Rangers, Comandos, Paras, etc

  • 4200 Respostas
  • 834150 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3930 em: Julho 11, 2020, 01:52:34 pm »
A atribuição da nacionalidade portuguesa é atualmente das mais fáceis e liberais, basta ver o Diário da República, a Ordem do Exército, etc., para ver a quantidade de militares com nomes tipo "Yuri Gagarin"  :mrgreen:, nas comunidades africanas, 90% dos nascidos em Portugal também têm nacionalidade portuguesa.
Não me parece interessante ir buscar pessoas que não tenham nenhuma relação com Portugal e que não falem português.

É tudo mentira, alguma vez um fulano chamado Gagarin servia nas Forças Armadas Portuguesas... >:(

Agora com nomes acabamos em "ev" e "ov"...à fartazana!  :mrgreen:
« Última modificação: Julho 11, 2020, 04:07:04 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7398
  • Recebeu: 757 vez(es)
  • Enviou: 272 vez(es)
  • +849/-12
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3931 em: Julho 11, 2020, 05:01:38 pm »
Isso... Bem como camaradas do sexo feminino chamadas Patxaxa Seminova  :mrgreen:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Cabeça de Martelo

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1397
  • Recebeu: 126 vez(es)
  • Enviou: 75 vez(es)
  • +32/-130
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3932 em: Julho 11, 2020, 08:33:09 pm »
Salário – eu falei num salário que desse para pagar as contas e ter vida própria e não em fortunas.

Exactamente, mas convém deixar isto claro, pois muitas vezes o pessoal fala de aumentos e abre demasiado a boca, é fácil pedir 2k ou 3k, mas um praça não justifica tal salário. De resto nada contra estamos sintonizados.

Citar
Formação técnico profissional – concordo se for pago pelo estado quando o militar estiver a atingir o limite de contratos com as Forças Armadas.

Eu sou apologista que ao longo do seu tempo quer esteja por contrato ou mesmo no quadro, haja possibilidades ou tempo do militar usar o devido estatuto de militar-estudante que a lei prevê e tenha tempo para poder frequentar um curso. Sim pago pelo Estado nas instituições públicas designadas pelo mesmo ou com as quais tenha protocolos. Assim quando acaba o contrato pelo menos tem já uma vocação ou mesmo estando no quadro, apresenta uma mais valia que possa ser usada pelas forças armadas à medida que vai envelhecendo pois não poderá ser um operativo ad aeternum

Citar
Peso – há limites para qualquer lado, penso que neste aspecto o peso poderia ser levado em conta num sistema de pontos em que não fosse de caracter eliminatório desde que o candidato passasse as PAF.
Altura – o mesmo de cima, mas aí as PAF teriam que ser diferentes para que o candidato mostrasse que a sua altura não é limitativo.

Sem nada a opor, o importante mesmo é não promover a discriminação por base em preconceitos, mas sim por base nos factos. Se o candidato é gordo mas fez a PAF com excelência então deve passar e não ser eliminado por ter barriga.


Citar
Idade – Tem que haver um limite qualquer, há pessoal que aos 30 estão podres e há os que aos 40 ainda têm muito para dar. A questão é que as Forças Armadas são uma instituição onde as coisas são padronizadas ao máximo, qual seria o rendimento de um individuo com 34 anos com mulher e filhos, uma casa para pagar, carro, etc? Chega um ponto que já não se fala de capacidade física, mas sim a bagagem que o candidato tem.

Conheço vários indivíduos >30 que não fazem parte desse paradigma. Casamento e filharada não faz parte dos seus objetivos.
Se procurares pelas provas civis de obstáculos e equivalentes de endurance verás indivíduos bem para além dos 30 a conseguirem completa-las.
Seja como for resolves facilmente tal como nos pontos anteriores, é um não-assunto, se o candidato passa a PAF com sucesso e sabe ao que vai é o que importa, não vai ser a esposa, filhos etc que o vão impedir de ser um bom profissional, tal como em qualquer outra área.

Citar
Um aspecto que devo frisar é que neste momento temos poucas vagas e por isso quem entra tem que dar rendimento e não desistir porque tem um filho/mulher/namorado em casa com saudades. Isso é difícil aos 20 e com o tempo fica cada vez pior.

Compete ao recrutador promover provas que procurem os mais motivados e capacitados independentemente da idade. Se o individuo desistir, também não é muito que se perde, mais vale teres muitos candidatos e alguns desistentes, do que estar a seco, como agora se passa.

Citar
Nacionalidade – Estrangeiros? Não obrigado. Cidadãos Europeus? Estou a tentar ver uma situação onde um Alemão ou um Belga quisesse servir nas Forças Armadas Portuguesas e muito sinceramente não estou a ver. Já um Português servir nessas Forças Armadas… há sempre boas razões (€).

Não vejo qual o complexo de ter estrangeiros a servir. A Bélgica, Dinamarca, França (apenas na Legião Estrangeira), Irlanda, Luxemburgo, Espanha (Legião Espanhola), isto apenas para mencionar países da UE.
« Última modificação: Julho 11, 2020, 08:34:57 pm por Camuflage »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9186
  • Recebeu: 1400 vez(es)
  • Enviou: 1570 vez(es)
  • +200/-64
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3933 em: Julho 11, 2020, 11:25:24 pm »
Não vejo qual o complexo de ter estrangeiros a servir. A Bélgica, Dinamarca, França (apenas na Legião Estrangeira), Irlanda, Luxemburgo, Espanha (Legião Espanhola), isto apenas para mencionar países da UE.

Eu não vejo é pessoas de qualquer outro país da UE a preferir vir para as FA portuguesas em vez das do país de origem, em qualquer outro país tem melhores condições e já sabem a língua, aqui ganham mal, usam equipamento velho ou remediado, têm que aprender falar português, missões internacionais poucas e para pequenas unidades, se disserem abrir o recrutamento à CPLP ai já acredito que consigam recrutas, agora da UE não acredito, no máximo alguns da europa de leste.
« Última modificação: Julho 11, 2020, 11:29:51 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo, HSMW

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3934 em: Julho 13, 2020, 03:10:57 pm »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3935 em: Julho 13, 2020, 03:17:12 pm »
Por falar em Boinas...

Citação de: Miguel Machado
Sobre boinas, um caso no US Army em 2001

Em 2001 o então Chefe do Estado-Maior do Exército dos EUA, Eric Shinseki, decidiu que todo o US Army (menos Airborne e Special Forces) passaria a usar uma boina preta.

Os Rangers usavam boina preta desde 1975 e ficaram furiosos. As suas associações mobilizaram-se, manifestaram-se publicamente, fizeram pressão no Congresso dos EUA e mesmo junto o Presidente George W. Bush que acabou por interferir no assunto.

Resultado, o chefe do US Army levou a sua vontade (relativamente) por diante, (quase) todo o Exército passou a usar boina preta, menos:

- Os Airborne mantiveram a vermelho-escura/marron;
- As Special Forces a verde;
- Os Rangers abandonaram a preta e passaram a usar uma nova, castanho-claro, semelhante aos SAS britânicos. Nestes incluíram-se 75th Ranger Regiment; Ranger Training Brigade; militares qualificados Rangers prestando serviço nos Special Operations commands (USSOC, USASOC, USSOC Joint Task Force, and Theater Special Operations Command)

Mais tarde, em 2018, já com novo Chefe de Estado-maior naturalmente, uma nova boina, castanha, foi introduzida no US Army para a 1st Security Force Assistance Brigade.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9186
  • Recebeu: 1400 vez(es)
  • Enviou: 1570 vez(es)
  • +200/-64
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3937 em: Julho 14, 2020, 04:03:01 pm »
Por falar em Boinas...

Citação de: Miguel Machado
Sobre boinas, um caso no US Army em 2001

Em 2001 o então Chefe do Estado-Maior do Exército dos EUA, Eric Shinseki, decidiu que todo o US Army (menos Airborne e Special Forces) passaria a usar uma boina preta.

Os Rangers usavam boina preta desde 1975 e ficaram furiosos. As suas associações mobilizaram-se, manifestaram-se publicamente, fizeram pressão no Congresso dos EUA e mesmo junto o Presidente George W. Bush que acabou por interferir no assunto.

Resultado, o chefe do US Army levou a sua vontade (relativamente) por diante, (quase) todo o Exército passou a usar boina preta, menos:

- Os Airborne mantiveram a vermelho-escura/marron;
- As Special Forces a verde;
- Os Rangers abandonaram a preta e passaram a usar uma nova, castanho-claro, semelhante aos SAS britânicos. Nestes incluíram-se 75th Ranger Regiment; Ranger Training Brigade; militares qualificados Rangers prestando serviço nos Special Operations commands (USSOC, USASOC, USSOC Joint Task Force, and Theater Special Operations Command)

Mais tarde, em 2018, já com novo Chefe de Estado-maior naturalmente, uma nova boina, castanha, foi introduzida no US Army para a 1st Security Force Assistance Brigade.

Aproveitando o texto apesar de ser off-topic, temos aqui uma boa solução para criar uma brigada moderna no exercito, e neste caso, com 100% de recursos humanos. :mrgreen:

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Security_Force_Assistance_Brigade
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3938 em: Julho 17, 2020, 02:02:18 pm »
Aprontamento da 3.ª Special Operations Advisory Team

3.ª "Special Operations Advisory Team" para o Teatro de Operações do Afeganistão associa-se ao projeto "Learning to skateboard in a warzone"
Este projeto, que ensina meninas em Cabul a andar de skate, em troca de uma hora de estudo obrigatória, despertou a atenção dos nossos militares, todos eles pais, que se encontram em fase final de aprontamento.
Assista à reportagem da RTP, que visitou o Centro de Tropas de Operações Especiais, em Lamego.

https://www.facebook.com/1981081602140528/videos/3025581094335222
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3939 em: Julho 17, 2020, 02:04:06 pm »
Exercício Militar "ZEUS20"

No Exercício Militar “ZEUS20”, o 1.º Batalhão de Infantaria Paraquedista (1BIPara), do Regimento de Infantaria N.º 15, de Tomar, testou e validou a capacidade de execução de missões no âmbito da Força de Reação Imediata (FRI).
Enquadrado no plano integrado de treino operacional do Comando das Forças Terrestres, este exercício setorial, realizado durante a semana passada na região de Tomar, permitiu avaliar o 1BIPara na execução de tarefas individuais e coletivas.
A FRI tem um elevado nível de prontidão e é orientada para missões de evacuação de cidadãos nacionais, em áreas de crise ou conflito, e missões de resposta a crises ou situações de emergência complexa, no estrangeiro ou em território nacional.
Inserido num cenário e contexto fictício de crise, instabilidade sociopolítica e ameaça assimétrica, o “ZEUS20” dividiu-se em quatro fases. Inicialmente foi feita a convocação dos elementos da FRI, posteriormente o Batalhão foi projetado numa operação aeroterrestre, seguindo-se uma operação de evacuação, com escoltas, recolha de informações e operações de combate, onde, durante dois dias, foram realizadas sessões de tiro com as pistolas Glock 17 Gen5 9mm. Na última fase decorreu a avaliação de todas as tarefas e a manutenção das viaturas e equipamentos.

https://www.facebook.com/1981081602140528/videos/1131942947177236
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8820
  • Recebeu: 4138 vez(es)
  • Enviou: 2940 vez(es)
  • +4228/-909
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3940 em: Julho 25, 2020, 12:34:34 pm »





Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3941 em: Julho 25, 2020, 05:41:47 pm »
Uma noticia antiga, mas que descreve algo que eu já tinha lido noutros sitios de uma forma não oficial:

Citar
Curso de Paraquedista
31 Dez 2019


 Entre setembro e dezembro de 2019 teve lugar o 2º Curso de Paraquedista para Oficiais, Sargentos e Praças 2019, no Regimento de Paraquedistas, em Praia do Ribatejo, e que contou com a frequência de três militares do Regimento de Artilharia Nº 4, dois Sargentos e uma Praça. O Curso de Paraquedismo iniciou-se com novo referencial em 2019, com a duração de três meses e duas fases, a 1ª fase com oito semanas de curso de combate, e a 2ª fase com cinco semanas de curso de paraquedismo.

 A fase do curso de combate preparou os militares em técnicas de sobrevivência, em tiro de pistola e espingarda, em combate em áreas edificadas, topografia, sapadores, e transmissões, entre outras, com vista ao desempenho de cargos e funções nos Batalhões Operacionais de qualificação Paraquedista.

 A fase do curso de paraquedismo integrou militares do Centro de Tropas de Operações Especiais, em Lamego, com a qualificação de Operações Especiais, sendo a totalidade dos cinco saltos de paraquedas por militar realizados no emblemático C-130 Hércules, sem acidentes e lesões, motivo de júbilo e sucesso na conclusão do Curso de Paraquedista para Oficiais, Sargentos e Praças 2019.

 Regressados a Leiria o testemunho pessoal dos três militares foi de notório regozijo e elevada motivação pela conquista do reconhecimento almejado, mantendo-se apenas no Regimento e no Grupo de Artilharia de Campanha 10,5 Rebocado, o Primeiro-Sargento de Transmissões Crespo Santos, que também já é detentor da qualificação de Operações Especiais, enquanto o Segundo-Furriel em Regime de Contrato Dias Freire foi colocado no Regimento de Infantaria Nº 15, em Tomar, e o Soldado em Regime de Contrato Lopes Carinha foi colocado no Regimento de Infantaria Nº 10, em São Jacinto.

 :G-beer2:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Foxy

  • Membro
  • *
  • 2
  • +0/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3942 em: Julho 26, 2020, 05:56:02 pm »
Um praça que esteja numa das forças especiais recebe mais a nivel salarial do que um praça que nao tenha nenhuma dessas especialidades?
May my enemies live long so they can see me progress
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4900
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 1188 vez(es)
  • +2398/-2872
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3943 em: Julho 26, 2020, 06:00:54 pm »
Um praça que esteja numa das forças especiais recebe mais a nivel salarial do que um praça que nao tenha nenhuma dessas especialidades?

Nunca percebi porque chamam aos soldados  "praças" ?

Daqui a pouco são avenidas.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1244
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3944 em: Julho 26, 2020, 06:23:45 pm »
Um praça que esteja numa das forças especiais recebe mais a nivel salarial do que um praça que nao tenha nenhuma dessas especialidades?

Subsidio de risco (Paraquedismo).
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.