A330 MRTT para a FAP ?

  • 268 Respostas
  • 17148 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8275
  • Recebeu: 3725 vez(es)
  • Enviou: 2473 vez(es)
  • +2830/-202
A330 MRTT para a FAP ?
« em: Julho 08, 2020, 04:02:35 pm »
Airbus Transforms A330s into Multi Role Tanker Transports Through an Optimised Conversion Process


Airbus A330 Multi Role Tanker Transports (MRTTs) are now being outfitted for their multi-mission duties in an optimised industrial process – enabling five aircraft to undergo the conversion every year. (Airbus infographic)

Having earned its reputation as the new-generation aerial tanker of choice for military services worldwide, Airbus’ A330 Multi Role Tanker Transports (MRTTs) are now being outfitted for their multi-mission duties in an optimised industrial process – enabling five aircraft to undergo the conversion every year.

The A330 MRTT is based on Airbus’ popular A330 widebody passenger airliner, with the aircraft produced on the company’s commercial airplane final assembly line in Toulouse, France. Once their initial built-up is complete, they are flown to Airbus’ military aircraft facility in Getafe, Spain to be transformed with hardware and systems for their dual roles as an air-to-air refuelling platform and an airlifter for troops and cargo.

Thousands of new parts integrated

During the conversion, Airbus teams install some 16,000 types of new components and approximately 450 new electrical harnesses (for a total cabling length of more than 50 km.), as well as 6,000 brackets and 1,700 connectors.

With 42 A330 MRTTs delivered to date, Airbus’ has reduced the end-to-end transformation time by one month, introducing increased digitalization and applying the “takt” principle of lean production methodology – in which the aircraft moves through the conversion with zero hours pending and zero work orders open.

The digitalization includes the increasing use of Microsoft HoloLens mixed reality headsets instead of computer tablets. With 80 to 90 work orders now produced with HoloLens, the goal is to apply the system during 2020 for 50% of overall work orders, mainly for electrical and hydraulic installations.

A key element of the conversion is installing the A330 MRTT’s air-to-air refuelling hardware. All aircraft are equipped with hose and drogue units, and most customers have opted for Airbus’ highly capable fly-by-wire Aerial Refuelling Boom System (ARBS) – which provides enhanced controllability during in-flight fuel transfers to receiver airplanes.

The A330 MRTT transformation process includes locating the Airbus-developed Air Refuelling Console in the cockpit area behind the pilots. Containing seats for two crew members, this station enables the aerial refuelling to be remotely controlled, aided by an advanced high-resolution observation system with panoramic 3D-vision for operations day and night.

On the A330 MRTT’s main deck, the aircraft’s widebody cross-section can be configured a variety of roles, from the transportation of troops and personnel with capacities for 268 passengers in a two-class configuration, to aeromedical evacuation – accommodating two intensive care units, 16 stretchers, along with seating for medical staff and passengers.

Customers from around the world

Airbus delivered its initial A330 MRTT in December 2009, with this no. 1 aircraft received by the Royal Australian Air Force. Today, A330 MRTTs are flown by Australia, France, Singapore, Saudi Arabia, South Korea, the United Emirates and United Kingdom – logging a combined total of more than 200,000 flight hours.

A total of 60 A330 MRTTs have been ordered for operations at the service of 13 nations.

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=255&page=4

Abraços
« Última modificação: Julho 08, 2020, 04:03:39 pm por tenente »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4642
  • Recebeu: 536 vez(es)
  • Enviou: 903 vez(es)
  • +985/-1259
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #1 em: Julho 08, 2020, 07:22:45 pm »
Agora assustei-me, pensei que eram boas noticias.  :mrgreen:
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1692
  • Recebeu: 241 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +104/-128
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #2 em: Julho 08, 2020, 07:45:32 pm »
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1749
  • Recebeu: 372 vez(es)
  • Enviou: 1727 vez(es)
  • +137/-21
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #3 em: Julho 08, 2020, 08:35:15 pm »
Pois, só falta é o carcanho como sempre....
 :-P
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4926
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 372 vez(es)
  • +305/-235
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #4 em: Julho 08, 2020, 10:41:59 pm »
Se ao reduzir a encomenda de 5 para 3 KCs, e a verba fosse alocada para 2 MRTT... Não calhava bem querem ver?  :mrgreen:

Por mim a resposta curta a este tipo se aeronave é um SIM! Um verdadeiro multiplicador de força.
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 724
  • Recebeu: 706 vez(es)
  • Enviou: 418 vez(es)
  • +2614/-123
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #5 em: Julho 08, 2020, 11:01:20 pm »
 Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, tenente, dc, Stalker79

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1193
  • Recebeu: 195 vez(es)
  • Enviou: 230 vez(es)
  • +27/-6
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #6 em: Julho 09, 2020, 10:54:41 am »
Tão e a TAP pá!!!  c56x1
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4926
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 372 vez(es)
  • +305/-235
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #7 em: Julho 09, 2020, 12:00:52 pm »
Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.

Até para missões de policiamento no Báltico, fazia mais sentido enviar uma aeronave destas para transportar o material e pessoal de apoio, do que um C-130.

Permitia também uma redução da carga de trabalhos para a frota de cargueiros da FAP, deixando os C-130/KC para cargas mais volumosas...

Enfim, temos muito dinheiro para 5 KC (quando 3 unidades iniciais bastavam), mas não temos para 2 aeronaves destas...
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6608
  • Recebeu: 1635 vez(es)
  • Enviou: 774 vez(es)
  • +2220/-1197
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #8 em: Julho 09, 2020, 03:14:49 pm »
Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.

Até para missões de policiamento no Báltico, fazia mais sentido enviar uma aeronave destas para transportar o material e pessoal de apoio, do que um C-130.

Permitia também uma redução da carga de trabalhos para a frota de cargueiros da FAP, deixando os C-130/KC para cargas mais volumosas...

Enfim, temos muito dinheiro para 5 KC (quando 3 unidades iniciais bastavam), mas não temos para 2 aeronaves destas...

Kc não comprava mais de 2. Os Checos também "fabricam" o aparelho e só vão comprar 2 (se comprarem).

https://www.flightglobal.com/czech-republic-outlines-need-for-two-kc-390s/95804.article

Penso que o Mrtt é essencial. Velhos tempos em que tinhamos os 707 da Fap a fazer algum desse trabalho.

 



"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega, Charlie Jaguar, tenente

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3557
  • Recebeu: 2571 vez(es)
  • Enviou: 1590 vez(es)
  • +2665/-860
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #9 em: Julho 10, 2020, 12:43:02 pm »
E que tremenda mais-valia para o nosso país seria a aquisição de um par destes aparelhos, capazes de ser empregues numa multitude de missões de cariz militar e civil a título interno e externo. Dois custariam sensivelmente o mesmo que um U209PN, mas tal como os submarinos o jeito que dariam.








« Última modificação: Julho 10, 2020, 12:44:52 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8275
  • Recebeu: 3725 vez(es)
  • Enviou: 2473 vez(es)
  • +2830/-202
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #10 em: Julho 10, 2020, 12:47:42 pm »
E que tremenda mais-valia para o nosso país seria a aquisição de um par destes aparelhos, capazes de ser empregues numa multitude de missões de cariz militar e civil a título interno e externo. Dois custariam sensivelmente o mesmo que um U209PN, mas tal como os submarinos o jeito que dariam.




Sem dúvida, sem dúvida !

Abraços
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4926
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 372 vez(es)
  • +305/-235
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #11 em: Julho 10, 2020, 02:58:27 pm »
E possuindo ambos os métodos de reabastecimento, são completamente "future proof" para qualquer aeronave que a FAP adquira, como caças por exemplo.

Não faz sentido não ter aeronaves destas.

Se tivéssemos um regime político, com políticos esclarecidos, com um nível intelectual acima da média e com sentido de Estado. E uma sociedade civil com um nivel de conhecimento e cultura medianos. Seria perfeitamente uma opção natural devido à nossa situação geo-estratégica na defesa aérea do nosso território no triângulo continente-Açores-Madeira como ampliador do raio de acção dos nossos caças . E da necessidade de possuirmos meios que o país possa projectar de uma vez por exemplo 350 homens  + carga numa situação de ajuda humanitária ou de transporte de tropas para locais onde hajam missões ou ainda numa evacuação necessárias de nacionais em qualquer ponto do mundo. Era uma "ferramenta" básica qualquer Estado civilizado.

 Mas como estamos numa realidade oposta. Tudo isso não passa de uma miragem e 300 e tal milhões quando para fazer uma actualização de um cockpit de aeronaves que já deviam estar abatidas, é o que é. E têm de pedir subsídio a Bruxelas.
Quanto mais investir num meio destes.

Até para missões de policiamento no Báltico, fazia mais sentido enviar uma aeronave destas para transportar o material e pessoal de apoio, do que um C-130.

Permitia também uma redução da carga de trabalhos para a frota de cargueiros da FAP, deixando os C-130/KC para cargas mais volumosas...

Enfim, temos muito dinheiro para 5 KC (quando 3 unidades iniciais bastavam), mas não temos para 2 aeronaves destas...

Kc não comprava mais de 2. Os Checos também "fabricam" o aparelho e só vão comprar 2 (se comprarem).



Digo sempre 3 por ser o número adequado para as nossas necessidades e ter sempre 2 disponíveis, enquanto o terceiro está possivelmente em manutenção. Além de que temos dois arquipélagos, dá sempre jeito o terceiro avião.

Mas isto mudava se recebessemos dois A-400.  :mrgreen:
 

*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1749
  • Recebeu: 372 vez(es)
  • Enviou: 1727 vez(es)
  • +137/-21
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #12 em: Julho 10, 2020, 03:03:27 pm »
A encomenda nunca havia de ter mudado de 3 Ka-cês e 2 A400.
Já cumpriam com a parte das obrigações para com a Embraer e conseguiamos um transporte tactico.
Este tambem não é mau pensado não.
 :-P
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4926
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 372 vez(es)
  • +305/-235
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #13 em: Julho 10, 2020, 03:27:42 pm »
Junta os dois MRTT e assinamos já o contrato.  :G-beer2:
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8275
  • Recebeu: 3725 vez(es)
  • Enviou: 2473 vez(es)
  • +2830/-202
Re: A330 MRTT para a FAP ?
« Responder #14 em: Julho 10, 2020, 06:04:14 pm »
Junta os dois MRTT e assinamos já o contrato.  :G-beer2:

eu não assino nada........., o ideal seria termos quatro A400 e dois MRTT's, isso assino já !!! ;)

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF