/marinha-perde-acao-de-meio-milhao-de-euros?ref=HP_PrimeirosDestaques

Quando a Marinheca se transforma em Mesquinheca.

Vale a pena procurar e ler os comentários em várias redes sociais de quem está lá dentro, e fala a propósito deste e de muitos outros casos.

Há que poupar para os paneleiros e sapatões e para "os manos a sul".


Estive quase para mandar uma das minhas "bocas satíricas de espertalhaço infiltrado".

Mas vou fazer um comentário sério.

Não sou militar e nunca fui.
Mas o meu pai entrou para o Exército, passou para a FAP quando ela foi criada e serviu na BA5, nos Radares na Serra da Estrela, em Angola e em Moçambique.

E, a propósito de uma certa tendência que tem havido aqui no Forum de falar sobre "paneleiragem" e afins, vou contribuir com isto;

Nas histórias que o meu falecido pai contava dos seus tempos na tropa e das que ouvi outros contarem das suas experiências, em Portugal e no Ultramar ouvi nitidamente uns e outros afirmarem que "paneleiros houve sempre" nas FAs.
E que atingiam postos elevados.

Ora, nos dias que correm, em que a paneleirágem é cada vez mais aceite, ela desapareceu das FAs?
Já não é como era no tempo do meu pai?
Como dão mais nas vistas, são "excluidos" discretamente na recruta?
Simplesmente não vão para as FAs?

Para mim, depois do recrutamento de mulheres, e com a continuação das dificuldades de recrutamento, das duas uma; ou regressa a tropa obrigatória, ou o próximo passo é atraír paneleiros, sapatonas e todos os outros "tipos novos".
Os Americanos já começaram há muito.

Eu tenho a ideia que, quando as granadas começam a caír, e os camaradas começam a morrer, um hetero e um paneleiro, bem treinados, apontam e carregam no gatilho igualmente bem.

      
« Última modificação: Janeiro 07, 2024, 10:26:30 pm por saabGripen »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vicente de Lisboa

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17836
  • Recebeu: 5308 vez(es)
  • Enviou: 5623 vez(es)
  • +6992/-9205
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4632 em: Janeiro 08, 2024, 08:56:05 am »
https://www.navylookout.com/is-the-royal-navy-in-crisis/

Cá assobia-se para o lado, está tudo uma maravilha e vão vir resmas de navios  :mrgreen:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, PTWolf

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5282
  • Recebeu: 3922 vez(es)
  • Enviou: 9600 vez(es)
  • +8440/-242
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4633 em: Janeiro 08, 2024, 09:14:20 am »
E todos navios de primeira linha.  :mrgreen:
Talent de ne rien faire
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17836
  • Recebeu: 5308 vez(es)
  • Enviou: 5623 vez(es)
  • +6992/-9205
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #4634 em: Janeiro 08, 2024, 10:48:52 am »
Citar
Marinha perde ação de meio milhão de euros
Cada militar pede mais entre 4963,50 e 5300,02 euros. Armada analisa se recorre.

Sérgio A. Vitorino
01:30

A Marinha perdeu uma ação colocada no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa por 107 militares - praças e sargentos - que exigem o pagamento integral de subsídio de missão numa operação da NATO que decorreu entre 6 de agosto e 6 de dezembro de 2017. Nesses 120 dias, só em 32 lhes foi pago o valor que o juiz Jorge Guerreiro de Morais concordou sexta-feira ser devido aos militares.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/marinha-perde-acao-de-meio-milhao-de-euros?ref=HP_PrimeirosDestaques

Quando a Marinheca se transforma em Mesquinheca.

Vale a pena procurar e ler os comentários em várias redes sociais de quem está lá dentro, e fala a propósito deste e de muitos outros casos.

Há que poupar para os paneleiros e sapatões e para "os manos a sul".


Estive quase para mandar uma das minhas "bocas satíricas de espertalhaço infiltrado".

Mas vou fazer um comentário sério.

Não sou militar e nunca fui.
Mas o meu pai entrou para o Exército, passou para a FAP quando ela foi criada e serviu na BA5, nos Radares na Serra da Estrela, em Angola e em Moçambique.

E, a propósito de uma certa tendência que tem havido aqui no Forum de falar sobre "paneleiragem" e afins, vou contribuir com isto;

Nas histórias que o meu falecido pai contava dos seus tempos na tropa e das que ouvi outros contarem das suas experiências, em Portugal e no Ultramar ouvi nitidamente uns e outros afirmarem que "paneleiros houve sempre" nas FAs.
E que atingiam postos elevados.

Ora, nos dias que correm, em que a paneleirágem é cada vez mais aceite, ela desapareceu das FAs?
Já não é como era no tempo do meu pai?
Como dão mais nas vistas, são "excluidos" discretamente na recruta?
Simplesmente não vão para as FAs?

Para mim, depois do recrutamento de mulheres, e com a continuação das dificuldades de recrutamento, das duas uma; ou regressa a tropa obrigatória, ou o próximo passo é atraír paneleiros, sapatonas e todos os outros "tipos novos".
Os Americanos já começaram há muito.

Eu tenho a ideia que, quando as granadas começam a caír, e os camaradas começam a morrer, um hetero e um paneleiro, bem treinados, apontam e carregam no gatilho igualmente bem.

Calma jovens

"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas