MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses

  • 2862 Respostas
  • 496990 Visualizações
*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7645
  • Recebeu: 1063 vez(es)
  • Enviou: 312 vez(es)
  • +1182/-45
(sem assunto)
« Responder #120 em: Julho 28, 2009, 06:45:01 pm »
E algo "oficial" a indicar que isso está, sequer, a ser considerado? Se durante anos andou-se a dizer que vinham mais 2 ou 3 helis SuperLynx e já se decidiu que não há condições para isso (€€€)...Cada um acredita no quer... :roll:
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4991
  • Recebeu: 605 vez(es)
  • Enviou: 506 vez(es)
  • +466/-1826
(sem assunto)
« Responder #121 em: Julho 29, 2009, 09:36:14 am »
Citação de: "PereiraMarques"
E algo "oficial" a indicar que isso está, sequer, a ser considerado? Se durante anos andou-se a dizer que vinham mais 2 ou 3 helis SuperLynx e já se decidiu que não há condições para isso (€€€)...Cada um acredita no quer... :roll:


O que a marinha queria era apenas um lynx em segunda mão. Mas ao que parece nenhuma marinha nos queria vender apenas um.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 885
  • Recebeu: 122 vez(es)
  • Enviou: 15 vez(es)
  • +21/-19
    • http://www.pedro-monteiro.com
(sem assunto)
« Responder #122 em: Julho 29, 2009, 10:04:57 am »
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "PereiraMarques"
E algo "oficial" a indicar que isso está, sequer, a ser considerado? Se durante anos andou-se a dizer que vinham mais 2 ou 3 helis SuperLynx e já se decidiu que não há condições para isso (€€€)...Cada um acredita no quer... :roll: Olhe, por exemplo, no Paquistão e na Holanda seria possível arranjar um pequeno lote de células e foram feitos contactos. Mas, para dar um exemplo, as células holandesas tinham já quase esgotado o seu potêncial operacional e eram de uma versão distinta dos nossos Mk 95.
Esse tema já foi debatido de forma detalhada no tópico do Lynx e esclarecidas as razões para a não aquisição de aparelhos - aqui, o factor financeiro acabou por não ser o principal argumento.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1309
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #123 em: Julho 29, 2009, 03:23:46 pm »
Penso que o MLU às Vasco da Gama assenta em 4 grandes pilares:
1º Um segundo Phalanx block 1b;
2º Aumento das células dos misseis AA SeaSparrow de 8 para 16 unidades;
3º Capacidade de misseis Harpoon para alem da valencia anti navio terem capacidade para abater alvos na costa;
4º Capacidade de aumentar o hangar de forma a poderem operar futuramente os NH90 versão navalizada;

Relativamente às BD apostava para já num segundo Goalkeeper.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4991
  • Recebeu: 605 vez(es)
  • Enviou: 506 vez(es)
  • +466/-1826
(sem assunto)
« Responder #124 em: Julho 29, 2009, 03:57:21 pm »
Citação de: "Instrutor"
4º Capacidade de aumentar o hangar de forma a poderem operar futuramente os NH90 versão navalizada;



esquece
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 11982
  • Recebeu: 2557 vez(es)
  • Enviou: 6882 vez(es)
  • +423/-381
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #125 em: Julho 29, 2009, 04:32:42 pm »
E os ESSM  :roll:
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14629
  • Recebeu: 3696 vez(es)
  • Enviou: 4047 vez(es)
  • +2535/-6598
(sem assunto)
« Responder #126 em: Julho 31, 2009, 04:33:15 pm »
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "PereiraMarques"
E algo "oficial" a indicar que isso está, sequer, a ser considerado? Se durante anos andou-se a dizer que vinham mais 2 ou 3 helis SuperLynx e já se decidiu que não há condições para isso (€€€)...Cada um acredita no quer... :roll:

O que a marinha queria era apenas um lynx em segunda mão. Mas ao que parece nenhuma marinha nos queria vender apenas um.


tb foi o que me disseram
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

sivispacem

  • Perito
  • **
  • 428
  • Recebeu: 55 vez(es)
  • Enviou: 23 vez(es)
  • +17/-4
(sem assunto)
« Responder #127 em: Julho 31, 2009, 04:49:56 pm »
Citação de: "P44"
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "PereiraMarques"
E algo "oficial" a indicar que isso está, sequer, a ser considerado? Se durante anos andou-se a dizer que vinham mais 2 ou 3 helis SuperLynx e já se decidiu que não há condições para isso (€€€)...Cada um acredita no quer... :roll:

O que a marinha queria era apenas um lynx em segunda mão. Mas ao que parece nenhuma marinha nos queria vender apenas um.

tb foi o que me disseram


OK, nem discuto que esse tenha sido o caso...
Mas o próprio fabricante já terá 'sondado' para a viabilidade de rececer os actuais Lynxs contra a aquisição do novo modelo que está prestes a lançar no mercado.

Questões orçamentais que desconheço àparte, se calhar seria uma excelente oportunidade para resolver o assunto para os próximos 20 anos....

Quanto tempo mais de vida é que resta aos actuais Lynxs da MP? Se calhar. ao ritmo a que têm vindo a ser utilisados o quê? .... mais uns 7/8 anos? e quantos teremos em condições de vôo daqui a  4 ou 5?

Mas a nova LPM o dirá.... (embora não acredite, mas....)

Cpmts
Carlos Ferreira
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 11982
  • Recebeu: 2557 vez(es)
  • Enviou: 6882 vez(es)
  • +423/-381
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #128 em: Agosto 09, 2009, 05:33:35 pm »
Tenho andado a ler os anteriores posts deste tópico mas não vi nada sobre esta questão e peço desculpa se me passou ou se é tão impossível que só de perguntar até ofende. :roll:
 
Mas...

Haveria possibilidade de instalar isto nas nossa fragatas?
http://areamilitar.net/DIRECTORIO/MIS.aspx?nm=113
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2505
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-55
(sem assunto)
« Responder #129 em: Agosto 09, 2009, 05:49:43 pm »
E para que quer você instalar nas nossas fragatas um míssil obsoleto e que já não se fabrica? O míssil é tão obsoleto que os EUA cortaram (não desmontaram, cortaram) os lançadores que estavam montados nas FFG7.
Quanto à pergunta talvez possa ser possível mas é inviável porque requereria imensas alterações estruturais.
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2050
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #130 em: Agosto 09, 2009, 06:18:21 pm »
HSMV escreveu:
Citar
Haveria possibilidade de instalar isto nas nossa fragatas?

http://areamilitar.net/DIRECTORIO/MIS.aspx?nm=113

Possivel é, com lançadores verticais ou contentores, novos radares de iluminação de tiro, alterações de hardware, e procurar em sucateiros americanos se ainda havia alguns.
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 11982
  • Recebeu: 2557 vez(es)
  • Enviou: 6882 vez(es)
  • +423/-381
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #131 em: Agosto 09, 2009, 08:47:01 pm »
Tou esclarecido.
Nem era tanto pelo modelo do míssil, eu sei que é obsoleto, era mais pela função e tipo de plataforma de lançamento.

E se fosse isto:
http://areamilitar.net/DIRECTORIO/LAN.aspx?nn=26
Para ficar assim
http://areamilitar.net/DIRECTORIO/NAV.aspx?nn=145
no caso das VdG
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1309
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #132 em: Agosto 10, 2009, 11:04:31 am »
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

antoninho

  • Perito
  • **
  • 570
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +3/-2
(sem assunto)
« Responder #133 em: Agosto 10, 2009, 09:31:09 pm »
Caro Pedro Monteiro, na revista FAM, onde o senhor é colaborador, na nº55
pagina 27, tem um quadro dos futuros programas de futuras fragatas para os anos de 2011-2024, em que é apontado para Portugal 4 fragatas com construção nacional, mas a informação morre aí, ora isso tem fundamentos ou é um tiro no escuro?
Com a recente entrada dos holandeses nos ENVC isso poderá significar algo mais, ou estarei equivocado.
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 885
  • Recebeu: 122 vez(es)
  • Enviou: 15 vez(es)
  • +21/-19
    • http://www.pedro-monteiro.com
(sem assunto)
« Responder #134 em: Agosto 11, 2009, 07:43:10 am »
Se bem me lembro do trabalho, deve tratar-se de uma overview dos projectos de fragatas e potêncial mercado para este tipo de navios nas marinhas ocidentais, correcto? Não se trata de um trabalho meu ou para o qual tenha dado algum contributo. Tanto quanto sei, nada indica um número de quatro fragatas para substituir as duas classes e muito menos há certezas quanto à construção em estaleiros nacionais.

Uma opinião pessoal, tratando-se de classes com idades aproximadas, o passo natural, havendo vontade política, é a sua substituição a médio prazo e simultaneamente por uma nova classe, com uma ou mais variantes, que poderia ser construída parcialmente ou não em Portugal. Mas quanto ao que é referido no artigo, desconheço.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro