Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa

  • 5646 Respostas
  • 1114615 Visualizações
*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7648
  • Recebeu: 1068 vez(es)
  • Enviou: 312 vez(es)
  • +1189/-50
(sem assunto)
« Responder #150 em: Outubro 02, 2005, 10:08:22 pm »
Reparem na camuflagem destes "instrumentos", de certeza que devem ser os "pods" de Guerra Electrónica :lol:

(Cliquem na imagem para aumentar)
Cumprimentos
B. Pereira Marques
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 6385
  • Recebeu: 510 vez(es)
  • +3288/-499
(sem assunto)
« Responder #151 em: Outubro 02, 2005, 10:56:47 pm »
Ou então são lampadas :)
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8044
  • Recebeu: 1172 vez(es)
  • Enviou: 461 vez(es)
  • +534/-4984
(sem assunto)
« Responder #152 em: Outubro 03, 2005, 09:35:24 pm »
Um Mirador e um Oto 76!
*suspiro*
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 805
  • Recebeu: 889 vez(es)
  • Enviou: 566 vez(es)
  • +7086/-130
(sem assunto)
« Responder #153 em: Outubro 04, 2005, 03:28:59 am »
Muito sinceramente! E isto é um fórum de opinião. Analisando as fotos, está pior do que eu pensava e eu já receava um cenário mau.

 A primeira foto que vi, até pensei que era um navio pesqueiro.  Analisando as outras fotos, inequívocamente trata-se de um navio com as mesma concepção daqueles do mesmo tipo que foram projectados no final da década de 70 e início da de 80. Aquele casco, não sei se me dá vontade de rir ou de chorar...é uma mistura de sentimentos.

 É a mesma coisa da indústria automóvel nacional, lançar um novo automóvel e ele ser idêntico a um Morris Marina mas com um auto-radio digital e vidros eléctricos. E não estou a exagerar na comparação.

 Mas já sei! Pronto não podemos dizer mal daquilo que é nosso. E daquela: Mais vale termos isto que nada (o que é muito português); Temos de começar de algum lado...etc. etc.
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 6385
  • Recebeu: 510 vez(es)
  • +3288/-499
(sem assunto)
« Responder #154 em: Outubro 04, 2005, 06:27:13 pm »
Não há nenhum problema em criticar coisas portuguesas. Aliás, neste país, não fazemos outra coisa que não seja utilizar a tradicional politica do botabaixismo.

É tão natural falar mal das coisa portuguesas, que quase que é crime falar bem de aguma coisa feita em Portugal.

Mais: Parece que quando alguém fala bem de alguma coisa portuguesa, é apenas por nacionalismo, nacional patrioterismo, ou qualquer outro ismo, normalmente com qualquer conotação negativa.

Os ENVC construiram um navio, baseados num projecto, e esse projecto foi cumprido na íntegra, como se espera de um estaleiro profissional, que tem que cumprir prazos, e garantir níveis de qualidade que permitem a continuação da sua certificação de qualidade ISO 9001.

O NPO, não tem nenhum problema. É um navio de patrulha, construido para permitir a sua permanêcia no Mar durante muito tempo. Não tem linhas Stealth, porque, não sendo um navio de guerra, também não há razões para se desperdiçarem misseis contra ele, ainda mais que, ninguém em seu perfeito juízo enviaria o navio para um lugar onde houvesse um conflito naval.

Pessoalmente acho que é uma solução boa.
Não por patrioteirismo, não por nacionalismo, mas porque é uma solução simples, racional, eficaz.

A única coisa que se pode criticar é a redução do seu número.

Cumprimentos
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

E-migas

  • Membro
  • *
  • 123
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #155 em: Outubro 04, 2005, 08:59:06 pm »
Boas... Caros colegas de Forum!

Gostaria de chamar a atenção de duas ou três coisinhas!

O NPO já não apenas um desenho no papel! É real!
Foi desenhado para cumprir uma função e certamente irá cumpri-la!

É um Navio-patrulha, não um Navio de Guerra!

Acho que é por isso que sempre foi alvo de chacota!
Quem reler algumas coisas que já aqui foram escritas e noutros forums também, parece que falar de um NPO é o mesmo que falar de um brinquedo!

A sua existência não nega a existência de uma Marinha de Guerra!

Mas implica que ela terá de ser renovada em número e em qualidade.

Mas de facto com 6 Fragatas, n corvertas que mais não eram, em tempos recentes, do que Navios Patrulha, mais os Navios Patrulha propriamente ditos e os submarinos...
A Marinha de guerra desejada não existe há muito!

Com a chegada das OHP ao serviço (se isso acontecer), pelo menos ficamos com 5 ou mesmo 6 unidades ( se vier a 3ª)  melhores navios ou pelo menos mais capazes do que os existentes.

Mas teremos de nos haver com o que temos.

E pelo menos teremos algo que foi concebido e é utilizado como Navio Patrulha!

Se querem maldizer ou denegrir o pouco que temos façam-no.

Mas aceitem que, quem de direito tem de ser influenciado para que as nossa forças armadas sejam equipadas com material que dignifique o empenho que desmonstram nas missõees que lhes são atribuidas.

E mais, os NPO vêm trazer de volta a contrução naval militar ao activo.

Qualquer dia poderemos fazer o "esqueleto" dos navios em Portugal o que poderá sempre reduzir alguns custos, e permitir fazer passar mais aquisições.

Tudo se resume a vender bem o produto, neste caso a necessidade de FA fortes e equipadas como instrumento de Politica Externa com
"claros beneficios económicos para Portugal".

Cumprimentos,
Cumprimentos,
e-Migas
---------------------------------------------------
Una Salus Victus
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2471
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +38/-384
(sem assunto)
« Responder #156 em: Outubro 04, 2005, 09:10:54 pm »
caros

eu acredito que os NPO podem ser utilizados em conflitos de média/baixa intensidade
 :twisted:

 :?:
espero sinceramente que metam também Duas metrelhadoras de 12.7 para completar o canhão
 

*

NotePad

  • Perito
  • **
  • 565
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #157 em: Outubro 05, 2005, 01:16:07 am »
ó miguel e já agora harpoons e sea sparrows não? :LOL: Bem agora que penso nem era assim tão má ideia...
 

*

Duarte

  • Investigador
  • *****
  • 2299
  • Recebeu: 129 vez(es)
  • Enviou: 361 vez(es)
  • +440/-268
Peças de 40mm para os NPOs
« Responder #158 em: Outubro 05, 2005, 02:07:43 pm »
O que menos nos faltam são peças de 40mm Bofors de vários modelos..

As BdA têm duas, os Cacine uma, as JC uma dupla de 40mm, as JB duas de 40mm. Isto dá (2 x JB abatidas, 1 BdA abatida?, 7 Cacine abatidos?, 3 JC abatidas= 17 40mm simples, 3 duplas..) Para não falar das largas dezenas de Bofors 40mm que o Exército teve (tem?)..

Só em peças de 40mm simples Bofors retiradas de navios abatidos temos mais do que suficiente para equipar todos os NPOs.
слава Україна!

Na boca dos trolls propagandistas e avençados pudinhetas, cada derrota é um sucesso, e recuar covardemente é apenas mais um passo para a "vitória iminente".  :mrgreen:
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2471
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +38/-384
(sem assunto)
« Responder #159 em: Outubro 05, 2005, 09:01:03 pm »
as melhores peças de 40mm que temos são as das Batista Andrade

estou a falar em estado de conservação

na ultima vez que vi uma 40mm de uma Cacine até tive vontada de :roll:

os asentos da peça ainda era daqueles tipo 2Guerra Mundial :cry:  :cry:
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 6385
  • Recebeu: 510 vez(es)
  • +3288/-499
(sem assunto)
« Responder #160 em: Outubro 05, 2005, 09:41:03 pm »
As peças de 40mm, mesmo as das Cacine, podem ser repotenciadas.
Em teoria, pode-se mesmo acoplar direcção de tiro automática. No entanto, não creio que isso se venha a fazer.

Uma peça de 40mm Bofors, com relativamente pouco uso, é utilizável por muito tempo.

De qualquer maneira, haverá em principio duas metralhadoras de 12.7mm, à frente da ponte, em posição elevada, e para manter respeito, serão essas as únicas a ser utilizadas.

Cumprimentos
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

3520

  • Membro
  • *
  • 158
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #161 em: Outubro 05, 2005, 10:58:32 pm »
"A primeira foto que vi, até pensei que era um navio pesqueiro. "

Major Alvega, não ve que são patrulhas a paisana  :D

isto foi tudo pensado pa enganar os pesqueiros espanhois
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2471
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +38/-384
(sem assunto)
« Responder #162 em: Outubro 06, 2005, 09:49:25 pm »
Citação de: "papatango"
As peças de 40mm, mesmo as das Cacine, podem ser repotenciadas.
Em teoria, pode-se mesmo acoplar direcção de tiro automática. No entanto, não creio que isso se venha a fazer.

Uma peça de 40mm Bofors, com relativamente pouco uso, é utilizável por muito tempo.

De qualquer maneira, haverá em principio duas metralhadoras de 12.7mm, à frente da ponte, em posição elevada, e para manter respeito, serão essas as únicas a ser utilizadas.

Cumprimentos


Não existe possibilidade de instalar uma peça de 100mm em vez da 40mm?

com o abate das 4 JBelos(duas já abatidas) faz 12 Peças de 100mmDP+4 das BAndrade

portanto peças temos!

e uma oportunidade perdida que não instalar uma peça de 100mm nos NPO :cry:
e que não me diga que e por causa da instabilidade do NPO porque se as BAndrade aguentava, porque não os NPO?
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 6385
  • Recebeu: 510 vez(es)
  • +3288/-499
(sem assunto)
« Responder #163 em: Outubro 06, 2005, 10:52:49 pm »
Estou à espera que me digam qualquer coisa sobre o assunto.

Segundo as últimas más linguas, o actual NPO não pode levar uma peça Creusot-Loire de 100mm na proa, sem uma grande revisão do projecto.

Dados não confirmados.

Até parece que isto é algum projecto atómico, ou coisa parecida.

No fim, ainda vai ter motor atómico e a gente aqui sem saber nada  :shock:

Cumprimentos
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

NotePad

  • Perito
  • **
  • 565
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #164 em: Outubro 06, 2005, 10:58:48 pm »
ca por mim era espetar-lhe com uns misseis antiaereos e antinavio e toca a andar!