REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS

  • 3251 Respostas
  • 454438 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11158
  • Recebeu: 2388 vez(es)
  • Enviou: 3328 vez(es)
  • +755/-1037
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2610 em: Setembro 06, 2023, 03:02:50 pm »
Estás a esquecer onde eu estive... na noite anterior estivemos a fazer a "despedida" aos graduados, all night long, all night!...

Se ele caisse eu percebia, mas não estou a perceber é o que é que isso tem a ver com saltar uma parte da arma.

Citar
Depois há a questão que aquelas G3 foram usadas durante décadas por recrutas atrás de recrutas, estavam para lá de usadas. Tive um camarada que durante a recruta perdeu o tapa-chamas, havia outro que caiu-lhe o guarda-mão, etc. Felizmente na sub-especialidade já era com a Galil.

Eu em nos inicios de 2000 também era tudo G-3 dos anos 70...

Citar
Ele ficou grande parte do juramento de bandeira a segurar na G3 pelo cano, felizmente ainda se mantinha a tradição de ir beijar a bandeira. Ele quando regressou teve 2 segundos para enfiar a coronha e assim pode descansar o braço.

Mas o que tem a coronha a ver com o segurar a arma pelo cano?  :conf:
Não estás a confundir com o guarda-mão?

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20717
  • Recebeu: 3152 vez(es)
  • Enviou: 2326 vez(es)
  • +1551/-3495
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2611 em: Setembro 06, 2023, 03:59:41 pm »
Estás a esquecer onde eu estive... na noite anterior estivemos a fazer a "despedida" aos graduados, all night long, all night!...

Se ele caisse eu percebia, mas não estou a perceber é o que é que isso tem a ver com saltar uma parte da arma.

Simples, semana de campo, seguido de duas semanas de adaptação ao curso de Paraquedismo com topográficas noturnas, praxes de despedida, etc. Tempo para verificar o equipamento/armamento que sabíamos que íamos entregar no final...zero!

Citar
Citar
Depois há a questão que aquelas G3 foram usadas durante décadas por recrutas atrás de recrutas, estavam para lá de usadas. Tive um camarada que durante a recruta perdeu o tapa-chamas, havia outro que caiu-lhe o guarda-mão, etc. Felizmente na sub-especialidade já era com a Galil.

Eu em nos inicios de 2000 também era tudo G-3 dos anos 70...

Citar
Ele ficou grande parte do juramento de bandeira a segurar na G3 pelo cano, felizmente ainda se mantinha a tradição de ir beijar a bandeira. Ele quando regressou teve 2 segundos para enfiar a coronha e assim pode descansar o braço.

Mas o que tem a coronha a ver com o segurar a arma pelo cano?  :conf:
Não estás a confundir com o guarda-mão?



Em sentido onde é que seguras na G3? Se a coronha cair onde é que acabas por segurar? Onde der mais jeito.

« Última modificação: Setembro 06, 2023, 04:00:39 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1665
  • Recebeu: 548 vez(es)
  • Enviou: 180 vez(es)
  • +322/-192
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2612 em: Setembro 10, 2023, 12:56:49 am »
Um programa que gostava que fosse iniciado e implementado para ontem

Pegar em todos os PVS-5 e etc e vender ao pessoal de surplus

PVS-14 (ou outro NVG monocular de melhor qualidade) para TODO o pessoal de infantaria, artilharia, logística etc

NVG's de tubos duplos para TODOS os paraquedistas, comandos e fuzileiros

Por último quadnods para TODO o pessoal do DAE, CTOE e NOTP

São 14 mil gatos pingados no Exército e nem todos devem contar para o que mencionei, mais fuzileiros e NOTP, não existe mesmo desculpa para isto não estar a ser implementado

Temos uma vantagem de exército pequeno que podemos aproveitar para reformar e modernizar radicalmente mas Lisboa continua a dormir
https://twitter.com/Teoyaomiquu/status/1700597498237096413?s=20

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

Anthropos

  • Perito
  • **
  • 306
  • Recebeu: 449 vez(es)
  • Enviou: 92 vez(es)
  • +165/-15
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2613 em: Setembro 10, 2023, 09:13:48 am »
Um programa que gostava que fosse iniciado e implementado para ontem

Pegar em todos os PVS-5 e etc e vender ao pessoal de surplus

PVS-14 (ou outro NVG monocular de melhor qualidade) para TODO o pessoal de infantaria, artilharia, logística etc

NVG's de tubos duplos para TODOS os paraquedistas, comandos e fuzileiros

Por último quadnods para TODO o pessoal do DAE, CTOE e NOTP

São 14 mil gatos pingados no Exército e nem todos devem contar para o que mencionei, mais fuzileiros e NOTP, não existe mesmo desculpa para isto não estar a ser implementado

Temos uma vantagem de exército pequeno que podemos aproveitar para reformar e modernizar radicalmente mas Lisboa continua a dormir
https://twitter.com/Teoyaomiquu/status/1700597498237096413?s=20



Caríssimo, NVG são vistos como das últimas prioridades, ninguém quer saber, e toda a gente (ou muita gente, vá), acha que os AN/PVS-5B são a melhor coisa do mundo, e estão bons que chegue  :mrgreen:
Até porque a guerra acaba às 17/17:30, por isso ainda há luz  :mrgreen:

Nem sequer há explosivo ou detonadores que não tenham já passado já da validade, quanto mais NVG  :mrgreen:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar, Drecas

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7954
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 348 vez(es)
  • +5190/-237
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2614 em: Setembro 22, 2023, 11:13:13 am »
8 milhões de € para doutoramentos  :mrgreen:

Resolução do Conselho de Ministros n.º 109/2023
PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
Autoriza a realização de despesa necessária à criação e implementação do Programa Defesa+Ciência de estímulo à investigação na área da defesa nacional

https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/resolucao-conselho-ministros/109-2023-221937429
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 8628
  • Recebeu: 1726 vez(es)
  • Enviou: 743 vez(es)
  • +984/-7580
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2615 em: Setembro 22, 2023, 12:21:43 pm »
8 milhões de € para doutoramentos  :mrgreen:

Resolução do Conselho de Ministros n.º 109/2023
PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
Autoriza a realização de despesa necessária à criação e implementação do Programa Defesa+Ciência de estímulo à investigação na área da defesa nacional

https://diariodarepublica.pt/dr/detalhe/resolucao-conselho-ministros/109-2023-221937429

Não deveriam estar definidos os campos científicos de investigação?
Caso contrário ainda teremos teses do tipo: "Militares transgénero e a utilização cultural e recreativa de munições de calibre até 40mm".
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: nelson38899

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9027
  • Recebeu: 4343 vez(es)
  • Enviou: 778 vez(es)
  • +5101/-824
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2616 em: Setembro 22, 2023, 12:39:54 pm »
Se fossem/forem 8 milhões investidos na investigação e desenvolvimento de equipamentos militares...
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 5412
  • Recebeu: 789 vez(es)
  • Enviou: 774 vez(es)
  • +552/-2617
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2617 em: Setembro 22, 2023, 02:05:05 pm »
Se fossem/forem 8 milhões investidos na investigação e desenvolvimento de equipamentos militares...

Nunca tal aconteceu!

Sempre haverá projetos que vão desde, avaliar o nível de cansaço após uma longa marcha, até pensar como fazer um colete antibala para mulheres, ou até estudar a história das invasões francesas. 
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2542
  • Recebeu: 940 vez(es)
  • Enviou: 3241 vez(es)
  • +684/-78
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2618 em: Setembro 24, 2023, 09:58:40 am »
Nunca pensei colocar um texto do Ascenso Simões, em especial um que começa com "Lamento desiludir, as FA’s não estão subfinanciadas. Nem têm recursos humanos a menos. Gastam mal o dinheiro e alocam incorretamente as mulheres e os homens ao seu serviço" ... recebi há momentos e ainda não li praticamente. Mas aqui estou a fazê-lo.

https://expresso.pt/opiniao/2023-09-21-Lamento-desiludir-as-FAsnao-estao-subfinanciadas-a5a763d7
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: typhonman, nelson38899

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1665
  • Recebeu: 548 vez(es)
  • Enviou: 180 vez(es)
  • +322/-192
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2619 em: Setembro 24, 2023, 10:42:54 am »
Gostei do texto por acaso, tem alguns pontos que não fazem sentido mas no geral toca em algo importante que é a necessidade de as próprias FA olharem para dentro de si e tentarem dar um melhor uso ao, verdade seja dita, pouco que têm.

 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9027
  • Recebeu: 4343 vez(es)
  • Enviou: 778 vez(es)
  • +5101/-824
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2620 em: Setembro 24, 2023, 03:36:09 pm »
Sim, partilho da opinião. Pontos principais que para mim não fazem sentido são 3:

-não haver subfinanciamento, que a realidade é, com as necessidades actuais, o orçamento existente não faz milagres
-não haver falta de pessoal, que a realidade é, continua-se a perder pessoal crucial, altamente especializado, e o pessoal que há em excesso, é, regra geral, inútil no contexto da capacidade de cumprir as missões (maioritariamente oficiais)
-colocar todas as brigadas em 2 quartéis.

Também é arriscado falar do "duplo-uso" dos meios, pois muitos meios são necessários adquirir, que não têm esse duplo uso, e isso não pode ser critério de exclusão. Exemplo: não vamos comprar artilharia de 155mm AP de rodas, porque não tem uso civil, e optamos por gastar então esse dinheiro num meio que seja de "duplo-uso" tipo KC-390. Não faz sentido.

A reorganização dos quartéis seria importante. Numas FA pequenas, não faz sentido cada "arma" ter o seu próprio quartelinho. Hoje, com ênfase na operação com armas combinadas, ainda menos sentido faz.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning, Clausewitz

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11158
  • Recebeu: 2388 vez(es)
  • Enviou: 3328 vez(es)
  • +755/-1037
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2621 em: Setembro 24, 2023, 10:47:00 pm »
Nunca pensei colocar um texto do Ascenso Simões, em especial um que começa com "Lamento desiludir, as FA’s não estão subfinanciadas. Nem têm recursos humanos a menos. Gastam mal o dinheiro e alocam incorretamente as mulheres e os homens ao seu serviço" ... recebi há momentos e ainda não li praticamente. Mas aqui estou a fazê-lo.

https://expresso.pt/opiniao/2023-09-21-Lamento-desiludir-as-FAsnao-estao-subfinanciadas-a5a763d7

Para complementar, muito do que esse senhor diz parece ser correcto na teoria, mas na prática também não o aplicou quando esteve no poder, fez foi o habitual, podemos precisar de melhores militares, mas também de melhores políticos.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=10224098653880900&id=1436646118
« Última modificação: Setembro 24, 2023, 10:48:55 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Clausewitz

  • Membro
  • *
  • 225
  • Recebeu: 245 vez(es)
  • Enviou: 291 vez(es)
  • +101/-25
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2622 em: Setembro 25, 2023, 01:03:56 am »
O texto tem pontos interessantes e importantes, que vão na linha de muito do que neste fórum vem sendo discutido há anos. Mas também tem muita demagogia barata, fuga às responsabilidades e areia para os olhos.

Não se pode levar a sério um tipo que no mesmo texto escreve, por um lado, que as Forças Armadas não estão subfinanciadas e por outro que "Precisamos de mais fragatas, de mais dois submarinos, de mais corvetas, patrulhas, lanchas, os seis navios patrulha oceânicos são acréscimos insuficientes… Mesmo assim, de pouco valerão todos estes investimentos se a Armada não for reforçada, na sua operação, com capacidade de satélite, uma vez que a vigilância, no nosso tempo, se faz a partir do espaço e através de meios não tripulados e sensores em complemento com a opção mais tradicional e física"... O orçamento executado (que é o real, não as ficções apresentadas em documentos) nunca na vida permitiria adquirir, manter e operar estes meios sem um aumento significativo. Aliás, já para manter os meios que existem é o que se sabe, enfim...

Outra bizarria é dizer que que as Forças Armadas não têm falta de recursos humanos, apenas "alocam incorretamente as mulheres e os homens ao seu serviço". A organização e afectação de recursos pode melhorar muito, não há dúvida, mas basta olhar para os mapas de pessoal para perceber as carências colossais que existem. Onde estão escondidos os efectivos para alocar aos desfalcadíssimos batalhões de Comandos e Paraquedistas para andarem a fazer rotações em África? É libertar pessoal de secretaria para essas funções, é isso? (Já nem dúvido...) E quem diz isto diz uma série de outras funções.

"Com a ida do Regimento de Comandos para Tancos a Academia Militar concentrava-se toda na Amadora e deixava os edifícios históricos para outras funções". Esta pessoa sabe que o Regimento de Comandos já saiu da Amadora há décadas, certo?... Tudo certo sobre a concentração da Academia Militar na Amadora, mas de certeza que não são os Comandos o empecilho para isso não avançar. Também me faz alguma espécie que ao falar da reorganização territorial do Exército o exemplo maior dado tenha sido o RI10. Do meu ponto de vista tem que começar-se pelos diversos quarteis, destacamentos e chafaricas que não têm unidades operacionais, que só fazem formação ou que têm basicamente serviços administrativos. O RI10 é casa de um batalhão de paraquedistas (desfalcado), dos melhores e com maior emprego do Exército. Nestas unidades a reorganização tem que ser gerida com cuidado, simplesmente transferir e concentrar pode redundar apenas numa ainda maior sangria de pessoal. É preciso ter noção que para muito gente a proximidade de casa é um factor importante de atração/retenção, seja pelos baixos vencimentos para deslocações (o que pode melhorar), seja pelas dificuldades e tempo de deslocação na ineficiente rede de transportes, seja pela barreira psicológica do factor casa - faz-me alguma confusão naquelas idades, mas existe.

Enfim, o artigo põe alguns dedos nas feridas, mas serve também para desculpabilizar o PS da situação calamitosa em que estão as Forças Armadas, agora que o interesse em olhar para elas tem aumentado. E é para isso que este artigo foi publicado.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, P44, NVF, Charlie Jaguar, Lightning, dc, CruzSilva

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7954
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 348 vez(es)
  • +5190/-237
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2623 em: Setembro 25, 2023, 11:58:41 am »
A dos "Regimentos-Fantasma" e da fusão BrigInt/BrigMec já venho a falar há anos...

Acerca das chafarricas administrativas recordo, que muito recentemente, o Exército veio "deitar dinheiro ao lixo" ao transferir o CFT da Amadora para Campo de Ourique...
« Última modificação: Setembro 25, 2023, 12:11:21 pm por PereiraMarques »
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2542
  • Recebeu: 940 vez(es)
  • Enviou: 3241 vez(es)
  • +684/-78
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #2624 em: Setembro 25, 2023, 01:12:47 pm »
"Com a verdade me enganas"... é o meu resumo. Tenta fazer esquecer o grande problema - não há investimento suficiente - apontando problemas que todos nós reconhecemos; efeito colateral é demonstrar que a equipa política no MDN não tem capacidade para reformar.

No fundo os políticos fecham os olhos às más decisões de gestão dos militares, às mordomias que o sistema apoia... e os militares calam-se e não querem saber se há munições, treino, sistemas, etc. 
Quidquid latine dictum sit, altum videtur