Missão militar portuguesa na RCA

  • 1076 Respostas
  • 191615 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +3641/-441
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1035 em: Janeiro 27, 2021, 03:36:55 pm »
Pelo menos ainda fico bem disposto com os textos, da plantação de agriões à claque pelo "Koala com esteróides"  :mrgreen:

Qual a Minimi Mk3 que estão a utilizar? A 5,56mm (mira ponto vermelho, sem aumentos) ou a 7,62mm (mira ótica com pelo menos três aumentos)...?

Pelo tamanho das munições e comprimento do cano é a 7,62.

Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17088
  • Recebeu: 1757 vez(es)
  • Enviou: 1624 vez(es)
  • +290/-1165
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1036 em: Janeiro 28, 2021, 04:55:01 pm »
9.ª Força Nacional Destacada para a República Centro-Africana treina Tiro de Atirador Especial de Cobertura, a partir de uma plataforma aérea

Esta Força constituirá a Força de Reação Rápida da MINUSCA no 2.º semestre de 2021

A 9.ª Força Nacional Destacada para a República Centro-Africana (9FND/RCA) treina, no Campo de Tiro de Alcochete, Tiro de Atirador Especial de Cobertura, a partir de uma plataforma aérea (helicóptero Leonardo AW119MKII “KOALA" - Força Aérea Portuguesa - FAP).

Esta Força constituirá a Força de Reação Rápida da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da RCA (MINUSCA) no 2.º semestre de 2021.

Participaram neste treino oito militares da 9FND/RCA, uma aeronave da esquadra 552 (ZANGÕES), um militar da equipa "Tactical Air Control Party" da FAP e, como observador, um militar do Núcleo de Operações Táticas de Projeção da FAP.

















http://www.exercito.pt/pt/informacao-publica/noticias/2384
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +3641/-441
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1037 em: Janeiro 28, 2021, 06:00:21 pm »
Não, estávamos mesmo à espera que nos explicasses.  :mrgreen:

Está explicado.

Obviamente é para treinar os militares em questão para quando fizerem o mesmo nos do Paquistão e do Sri Lanka que estão na RCA, ou pensam que os nossos militares não têm que treinar para todos os cenários?!

CdM, tens feito os passeios higiénicos ?
Descontrai Homem a vida é muito curta.
Abraço

Os meus passeios são casa trabalho, trabalho casa. Onde eu descontraio é na horta e agora só metia lá os pés se fosse Fuzo ou Mergulhador... :crit:

PS: Tenente, quando é que eles chegam a Portugal?



“KOALA”, “KOALA”, “KOALA”... c56x1 :mrgreen:

Essa provocação bate na couraça da minha indiferença e ressalta !!! ;)
Achas mesmo que vamos ter destes ??
Eu também, pelo andar da carruagem, o tempo que se demora a decidir e pela verba que temos para os EvaKuativos, se der é para comprar cinco destes. :N-icon-Axe:

Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8980
  • Recebeu: 1283 vez(es)
  • Enviou: 1429 vez(es)
  • +183/-61
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1038 em: Janeiro 28, 2021, 10:05:40 pm »
O "Pássaro de Ferro" também têm um artigo sobre esse exercício.
http://www.passarodeferro.com/2021/01/atiradores-do-exercito-treinam-em-aw119.html?m=1

Gostava de salientar a parte em que referem que o Koala não possui certificação militar, isto é, ele não vai ter suporte para armas, e ainda bem, pois podia estar em andamento algum "desenrasque" para este heli ir para a RCA, assim isso está fora de hipótese.
« Última modificação: Janeiro 28, 2021, 10:05:58 pm por Lightning »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2676 vez(es)
  • +3641/-441
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1039 em: Janeiro 28, 2021, 11:19:32 pm »
O "Pássaro de Ferro" também têm um artigo sobre esse exercício.
http://www.passarodeferro.com/2021/01/atiradores-do-exercito-treinam-em-aw119.html?m=1

Gostava de salientar a parte em que referem que o Koala não possui certificação militar, isto é, ele não vai ter suporte para armas, e ainda bem, pois podia estar em andamento algum "desenrasque" para este heli ir para a RCA, assim isso está fora de hipótese.

Também gostei desse paragrafo, esse reconhecimento é fundamental para vermos a realidade da quase totalidade dos equipamentos ditos militares ou não das FFAA, mas eu gostei mais deste :

Apesar da frota EH101 Merlin da Esquadra 751 da FAP ter capacidade táctica, estes não têm sido opção para serem destacados na RCA. Está entretanto prevista a aquisição de "helicópteros de evacuação" na Lei da Programação Militar, mas não foi ainda lançado o respectivo concurso de compra.

A primeira frase, que menciona as limitações da frota 101, poderá ser clarificada por estas razões:
A)  esta frota tem pelo menos dois 101 encostados, AKA as Vacas da frota, como tal, se a estes dois 101, juntarmos o(s) INOP(S) e ou em MNT, facilmente se deduz que não haverá unidades disponíveis para serem destacadas para a RCA;
B) além do motivo acima mencionado, podemos adicionar o facto dos 516 não estarem devidamente equipados, nem haver armamento, para serem empenhados num cenário de guerra.

Quanto á segunda frase o caricato continua, há quanto tempo o MDN fala nesses helis EvaKuativos ??
Em que LPM se menciona essa necessidade de compra e se aloca a verba para a aquisição ??
Mas será que alguém acredita que serão adquiridos ??
Eu já acreditei, actualmente não, mas o que não quer dizer que não sejam adquiridos, muito provavelmente até poderão ser mas, será que ainda serão comprados a tempo de serem empenhados no TO RCA ???
A saga das lacunas dos equipamentos das FFAA continua, e por culpa exclusiva dos responsáveis Politicos e Militares



 :bang: :bang: :bang:

Abraços
« Última modificação: Janeiro 28, 2021, 11:27:27 pm por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5236
  • Recebeu: 1614 vez(es)
  • Enviou: 405 vez(es)
  • +337/-243
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1040 em: Janeiro 28, 2021, 11:37:16 pm »
Tivesse havido vontade, já tinham ido aos EUA tratar de comprar 8 a 10 células de UH-60, (possivelmente 2 delas para peças) e que por esta hora já estariam em trabalhos de reacondicionamento e em relativamente pouco tempo os primeiros já operacionais. Mas como temos uma LPM extremamente "maleável" (ou não), a data dada para o concurso é 2022, portanto os militares no RCA que se aguentem, tal como a Marinha tem que se aguentar até, quem sabe, 2027, sem AOR.

A falta de visão, e a mania de querer tudo a cheirar a novo, vai fazer com que, mais uma vez, se deixem escapar compras de oportunidade de de resolução rápida, por programas mais demorados, caros e, possivelmente, menos eficazes.
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1908
  • Recebeu: 296 vez(es)
  • Enviou: 454 vez(es)
  • +23/-27
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1041 em: Janeiro 28, 2021, 11:53:40 pm »
Quanto á segunda frase o caricato continua, há quanto tempo o MDN fala nesses helis EvaKuativos ??
Em que LPM se menciona essa necessidade de compra e se aloca a verba para a aquisição ??
Mas será que alguém acredita que serão adquiridos ??
Eu já acreditei, actualmente não, mas o que não quer dizer que não sejam adquiridos, muito provavelmente até poderão ser mas, será que ainda serão comprados a tempo de serem empenhados no TO RCA ???

Do outro tópico:
Suspeito que era uma aquisição que nunca foi para ser concretizada por parte da elite política. Foi muito paleio e deu para entreter pessoal diplomático e militar com a suposta aquisição mas nunca existiu interesse real por trás disto. Quanto mais apoio financeiro.

Cumprimentos,
Mantenho a mesma opinião; foi tudo propaganda e uma manobra de diversão do governo.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, tenente

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12355
  • Recebeu: 604 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +217/-157
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1042 em: Janeiro 30, 2021, 11:15:02 am »
Países dos Grandes Lagos reiteram apoio a presidente da RCA


 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1791
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +260/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1043 em: Janeiro 30, 2021, 10:01:08 pm »

Militares Portugueses regressam à base após operação a 150 km da capital da República Centro-Africana

Após um mês de empenhamento numa operação de paz das Nações Unidas (MINUSCA), na região de Bossembélé, a cerca de 150 Km da capital da República Centro-Africana, Bangui, os militares do Exército e da Força Aérea da 8ª Força Nacional Destacada neste teatro de operações, maioritariamente composta por Comandos, regressaram há dias à base, em Bangui.

Com o movimento contínuo de Grupos Armados em direção a Bangui, a fim de destabilizar o processo eleitoral, a Força de Reação Rápida Portuguesa foi chamada a intervir para travar o movimento destes grupos, assegurar a liberdade de movimentos das autoridades locais e garantir a proteção da população.

Nesta operação, os militares portugueses operaram Postos de Controlo no itinerário principal e realizaram várias patrulhas de segurança, terrestres e aéreas, para estabelecer um ambiente seguro e estável, garantindo que a população local pudesse voltar à sua rotina normal.

Durante a condução destas operações, nos dias 18 e 23 de dezembro, os militares portugueses foram atacados por elementos de Grupos Armados, tendo prontamente e em legitima defesa, respondido ao fogo e suprimido a ameaça.

Destas ações de combate não resultaram baixas na Força Portuguesa.

Mais uma vez, a presença dos militares portugueses na região, em nome da manutenção da paz, trouxe segurança às populações locais e contribuiu para o estabelecimento de um ambiente estável e seguro na região de Bossembélé.

Esta é a 8ª Força Destacada neste teatro de operações, sendo o atual contingente composto por 180 militares, maioritariamente tropas especiais Comandos do Exército Português, integrando ainda militares de outras unidades do Exército e Controladores Aéreos Avançados da Força Aérea.

“MAMA SUMAE”
« Última modificação: Janeiro 30, 2021, 10:03:49 pm por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1791
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +260/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1044 em: Janeiro 31, 2021, 01:17:55 am »
Os Mi-7 não são os tais helis do Senegal se não me engano, que havia pessoal a queixar-se que este país se recusava a operar a baixa altitude ou algo do género?

Nope, isso era com os Hind do Senegal. Os Mi-17 paquistaneses têm operado muito bem em conjunto com as nossas tropas na RCA, muito profissionais e competentes segundo já foi dito.

Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10724
  • Recebeu: 1660 vez(es)
  • Enviou: 4487 vez(es)
  • +266/-132
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1045 em: Fevereiro 01, 2021, 11:55:27 pm »

Visita do comandante da MINUSCA a Bangassou. 29JAN21

Com uma prespetiva interessante de algumas das forças no terreno.

https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1791
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +260/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1046 em: Fevereiro 06, 2021, 12:00:33 pm »
In the CAR, France and Russia engage in a mini Cold War

Citar
(...)The Central African Republican has become another playground for the war of influence between Paris and Moscow. The latest episode to date: the alleged infiltration of a French defence subcontractor by Russian intelligence.(...)
« Última modificação: Fevereiro 06, 2021, 12:01:07 pm por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1798
  • Recebeu: 270 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +104/-155
« Última modificação: Fevereiro 09, 2021, 01:27:02 am por Red Baron »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4529
  • Recebeu: 413 vez(es)
  • Enviou: 336 vez(es)
  • +73/-1157
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1048 em: Fevereiro 12, 2021, 11:44:29 pm »
Citar
Um eventual reforço dos militares portugueses na República Centro-Africana (RCA) está, para já, descartado. A Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da RCA (MINUSCA) pediu esta quinta-feira à ONU um reforço de até três mil efetivos, mas o ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, afastou a hipótese de mobilizar mais efetivos portugueses. O pedido, feito pelo major-general Paulo Maia Pereira, que no início da semana tomou posse como segundo comandante da MINUSCA, “está a ser examinado no Conselho de Segurança das Nações Unidas”, disse o ministro.

O contingente português, “extremamente valioso no quadro de uma Força de Reação Rápida”, continuará “a desempenhar essas funções”. É “aquilo que nos pedem”, sublinhou Gomes Cravinho, à margem de uma visita ao Comando Conjunto para as Operações Militares (CCOM), em Oeiras, onde está instalado o grupo de apoio ao coordenador do grupo de trabalho do plano de vacinação contra a covid-19, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo. Além do ministro e do coordenador, estiveram presentes a ministra da Saúde, Marta Temido, e o chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, o almirante António Silva Ribeiro.

 “enorme eficácia do contingente português que lá está” é “reconhecida por todos”, sustentou o ministro. “São cerca de 200 militares num quadro de 11 mil”, tendo “um impacto desproporcional em relação à MINUSCA como um todo”. Portugal tem atualmente 243 militares na RCA, dos quais 188 integram a MINUSCA e 55 a missão de treino da União Europeia (EUTM), liderada pelo brigadeiro-general Paulo Neves de Abreu.
expresso.pt
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1791
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +260/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #1049 em: Fevereiro 13, 2021, 12:36:39 am »
Descartado para o MDN até porque, se quisermos reforçar, tem que se falar com o MAI, para enviar a GNR  :mrgreen:
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, oi661114