Política em Portugal

  • 1951 Respostas
  • 152252 Visualizações
*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4241
  • Recebeu: 2391 vez(es)
  • Enviou: 1382 vez(es)
  • +7203/-4330
Re: Política em Portugal
« Responder #90 em: Junho 12, 2020, 03:50:34 pm »
Mas nós todos somos culpados pela decisão de darmos mais atenção aos animais do que criar um filho (e quando digo 1, é literalmente 1 filho). Precisamos que cada casal tenha pelo menos 2 ou 3 filhos para repor gerações!!!!

Mais os que não querem filho nenhum. Penso que a nossa média nacional está abaixo de 2 filhos por casal, o primeiro objectivo seria incentivar os casais que só têm um filho, a ter o segundo filho, nesse aspecto dou mais razão ao governo PS (que aumentou os apoios ao segundo filho), do que ao governo PSD (os apoios sociais eram grandes para o terceiro filho), o problema de Portugal é ter o segundo filho, é por aí que temos que começar, o terceiro filho é mais à frente.

Citar
Além de que a nossa Segurança Social não foi feita para uma população estagnada ou a diminuír, nem aguenta aposentados que trabalharam apenas 10 ou 20 anos (a descontar)!!!!!

Nesse ponto lembro-me do Japão, eles nunca foram muito adeptos de recebe imigrantes (são um bocado racistas nesse aspecto, querem manter a pureza do japonês), mas também têm uma baixa taxa de natalidade, centenas de escolas encerradas por falta de crianças, mas para a mão de obra em vez de apostar em imigrantes, estão a apostar na mecanização do trabalho, um dia destes os japoneses vão ser robots lool.

Aqui: https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=10291.45#lastPost
Sem citar o país, estava a referir-me precisamente ao Japão :)

Não tenho dúvida de que se nós próprios fossemos agora para o Japão, sofreríamos de racismo, mas como nós somos brancos, temos de aguentar.......

É a tendência global, à medida que a população enriquece, a natalidade cai a pique, porque queremos cada vez mais bem estar, regalias, salários...... e esquecemo-nos de que estamos a competir com o mundo, e com países em que as pessoas trabalham literalmente para não morrerem à fome!!!!

Salvo raríssimas excepções, os países mais ricos têem uma natalidade mais baixa (e o Japão tem a 2ª pior taxa do mundo, só atrás de Hong Kong): https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_pa%C3%ADses_por_taxa_de_natalidade

Nós estamos em 186º lugar de 222 países (só temos 36 países com taxa pior que a nossa).

Nós temos 1 problema que foi agravado quando Passos mandou os jovens emigrar, porque é nessa faixa etária que as pessoas têem filhos!!!! Não é no regresso definitivo dos emigrantes portugueses (que eu concordo sim senhor que venham morar para Portugal e acabar aqui os seus dias, mas já não vão ser pais!!!!!). Mas também não faz sentido nenhum abrirmos fronteiras a todos os que queiram vir.

Resolviamos o problema só com algumas medidas:
- Incentivo dos jovens quadros a regressar (com a vantagem de virem com novos métodos de trabalho, só tinhamos a ganhar);
- Colocação de quotas (x% para investigadores, y% para investidores, z% para quadros intermédios. Sem qualificações, só o estritamente necessário);
- Incentivos aos portugueses terem filhos e não apenas a quem é muito pobrezinho, porque esses já passam muitas dificuldades e dificilmente optam por mais filhos. Refere os incentivos do PS à natalidade..... tenho 2 filhos e o único apoio são as consultas gratuitas (não faço ideia do que são esses apoios, nem o que é o abono de família, devo ser rico);
- Gratuitidade da educação das crianças, dos 4 meses até ao 12º ano de escolaridade, incluindo ATL;
- Isenção de IMI para casais com 3 ou mais filhos (bem sei que aí são as Cãmaras a ceder);
- Propinas universais no Ensino Superior, passava de 1000 para 2 000€, mas as Universidades teriam de oferecer alojamento a quem morasse a mais de 50km ou não tivesse transportes compatíveis. A alimentação nas cantinas a preço de custo e por refeição (se forem 1,50€, que seja) e isenção do pagamento da alimentação aos 2 ou 3 primeiros escalões de rendimentos;
- Mestrados e doutoramentos com propina máxima do dobro da licenciatura, excepto os estrangeiros;

Com tempo arranjava mais medidas :)
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4241
  • Recebeu: 2391 vez(es)
  • Enviou: 1382 vez(es)
  • +7203/-4330
Re: Política em Portugal
« Responder #91 em: Junho 12, 2020, 03:57:38 pm »
Sem dúvida! É culpa totalmente nossa!!!!
Política porque fico com a ideia de que os próprios portugueses são pior tratados que os desgraçados dos refugiados que até recebem um salário sem nada fazerem, têem casa e alimentação e nós se não trabalharmos..... estamos lixados!!!!

Mas nós todos somos culpados pela decisão de darmos mais atenção aos animais do que criar um filho (e quando digo 1, é literalmente 1 filho). Precisamos que cada casal tenha pelo menos 2 ou 3 filhos para repor gerações!!!!

Além de que a nossa Segurança Social não foi feita para uma população estagnada ou a diminuír, nem aguenta aposentados que trabalharam apenas 10 ou 20 anos (a descontar)!!!!!

Sem dúvida que a culpa é totalmente de alguns, é o que faz andar sempre a votar nos mesmos, esta esquerda já mete nojo.
Em toda a minha família inclusive meus irmãos são sempre mais de dois  ;D um deles tem 5  :mrgreen:
Pelo que está a acontecer em Portugal e no Mundo e a atual situação política, é que o meu voto no CHEGA faz todo o sentido.

Não sou radical, mas reconheço que desde que nasceu a geringonça o centro-direita perdeu as suas bandeiras para o aldrabão Costa (principalmente com o Centeno), e principalmente o Bloco de Esquerda é o que originou o nascimento do Chega. Com anormais como os do Bloco, ao chega é muito fácil, basta dizer o oposto!!!! O que não abona favoravelmente para nenhum dos dois!!!!!!
É engraçado o Bloco de Esquerda apoiar as ocupações de imóveis em Lisboa (gostava de os ver a fazerem isso no norte, onde defendemos um centímetro de terreno até com a própria vida contra os vizinhos!!!!!!!), quando os próprios líderes são investidores imobiliários como a Catarina e o Robles. Já para não falar nas manas Mortágua na sua Herdade Alentejana, depois de muito suor e trabalho do pai Camilo!!!!!!
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10905
  • Recebeu: 2288 vez(es)
  • Enviou: 3104 vez(es)
  • +680/-1026
Re: Política em Portugal
« Responder #92 em: Junho 12, 2020, 08:00:03 pm »
Refere os incentivos do PS à natalidade..... tenho 2 filhos e o único apoio são as consultas gratuitas (não faço ideia do que são esses apoios, nem o que é o abono de família, devo ser rico);

Todos esses pontos em concreto são possíveis, não sei, não tenho informação.

O que falei do PS foi das notícias.

Por exemplo
https://www.publico.pt/2019/07/03/politica/noticia/ps-propoe-aumento-deducoes-fiscais-irs-funcao-numero-filhos-1878670

Mas também não sei se implementaram alguma medida.
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 3134
  • Recebeu: 416 vez(es)
  • Enviou: 207 vez(es)
  • +644/-8531
Re: Política em Portugal
« Responder #93 em: Junho 13, 2020, 10:23:41 am »
População estrangeira em Lisboa duplicou
https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/populacao-estrangeira-em-lisboa-duplicou?ref=HP_OutrasNoticias3
Citar
O número de estrangeiros residentes no concelho de Lisboa passou de 43 142 para 78 614 entre 2010 e 2018, com a percentagem na população total a subir de 7,9 para 15,5%. Os dados foram divulgados pela Pordata, no dia em que se assinala o feriado municipal na capital.

O peso dos estrangeiros na população de Lisboa é quase o triplo do que acontece no total do País - em Portugal, apenas 4,6% dos residentes são estrangeiros,
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1801
  • Recebeu: 653 vez(es)
  • Enviou: 375 vez(es)
  • +319/-5852
Re: Política em Portugal
« Responder #94 em: Junho 13, 2020, 11:42:55 am »
Refere os incentivos do PS à natalidade..... tenho 2 filhos e o único apoio são as consultas gratuitas (não faço ideia do que são esses apoios, nem o que é o abono de família, devo ser rico);

Todos esses pontos em concreto são possíveis, não sei, não tenho informação.

O que falei do PS foi das notícias.

Por exemplo
https://www.publico.pt/2019/07/03/politica/noticia/ps-propoe-aumento-deducoes-fiscais-irs-funcao-numero-filhos-1878670

Mas também não sei se implementaram alguma medida.


É uma questão de mentalidade, os apoios podem ajudar mas, na minha opinião e experiência pouco peso ou nenhum têm na equação, pelo menos não conheço ninguém que, ao optar por ter filhos, pensasse sequer no que iria receber. Por mim falo que apenas soube dos apoios que havia quando fui à SS por causa da baixa de natalidade da mulher. Todos os meus conhecidos com filhos também basicamente apenas tinham um conhecimento muito superficial que havia apoios e quem quer ter filhos não é por umas dezenas de euros a mais por mês que vai influenciar.

Fiz agora mesmo um apanhado mental das minhas amigas que ainda não têm filhos e, assim de cabeça, entre 1/4 a 1/3 delas não tem ou por não querer por as mais variadas razões como acharem que há gente a mais no mundo e outras parvoíces do género ou por não poder devido a situações médicas delas ou do parceiro. Das que optaram por causa de conversas do estilo "ah e tal, trazer alguém a este mundo assim" ou "ah e tal, já existem tantas pessoas no mundo que estamos a destruir isto e somo uma praga e blá blá blá" e que são muitas ainda criticam quem tem mais de um.

Ou se investe numa politica de natalidade forte que mexa com o emprego, um exemplo é as empresas abusarem das horas extraordinárias como nunca vi em nenhum outro país o que leva a que quase todos os que eu conheço trabalhem na realidade muito mais que as 40 horas semanais e aí poderia-se fazer como na Holanda ou Béligica onde existe um sistema que se passarem mais que a cota semanal/quinzenal a empresa tem de justificar e existem agravamentos pesados dos impostos sobre as empresas e sobre as horas extra do salário do trabalhador, inclusive multas de dezenas de milhares de euros. Isso permitirá tempo para a família e incentiva as empresa a contractar mais pessoalem vez de recorrerem cronicamente ao trabalho extra, ainda por cima muitas vezes pago por baixo da mesa e sem os descontos lesando o Estado e o trabalhador e ao mesmo tempo liberta as pessoas para o tempo familiar.

Outra medida que se poderia tomar seriam as licenças alargadas e, para salvaguardar as empresas e a SS, a criação de uma bolsa entre os desempregados que seriam convidados a ingressar nas empresas para substituição de quem estivesse em licença alargada sendo garantido a quem estivesse de licença o regresso ao seu posto de trabalho após o final da mesma. A empresa assumiria o encargo do elemento da bolsa ao valor do salário que a pessoa de licença recebia e a SS suportaria a pessoa em licença a 100% do valor de ordenado base, sendo que a licença iria de 1 ano até a um máximo de 3 anos.

E poderíamos discutir muitas mais coisas, como o preço e impostos sobre produtos de puericultura ser obtuso, que em vez do Estado dar dinheiro em subsídios deveria era dar vales que só poderiam ser trocados por esses produtos.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning, Viajante

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10905
  • Recebeu: 2288 vez(es)
  • Enviou: 3104 vez(es)
  • +680/-1026
Re: Política em Portugal
« Responder #95 em: Junho 13, 2020, 01:38:29 pm »
Já à algum tempo que não apanho dessas conversas. Lembro-me de uma assim "já há muita gente no mundo" e "trazer alguém a um mundo assim".

Eu só lhe disse, se não queres ter filhos estás no teu direito, nem toda a gente tem esse desejo, vontade, etc, agora não metas nos outros a razão disso.
Se já há muita gente no mundo não é propriamente em Portugal senão não tinhamos aldeias só com idosos, há muita gente é na China, India, Africa, não é em Portugal. E agora é realmente uma época horrível em Portugal e na humanidade, o pessoal pode ir de férias para outros países, tem assistência médica, tem muitas liberdades garantidas, que diriam as pessoas que viveram a segunda guerra mundial ou a peste negra...

Não querem ter filhos, ok, mas assumam isso como vontade própria, não querem ser pais, não querem ter que criar crianças, querem ter as noites livres para sair à noite, pronto.
« Última modificação: Junho 13, 2020, 01:38:58 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, HSMW

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 2244
  • Recebeu: 522 vez(es)
  • Enviou: 466 vez(es)
  • +834/-827
Re: Política em Portugal
« Responder #96 em: Junho 13, 2020, 02:23:59 pm »
Se já há muita gente no mundo não é propriamente em Portugal senão não tinhamos aldeias só com idosos, há muita gente é na China, India, Africa, não é em Portugal.
Lembrei-me agora daqueles dinamarqueses (holandeses?) que vieram para cá colocar cartazes a celebrar a nossa baixa natalidade, assim como colocaram outro na Singapura e na Holanda. Na Hungria não chegaram a colocar porque ia contra a política do governo de incentivar o crescimento da natalidade.

Seja como for, Portugal é um dos países da Europa em que os jovens saem cada vez mais tarde da casa dos pais devido a não conseguirem ter uma independência económica ou não encontrarem casas a um preço que consigam comprar/alugar. Como esperam que este pessoal consiga tão cedo começar a ter filhos? Muitos começam a sua vida tarde ou depois querem é manter um nível de vida em que podem viajar, não vão estar a querer a ter filhos tão cedo. Depois como deixam para muito tarde já começam a existir problemas de saúde ou já é muito mais fácil cair nos argumentos de que já há muita gente na China no mundo.

Isto para não falar os milhares que vão lá para fora e depois não voltam.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning, Viajante

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10905
  • Recebeu: 2288 vez(es)
  • Enviou: 3104 vez(es)
  • +680/-1026
Re: Política em Portugal
« Responder #97 em: Junho 13, 2020, 04:42:05 pm »
Todas essas situações ajudam a piorar, e claro que sem estabilidade financeira ninguém se pode comprometer com filhos, creches, carro maior, casa maior, etc.

Mas depois temos casos de pessoal "sem cabeça" do rendimento mínimo, que mora no bairro social e todos têm vários filhos, ainda recebem um valor por cada filho, depois basta algum trabalho sem descontos ou até na criminalidade e entra mais algum, é outra maneira de pensar.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4241
  • Recebeu: 2391 vez(es)
  • Enviou: 1382 vez(es)
  • +7203/-4330
Re: Política em Portugal
« Responder #98 em: Junho 13, 2020, 09:33:54 pm »
Refere os incentivos do PS à natalidade..... tenho 2 filhos e o único apoio são as consultas gratuitas (não faço ideia do que são esses apoios, nem o que é o abono de família, devo ser rico);

Todos esses pontos em concreto são possíveis, não sei, não tenho informação.

O que falei do PS foi das notícias.

Por exemplo
https://www.publico.pt/2019/07/03/politica/noticia/ps-propoe-aumento-deducoes-fiscais-irs-funcao-numero-filhos-1878670

Mas também não sei se implementaram alguma medida.

Caro Lightning, infelizmente é tudo propaganda que não corresponde à realidade! Eu todos os anos submeto 20 a 30 declarações de IRS dos mais diversos agregados, desde salários miseráveis até salários de 100 000€ para 1 só pessoa!!!!!!
Por diversos motivos não vou revelar-lhe pormenores, mas acredite que as pessoas recebem menos reembolsos e pagam mais IRS. Os meus pais foram aumentados na sua pensão 10€ por mês..... o problema é que em relação a 2019, vão pagar 250€ de IRS em vez de 100€ pagos em 2018!!!!! Nem imagina a alegria dele!!!! Mesmo eu ajudando-os a maximizar os reembolsos, pedirem facturas de tudo........

Mas contra a hipocrisia e mentira dos nossos políticos, deixo-lhe este apanhado que eu fiz (processo salários e tenho tabelas de retenção desde 2000......), escolhi só 3 anos: 2009, 2015 e 2020. Depois deixo-lhe os escalões de IRS e tire o caro Lightning as suas conclusões!!!!! Mesmo com a sobretaxa máxima de 3,5% no tempo da troika!!!!!

Tabelas de retenção mensais de IRS de 2009, Casado, 2 titulares e (0 filhos, 2 filhos, 5 filhos):
- 600€ => 2%  0%  0%
- 1 000€ => 8%  7%  5%
- 5 000€ => 26%  26%  25%
- 15 000€ => 32,5%  32,5%  32,5%
- Taxa máxima = 32,5%

Tabelas de retenção mensais de IRS de 2015 (+ sobretaxa máxima de 3,5%), Casado, 2 titulares e (0 filhos, 2 filhos, 5 filhos):
- 600€ => 0%  0%  0%
- 1 000€ => 13,5%  10,7%  5%
- 5 000€ => 33,5%  32,2%  29%
- 15 000€ => 41,5%  40,1%  39%
- Taxa máxima = 44,5%

Tabelas de retenção mensais de IRS de 2020, Casado, 2 titulares e (0 filhos, 2 filhos, 5 filhos):
- 600€ => 0%  0%  0%
- 1 000€ => 11,6%  8,1%  3,2%
- 5 000€ => 33,3%  32,6%  29,2%
- 15 000€ => 41,3%  40,9%  39,4%
- Taxa máxima é de 45,1%

Escalões de IRS 2009:
Rendimento colectável    Taxas (%)
1º Até 4755€           10,5%
2º De 4755 a 7192€    13%
3º De 7192 a 17836€    23,5%
4º De 17836 a 41021€    34%
5º De 41021 a 59450€    36,5%
6º De 59450 a 64110€    40%
7º Mais de 64110€       42%

Escalões de IRS 2015:
Rendimento colectável    Taxas (%)
1º Até 7000€           14,5%
2º De 7000 a 20000€    28,5%
3º De 20000 a 40000€    37%
4º De 40000 a 80000€    45%
5º Mais de 80000€       48%

Escalões de IRS 2020:
Rendimento colectável    Taxas (%)
1º Até 7112€           14,5%
2º De 7112€ a 10732€    23%
3º De 10732€ a 20322€    28,5%
4º De 20322 a 25075€    35%
5º De 25075€ a 36967€    37%
6º De 36967€ a 80882€    45%
7º Mais de 80882        48%
« Última modificação: Junho 13, 2020, 09:35:15 pm por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4241
  • Recebeu: 2391 vez(es)
  • Enviou: 1382 vez(es)
  • +7203/-4330
Re: Política em Portugal
« Responder #99 em: Junho 13, 2020, 09:48:19 pm »
Tudo o que referem é verdade, mas há mais motivos. Como lido com crianças, notamos claramente que os jovens são muito mais arrogantes, narcisistas e mal educados. Não esqueçam que o lema de muita gente, e erradamente porque lêem o lema romano na versão curta: Carpe Diem, quando a frase completa tem outro sentido bem diferente: carpe diem quam minimum credula postero (aproveita o momento porque o futuro é incerto)!

Eu não percebo as alegações de dificuldades financeiras para criarem 1 filho, mas têem vários animais que tenho a certeza custam tanto ou mais que criar um filho!!!!!

Mas também há pessoas que querem gozar os prazeres da vida e fazem um pacto (tenho um casal muito amigo nesta situação), em que decidiram não terem filhos e passam férias todos os anos num local paradisíaco, hotel de 5 estrelas, e pelo menos 1 mês seguido para visitarem esse país de lés a lés!!!!! Normalmente estas viagens custam pelo menos 20 000€..... e vão todos os anos para um novo local!!!!!

Mas é verdade que os jovens têem muito menos regalias e salários que as gerações mais velhas!!!!! Quantos licenciados neste país não ganham apenas o salário mínimo!? (Assistentes Sociais, Professores, licenciaturas sem colocação.........
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10905
  • Recebeu: 2288 vez(es)
  • Enviou: 3104 vez(es)
  • +680/-1026
Re: Política em Portugal
« Responder #100 em: Junho 13, 2020, 11:31:07 pm »
Obrigado pelos valores Viajante, realmente de 2016 para 2020 há ali uma certa melhoria para o pessoal dos 1000€, mas o resto em geral está pior.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 10905
  • Recebeu: 2288 vez(es)
  • Enviou: 3104 vez(es)
  • +680/-1026
Re: Política em Portugal
« Responder #101 em: Junho 14, 2020, 12:42:37 am »
As pessoas que não querem ter filhos, para ir de férias, por qualquer coisa, para mim estão decididos, nem me ralo mais com esses, quero é ajuda para os que querem ter filhos, ou gostavam de ter mais um.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17785
  • Recebeu: 5286 vez(es)
  • Enviou: 5604 vez(es)
  • +6972/-9147
Re: Política em Portugal
« Responder #102 em: Junho 16, 2020, 01:33:36 pm »
Já andam com crises internas?

https://observador.pt/2020/06/16/eurodeputado-francisco-guerreiro-sai-do-pan-por-divergencias-politicas-com-direcao/

O eurodeputado Francisco Guerreiro anunciou esta terça-feira que sai do PAN por “divergências políticas” com a direção do partido pelo qual foi cabeça de lista nas europeias do ano passado, mas vai manter-se no Parlamento Europeu.


Ai não...largar o tacho tá quieto
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17785
  • Recebeu: 5286 vez(es)
  • Enviou: 5604 vez(es)
  • +6972/-9147
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 17785
  • Recebeu: 5286 vez(es)
  • Enviou: 5604 vez(es)
  • +6972/-9147
Re: Política em Portugal
« Responder #104 em: Junho 18, 2020, 04:37:24 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW