EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?

  • 571 Respostas
  • 59563 Visualizações
*

JohnM

  • Analista
  • ***
  • 756
  • Recebeu: 370 vez(es)
  • Enviou: 203 vez(es)
  • +46/-19
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #150 em: Maio 17, 2020, 06:48:55 pm »
http://lefauteuildecolbert.blogspot.com/2020/05/european-patrol-corvette-et-de-quatre.html?m=1

Obrigado, excelente artigo. Embora não traga muito de novo, descreve a génese  do projeto e explica como os franceses querem algumas ASW para proteger os SSBN e os gregos querem substituir parte das Hydra e Ellis pelas EPC. Aparentemente, servem para proteger os SSBN franceses e substituir as Meko gregas, mas alguns aqui no fórum são mais papistas que o Papa e acham que não servem para a nossa Marinha... são uma porcaria... tudo o que não seja AB ou Zumwalt, não presta... quando ficarmos sem navios combatentes de superfície porque não comprámos o supra-sumo da barbatana, continuem a queixar-se... não queiram  entrar já e substituir as 3 VdG por versões full e vão  ver onde vamos acabar...

Ab
João
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 5128
  • Recebeu: 723 vez(es)
  • Enviou: 1580 vez(es)
  • +5205/-3830
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #151 em: Maio 17, 2020, 07:34:39 pm »
http://lefauteuildecolbert.blogspot.com/2020/05/european-patrol-corvette-et-de-quatre.html?m=1

Obrigado, excelente artigo. Embora não traga muito de novo, descreve a génese  do projeto e explica como os franceses querem algumas ASW para proteger os SSBN e os gregos querem substituir parte das Hydra e Ellis pelas EPC. Aparentemente, servem para proteger os SSBN franceses e substituir as Meko gregas, mas alguns aqui no fórum são mais papistas que o Papa e acham que não servem para a nossa Marinha... são uma porcaria... tudo o que não seja AB ou Zumwalt, não presta... quando ficarmos sem navios combatentes de superfície porque não comprámos o supra-sumo da barbatana, continuem a queixar-se... não queiram  entrar já e substituir as 3 VdG por versões full e vão  ver onde vamos acabar...

Ab
João

Bem, meu caro,

Tudo depende o que a Marinha puder/quiser e de acordo com o Ministro, tudo depende se queremos ter uma Marinha Ocêanica e com capacidade de combate ou algo só para vigilancia, pois se vierem as EPC, podem ter a certeza que virão na forma de "patrulha" de 3100 TON de deslocamento.

A probabilidade de nos venderem que vem todas equipadas e depois a ultima da hora como não há dinheiro, vem só com a peça de 76 mm e sensores básicos, entretanto os políticos calam a Marinha porque já lhes compraram 3 corvetas ou fragatas ligeiras e a Marinha fica mais perto de uma grande guarda costeira.

Se fossem compradas as MEKO A200, não me parece possível este cenário, tanto é que o preço é semelhante ( 380 milhões/unidade), para 3700 toneladas de deslocamento, são mais 600 ton em relação as EPC, canhão de 127 mm, sonar Rebocado etc.

O Egipto comprou 6 por 2300 milhões de euros, supostamente para nós ficariam 3 a 1140 milhões, com capacidade de crescimento e upgrade no futuro muito maior.










"O projeto MEKO A200 é ideal para equipar marinhas com baixo orçamento disponível, mas que ainda trabalhem para ter um meio de combate credível."




Num registro de Marinha responsável, apostava em 2 FREEM GP e 3 MEKO A200, mas como não é ,se ficasse-mos com 2 M e 3 MEKO A200 não era mau e mais tarde vinham 2 FREEEM GP.
« Última modificação: Maio 17, 2020, 07:57:25 pm por typhonman »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6597
  • Recebeu: 2786 vez(es)
  • Enviou: 583 vez(es)
  • +1466/-544
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #152 em: Maio 17, 2020, 07:47:31 pm »
Eu percebo o cepticismo face às EPC, mas comparar uma MP com 3/4 EPC mais 2 BD às forças irlandesas, parece-me exagero.

Houvesse vontade, a entrada no programa das EPC podia, e ênfase no "podia", abrir caminho para a aquisição das duas FREMM italianas, ganhando nós prioridade face aos Egípcios. Numa perspectiva de sonhador, ficávamos com a Marinha com 2 EPC, 2 FREMM, e depois as duas BD.

Já agora, é importante referir que as FREMM italianas têm hangar duplo, podendo receber, inclusive, um heli ASW e um Merlin ao mesmo tempo. Estaríamos a falar de uma capacidade ímpar que de outra forma estaria dependente de um LPD. Se adquirissemos um NPO, fosse de que tipo fosse, sem hangar, esta capacidade da FREMM seria muito útil.

http://lefauteuildecolbert.blogspot.com/2020/05/european-patrol-corvette-et-de-quatre.html?m=1

Obrigado, excelente artigo. Embora não traga muito de novo, descreve a génese  do projeto e explica como os franceses querem algumas ASW para proteger os SSBN e os gregos querem substituir parte das Hydra e Ellis pelas EPC. Aparentemente, servem para proteger os SSBN franceses e substituir as Meko gregas, mas alguns aqui no fórum são mais papistas que o Papa e acham que não servem para a nossa Marinha... são uma porcaria... tudo o que não seja AB ou Zumwalt, não presta... quando ficarmos sem navios combatentes de superfície porque não comprámos o supra-sumo da barbatana, continuem a queixar-se... não queiram  entrar já e substituir as 3 VdG por versões full e vão  ver onde vamos acabar...

Ab
João

Bem, meu caro,

Tudo depende o que a Marinha puder/quiser e de acordo com o Ministro, tudo depende se queremos ter uma Marinha Ocêanica e com capacidade de combate ou algo só para vigilancia, pois se vierem as EPC, podem ter a certeza que virão na forma de "patrulha" de 3100 TON de deslocamento.

A probabilidade de nos venderem que vem todas equipadas e depois a ultima da hora como não há dinheiro, vem só com a peça de 76 mm e sensores básicos, entretanto os políticos calam a Marinha porque já lhes compraram 3 corvetas ou fragatas ligeiras e a Marinha fica mais perto de uma grande guarda costeira.

Se fossem compradas as MEKO A200, não me parece possível este cenário, tanto é que o preço é semelhante ( 380 milhões/unidade), para 3700 toneladas de deslocamento, só são mais 600 ton em relação as EPC, canhão de 127 mm, sonar Rebocado etc.

O Egipto comprou 6 por 2300 milhões de euros, supostamente para nós ficariam 3 a 1140 milhões, com capacidade de crescimento e upgrade no futuro muito maior.




As A200 dos Egípcios são navios que, a bem da verdade, pouco ganham às nossas BD. Com um pouco de mais investimento nas BD, tinhas um radar 3D ao mesmo nível do usado nas A200. Se fizéssemos uma encomenda das A200 equipadas ao nível das EPC full, passaria os 500 unidade certamente.

Quanto ao receio de não vir uma EPC full mas sim uma EPC estilo OPV, também partilho do mesmo receio, mas no entanto nada garante que, se comprassemos as A200 estas viriam melhor equipadas sequer...
Quanto ao preço das EPC, julgo que não se saibam preços, portanto é difícil julgar, mas podendo tornar-se navios construídos à larga escala para inúmeras marinhas, poderão ser mais baratas do que o esperado. Para não falar do financiamento UE, que é factor determinante.

Mas aqui temos 2 opções, fechar a porta às EPC e rezar por algo melhor, ou tentar entrar no programa, e pensar atempadamente como vai ser a nossa participação. Para mim defendo a tal ideia do 2+2+2. Mas propostas são sempre bem vindas.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9796
  • Recebeu: 5076 vez(es)
  • Enviou: 3670 vez(es)
  • +5115/-1156
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #153 em: Maio 17, 2020, 08:04:45 pm »
http://lefauteuildecolbert.blogspot.com/2020/05/european-patrol-corvette-et-de-quatre.html?m=1

Obrigado, excelente artigo. Embora não traga muito de novo, descreve a génese  do projeto e explica como os franceses querem algumas ASW para proteger os SSBN e os gregos querem substituir parte das Hydra e Ellis pelas EPC. Aparentemente, servem para proteger os SSBN franceses e substituir as Meko gregas, mas alguns aqui no fórum são mais papistas que o Papa e acham que não servem para a nossa Marinha... são uma porcaria... tudo o que não seja AB ou Zumwalt, não presta... quando ficarmos sem navios combatentes de superfície porque não comprámos o supra-sumo da barbatana, continuem a queixar-se... não queiram  entrar já e substituir as 3 VdG por versões full e vão  ver onde vamos acabar...

Ab
João

Bem, meu caro,

Tudo depende o que a Marinha puder/quiser e de acordo com o Ministro, tudo depende se queremos ter uma Marinha Ocêanica e com capacidade de combate ou algo só para vigilancia, pois se vierem as EPC, podem ter a certeza que virão na forma de "patrulha" de 3100 TON de deslocamento.

A probabilidade de nos venderem que vem todas equipadas e depois a ultima da hora como não há dinheiro, vem só com a peça de 76 mm e sensores básicos, entretanto os políticos calam a Marinha porque já lhes compraram 3 corvetas ou fragatas ligeiras e a Marinha fica mais perto de uma grande guarda costeira.

Se fossem compradas as MEKO A200, não me parece possível este cenário, tanto é que o preço é semelhante ( 380 milhões/unidade), para 3700 toneladas de deslocamento, são mais 600 ton em relação as EPC, canhão de 127 mm, sonar Rebocado etc.

O Egipto comprou 6 por 2300 milhões de euros, supostamente para nós ficariam 3 a 1140 milhões, com capacidade de crescimento e upgrade no futuro muito maior.






"O projeto MEKO A200 é ideal para equipar marinhas com baixo orçamento disponível, mas que ainda trabalhem para ter um meio de combate credível."

Num registro de Marinha responsável, apostava em 2 FREEM GP e 3 MEKO A200, mas como não é ,se ficasse-mos com 2 M e 3 MEKO A200 não era mau e mais tarde vinham 2 FREEEM GP.

muito poucos foristas apostam nas MEKO, eu sempre fui de opinião que a comprar novas seriam estas e se fossem em 2ª Mão era tentar comprar três ou até quatro das MEKO á RAN, mas isto sou eu a pensar alto.
Já alguém pensou em sondar a Marinha Sul Africana, sobre se não querem vender uma ou duas MEKO ?? :mrgreen:
às tantas…..

Abraços
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 2304 vez(es)
  • +168/-21
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #154 em: Maio 17, 2020, 08:13:15 pm »
A grande questão aqui é a da comparticipação. Se as EPC virem comparticipadas pela NATO ou UE a 50% imaginesse, e tivermos que pagar as MEKO 200 do nosso bolso as EPC ganham.
É que 1140 pelas MEKO não está mau, mas 600 ou 700 pelas EPC soa melhor a qualquer ministro das finanças.
Por isso é que ao menos que sejam as full....
 :-P
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 5128
  • Recebeu: 723 vez(es)
  • Enviou: 1580 vez(es)
  • +5205/-3830
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #155 em: Maio 17, 2020, 08:41:30 pm »
A grande questão aqui é a da comparticipação. Se as EPC virem comparticipadas pela NATO ou UE a 50% imaginesse, e tivermos que pagar as MEKO 200 do nosso bolso as EPC ganham.
É que 1140 pelas MEKO não está mau, mas 600 ou 700 pelas EPC soa melhor a qualquer ministro das finanças.
Por isso é que ao menos que sejam as full....
 :-P

Não estou a ver a acontecer essa "comparticipação", aconteceu com as MEKO pois estavamos na Guerra Fria, e sem isso não haveria fragatas.
 

*

JohnM

  • Analista
  • ***
  • 756
  • Recebeu: 370 vez(es)
  • Enviou: 203 vez(es)
  • +46/-19
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #156 em: Maio 17, 2020, 08:42:10 pm »
Eu sempre disse que sou a favor de uma configuração Full, se só adquirirmos 3, o que seria o mais provável. Acho que os outros dois cenários não são muito realista, senão vejamos:

1. Como disse noutro post, já não há hordas de submarinos soviéticos no Atlântico Norte, por isso há muito tempo que deixamos de ter fragatas com missão específica ASW... tanto as VdG como as BD são, à partida navios multipurpose (e as VDG, se chegarem a receber o mini-MLU vai deixar de ter capacidade ASW). Por isso, duvido que adquiríssemos 3 EPC ASW. Essas vão ser para os franceses protegem os bastiões de SSBN.

2. Só faria sentido adquirirmos uma combinação de configurações, por exemplo, se adquiríssemos mais de 3... se fossem 4, por exemplo,  uma combinação de Full e ASW (2+2) seria possível, mas, como disse acima, não faz sentido termos versões apenas ASW.

3. As versões  NPO/ASuW de longa autonomia não seriam certamente, porque para isso já temos os nossos NPO e não precisamos de autonomia da 10000 milhas... estas versões são claramente as substitutas das Flóreal nos domínios ultramarinos franceses.

Acho que o mais provável e desejável seria uma configuração com o radar AESA Kronos e um VDS rebocado (tipo CAPTAS 2 ou 4), nem que este último fosse FFBNW. Um canhão de 76 mm, 4xSSM (FFBNW mais 4) e 8-16 ESSM 2 (depende do tipo de lançador que fosse escolhido) já seria um progresso brutal em relação às VdG e seria um verdadeiro navio de segunda linha, coisa que as VdG já não são, por via da sua obsolescência.

Infelizmente, e realisticamente, acho que não nos vamos tornar a Irlanda do Sul apenas devido aos compromissos NATO. Isso quer dizer que não vamos mais voltar a ter mais de 2, no máximo, 3 navios combatentes de superfície de primeira linha. Quando for altura de substituir as BD é que vai ser bonito...

Ab
João
 

*

JohnM

  • Analista
  • ***
  • 756
  • Recebeu: 370 vez(es)
  • Enviou: 203 vez(es)
  • +46/-19
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #157 em: Maio 17, 2020, 08:44:09 pm »
A grande questão aqui é a da comparticipação. Se as EPC virem comparticipadas pela NATO ou UE a 50% imaginesse, e tivermos que pagar as MEKO 200 do nosso bolso as EPC ganham.
É que 1140 pelas MEKO não está mau, mas 600 ou 700 pelas EPC soa melhor a qualquer ministro das finanças.
Por isso é que ao menos que sejam as full....
 :-P

Não estou a ver a acontecer essa "comparticipação", aconteceu com as MEKO pois estavamos na Guerra Fria, e sem isso não haveria fragatas.

Não entendo... a comparticipação está garantida pelo facto de ser um projecto PESCO. Ainda não se sabe é quanto vai ser....

Ab
João
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6597
  • Recebeu: 2786 vez(es)
  • Enviou: 583 vez(es)
  • +1466/-544
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #158 em: Maio 17, 2020, 09:57:43 pm »
Atenção, uma EPC equipada com um único Mk-41 de 8 células, poderia receber 32x ESSM. O lançador Sylver o mesmo número de CAMM. Ambos os mísseis podem ser quad-packed.

Se conseguíssemos estes navios com VLS de 16 células, podíamos ter combinações de armamento mais interessantes, por exemplo, 32 CAMM e 8 Aster 30. Consoante a versão do Sylver, até para lançar Scalp dava, o que seria uma capacidade inédita em navios portugueses. Se conseguíssemos ainda equipar cada navio com um RAM, como apresentado no desenho 3D da Ficantieri, seria perfeito.

A somar a isto, gosto cada vez mais da ideia das FREMM italianas, basta ver que conseguíamos navios novos bastante mais depressa do que o antecipado se tivéssemos que esperar pela sua construção do zero.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79, JohnM

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10047
  • Recebeu: 1901 vez(es)
  • Enviou: 2474 vez(es)
  • +419/-413
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #159 em: Maio 17, 2020, 11:30:31 pm »
É que 1140 pelas MEKO não está mau, mas 600 ou 700 pelas EPC soa melhor a qualquer ministro das finanças.
Por isso é que ao menos que sejam as full....
 :-P

Não é o ministro das Finanças que escolhe o tipo de navio que a Marinha deve operar, ele diz é o dinheiro que há, se a Marinha entre essa escolha quiser as fragatas, vai ter as fragatas, basta reduzir uma por exemplo.
 

*

JohnM

  • Analista
  • ***
  • 756
  • Recebeu: 370 vez(es)
  • Enviou: 203 vez(es)
  • +46/-19
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #160 em: Maio 17, 2020, 11:38:33 pm »
Para o pessoal que quer uma fragata ASW, um lançador MK 41 com 8 células pode levar, por exemplo 4 VLA (ASROC) e 16 ESSM 2, ou 2+24... se juntarmos um VDS CAPTAS 4 Compacto e um sonar ativo, não ficam bons navios ASW?

Ab
João
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6597
  • Recebeu: 2786 vez(es)
  • Enviou: 583 vez(es)
  • +1466/-544
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #161 em: Maio 18, 2020, 12:35:33 am »
É que 1140 pelas MEKO não está mau, mas 600 ou 700 pelas EPC soa melhor a qualquer ministro das finanças.
Por isso é que ao menos que sejam as full....
 :-P

Não é o ministro das Finanças que escolhe o tipo de navio que a Marinha deve operar, ele diz é o dinheiro que há, se a Marinha entre essa escolha quiser as fragatas, vai ter as fragatas, basta reduzir uma por exemplo.

O pessoal ia engolir bem a seco se se optasse por reduzir o número de fragatas, ao invés de manter o número optando por corvetas com capacidades virtualmente idênticas.

Mas esperemos que não chegue a esse ponto. Por mim entrava-se no programa EPC e aproveitava-se o pretexto para ir sondar as FREMM.
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 485 vez(es)
  • Enviou: 2304 vez(es)
  • +168/-21
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #162 em: Maio 18, 2020, 01:24:06 am »
Atenção, uma EPC equipada com um único Mk-41 de 8 células, poderia receber 32x ESSM. O lançador Sylver o mesmo número de CAMM. Ambos os mísseis podem ser quad-packed.

Se conseguíssemos estes navios com VLS de 16 células, podíamos ter combinações de armamento mais interessantes, por exemplo, 32 CAMM e 8 Aster 30. Consoante a versão do Sylver, até para lançar Scalp dava, o que seria uma capacidade inédita em navios portugueses. Se conseguíssemos ainda equipar cada navio com um RAM, como apresentado no desenho 3D da Ficantieri, seria perfeito.

A somar a isto, gosto cada vez mais da ideia das FREMM italianas, basta ver que conseguíamos navios novos bastante mais depressa do que o antecipado se tivéssemos que esperar pela sua construção do zero.


Tás a dizer como estas!?
 ;)

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6597
  • Recebeu: 2786 vez(es)
  • Enviou: 583 vez(es)
  • +1466/-544
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #163 em: Maio 18, 2020, 02:23:32 am »
Basicamente isso sim, mas com o bónus de ter o RAM por cima do hangar.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2220
  • Recebeu: 765 vez(es)
  • Enviou: 2460 vez(es)
  • +433/-56
Re: EPC ( European Patrol Corvette) na Marinha ?
« Responder #164 em: Maio 18, 2020, 09:21:54 am »
Basicamente isso sim, mas com o bónus de ter o RAM por cima do hangar.

Há equivalente europeu? Porque para este projecto deverá haver um grande cuidado em usar europeu. 
Quidquid latine dictum sit, altum videtur