Notícias do Exército Português

  • 2311 Respostas
  • 699515 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 5451
  • Recebeu: 803 vez(es)
  • Enviou: 810 vez(es)
  • +566/-2618
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #765 em: Abril 02, 2011, 04:43:55 pm »
Citar
O Exército registou, em Março, um défice da ordem dos 19 milhões de euros em despesas com pessoal e para a Segurança Social, soube ontem o DN.

Nos encargos relativos à Segurança Social, o Exército informou o Ministério da Defesa que precisava de uma autorização para ultrapassar o limite trimestral definido em cerca de 11 milhões de euros. Aliás, segundo fonte militar, tal pedido consta de um relatório entregue na quinta-feira, durante uma reunião com a tutela para analisar a situação das finanças nas Forças Armadas.

Quanto às remunerações certas e permanentes, acrescidas dos chamados abonos variáveis e eventuais, o pagamento "só será possível" com um adiantamento da ordem dos sete milhões de euros, justificou o Exército.

http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1821070
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1509
  • +1/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #766 em: Abril 20, 2011, 04:17:53 pm »
Citar
Ministério garante que ordenados no Exército são pagos amanhã

O Ministério da Defesa Nacional garantiu hoje que os ordenados dos elementos do Exército são pagos na quinta-feira e negou a existência de problemas «com salários em qualquer ramo das Forças Armadas».

No entanto, contactado pela agência Lusa, o presidente da Associação Nacional de Sargentos, Lima Coelho, garantiu que o pagamento do mês de Abril estava agendado para hoje, conforme o que estava «inscrito no boletim de vencimento» de Março.

«Não há nenhum problema com salários em qualquer ramo das Forças Armadas ou em qualquer órgão do Ministério da Defesa Nacional. No caso em concreto do Exército, os salários são pagos no dia 21 de Abril», garante o gabinete de Augusto Santos Silva, numa nota enviada à agência Lusa.

Segundo Lima Coelho, os ordenados dos elementos do Exército são pagos a maioria das vezes no dia 20 de cada mês, algumas vezes a 19 e excepcionalmente dia 18.

Na quinta-feira passada, o secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrello, garantiu o dinheiro para o pagamento de salários aos militares e desvalorizou as notícias que davam conta de um défice de 223 milhões de euros nas Forças Armadas.

«Este é um orçamento exigente e que obriga a que sejam utilizados todos os mecanismos para o normal funcionamento das Forças Armadas (FA)», afirmou Marcos Perestrello, em declarações aos jornalistas.

«As notícias hoje vinculadas não correspondem ao que se passa nas FA», garantiu o secretário de Estado, acrescentando que no primeiro trimestre do ano foram cumpridas todas as obrigações sem recurso a qualquer financiamento extraordinário.

Lusa/SOL
http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Int ... t_id=17255
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12813
  • Recebeu: 3135 vez(es)
  • Enviou: 7694 vez(es)
  • +864/-1361
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #767 em: Maio 20, 2011, 06:48:10 pm »
Jovem morre após queda no quartel da Serra do Pilar

Citar
Uma rapariga morreu após uma queda de uma torre durante um exercício realizado no Regimento da Serra do Pilar, no âmbito do Dia da Defesa Nacional.

O Exército já confirmou que a jovem não resistiu aos ferimentos provocados quando caiu durante a prática de slide, uma actividade radical.

Em declarações à TSF, o porta-voz do Exército, tenente-coronel Hélder Perdigão, explicou que houve um cabo que se partiu durante a actividade.

O mesmo responsável frisou que «o slide é feito há dezenas de anos no Exército» e nunca ocorreu nada deste género. Inclusive, 14 pessoas já tinham feito aquela actividade antes da jovem que caiu.

O Exército indica que a jovem foi assistida pelo INEM no local e depois transportada para o Hospital de Santo António, no Porto, onde acabou por morrer.

O Exército vai realizar um inquérito para determinar as causas do acidente que classifica de «lamentável».

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Vida/In ... id=1857307
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10330/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #768 em: Maio 20, 2011, 09:44:21 pm »
Desculpem as perguntas, num momento de dor para a familia e amigos da jovem, mas, conhecendo os regulamentos de segurança aplicados na Federação Portuguesa de Montanhismo:

Quantos anos tinha o cabo?

Quantas descidas ja tinha suportado?
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1528
  • Recebeu: 205 vez(es)
  • Enviou: 89 vez(es)
  • +265/-401
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #769 em: Maio 20, 2011, 10:46:51 pm »
É mais um assunto em que a culpa morre solteira e o problema era unicamente do cabo, nunca de quem deveria fazer a sua manutenção.
 

*

pxcastro

  • 276
  • +0/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #770 em: Maio 23, 2011, 12:47:26 am »
O Exército é simplesmente o ramo mais atrasado das Forças Armadas Portuguesas.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 5147
  • Recebeu: 743 vez(es)
  • Enviou: 1638 vez(es)
  • +8539/-4167
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #771 em: Maio 23, 2011, 11:15:12 am »
Citação de: "pxcastro"
O Exército é simplesmente o ramo mais atrasado das Forças Armadas Portuguesas.

Arrisco-me a concordar consigo infelizmente...

É mais um factor para parte da sociedade civil atacar as FA´s, eu sei que os acidentes se dão em todo o lado, mas...


Penso que o SMO deveria voltar a ser obrigatório, tanto para rapazes como raparigas,mas sem excepções para os filhos dos políticos e classes mais abastadas e os senhores das jotas...
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7964
  • Recebeu: 1305 vez(es)
  • Enviou: 349 vez(es)
  • +5207/-238
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #772 em: Maio 23, 2011, 11:47:29 am »
Citação de: "typhonman"
Penso que o SMO deveria voltar a ser obrigatório, tanto para rapazes como raparigas,mas sem excepções para os filhos dos políticos e classes mais abastadas e os senhores das jotas...

Com 110.000 rapazes e raparigas a atingir anual a idade de prestação de serviço militar e mesmo considerando que as Forças Armadas Portuguesas pudessem ter 42.000 efectivos (quando na realidade têm apenas 36.000 e o programa eleitoral do PSD quer reduzir esse número para 30.000) e que mesmo que 25% desse efectivo fosse garantido por militares em SMO, teriamos a necessidade de 10.500 elementos. Mesmo considerando que o tempo de prestação de serviço fosse de 6 meses, teriamos 10.500 X 2, ou seja, 21.000 jovens a servir anual através do SMO.

Ou seja apenas 20% dos 110.000 rapazes e raparigas a atingir anual a idade de prestação de serviço militar faria o SMO. Imaginem lá que é que seria recrutado? Seriam os jovens licenciados das classes alta e média-alta urbana, com destino à categoria de Oficiais; ou os jovens com baixas qualificações das classes baixa e média-baixa do meio rural e dos suburbios, com destino à categoria de Praças?  :roll:

Mesmo no tempo da Guerra Colonial, os "meninos bem" iam para Oficiais da Reserva Naval, para o Regimento de Cavalaria 7 ou para qualquer outra "unidade champanhe", quanto mais agora...
 

*

pxcastro

  • 276
  • +0/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #773 em: Maio 23, 2011, 12:26:04 pm »
Também sei que o Exército tem o maior efectivo, mas eles são recordistas de mortes nas mais variadas formas.
 

*

PCartCast

  • Membro
  • *
  • 226
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #774 em: Maio 23, 2011, 03:57:35 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "typhonman"
Penso que o SMO deveria voltar a ser obrigatório, tanto para rapazes como raparigas,mas sem excepções para os filhos dos políticos e classes mais abastadas e os senhores das jotas...

Com 110.000 rapazes e raparigas a atingir anual a idade de prestação de serviço militar e mesmo considerando que as Forças Armadas Portuguesas pudessem ter 42.000 efectivos (quando na realidade têm apenas 36.000 e o programa eleitoral do PSD quer reduzir esse número para 30.000) e que mesmo que 25% desse efectivo fosse garantido por militares em SMO, teriamos a necessidade de 10.500 elementos. Mesmo considerando que o tempo de prestação de serviço fosse de 6 meses, teriamos 10.500 X 2, ou seja, 21.000 jovens a servir anual através do SMO.

Ou seja apenas 20% dos 110.000 rapazes e raparigas a atingir anual a idade de prestação de serviço militar faria o SMO. Imaginem lá que é que seria recrutado? Seriam os jovens licenciados das classes alta e média-alta urbana, com destino à categoria de Oficiais; ou os jovens com baixas qualificações das classes baixa e média-baixa do meio rural e dos suburbios, com destino à categoria de Praças?  :|.

Na altura, apenas a Força aérea (que estava á margem do SMO) aceitava pessoal com 12º para praças sem ter que os promover automaticamente a Sargentos.

Por isso, se quer que o SMO volte, e se quer que todos, sem excepção o cumpram, lamento mas acho que não viável... Tal como o não foi no passado, tal como o Pereira Marques já exemplificou.

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20974
  • Recebeu: 3284 vez(es)
  • Enviou: 2377 vez(es)
  • +1615/-3526
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #775 em: Maio 23, 2011, 09:21:18 pm »
Citação de: "PCartCast"
Posso deixar o meu exemplo aqui no fórum....

Quando fui á inspecção (era assim que se chamava na altura, não havia essas tretas do dia da defesa), só ia para a Marinha aqueles que não tivessem o 11º ano completo...

Depois da inspecção, como ainda estava a estudar fui obrigado a meter adiamento de incorporação. Quando concluí o 12º, meti a certidão de habilitações... Foi o suficiente para me aparecer CFS (Curso de Formação de Sargentos) - Reserva Territorial no Edital de incorporação :|.

Na altura, apenas a Força aérea (que estava á margem do SMO) aceitava pessoal com 12º para praças sem ter que os promover automaticamente a Sargentos.

Pois, mas esqueceu-se de referir que actualmente já não é assim, quem quer entrar directamente para o CFS tem que ter frequentado a universidade, por isso essa questão nem se coloca.

Citar
Por isso, se quer que o SMO volte, e se quer que todos, sem excepção o cumpram, lamento mas acho que não viável... Tal como o não foi no passado, tal como o Pereira Marques já exemplificou.

Eu pessoalmente sou um pouco mesquinho nestas coisas, não querem ir para a Tropa? Porreiro, Bombeiros com eles! Não querem ir para os Bombeiros? Associações de ajuda humanitária a tempo inteiro com eles, etc.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Hellfire

  • 4
  • +0/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #776 em: Maio 23, 2011, 10:42:47 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Mesmo no tempo da Guerra Colonial, os "meninos bem" iam para Oficiais da Reserva Naval, para o Regimento de Cavalaria 7 ou para qualquer outra "unidade champanhe", quanto mais agora...



Generalizar é sempre um erro e falar do que não se conhece também. :roll:

Dentro das várias classes da Armada (por conseguinte, da Reserva Naval), cabia também a classe de Fuzileiros. Dezenas e dezenas de oficiais oriundos da RN prestaram serviço em unidades de Fuzileiros, chegando mesmo ao comando destas. Mais: a partir da segunda metade da década de 60, o terceiro e quarto oficiais de um destacamento provinham maioritariamente da RN. Logo, não sei como raios é que um Destacamento de Fuzileiros Especiais ou mesmo uma Companhia de Fuzileiros possa ser uma unidade de ar-condicionado/champanhe/chafarica/etc., mas pronto. Muitos oficiais FZE/FZ RN passaram ao QP e serviram o Corpo de Fuzileiros e a Armada com distinção.
Isto sem esquecer os vários oficiais de classe de Marinha da RN que comandaram embarcações em sítios "champanhe" como os rios da Guiné.
Se se falar das classes de Administração Naval ou de Técnicos Navais, então a conversa é outra, que nessas havia bastantes "meninos bem". Mas mesmo aí muitos se destacaram pela competência; no caso dos segundos, eram colocados nessa classe porque já tinham o seu curso superior acabado, tendo alguns experiência profissional relevante para a Armada. Não digo que não tenha havido vários "factor C", mas não era a regra.


A nossa Reserva Naval não é sinónimo das reservas à americana, como aquelas em que muito aspirante a político se alista para armar em grande patriota e guerreiro e enganar os tontos dos eleitores.



Para mais informação: http://www.reservanaval.pt/; http://reservanaval.blogspot.com/
« Última modificação: Maio 23, 2011, 10:49:04 pm por Hellfire »
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12813
  • Recebeu: 3135 vez(es)
  • Enviou: 7694 vez(es)
  • +864/-1361
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #777 em: Maio 23, 2011, 10:48:51 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Eu pessoalmente sou um pouco mesquinho nestas coisas, não querem ir para a Tropa? Porreiro, Bombeiros com eles! Não querem ir para os Bombeiros? Associações de ajuda humanitária a tempo inteiro com eles, etc.
Bem pensado. Ou Cruz vermelha, e no final do tempo ficavam com o curso.  :idea:
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #778 em: Maio 23, 2011, 10:57:17 pm »
Citação de: "HSMW"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Eu pessoalmente sou um pouco mesquinho nestas coisas, não querem ir para a Tropa? Porreiro, Bombeiros com eles! Não querem ir para os Bombeiros? Associações de ajuda humanitária a tempo inteiro com eles, etc.
Bem pensado. Ou Cruz vermelha, e no final do tempo ficavam com o curso.  :idea:

Sempre faziam algo de útil para a Sociedade .

Um Abraço
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7964
  • Recebeu: 1305 vez(es)
  • Enviou: 349 vez(es)
  • +5207/-238
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #779 em: Maio 24, 2011, 01:30:35 am »
Citação de: "Hellfire"
Dezenas e dezenas de oficiais oriundos da RN prestaram serviço em unidades de Fuzileiros, chegando mesmo ao comando destas. Mais: a partir da segunda metade da década de 60, o terceiro e quarto oficiais de um destacamento provinham maioritariamente da RN.

A lista seguinte deve ser só "rambos":

António Manuel Cordeiro Sevinate Pinto (ex-Ministro da Agricultura)

António José de Castro Bagão Félix (ex-Ministro das Finanças)

José Manuel Amado da Silva (ex-Presidente da ANACON)

Manuel Sande e Castro Salgado (actual vereador e vice-presidente da C.M. de Lisboa)

Adelino Manuel Lopes Amaro da Costa (ex-Ministro da Defesa)

Diogo Pinto de Freitas do Amaral (ex-Ministro dos Negócio Estrangeiros, ex-Presidente da Assembleia-Geral da ONU)

Ricardo Espírito Santo Silva Salgado (Presidente do BES)

José Filipe de Melo e Castro Nobre Guedes (irmão do ex-Ministro do Ambiente Nobre Guedes)

Luís Alexandre Lynce de Faria (irmão do ex-Ministro do Ensino Superior Pedro Lynce)

Luis de Castro Vaz Pinto (pai da Catarina Vaz Pinto, ex-Secretária de Estada Cultura, actual mulher de António Guterres e vereadora da C.M. de Lisboa)

Amílcar Augusto Contel Martins Theias (ex-Ministro do Ambiente)

Pedro Manuel Branco Ferraz da Costa (ex-Presidente da CIP)

Rui Bebiano de Sá Viana Rebelo (filho de um ex-Governador de Angola)

Carlos Henrique Graça Correia da Fonseca (actual Secretário de Estado dos Transportes)

Francisco Xavier Vilardebó de Sommer Champalimaud (um dos sobrinhos de António Champalimaud)

Rui Manuel Parente Chancerelle de Machete (ex-Ministro da Defesa, ex-Ministro da Justiça, ex-Presidente da FLAD)

Pedro Augusto Lynce de Faria (ex-Ministro do Ensino Superior)

Vitor Manuel Ribeiro Constâncio (ex-Ministro das Finanças, ex-Governador do Banco de Portugal, actual Vice-Presidente do Banco Central Europeu)

Fonte: http://www.reserva-naval.com/cursos/cursos.html

Portanto temos aqui um conjunto de rapazes modestos, oriundos de famílas modestas e que não tinham/têm qualquer espécie de relação com o poder político e económico do antes e do depois do 25 de Abril.  :mrgreen: