GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS

  • 637 Respostas
  • 137153 Visualizações
*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4331
  • Recebeu: 2454 vez(es)
  • Enviou: 1423 vez(es)
  • +7422/-4484
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #450 em: Outubro 22, 2022, 11:35:36 pm »
https://mobile.twitter.com/visegrad24/status/1583778688046628864


BREAKING:

Germany will significantly cut down the expansion of the army due to “high inflation and the expensive dollar”

Several projects will be cancelled or downsized, including:

Puma IFVs
Self-propelled howitzers
Corvettes
Frigates
Eurofighters
potentially F-35s (downsized)



Por cá pensam assim " se a Alemanha está a cortar, nós nem vamos investir" "!

Pode ser uma jogada alemã!

Por causa disto:

https://expatguideturkey.com/germanys-decision-divided-europe-the-french-are-angry-with-scholz-the-critical-meeting-has-been-postponed/

Convém não esquecer que são governados pelos socialistas lá do sítio  :mrgreen:

Mas pode ser uma jogada porque a França está furiosa pelo forte investimento alemão ........ em armas americanas!!!!

Também é preciso recordar o pacote de ajuda à economia de 200 mil milhões de euros!!!!!! Que viola claramente as regras da UE!!!!!

Voltando aos socialistas alemães, se em vez de apostarem em armamento não-europeu (acusação francesa), bastava juntarem o apoio à economia + o aumento na defesa e tinham muito mais retorno (empresas de defesa alemãs), como parece que ambos os mitras, o Scholz e o Costa nunca tiveram nenhuma disciplina de estratégia no curso!!!!!

Nem devem saber o que é alavancagem da economia!!!!!!  ::)

Mas o que se passou pode muito bem ser uma marcha-atrás em alguns investimentos para enveredar em projectos comuns com a França?
Ou então pode significar que vai nascer o já falado fundo europeu para a defesa, com muito mais dinheiro do que inicialmente orçamentado?
« Última modificação: Outubro 22, 2022, 11:44:30 pm por Viajante »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18566
  • Recebeu: 5659 vez(es)
  • Enviou: 6134 vez(es)
  • +7240/-9639
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #451 em: Outubro 23, 2022, 08:49:09 am »
Eu li que a verba a investir mantém -se a mesma, só que com a inflação vão ter de cortar nas quantidades

P. Ex contas de merceeiro, o que há 3 meses dava para 10 tanques agora já só dá para 6
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7539
  • Recebeu: 990 vez(es)
  • +4643/-876
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #452 em: Outubro 23, 2022, 09:48:37 am »


Eu vi logo em Março deste ano, quando a Alemanha disse que ía gastar 100.000 milhões a mais, que havia problemas de tradução, porque o que os alemãe disseram era que passavam os gastos de aproximadamente 50 ou 60 mil para 100.000.

A maioria das armas que os alemães precisam, demoram muito tempo para produzir. É possível baixar custos mas são precisas encomendas. Os alemães andam a arrastar à décadas a substituição dos Tornado, com capacidade para transportar armas nucleares, não há um substituto europeu, e o que existe estaría operacional lá para 2040.

Entretanto, os alemães estão com problemas muito mais complicados, de arrumar a casa.
Há muitas viaturas paradas por falta de manutenção, upgrades que precisam ser feitos.
Há alemães a perguntar como é que vai haver mais tanques dentro de 5 anos, se não há dinheiro para o upgrade dos Leopard2-A6.

Ou seja... Os alemães terão que ver (como todos os outros) que a guerra que se está a desenrolar, é uma guerra muito menos tecnológica e muito mais numérica.

Quem acredita que em Portugal o avacalho vem de dentro, poderá até ter alguma razão, mas enganam-se os que pensam que isto é um problema português.
Isto funciona por contágio. Funciona com o comportamento de cardume e espirito de rebanho. As ovelhas vão umas atrás das outras, sem saber se a ovelha à sua frente sabe o que está a fazer, porque também está a seguir outra ovelha.

Todas as guerras dão para pensar e reflectir sobre tudo o que se fez.
Se amanhã no norte de África um regime islâmico tomar o poder e comprar drones aos iranianos, a que distância está o turismo algarvio dos drones dos aiatolás ?
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, PTWolf

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 4901
  • Recebeu: 416 vez(es)
  • Enviou: 87 vez(es)
  • +269/-6062
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #453 em: Outubro 23, 2022, 10:17:48 am »


Eu vi logo em Março deste ano, quando a Alemanha disse que ía gastar 100.000 milhões a mais, que havia problemas de tradução, porque o que os alemãe disseram era que passavam os gastos de aproximadamente 50 ou 60 mil para 100.000.

A maioria das armas que os alemães precisam, demoram muito tempo para produzir. É possível baixar custos mas são precisas encomendas. Os alemães andam a arrastar à décadas a substituição dos Tornado, com capacidade para transportar armas nucleares, não há um substituto europeu, e o que existe estaría operacional lá para 2040.

Entretanto, os alemães estão com problemas muito mais complicados, de arrumar a casa.
Há muitas viaturas paradas por falta de manutenção, upgrades que precisam ser feitos.
Há alemães a perguntar como é que vai haver mais tanques dentro de 5 anos, se não há dinheiro para o upgrade dos Leopard2-A6.

Ou seja... Os alemães terão que ver (como todos os outros) que a guerra que se está a desenrolar, é uma guerra muito menos tecnológica e muito mais numérica.

Quem acredita que em Portugal o avacalho vem de dentro, poderá até ter alguma razão, mas enganam-se os que pensam que isto é um problema português.
Isto funciona por contágio. Funciona com o comportamento de cardume e espirito de rebanho. As ovelhas vão umas atrás das outras, sem saber se a ovelha à sua frente sabe o que está a fazer, porque também está a seguir outra ovelha.

Todas as guerras dão para pensar e reflectir sobre tudo o que se fez.
Se amanhã no norte de África um regime islâmico tomar o poder e comprar drones aos iranianos, a que distância está o turismo algarvio dos drones dos aiatolás ?

Finalmente 100% de acordo com  o que escreve.

Potius mori quam foedari
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18566
  • Recebeu: 5659 vez(es)
  • Enviou: 6134 vez(es)
  • +7240/-9639
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #454 em: Outubro 23, 2022, 02:00:21 pm »


Eu vi logo em Março deste ano, quando a Alemanha disse que ía gastar 100.000 milhões a mais, que havia problemas de tradução, porque o que os alemãe disseram era que passavam os gastos de aproximadamente 50 ou 60 mil para 100.000.

A maioria das armas que os alemães precisam, demoram muito tempo para produzir. É possível baixar custos mas são precisas encomendas. Os alemães andam a arrastar à décadas a substituição dos Tornado, com capacidade para transportar armas nucleares, não há um substituto europeu, e o que existe estaría operacional lá para 2040.

Entretanto, os alemães estão com problemas muito mais complicados, de arrumar a casa.
Há muitas viaturas paradas por falta de manutenção, upgrades que precisam ser feitos.
Há alemães a perguntar como é que vai haver mais tanques dentro de 5 anos, se não há dinheiro para o upgrade dos Leopard2-A6.

Ou seja... Os alemães terão que ver (como todos os outros) que a guerra que se está a desenrolar, é uma guerra muito menos tecnológica e muito mais numérica.

Quem acredita que em Portugal o avacalho vem de dentro, poderá até ter alguma razão, mas enganam-se os que pensam que isto é um problema português.
Isto funciona por contágio. Funciona com o comportamento de cardume e espirito de rebanho. As ovelhas vão umas atrás das outras, sem saber se a ovelha à sua frente sabe o que está a fazer, porque também está a seguir outra ovelha.

Todas as guerras dão para pensar e reflectir sobre tudo o que se fez.
Se amanhã no norte de África um regime islâmico tomar o poder e comprar drones aos iranianos, a que distância está o turismo algarvio dos drones dos aiatolás ?
.não estou preocupado, o costa com aquela lábia toda ainda lhes vende uns apartamentos em time sharing :mrgreen:
« Última modificação: Outubro 23, 2022, 02:00:58 pm por P44 »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #455 em: Dezembro 28, 2022, 06:25:41 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #456 em: Fevereiro 02, 2023, 11:02:41 am »
Delegação da UE vai a Kiev para a cimeira UE-Ucrânia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #457 em: Fevereiro 02, 2023, 06:53:32 pm »
Cimeira UE-Ucrânia: Novos pacotes de apoio e de sanções contra Rússia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #458 em: Fevereiro 03, 2023, 04:00:54 pm »
Estónia, Lituânia e Letónia reafirmam apoio à Ucrânia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #459 em: Fevereiro 09, 2023, 01:55:48 pm »
Zelensky na cimeira da UE em Bruxelas reforça debate sobre Ucrânia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #460 em: Fevereiro 09, 2023, 02:47:17 pm »
UE promete a Zelensky que também visará "os propagandistas de Putin"


Ursula von der Leyen anunciou que a Comissão vai "propor nos próximos dias o décimo pacote de sanções" à Rússia que abrange os propagandistas de Putin, "porque as suas mentiras estão a envenenar o espaço público na Rússia".

Os mais altos responsáveis europeus garantiram esta quarta-feira em Bruxelas ao Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, que a União Europeia manterá a pressão sobre o Kremlin a nível de sanções, assegurando que o próximo pacote abrangerá "os propagandistas de Putin".

Numa conferência de imprensa conjunta com Zelensky, depois de este se ter dirigido aos chefes de Estado e de Governo dos 27 no Conselho Europeu, a presidente do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, anunciou que a Comissão vai "propor nos próximos dias o décimo pacote de sanções" à Rússia, e adiantou que este incluirá um pedido expresso do Presidente ucraniano.

"Vamos impor sanções a líderes políticos e militares. Mas também, caro Volodymyr, ouvimos muito atentamente as suas mensagens quando o visitámos na semana passada em Kiev, e vamos visar os propagandistas de [Vladimir] Putin, porque as suas mentiras estão a envenenar o espaço público na Rússia e fora. Insistiu nisso, nós ouvimos, vamos dar sequência e vamos atrás deles", declarou Von der Leyen, dirigindo-se a Zelensky.

A presidente do executivo comunitário, que já dera conta da sua intenção de o décimo pacote de sanções estar pronto quando, a 24 de fevereiro, se assinalar o primeiro aniversário do início da guerra, acrescentou que "o pacote vai incluir proibições adicionais de exportações no valor de mais de 10 mil milhões de euros" e assim debelar ainda mais "a máquina de guerra da Rússia" e continuar a "abalar as fundações da sua economia".

Também o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, assegurou a Zelensky que "a União Europeia (UE) não vai 'abanar' na sua unidade e vai permanecer muito determinada na pressão sobre o Kremlin [Presidência russa]".

Apontando que "as sanções estão na agenda, o décimo pacote está a ser preparado", Charles Michael afirmou-se absolutamente convicto de que os 27 voltarão a dar "uma demonstração de coerência e determinação".


 :arrow: https://www.dn.pt/internacional/ue-promete-a-zelensky-que-tambem-visara-os-propagandistas-de-putin-15808678.html?fbclid=IwAR3N06Jil31RsnMBzQyvg6t2Dfw47XcP7A3_OexAB9_BnH2t5XZ6fsfEt-8
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #461 em: Fevereiro 09, 2023, 03:35:43 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #462 em: Fevereiro 15, 2023, 02:08:22 pm »
Guarda Revolucionária do Irão visada em sanções da UE contra Rússia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #463 em: Fevereiro 18, 2023, 11:00:03 am »
Novo centro vai armazenar provas sobre crime de agressão russa


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 21416
  • Recebeu: 2612 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1169/-1490
Re: GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS
« Responder #464 em: Fevereiro 25, 2023, 11:30:32 am »
UE aprovou décimo pacote de sanções contra a Rússia