Notícias em Geral

  • 1389 Respostas
  • 239133 Visualizações
*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7285
  • Recebeu: 910 vez(es)
  • +4238/-829
Re: Notícias em Geral
« Responder #1380 em: Maio 14, 2023, 12:05:37 pm »
Citação de: P44
Proibir, proibir, proibir, em nome da "democracia" e da "liberdade" já se sabe, e os palermas a baterem palminhas, até ao dia em que vamos ter proibições que quiçá os deixem indignados...mas aí já será tarde e aos "malucos" que os avisaram dirão "epa afinal tinham razão"

O problema, é que esta é a questão de sempre...
É recorrente. O problema não são as leis são as pessoas....

Aquando da crise do Covid, quando os restaurantes foram autorizados a abrir com as mesas na rua, isto foi um forrobodó de esplanadas e restaurantes ao ar livre a aparecerem como cogumelos ...
(acabou a crise do COVID, mas os restaurantes tomaram conta das ruas - pelo menos no centro de Setúbal continua tudo na rua )

Eu cheguei a ir uma ou duas vezes a restaurantes nessa altura, mas o portuga fumador médio, que de comportamento cívico parece saber muito pouco, entendeu que estava num restaurante, cercado de pessoas, mas como estava na rua, podia fumar à vontade.

Tivemos então, mesas em que as crianças estavam do lado errado do vento, e familias que tinham que levar com o fumo, porque em nome da lei e do direito, havia autorização para fumar no meio da rua... A culpa não era do fumador, o problema era que tinham posto o restaurante na área de fumadores.

Tragicamente, neste como em outros casos, nós já temos as leis, mas o portuga procura todo o buraquinho para fugir. O problema é cívico, não é legal.
Os regulamenteos são uma chatice, mas acabam por ser o resultado de muita gente abusar, e na prática, colocar em causa os direitos dos outros.

As leis já existem, mas são completamente violadas, muitas vezes pelos próprios governos e autarquias, como é por exemplo o caso da utilizaçao indiscriminada de viaturas motorizadas de duas rodas nas ruas das cidades entre as quais as nefandas trotinetes verdes que estão por todo o lado.

Em Setubal, para dar o exemplo que conheço, há ruas que há muitos anos foram reservadas aos peões. São supostamente exclusivas para pessoas andarem a pé.
Mas já houve casos de atropelamentos numa zona completamente pedonal...
Se alguém quiser cumprir a lei, e implementar as regras que já existem, que impedem viaturas motorizadas de andar nos passeios, muita gente vai também achar que é mais uma imposição anti-democrática.

Somos nós, os cidadãos, que criamos as situações. Os regulamentos são resultado da pressão dos grupos que se acham prejudicados.

As leis existem.
Mas quando os cidadãos não as cumprem, tudo tem que ser regulamentado.




Ainda há de vir o dia, em que não faço "post" para logo de seguida encontrar uma quantidade de erros de digitação  :bang:
« Última modificação: Maio 14, 2023, 12:11:47 pm por papatango »
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 19950
  • Recebeu: 2210 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +906/-1462
Re: Notícias em Geral
« Responder #1381 em: Maio 16, 2023, 09:23:59 am »
Número de execuções disparou no ano passado


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 19950
  • Recebeu: 2210 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +906/-1462
Re: Notícias em Geral
« Responder #1382 em: Maio 20, 2023, 11:05:29 am »
Eslováquia: Alena Zsuzsova condenada a 25 anos de prisão por ter ordenado o homicídio de Jan Kuciak


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 19950
  • Recebeu: 2210 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +906/-1462
Re: Notícias em Geral
« Responder #1383 em: Maio 26, 2023, 04:55:17 pm »
Venda de tabaco permitida em posto de combustível


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 19950
  • Recebeu: 2210 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +906/-1462
Re: Notícias em Geral
« Responder #1384 em: Maio 30, 2023, 01:35:37 pm »
Grupo VITA recebe 16 pedidos de ajuda nos primeiros 5 dias de funcionamento


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 19950
  • Recebeu: 2210 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +906/-1462
Re: Notícias em Geral
« Responder #1385 em: Julho 30, 2023, 05:48:17 pm »
 

*

goldfinger

  • Investigador
  • *****
  • 3292
  • Recebeu: 2224 vez(es)
  • Enviou: 660 vez(es)
  • +1385/-485
Re: Notícias em Geral
« Responder #1386 em: Agosto 16, 2023, 07:43:51 am »
A España servir hasta morir
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Tiamate

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12711
  • Recebeu: 3061 vez(es)
  • Enviou: 7548 vez(es)
  • +719/-1248
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Notícias em Geral
« Responder #1387 em: Janeiro 10, 2024, 12:43:17 am »

Homens armados invadem estúdio de televisão no Equador em direto

Citar
Grupos ligados ao tráfico de drogas estão a causar uma onda de terror no Equador após o líder de um dos maiores gangues do país ter escapado da pisão.

https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 19950
  • Recebeu: 2210 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +906/-1462
Re: Notícias em Geral
« Responder #1388 em: Fevereiro 12, 2024, 12:25:24 pm »
Restrições de álcool nas ruas de Lisboa


 

*

Malagueta

  • Analista
  • ***
  • 614
  • Recebeu: 155 vez(es)
  • Enviou: 195 vez(es)
  • +77/-88
Re: Notícias em Geral
« Responder #1389 em: Fevereiro 23, 2024, 10:11:14 am »
A reflorestação no leste dos EUA provocou um arrefecimento – e isso pode ser uma lição para o combate às alterações climáticas

https://visao.pt/visao_verde/clima/2024-02-19-a-reflorestacao-no-leste-dos-eua-provocou-um-arrefecimento-e-isso-pode-ser-uma-licao-para-o-combate-as-alteracoes-climaticas/

Um estudo desenvolvido por cientistas americanos mostra que as medidas ligadas à preservação e expansão da cobertura florestal podem ajudar a combater os efeitos do aquecimento global
Azona leste dos EUA foi objeto de uma extensa reflorestação ao longo do último século. No mesmo período de tempo, e contrariamente ao que tem acontecido na maior parte do planeta, grande parte deste território registou um ligeiro arrefecimento de -0,2°C a -0,8°C a cada 50 anos, desde 1930. O estudo, publicado na revista científica Earth’s Future, estabelece uma correlação entre os dois acontecimentos. A investigação afirma o potencial das florestas na redução das emissões de CO2 na atmosfera, atenuando assim os efeitos das alterações climáticas.

A desflorestação provocada pelo comércio de madeira e pela agricultura haviam levado a uma perda de cerca de 90% da zona florestal até ao início do século XX. Em 1930, o corte de árvores sofreu uma descida drástica devido ao abandono dos campos e à implementação de medidas como a  Lei Knutson-Vandenberg, em junho desse ano, que decretou a recolha de depósitos dos compradores de madeira para restabelecer, proteger e melhorar a produção de recursos renováveis nas áreas de venda de madeira, nomeadamente através da plantação de árvores.

Noventa anos depois, esta lei continua a garantir que as necessidades de reflorestação são satisfeitas, sendo que, de 2000 a 2020, os Estados Unidos ganharam 14 milhões de hectares de cobertura arbórea, o que equivale a 11% do total mundial.

Os cientistas, da Universidade de Indiana, recorreram a dados de satélite e de torres situadas em seis pares de locais de floresta e pastagem situados no Arkansas, na Carolina do Norte, no Indiana e em New Hampshire. Os investigadores utilizaram informação de 58 torres meteorológicas para analisar de que forma as alterações na cobertura terrestre influenciam as temperaturas do solo. Os dados recolhidos indicam que as florestas arrefecem a superfície em 1ºC a 2°C por ano, em comparação com superfícies próximas com vegetação de baixa estatura. 

Partindo também da utilização de dados de uma rede de torres de medição de gás, a equipa mostrou que este efeito de arrefecimento estende-se igualmente à atmosfera em volta, com a evidência da diminuição da temperatura do ar perto da superfície em até 1°C. Os resultados demonstram que a reflorestação tem um efeito de arrefecimento mais acentuado no período de verão, precisamente quando as temperaturas elevadas podem ser mais prejudiciais. 

As conclusões desta nova pesquisa sublinham os efeitos benéficos da reflorestação na adaptação do clima em regiões temperadas. A autora principal do estudo, Mallory Barnes, exalta que este não é o único fator responsável pelas alterações verificadas no último século. No entanto, realça a importância das vantagens biológicas das soluções climáticas baseadas na natureza.