LPM 2023-2034

  • 396 Respostas
  • 42456 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: LPM 2023-2034
« Responder #15 em: Março 17, 2023, 05:02:00 pm »
Nem me lembrei dos Lynx, mas também ao pé dos restantes programas, são tostões.  :mrgreen:

Essencialmente, esta revisão virá reforçar aquilo que já se especulava: as nossas FA são FA para conflitos de baixa e muito baixa intensidade. Daí a tipologia de meios a que tem sido dada prioridade.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Subsea7

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8653
  • Recebeu: 1763 vez(es)
  • Enviou: 765 vez(es)
  • +1005/-7729
Re: LPM 2023-2034
« Responder #16 em: Março 17, 2023, 07:34:12 pm »
Só para lembrar...
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 1069
  • Recebeu: 352 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +56/-142
Re: LPM 2023-2034
« Responder #17 em: Março 17, 2023, 07:38:21 pm »
Só para lembrar...


"- Oh sr. O seu carro está a dar as últimas, qualquer dia fica apeado.
- Não há problema porque o importante é não denunciar e não desistir."

Isto não é uma solução... é um auto de fé.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: LPM 2023-2034
« Responder #18 em: Março 17, 2023, 09:21:19 pm »
Ainda se lembram quando diziam que a elaboração da revisão da LPM, estava à espera do novo conceito estratégico da NATO?

Estes génios devem ter visto o dito conceito, e perante as alíneas das capacidades que era preciso ter, devem ter pensado "Ok, obrigado mas deixem estar, nós fazemos à nossa maneira".

Só assim se explica como todos os outros encomendam caças, fragatas, blindados, artilharia, AA, etc, etc, enquanto nós encomendamos meios para guerra não-convencional, e mais nada.  ::)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Subsea7

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2894
  • Recebeu: 591 vez(es)
  • Enviou: 360 vez(es)
  • +161/-472
Re: LPM 2023-2034
« Responder #19 em: Março 18, 2023, 07:22:30 pm »
Tanto tempo de espera e tanto alarido para isto? Se consideram isto uma "revisão"...

De frisar que até nisto, arranjaram logo trafulha, ao incluir na revisão da LPM 2019-2030, 4 anos extra. Ou seja, equivale a ter a mesma LPM que tínhamos até agora, acrescida do orçamento "espectável" já para os 4 anos seguintes. Conclusão, vira o disco e toca o mesmo.

E eu não tinha dito já que a revisão ia essencialmente contemplar a compra dos ST (e o 6º KC, que felizmente, para já, não faz parte das contas) e mais nada?
Foi para esta fabulosa LPM, que o Governo rejeitou duas míseras baterias de NASAMS.

Mas calma, que as coisas são ainda mais graves!! Sabem o que significa esta LPM, contemplando já os primeiros 5 anos da próxima década? Que até 2035, nenhum dos programas de maior dimensão terá avançado. Também significa que naqueles anos de 2035 a 2040, terão que se arranjar verbas para substituir F-16, fragatas, P-3, M-113, baterias AA de médio alcance e tantos outros programas.

Ironicamente, este (pseudo-)incremento de 17% da verba da LPM, nem sequer cobre a percentagem da LPM que não tem sido cumprida nos últimos 4 anos (30 a 40% do orçamentado não se cumpre todos os anos).  ::)

É como muita gente dizia, se com guerra na Europa, não se investe na Defesa, então nunca se investirá de todo. Mais vale fechar as portas, e meter os lambe-botas que aceitaram esta "revisão" na rua.

É assim que funciona, a cada quatro anos existe uma revisão e entram mais 4 anos.

Quanto aos ST ainda vamos ver se o projecto sai do parlamento. Se a esquerda vender isto a comunicação social que é uma arma para matar africanos, pode muito bem ser riscada da LPM.
 

*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1887
  • Recebeu: 1861 vez(es)
  • Enviou: 2673 vez(es)
  • +5529/-2964
Re: LPM 2023-2034
« Responder #20 em: Março 18, 2023, 08:32:12 pm »
Tanto tempo de espera e tanto alarido para isto? Se consideram isto uma "revisão"...

De frisar que até nisto, arranjaram logo trafulha, ao incluir na revisão da LPM 2019-2030, 4 anos extra. Ou seja, equivale a ter a mesma LPM que tínhamos até agora, acrescida do orçamento "espectável" já para os 4 anos seguintes. Conclusão, vira o disco e toca o mesmo.

E eu não tinha dito já que a revisão ia essencialmente contemplar a compra dos ST (e o 6º KC, que felizmente, para já, não faz parte das contas) e mais nada?
Foi para esta fabulosa LPM, que o Governo rejeitou duas míseras baterias de NASAMS.

Mas calma, que as coisas são ainda mais graves!! Sabem o que significa esta LPM, contemplando já os primeiros 5 anos da próxima década? Que até 2035, nenhum dos programas de maior dimensão terá avançado. Também significa que naqueles anos de 2035 a 2040, terão que se arranjar verbas para substituir F-16, fragatas, P-3, M-113, baterias AA de médio alcance e tantos outros programas.

Ironicamente, este (pseudo-)incremento de 17% da verba da LPM, nem sequer cobre a percentagem da LPM que não tem sido cumprida nos últimos 4 anos (30 a 40% do orçamentado não se cumpre todos os anos).  ::)

É como muita gente dizia, se com guerra na Europa, não se investe na Defesa, então nunca se investirá de todo. Mais vale fechar as portas, e meter os lambe-botas que aceitaram esta "revisão" na rua.

É assim que funciona, a cada quatro anos existe uma revisão e entram mais 4 anos.

Quanto aos ST ainda vamos ver se o projecto sai do parlamento. Se a esquerda vender isto a comunicação social que é uma arma para matar africanos, pode muito bem ser riscada da LPM.

É o que vai acontecer...
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2894
  • Recebeu: 591 vez(es)
  • Enviou: 360 vez(es)
  • +161/-472
Re: LPM 2023-2034
« Responder #21 em: Março 22, 2023, 05:25:19 pm »


Orgulho c56x1
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: LPM 2023-2034
« Responder #22 em: Março 22, 2023, 05:56:50 pm »
Nada de novo já. Não esquecendo que aqueles 1.38%, não representam o valor real (ou quanto muito já conta com as despesas com a GNR).
 

*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1887
  • Recebeu: 1861 vez(es)
  • Enviou: 2673 vez(es)
  • +5529/-2964
Re: LPM 2023-2034
« Responder #23 em: Março 22, 2023, 10:30:18 pm »
Pois é...os bananas ainda não acordaram para os 2% e já circula que o mínimo dos mínimos será 3 % do PIB.... :mrgreen:
Cps
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2894
  • Recebeu: 591 vez(es)
  • Enviou: 360 vez(es)
  • +161/-472
Re: LPM 2023-2034
« Responder #24 em: Março 22, 2023, 10:45:58 pm »
Pois é...os bananas ainda não acordaram para os 2% e já circula que o mínimo dos mínimos será 3 % do PIB.... :mrgreen:
Cps

O problema não é os 2%, mas sim os 20%. Nós somos o país da nato que menos esta a gastar a se armar.

É fácil martelar os 2%. Só com investimento no combate aos fogos até chegamos aos 3%.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: LPM 2023-2034
« Responder #25 em: Março 23, 2023, 01:04:54 am »
Combate aos fogos? Nem assim. Mais depressa retiravam de um orçamento de Defesa de 2 ou mesmo 3% do PIB, dinheiro para obras públicas (aeroportos por exemplo).

Mas a realidade é esta, mesmo que gastasses 20% do orçamento nos meios, continuariam a ser 20%, de um orçamento que é muito curto.

Usando um valor do PIB de 230 mil milhões:
1.38% do PIB = 3174 milhões
20% dos 3174 milhões = 634 milhões

2% do PIB = 4600 milhões
20% deste valor = 920 milhões

A diferença é abismal, sendo que isto seria todos os anos.

Não podemos também ignorar que, se os custos de aquisição de são aproximadamente os mesmos, independentemente do país que compra (o F-35 para Portugal não terá um custo muito diferente do F-35 para a Dinamarca), o mesmo não se pode dizer com despesas com pessoal, que na maioria dos países europeus, com salários muito mais altos, é bem diferente de nós. Esse rácio, em Portugal, devia ser mais próximo dos 30% para meios.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19219
  • Recebeu: 5973 vez(es)
  • Enviou: 6685 vez(es)
  • +7428/-10050
Re: LPM 2023-2034
« Responder #26 em: Março 23, 2023, 10:29:06 am »
Defence Expenditure of NATO Countries (2014-2022)

Mar. 22, 2023
Source:
NATO
https://www.defense-aerospace.com/nato-releases-report-on-defence-expenditure-of-member-countries-2014-2022/?

https://www.nato.int/nato_static_fl2014/assets/pdf/2023/3/pdf/230321-def-exp-2022-en.pdf

( Chamo a atenção para o gráfico das despesas com equipamentos, somos os últimos da tabela)
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2894
  • Recebeu: 591 vez(es)
  • Enviou: 360 vez(es)
  • +161/-472
Re: LPM 2023-2034
« Responder #27 em: Março 23, 2023, 11:44:19 am »
Combate aos fogos? Nem assim. Mais depressa retiravam de um orçamento de Defesa de 2 ou mesmo 3% do PIB, dinheiro para obras públicas (aeroportos por exemplo).

Mas a realidade é esta, mesmo que gastasses 20% do orçamento nos meios, continuariam a ser 20%, de um orçamento que é muito curto.

Usando um valor do PIB de 230 mil milhões:
1.38% do PIB = 3174 milhões
20% dos 3174 milhões = 634 milhões

2% do PIB = 4600 milhões
20% deste valor = 920 milhões

A diferença é abismal, sendo que isto seria todos os anos.

Não podemos também ignorar que, se os custos de aquisição de são aproximadamente os mesmos, independentemente do país que compra (o F-35 para Portugal não terá um custo muito diferente do F-35 para a Dinamarca), o mesmo não se pode dizer com despesas com pessoal, que na maioria dos países europeus, com salários muito mais altos, é bem diferente de nós. Esse rácio, em Portugal, devia ser mais próximo dos 30% para meios.

Portugal é o país da NATO que mais gasta com pessoal em %.
 

*

asalves

  • Investigador
  • *****
  • 1254
  • Recebeu: 523 vez(es)
  • Enviou: 150 vez(es)
  • +366/-143
Re: LPM 2023-2034
« Responder #28 em: Março 23, 2023, 11:52:13 am »
Combate aos fogos? Nem assim. Mais depressa retiravam de um orçamento de Defesa de 2 ou mesmo 3% do PIB, dinheiro para obras públicas (aeroportos por exemplo).

Mas a realidade é esta, mesmo que gastasses 20% do orçamento nos meios, continuariam a ser 20%, de um orçamento que é muito curto.

Usando um valor do PIB de 230 mil milhões:
1.38% do PIB = 3174 milhões
20% dos 3174 milhões = 634 milhões

2% do PIB = 4600 milhões
20% deste valor = 920 milhões

A diferença é abismal, sendo que isto seria todos os anos.

Não podemos também ignorar que, se os custos de aquisição de são aproximadamente os mesmos, independentemente do país que compra (o F-35 para Portugal não terá um custo muito diferente do F-35 para a Dinamarca), o mesmo não se pode dizer com despesas com pessoal, que na maioria dos países europeus, com salários muito mais altos, é bem diferente de nós. Esse rácio, em Portugal, devia ser mais próximo dos 30% para meios.

Portugal é o país da NATO que mais gasta com pessoal em %.
O problema pode (mas existe um problema de rácio Praças/Sargentos/Oficiais) nem ser a % que se gasta com pessoal, pois para isso acontecer basta que o resto das rubricas seja muito baixo para a % gasto com pessoal aumentar para estes valores.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1703
  • Recebeu: 582 vez(es)
  • Enviou: 182 vez(es)
  • +331/-192
Re: LPM 2023-2034
« Responder #29 em: Março 23, 2023, 12:40:48 pm »
>País que gasta mais em pessoal em %
>Nem assim paga bem ao mesmo pessoal

Mais uma vitória c56x1
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44