Missão na Roménia

  • 123 Respostas
  • 22528 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5278
  • Recebeu: 3911 vez(es)
  • Enviou: 9541 vez(es)
  • +8440/-240
Re: Missão na Roménia
« Responder #30 em: Março 06, 2022, 11:14:49 pm »
Já estava previsto levarem as Pandur, ainda antes deste conflito estalar.
Talent de ne rien faire
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 10340
  • Recebeu: 5647 vez(es)
  • Enviou: 4321 vez(es)
  • +8468/-1836
Re: Missão na Roménia
« Responder #31 em: Março 07, 2022, 07:42:35 am »
A companhia de atiradores mecanizada que lá esteve até dezembro utilizava VBR e condutores romenos. Salvo erro a Piranha.

Sim as forças anteriores não levaram viaturas próprias, mas esta deve levar.

É melhor que as levem, mal por mal, mesmo sem RWS/ACar de jeito e PM, sempre é melhor operarem os equipamentos que utilizam e bem conhecem.  ;)

Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

jpthiran

  • Perito
  • **
  • 361
  • Recebeu: 95 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +19/-11
Re: Missão na Roménia
« Responder #32 em: Março 12, 2022, 04:10:06 pm »
Boa tarde.

Os Forças Portuguesas a enviar para a Roménia tem misseis anti tanque à disposição?
Obrigado e cumprimentos,

Jean-Pierre.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7870
  • Recebeu: 1212 vez(es)
  • Enviou: 340 vez(es)
  • +5140/-233

*

ARIES

  • Membro
  • *
  • 137
  • Recebeu: 64 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +15/-13
Re: Missão na Roménia
« Responder #34 em: Março 22, 2022, 06:46:46 pm »
Militares participam na demonstração tática da Companhia do Exército que será projetada para a Roménia, no âmbito da NATO, no Campo Militar de Santa Margarida, em Constância, 22 de março de 2022.

https://www.lusa.pt/foto?from=%2ffotos%3fimageid%3d36676580&imageid=36676580
 

*

CruzSilva

  • Especialista
  • ****
  • 1145
  • Recebeu: 443 vez(es)
  • Enviou: 2044 vez(es)
  • +622/-106
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8488
  • Recebeu: 3158 vez(es)
  • Enviou: 985 vez(es)
  • +4047/-6348
Re: Missão na Roménia
« Responder #36 em: Março 23, 2022, 11:33:41 am »
Boa tarde.

Os Forças Portuguesas a enviar para a Roménia tem misseis anti tanque à disposição?
Obrigado e cumprimentos,

Jean-Pierre.

Ter têm. Resta saber se levam.





Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5278
  • Recebeu: 3911 vez(es)
  • Enviou: 9541 vez(es)
  • +8440/-240
Re: Missão na Roménia
« Responder #37 em: Março 23, 2022, 12:03:40 pm »
Se os nossos Milan tiverem o mesmo desempenho que os dos franceses no Mali, mais vale nem os levar.
Talent de ne rien faire
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2430
  • Recebeu: 871 vez(es)
  • Enviou: 3024 vez(es)
  • +484/-70
Re: Missão na Roménia
« Responder #38 em: Março 23, 2022, 12:29:07 pm »
No (sempre referido) trabalho académico sobre os BI Pandur já se referia estarem os nossos MILAN no limite da sua validade... e são MILAN 2 (de 1984) - depois já há os MILAN 2T (1993), MILAN 3 (1996) e MILAN ER... os franceses, desde 2017, estão a substituir pelos Missile Moyenne Portée (MMP).

De facto mais vale não os levar - só se for para os usar todos em treino... 
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8488
  • Recebeu: 3158 vez(es)
  • Enviou: 985 vez(es)
  • +4047/-6348
Re: Missão na Roménia
« Responder #39 em: Março 23, 2022, 01:33:07 pm »
No (sempre referido) trabalho académico sobre os BI Pandur já se referia estarem os nossos MILAN no limite da sua validade... e são MILAN 2 (de 1984) - depois já há os MILAN 2T (1993), MILAN 3 (1996) e MILAN ER... os franceses, desde 2017, estão a substituir pelos Missile Moyenne Portée (MMP).

De facto mais vale não os levar - só se for para os usar todos em treino...

Contra os BTR e BMP Russos até a bazuca da guerra colonial serve. Então um BMP da serie T72/t90 até o Milan ou o Tow furam aquilo...  ;)



Citar
https://globeecho.com/news/europe/france-delivers-milan-anti-tank-missiles-to-ukraine/

Saudações
« Última modificação: Março 23, 2022, 01:35:10 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8187
  • Recebeu: 3689 vez(es)
  • Enviou: 701 vez(es)
  • +4915/-761
Re: Missão na Roménia
« Responder #40 em: Março 23, 2022, 01:37:45 pm »
https://www.exercito.pt/pt/informacao-publica/noticias/3770?fbclid=IwAR02kRCyhV4XQPx-drtQXel57xGpOAF6basbo0wMcoZN4nvnlqTJc_-olVo

Módulo de Defesa de Defesa Antiaérea...

Uns quantos Stinger certamente.

No (sempre referido) trabalho académico sobre os BI Pandur já se referia estarem os nossos MILAN no limite da sua validade... e são MILAN 2 (de 1984) - depois já há os MILAN 2T (1993), MILAN 3 (1996) e MILAN ER... os franceses, desde 2017, estão a substituir pelos Missile Moyenne Portée (MMP).

De facto mais vale não os levar - só se for para os usar todos em treino... 

Devem levar, mas porque é melhor do que não levar nada. Não levar um sistema portátil moderno (como o NLAW ou Spike SR) é que me parece criminoso.
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5278
  • Recebeu: 3911 vez(es)
  • Enviou: 9541 vez(es)
  • +8440/-240
Re: Missão na Roménia
« Responder #41 em: Março 23, 2022, 01:37:55 pm »
Vái ao tópico do Mali e vê as forças especiais francesas a utilizarem um Javelin para destruir um alvo (pick-up?), depois de vários falhanços dos Milan (versão desconhecida), que teimavam em não atingir o alvo.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LuisPolis

*

MATRA

  • Especialista
  • ****
  • 1146
  • Recebeu: 976 vez(es)
  • Enviou: 1067 vez(es)
  • +107/-20
Re: Missão na Roménia
« Responder #42 em: Março 23, 2022, 02:43:38 pm »
Vái ao tópico do Mali e vê as forças especiais francesas a utilizarem um Javelin para destruir um alvo (pick-up?), depois de vários falhanços dos Milan (versão desconhecida), que teimavam em não atingir o alvo.

Será este na Síria?
“Hard times create strong men. Strong men create good times. Good times create weak men. And, weak men create hard times.”
G. Michael Hopf, Those Who Remain
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8488
  • Recebeu: 3158 vez(es)
  • Enviou: 985 vez(es)
  • +4047/-6348
Re: Missão na Roménia
« Responder #43 em: Março 23, 2022, 03:53:24 pm »
Vái ao tópico do Mali e vê as forças especiais francesas a utilizarem um Javelin para destruir um alvo (pick-up?), depois de vários falhanços dos Milan (versão desconhecida), que teimavam em não atingir o alvo.

O Milan tem falhas muitas das quais tem a ver com a realidade de um projeto dos anos 60. Além dos problemas operacionais, por portas e travessas, sempre ouvi quem lidava com ele, afirmar que de dava mal com muito calor ou humidade. Agora, quando acerta é suficiente para a realidade da maior parte do material russo. Inclusive é referido um M1 Abrams destruído por um Milan..   ;)

Citar
In 2015, Germany supplied the Peshmerga with 30 MILAN launchers and over 500 missiles.[17][18] Those missiles were mostly used against ISIS forces, but on 20 October during the 2017 Iraqi–Kurdish conflict, Kurdish forces destroyed an Iraqi M1 Abrams tank and several Humvees using the MILANs

Citar
However, drawbacks include its short range, the exposure of the operator, problems with overland powerlines, and a vulnerability to infrared jammers such as Shtora that can prevent the automatic tracking of the missile's IR tail light.

https://en.wikipedia.org/wiki/MILAN



Saudações

"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Srgdoido

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5278
  • Recebeu: 3911 vez(es)
  • Enviou: 9541 vez(es)
  • +8440/-240
Re: Missão na Roménia
« Responder #44 em: Março 23, 2022, 11:55:13 pm »
Sim, era este. Pensava que era no Mali.  :G-beer2: É confrangedor como o Milan falha em acertar no alvo em condições de visibilidade como estas. E, certamente, que as FE francesas utilizam versões do Milan mais modernas que o EP.

Vái ao tópico do Mali e vê as forças especiais francesas a utilizarem um Javelin para destruir um alvo (pick-up?), depois de vários falhanços dos Milan (versão desconhecida), que teimavam em não atingir o alvo.

Será este na Síria?
Talent de ne rien faire