Notícias do Exército Português

  • 2266 Respostas
  • 647472 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10921
  • Recebeu: 2296 vez(es)
  • Enviou: 3120 vez(es)
  • +700/-1028
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2190 em: Outubro 12, 2023, 01:26:18 pm »
É uma opinião, os russos no início da guerra tentaram capturar um aeroporto em Kiev numa operação de assalto aéreo, onde perderam muitos helicópteros.

Não estou a dizer que se tivessem feito por salto de paraquedas que ganhavam (os paraquedistas ficam mais dispersos), mas pelo menos não perdiam aeronaves com as tropas ainda lá dentro.

https://theaviationgeekclub.com/russian-heliborne-assault-on-antonov-hostomel-airport-seems-to-have-failed/amp/
« Última modificação: Outubro 12, 2023, 01:27:14 pm por Lightning »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 19903
  • Recebeu: 2853 vez(es)
  • Enviou: 2174 vez(es)
  • +1057/-3436
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2191 em: Outubro 12, 2023, 02:04:48 pm »
Compreendo isso tudo. Também compreendo a teoria da operações aero-terrestres.

O saltar atrás da linhas inimigas, neutralizar a capacidade logística de comando. O apoio às operações pelos precursores, o reconhecimento. 

Tudo para trás do ano 2000 é historia. As outras são para propaganda politica .

Os francesas no Mali, aceito apesar de serem 200.


Mas o que pergunto é quando vimos isso acontecer em operações de conflitos recentes?



Quanto ao custo do curso do custo é uma coisa, o custo operacional é outra e era a essa que me referia.

O custo operacional era perderes um tropa com excelentes resultados em todos os TO que estiveram e que seriam substituídos por uma outra tropa que teria que se modificar totalmente para poder cumprir a função e que perderia muito da sua natureza em prole de uma mão cheia de nada.

Para um Ramo sem dinheiro algum como o Exército, teria que gastar mais dinheiro, obter menos recursos humanos e teria duas tropas completamente destroçadas. Uma porque deixaria de existir, outra porque perderia os elementos únicos da sua tropa.

Que eu saiba na OTAN e especialmente na Rússia, as Tropas Paraquedistas/Aerotransportadas são por norma as tropas de primeira intervenção e não há qualquer movimento que indique que algo vá mudar nos próximos tempos.

https://en.wikipedia.org/wiki/Russian_Airborne_Forces

Recentemente o Exército Norte-Americano acrescentou mais uma Divisão Aerotransportada à sua estrutura:

https://11thairbornedivision.army.mil/
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8187
  • Recebeu: 3690 vez(es)
  • Enviou: 701 vez(es)
  • +4918/-762
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2192 em: Outubro 12, 2023, 02:20:32 pm »
As aeronaves para lançar paraquedistas russos, seriam abatidas antes de os poderem largar. A utilização de helicópteros prendeu-se pelo simples facto de poderem voar a baixa altitude, dificultando a sua detecção, algo que ainda assim foi insuficiente, e foi uma operação arriscada, tentar um assalto aéreo de um aeroporto adversário, sem destruir as suas defesas aéreas.

O lançamento de paraquedistas, num conflito moderno de alta intensidade, tem que ser feito numa zona sem ameaça para as aeronaves lançadoras, ou mediante uma complexa operação de negação desta ameaça.

Uma coisa é lançar paraquedistas numa zona do território português, sob o nosso controlo, para reforçar rapidamente o contingente nacional já existente perante uma ameaça, outra é largar paraquedistas em território inimigo, que possua baterias AA modernos e em várias camadas. São úteis, mas como em todos os casos, a utilização tem que ser inteligente.

Na RCA, não seria de descurar usar este tipo de força. Era preciso era ter no local aeronaves para os lançar (C-295), e serviriam como unidade de resposta rápida, com o objectivo de reforçar uma unidade nacional ou internacional que já esteja no terreno/flanquear uma ameaça que tenha surgido.
Isto permitiria, por exemplo, num TO daqueles, ter Comandos e Paras a operar em conjunto, com os Comandos, com ST5 e Pandur, a serem a força no terreno, e os Paras a serem capazes de os reforçar por via aérea sempre que necessário.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12719
  • Recebeu: 3063 vez(es)
  • Enviou: 7555 vez(es)
  • +732/-1259
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2193 em: Outubro 14, 2023, 03:36:39 am »
É uma opinião, os russos no início da guerra tentaram capturar um aeroporto em Kiev numa operação de assalto aéreo, onde perderam muitos helicópteros.

Não estou a dizer que se tivessem feito por salto de paraquedas que ganhavam (os paraquedistas ficam mais dispersos), mas pelo menos não perdiam aeronaves com as tropas ainda lá dentro.

https://theaviationgeekclub.com/russian-heliborne-assault-on-antonov-hostomel-airport-seems-to-have-failed/amp/


Descolaram 18 IL-76 com paraquedistas em de Pskov em direção a Kiev mas aterraram na Bielorrússia.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1453
  • Recebeu: 450 vez(es)
  • Enviou: 170 vez(es)
  • +305/-189
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2194 em: Outubro 15, 2023, 03:09:52 pm »
Vai tarde eu sei, mas só me lembrei disto agora

Então não se treina com as miras porque gasta muita pilha????
É que a Aimpoint diz que duram 80k horas...ou 8 anos

 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12719
  • Recebeu: 3063 vez(es)
  • Enviou: 7555 vez(es)
  • +732/-1259
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2195 em: Outubro 15, 2023, 03:38:43 pm »
A mira.

Não as baterias.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Icterio

  • Especialista
  • ****
  • 1131
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +2224/-1248
  • Mais vale ser sortudo do que ser bom
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2196 em: Outubro 15, 2023, 04:02:59 pm »
A mira.

Não as baterias.

 :bang: :bang:  Claro que é as baterias.

È a mira que tem prazo de validade? 
 

*

Anthropos

  • Membro
  • *
  • 242
  • Recebeu: 363 vez(es)
  • Enviou: 61 vez(es)
  • +124/-12
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2197 em: Outubro 16, 2023, 07:44:11 am »
Vai tarde eu sei, mas só me lembrei disto agora

Então não se treina com as miras porque gasta muita pilha????
É que a Aimpoint diz que duram 80k horas...ou 8 anos



Caríssimo, na arrecadação de material de guerra do meu regimento, está lá um malote de AN/PVS-5B que ainda tem a embalagem original de pilhas, de 1983 (salvo erro). Por isso se há coisa que a tropa preza, é racionar pilhas  :mrgreen:
 

*

Tiamate

  • Membro
  • *
  • 141
  • Recebeu: 46 vez(es)
  • Enviou: 163 vez(es)
  • +86/-468
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2198 em: Outubro 16, 2023, 11:56:56 am »
A mira.

Não as baterias.

 :bang: :bang:  Claro que é as baterias.

È a mira que tem prazo de validade?

É a mira, banana!

Pilhas de 80.000 horas? Isso são pilhas nucleares ou quê?

Com a tempo a mira fica queimada do red dot.
« Última modificação: Outubro 16, 2023, 11:57:51 am por Tiamate »
 

*

Icterio

  • Especialista
  • ****
  • 1131
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +2224/-1248
  • Mais vale ser sortudo do que ser bom
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2199 em: Outubro 16, 2023, 12:51:18 pm »
A mira.

Não as baterias.

 :bang: :bang:  Claro que é as baterias.

È a mira que tem prazo de validade?

É a mira, banana!

Pilhas de 80.000 horas? Isso são pilhas nucleares ou quê?

Com a tempo a mira fica queimada do red dot.

Ès mesmo ignorante... nem as coisas mais básicas sabes.  Aprende tótó.

Não fazes a mínima ideia do que se está a tratar.  Mas, verdade seja dita, não és o único...



 

*

goldfinger

  • Investigador
  • *****
  • 3303
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 661 vez(es)
  • +1386/-485
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2200 em: Outubro 17, 2023, 10:10:20 pm »
Los jefes del Estado Mayor del Ejército de Tierra español y portugués visitan la Briex 2035 en La Legión



Citar
Los jefes del Estado Mayor del Ejército de Tierra español y portugués visitan la Briex 2035 en La Legión


El jefe de Estado Mayor del Ejército de Tierra (JEME), general de ejército Amador Enseñat y Berea, acompañado de su homólogo portugués, el jefe del Estado Mayor del Ejército, general de ejército Manuel Braga da Cruz Mendes Ferrao, han visitado esta mañana la Brigada de La Legión para conocer el desarrollo de la Brigada Experimental (Briex 2035) que tiene como base esta gran unidad.

Leer más: https://www.europapress.es/andalucia/almeria-00350/noticia-jefes-estado-mayor-ejercito-tierra-espanol-portugues-visitan-briex-2035-legion-20231017165258.html


Foto:

https://www.europapress.es/andalucia/almeria-00350/noticia-jefes-estado-mayor-ejercito-tierra-espanol-portugues-visitan-briex-2035-legion-20231017165258.html
A España servir hasta morir
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 19903
  • Recebeu: 2853 vez(es)
  • Enviou: 2174 vez(es)
  • +1057/-3436
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2201 em: Outubro 25, 2023, 02:13:44 pm »
Curso de Operações Irregulares 2023
24-10-2023



Neste curso pretendeu-se formar os Oficias subalternos do Quadro Permanente no comando e controlo de forças irregulares.
Terminou no dia 20 de outubro, o Curso de Operações Irregulares (COIR), ministrado no Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE), que contou com a presença de 41 Oficiais subalternos do Quadro Permanente (QP) que auditaram este curso.

O COIR foi reativado com caráter obrigatório para os QP do Exército, por despacho do Chefe do Estado-Maior do Exército, General Eduardo Mendes Ferrão, com o objetivo de cobrir as necessidades de defesa expostas pelos presentes cenários de conflitualidade.

Neste curso pretende-se organizar, instruir e orientar forças irregulares, tendo em vista a defesa do território nacional com recurso a Atividades Irregulares, bem como disponibilizar as ferramentas de análise e de conceção de medidas preventivas e contra operativas de forma a diminuir os efeitos e riscos que decorrem das atuais ameaças.

 :arrow: https://www.exercito.pt/pt/informacao-publica/noticias/6063
« Última modificação: Outubro 25, 2023, 02:14:30 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 19903
  • Recebeu: 2853 vez(es)
  • Enviou: 2174 vez(es)
  • +1057/-3436
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2202 em: Outubro 26, 2023, 08:47:49 am »
Falta de efetivos agrava-se: Exército sem pessoal para combater ratos e baratas

Uma nota do diretor do Laboratório Militar dá conta da interrupção das ações de desbaratização e desratização no Exército, porque uma militar que tinha essas funções rescindiu contrato: não há três soldados disponíveis na Secção de Sanitarismo para levar a cabo a missão

falta de efetivos no Exército ganha contornos caricatos quando este ramo das Forças Armadas - que é o mais afetado pela falta de pessoal -, deixa de ter gente suficiente para proceder às desinfestações preventivas de pragas de insetos e ratos. Uma nota do diretor do Laboratório Nacional do Medicamento, coronel Ramalho da Silva, dava conta, a 11 de outubro, da “interrupção das ações de sanitarismo (desbaratização e desratização)”, podia ler-se no...

https://expresso.pt/politica/defesa/2023-10-25-Falta-de-efetivos-agrava-se-Exercito-sem-pessoal-para-combater-ratos-e-baratas-3037717c
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Anthropos

  • Membro
  • *
  • 242
  • Recebeu: 363 vez(es)
  • Enviou: 61 vez(es)
  • +124/-12
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2203 em: Outubro 26, 2023, 09:37:43 am »
Calma, que reabrindo a UALE isto dá uma volta de 360°  :mrgreen:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10347
  • Recebeu: 5652 vez(es)
  • Enviou: 4336 vez(es)
  • +8470/-1837
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #2204 em: Outubro 26, 2023, 09:43:12 am »
Calma, que reabrindo a UALE isto dá uma volta de 360°  :mrgreen:

O que significa ficar na mesma, 360°...... :mrgreen:

Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!