Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha

  • 116 Respostas
  • 25506 Visualizações
*

ray2neuro

  • Membro
  • *
  • 2
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #105 em: Maio 26, 2023, 02:03:49 pm »
Esperem um minuto!  Parece que houve um pouco de confusão em relação à recente aquisição da Marinha. Ao contrário do que foi inicialmente afirmado, não foram de facto adquiridas 6 HEIFUs, como anteriormente referido.
Não, nem de perto! 🤔Em vez disso, a compra consistiu em 6 HEFIU Pros e 6 VTOnes. Estes drones possuem agora um tempo de voo alargado de 70 minutos, quase duplicando a duração do drone ANAFI. Portanto, é importante considerar os factos para uma avaliação melhor e mais precisa das capacidades dos drones. Para não falar dos mais de 20 payloads que vão no pacote, com cameras com zoom, termicas, LiDARs e cameras multiespectrais.
 

*

ray2neuro

  • Membro
  • *
  • 2
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #106 em: Maio 26, 2023, 02:12:00 pm »
Venha conhecer os novos drones da Beyond Vision para a Marinha Portuguesa

Estivemos na Península de Tróia para visitar o Centro de Experimentação Operacional da Marinha a acompanhar uma demonstração de drones da Beyond Vision encomendados pela Marinha portuguesa. As aeronaves foram desenvolvidas de acordo com as linhas de orientação da NATO

Vídeo - https://rd.videos.sapo.pt/tgVlCZZQzynCG7vFLtYA?jwsource=cl


um com 35 minutos de voo deve ser standard nato dos pequeninos o outro também pouco mais. Nem para acompanhar um a abordagem de uma lancha para dar perspectiva aérea serve
Entretanto as FA inglesas falam antes com a Tekever com drones um pouco mais a sério

O de 35 minutos até para civil já começa a ser pouco tempo.
A outra versão (foram adquiridas 6 de cada), com 150min de voo já pode ser uma solução mais interessante, embora me pareça bastante inferior aos da Tekever.
Depois é uma questão também de perceber a relação custo-benefício

Dados os contornos de como começou tudo isso logo com a aquisição de 12 à pressa com sistemáticas falhas, deve ser só nos benefícios, para alguns

De resto ignorar as capacidades acrescidas dos Tekever, para mais sendo também material nacional, é só parolice ou interesses pessoais envolvidos. Não dava para 12, compravam 8, a voar mais tempo e a fazer melhor com mais equipamentos .

Dependerá sempre das missões.

O Heifu não compreendo no que poderá ser util (alem de umas filmagens fixes no campo de golf :mrgreen:). Ademais existe já o Heifu Pro com 70min de autonomia (o dobro desta versão). Tem como unico ponto de alguma forma positiva, a capacidade de carga.

Já o Vtone poderá ser um meio interessante em função do valor. Tem uma autonomia de 2,5h, velocidade maxima de 120km/h.
Este negocio custou 600mil€. Vou supor que um Heifu custe 10 000€ (um preço por alto, dado que o  Parrot ANAFI USA custa 7000$). Entao teriamos um custo de 60m em Heifus. Sobra 540m, que a dividir pelos 6 Vtones dá 90m por cada.

Vou comparar agora com o AR3 da Tekever. Este atinge a velocidade máxima de 75-90km/h e tem uma autonomia máxima de 8h (o triplo do Vtone). Isto permite-lhe estar muito mais tempo no ar e por consequência atingir também distancias muito maiores. Num máximo de 100km do lançamento.
Por outro lado é consideravelmente muito mais caro. A julgar por esta noticia https://www.dailymail.co.uk/news/article-11032219/Governments-new-420k-drone-hailed-answer-migrant-boat-crisis-ditches-English-Channel.html tem um custo de ~500m. 5 vezes mais que o Vtol (pela minha estimativa).

Obviamente que prefiro a Marinha equipada com AR3, AR4, AR5 e idealmente com o futuro ARX. O que estou a dizer é que atendendo ao preço que foi, poderá não ter sido um mau negócio em função das missões que for desempenhar.
Se comparar então com um Ogassa que custou 850mil....
https://pplware.sapo.pt/gadgets/marinha-portuguesa-compra-drone-de-858-mil-euros-que-nao-funciona/

Manter várias empresas activas neste nicho é importante. Permite diversificar os riscos e aumentar as hipóteses de um home run futuro. O problema é que temos sempre pouco dinheiro disponível. Mas este é um nicho onde podemos atingir a autonomia nacional com facilidade (assim alguém se lembre de armar os drones).

Esperem um minuto!  Parece que houve um pouco de confusão em relação à recente aquisição da Marinha. Ao contrário do que foi inicialmente afirmado, não foram de facto adquiridas 6 HEIFUs, como anteriormente referido.
Não, nem de perto! 🤔Em vez disso, a compra consistiu em 6 HEFIU Pros e 6 VTOnes. Estes drones possuem agora um tempo de voo alargado de 70 minutos, quase duplicando a duração do drone ANAFI. Portanto, é importante considerar os factos para uma avaliação melhor e mais precisa das capacidades dos drones. Para não falar dos mais de 20 payloads que vão no pacote, com cameras com zoom, termicas, LiDARs e cameras multiespectrais.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Visitante123

*

Malagueta

  • Analista
  • ***
  • 673
  • Recebeu: 186 vez(es)
  • Enviou: 239 vez(es)
  • +143/-109
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #107 em: Maio 26, 2023, 02:52:26 pm »
Novas catapultas e drones para a nossa marinha

https://twitter.com/i/status/1661750445835169792
 

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 1068
  • Recebeu: 352 vez(es)
  • Enviou: 197 vez(es)
  • +56/-142
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #108 em: Maio 26, 2023, 02:58:45 pm »
Venha conhecer os novos drones da Beyond Vision para a Marinha Portuguesa

Estivemos na Península de Tróia para visitar o Centro de Experimentação Operacional da Marinha a acompanhar uma demonstração de drones da Beyond Vision encomendados pela Marinha portuguesa. As aeronaves foram desenvolvidas de acordo com as linhas de orientação da NATO

Vídeo - https://rd.videos.sapo.pt/tgVlCZZQzynCG7vFLtYA?jwsource=cl


um com 35 minutos de voo deve ser standard nato dos pequeninos o outro também pouco mais. Nem para acompanhar um a abordagem de uma lancha para dar perspectiva aérea serve
Entretanto as FA inglesas falam antes com a Tekever com drones um pouco mais a sério

O de 35 minutos até para civil já começa a ser pouco tempo.
A outra versão (foram adquiridas 6 de cada), com 150min de voo já pode ser uma solução mais interessante, embora me pareça bastante inferior aos da Tekever.
Depois é uma questão também de perceber a relação custo-benefício

Dados os contornos de como começou tudo isso logo com a aquisição de 12 à pressa com sistemáticas falhas, deve ser só nos benefícios, para alguns

De resto ignorar as capacidades acrescidas dos Tekever, para mais sendo também material nacional, é só parolice ou interesses pessoais envolvidos. Não dava para 12, compravam 8, a voar mais tempo e a fazer melhor com mais equipamentos .

Dependerá sempre das missões.

O Heifu não compreendo no que poderá ser util (alem de umas filmagens fixes no campo de golf :mrgreen:). Ademais existe já o Heifu Pro com 70min de autonomia (o dobro desta versão). Tem como unico ponto de alguma forma positiva, a capacidade de carga.

Já o Vtone poderá ser um meio interessante em função do valor. Tem uma autonomia de 2,5h, velocidade maxima de 120km/h.
Este negocio custou 600mil€. Vou supor que um Heifu custe 10 000€ (um preço por alto, dado que o  Parrot ANAFI USA custa 7000$). Entao teriamos um custo de 60m em Heifus. Sobra 540m, que a dividir pelos 6 Vtones dá 90m por cada.

Vou comparar agora com o AR3 da Tekever. Este atinge a velocidade máxima de 75-90km/h e tem uma autonomia máxima de 8h (o triplo do Vtone). Isto permite-lhe estar muito mais tempo no ar e por consequência atingir também distancias muito maiores. Num máximo de 100km do lançamento.
Por outro lado é consideravelmente muito mais caro. A julgar por esta noticia https://www.dailymail.co.uk/news/article-11032219/Governments-new-420k-drone-hailed-answer-migrant-boat-crisis-ditches-English-Channel.html tem um custo de ~500m. 5 vezes mais que o Vtol (pela minha estimativa).

Obviamente que prefiro a Marinha equipada com AR3, AR4, AR5 e idealmente com o futuro ARX. O que estou a dizer é que atendendo ao preço que foi, poderá não ter sido um mau negócio em função das missões que for desempenhar.
Se comparar então com um Ogassa que custou 850mil....
https://pplware.sapo.pt/gadgets/marinha-portuguesa-compra-drone-de-858-mil-euros-que-nao-funciona/

Manter várias empresas activas neste nicho é importante. Permite diversificar os riscos e aumentar as hipóteses de um home run futuro. O problema é que temos sempre pouco dinheiro disponível. Mas este é um nicho onde podemos atingir a autonomia nacional com facilidade (assim alguém se lembre de armar os drones).

Esperem um minuto!  Parece que houve um pouco de confusão em relação à recente aquisição da Marinha. Ao contrário do que foi inicialmente afirmado, não foram de facto adquiridas 6 HEIFUs, como anteriormente referido.
Não, nem de perto! 🤔Em vez disso, a compra consistiu em 6 HEFIU Pros e 6 VTOnes. Estes drones possuem agora um tempo de voo alargado de 70 minutos, quase duplicando a duração do drone ANAFI. Portanto, é importante considerar os factos para uma avaliação melhor e mais precisa das capacidades dos drones. Para não falar dos mais de 20 payloads que vão no pacote, com cameras com zoom, termicas, LiDARs e cameras multiespectrais.

Ainda bem.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8972
  • Recebeu: 3465 vez(es)
  • Enviou: 1024 vez(es)
  • +4073/-6552


*

Mentat

  • Membro
  • *
  • 201
  • Recebeu: 135 vez(es)
  • Enviou: 172 vez(es)
  • +39/-5
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #111 em: Junho 07, 2023, 02:12:09 pm »
« Última modificação: Junho 07, 2023, 02:12:49 pm por Mentat »
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8972
  • Recebeu: 3465 vez(es)
  • Enviou: 1024 vez(es)
  • +4073/-6552
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #112 em: Junho 07, 2023, 04:06:07 pm »
Também temos Embraer/Xmobots... :mrgreen:

https://braziljournal.com/wp-content/uploads/2022/09/xmobotos.jpg



Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 22007
  • Recebeu: 2764 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1204/-1516
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #113 em: Junho 14, 2023, 04:58:04 pm »
O futuro prepara-se hoje - Laboratório de Robótica do Centro de Investigação Naval


 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PTWolf

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 22007
  • Recebeu: 2764 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1204/-1516
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #114 em: Julho 23, 2023, 10:38:41 am »
NOVOS DRONES DA MARINHA PORTUGUESA


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 22007
  • Recebeu: 2764 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1204/-1516
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #115 em: Setembro 02, 2023, 06:48:24 pm »
REPORTAGEM | NOVO DRONE DA MARINHA COMBATE TERRORISMO E NARCOTRÁFICO


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 22007
  • Recebeu: 2764 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1204/-1516
Re: Sistemas Aéreos não Tripulados da Marinha
« Responder #116 em: Março 15, 2024, 03:43:39 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PTWolf