Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)

  • 169 Respostas
  • 88704 Visualizações
*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4213
  • Recebeu: 83 vez(es)
  • +74/-3
(sem assunto)
« Responder #105 em: Julho 24, 2008, 09:50:32 pm »








"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Ermit

  • Membro
  • *
  • 189
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #106 em: Julho 25, 2008, 12:03:21 am »
Nestas fotos ao menos já se pode ver elemntos de OE, ao contrário de fotos de outros TO.
Boas fotos, dá pra ver o tipo de terreno e ambiente por lá, gostei bastante da do sniper em treino talvez.


Cumprimentos
Não sabe assinar.
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 888
  • Recebeu: 146 vez(es)
  • Enviou: 17 vez(es)
  • +25/-20
    • http://www.pedro-monteiro.com
(sem assunto)
« Responder #107 em: Agosto 18, 2008, 01:06:31 am »
Com algum atraso, a reportagem referente ao exercício final de aprontamento do contingente português para o Kosovo, o Pristina 082:
http://www.defesanet.com.br/nato/pt_pristina08.htm



Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12801
  • Recebeu: 3125 vez(es)
  • Enviou: 7671 vez(es)
  • +834/-1357
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #108 em: Agosto 18, 2008, 02:50:14 am »
Olha quem é o gajo...  c34x
O barista mais operacional da NATO. Ou talvez mesmo da Europa.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4213
  • Recebeu: 83 vez(es)
  • +74/-3
(sem assunto)
« Responder #109 em: Março 10, 2009, 06:00:21 pm »
Citar
Kosovo: 290 militares portugueses partem a 24 de Março para Pristina

Vila Real, 10 Mar (Lusa) - Os 290 militares portugueses que vão constituir a Força Nacional Destacada da missão da NATO no Kosovo, partem dia 24 de Março para Pristina, anunciou hoje, em Vila Real, o Comandante Operacional do Exército.  

 

    O Tenente-General Artur Pina Monteiro presidiu à cerimónia de entrega do Estandarte Nacional ao primeiro Batalhão de Infantaria, que concluiu o aprontamento no Regimento de Infantaria 13 (RI13), localizado naquela cidade transmontana.  

 

    Segundo o Comandante Operacional do Exército, a KFOR, missão da NATO no Kosovo, constitui o teatro de operações internacional onde estão envolvidos mais militares portugueses.  

 

    A partir de 24 de Março, partem para Pristina 290 militares, dos quais 33 mulheres, e se constituirão como Força Nacional Destacada.  

 

    "Esta força estará sempre em prontidão no Kosovo para fazer intervenções em qualquer situação crítica em qualquer parte do território", salientou o responsável.  

 

    Depois das autoridades albano-kosovares terem proclamado unilateralmente a independência do Kosovo em Fevereiro de 2008, esta antiga província sérvia tem vivido tempos de relativa tranquilidade nos confrontos entre separatistas e sérvios.  

 

    Portugal reconheceu formalmente a independência da antiga província sérvia a 07 de Outubro.  

 

    O comandante do batalhão Tenente Coronel, Fernando Teixeira, disse que os seus homens, depois de uma formação intensiva de seis meses, estão preparados para desenvolver todo o tipo de operações com que se depararem no Kosovo.

 

 

    Fernando Teixeira afirmou que os militares portugueses vão encontrar um país que vive numa situação estável, mas onde podem ocorrer "picos de pequenas conflituosidades".  

 

    Depois da Bósnia e Líbano, Goreti Assunção, cabo-adjunto com 26 anos, parte para o Kosovo movida pela vontade de ajudar outras populações.  

 

    A militar declarou estar preparada para enfrentar os próximos seis meses longe da família e considerou que a Internet se transformou numa ferramenta essencial para matar saudades da família e do país.  

 

     Luís Mouta, de 28 anos e natural de Lisboa, vai embarcar pela primeira vez na aventura das missões internacionais.  

 

    "É o cumprimento de uma missão numa situação real. Estamos prontos. Agora é uma questão de chegar lá e começar a desenvolver o nosso trabalho", frisou.  

 

    O 1º Batalhão de Intervenção efectuou o aprontamento no RI13, unidade onde, desde 1998, já foram preparadas seis missões internacionais para a Bósnia, Kosovo e Timor-Leste.  
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1509
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #110 em: Julho 23, 2009, 11:31:19 pm »
Citar
Defesa: Operações de controlo de tumultos aguardam militares portugueses no Kosovo

Fronteira, Portalegre, 23 Jul (Lusa) - O controlo de tumultos é um dos mais prováveis cenários que aguardam os 290 militares do 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado (1º BIMec) que vão partir para o Kosovo em finais de Setembro.

O 1º BIMec, pertencente à Brigada Mecanizada sedeada no Campo Militar de Santa Margaria, vai render o 1º Batalhão de Infantaria da Brigada de Intervenção, que está a concluir seis meses de missão de "reserva táctica" às ordens do Comandante da KFOR, força liderada pela NATO.

O contingente de militares, que vai renovar a presença portuguesa naquela zona dos Balcãs, realizou hoje o exercício final de aprontamento na vila alentejana de Fronteira (Portalegre), a que assistiram muitos populares.

Num cenário que traduzia a situação operacional que se vive no Kosovo, os militares desenvolveram operações de cerco e busca e de controlo de tumultos.

O cenário da acção era um fictício bairro multiétnico, onde pernoitavam dois indivíduos procurados pela KFOR, um deles ferido.

Depois de simulada a captura de ambos, os militares do 1º BIMec depararam-se com fictícias manifestações, organizadas pela população, tendo obrigado as pessoas a dispersar e controlado os tumultos.

O exercício "Pristina 092", realizado nas zonas de Fronteira e Alter do Chão (Portalegre), encerrou o aprontamento dos militares para a missão no Kosovo, estando a partida prevista para a segunda quinzena de Setembro.

O comandante do 1º BIMec, tenente-coronel de infantaria Lino Gonçalves, explicou à agência Lusa que o exercício constituiu "uma demonstração de algumas capacidades" que os militares portugueses poderão ter de desenvolver no Teatro de Operações (TO) do Kosovo.

"A mais importante é aquela que envolve o controlo de tumultos, uma vez que é aquela com maior probabilidade de ocorrência no TO (teatro de operações)", disse.

Por outro lado, o tenente-coronel Lino Gonçalves garantiu que os militares portugueses também estão preparados para desenvolver operações de cerco e busca, "na captura de algum criminoso, em apoio à Polícia local".

A nova Força Nacional Destacada, constituída por 290 militares, entre eles 30 do sexo feminino, ficará na dependência directa do Comandante da KFOR, podendo ser empregue em qualquer ponto do Kosovo e também no TO da Bósnia-Herzegovina.

O 1º BIMec, a quem hoje foi entregue o Estandarte Nacional, que ficará à guarda do batalhão até ao seu regresso, está equipado com 88 viaturas tácticas.

http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stori ... ies/527517
 

*

lazaro

  • 473
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #111 em: Julho 24, 2009, 12:17:43 am »
Este pessoal está bastante bem treinado. o 1BIMec esteve a treinar para a NRF 12 durante 6 meses e posteriormente esteve em Stand-by durante mais 6 meses na NRF 12.

Este conceito de emprego do 1º BIMec materializa a politica do máximo aproveitamento possível de forças que estiveram a treinar e em Stand-by para os Battle Group e NRF's.
 

*

Aim

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #112 em: Julho 26, 2009, 09:39:08 pm »
Bem treinado acredito visto que as NRF tem sempre um plano de treino superior a qualquer outra unidade operacional.
Mas temos de ver o batalhão que se encontra no Kosovo, está na Reserva Táctica....
O seu emprego operacional no teatro é mesmo só a nível de reserva, ou seja serão mais 6 meses de treinos em cima de treinos para qualquer eventualidade . Assim é o lema e continuará a ser, ainda para mais agora com a retirada da K-FOR do terreno faseada em 3 alturas o nível de emprego operacional irá baixar substancialmente, embora tudo indique que Portugal irá fazer parte dos 2500 militares que ficarão no terreno como Reserva.
Só assim se justificará os recentes investimentos de Portugal no TO do kosovo
 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 485
  • +1/-0
    • http://www.operacional.pt/
KOSOVO: AS OPERAÇÕES DE CERCO E BUSCA
« Responder #113 em: Março 01, 2010, 11:03:05 am »
O artigo aqui apresentado decorre da experiência do Comando de um Esquadrão de Reconhecimento no Teatro de Operações do Kosovo, entre Agosto de 2000 a Abril de 2001. Além do interesse histórico que tem, muitos dos ensinamentos obtidos são intemporais e têm aplicação nos dias de hoje.


http://www.operacional.pt/kosovo-as-ope ... o-e-busca/

Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4213
  • Recebeu: 83 vez(es)
  • +74/-3
Re: Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)
« Responder #114 em: Março 16, 2010, 03:00:07 pm »
Citar
Esta manhã, dia 16 de Março de 2010, pelas 11H35 (10H35 horas de Lisboa) após terminar a corrida da prova de aptidão física, um militar da Força Nacional Destacada no Kosovo, desfaleceu e perdeu os sentidos. Assistido de imediato pelo enfermeiro e médico do contingente no sentido da sua reanimação o militar teve que ser prontamente evacuado para o hospital militar próximo (Bond Steel), onde viria a falecer.


A vítima mortal foi o soldado primeiro-cabo José Luís Madeira Bernardino e a família do militar já foi informada da situação estando a ser acompanhada e apoiada por psicólogos do Exército.

O corpo do militar está no hospital militar de Bond Steel, estando já em curso os procedimentos administrativos e legais para a sua transladação para Portugal.

Descanse em Paz


Que unidade está lá agora? Já são os páras de S. Jacinto?
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20717
  • Recebeu: 3152 vez(es)
  • Enviou: 2326 vez(es)
  • +1551/-3495
Re: Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)
« Responder #115 em: Março 16, 2010, 03:26:41 pm »
Soldado português no Kosovo morre durante exercício

Um militar da Força Nacional destacada no Kosovo morreu esta manhã quando realizava uma corrida da prova de aptidão física, anunciou o Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA).

Em comunicado, o EMGFA explica que o primeiro-cabo José Luís Madeira Bernardino “após terminar a corrida da prova de aptidão física, um militar da Força Nacional Destacada no Kosovo, desfaleceu e perdeu os sentidos. Assistido de imediato pelo enfermeiro e médico do contingente no sentido da sua reanimação o militar teve que ser prontamente evacuado para o hospital militar próximo (Bond Steel), onde viria a falecer”.

A família do militar já foi informada e está a ser acompanhada por psicólogos do Exército.

O corpo do está no hospital militar de Bond Steel, “estando já em curso os procedimentos administrativos e legais para a sua transladação para Portugal”, informa o EMGFA.

 :arrow: http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais ... treino.htm
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20717
  • Recebeu: 3152 vez(es)
  • Enviou: 2326 vez(es)
  • +1551/-3495
Re: Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)
« Responder #116 em: Março 16, 2010, 03:27:16 pm »
Citação de: "Lancero"
Citar
Esta manhã, dia 16 de Março de 2010, pelas 11H35 (10H35 horas de Lisboa) após terminar a corrida da prova de aptidão física, um militar da Força Nacional Destacada no Kosovo, desfaleceu e perdeu os sentidos. Assistido de imediato pelo enfermeiro e médico do contingente no sentido da sua reanimação o militar teve que ser prontamente evacuado para o hospital militar próximo (Bond Steel), onde viria a falecer.


A vítima mortal foi o soldado primeiro-cabo José Luís Madeira Bernardino e a família do militar já foi informada da situação estando a ser acompanhada e apoiada por psicólogos do Exército.

O corpo do militar está no hospital militar de Bond Steel, estando já em curso os procedimentos administrativos e legais para a sua transladação para Portugal.

Descanse em Paz


Que unidade está lá agora? Já são os páras de S. Jacinto?

Penso que sim, Lancero. :(
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1509
  • +1/-0
Re: Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)
« Responder #117 em: Março 16, 2010, 03:42:31 pm »
Descanse em paz.  :(

O 2ºBIPara não substituiu há poucos dias o 1ºBIMec ?
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4213
  • Recebeu: 83 vez(es)
  • +74/-3
Re: Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)
« Responder #118 em: Março 16, 2010, 03:50:57 pm »
Disseram-me agora que era de facto do 1.º Bimec. A dias de regressar.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1509
  • +1/-0
Re: Exército em Pristina, Kosovo (KFOR)
« Responder #119 em: Março 16, 2010, 03:57:22 pm »
Também acabo de saber que a rendição é dia 23.