KC-390 na FAP

  • 2326 Respostas
  • 245121 Visualizações
*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 7445
  • Recebeu: 2381 vez(es)
  • Enviou: 912 vez(es)
  • +3978/-4800
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2310 em: Setembro 21, 2022, 11:23:45 am »
https://embraerportugal.gupy.io/

Citar
A Embraer Portugal possui três empresas com diferentes âmbitos de atuação:


· A Embraer Portugal Estruturas Metálicas S.A. utiliza tecnologias com alto nível de automação para construir, em alumínio aeronáutico, os revestimentos da asa e a empenagem vertical do avião militar KC-390, as asas da aeronave executiva Legacy 450, Legacy 500, Praetor 500 e Praetor 600, revestimentos da asa e longarinas para a linha de aviação comercial E-2 e peças para a linha de aviação comercial E-Jets.


 A Embraer Portugal Estruturas em Compósitos S.A. produz, em fibra de carbono, as empenagens do Legacy 450, Legacy 500, Praetor 500 e Praetor 600, o estabilizador horizontal do KC-390 e do E-2, e também peças para os E-Jets.



https://www.infodefensa.com/texto-diario/mostrar/3134238/contrato-entre-comaer-e-embraer-fornecimento-seis-jatos-legacy-500

https://forcaaerea.com.br/aerodata-ag-adquire-praetor-600-para-inspecao-de-voo/



https://www.aerotime.aero/articles/31651-porter-airlines-orders-20-embraer-195-e2-jets

Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Rogério

*

asalves

  • Especialista
  • ****
  • 1161
  • Recebeu: 488 vez(es)
  • Enviou: 129 vez(es)
  • +301/-140
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2311 em: Setembro 21, 2022, 11:24:35 am »
Volto a frisar (pela enésima vez) que o grande problema do Ká-cê não é motorização nem a capacidade de carga, mas sim as suas pernas curtas. No caso de um país periférico da Europa, com o historial de empenhar forças em África, este é — e será sempre —, o seu maior grande constrangimento. Se um dia — improvável, devido ao “insucesso” comercial — a EMB desenvolver uma versão com maior alcance, então mudo-me para o clube de fãs. Até lá, nem vale a pena comentar mais.

Novamente volto a frisar que não tenho nenhum fetiche pelo KC390, e apenas perguntei mais no desafio pois era uma questão que eu também tinha/tenho (risco de ingestão de detritos nos jet engines), mas que começo a ver que cada vez é menos um problema.

Outra questão, para um transporte tático o alcance do KC-390 não está bom? (e pergunto isto sem malícia e sem saber a resposta, mas acho que o alcance é "semelhante" ao C-130)
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6299
  • Recebeu: 2566 vez(es)
  • Enviou: 562 vez(es)
  • +685/-485
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2312 em: Setembro 21, 2022, 11:56:54 am »
Um impacto de construir partes de mais 20 aeronaves, se construídos na actuais fábricas.  ::)

Mas mais uma vez está-se a dar um passo maior que a perna, já que ainda não passa de uma "ideia", e que até gerar frutos, poderá demorar muitos anos. As chances da proposta da Embraer ganhar sobre todas as outras, é bastante baixa. E se ganhar, deverá haver grande pressão para fabricar as unidades nos EUA, ou, se tal não for viável, simplesmente escolhem a segunda-melhor opção made in USA e está a andar.

O impacto que teria para nós seria relativamente reduzido.

Se a preocupação é postos de trabalho, então nós temos uma tal de Tekever que fabrica bons UAVs, e que não há meio de se comprar meia dúzia do AR-5, que até falta fazem. O problema cá é haver dois pesos e duas medidas, para a Embraer queremos ser "launch customers" de tudo e mais alguma coisa, mas já para a Tekever não. A diferença é que o KC traz ganhos apenas a curto/médio-prazo, já uma Tekever com investimento a sério, podia ser um dos grandes fabricantes de drones a nível europeu, um segmento com futuro praticamente assegurado.

Volto a frisar (pela enésima vez) que o grande problema do Ká-cê não é motorização nem a capacidade de carga, mas sim as suas pernas curtas. No caso de um país periférico da Europa, com o historial de empenhar forças em África, este é — e será sempre —, o seu maior grande constrangimento. Se um dia — improvável, devido ao “insucesso” comercial — a EMB desenvolver uma versão com maior alcance, então mudo-me para o clube de fãs. Até lá, nem vale a pena comentar mais.

Outro grande problema é o preço. Que dos prometidos 70/80 milhões unidade, para os 110, é muita fruta, o que também arruína logo as chances de vendas.

Outra questão, para um transporte tático o alcance do KC-390 não está bom? (e pergunto isto sem malícia e sem saber a resposta, mas acho que o alcance é "semelhante" ao C-130)

Chega, se tiveres mais alguma coisa na classe acima para transportar o que quer que seja para mais longe. Enquanto não tens, e se não puderes alugar, o KC terá que fazer o mesmo que noutras forças aéreas fazem com C-17s ou A-400M, com a grande diferença que tem que fazer inúmeras paragens pelo meio, e não leva a mesma carga.

Assumindo que em alcance o 390 e o 130 são similares (sem esquecer que os dados online, são dados Embraer), então vamos gastar um dinheirão em aeronaves que, na prática, fazem o mesmo que o antecessor, quando por um pouco mais, tinhas o superior Kawasaki C-2, ou pelo mesmo valor, 4 A-400M. São estas as questões que se colocam.

A própria FAB sabe disto, tanto que lá vão buscar os MRTT.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, tenente

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4460
  • Recebeu: 4036 vez(es)
  • Enviou: 2556 vez(es)
  • +5524/-2491
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2313 em: Setembro 21, 2022, 01:02:57 pm »

@dc

"as chances da Embraer"

Respondo com uma adivinha. Se não sabe a resposta, então...  ::)

O que é que os seguintes equipamentos têm em comum?

O T-7
A nova arma ligeira para o US Army
A nova arma ligeira p os Marines
O novo blindado anfíbio de 8 rodas p os Marines
A nova fragata Class Constellation
O futuro IFV para substituir o Bradley

Diga lá.



@dc

Não sabemos quanto custa um Kawasaki. Mas se os Japoneses não exportarem nenhum, o que seria normal, ele deverá ser o avião de carga mais caro do mundo.

E a sério que pelo preço de um KC compram-se vários A400?

Isto tudo pode agradecer ao seu  ::)

Bom almoço.

Uma pergunta completamente inocente, não vá pensar que estou novamente a insultá-lo ou a rotular de qualquer coisa: em que ponto é que as suas últimas intervenções dizem respeito ao KC-390 na Força Aérea Portuguesa, pode-me explicar? É só para eu conseguir compreender, não estou sinceramente a tecer nenhum juízo de valor, e posso inclusivamente não estar a ver a bigger picture.

É que para assuntos relacionados com o projecto em si já existe há muito um tópico, que é este  :arrow: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=5208.0, e que serve tanto para si como para todos os outros foristas. É que às tantas ninguém se entende, e quando vêm para este tópico em particular trazer assuntos completamente laterais, ainda menos. O que aqui é importante e relevante é a operação futura do Embraer KC-390 Millennium na FAP e tudo o que isso concerne por ser um facto consumado, não se o construtor tem ideias de entrar neste ou noutro projecto qualquer. Digo eu, claro.
« Última modificação: Setembro 21, 2022, 01:03:42 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4460
  • Recebeu: 4036 vez(es)
  • Enviou: 2556 vez(es)
  • +5524/-2491
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2314 em: Setembro 21, 2022, 03:11:09 pm »
Boa tarde,

Não concordo.
Os comentários aqui têm a tendência para "expandirem-se".

Mas se vir os meus últimos comentários, têm todos a ver com o KC.

Fiz um comentário, com uma pergunta pertinente e recebi uma resposta com um  ::)  do dc.
Se ele pensa que faz dos outros ursos, está enganado.

Eu interesso-me pelo aparelho e por questões económicas que o rodeiam.

Se acha desenquadrados os meus comentários, tem que achar a mesma coisa de 90% de todos os outros.
E não se pode estar aqui sempre a falar do MTOW.

Cumprimentos

A sua resposta tem tudo menos a ver com o KC-390 na FAP. E só confirma aquilo que escrevi há pouco tempo: o senhor aposta na desinformação e avacalhamento dos assuntos, nada mais. Aquilo que é verdadeiramente de interesse não é relevante para si, apostando, isso sim, no confronto pessoal para desviar atenções daquilo que está na agenda. É o "oficial de dia às operações" que, mesmo dizendo não ser militar mas saber de muita coisa, tresanda antes a sabujo armado em controlador do Restelo, Rua do Arsenal ou Alfragide. Pouco ou nada de construtivo acrescenta. ::)

Amigo @dc, um conselho se me permites a liberdade: encerra este assunto e não lhe dês seguimento. Pura e simplesmente não vale a pena.
« Última modificação: Setembro 21, 2022, 07:09:17 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, tenente

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6299
  • Recebeu: 2566 vez(es)
  • Enviou: 562 vez(es)
  • +685/-485
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2315 em: Setembro 21, 2022, 03:31:53 pm »


@dc

Não sabemos quanto custa um Kawasaki. Mas se os Japoneses não exportarem nenhum, o que seria normal, ele deverá ser o avião de carga mais caro do mundo.

E a sério que pelo preço de um KC compram-se vários A400?

Isto tudo pode agradecer ao seu  ::)

Bom almoço.

A falta de inteligência da sua parte é de rir.  :mrgreen:

Não, pelo preço de um KC não se compra vários A-400M. Mas pelo preço dos 5 KCs, compram-se 4 A-400M, o que na relação valor/capacidade da aeronave, é um negócio muito superior.

Já o C-2 não vende, porque se encontra num segmento em que, os países que têm dinheiro para ele, já têm A-400M ou C-17, quem não tem, opta por C-130 (muitos em segunda-mão), os restantes ou andam de Antonov ou de Ilyushin. O 390, como custa apenas 20 ou 30 milhões/unid. a menos que o C-2/A-400M, colocou-se numa posição nada favorável, para o avião que era "marquetizado" como a aeronave mais barata do segmento.


@dc

"as chances da Embraer"

Respondo com uma adivinha. Se não sabe a resposta, então...  ::)

O que é que os seguintes equipamentos têm em comum?

O T-7
A nova arma ligeira para o US Army
A nova arma ligeira p os Marines
O novo blindado anfíbio de 8 rodas p os Marines
A nova fragata Class Constellation
O futuro IFV para substituir o Bradley

Diga lá.


Bla bla bla, ficou ofendido com a realidade de as chances da Embraer serem bastante reduzidas? Se prefere viver num mundo de fantasia, força, mas a realidade não muda por isso.

No programa T-X, participaram 3 candidatos, todos eles de empresas estrangeiras. Dos três, duas propostas incluíram aeronaves já existentes e em uso (à semelhança do C-390), e o vencedor foi o modelo desenvolvido do zero. Ou seja, não há paralelismo com o 390.

As armas ligeiras, se for para adquirir em pequenas quantidades, simplesmente compram aquela que for a melhor opção. No caso da XM-5 da SIG Sauer, a arma na qual se baseia foi desenhada na SIG USA, logo nada a ver com o avião da Embraer.

Do veículo anfíbio, ganhou o que acharam o melhor, nada a acrescentar.

O programa FFG(X) contemplava como um dos critério que as futuras fragatas teriam que ser baseadas em designs já em uso, e como nos EUA não se constroem fragatas, obviamente que só restavam os candidatos estrangeiros. No entanto os navios são totalmente redesenhados, readaptados para os requisitos americanos e todos fabricados nos EUA. Mais uma vez, nada a ver com o KC.

Qual é o IFV que vai substituir o Bradley? Que eu saiba ainda está em desenvolvimento.

Para terminar o Off-topic, quantos programas de Defesa têm os EUA em curso? Esses 6 representam que percentagem do total? Já reparou que o número de empresas estrangeiras a ganhar os concursos lá, é muito reduzido quando vendo a totalidade dos programas? A Embraer até pode ganhar o concurso, mas a chance continua a ser reduzida face a todas as variáveis em questão.

Desculpem o off-topic.

Amigo @dc, um conselho se me permites a liberdade: encerra este assunto e não lhe dês seguimento. Pura e simplesmente não vale a pena.

Sim, vou encerrar. Apenas deixei a última resposta para fins de manter a "verdade ao de cima", e não deixar enganar a malta com falsas equivalências.

Nunca pensei alguém ficar ofendido com um  ::) , mas virgens ofendidas é assim.  :mrgreen:
A pessoa em questão acha que o pessoal aqui é contabilista da Embraer, para saber qual o lucro que teríamos da venda de um número hipotético de aeronaves, a um cliente hipotético e que podem nem sequer ser fabricadas partes cá. Na volta recebemos o suficiente para pagar os salários e pouco mais, já que não fabricamos a aeronave completa. Mas nestas cabecinhas ficam a pensar que como fabricamos peças cá, o lucro é extraordinário.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar, tenente

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9918
  • Recebeu: 1818 vez(es)
  • Enviou: 2337 vez(es)
  • +331/-293
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2316 em: Setembro 21, 2022, 03:52:32 pm »
A minha opinião é:

Um KC que desempenhe esta função é tático ou estratégico?

Táctico.

Citar
E um A-400 que reabastece o KC no ar para ele chegar á base avançada é tático ou estratégico?

Estratégico.

Mas tenho que aceitar opiniões diferentes, o KC pode sentir que é uma aeronave estratégica presa num corpo de aeronave táctica.
« Última modificação: Setembro 21, 2022, 03:53:14 pm por Lightning »
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4460
  • Recebeu: 4036 vez(es)
  • Enviou: 2556 vez(es)
  • +5524/-2491
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2317 em: Setembro 21, 2022, 04:44:01 pm »
Mas tenho que aceitar opiniões diferentes, o KC pode sentir que é uma aeronave estratégica presa num corpo de aeronave táctica.

No fundo é um problema bastante actual, a crise da identidade de género: querer ser como a aeronave à direita, mas ser a da esquerda. Esperemos que os KáCê quando cá chegarem não precisem também de ir fazer terapia. :mrgreen:

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega, NVF, tenente, Pescador

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9613
  • Recebeu: 4896 vez(es)
  • Enviou: 3525 vez(es)
  • +4438/-1015
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2318 em: Setembro 21, 2022, 05:13:56 pm »

@dc

"as chances da Embraer"

Respondo com uma adivinha. Se não sabe a resposta, então...  ::)

O que é que os seguintes equipamentos têm em comum?

O T-7
A nova arma ligeira para o US Army
A nova arma ligeira p os Marines
O novo blindado anfíbio de 8 rodas p os Marines
A nova fragata Class Constellation
O futuro IFV para substituir o Bradley

Diga lá.

Permita-me  una pergunta; O que é que estes assuntos tem a ver com o 390 na FAP ?

É  que eu não estou a ver a relação possivel com este topico.

Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9613
  • Recebeu: 4896 vez(es)
  • Enviou: 3525 vez(es)
  • +4438/-1015
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2319 em: Setembro 21, 2022, 05:23:11 pm »
A minha opinião é:

Um KC que desempenhe esta função é tático ou estratégico?

Táctico.

Citar
E um A-400 que reabastece o KC no ar para ele chegar á base avançada é tático ou estratégico?

Estratégico.

Mas tenho que aceitar opiniões diferentes, o KC pode sentir que é uma aeronave estratégica presa num corpo de aeronave táctica.

É isso, é isso, tal qual os C's. :snip:
 
Daí a minha opinião se manter, que com 390 e em relação ao C' a única coisa que a FAP lucrou foi na idade das celulas dos acfts pois quanto às  capacidades, autonomia e payload as vantagens que se conseguiram não justificam os 827 milhoes gastos.

Abraços

« Última modificação: Setembro 21, 2022, 06:03:35 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar, Subsea7

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2308
  • Recebeu: 421 vez(es)
  • Enviou: 294 vez(es)
  • +126/-281
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2320 em: Setembro 21, 2022, 08:13:08 pm »
A minha opinião é:

Um KC que desempenhe esta função é tático ou estratégico?

Táctico.

Citar
E um A-400 que reabastece o KC no ar para ele chegar á base avançada é tático ou estratégico?

Estratégico.

Mas tenho que aceitar opiniões diferentes, o KC pode sentir que é uma aeronave estratégica presa num corpo de aeronave táctica.

É isso, é isso, tal qual os C's. :snip:
 
Daí a minha opinião se manter, que com 390 e em relação ao C' a única coisa que a FAP lucrou foi na idade das celulas dos acfts pois quanto às  capacidades, autonomia e payload as vantagens que se conseguiram não justificam os 827 milhoes gastos.

Abraços

A grande vantagem prometida é o custo da hora de voo e disponibilidade. Algo que ainda está para provar.

É bom lembrar a dificuldade tem para ter os C-130 disponíveis para voar e a razão pelo que saímos do A400m.

A companhia aérea do estado é premium mas as forças armadas tem de ser LOW COST. :-P
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1666
  • Recebeu: 1239 vez(es)
  • Enviou: 787 vez(es)
  • +1583/-1496
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2321 em: Setembro 21, 2022, 08:53:45 pm »
Pronto. Tinha de se dar

Uma vez fui comprar um gelado e ao ser-me feita uma pergunta pela funcionária, tive de pedir que me traduzissem, pois não percebi peva.

Agora está igual. Não entendo este português, mas agora nem escrito.

Que guerra é esta entre hemisférios? Começou no cacete e depois passou ao pássaro exótico e agora não entendi mesmo onde está a ser levada?

Era simples, acabava-se com o assunto da vinda dos pássaros exóticos, a malta esquecia os cacetes e não se falava mais no assunto  8)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9613
  • Recebeu: 4896 vez(es)
  • Enviou: 3525 vez(es)
  • +4438/-1015
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2322 em: Setembro 21, 2022, 08:58:06 pm »
Pronto. Tinha de se dar

Uma vez fui comprar um gelado e ao ser-me feita uma pergunta pela funcionária, tive de pedir que me traduzissem, pois não percebi peva.

Agora está igual. Não entendo este português, mas agora nem escrito.

Que guerra é esta entre hemisférios? Começou no cacete e depois passou ao pássaro exótico e agora não entendi mesmo onde está a ser levada?

Era simples, acabava-se com o assunto da vinda dos pássaros exóticos, a malta esquecia os cacetes e não se falava mais no assunto  8)

Nem eu, nem eu, para mim acabou-se não boto mais faladura neste topico. :N-icon-Axe:

Abraços
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4460
  • Recebeu: 4036 vez(es)
  • Enviou: 2556 vez(es)
  • +5524/-2491
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2323 em: Setembro 21, 2022, 09:26:31 pm »
Nem eu, nem eu, para mim acabou-se não boto mais faladura neste topico. :N-icon-Axe:

X 2

Para chatices já basta a vida quotidiana. Como disse o George Bernard Shaw: aprendi há muito tempo a nunca lutar com um porco. Ambos ficamos sujos, mas o porco gosta.

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Lightning, Subsea7

*

Tikuna

  • Membro
  • *
  • 167
  • Recebeu: 91 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +20/-499
Re: KC-390 na FAP
« Responder #2324 em: Setembro 23, 2022, 12:14:07 pm »
Há muita confusão aqui pessoal. Um vídeo para esclarecer:
Vale aclarar que o requisito de Agile Tanker  é da USAF. A Embraer não está inventando nada sem requisito...

« Última modificação: Setembro 23, 2022, 10:45:57 pm por Tikuna »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lampuka