Boinas, símbolos e uniformes

  • 96 Respostas
  • 48172 Visualizações
*

h34beja

  • 4
  • +0/-0
Boinas, símbolos e uniformes
« em: Novembro 13, 2008, 06:33:06 pm »
Boas, é o meu primeiro post neste fórum, as minhas desculpas se este tópico já foi debatido.
Mas gostaria de ler as vossas acerca deste assunto:
Fui Militar ainda no antigo serviço militar obrigatório e nesse tempo, as boinas além de variar de cor, dependendo da unidade onde se fazia serviço, também os símbolos na boina variavam. E sendo assim nas unidades de infantaria usavam-se os mosquetes cruzados, na artilharia usavam-se os canhões cruzados, na cavalaria usavam-se as espadas cruzadas e em lanceiros, usavam-se as lanças cruzadas.
Sendo assim gostaria de saber se acham que agora está melhor (boinas de várias cores e com o castelão) ou se antes estava melhor (boinas da mesma cor e as armas na boina).
Quanto à farda: no meu tempo usavam-se três tipos de uniforme: farda número 1, destinado a oficiais e sargentos do quadro quando em cerimónias que assim o exigi-se, farda número 2, destinada a passeio ou serviço interno que assim o exigi-se e farda número 3 destinada a serviço interno.
O que vejo hoje em dia é que vejo todos usarem camuflado em todo o tipo de serviço, seja em serviço, seja em passeio, seja em parada militar.
Então qual a vossa opinião acerca deste assunto.
O meu muito obrigado e peço desculpas se estes assuntos já foram debatidos neste fórum.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8988
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 1431 vez(es)
  • +183/-61
Re: Boinas, símbolos e uniformes
« Responder #1 em: Novembro 13, 2008, 07:23:48 pm »
Citação de: "h34beja"
Sendo assim gostaria de saber se acham que agora está melhor (boinas de várias cores e com o castelão) ou se antes estava melhor (boinas da mesma cor e as armas na boina).


Eu pessoalmente perferia os simbolos das armas nas boinas, mas em relação às cores tenho uma questão, então no seu tempo a Cavalaria não tinha a boina preta?
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8988
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 1431 vez(es)
  • +183/-61
(sem assunto)
« Responder #2 em: Novembro 13, 2008, 07:44:17 pm »
Em relação ao uso dos uniformes não sei como funciona o Exército porque eu sou da Força Aérea, mas penso que não seja assim na balda, nós temos é uma certa margem de manobra.

Por exemplo na Força Aérea:

O militar pode usar a farda nº1 ou nº2, na rua, por sua propria iniciativa, pode ir a um casamento de farda nº1. pode ir de manhã de casa para o serviço de farda nº2 e no fim do dia ir para casa de farda nº2.

No serviço não sei se existe algum impedimento de usar a farda nº1 :lol: , mas pelo menos não é comum, o normal é usarem a farda nº2 ou o camuflado, conforme seja esse mesmo serviço, o pessoal administrativo usa mais a farda nº2, os mecanicos usam mais o camuflado, etc.

A nivel de formaturas usa-se o que o Comandante ordenar na ordem de serviço, o normal é ser, o camuflado nos treinos e a farda nº2 na cerimonia propriamente dita, os militares que não estejam enquadrados na formatura usam a farda nº1.
 

*

h34beja

  • 4
  • +0/-0
Re: Boinas, símbolos e uniformes
« Responder #3 em: Novembro 13, 2008, 07:47:26 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "h34beja"
Sendo assim gostaria de saber se acham que agora está melhor (boinas de várias cores e com o castelão) ou se antes estava melhor (boinas da mesma cor e as armas na boina).

Eu pessoalmente perferia os simbolos das armas nas boinas, mas em relação às cores tenho uma questão, então no seu tempo a Cavalaria não tinha a boina preta?


Desculpe mas expressei-me mal, no meu tempo a cavalaria tinha boina preta tal como agora. Referia-me era às boinas serem da mesma cor dentro da mesma unidade, isto é: Regimento de Cavalaria, tudo de boina preta, etc...

Claro que no caso de comandos, operações especiais e pára-quedistas essa questão não se punha, já que a boina deles é ganha no fim do curso.
 

*

h34beja

  • 4
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Novembro 13, 2008, 07:54:12 pm »
Citação de: "Lightning"
Em relação ao uso dos uniformes não sei como funciona o Exército porque eu sou da Força Aérea, mas penso que não seja assim na balda, nós temos é uma certa margem de manobra.


Faço esta observação, porque aqui onde resido (Beja), vejo militares tanto da força aérea como do exército, de uniforme camuflado às compras em superfícies comerciais. Coisa que antigamente nem era permitido, já que existia uma farda própria para isso, a tal farda número 2.

No dia do exército que tive oportunidade de presenciar, vi a maioria dos militares de camuflado, incluindo a PE. E antigamente a PE por norma fazia serviço de farda número 2. Já que também era a função deles serem a imagem do exército, logo estarem bem uniformizados.

Se calhar pode ser exagero da minha parte, mas penso que além de termos um exército mais profissional e bem equipado, também temos de manter tradições e manter o brio.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8988
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 1431 vez(es)
  • +183/-61
(sem assunto)
« Responder #5 em: Novembro 13, 2008, 08:00:32 pm »
Não estou muito bem a perceber o que quer dizer com isso das cores das boinas (mas eu também não sou do Exército  :lol: ).

Do que eu sei temos a boina preta da Cavalaria, a boina verde dos Pára-quedistas, a boina encarnada dos Comandos, a boina verde das Operações Especiais e a boina castanha para todas as restantes tropas (penso que é assim, se não for peço desculpa e que me corrijam se faz favor).

Mas nas unidades do Exército não temos 100% elementos da arma ou especialidade que nomeia essa unidade, no CTOE não são todos OE, no CTC não são todos Comandos, na ETP, RI10 e RI15 não são todos Pára-quedistas, nos diversos Regimentos de Cavalaria não são todos da Cavalaria, isto é, pelo menos, também há o pessoal de Serviços que usa a boina castanha, e esses não tem (ou pelo menos penso que não são obrigados a ter) curso de OE, Comandos, Pára-quedista e de certeza que não são da Cavalaria.

Por isso, acho que tem toda a lógica, cada um usar a boina a que tem direito e que se esforçou para possuir, e não dar uma boina duma certa cor apenas para uniformizar uma unidade.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10744
  • Recebeu: 1674 vez(es)
  • Enviou: 4516 vez(es)
  • +267/-133
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #6 em: Novembro 13, 2008, 08:01:41 pm »
Exactamente e o unif. nº 2 com dólman (de bolsos quadrados) não dá grande brio. Eu venho e vou para casa de unif. B (camuflado) quando tenho pressa. Os tempos mudam e as normas de utilização de uniformes também. Mas depende sempre do comandante da Un.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8988
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 1431 vez(es)
  • +183/-61
(sem assunto)
« Responder #7 em: Novembro 13, 2008, 08:06:33 pm »
Citação de: "h34beja"
Faço esta observação, porque aqui onde resido (Beja), vejo militares tanto da força aérea como do exército, de uniforme camuflado às compras em superfícies comerciais. Coisa que antigamente nem era permitido, já que existia uma farda própria para isso, a tal farda número 2.

Concordo consigo, pelo menos nas unidades da FAP onde eu servi, não se pode sair da unidade de camuflado, exepto se for em serviço.

Citar
No dia do exército que tive oportunidade de presenciar, vi a maioria dos militares de camuflado, incluindo a PE. E antigamente a PE por norma fazia serviço de farda número 2. Já que também era a função deles serem a imagem do exército, logo estarem bem uniformizados.


Na realidade, os militares que participaram no dia do Exército, estão em serviço só que é fora da unidade, agora se eles foram de camuflado é porque alguém os ordenou para assim o fazer.
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1338
  • Recebeu: 244 vez(es)
  • Enviou: 207 vez(es)
  • +41/-4
(sem assunto)
« Responder #8 em: Novembro 14, 2008, 06:00:34 pm »
Citação de: "h34beja"
Faço esta observação, porque aqui onde resido (Beja), vejo militares tanto da força aérea como do exército, de uniforme camuflado às compras em superfícies comerciais. Coisa que antigamente nem era permitido, já que existia uma farda própria para isso, a tal farda número 2.


Bom existe uma Mensagem da Direcção de Abastecimento (e Transportes) da FAP data de 2005 que "relembra" a utilização do Uniforme de Campanha (camuflado) segundo o RUFA (Regulamento de Uniformes da Força Aérea) que deve ser como se segue:
"a) Nas situações em que os militares se encontram enquadrados, designadamente em instrução, exercício, operações, guardas de honra, desfiles, serviços de ronda ou sentinela, ou outras em que tal seja superiormente determinado e que tenham lugar no interior das Unidades/Órgãos/Serviços.
b) Não é permitido o uso de Uniforme de Campanha (camuflado) por militares que se desloquem na via pública isolados ou sem o devido enquadramento."

O Comando da BA11 é que pode autorizar o uso do uniforme de campanha em situações particulares pelo facto de existir o bairro residencial da base implementado na cidade e não cumprir em pleno o que está estabelecido... ou seja fazem uma leitura muito à letra, muito stricto senso e lêem o isolado como andar a caminhar por aí sozinho, enfim, posso também afirmar que nas Unidades onde estive até agora o procedimento é cumprido, as situações ocasionais de excepção são postas caso a caso e normalmente são autorizadas. Mas o pessoal tem a obrigação de se deslocar à Esquadra e solicitar autorização para o efeito seja Oficial, Sargento ou Praça.
Outro facto em Beja é que há muito pessoal que sai fardado de casa e o camuflado porque há especialidades que têm no uniforme de campanha a sua farda usual não só os Policias Militares, mas também os mecânicos de material aéreo e terrestre, os bombeiros, etc.
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 2109
  • Recebeu: 129 vez(es)
  • Enviou: 95 vez(es)
  • +50/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Novembro 16, 2008, 07:46:11 pm »
Visto de fora (por quem já por lá passou há uns anitos) dá ideia duma completa anarquia, no que aos uniformes diz respeito.
::..Trafaria..::
 

*

Akagi

  • Membro
  • *
  • 64
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Novembro 17, 2008, 11:36:25 am »
A anarquia maior com respeito aos uniforme verifica-se durante as cerimonias militares.

Os oficiais desde Generais até aos Subalternos, nestas cerimonias aparecem uns com espada, cinta e condecorações, outros só com a cinta, outros só com as condecorações, e outros ainda sem nada.

Comparando o que se passa em cerimonias identicas em outros paises a uniformenização é igual para todos os oficiais predentes na mesma, basta para tal ver os desfiles em Paris, Roma ou Madrid, para constactar tal facto. Aqui parece que cada um vai como quer
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 2109
  • Recebeu: 129 vez(es)
  • Enviou: 95 vez(es)
  • +50/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Novembro 17, 2008, 02:49:58 pm »
Acaba por ser o reflexo do país que somos...

Pelo que me apercebo as regras quanto ao uso corrente da farda foram alargadas/simplificadas... mas talvez se tenha ido longe de mais, nao sei, sou apenas um observador.

Havia regras que eram disparatadas, temos de reconhecer. Por exemplo: nunca percebi porque é que numa instituição disciplinada e uniformizada havia normas de fardamento (isto no que às saidas e uso corrente do uniforme diz respeito) para o o pessoal do quadro e outras para praças contratadas e outras ainda para praças do smo. Francamente achava aquilo aberrante.

Eu nunca sai da minha unidade com outra farda que nao fosse a 2. Outra nao me era permitida.
::..Trafaria..::
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7370
  • Recebeu: 739 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +813/-9
(sem assunto)
« Responder #12 em: Novembro 17, 2008, 03:12:38 pm »
Citação de: "Akagi"
Os oficiais desde Generais até aos Subalternos, nestas cerimonias aparecem uns com espada, cinta e condecorações, outros só com a cinta, outros só com as condecorações, e outros ainda sem nada.


Isso não será bem assim, normalmente os oficiais da unidade "organizadora", "responsável" pelo evento apresentam-se uniformizados de forma mais "completa". Os Oficiais Generais e comitiva, que vêm de "fora", apresentam-se de forma mais "simples".

Exemplos (Dia da Brigada de Reacção Rápida):





 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 2109
  • Recebeu: 129 vez(es)
  • Enviou: 95 vez(es)
  • +50/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Novembro 17, 2008, 03:59:04 pm »
Só uma pergunta:
Agora já toda a gente pode entrar entrar e sair dos quartéis à civil, não é?
::..Trafaria..::
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8988
  • Recebeu: 1289 vez(es)
  • Enviou: 1431 vez(es)
  • +183/-61
(sem assunto)
« Responder #14 em: Novembro 17, 2008, 04:46:22 pm »
Citação de: "Akagi"
Os oficiais desde Generais até aos Subalternos, nestas cerimonias aparecem uns com espada, cinta e condecorações, outros só com a cinta, outros só com as condecorações, e outros ainda sem nada.


Não sei como é no Exército mas por exemplo na Força Aérea, os oficiais RC não possuem grande uniforme, os oficiais RC usam a farda nº1.