P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa

  • 367 Respostas
  • 53985 Visualizações
*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2380
  • Recebeu: 435 vez(es)
  • Enviou: 305 vez(es)
  • +126/-306
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #360 em: Novembro 19, 2022, 09:55:33 pm »
Em relação aos P-3, "dont think so", em 2035 seremos provavelmente só nós a operar... Não haverá spares...
Contem ficar sem o P-3 a partir de 2030... até que haja substituto, temos o KC...A sua ida para Beja e a veia "multi missão" não foram ao acaso...

Ainda esta semana facultaram-me o acesso a um estudo do ano passado que aponta para um phase-out do P-3C entre 2035 e 2038, desde que a plataforma seja alvo de uma extensa modernização, englobando SLEP e instalação de novas asas encomendadas ao AMARG. Nesse mesmo estudo, levado a cabo pela Força Aérea, o substituto do Orion é o Poseidon, num número ideal de 4 exemplares, com o primeiro dos quais a aterrar em Portugal em 2035. Tudo isto é encarado com muito cepticismo, a começar por mim e acabando em boa parte da Esquadra 601, pois seria demasiado bom para ser verdade.

Foi-me dito igualmente que os 3/4 aparelhos disponíveis aguentam à vontade mais 10 anos de operação, se a modernização se limitar apenas à actualização de alguns sistemas e sensores. E se no pós-Orion voltarmos a uma certa travessia no deserto (à semelhança da década sem MPA após a retirada do Neptune), é bem provável que o C-390 venha a fazer uma "perninha" na patrulha e vigilância marítima enquanto não surgir outra solução, à imagem do sucedido com os C-130 entre o final da década de 70 e meados da de 1980.

Não me parece, a nível geoestratégico o P-3 é o meio mais importante que temos. O nível de acesso a dados que temos justifica um investimento grande para continuarmos a estar no grupo.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 4551
  • Recebeu: 4168 vez(es)
  • Enviou: 2674 vez(es)
  • +6097/-2494
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #361 em: Novembro 20, 2022, 10:15:28 am »
Não me parece, a nível geoestratégico o P-3 é o meio mais importante que temos. O nível de acesso a dados que temos justifica um investimento grande para continuarmos a estar no grupo.

Mas agora és o provedor do FD, sempre a comentar tudo aquilo que publico?!? ???

Tu que sabes tanto da LPM, do seu conteúdo e prazos, diz-me lá uma coisa: por acaso a revisão da lei (que é suposto estar em curso) já contempla alguma modernização alargada para o P-3, ou, pelo contrário, aponta apenas para actualizações pontuais de sistemas, como fizeste anteriormente questão de frisar? Ilumina-me lá por favor, ò oráculo do Fórum Defesa.  ::)
« Última modificação: Novembro 20, 2022, 11:42:03 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Subsea7

*

Subsea7

  • Especialista
  • ****
  • 1012
  • Recebeu: 821 vez(es)
  • Enviou: 1352 vez(es)
  • +1718/-1704
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #362 em: Novembro 20, 2022, 11:15:50 am »
Bem,
Face ao nosso triângulo geoestratégico, não será de todo descabido a operação de 4 a 5 P-8A no futuro, complementados por UAV classe 3, nacionais ou mesmo feitos lá fora, como seja o Sea Guardian.
Cps,

 

*

Drecas

  • Membro
  • *
  • 194
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 20 vez(es)
  • +75/-27
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #363 em: Novembro 20, 2022, 02:01:23 pm »
Uma questão, que talvez até nem pertença aqui.

Os nossos P-3 poderiam dar uma perninha  no Mar Negro, Roménia, Polónia e etc como AWACS, tal como os americanos, britânicos e etc têm feito?

Eu sei que não é um P-8 ou E-3 e etc, mas como não percebo nada, pergunto aqui a quem sabe.
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2214
  • Recebeu: 764 vez(es)
  • Enviou: 2433 vez(es)
  • +453/-47
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #364 em: Novembro 20, 2022, 11:55:41 pm »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning, HSMW

*

wyldething

  • Membro
  • *
  • 88
  • Recebeu: 35 vez(es)
  • Enviou: 43 vez(es)
  • +2/-2
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #365 em: Novembro 23, 2022, 10:51:00 am »
Entretanto nos States os P-8 recebem kits standoff para os torpedos Mk.54

https://www.thedrive.com/the-war-zone/navy-p-8-poseidon-can-now-drop-winged-torpedos-in-combat
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1846
  • Recebeu: 1350 vez(es)
  • Enviou: 889 vez(es)
  • +1650/-1621
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #366 em: Novembro 23, 2022, 08:26:05 pm »
Entretanto nos States os P-8 recebem kits standoff para os torpedos Mk.54

https://www.thedrive.com/the-war-zone/navy-p-8-poseidon-can-now-drop-winged-torpedos-in-combat

Vamos ter drones lançadores de granadas de mão. Altamente!!!!!
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2380
  • Recebeu: 435 vez(es)
  • Enviou: 305 vez(es)
  • +126/-306
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #367 em: Novembro 23, 2022, 10:06:24 pm »
Uma questão, que talvez até nem pertença aqui.

Os nossos P-3 poderiam dar uma perninha  no Mar Negro, Roménia, Polónia e etc como AWACS, tal como os americanos, britânicos e etc têm feito?

Eu sei que não é um P-8 ou E-3 e etc, mas como não percebo nada, pergunto aqui a quem sabe.

Nos nosso P-3 o radar não tem integração com os meios de comunicação. Logo a única forma de transmitir "pings" é via o operador de radio.