URO Vamtac ST5 no Exército

  • 706 Respostas
  • 142134 Visualizações
*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12011
  • Recebeu: 2565 vez(es)
  • Enviou: 6865 vez(es)
  • +416/-370
    • http://youtube.com/HSMW
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #60 em: Maio 15, 2019, 05:03:15 pm »
Esses números redondos mandados para o ar estilo merceeiro...
Eles é às dúzias, aqui é à centenas...  :o
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6530
  • Recebeu: 2748 vez(es)
  • Enviou: 577 vez(es)
  • +1362/-534
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #61 em: Maio 15, 2019, 05:19:51 pm »
Acho que para o exército alguma vez ter números desses das duas uma, ou estava prestes a rebentar um grande conflito, ou a Marinha e a FAP vendiam quase tudo o que têm para se poder comprar esses veículos todos!  ::)

E atenção, que na conjuntura actual, seria praticamente impossível ter 250 a 300 veículos blindados de lagartas modernos. Os M-113 são veículos simples e pouco blindados, o equivalente moderno é muito mais caro! Mais depressa adquiríamos 150 blindados de lagartas novos/usados, e mantinha-se alguns M-113 para apoio/reserva. Dificilmente conseguiremos voltar a ter 300 veículos de lagartas no nosso inventário.

E as 800 viaturas de 8 rodas era delírio com certeza. Não ganhávamos dinheiro para os pneus sequer, quanto mais tudo o resto... Os 260 originais chegavam bem, somados aos 100 e muitos blindados 4x4 do na altura programa VTLB.
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5008
  • Recebeu: 3538 vez(es)
  • Enviou: 6758 vez(es)
  • +5007/-188
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #62 em: Maio 15, 2019, 07:33:01 pm »
Esses números redondos mandados para o ar estilo merceeiro...
Eles é às dúzias, aqui é à centenas...  :o

Segundo o DN, era o EP e não o dc que fazia isso e, pelos vistos, continua a fazê-lo. Laçam números para o ar, sem ter em conta os recursos financeiros para adquirir os equipamentos nem os recursos humanos para os operar e manter e depois contentam-se com o que as verbas permitem adquirir pois, como o forista Ramos referiu, as chefias não os têm no sítio.

800 viaturas 8x8 é quase tão bom como o porta-aviões dos anos 30, ou as múltiplas divisões que o nosso generalato queria formar para reforçar a NATO nos anos 50. Felizmente, ninguém nos leva a sério.

Citar
Em rigor, o Exército colocará a concurso um veículo dessa família para complementar as unidades equipadas com viaturas blindadas Pandur da Brigada de Intervenção. Este programa de modernização, aprovado pelo então ministro da Defesa Paulo Portas com base numa proposta do Exército que apontava para mais de 800 viaturas de oito rodas, acabou por ficar incompleto devido a problemas e a atrasos sistemáticos por parte do fabricante.
Talent de ne rien faire
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9752
  • Recebeu: 5036 vez(es)
  • Enviou: 3636 vez(es)
  • +5008/-1114
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #63 em: Maio 15, 2019, 08:14:04 pm »
Só para colocar a minha opinião sobre um facto que surgiu noutro post que referia a aquisição de 800 viaturas de 8 rodas.
Eu sou apologista de quanto mais melhor mas não exageremos!
Isso diria na minha opinião para:

250/300 de 8 rodas todas as variantes
250/300 de 4x4 ligeiros de todas as variantes
300 blindados de lagartas para substituir os M113 (todas as variantes obvio)

Éra muita mais bem investido em reforçar estes três meios do que por tudo em Pandur´s!!!
 :(

Stalker 800 VBR 8X8 era mesmo só em sonhos.

Se as FoDeTe conseguirem ter as versões em falta dos Pandur, se conseguirem adquirir as quase mesmas versões em falta dos vamtac, mais umas duas dúzias de vamtac versão transporte para equipar dois batalhões um total de quase 200 viaturas ( o ideal seria conseguir equipar três batalhões da BRR) e termos cerca de 120 Pizarros/ASCOD/Ulan já era muitíssimo bom !!

Abraços
« Última modificação: Maio 15, 2019, 08:15:05 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

JPMM

  • Membro
  • *
  • 111
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • +5/-0
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #64 em: Maio 15, 2019, 09:19:48 pm »
Se não estou em erro, os artigos que existiam na altura sobre os Pandur, referiam que, a versão RWS transportavam menos 1 militar que a versão APC normal, e que a IFV com torre transportava um número mais limitado de soldados, enquanto que a IFV com torre RCWS/ORCWS (que iria para o fuzileiros) transportavam ligeiramente mais pessoal que a IFV de torre, mas menos que o APC.

ICV 12.7mm 2+8
ICV-RWS 12.7mm 2+7
IFV 30mm 3+4
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Cabeça de Martelo, jorgeshot1

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6530
  • Recebeu: 2748 vez(es)
  • Enviou: 577 vez(es)
  • +1362/-534
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #65 em: Maio 16, 2019, 12:44:15 am »
E a versão IFV que ia para os fuzos com a torre da Rafael? Tenho ideia que tinha uma maior capacidade de transporte por não requerer perfuração da carroçaria para a torre, como acontece com a torre SP30.
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 2304 vez(es)
  • +168/-21
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #66 em: Maio 16, 2019, 01:27:40 pm »
E a versão IFV que ia para os fuzos com a torre da Rafael? Tenho ideia que tinha uma maior capacidade de transporte por não requerer perfuração da carroçaria para a torre, como acontece com a torre SP30.

A torre da Rafael RCWS-30 (30mm + 2SPIKE) que equipa as versões checas tambem não faz penetração da carroçaria, não sei se por ventura seria essa.





E engraçado que ela "agacha-se"!!!



 :)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • Recebeu: 289 vez(es)
  • Enviou: 248 vez(es)
  • +49/-15
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #67 em: Maio 16, 2019, 02:07:31 pm »
Não se alarguem muito nos números de blindados de lagartas pois não temos logistica para movimentar isso tudo...enquanto for cada ramo por si.
E não idealizem números mágicos muito alargados porque não vale a pena ter para estarem a hibernar em armazém por falta de tripulações para os operar e mecânicos para os manterem...

Simplesmente não vale a pena.
Um abraço
Raphael
__________________
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, Clausewitz, jorgeshot1

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17690
  • Recebeu: 2088 vez(es)
  • Enviou: 1730 vez(es)
  • +533/-2003
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #68 em: Maio 16, 2019, 02:14:52 pm »
« Última modificação: Maio 16, 2019, 03:01:15 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 2304 vez(es)
  • +168/-21
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #69 em: Maio 16, 2019, 02:22:08 pm »
Eu acho imensa piada a este sistema:

 :arrow:https://www.rafael.co.il/wp-content/uploads/2019/03/Samson-30-integrated-RWS.pdf


Essa torre é espetacular, mas só a inclusão do TROPHY deve torna-la baratinha.
Se bem que mais vale investir num sistema APS do que perder uma viatura pra um otário com uma RPG....
 :P
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2218
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 2450 vez(es)
  • +431/-52
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #70 em: Maio 16, 2019, 02:45:02 pm »
A torre da Rafael RCWS-30 (30mm + 2SPIKE) que equipa as versões checas tambem não faz penetração da carroçaria, não sei se por ventura seria essa.

Se a Rafael RCWS-30 tem um canhão de 30mm e mais 2 Spike e ainda não faz penetração da carroçaria... onde é que a que equipa os nossos Pandur é superior...?
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 2304 vez(es)
  • +168/-21
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #71 em: Maio 16, 2019, 02:57:00 pm »
A torre da Rafael RCWS-30 (30mm + 2SPIKE) que equipa as versões checas tambem não faz penetração da carroçaria, não sei se por ventura seria essa.

Se a Rafael RCWS-30 tem um canhão de 30mm e mais 2 Spike e ainda não faz penetração da carroçaria... onde é que a que equipa os nossos Pandur é superior...?

É perguntar ao carreiristas no Estado maior....
Não vejo vantagem nenhuma, tem de levar dois tripulantes e é menos versátil ( a meu ver), a da Rafel leva dois misseis anti-carro, para além de não ser tripulada e até consegue ser aero-transportada devido ao sistema de agachamento.
Para mim a unica torre que não devia ser RWS seria a de 105mm caça carros.
 :-\
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17690
  • Recebeu: 2088 vez(es)
  • Enviou: 1730 vez(es)
  • +533/-2003
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #72 em: Maio 16, 2019, 03:02:06 pm »
Eu acho imensa piada a este sistema:

 :arrow:https://www.rafael.co.il/wp-content/uploads/2019/03/Samson-30-integrated-RWS.pdf

Essa torre é espetacular, mas só a inclusão do TROPHY deve torna-la baratinha.
Se bem que mais vale investir num sistema APS do que perder uma viatura pra um otário com uma RPG....
 :P

Mas é uma das coisas que atrai-me a esta torre... é porque é um sistema completo (torre, canhão, lança-misseis e APS).
« Última modificação: Maio 16, 2019, 04:16:09 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6530
  • Recebeu: 2748 vez(es)
  • Enviou: 577 vez(es)
  • +1362/-534
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #73 em: Maio 16, 2019, 04:10:18 pm »
E a versão IFV que ia para os fuzos com a torre da Rafael? Tenho ideia que tinha uma maior capacidade de transporte por não requerer perfuração da carroçaria para a torre, como acontece com a torre SP30.

A torre da Rafael RCWS-30 (30mm + 2SPIKE) que equipa as versões checas tambem não faz penetração da carroçaria, não sei se por ventura seria essa.





E engraçado que ela "agacha-se"!!!



 :)

É essa mesmo, penso que foi esta a seleccionada para os Pandur IFV dos fuzos, mais os mísseis Spike.

Quanto a não ser adquirida esta versão também para o Exército, só me ocorre a questão do preço que poderá ser superior a uma torre convencional. Fora isso, apenas assumo que a torre convencional blindada seja mais robusta e resistente a danos causados por disparos do inimigo, nomeadamente por a RCWS ter "tudo à mostra". Além de que todo o processo de reloading da arma é feito internamente na IFV convencional, enquanto que na RCWS deverá ter que se expor um militar para carregar novamente.

No entanto, esta IFV, seria a solução perfeita para um veículo de duplo uso, ou triplo, sendo versão de reconhecimento, combate de infantaria e anti-tanque. A meu ver compensa os custos acrescidos. A outra torre que estava em equação era da Elbit se não estou em erro.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6530
  • Recebeu: 2748 vez(es)
  • Enviou: 577 vez(es)
  • +1362/-534
Re: URO Vamtac ST5 no Exército
« Responder #74 em: Maio 16, 2019, 04:21:51 pm »
Quanto a veículos de lagartas, antes prefiro ter 100 IFVs modernos e totalmente equipados e com o TROPHY, do que ter ter 300 blindados de lagartas para equipar unidades fantasma. Ainda para mais se um número elevado de veículos exigir um veículo mais barato e pior.

Quanto ao TROPHY, este pode ser removido de um veículo para outro? Ou seja, digamos que um dia instalamos este sistema nos Leopard 2, e daqui a 20 anos substituímos os Leo por um Leopard 3 digamos, seria possível retirar os TROPHY do antigo para o novo?

PS: A torre RCWS tem também a vantagem de ser retráctil, ou "agachar-se" como foi dito antes, o que facilita o transporte caso haja alguma limitação de altura.
Honestamente não percebo a obsessão por uma versão anti-carro específica, que se bem me recordo estava a dar problemas o modelo que ia para os nossos Pandur (?), havendo uma versão com uma torre com provas dadas igualmente capaz de desempenhar a dita função, e outras.