GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS

  • 642 Respostas
  • 143033 Visualizações
*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4370
  • Recebeu: 2487 vez(es)
  • Enviou: 1441 vez(es)
  • +7467/-4530
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #480 em: Março 14, 2023, 02:12:27 pm »
Sines em TGV? A que propósito?

A rede de Alta Velocidade já foi anunciada, e a prioridade é Porto-Entroncamento, a que se seguirá Porto-Vigo.

Lisboa fica depois, e para Madrid nem há planos.

https://observador.pt/2022/11/17/plano-ferroviario-preve-alta-velocidade-para-10-cidades-e-um-servico-competitivo-para-28-centros-urbanos/

Respondo-lhe com uma pergunta, qual é mais fácil de mudar, se houver incompatibilidade nas linhas, as pessoas ou as mercadorias? Tem aí a sua resposta!
Mas há mais, onde tem dos poucos portos de águas profundas? E refinarias? E onde está a cintura industrial do país? Que estende-se até à Galiza........

O que foi apresentado é mais linhas novas de bitola ibérica....... que todos sabemos é o futuro na Europa!

Ora diga-me lá a resposta da seguinte pergunta. Qual é mais fácil e barato, alguém viajar de Lisboa para a Europa ou enviarmos mercadorias(produtos acabados para a Europa? Sabe por exemplo quando custa o frete de um camião TIR para fazer 4 000km? É qualquer coisa como 1€ por km! E sabe quantos contentores arrasta um comboio pela Europa a fora, se tiver linhas para tal?

O que está previsto é apostar apenas no transporte doméstico de pessoas eu estou a falar de outra coisa, que é o transporte de mercadorias para a Europa, incluindo abastecimento de combustíveis por linha férrea...... que secalhar agora dava jeito!!!!!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7596
  • Recebeu: 1018 vez(es)
  • +4726/-923
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #481 em: Março 14, 2023, 03:27:37 pm »


A questão do TGV é recorrente e sempre que nela se fala, a questão do traçado vem ao-de-cima.

Durante a II guerra mundial, os alemães prepararam a operação Felix, que se destinava a atravessar a Espanha para tomar Gibraltar. Pelo menos uma divisão alemã, estaria preparada se necessário para invadir Portugal...

O principal problema dos alemães e que ficou escrito, foi que eles consideravam o sistema de vias férreas espanhol com a configuração em estrela, com tudo a passar por Madrid, anacrónico. Tornava a operação muito mais complicada, já que todos os reforços alemães tinham que ser transportados por via férrea e tinham todos que passar por Madrid.

A ligação a Madrid, neste aspeto não é realmente importante. O que é importante - como sempre foi - é a ligação via Salamanca -  Valladolid - Burgos até à fronteira francesa, evitando o gargalo de garrafa e o atraso que é passar por Madrid.
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11158
  • Recebeu: 2388 vez(es)
  • Enviou: 3323 vez(es)
  • +754/-1037
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #482 em: Março 14, 2023, 06:55:47 pm »
Sines em TGV? A que propósito?

Os TGV não são para as mercadorias, são para as pessoas, os comboios de mercadorias sao "normais", podem é circular na linha de alta velocidade se tiverem uma velocidade minima aceitável, acho que é de 160km/h, e sei que é usado em alguns comboios de mercadorias as mesmas locomotivas dos comboios inter-cidades que podem atingir 200km/h.

Citar
A rede de Alta Velocidade já foi anunciada, e a prioridade é Porto-Entroncamento, a que se seguirá Porto-Vigo.

Não, vindo do Porto para sul, depois de Coimbra a linha de alta velocidade vai para Leiria e depois Lisboa, a zona de Santarém, Entroncamento, etc, não vai ter linha de alta velocidade.



Citar
Lisboa fica depois, e para Madrid nem há planos.

https://observador.pt/2022/11/17/plano-ferroviario-preve-alta-velocidade-para-10-cidades-e-um-servico-competitivo-para-28-centros-urbanos/

Não me parece.
A construção de Évora para Elvas está em andamento, o que vai permitir comboios Lisboa - Espanha (a linha férrea Lisboa - Évora já existe, talvez seja modernizada no futuro com a história da 3a ponte sobre o Tejo, etc).
https://www.infraestruturasdeportugal.pt/pt-pt/ferrovia2020/corredor-internacional-sul

PS: Para quem não tenha paciência de andar a ler a documentação, as construções previstas que se podem ver no mapa acima são, vermelho, amarelo, verde, azul.
« Última modificação: Março 14, 2023, 08:23:57 pm por Lightning »
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1526
  • Recebeu: 205 vez(es)
  • Enviou: 89 vez(es)
  • +264/-338
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #483 em: Março 14, 2023, 10:17:35 pm »
Velocidade entre destinos e preço dos bilhetes? É só isto que importa e o valor dos bilhetes vai cobrir a manutenção do pessoal e do material. TAP e CP já temos que chegue.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11158
  • Recebeu: 2388 vez(es)
  • Enviou: 3323 vez(es)
  • +754/-1037
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #484 em: Março 15, 2023, 03:21:51 am »
Velocidade entre destinos e preço dos bilhetes? É só isto que importa e o valor dos bilhetes vai cobrir a manutenção do pessoal e do material. TAP e CP já temos que chegue.

No Plano Ferroviário Nacional não tem a velocidade máxima mas tem o tempo minimo que um certo tipo de comboio vai demorar do ponto A ao ponto B, mas pode piorar se o comboio na realidade for mais lento que o dos exemplos.

Comboio de alta velocidade
Lisboa - Porto sem paragens em 1h20m. A mesma viagem com paragens em, Leiria, Coimbra, Aveiro e Gaia em 1h45m.
Lisboa - Braga sem paragens em 2h.
Porto - Vigo, com paragem em Braga, 1h05m.
Porto - Madrid em 3h15m.
Lisboa - Faro em 1h55m.

Inter-cidades podem começar a fazer novos serviços:
Lisboa - Figueira da Foz em 1h45m.
Porto - Guarda em 1h55m.
Porto - Bragança em 2h.
Lisboa - Salamanca em 4h30m.

Existem mais exemplos no plano, acredito que alguns até se podem tornar realidade como Figueira da Foz ou o inter-cidades Porto - Guarda, outros parecem irreais como Salamanca, mas pronto, com a nova linha férrea vai passar a existir a possibilidade, depois é a CP que tem que ver.

Os preços ninguém sabe, nem a CP deve saber  :mrgreen:.

Uma coisa que também deve abalar um bocado o "status quo" é que, tal como acontece na aviação, devem começar a aparecer operadores privados de comboios.

https://www.publico.pt/2021/01/14/economia/noticia/privados-europeus-acusam-portugal-nao-abrir-mercado-ferroviario-concorrencia-1946137

https://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/amt-diz-que-falta-de-informacao-trava-entrada-de-privados-na-ferrovia

A CP não deve estar preparada para ter concorrência, mas é inevitável.

https://expresso.pt/economia/2022-03-24-Comboios-privados-conquistam-Espanha-eacc80d4

Podemos um dia ter alguma companhia espanhola ou francesa a fazer TGV Lisboa - Madrid por exemplo.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9012
  • Recebeu: 4316 vez(es)
  • Enviou: 775 vez(es)
  • +5100/-823
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #485 em: Março 15, 2023, 01:12:07 pm »
Os TGV não são para as mercadorias, são para as pessoas, os comboios de mercadorias sao "normais", podem é circular na linha de alta velocidade se tiverem uma velocidade minima aceitável, acho que é de 160km/h, e sei que é usado em alguns comboios de mercadorias as mesmas locomotivas dos comboios inter-cidades que podem atingir 200km/h.

Ainda me pergunto é para que querem o TGV, num país geograficamente pequeno? Não vai ser rentável, a não ser que cobrem 100 euros por bilhete, e mesmo que o façam, ninguém vai pagar preços absurdos. Será que quem toma estas decisões, acha que o povinho, que na sua maioria mal tem dinheiro para as coisas básicas, vai andar constantemente em viagens entre Lisboa/Porto para passear?  ???

Tanta preocupação com a dívida e tal, e depois querem gastar 5 a 10% do PIB num projecto que nunca será rentável o suficiente para sequer o manter, quanto mais para ganhar dinheiro com isso.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11158
  • Recebeu: 2388 vez(es)
  • Enviou: 3323 vez(es)
  • +754/-1037
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #486 em: Março 16, 2023, 05:40:19 am »
Ainda me pergunto é para que querem o TGV, num país geograficamente pequeno?

É pequeno para o TGV? Portugal tem o tamanho da Holanda e da Bélgica juntas. O mal é o terreno ser irregular e toda a gente querer uma paragem na sua rua, parece a história dos aeroportos.

Mas ir de avião de Lisboa para o Porto (300km, menos de meio país), já pode ser.
Também existe a preocupação ambiental.

https://www.publico.pt/2023/02/18/azul/noticia/ponte-aerea-lisboa-porto-aberracao-ambiental-manuel-tao-2039452

https://portocanal.sapo.pt/noticia/315302
(Neste artigo até refere pelo menos 4 ou 5 voos diários)

O TGV (ou o nome que tiver), vêm mesmo para fazer concorrência a estes voos internos.
https://expresso.pt/economia/2022-10-07-Nova-linha-de-alta-velocidade-quer-acabar-com-ponte-aerea-Lisboa-Porto-e7174b97

Citar
Não vai ser rentável, a não ser que cobrem 100 euros por bilhete, e mesmo que o façam, ninguém vai pagar preços absurdos.

Num dos artigos refere o preço que pretendem, mas certezas não dou.

Citar
Será que quem toma estas decisões, acha que o povinho, que na sua maioria mal tem dinheiro para as coisas básicas, vai andar constantemente em viagens entre Lisboa/Porto para passear?  ???

Os mesmos que andam a passear na TAP entre Lisboa e o Porto.
Em Espanha ouve uma grande quebra na procura de voos entre Madrid e Barcelona com o TGV.

Citar
Tanta preocupação com a dívida e tal, e depois querem gastar 5 a 10% do PIB num projecto que nunca será rentável o suficiente para sequer o manter, quanto mais para ganhar dinheiro com isso.

Muita coisa é fundos europeus, e mesmo que não se fizesse o TGV Lisboa - Porto, a nivel europeu tinha sempre que se fazer as ligações aos portos e a Espanha para cumprir o plano europeu, era mais ou menos o que o Passos Coelho falava, sobre ser mais virado para a mercadoria.
« Última modificação: Março 16, 2023, 05:59:59 am por Lightning »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11158
  • Recebeu: 2388 vez(es)
  • Enviou: 3323 vez(es)
  • +754/-1037
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #487 em: Março 16, 2023, 06:05:41 am »
Deviamos comtinuar esta conversa num tópico mais indicado, mas estou a escrever do tlm, e não estou a conseguir copiar a minha mensagem para o topico ferroviário.

Comentários sobre o TGV em Portugal podem passar para aqui por favor.

https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=3219.90
« Última modificação: Março 16, 2023, 06:11:45 am por Lightning »
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7596
  • Recebeu: 1018 vez(es)
  • +4726/-923
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #488 em: Março 16, 2023, 04:51:54 pm »
Fora da questão do TGV, entretanto transferida, a questão da bitola europeia continua a ser uma necessidade.
Se os europeus quiserem ter uma industria de defesa, em qualquer circunstância a vantagem de transportar equipamentos de um lugar para o outro será sempre vital.

O fato de estarmos fora desta rede, é o equivalente à situação da rede de gás. A Peninsula Ibérica funciona como uma realidade aparte, e quando é necessário, é demasiado tarde.
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21712
  • Recebeu: 2701 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1194/-1512
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #489 em: Março 21, 2023, 02:36:43 pm »
Ministra da Educação alemã foi a Taipé assinar acordo de parceria tecnológica


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21712
  • Recebeu: 2701 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1194/-1512
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #490 em: Março 24, 2023, 08:57:08 pm »
Chipre defende um papel mais ativo da União Europeia para resolver impasse cipriota


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21712
  • Recebeu: 2701 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1194/-1512
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #491 em: Abril 06, 2023, 11:14:23 am »
Macron quer "caminho comum" com a China para a paz na Ucrânia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21712
  • Recebeu: 2701 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1194/-1512
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #492 em: Abril 06, 2023, 06:33:24 pm »
Von der Leyen: se Pequim desse armas a Moscovo, isso "prejudicaria" as relações China-UE


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21712
  • Recebeu: 2701 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1194/-1512
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #493 em: Abril 07, 2023, 11:56:05 am »
China - UE: Duas potências divididas por três pontos de discórdia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21712
  • Recebeu: 2701 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1194/-1512
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #494 em: Abril 25, 2023, 09:27:55 am »
Diplomacia da UE analisa nova crispação com a China sobre Bálticos