REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS

  • 3329 Respostas
  • 470602 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19201
  • Recebeu: 5967 vez(es)
  • Enviou: 6677 vez(es)
  • +7423/-10038
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3285 em: Julho 09, 2024, 11:09:46 am »
Portugal:



(A Europa atrás)

"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1701
  • Recebeu: 582 vez(es)
  • Enviou: 182 vez(es)
  • +331/-192
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3286 em: Julho 09, 2024, 01:43:35 pm »
E continua a descoberta da pólvora pelos jornalistas...

Citar
Orçamento para a Defesa: Portugal deixa por gastar a cada ano 317 milhões
Portugal ainda está longe da meta da NATO de gastos de 2% do PIB com defesa, mas mesmo assim desperdiça recursos que tem ao seu alcance

Portugal promete, todos os anos, muito mais do que aquilo que consegue cumprir na área da Defesa. Numa década, os orçamentos desta área têm vindo a crescer na maior parte dos anos, mas os milhões que são anunciados a cada Orçamento do Estado nunca são efectivamente empregues. E nem os apelos públicos do Presidente da República, que, com a Europa em guerra, pediu em 2022 um reforço no Orçamento da Defesa para o ano seguinte, evitaram que 2023 fosse um dos piores anos, com o segundo maior desvio em dez anos entre os gastos planeados e os executados.

https://www.publico.pt/2024/07/09/politica/noticia/orcamento-defesa-portugal-deixa-gastar-ano-317-milhoes-2096792

Por falar nisso, no que deu ontem o Conselho de Estado? Uma mão-cheia de nada, certo? E a partir de hoje em Washington será certamente mais do mesmo, apesar dos muitos apelos à mudança de rumo.


O que poderia ser uma boa notícia, todavia muito provavelmente com resultados (des)conhecidos aqui no retângulo à beira-mar plantado.

Citar
ECONOMIA
DEFESA
UE quer uma bazuca da defesa e admite mais dívida para lá chegar

Bruxelas diz que vai ser preciso investir mais 500 mil milhões de euros para suprir falhas e proteger os céus da UE da ameaça russa. Numa altura em que o bloco arrisca ficar mais isolado na NATO, está em cima da mesa a emissão de mais dívida comum. Esta terça-feira arranca a cimeira da Aliança Atlântica em Washington.

Os aliados europeus continuam ainda muito longe de suportar metade dos encargos da defesa comum na NATO, mas o avanço russo na Ucrânia e a perspetiva de um regresso de Donald Trump à presidência dos EUA, no próximo ano, atiraram o investimento militar para o topo da lista de prioridades da agenda do bloco nos próximos anos. Pela primeira vez, os 27 discutem mecanismos de financiamento comum para um reforço de investimentos que não ficará

https://www.jornaldenegocios.pt/economia/defesa/detalhe/ue-quer-uma-bazuca-da-defesa-e-admite-mais-divida-para-la-chegar

Desde 2014 até agora são 3.1 mil milhões de euros por gastar....não é pouco
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, Charlie Jaguar, Cabeça de Martelo

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19201
  • Recebeu: 5967 vez(es)
  • Enviou: 6677 vez(es)
  • +7423/-10038
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3287 em: Julho 09, 2024, 01:56:30 pm »
A NATO devia era espetar esses números nos focinhos dos aldrabões
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, Anthropos

*

Anthropos

  • Perito
  • **
  • 318
  • Recebeu: 475 vez(es)
  • Enviou: 101 vez(es)
  • +176/-15
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3288 em: Julho 09, 2024, 02:59:21 pm »
A NATO devia era espetar esses números nos focinhos dos aldrabões

Citando o que um Comandante de um Regimento me disse, quando falei da questão de ser necessário dar formação com o novo armamento bem como realizar as sessões de tiro operacional das Companhias:

"Mas estás maluco ou quê? Essa merda interessa para quê?"

Entretanto já não é Coronel, já é Brigadeiro General. Isto para dizer que nem aos Generais interessa, vai interessar a quem?  ::)
« Última modificação: Julho 09, 2024, 03:07:31 pm por Anthropos »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, P44, NVF, Duarte, Charlie Jaguar, Cabeça de Martelo, JohnM, PTWolf, Drecas

*

PTWolf

  • Analista
  • ***
  • 835
  • Recebeu: 378 vez(es)
  • Enviou: 1886 vez(es)
  • +1034/-197
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3289 em: Julho 09, 2024, 09:44:32 pm »
A NATO devia era espetar esses números nos focinhos dos aldrabões

Citando o que um Comandante de um Regimento me disse, quando falei da questão de ser necessário dar formação com o novo armamento bem como realizar as sessões de tiro operacional das Companhias:

"Mas estás maluco ou quê? Essa merda interessa para quê?"

Entretanto já não é Coronel, já é Brigadeiro General. Isto para dizer que nem aos Generais interessa, vai interessar a quem?  ::)

Curiosidade, quanto aufere do estado um general?
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7963
  • Recebeu: 1303 vez(es)
  • Enviou: 349 vez(es)
  • +5205/-237
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3290 em: Julho 09, 2024, 11:50:01 pm »
A NATO devia era espetar esses números nos focinhos dos aldrabões

Citando o que um Comandante de um Regimento me disse, quando falei da questão de ser necessário dar formação com o novo armamento bem como realizar as sessões de tiro operacional das Companhias:

"Mas estás maluco ou quê? Essa merda interessa para quê?"

Entretanto já não é Coronel, já é Brigadeiro General. Isto para dizer que nem aos Generais interessa, vai interessar a quem?  ::)

Curiosidade, quanto aufere do estado um general?

BGEN/COM 3 667,94 até 5 382,11 para GEN/ALM --> https://www.dgaep.gov.pt/upload/catalogo/SRAP_2024_V1.pdf
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: PTWolf

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19201
  • Recebeu: 5967 vez(es)
  • Enviou: 6677 vez(es)
  • +7423/-10038
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3291 em: Julho 10, 2024, 07:10:14 am »
A NATO devia era espetar esses números nos focinhos dos aldrabões

Citando o que um Comandante de um Regimento me disse, quando falei da questão de ser necessário dar formação com o novo armamento bem como realizar as sessões de tiro operacional das Companhias:

"Mas estás maluco ou quê? Essa merda interessa para quê?"

Entretanto já não é Coronel, já é Brigadeiro General. Isto para dizer que nem aos Generais interessa, vai interessar a quem?  ::)

Pois.
Tal como na marinheca,  os malucos somos nós.

Deixem lá os homens descansados a encher a pança. :new_argue:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5959
  • Recebeu: 6151 vez(es)
  • Enviou: 4092 vez(es)
  • +10098/-2672
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3292 em: Julho 10, 2024, 10:48:14 am »
Ó raio, aqui já não somos considerados bons alunos.  :'( :mrgreen:

Citar
NATO: Portugal, "aluno" abaixo da média, deve apresentar plano "credível e exequível" para aumentar gastos em defesa
O compromisso foi assumido no final de junho por Montenegro no debate parlamentar que antecedeu o último Conselho Europeu

https://www.tsf.pt/5431754088/nato-portugal-aluno-abaixo-da-media-deve-apresentar-plano-credivel-e-exequivel-para-aumentar-gastos-em-defesa/

Ui, antecipar de 2030 para 2029 vai fazer cá uma diferença...  :N-icon-Axe:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1528
  • Recebeu: 205 vez(es)
  • Enviou: 89 vez(es)
  • +265/-399
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3293 em: Julho 10, 2024, 12:30:51 pm »
Um possível reorganização usando os números totais de efectivos disponíveis, claro que vários teriam que ser realocados e qualificados:

Combined Armed Forces of Portugal

High Command and Integrated Staff

    Personnel: 200

Joint Special Operations Command (JSOC)

    Personnel: 1,800
        Special Forces Team: 1,000
            Capable of support missions, parachute operations, and conventional special operations.
        Elite Operations Team: 800
            Focused on high-risk, clandestine, and specialized missions.

Unified Branch Command

Ground Operations

    Total Personnel: 8,100
        1st Infantry Brigade: 2,500
            Infantry Units: 2,000
            Artillery Regiment: 250
            Engineer Battalion: 250
        2nd Mechanized Brigade: 2,500
            Mechanized Infantry: 2,000
            Support Units: 250
            Signal Battalion: 250
        Paratrooper Units: 1,500
        Pathfinder Units: 600
        Marine Battalions: 1,000
            1st Marine Battalion: 1,000

Naval Operations

    Total Personnel: 4,000
        Surface Fleet Group: 2,000
        Submarine Fleet Group: 1,000
        Coastal Defense Squadron: 1,000

Aerial Operations

    Total Personnel: 4,000
        Fighter Wing: 1,500
        Surveillance and Reconnaissance Wing: 1,000
        Transport and Support Squadron: 1,000
        Air Base Security Units: 500

Support and Logistics Command

    Total Personnel: 3,000
        Central Supply Group: 750
        Maintenance and Repair Battalion: 750
        Medical Services Battalion: 750
        Training and Doctrine Development Center: 750

Under Defense Ministry

    Military Police (including functions of branch-specific security)
        Total Personnel: 2,325
            1st Military Police Battalion: 775
            2nd Military Police Battalion: 775
            Specialized Units: 775

Veículos

Vehicle Recommendations for Each Branch
Ground Operations

    Armored Personnel Carriers (APCs): Continue using the Pandur II.
    Infantry Fighting Vehicles (IFVs): Acquire a cost-effective IFV such as the CV90 or second-hand Bradley IFVs.
    Main Battle Tanks (MBTs): Maintain and upgrade the Leopard 2A6 fleet; consider surplus units from NATO allies.
    Support Vehicles: Keep and maintain current support vehicles, upgrade as necessary.
    Engineering Vehicles: Keep current engineering vehicles and consider upgrading older models.

Naval Operations

    Frigates: Maintain the Vasco da Gama-class and Bartolomeu Dias-class frigates; consider modernization programs.
    Patrol Boats: Continue using Viana do Castelo-class patrol vessels; consider acquiring additional units of the same class.
    Submarines: Maintain current submarines; ensure regular upgrades and maintenance.

Aerial Operations

    Fighter Jets: Continue with the F-16 fleet, upgrade existing units. Consider acquiring additional second-hand F-16s if budget allows.
    Surveillance Aircraft: Maintain and upgrade P-3C CUP+ Orion; consider adding Airbus C295 MPA for additional capabilities.
    Transport Aircraft: Proceed with the transition to the KC-390.
    Helicopters: Maintain AgustaWestland AW101 and consider adding versatile and cost-effective helicopters like the NH90 for utility roles.
    Support Aircraft and UAVs: Enhance capabilities with modern UAVs for surveillance and support roles.

Vehicle Recommendations per Unit

Ground Operations

    1st Infantry Brigade:
        APCs (Pandur II): 50 units
        IFVs (e.g., CV90 or Bradley): 30 units
        Support Vehicles (logistics, medical, etc.): 20 units
        Engineering Vehicles: 10 units

    2nd Mechanized Brigade:
        Main Battle Tanks (Leopard 2A6): 40 units
        APCs (Pandur II): 60 units
        IFVs (e.g., CV90 or Bradley): 30 units
        Support Vehicles (logistics, medical, etc.): 20 units
        Engineering Vehicles: 15 units

    Paratrooper Units:
        Light Tactical Vehicles: 20 units
        Support Vehicles (logistics, medical, etc.): 10 units

    Pathfinder Units:
        Light Tactical Vehicles: 10 units
        Support Vehicles (logistics, medical, etc.): 5 units

    Marine Battalions:
        Amphibious Assault Vehicles (AAV7A1): 30 units
        Support Boats: Varies, typically 10 small boats

Naval Operations

    Surface Fleet Group:
        Frigates (Vasco da Gama-class and Bartolomeu Dias-class): 6 units (combined)
        Patrol Boats (Viana do Castelo-class): 10 units
        Mine Countermeasure Vessels: 5 units

    Submarine Fleet Group:
        Submarines: 2 units

    Coastal Defense Squadron:
        Coastal Patrol Boats: 8 units

Aerial Operations

    Fighter Wing:
        Fighter Jets (F-16): 12 units (currently in use, consider acquiring more if possible)
        Support Aircraft (e.g., refueling, EW): 2-4 units

    Surveillance and Reconnaissance Wing:
        Surveillance Aircraft (P-3C CUP+ Orion, Airbus C295 MPA): 10 units

    Transport and Support Squadron:
        Transport Aircraft (KC-390): 6-8 units (replace C-130)
        Helicopters (AgustaWestland AW101, NH90): 15 units

    Air Base Security Units:
        Light Tactical Vehicles: 20 units
        Support Vehicles: 10 units

Support and Logistics Command

    Central Supply Group:
        Supply Trucks: 50 units
        Fuel Tankers: 20 units

    Maintenance and Repair Battalion:
        Maintenance Trucks: 30 units
        Recovery Vehicles: 10 units

    Medical Services Battalion:
        Ambulances and Medical Vehicles: 20 units

    Training and Doctrine Development Center:
        Training Vehicles: 10 units (for training purposes)

Military Police (Under Defense Ministry)

    1st Military Police Battalion:
        Patrol Vehicles: 30 units
        Armored Vehicles: 10 units

    2nd Military Police Battalion:
        Patrol Vehicles: 30 units
        Armored Vehicles: 10 units

    Specialized Units:
        Specialized Vehicles (e.g., for riot control): 10 units

Recommended UAVs for the Portuguese Armed Forces

Aerial Operations (UAVs)

    General Recommendations:
        Medium-Altitude Long-Endurance (MALE) UAVs: Suitable for surveillance, reconnaissance, and intelligence missions.
        Tactical UAVs: Useful for shorter-range missions, battlefield surveillance, and tactical reconnaissance.

    Specific UAV Models:
        MQ-9 Reaper (MALE): Provides long endurance and high surveillance capability.
            Recommendation: 4-6 units.
        Heron TP (MALE): Offers long endurance and multi-payload capabilities.
            Recommendation: 4-6 units.
        ScanEagle (Tactical UAV): Compact, suitable for battlefield surveillance and reconnaissance.
            Recommendation: 8-12 units.
        RQ-21 Blackjack (Tactical UAV): Larger payload capacity and range compared to smaller tactical UAVs.
            Recommendation: 8-12 units.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20905
  • Recebeu: 3246 vez(es)
  • Enviou: 2369 vez(es)
  • +1596/-3523
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3294 em: Julho 10, 2024, 12:48:45 pm »
Fizeste isto, ou tiraste de algum site e adaptaste?

O número de Paraquedistas seria suficiente para teres 3 BIParas, mais o BOAT e ainda sobrava pessoal. A Companhia de Precursores é de escalão "Companhia" e tem um efectivo bastante limitado (menos de 50).

Presumo que no JSOC estejas a colocar a FOEsp, o DAE e ainda o BComds, mas mesmo assim tenho a leve impressão que não chegam a tantos.

Estás a esquecer-te de muitas coisas como a Escola das Armas, ESE e Academia Militar, PE, Carros de Combate, GRec, EOD, Companhia de Guerra Eletrónica etc.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5959
  • Recebeu: 6151 vez(es)
  • Enviou: 4092 vez(es)
  • +10098/-2672
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3295 em: Julho 10, 2024, 03:04:15 pm »
Foi feito via IA?
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 

*

JohnM

  • Especialista
  • ****
  • 1040
  • Recebeu: 593 vez(es)
  • Enviou: 344 vez(es)
  • +105/-26

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19201
  • Recebeu: 5967 vez(es)
  • Enviou: 6677 vez(es)
  • +7423/-10038
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Duarte

  • Investigador
  • *****
  • 2484
  • Recebeu: 245 vez(es)
  • Enviou: 724 vez(es)
  • +869/-342
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3298 em: Julho 10, 2024, 07:44:34 pm »
Fizeste isto, ou tiraste de algum site e adaptaste?

O número de Paraquedistas seria suficiente para teres 3 BIParas, mais o BOAT e ainda sobrava pessoal. A Companhia de Precursores é de escalão "Companhia" e tem um efectivo bastante limitado (menos de 50).

Presumo que no JSOC estejas a colocar a FOEsp, o DAE e ainda o BComds, mas mesmo assim tenho a leve impressão que não chegam a tantos.

Estás a esquecer-te de muitas coisas como a Escola das Armas, ESE e Academia Militar, PE, Carros de Combate, GRec, EOD, Companhia de Guerra Eletrónica etc.

e mais: defesa AA, unidades nas regiões autónomas. Faz lembrar a unificação das FA canadianas nos anos 60-70.. 
https://en.wikipedia.org/wiki/Unification_of_the_Canadian_Armed_Forces
слава Україна!
“Putin’s failing Ukraine invasion proves Russia is no superpower"
The Only Good Fascist Is a Dead Fascist
 

*

PTWolf

  • Analista
  • ***
  • 835
  • Recebeu: 378 vez(es)
  • Enviou: 1886 vez(es)
  • +1034/-197
Re: REFORMAR E MODERNIZAR AS FORÇAS ARMADAS
« Responder #3299 em: Julho 10, 2024, 09:21:16 pm »
A NATO devia era espetar esses números nos focinhos dos aldrabões

Citando o que um Comandante de um Regimento me disse, quando falei da questão de ser necessário dar formação com o novo armamento bem como realizar as sessões de tiro operacional das Companhias:

"Mas estás maluco ou quê? Essa merda interessa para quê?"

Entretanto já não é Coronel, já é Brigadeiro General. Isto para dizer que nem aos Generais interessa, vai interessar a quem?  ::)

Curiosidade, quanto aufere do estado um general?

BGEN/COM 3 667,94 até 5 382,11 para GEN/ALM --> https://www.dgaep.gov.pt/upload/catalogo/SRAP_2024_V1.pdf

Obrigado pela partilha

PQP de estoiro.... não admira haver muita gente a orientar vidinhas enquanto outros ganham o ordenado minimo.....  :bang: