ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Força Aérea Portuguesa => Tópico iniciado por: typhonman em Maio 24, 2007, 12:46:58 am

Título: Os 30 F16A/B MLU da FAP
Enviado por: typhonman em Maio 24, 2007, 12:46:58 am
http://www.correiomanha.pt/noticia.asp? ... l=10&p=200 (http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=243191&idselect=10&idCanal=10&p=200)
Título:
Enviado por: SSK em Maio 24, 2007, 01:03:06 am
Mais vale uma má decisão do que viver na indecisão :!:  :wink:
Título:
Enviado por: Sintra em Maio 24, 2007, 01:54:47 am
Isto não é uma má decisão, isto é uma EXCELENTE DECISÃO...
Título:
Enviado por: Duarte em Maio 24, 2007, 03:12:50 am
Quer isto dizer que desistiram da venda de 12 F-16? Ou é memso para montar e vender?..

Como sempre com notícias destas, estão lá os mesmos badamecos do costume a maldizer as forcas armadas na secção de comentários.  Viva a liberdade! :roll:

É gentinha desta estirpe que lentamente destrói a nação.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Maio 24, 2007, 09:34:40 am
Finalmente alguem com a cabeça no sitio no governo toma a decisão correcta e faz as coisas em condições, espero nos proximos dias que decisões iguais seja tomadas em relação aos NPO

Cump.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: comanche em Maio 24, 2007, 01:18:19 pm
Citação de: "Typhonman"
http://www.correiomanha.pt/noticia.asp? ... l=10&p=200 (http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=243191&idselect=10&idCanal=10&p=200)



Excelentes notícias para as nossas forças armadas.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 24, 2007, 02:15:27 pm
O que é que eu disse?! Eu sabia que a venda não ia à vante (até porque há soluções muito melhores no mercado)!
Título:
Enviado por: p_shadow em Maio 25, 2007, 03:37:44 am
Mas o que é que este artigo tem a ver com a venda ou não dos F-16?!  :?


Cumptos
Título:
Enviado por: ricardonunes em Maio 25, 2007, 10:58:56 am
Citação de: "p_shadow"
Mas o que é que este artigo tem a ver com a venda ou não dos F-16?!  :?

Cumptos

Nada :roll:

Citar
Portaria n.o 425/2007
Considerando que a Força Aérea tem necessidade de assegurar a operacionalidade da frota F-16, nomeadamente de todos os sistemas das aeronaves;
Considerando a vantagem de um criterioso planeamento que permita a prontidão e o aproveitamento integral nas missões a que se destinam;
Considerando que a obtenção de informação técnica, bem como a aquisição, reparação e calibração, em tempo oportuno, de componentes para aeronaves e seus sistemas é indispensável à consecução daquele objectivo e implica processos de aquisição de serviços e de material cujos prazos de entrega e respectivos encargos financeiros abrangem os anos 2007, 2008, 2009 e 2010:
Ao abrigo do disposto no n.o 1 do artigo 22.o de Decreto-Lei n.o 197/99, de 8 de Junho, manda o Governo, pelos Ministros de Estado e das Finanças e da Defesa Nacional, o seguinte:
1.o É autorizado o Comando Logístico e Administrativo da Força Aérea a iniciar um procedimento tendente à celebração de um contrato para aquisição de bens e serviços para as aeronaves F-16 até ao montante de E 13 700 000.
2.o Os encargos orçamentais decorrentes da celebração do contrato a que se refere o número anterior não poderão exceder, em cada ano, os seguintes valores:

Ano                                           Bens         Serviços
                                               (euros)       (euros)
2007 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 850 000    850 000
2008 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2 000 000 2 000 000
2009 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2 000 000 2 000 000
2010 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2 000 000 2 000 000

3.o As importâncias fixadas para os anos de 2008, 2009 e 2010 serão acrescidas dos saldos que se apurarem na execução orçamental dos anos anteriores.
4.o Os encargos financeiros resultantes da execução do presente diploma serão satisfeitos por verbas adequadas do orçamento da Defesa Nacional, Departamento da Força Aérea, para os anos de 2007, 2008, 2009 e 2010, inscritas e a inscrever pelos montantes correspondentes no capítulo 05, divisão 01, subdivisão 10, classificações económicas 02.01.14, 02.02.03 e 02.02.19.
5.o A orçamentação das despesas de cada ano será precedida pela apresentação de programas anuais de execução, elaborados de acordo com as normas definidas pelo Ministério das Finanças e da Administração Pública, através da Direcção-Geral do Orçamento.
27 de Abril de 2007.—Pelo Ministro de Estado e das Finanças, Emanuel Augusto dos Santos, Secretário de Estado Adjunto e do Orçamento.— O Ministro da Defesa Nacional, Henrique Nuno Pires Severiano
Teixeira.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 25, 2007, 11:07:22 am
Eu não posso abrir o link...tou no trabalho, pensei que era sobre isso.  :wink:
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 27, 2007, 12:32:29 am
Agora so faltam as JDAM/JSOW AIM9X ou equivalente, e pods de designação de alvos como o LITENINGII/III e adquirir mais JHMCS.
Título:
Enviado por: Miguel em Maio 27, 2007, 10:20:23 am
O rearmamento do Norte de Africa ( Marrocos e Argélia)

E a meu ver um dos factores que levou o governo a voltar equipar a FAP com 40 F16.

Penso que os debates por estes foruns podem ter algum peso :wink:
Título:
Enviado por: Yosy em Maio 27, 2007, 12:22:23 pm
Citação de: "Miguel"
O rearmamento do Norte de Africa ( Marrocos e Argélia)

E a meu ver um dos factores que levou o governo a voltar equipar a FAP com 40 F16.

Penso que os debates por estes foruns podem ter algum peso :wink:


Esperemos que sim.
Título:
Enviado por: Duarte em Maio 27, 2007, 02:57:04 pm
Citação de: "Miguel"
O rearmamento do Norte de Africa ( Marrocos e Argélia)

E a meu ver um dos factores que levou o governo a voltar equipar a FAP com 40 F16.

Penso que os debates por estes foruns podem ter algum peso :wink:


E não só e rearmamento, mas a crescente instabilidade e actividade terrorista na região.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 27, 2007, 07:39:50 pm
Os F16MLU não servem de muito se não se adquirirem as munições que eu disse em cima JDAM,JSOW,GBUs e pods de designação, seria importante adquirir aeronaves para realizar COMINT/ELINT e EW.
Título:
Enviado por: Miguel em Maio 27, 2007, 07:59:04 pm
Typhoonman

O nosso objetivo principal é a defesa do espaço aéreo nacional, precisamos de ter destacamentos na Madeira, Açores, Continente.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 27, 2007, 08:43:51 pm
Sim Miguel e para isso já foram adquiridos os JHMCS, AIM120 e talvez AIM9X, para matar terroristas e enfrentar as ameaças que a NATO enfrenta, sobretudo na aréa do apoio aéreo próximo precisamos dessas munições.
Título:
Enviado por: papatango em Maio 28, 2007, 02:37:33 pm
Lamento se posso parecer um pouco negativo, mas acho que não se trata de retirar dos caixotes  as aeronaves do segundo lote de F-16.

Do segundo lote de F-16 apenas algumas aeronaves foram submetidas ao processo de modernização MLU. As restantes são as que estão nos caixotes. Os valores indicados, serviríam para pagar o MLU em 2 (dois) F-16.

Interpreto a notícia como sendo relativa à modernização e manutenção das aeronaves que estão a voar.
Título: MLU
Enviado por: tsahal em Maio 28, 2007, 02:55:36 pm
e foi lançado um programa destinado a aquisição de 12 ``targeting PODs´´.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 28, 2007, 07:20:37 pm
Espero que escolham o LITENING III.
Título: MLU
Enviado por: tsahal em Maio 28, 2007, 07:24:43 pm
Acho que é utilizado o LITENING 2?
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 28, 2007, 07:29:20 pm
Sim, mas o III tras novas funcionalidades a nivel inercial e de reconhecimento.
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Maio 28, 2007, 07:34:07 pm
Trata-se de uma evolução, é normal que traga outras capacidades e funcionalidades. Seria de certa forma lógica que fosse adquirido a versão 3 mas quem manda manda bem como se costuma dizer.

Não existe muito coisa disponivel no mercado, veremos o que acontecerá!

Typhoon, tens alguma foto tirada por ti de um F16 Português com o LITENING 2?
Título: LITENING
Enviado por: tsahal em Maio 28, 2007, 07:39:54 pm
Uma cena engraçada, é que cada vez que a Rafael emite um comunicado relacionado com um contrato para o LITENING, envia sempre a mesma fotografia, um F16 Português com a Cruz de Cristo desfocada equipado com um LITENING.

Apesar disso, da para ver que é um F16 Português.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 28, 2007, 07:41:43 pm
Sim tenho, espero que não seja escolhido o Pantera.

http://img530.imageshack.us/img530/9743/cacmy1.jpg (http://img530.imageshack.us/img530/9743/cacmy1.jpg)
Título: Re: MLU
Enviado por: paraquedista em Maio 28, 2007, 08:16:01 pm
Citação de: "tsahal"
e foi lançado um programa destinado a aquisição de 12 ``targeting PODs´´.


Caro Tsahal, qual e a fonte para esta informacao ? pois acompanho o forum 9G's e la nada foi mencionado...
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Maio 28, 2007, 09:02:12 pm
É mesmo essa fotografia caro Typhoonman.

Paraquedista, acho que o MDN ainda não chegou ao ponto de fazer ``procurement´´ de equipamentos militares através de Foruns!
Título: Re: MLU.
Enviado por: paraquedista em Maio 29, 2007, 04:02:46 am
Citação de: "tsahal"
É mesmo essa fotografia caro Typhoonman.

Paraquedista, acho que o MDN ainda não chegou ao ponto de fazer ``procurement´´ de equipamentos militares através de Foruns!


Bom...talvez me tenha explicado mal...o que eu queria dizer era :

Onde viu esse " Procurement" publicado ?

Porque eu acompanho o forum 9G's e eles costumam estar muito bem informados e actualizados, mas ainda la nao vi ninguem que confirmasse que se teria avancado para a aquisicao dos POD's...

 :wink:
Título: MLU
Enviado por: tsahal em Maio 29, 2007, 12:34:47 pm
Paraquedista lamento mas desisto.......

Typhoonman tou a espera de saber se o LITENING 3, será apresentado para esse concuso.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 29, 2007, 12:51:59 pm
Ok caro Tsahal, quando souber cá estamos para saber. A Rafael possui bons equipamentos que poderiam equipar os MLU tanto a nivel electrónico e de software como a nivel de munições.
Título: Re: MLU
Enviado por: paraquedista em Maio 29, 2007, 01:08:01 pm
Citação de: "tsahal"
Paraquedista lamento mas desisto.......

Typhoonman tou a espera de saber se o LITENING 3, será apresentado para esse concuso.


Sabe caro thashal...eu vivo no Canada, e por isso Ingles e a minha segunda lingua...como tal sei muito bem o que quer dizer "procurement"...mas voce podia e devia  ser muito mais simpatico, quando partipa no forum... :roll:
Título:
Enviado por: MERLIN em Maio 29, 2007, 01:14:34 pm
O concurso para os 12 POD para Portugal esta anunciado via pagina da DGAED no site do MDN. Na pagina da DGAED ha um link para a Agência Europeia de Defesa. O concurso esta na pagina 2.
Cumptos
Título:
Enviado por: paraquedista em Maio 29, 2007, 01:32:17 pm
Muito agradecido caro Merlin.  E data de 10/05/2007 portanto bastante recente...
Título:
Enviado por: papatango em Maio 29, 2007, 04:20:51 pm
Er...

Aquele F-16 da foto, não é um F-16 B ?
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Maio 29, 2007, 04:50:31 pm
Fui ver agora mesmo a fotografia e confirmo a tua afirmação. É mesmo um F16B Block 15.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 29, 2007, 05:34:46 pm
Sim, em testes com o pod LITENING II.
Título:
Enviado por: paraquedista em Maio 29, 2007, 06:21:51 pm
Nota interessante do Defense Industry daily sobre o preco dos Litening II...baixaram de $3.3 milhoes de US Dol. das primeiras encomendas, para $1.28 milhoes de US Dol. em 2004 e tratando-se ja do Litening AT.

Comeca-me a parecer que os 13 milhoes de Euros para equipamento dos F16 entre 2007 e 2010 serao para os POD's de Reconhecimento... :wink:


Scoping The Buy: Past Orders


LITENING IIThough the contract did not mention how many pods were being purchased, some reference contracts may help. The USAF Reserve's initial program to equip four F-16 squadrons involved 16 pods at $53 million ($3.3 million each), including support equipment, training, and initial maintenance support. By July 2000, however, a procurement order of 15 LITENING II pods plus support and training for Harrier aircraft of the US, British and Spanish navies cost only $25 million ($1.67 million each). In 2001, a USMC order of 47 LITENING II pods for its AV-8B Harriers cost $54.8 Million ($1.16 million each). In 2003, an order for 24 LITENING IIs for F-15E Strike Eagles cost $32.6 million ($1.35 million each). Finally, in 2004, amidst a number of refits and upgrades there was also a USMC contract to purchase 8 of the more advanced LITENING AT pods for its F/A-18s at a price of $10.3 million ($1.28 million each). Note that all LITENING pods in US servicve have now been upgraded to the LITENING AT standard.

The USAF's Air Force Link fact sheet lists the price at $1.4 million each, though it does not note which fiscal year dollars are used as the baseline. Note also that many contracts, especially those that represent the LITENING's inaguration with a country's military, will include a substantial technical, spares and maintenance compnent. If the new customers are mounting the pod on a new aircraft type, platform integration costs may also factor in.
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Maio 29, 2007, 06:58:17 pm
O preço é sempre um dado relativo. O comprador e o vendedor podem negociar o valor e as fases de pagamento.

É sempre uma boa noticia, significando que trata-se de melhorar as capacidades dos F16.

Não esquecer, que o projecto anunciado é ainda um ``Prior Information Notice´´.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 29, 2007, 07:13:54 pm
Ao menos são o dobro do que se falava a uns tempos atrás.
Título:
Enviado por: p_shadow em Maio 30, 2007, 04:14:35 am
Essa foto do F-16B com Litening remonta a 2000, salvo erro, quando a Rafael testou a integração do pod nos nossos F's.

Mais recentemente, a FAP pôde testar num ambiente mais "operacional" outros modelos de TGP em exercícios NATO. E parece que os Pantera ficaram na retina...

A vêr vamos.

Cumptos
Título:
Enviado por: nelson38899 em Maio 30, 2007, 11:54:26 am
Gostava que me tirassem uma duvida os novos targing pods que Portugal vai adquirir não será, para a esquadra de F16 mais antiga como modernização. Quanto ao que Portugal vai investir na segunda esquadra não será porque já há comprador para os aviões que Portugal pretende vender.


Cump.
Título:
Enviado por: Get_It em Maio 30, 2007, 02:44:46 pm
Corrijam-me se estive enganado, mas targeting pods (http://http), como os da família Lightning, são utilizados para apontar bombas inteligentes/bombas de precisão para ataques terrestres. Portanto deverá ser essa esquadra 301, que tem esta missão, a receber as 12 unidades do sistema a comprar.

Cumprimentos,
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Maio 30, 2007, 02:48:55 pm
Penso que não. Porque do meu ponto de vista, torna-se muito difficil vender F16s por varios motivos.

Tem que haver algum interessado e de forma firme.

Se o MDN vender os 12 como inicialmente previsto, a LM deixa de poder vender ao possivel comprador da FAP. Não esquecer o forte poder de ``marketing´´ da empresas US e das diversas agencias US que vendem equipamentos defesa e existem muitos F16s US de versões antigas a espera no deserto por um possivel comprador.

Modernizar 12 ao padrão MLU leva o seu tempo e o seu dinheiro.

Se for o caso, no fim da modernização dos 12 F16s, seriam logo vendidos e nós ficariamos com F16A/B B15? Sendo assim, a nossa frota ficava ``outdated´´.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 30, 2007, 08:30:57 pm
Os Pantera não têm capacidades a nivel de navegação inercial e reconhecimento como as versões II e III do LITENING, até agora so escolheram o Pantera a Bélgica e a Noruega, muito por razões politicas(não querer comprar armas a Israel), penso que o ideal para nós seria o Litening II/III como ja referi.
Título: MLU
Enviado por: tsahal em Maio 30, 2007, 08:34:36 pm
O LITENING é um sistema Israelita que pode ser de certa forma ``transformado´´ num equipamento US, visto que ele é tb disponibilizado pela Northrop Grumman ao abrigo de acordos de marketing e industriais.

O LITENING tb foi escolhido pela Holanda.
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 30, 2007, 08:37:13 pm
Pelo que sei a Holanda encontra-se bastante satisfeita com a suam prestação no Afeganistão.
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Maio 30, 2007, 08:46:13 pm
Como dizes, tem logica a FAP optar pelo LITENING 3 mas é preciso que todas as aquisições funcionem pela lógica.

Olham para as PANDUR 2, todas as viaturas da Republica Checa vão ter o ``kit´´ anfibio. No caso Português, apenas as VBRs dos fuzileiros serão equipadas com um kit anfibio da ULTRA.

Apesar de mt gente achar (e eu concordar) que o PANDUR 2 não é de todo um meio aconselhado para operações de desembarque.

Friso no entanto a boa escolha de equipar o PANDUR com blindagem ``Add On´´ isto apesar do fornecedor (SSAB) do aço não ser conhecido por um fabricante de blindagens como no caso de empresas como a Plasan Sasa, Rafael e outras.
Título: Re: MLU.
Enviado por: Duarte em Maio 30, 2007, 10:06:52 pm
Citação de: "tsahal"
Olham para as PANDUR 2, todas as viaturas da Republica Checa vão ter o ``kit´´ anfibio. No caso Português, apenas as VBRs dos fuzileiros serão equipadas com um kit anfibio da ULTRA.


Acho cque deveriam ter protecção contra areia, para poderem operar eficientemente no deserto da margem sul..  :lol:
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 31, 2007, 12:45:00 am
So espero que não se compre o PANTERA por a Bélgica ter comrpado..
Título:
Enviado por: Sintra em Junho 01, 2007, 03:52:40 am
Que venha um qualquer, MAS QUE VENHAM...  :?
Título:
Enviado por: Leonidas em Junho 02, 2007, 02:46:26 am
Saudações guerreiras

Na notícia publicada não está nada que me possa colocar um sorriso de orelha a orelha. Podem publicar seja o que for, mas eu continuo na minha. É só mais do mesmo e só não é pior porque provavelmente não se pode fazer pior, ou... descer ainda mais baixo.

Acho melhor continuar a acreditar no Pai Natal, no caso de continuarem a sonhar. Se não forem muito dado ao Pai Natal, então que seja a história da carochinha.

Cumprimentos
Título: MLU.
Enviado por: tsahal em Junho 03, 2007, 02:43:46 pm
Tem sido dito que a FAP usa o sistema LITENING, segundo soube, a FAP não possui qualquer sistema LITENING. O que aconteceu, foi que a 7 anos atras, um F16 da FAP testou o respectivo sistema.

Esse projecto recente de aquisição faz, sendo assim, sentido.
Título: Re: MLU.
Enviado por: p_shadow em Junho 04, 2007, 01:51:10 am
Citação de: "tsahal"
Tem sido dito que a FAP usa o sistema LITENING, segundo soube, a FAP não possui qualquer sistema LITENING. O que aconteceu, foi que a 7 anos atras, um F16 da FAP testou o respectivo sistema.

Esse projecto recente de aquisição faz, sendo assim, sentido.

Citação de: "p_shadow"
Essa foto do F-16B com Litening remonta a 2000, salvo erro, quando a Rafael testou a integração do pod nos nossos F's.

Mais recentemente, a FAP pôde testar num ambiente mais "operacional" outros modelos de TGP em exercícios NATO. E parece que os Pantera ficaram na retina...


Cumptos
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 04, 2007, 12:03:19 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.airliners.net%2Fopen.file%3Fid%3D1073450%26amp%3Bsize%3DL%26amp%3Bwidth%3D1024%26amp%3Bheight%3D695%26amp%3Bsok%3D%26amp%3Bphoto_nr%3D2084%26amp%3Bprev_id%3D1073019%26amp%3Bnext_id%3D1073836&hash=aa8258cf5b0215e1eade8a94fb442f30)

no caso da imagem não dar, carreguem:
http://www.airliners.net/open.file?id=1 ... id=1073836 (http://www.airliners.net/open.file?id=1073450&size=L&width=1024&height=695&sok=&photo_nr=2084&prev_id=1073019&next_id=1073836)

Vende-se
Alvo ministro da defesa  :lol:
Título:
Enviado por: Leonidas em Junho 08, 2007, 02:45:29 am
Saudações guerreiras

Citação de: "Tsahal"
Tem sido dito que a FAP usa o sistema LITENING, segundo soube, a FAP não possui qualquer sistema LITENING. O que aconteceu, foi que a 7 anos atras, um F16 da FAP testou o respectivo sistema.

Esse projecto recente de aquisição faz, sendo assim, sentido.


Não ponho em causa o fazer sentido da “coisa”! Aliás, já há muito faz sentido ter um instrumento com a capacidade seja de um “Pantera” ou “Litening” ou outro qualquer que seja compatível com o F-16 e desde que satisfaça as reais necessidades da FAP. Aquilo que se deve questionar é exactamente aquilo que não faz sentido.

Na minha opinião não faz sentido publicar seja o que for, porque nada é claro quanto ao seu teor, coisa que também já não é novidade! Se formos a analisar o que a notícia traz é relativo a quê? Temos a certeza que isto está relacionado com o tal concurso para a aquisição dos “pods”? Temos a certeza que afinal não é bem assim e que os 12 F-16 encaixotados irão ser montados?

Temo que a discussão esteja a ser mais especulativa do que realista. Parece que ainda não aprendemos com os políticos que vamos tendo por cá! Se os cortes e cativações de verbas a torto e a direito são uma realidade e se a aquisição de material novo (salvo os NPO, se até lá o casco não apodrecer) só está adiada para o mandato a seguir ao segundo que o sr. engenheiro pretende ganhar, porquê abrir-se uma excepção para a compra de tais coisas que alguém civilizado nunca ouviu falar? Se nem para a gasosa há dinheiro, quanto mais para 12/15/50 “pods”!  

O que me cheira, com essa história do concurso, é a mais um procedimento pró-forma e nada mais! Bem pode a moirama dormir descansada.

------------------------------

A Bélgica adquiriu, para os seus F-16, “pods” exclusivamente para o reconhecimento fotográfico. A sua origem é a França. Não sei se mais um ou outro país europeu com F-16 possui essa vertente. Julgo que não, mas posso estar errado, dado não ter confirmado.

Cumprimentos
Título:
Enviado por: typhonman em Junho 08, 2007, 09:13:53 am
A Belgica e a Noruega são os utilizadores de Pantera, e a Holanda e o UK LITENING II.
Título:
Enviado por: Sintra em Junho 08, 2007, 11:59:11 am
Citação de: "Leonidas"
Saudações guerreiras

Citação de: "Tsahal"
Tem sido dito que a FAP usa o sistema LITENING, segundo soube, a FAP não possui qualquer sistema LITENING. O que aconteceu, foi que a 7 anos atras, um F16 da FAP testou o respectivo sistema.

Esse projecto recente de aquisição faz, sendo assim, sentido.

Não ponho em causa o fazer sentido da “coisa”! Aliás, já há muito faz sentido ter um instrumento com a capacidade seja de um “Pantera” ou “Litening” ou outro qualquer que seja compatível com o F-16 e desde que satisfaça as reais necessidades da FAP. Aquilo que se deve questionar é exactamente aquilo que não faz sentido.

Na minha opinião não faz sentido publicar seja o que for, porque nada é claro quanto ao seu teor, coisa que também já não é novidade! Se formos a analisar o que a notícia traz é relativo a quê? Temos a certeza que isto está relacionado com o tal concurso para a aquisição dos “pods”? Temos a certeza que afinal não é bem assim e que os 12 F-16 encaixotados irão ser montados?

Temo que a discussão esteja a ser mais especulativa do que realista. Parece que ainda não aprendemos com os políticos que vamos tendo por cá! Se os cortes e cativações de verbas a torto e a direito são uma realidade e se a aquisição de material novo (salvo os NPO, se até lá o casco não apodrecer) só está adiada para o mandato a seguir ao segundo que o sr. engenheiro pretende ganhar, porquê abrir-se uma excepção para a compra de tais coisas que alguém civilizado nunca ouviu falar? Se nem para a gasosa há dinheiro, quanto mais para 12/15/50 “pods”!  

O que me cheira, com essa história do concurso, é a mais um procedimento pró-forma e nada mais! Bem pode a moirama dormir descansada.

------------------------------

A Bélgica adquiriu, para os seus F-16, “pods” exclusivamente para o reconhecimento fotográfico. A sua origem é a França. Não sei se mais um ou outro país europeu com F-16 possui essa vertente. Julgo que não, mas posso estar errado, dado não ter confirmado.

Cumprimentos


 Tanto pessimismo  
 Ainda à muito pouco tempo, poucos meses, ninguém fazia a minima ideia que a FAP ia adquirir o JHCMS, mas no entanto já estão Viper´s a voar com o "capacete"  :wink:
 Vamos lá ser optimistas (nem que seja uma vez)...
Título:
Enviado por: Lancero em Junho 19, 2007, 07:26:18 pm
Reportagem (http://http) da SIC em Monte Real.
Título:
Enviado por: Miguel em Junho 19, 2007, 08:27:29 pm
Excelente noticia, fala-se agora em 33 F16MLU  :D

15 F16 por esquadra e 3 de reserva.

Ficamos melhor que com os 28 inicialmene previstos.
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 19, 2007, 11:39:54 pm
Faz-se a defesa do espaço aéreo dos países Bálticos agora o de Portugal deixamos para os espanhois ...  :evil:
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 20, 2007, 12:50:10 am
Citação de: "p_shadow"
Citação de: "tsahal"
Tem sido dito que a FAP usa o sistema LITENING, segundo soube, a FAP não possui qualquer sistema LITENING. O que aconteceu, foi que a 7 anos atras, um F16 da FAP testou o respectivo sistema.

Esse projecto recente de aquisição faz, sendo assim, sentido.

Citação de: "p_shadow"
Essa foto do F-16B com Litening remonta a 2000, salvo erro, quando a Rafael testou a integração do pod nos nossos F's.

Mais recentemente, a FAP pôde testar num ambiente mais "operacional" outros modelos de TGP em exercícios NATO. E parece que os Pantera ficaram na retina...

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg509.imageshack.us%2Fimg509%2F8886%2Faaa2deet0.jpg&hash=2ffe4edf5135dabb083574c31438fa19)

 :D  

15 F16 por esquadra e 3 de reserva.

Ficamos melhor que com os 28 inicialmene previstos.[/quote]
A Força Aérea Portuguesa continua a fazer planos para a operação de 40 aeronaves. O que o jornalista da SIC "papagueou" foi que a modernização dos F-16 iria decorrer em 33 aparelhos como o que ele tinha à frente (F-16AM "15123"). Ou seja, 33 monolugares F-16; de foram ficaram, como é óbvio, os 7 bilugares F-16B/BM que perfazem um total de 40 caças.  :twisted:
Título:
Enviado por: Miguel em Junho 20, 2007, 11:44:19 am
Optimo com 40 F16 AM/BM ficaremos bem :wink:

Certo que o rearmento regional levou talvez o governo ao realismo.

Devemos poder destacar 2/3 F16 para Porto Santo e igualmente nos Açores, para ter um policiamento total do nosso espaço.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 20, 2007, 01:59:20 pm
boas

Eu para a madeira concordo, pois temos que tomar do alberto :twisted: , agora para os açores só concordo quando forem feitos os radares para alem da base das lages.

cump.
Título:
Enviado por: comanche em Junho 20, 2007, 02:36:09 pm
Destacar 2 ou 3 F16 para Porto Santo a titulo permanente, quando o radar estiver em pleno funcionamento, era o ideal.
Título:
Enviado por: MERLIN em Junho 20, 2007, 03:34:30 pm
O problema esta mesmo no "quando estiver"... :evil:
Cumptos
Título:
Enviado por: Lancero em Outubro 04, 2007, 03:33:28 pm
Citar
F16: Força Aérea preocupada com atrasos das OGMA nos trabalhos de modernização dos aviões    

   Monte Real, Leiria, 04 Out (Lusa) - O general Luís Araújo, chefe do  Estado-Maior da Força Aérea, manifestou-se hoje preocupado com os atrasos  das Oficinas Gerais de Material Aeronáutico (OGMA) na modernização dos F16,  que pode pôr em causa o programa de actualização das aeronaves.  

     

   "Têm havido atrasos que não têm sido mais significativos porque a nós,  Força Aérea, temos feito um esforço para os corrigir", afirmou o general,  que hoje esteve presente da Base Aérea de Monte Real para uma cerimónia  de mudança de comando.  

     

   "A OGMA tem problemas graves que têm a ver com a contratação de pessoal  civil qualificado para trabalhar nos aviões" o que pode colocar em causa  o programa de modernização dos aviões F16, explicou o oficial, salientando  que os prazos terminam em 2012 mas o seu cumprimento "não depende só de  nós".  

     

   "A modernização dos aviões é um programa muito complexo que nos orgulha  e que tem a ver com um trabalho de elevada tecnologia" que é feito em Portugal,  salientou o general.  

     

   "s OGMA cabe a responsabilidade de montagem da fuselagem dos aviões,  cabendo depois aos militares da base aérea a colocação dos equipamentos  electrónicos e das asas das aeronaves.  

     

   "Estamos a contar modernizar entre quatro a cinco aviões por ano" e  o "objectivo é ter 33 aviões modernizados no período 2011 a 2012", um programa  que está a ser prejudicado pelas dificuldades da OGMA em dar resposta a  esta calendarização.  

     

   Até ao momento, a Força Aérea Portuguesa (FAP) conta com oito F16 melhorados  com o programa Mid-Life Upgrade (MLU), uma actualização técnica que os coloca  no topo tecnológico ao nível da generalidade dos países europeus.  

     

   Entre 01 de Novembro e 15 de Dezembro, Portugal vai assegurar a vigilância  do espaço aéreo dos três países bálticos (Estónia, Letónia e Lituânia),  no âmbito de uma missão NATO, levando para lá quatro F16 e um destacamento  de 70 militares portugueses.  

     

   A estes quatro aviões caberá o papel de defesa e policiamento do espaço  aéreo, numa "missão de grande visibilidade" para a Força Aérea Portuguesa,  que teve de adaptar os meios utilizados ao mau tempo que se espera sentir  na zona neste período do ano.  

     

   "A grande característica da NATO é a solidariedade" pelo que cabe aos  membros que possuem caças o papel de vigilância do espaço aéreo dos países  que não têm recursos, como são os três países bálticos.  

     

   Hoje, em Monte Real, base onde estão sedeados as duas esquadras de F16,  Luís Araújo presidiu à passagem de comando entre os coronéis João Cordeiro  e Manuel Rolo, que assumiu funções a partir de agora.  

     
Título:
Enviado por: Jorge Pereira em Outubro 04, 2007, 03:43:39 pm
O mal-estar na Força Aérea por este atraso já vem de longe. Agora parece que finalmente há a coragem para o exteriorizar.

Espero que isto ajude definitivamente a mudar o rumo do programa.
Título:
Enviado por: ricardonunes em Outubro 17, 2007, 12:10:15 pm
Não sei se já viram/leram (http://http) este artigo da Mais Alto :?:
Título:
Enviado por: Lightning em Outubro 17, 2007, 02:46:03 pm
Muito bem, os mecanicos da Força Aérea a mostrar que são tão ou mais capazes que qualquer técnico das empresas privadas, mas fiquei com uma duvida, então só se vão modernizar 25 motores???
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Outubro 17, 2007, 03:48:11 pm
Está lá bem explicado o porquê: as aeronaves F-16A/B OCU Block 15 do Programa Peace Atlantis I (PAI) vieram já equipadas de raíz com o motor F100-PW-220E, enquanto que os F-16A/B adquiridos ao abrigo do Programa Peace Atlantis II (PAII) são motorizados pelo mais antigo F100-PW-200C.

Como comprámos 25 células F-16A/B (PAII) com os respectivos motores, é só fazer as contas.  :wink:
Título:
Enviado por: p_shadow em Outubro 18, 2007, 03:39:08 am
Essa Mais Alto trouxe algumas coisas engraçadas.
Citar
A expectativa de vida inicial
do F100 era de 16 anos, todavia este ciclo acabou
por ser estendido mais de três vezes, sendo
a data actual de phase-out variável entre 2025(1)
e 2035, consoante o país de utilização

(1)2025 Posição actual da Força Aérea Portuguesa.

 :roll:

Cumptos
Título:
Enviado por: Paisano em Outubro 18, 2007, 04:11:32 am
Prezados,

A mensagem abaixo foi postada no "Fórum Defesa Brasil" pelo usuário Prick:

Citação de: "PRick"
Citação de: "soultrain"
Citar
OGMA is one of the leading companies currently providing service-life-extension programs for the Lockheed Martin F-16 Fighting Falcon aircraft.  The company is at present carrying out F-16 MLU + Falcon Up + Falcon Star on behalf of the Portuguese Air Force.  OGMA is the only company worldwide carrying out these three major programs simultaneously.

These modernization programs involve structural, electrical and mechanical modifications in order to make the aircraft even more effective.

The purpose of these modifications is

 
   
To increase the fatigue resistance of the airframe
   
To modify the aircraft from Block 15 standard to Block 50 standard
   

To modernize the equipment and to install the latest digital cockpit and avionics
   
To bring the aircraft to a common NATO standard
Services
   Mid Life Upgrades (MLU)
   Falcon Up
   Falcon Star

http://www.ogma.pt/ (http://www.ogma.pt/)

É verdade a Embraer comprou a OGMA, agora pode fazer tudo até os Kits montebrás para aumentar a vida da célula e cuidar das asas caídas!  :lol: Quem sabe não tenhamos uma via de mão dupla, com a vinda dos F-16 MLU de Portugal que seriam guardados.  E eles virariam sócios dos C-390, até que seria uma barganha interessante!  [091]  [050]

[ ]´s


Minhas questões são:

É possível que esse post esteja perto da verdade?

Algum de vocês teria, por acaso, a possibilidade de confirmar essa hipótese?

Um abraço a todos.
Título:
Enviado por: p_shadow em Outubro 18, 2007, 04:23:49 am
Caro David, Apesar de não ter compreendido muito bem os termos utilizados, garanto-lhe que o comentário que esse sujeito colocou não merece nenhum crédito pois não tem nenhuma ponta de ligação à realidade que presenciamos. Felizmente!


Abraço
Título:
Enviado por: Paisano em Outubro 18, 2007, 04:29:50 am
Esse post do usuário Prick foi uma hipótese aventada por ele, pois a EMBRAER comprou a OGMA e há "comentários" sobre uma possível compra de F-16 pela FAB.
Título:
Enviado por: Get_It em Outubro 18, 2007, 04:42:29 am
Citação de: "Paisano"
Minhas questões são:

É possível que esse post esteja perto da verdade?

Algum de vocês teria, por acaso, a possibilidade de confirmar essa hipótese?

Um abraço a todos.

No meu ponto de vista: Coitados de vocês (com os F-16) e coitados de nós (com o C-390).

Quanto aos F-16 para o Brasil temos primeiro de responder às seguintes perguntas: Tem o Brasil meios e oportunidade para adquirir mais F-16 para complementar esses caças? Haverá de facto F-16 portugueses, disponíveis mesmo depois da modernização, para venda - quando já aparecem várias fontes a afirmar que a FAP não vai abrir mão dessas aeronaves?

Quanto ao C-390, e como já foi discutido aqui no fórum[1], pode ser um bom projecto para o Brasil e para outros países, mas para Portugal (http://http)? Ficando a FAP já equipada com aviões C-295 para transporte aéreo só ficamos a precisar de um avião de transporte táctico com uma capacidade maior que a do C-390 (http://http).

:arrow: Projecto Embraer/OGMA para Novo Avião de Transporte (http://http)
:arrow: Projecto Embraer C-390 (http://http)[/list]

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: papatango em Outubro 18, 2007, 11:24:31 am
Efectivamente a OGMA pode efectuar esse tipo de operação, mas a empresa está certificada para o fazer, mas tem um numero limitado de técnicos, pelo que a sua capacidade para efectuar esse tipo de conversão parece ser limitada e uma das razões dos atrasos no programa MLU.

A OGMA, mesmo sendo maioritariamente controlada pela EMBRAER não teria capacidade suficiente para as necessidades brasileiras.

O que a OGMA e a Força Aérea Portuguesa estão a fazer é agarrar em cacos velhos de AMARC com 66% de vida gasta e fazer um revisão completa que descasca o avião todo e quase o reconstroi.

Em principio a OGMA pode fazer essa operação em qualquer F-16A/B que exista no mundo e não apenas nas carcaças compradas pela FAP ao preço da chuva, para serem transformados em F-16AM/BM (a transformação é o que realmente custa dinheiro).

A vantagem dos F-16 portugueses sobre os restantes, é que como somos os últimos, os F-16 que saem de linha modernizados, são dos mais modernos, se não OS mais modernos F-16MLU que existem.

Mas um programa destes só faria sentido, se o Brasil comprasse aos E.U.A. algumas dezenas de F-16 A/B e os enviasse para a OGMA/EMBRAER fazer a conversão para o padrão MLU/T3 ou T4.

Eu apenas acho que a empresa não teria capacidade para aumentar assim tanto a sua capacidade sem afectar outros projectos.

E acho isto, porque o F-16MLU, sendo uma aeronave actual (e não digo que em fim de linha porque o avião parece ter sete vidas com a adição de tanques conformais e toda a tralha que lhe colocam em cima) ele parece não ser exactamente o mais adequado para a dimensão de um país como o Brasil.

Tudo depende das ideias e dos planos da FAB.

O F-16 só servirá para o Brasil, se o país optar pela aquisição de um numero maior de F-16 para substituir não o principal esquadrão nas proximidades de Brasilia, mas sim os F-5, e mesmo os AMX, criando um maior numero de polos/bases que permitissem ter os aviões mais próximos de qualquer fronteira, nomeadamente para evitar problemas com aquilo que abre a fechadura. :twisted:

Já agora, esquisito mesmo, é a modernização dos P3 brasileiros na CASA, quando a OGMA é a única empresa europeia reconhecida pelo fabricante para fazer upgrades aos P3.

Cumprimentos
Título:
Enviado por: Lightning em Outubro 18, 2007, 11:52:01 am
Citação de: "papatango"
Já agora, esquisito mesmo, é a modernização dos P3 brasileiros na CASA, quando a OGMA é a única empresa europeia reconhecida pelo fabricante para fazer upgrades aos P3.

Cumprimentos


A EADS CASA no site faz referencia à instalação do FITS em aeronaves P-3, agora se é reconhecida pela Lockeed não sei.

http://www.eads.net/1024/en/casa/fits.html (http://www.eads.net/1024/en/casa/fits.html)

P-3 Upgrade

The Spanish Air Force P-3B Operational Modernisation programme carried out by the Military Transport Aircraft Division has covered the installation of the new FITS tactical system, and state-of-the-art sensors (360 degrees search radar with automatic TWS and image mode, IFF interrogator, IR/EO turret, ESM, acoustic system, Link-11 Data Link) replacing legacy systems. Other activities included are the upgrade of communication and navigation systems and the supply of a new ground Mission Support Facility.

The Military Transport Aircraft Division has also been selected to upgrade the Brazilian Air Force P-3A (acquired from US Navy inventory) with the FITS tactical system, new sensors and avionics. These solutions are also considered for other P-3 upgrade programmes.
Título:
Enviado por: Jorge Pereira em Outubro 19, 2007, 12:28:25 am
A modernização dos P-3 espanhóis e o estado da sua frota em si, estão a ser um autêntico desastre.

Tanto é assim, que os responsáveis do «EdA» desejavam a todo custo que os P-3 espanhóis fossem modernizados nas OGMA.
Título:
Enviado por: Menacho em Outubro 20, 2007, 11:25:24 am
Citação de: "Jorge Pereira"
A modernização dos P-3 espanhóis e o estado da sua frota em si, estão a ser um autêntico desastre.

Tanto é assim, que os responsáveis do «EdA» desejavam a todo custo que os P-3 espanhóis fossem modernizados nas OGMA.


Si, ha habido problemas pero ya solucionados al ser los P-3 del EA. los conejillos de indias, o prototipos del FITS, pero ya sen solucionado:

Primer P-3 FITS del EA:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg220.imageshack.us%2Fimg220%2F8234%2Fal1oi2.jpg&hash=30ede276e07c6c3135122df50f712822)
Título:
Enviado por: Jorge Pereira em Outubro 20, 2007, 11:26:01 pm
Citação de: "Menacho"
Citação de: "Jorge Pereira"
A modernização dos P-3 espanhóis e o estado da sua frota em si, estão a ser um autêntico desastre.

Tanto é assim, que os responsáveis do «EdA» desejavam a todo custo que os P-3 espanhóis fossem modernizados nas OGMA.

Si, ha habido problemas pero ya solucionados al ser los P-3 del EA. los conejillos de indias, o prototipos del FITS, pero ya sen solucionado:

Primer P-3 FITS del EA:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg220.imageshack.us%2Fimg220%2F8234%2Fal1oi2.jpg&hash=30ede276e07c6c3135122df50f712822)


Menacho, atenção que o FITS tem dado grandes problemas ao nível do software. Tem alguma informação recente sobre estes problemas?
Título:
Enviado por: Pedro Monteiro em Outubro 21, 2007, 08:36:47 am
A próxima Fuerzas Militares del Mundo trará um artigo sobre a modernização dos P-3 do EdA.

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
Título:
Enviado por: sivispacem em Outubro 31, 2007, 06:06:01 pm
Juro que não é por sadismo, mas.....

http://www.janes.com/news/defence/jdw/j ... _1_n.shtml (http://www.janes.com/news/defence/jdw/jdw071023_1_n.shtml)

será que a Turquia podia dar uma mãozinha às OGMA????
Título:
Enviado por: ricardonunes em Novembro 29, 2007, 03:07:00 pm
Resolução do Conselho de Ministros que autoriza a realização da despesa com a aquisição de bens e serviços relativos à sustentação logística do sistema de armas da aeronave F-16

Esta Resolução vem autorizar a adjudicação, por ajuste directo, ao Governo dos Estados Unidos da América e a realização da despesa necessária à aquisição de bens e serviços relativos à sustentação logística do sistema de armas da aeronave F-16.



Portal do Governo (http://http)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 11, 2007, 09:43:08 am
Citar
FAP prescinde das verbas mas quer os aviões prontos
Os trabalhos de modernização dos caças F-16 da Força Aérea (FAP), a cargo da empresa aeronáutica OGMA, "pioraram" ao longo deste ano e depois de realizada uma inspecção aos atrasos existentes pelo Ministério da Defesa Nacional (MDN), revelaram fontes ligadas ao processo.

A modernização dos F-16 foi entregue à OGMA em Novembro de 2002, pelo então ministro da Defesa Paulo Portas, alegando estar em causa "o desenvolvimento estratégico" das indústrias de defesa nacionais - e, no caso da empresa de Alverca, a sua privatização parcial. Mas a ausência de qualquer contrato suscitou fortes críticas do Tribunal de Contas. A Força Aérea e a OGMA viriam a assinar um protocolo em 2004, porque "não havia nada com a FAP para fazer a manutenção dos F-16", disse ao DN o chefe do Estado-Maior do ramo (CEMFA). "Mas o que é um protocolo?", interrogou-se o general Luís Araújo, adiantando: "O protocolo diz que, quando há atrasos, a OGMA tem de indemnizar. E quando nós dizemos indemnizem, a OGMA diz que [o protocolo] não tem valor jurídico e a FAP não pode obrigar a OGMA a pagar as indemnizações. A situação é esta", lamentou o CEMFA.

A auditoria do TC (51/06), divulgada em Fevereiro passado, levou o MDN a ordenar um inquérito a esse programa por parte da Inspecção-Geral da Defesa Nacional (IGDN). Nuno Severiano Teixeira ratificou depois as recomendações feitas e, segundo fonte oficial do ministério, "determinou que fosse criada uma estrutura especializada de acompanhamento". O ministro decidiu ainda que a IGDN "fizesse, no prazo de seis meses [e que estará a terminar], nova avaliação" à forma como evoluiu a modernização dos caças F-16.

Ora, segundo outras fontes, "as coisas ainda pioraram" na OGMA. "A FAP cumpriu as recomendações [da IGDN] e até foi mais além", ao ponto de ter chamado a Portugal "especialistas da Força Aérea dos EUA para definir a organização e as técnicas de trabalho em linha" do programa. Até foi "comprada uma máquina que permite testar 16 mil pontos dessa linha de trabalho em três dias - quando esse mesmo processo dura dois meses se feito à mão". Este equipamento, um dos que só se compram sob autorização expressa dos EUA, foi posto na OGMA, "mas nem isso, que permite recuperar quase dois meses de atraso, a OGMA tem usado", garantiu uma das fontes directamente ligada ao processo.

O CEMFA disse ao DN já ter falado com o presidente da OGMA sobre a matéria. "Não quero dinheiro. Dinheiro não voa, quero é os F-16." O general reconheceu que a empresa "tem um problema gravíssimo, que é o da contratação de pessoal altamente especializado", mas insistiu que a OGMA "tem de fazer a doca 4 [última das quatro fases de modernização dos caças] e tem de começar a preparar pessoal" para essa área.

O CEMFA frisou ainda que "a doca 4 já não pode sair de Monte Real", a base dos F-16, e onde a FAP substituiu a empresa de Alverca na realização daquela fase dos trabalhos. "Se a OGMA tiver, e tem, de ir para a doca 4, tem de ir lá para cima com os seus operários, os seus equipamentos", sustentou Luís Araújo.

O problema, segundo outras fontes, é que "a OGMA cumpre os prazos que tem com as empresas civis. Com a FAP, vai adiando". A dada altura, a empresa até se comprometeu a "criar dois turnos de trabalho para recuperar parte dos atrasos, mas manteve o mesmo número de trabalhadores. Resultado? O mesmo".

Daí que o MDN e a OGMA estejam a estudar um contrato para fazer avançar os trabalhos a um ritmo constante - desde logo porque o Governo se comprometeu, em letra de lei, a vender 12 dos F-16.

A ausência do presidente da OGMA, no estrangeiro, não permitiu ao DN obter respostas da empresa.


fonte:
ww.dn.pt
Título:
Enviado por: Duarte em Dezembro 11, 2007, 02:34:48 pm
Esta telenovela já se torna maçadora..

Quanto a veneder 12 F-16, eu sou contra, acho um erro político e militar enorme, mas se tal tiver que acontecer, porque não vendê-los ao Brasil?
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 11, 2007, 02:57:33 pm
O Brasil já adquiriu 12 Mirage 2000 como medida de emergência/forma de "remediar" a situação existente, até que o concurso para a produção de caças de nova geração no país esteja concluído (Programa FX-2).

Neste sentido, qual a lógica de adquirir caças de uma geração anterior (à do futuro Programa FX-2), de um modelo diferente, e existindo bastantes limitações por parte dos norte-americanos na utilização de armamento, nomeadamente mísseis BVR (Beyond Visual Range, tipo, por ex. AIM-120 AMRAAM).

Por fim, como é que conseguim explicar à opinião pública que ia comprar aviões ao "país dos padeiros" c34x ?
Título:
Enviado por: Lancero em Dezembro 11, 2007, 03:22:47 pm
Esta foto é real?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg123.imageshack.us%2Fimg123%2F5826%2F1894512xx1.jpg&hash=24aa6ba86811bf7252532a2a73b31eb3)

Citar
The Advanced Refueling Boom System (ARBS) being developed for several A330-based tanker customers performs initial in-flight dry contacts Dec. 5, 2007. Northrop Grumman's KC-30 Tanker will directly benefit from ongoing development and flight testing of the ARBS.



Citar
Photo Release -- Northrop Grumman KC-30 Tanker Aerial Refueling Boom System Successfully Completes In-Flight Contact With An F-16 Receiver Aircraft
 
December 10, 2007: 09:00 AM EST


MELBOURNE, Fla., Dec. 10, 2007 (PRIME NEWSWIRE) -- The Northrop Grumman Corporation (NYSE:NOC) KC-30 Tanker Aerial Refueling Boom System (ARBS) performed its first in-flight contacts with a receiver aircraft, marking the successful completion of a key program milestone and underscoring the company's low-risk approach for quickly replacing the U.S. Air Force's KC-135 tanker fleet.

A photo accompanying this release is available at: http://media.primezone.com/noc/ (http://media.primezone.com/noc/)

The initial refueling contacts used the advanced ARBS installed on an A310 testbed aircraft, which operated with an F-16 receiver aircraft flying at 27,000 feet. The contacts reflected a typical refueling mission, with the ARBS' 40-ft.-long boom deployed to its operational length and inserted into the F-16 receiver aircraft's refueling receptacle.

Multiple boom hook-ups were conducted with the F-16. The ARBS was controlled by Don Cash, a 21-year U.S. Air Force veteran and refueling boom operator, using the A310's Remote Aerial Refueling Operator (RARO) console. The RARO station employs a three-dimensional vision surveillance system, providing a high-fidelity visual representation of the boom's position during the entire air-to-air refueling process. Today's flight test was the 60th for the boom, totaling more than 160 flight hours.

"Successful completion of this milestone reflects the KC-30 industrial team's focus on providing a next-generation, low-risk solution for recapitalizing the Air Force's refueling assets," said Paul Meyer, Northrop Grumman vice president and general manager of the KC-30 program. "The pace of our test and development program, including the completed assembly and flight testing of the very first KC-30 Tanker aircraft, is strong evidence that the KC-30 Tanker will meet or exceed all U.S. Air Force requirements."

Northrop Grumman's KC-30 Tanker teammate EADS developed the ARBS, the most capable in-flight refueling system available today. It is already onboard the first of five KC-30B Multi-Role Tanker/Transport aircraft EADS is supplying to the Royal Australian Air Force and will be used on three similar A330 MRTT aircraft ordered by the United Arab Emirates.

Fly-by-wire technology incorporated in the ARBS provides enhanced controllability and includes an automatic load alleviation system, which greatly aids the boom operator -- as well as the receiver aircraft's pilot -- during refueling operations. With the capacity to offload up to 1,200 gallons of fuel per minute, the ARBS is easily adaptable to future mission requirements, including the refueling of unmanned aerial vehicles.

"A new era in aerial refueling has begun with our team's advanced ARBS' initial in-flight contacts," said John Young, chief executive officer of EADS North America Tankers. "The ARBS brings tanker technology into the 21st century with a highly capable refueling system that will fulfill Air Force aerial refueling requirements throughout the KC-30's operational life."

Following the ARBS' initial in-flight contacts, subsequent tests will be performed with fuel transfers from the A310 testbed's boom to a variety of receiver aircraft.

A powerful U.S. and allied industrial team led by Northrop Grumman has been established to produce and supply KC-30 Tankers for the U.S. Air Force. The aircraft is based on the A330 Multi-Role Tanker Transport (MRTT), which was selected by the air forces of Australia, the United Kingdom and the United Arab Emirates.

The KC-30 Tanker aircraft will be assembled in Mobile, Ala., and the KC-30 team will employ 25,000 American workers at 230 U.S. companies. It will be built by a world-class industrial team led by Northrop Grumman, and includes EADS North America, General Electric Aviation and Sargent Fletcher.

About the KC-30: Northrop Grumman's KC-30 Tanker carries 45,000 more pounds of fuel than a KC-135 or any competitor, providing a significant boost to the U.S. Air Force's global reach. The KC-30 is also designed to refuel Navy and coalition aircraft, and to serve as a multi-role transport aircraft to move passengers, cargo and medical evacuation patients. The KC-30 incorporates defense systems, precision fly-by-wire technology, and the ability to integrate a militarized communications suite and a global support network.

Northrop Grumman Corporation is a $30 billion global defense and technology company whose 120,000 employees provide innovative systems, products, and solutions in information and services, electronics, aerospace and shipbuilding to government and commercial customers worldwide.



Fonte (http://http)
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Dezembro 11, 2007, 04:49:07 pm
Eu sei que os "nossos" fazem isto com os Americanos, agora se a foto é ou não verdadeira...nada me leva a crer o contrário.
Título:
Enviado por: Get_It em Dezembro 11, 2007, 05:38:26 pm
Citação de: "Lancero"
Esta foto é real?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg123.imageshack.us%2Fimg123%2F5826%2F1894512xx1.jpg&hash=24aa6ba86811bf7252532a2a73b31eb3)

Já se confirmou num outro fórum que é falsa. Duvidava muito que utilizassem um caça estrangeiro e, ainda por cima, armada para esse tipo de teste.

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: TaGOs em Dezembro 11, 2007, 09:10:51 pm
Os misseis parecem ser dos de treino.
Título:
Enviado por: pmdavila em Dezembro 11, 2007, 10:07:10 pm
Alguém sabe esta foto quando foi tirada? É que exactamente o 15102, juntamente com o 15109, apareceram nas Lajes dia 5 de Dezembro, numa rara aparência por lá...

http://www.azoresairphotos.com/foto.php?codfoto=4834 (http://www.azoresairphotos.com/foto.php?codfoto=4834)

EDIT:

Além de que, para foto falsa, é estranho aparecer nos sites da EADS e Northrop Grumman, não? :wink:

http://www.eadsnorthamerica.com/1024/en ... anker.html (http://www.eadsnorthamerica.com/1024/en/breaking_news/2007%20Press%20Releases/2007_12_10_KC30_Tanker.html)

http://www.northropgrumman.com/kc30/ (http://www.northropgrumman.com/kc30/)
Título:
Enviado por: hellraiser em Dezembro 11, 2007, 10:42:40 pm
Citação de: "Get_It"
Citação de: "Lancero"
Esta foto é real?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg123.imageshack.us%2Fimg123%2F5826%2F1894512xx1.jpg&hash=24aa6ba86811bf7252532a2a73b31eb3)
Já se confirmou num outro fórum que é falsa. Duvidava muito que utilizassem um caça estrangeiro e, ainda por cima, armada para esse tipo de teste.

Cumprimentos,


Podemos saber em que fórum? Parece bastante real, pelo menos aparece em bastantes sites credíveis.
Título:
Enviado por: Lancero em Dezembro 12, 2007, 12:01:33 am
A foto parece-me real. A minha pergunta era mais se 'joga' com a notícia. Ou seja, ilustra o que lá está escrito.
No fórum que o Get It fala fiz a mesma pergunta porque um membro disse taxativamente que era photoshop. E ainda ninguém me provou nada.

http://www.militaryphotos.net/forums/sh ... 217&page=2 (http://www.militaryphotos.net/forums/showthread.php?t=125217&page=2)

Houve até quem tenha feito esta observaçao pertinente

Citar
The ARBS is designed by CASA in spain, and is most probably being tested nearby(Portugal?)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 13, 2007, 09:18:44 am
boas

visto que ninguem comentou ainda a foto e para acabar com as duvidas, o avião que se encontra a fazer o papel de reabastecedor de um A310 modificado da EADS com dois F-16 Portugueses, a fonte é da EADS.

Cump.
Título:
Enviado por: Duarte em Dezembro 13, 2007, 11:57:35 am
A foto parece-me  que foi Photosopeada...  :?:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 13, 2007, 12:15:36 pm
boas

Quem me enviou, são pessoas que trabalham com EADS CASA (empresa que faz o C295), por isso não acredito que seja fotoshop.


cump.
Título:
Enviado por: Lancero em Dezembro 13, 2007, 12:18:38 pm
Está na página inicial da EADS - http://www.eads.com/1024/en/Homepage1024.html (http://www.eads.com/1024/en/Homepage1024.html)

O artigo tem três fotos
http://www.eads.com/1024/en/pressdb/pre ... m_f16.html (http://www.eads.com/1024/en/pressdb/pressdb/Military%20Transport%20Aircraft/200712_10_mta_arbs_boom_f16.html)
Título:
Enviado por: Menacho em Dezembro 13, 2007, 07:00:56 pm
Son probas del novo boom disenhado por la espanhola CASA e instalado en un A-310.

Es el modelo, que instalado en un A-330 se va a presentar al concurso americano para sustitucion de los KC-707, y las fotos son reales.

El Ejercito del Aire espanhol, no tiene avioes con el sistema de lanza, son todos (EF-18, Tifon, Mirage F-1 y C-295) con el sistema de percha como la US Navy.
Título:
Enviado por: Bravo Two Zero em Dezembro 13, 2007, 08:13:26 pm
Citação de: "Menacho"
Son probas del novo boom disenhado por la espanhola CASA e instalado en un A-310.

Es el modelo, que instalado en un A-330 se va a presentar al concurso americano para sustitucion de los KC-707, y las fotos son reales.

El Ejercito del Aire espanhol, no tiene avioes con el sistema de lanza, son todos (EF-18, Tifon, Mirage F-1 y C-295) con el sistema de percha como la US Navy.



Mas o A330 MRTT a concurso não terá a mesma configuração como os australianos - dois tipos :Probe and drogue ( caças navalizados ,Tifon, Tornados GR4,F-22, C-295.....) e Boom and receptacle ( F-16, F-15,......) ?

A RAAF pediu esta configuração devido a operar F-18A e F-111C.
Título:
Enviado por: p_shadow em Dezembro 15, 2007, 05:36:01 am
Realmente... :?

Estas alterações estão a cargo da EADS CASA, logo decorrem em Espanha. Ora, se a FAEspanhola não usa caças com este tipo de reabastecimento.... a França também não.... Iam a Itália buscar os F-16 da AMI, que tanto levantam como caem?!!
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 17, 2007, 11:27:12 am
PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
Resolução do Conselho de Ministros n.º 182/2007

Autoriza a realização da despesa com a aquisição de bens e serviços relativos à sustentação logística do sistema de armas da aeronave F-16

http://dre.pt/pdf1sdip/2007/12/24200/0894508945.PDF (http://dre.pt/pdf1sdip/2007/12/24200/0894508945.PDF)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 27, 2007, 09:28:10 am
boas

Esta noticia não tem propriamente a ver com os nosso F's mas se o estado tiver interessado

Citar
Argentina
Negocian con los EE.UU. la compra de aviones de combate
El Ministerio de Defensa está muy interesado en los cazabombarderos F-16
(El primer desafío para Cristina Kirchner)

Los diplomáticos argentinos definen que las relaciones con los Estados Unidos pasan por un muy mal momento. El fantasma de Guido Antonini Wilson se entromete en todo relato local que apunta a Washington. Sin embargo, otra agenda mantiene abiertos canales de interés común. La Argentina negocia con los Estados Unidos la compra de aviones de combate.

Importantes funcionarios argentinos y norteamericanos tuvieron en los últimos quince días reuniones para que nuestro país adquiera cazabombarderos F-16.

Tanto del lado argentino como del norteamericano confirmaron a LA NACION la apertura de las conversaciones. Los representantes de los Estados Unidos manifestaron su interés en que pueda concretarse la operación, cuyo valor no trascendió dado que Washington ofreció usar el sistema de venta de armas a países amigos, mecanismo que permite disminuir considerablemente los costos.

En el Ministerio de Defensa argentino tienen a los cazabombarderos F-16 como prioridad en aviones de combate, por sobre la oferta francesa de Mirage 2000. En ambos casos se trata de aeronaves usadas.

Hace una semana, un enviado del gobierno de Nicolas Sarkozy visitó el Ministerio de Defensa para renovar la propuesta que Francia había realizado durante la administración de Jacques Chirac: 12 Mirage 2000 a un precio total de 90 millones de euros. Se llevó la respuesta de que hoy el ofrecimiento norteamericano de F-16 presentaba mejores condiciones económicas para nuestro país. De todas maneras, la delegación francesa no se fue ofendida porque su cartera de propuestas era más amplia que el punto referido a los aviones.

Dos meses atrás, fueron los representantes de la industria militar israelí los que presentaron una carpeta comercial con F-16, momento en el que volvió a hablarse de ese avión de combate multipropósito. Entonces llegó la propuesta de los Estados Unidos.

Los tiroteos diplomáticos de los últimos días con los norteamericanos no alcanzaron a impactar sobre las negociaciones en marcha, más que nada porque la decisión argentina se tomaría en el final del primer semestre de 2008, tiempo de trabajo suficiente para colocar bajo un paraguas técnico al trascendental acuerdo militar. Aunque toda venta de sistemas de armas de los Estados Unidos debe contar con el acuerdo de los legisladores de ese país.

Un día antes de que estallase el escándalo judicial de Antonini Wilson en Miami, el Congreso norteamericano había destrabado la prometida venta de helicópteros de transporte Sea King para la Armada.

fonte http://www.defesanet.com.br/al1/arg_f16.htm (http://www.defesanet.com.br/al1/arg_f16.htm)


cump.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 17, 2008, 01:24:14 pm
Citar
Despacho n.º 1879/2008

Considerando o teor do Despacho de 10 de Março de 2007, do Ministro
da Defesa Nacional, no domínio do fornecimento de sistemas Targeting
Pods destinados às aeronaves F -16 da Força Aérea Portuguesa;

Considerando a necessária avaliação técnica e operacional das
propostas apresentadas bem como a execução dos respectivos testes
de avaliação no âmbito do “Concurso com Selecção de Propostas
para Negociação” em curso e, ainda, o inerente apoio ao trabalho
da Comissão responsável pela condução deste procedimento de
aquisição;

Considerando as competências da Direcção -Geral de Armamento e
Equipamentos de Defesa (DGAED), estabelecidas no Decreto Regulamentar n.º 12/95, de 23 de Maio, no que se refere ao reequipamento das Forças Armadas no âmbito da lei de Programação Militar.

Determino a constituição de uma Equipa Técnica de apoio, ao procedimento de aquisição em apreço, a qual funcionará no âmbito da DGAED, agregando, em permanência, os seguintes elementos designados pela Força Aérea Portuguesa:

Coronel Daniel Santos
Tenente Coronel Guilherme Lobão
Tenente Coronel Fernando Frazão
Tenente Coronel João Pereira
Tenente Coronel João Gonçalves
Major Pedro Santos
Capitão Carlos Batalha
Capitão Luís Meireles
Capitão Pedro Santos

Podem ainda vir a ser convocados para integrar a Equipa Técnica
outros elementos, caso se mostre necessário.

8 de Janeiro de 2008. — O Director -Geral, Carlos Alberto Viegas
Filipe, Vice -almirante


Fonte: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/01/012000000/0228902290.pdf (http://dre.pt/pdf2sdip/2008/01/012000000/0228902290.pdf)
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 17, 2008, 01:50:15 pm
:shock:  É mesmo impressionante, sempre em primeira mão. Lucky Pereira dispara mais rápido que a própria sombra.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 17, 2008, 01:56:44 pm
Citação de: "ShadIntel"
:shock:  É mesmo impressionante, sempre em primeira mão. Lucky Pereira dispara mais rápido que a própria sombra.


Olhe que não, olhe que não, às vezes o ricardonunes adianta-se, mas como agora não há "gasoil p'ra malucos" deve ter que andar a pé...e atrasou-se :wink:
Título:
Enviado por: Lancero em Janeiro 28, 2008, 02:09:16 pm
Acabou de se despenhar um F-16 em Monte Real. Tanto quanto me disseram, o piloto ejectou-se e estará bem.
Título: F16
Enviado por: tsahal em Janeiro 28, 2008, 02:31:37 pm
foi um F16A, B, AM ou BM?
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 28, 2008, 02:32:48 pm
Citação de: "Lancero"
Acabou de se despenhar um F-16 em Monte Real. Tanto quanto me disseram, o piloto ejectou-se e estará bem.

Se não me engano, passou um F-16 por cima de Coimbra momentos atrás; terá sido esse ?  :(
O mais importante é que o piloto esteja bem.
Título:
Enviado por: pedro em Janeiro 28, 2008, 02:38:49 pm
Isto é mau sinal. :cry:
Se calhar vamos ter de substituir os f-16 antes do previsto.
Cumprimentos
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 28, 2008, 02:48:42 pm
segundo o forista Luis Gonçalves do forum 9Gs, foi um voo experimental de um f16 MLU 15140
Título:
Enviado por: typhonman em Janeiro 28, 2008, 02:53:01 pm
Está confirmado, caiu num Pinhal, pelos vistos estava com problemas de motor.
Título: F16
Enviado por: tsahal em Janeiro 28, 2008, 02:54:57 pm
Foi portanto um F16 AM?
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 28, 2008, 02:57:12 pm
Já eram poucos, lá se vai mais um...
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 28, 2008, 02:57:20 pm
sim
Título: F1
Enviado por: tsahal em Janeiro 28, 2008, 03:01:02 pm
De qual Esquadra?
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 28, 2008, 03:02:27 pm
Pensava ter lido algures que o 15140 era um BM.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 28, 2008, 03:02:52 pm
penso que seja dos jaguares pois eram um voo experimental, pois ao que parece o avião tinha saído da doca 4
Título:
Enviado por: typhonman em Janeiro 28, 2008, 03:03:40 pm
Foi um F-16BM, o 15140.
Título:
Enviado por: Jorge Pereira em Janeiro 28, 2008, 03:05:51 pm
Mais uma razão para rever muitas questões da modernização…

Mais uma razão para desistir da ideia estapafúrdia de vender…

Graças a Deus que não há vítimas a lamentar.
Título: F16
Enviado por: tsahal em Janeiro 28, 2008, 03:06:53 pm
Afinal foi um F16 AM ou BM? Era pilotado por um piloto não dois mas obviamente não quer dizer nada.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 28, 2008, 03:08:00 pm
O 15140 era mesmo um BM:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg85.imageshack.us%2Fimg85%2F8710%2Ff16bm15140jt9.jpg&hash=4876fc0ddecae44e94936cc04eabcb12)

http://www.f-16.net/f-16_fighting_falco ... -1501.html (http://www.f-16.net/f-16_fighting_falcon_airframe-1501.html)
Título:
Enviado por: papatango em Janeiro 28, 2008, 03:11:13 pm
Acho que se deve lamentar a perda, mas acima de tudo se deve salientar que o piloto se salvou.

Os aviões podem ser caros, mas podem ser substituídos, as vidas não.

Citação de: "tsahal"
Afinal foi um F16 AM ou BM? Era pilotado por um piloto não dois mas obviamente não quer dizer nada.
Em voos de teste, o facto de um F-16V ter dois lugares não implica necessáriamente a presença de duas pessoas a bordo. Tal só ocorre em voos de treino.

Cumprimentos
Título: F16
Enviado por: tsahal em Janeiro 28, 2008, 03:12:05 pm
O F16 ha alguns anos atras era um F16A ou B, em que ano foi?
Título: Re: F16
Enviado por: papatango em Janeiro 28, 2008, 03:13:22 pm
Citação de: "tsahal"
O F16 ha alguns anos atras era um F16A ou B, em que ano foi?

Foi em 2002 com um F-16A B.15
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 28, 2008, 03:21:46 pm
O acidente deu-se com o F-16BM "15140" durante um voo de teste. De acordo com o nosso colega, e fotógrafo, Jorge Ruivo, o avião vinha com um comportamento estranho, com dificuldades de controle de motor. Efectuou um circulo a cerca de 8km, tendo perdido o controle das superficies de voo e apontado o avião para uma zona despovoada e de pinhal. Despenhou-se a sensivelmente 1 km a sul da pista de Monte Real e ambos os pilotos se ejectaram (de acordo com o mesmo, o bilugar trazia mesmo dois pilotos a bordo).

Em 2002 houve a trágica perda do F-16A OCU Block 15 "15111".
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 28, 2008, 03:27:43 pm
:roll:
Título: f16
Enviado por: tsahal em Janeiro 28, 2008, 03:38:12 pm
será portanto da esquadra 301?

Com dez que o MDN quer vender, dois perdidos, acho que vão ter que comprar mais ou desistir desta venda com fracas possibilidades.

Segundo um comunicado da FAP recebido agora, o acidente deu-se as 13h40 mas n indicam dados relativos a aeronave.

Não houve danos colaterais, apenas um pequeno incendio.
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 28, 2008, 03:51:32 pm
Pois é...

Ao menos ninguem se aleijou...

Só é de lamentar ter sido um dos MLU, isto só vai atrasar ainda mais os planos de modernização da FAP...Mas paciencia, acontece aos melhores, nos USA cai um F-16 todas as semanas...

Vender os Vipers... Duvido muito, só quando começarem a ser substituidos, até lá tenho muuuuiitas duvidas
Título:
Enviado por: P44 em Janeiro 28, 2008, 04:01:39 pm
Citar
Monte Real
Caça que se despenhou estava a fazer voo de experiência à vertical da base
28.01.2008 - 15h32 Lusa
O caça F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP) que se despenhou hoje junto à Base Aérea de Monte Real (BA5), sem causar vítimas, estava a fazer um voo de experiência à vertical da base, disse à Lusa fonte da FAP.

O piloto da aeronave, cuja identidade não foi revelada, é considerado um profissional experiente, tendo-se ejectado, sem sofrer ferimentos, mas encontra-se sob observação médica como medida de precaução, disse a mesma fonte.

O aparelho despenhou-se às 13h40 a Oeste da Base Aérea de Monte Real tendo provocado um pequeno incêndio prontamente extinto, disse à Lusa um porta-voz da Força Aérea Portuguesa.

Os primeiros F-16 que vieram equipar a Esquadra 201, no cumprimento da missão de Defesa Aérea, chegaram à BA5 em Julho de 1994.

A BA5 começou a operar, em Novembro de 2005, as recém-transformadas aeronaves F-16, na versão “MLU” (missão de Defesa Aérea e Ataque Convencional), em quaisquer condições meteorológicas e de luminosidade.

O avião caiu próximo da povoação de Pilado, no concelho da Marinha Grande, nos terrenos limítrofes à base aérea.

http://ultimahora.publico.clix.pt/notic ... id=1317948 (http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1317948)


Citar
Autoridades isolaram zona onde caiu F-16 da Força Aérea

A GNR e as autoridades militares vedaram todos os acessos ao local onde hoje, ao início da tarde, se despenhou um F-16 da Força Aérea Portuguesa, nas proximidades da Base Aérea de Monte Real.
Alguns populares tentam chegar ao local para ver o avião, mas são impedidos de passar e nem aos jornalistas é permitida a aproximação.

Alguns populares vão comentando o acidente, nomeadamente o facto de o piloto se ter ejectado e, aparentemente, não ter sofrido quaisquer ferimentos.

Diário Digital / Lusa

28-01-2008 14:54:40


http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?s ... ews=315829 (http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=13&id_news=315829)
Título:
Enviado por: Lancero em Janeiro 28, 2008, 04:33:57 pm
Citar
Defesa: Testemunha diz que F-16 "verde fluorescente" aparentava "problemas de estabilidade"  



    Leiria, 28 Jan (Lusa) - O avião F-16 que hoje se despenhou na zona limítrofe da Base Aérea (BA 5) de Monte Real aparentava ter "problemas de estabilidade", segundo um popular que diz ter assistido à queda da aeronave.  

     

    "Quando se aproximou da pista balançava ora para um lado, ora para o outro, ora para a frente. Eu pensava que era um exercício, mas depois vi o piloto ejectar-se e o avião planou, para aí um minuto, continuando a balançar ora para um lado, ora para o outro, até que adornou e caiu no pinhal", disse aos jornalistas João Carlos Cardoso, cuja casa se situa no enfiamento das pistas da BA5, na localidade vizinha de Casal dos Claros.  

     

    Segundo este bate-chapas, o avião já algum tempo antes lhe tinha despertado a curiosidade, uma vez que era de cor diferente dos restantes F-16.  

     

    "Era verde fluorescente, da cor dos coletes da GNR, devia ser experimental", disse João Cardoso, com a certeza que lhe dão muitas horas a ver de sua casa os aviões militares.  

     

    "Quando levantou voo, eu admirei-me, pois fez logo uma picada a 90 graus, com uma velocidade incrível, que deixei logo de o ver", explicou, acrescentando que "isto não é costume".  

     

    "Passado aí um quatro de hora ou vinte minutos, estava a regressar e vinha direito, mas com as tais manobras bruscas", disse João Cardoso, adiantando que o piloto se ejectou e "caiu logo à entrada do perímetro da base".  

     

    "Levanto-se e ainda o vi ao longe ir a pé", frisou, para garantir que o militar não ficara ferido.  

     

    "Quando o piloto se ejectou, ouviu-se uma pequena explosão e saíram duas coisas das pontas das asas, que penso que fossem mísseis desarmados", afirmou.  

     

    Quando embateu no solo, o avião incendiou-se, viu-se uma coluna de fumo preto, mas rapidamente a situação foi controlada, quer pelos bombeiros da Base Aérea, quer pelos elementos de duas corporações da zona - Marinha Grande e Ortigosa - que se deslocaram para o local do acidente.  

     

    João Cardoso ainda conseguiu chegar ao local onde o F-16 se despenhou, viu que "terá caído de barriga para baixo", mas pouco depois foi afastado do local pela GNR e pela Polícia Aérea, que criaram um perímetro de segurança, não deixando passar ninguém.  

     

    Duas horas depois do acidente - cujo alerta foi dado às 13:50 -, João Cardoso lamentava não ter tido espaço disponível no seu PDA para filmar e fotografar o acidente.  

     

    "Tinha isto tudo cheio. Que chatice. Se não, era logo para o You Tube, em directo!", disse.  

     

    Entretanto, muitos populares tentavam ver o local do acidente, mas, face à impossibilidade de passagem, iam embora ou ficavam alguns momentos junto à rede que delimita o perímetro da BA 5, a ver alguns militares a recolher elementos no local onde o piloto caiu - e onde ainda se via parte da cadeira - depois de se ter ejectado e que dista poucos metros da estrada que liga o Pilado a Monte Real.  

     

    Face ao que aconteceu, alguns moradores de casas próximas da base militar iam frisando a "sorte" que houve desta vez. "Mais um pouco e caía em cima de alguma casa e era uma desgraça", dizia uma mulher já idosa, de bicicleta pela mão, desgostosa por os militares não a deixarem ir até ao local do acidente.  

     
Título:
Enviado por: papatango em Janeiro 28, 2008, 04:49:35 pm
Parece que ninguém fala em dois para-quedas...
O avião «verde» implica a não existência da pintura e a realização de um voo de teste.
Título:
Enviado por: Lancero em Janeiro 28, 2008, 08:01:16 pm
Citar
Defesa: F-16 que se despenhou realizava primeiro ensaio após grande manutenção

- segundo-comandante da BA5    

   Leiria, 28 Jan (Lusa) - O aparelho F-16 que hoje se despenhou próximo  da Base Aérea de Monte Real realizava o primeiro voo de ensaio depois de  ter sido submetido a uma grande operação de manutenção, disse o segundo-comandante  da unidade.  

     

   Esta operação de manutenção - recondicionamento - visou a alteração  da aeronave, dotando-a da actualização de mais sofisticados componentes,  permitindo, nomeadamente, o voo nocturno. Era o oitavo aparelho a ser dotado  da actualização de equipamento.  

     

   De acordo com o segundo-comandante da unidade de Monte Real (BA5), Tenente-Coronel  Vítor Lopes, não são ainda conhecidas as razões para o despenhamento, mas  é um dado adquirido que "a aeronave, na fase terminal do voo - já na aproximação  à pista -, não pôde ser controlada", o que levou à ejecção do piloto.  

     

   O piloto, Tenente-Coronel João Pereira, caiu a uma grande distância  do avião - fora do perímetro da base e não dentro, como inicialmente foi  veiculado -, não tendo aparentemente sofrido qualquer problema físico, mas  foi transportado para o Hospital da Força Aérea, em Lisboa, onde se encontra  em exames habituais para ocorrências deste género.  

     

   Logo após o acidente foi visto pelos serviços médicos da unidade de  Monte Real, que não terão encontrado quaisquer problemas.  

     

   João Pereira é considerado o mais experiente piloto de F-16 da Força  Aérea Portuguesa, tendo efectuado já mais de 2.000 horas aos comandos daquele  tipo de aparelho.  

     

   De acordo com o segundo-comandante da BA5, o piloto ter-se-á apercebido  de anomalias no aparelho - "havendo testemunhas que afirmam que o avião  apresentava um comportamento inadequado, nomeadamente um movimento oscilatório"  - tendo conseguido, antes de se ejectar, colocado o avião com potência máxima  e fazendo uma manobra que o levou a despenhar-se numa zona de pinhal, evitando  a povoação mais próxima.  

     

   Quanto às causas do acidente, o Tenente-Coronel Vítor Lopes disse que  ainda é cedo para qualquer conclusão, admitindo que poderão ter ocorrido  problemas "no motor, no controlo de voo, no combustível", entre muitas outras  razões.  

     

   Na BA5 está já a Comissão de Investigação de Acidentes da Força Aérea.  

     

   Hoje vai ser delineado um plano de acção para que, "na manhã de terça-feira  se possa avançar para o terreno" e efectuar investigações que permitam concluir  as causas do acidente.  

     

   De acordo com Vítor Lopes, o voo acidentado terá durado cerca de 45  minutos e, durante esse período, o piloto - que normalmente faz os voos  de experiência às aeronaves depois de manutenções prolongadas - terá tido  pequenos indícios de anomalias no avião, que foi reportando para terra.  

     

   Este foi o segundo acidente registado com aviões F-16 na Força Aérea  Portuguesa. O primeiro ocorreu em 08 de Março de 2002 e provocou a morte  do piloto.  

     

   Actualmente, a Força Aérea possui 26 F-16 operacionais, sete dos quais  com actualização MLU (missão de Defesa Aérea e Ataque Convencional), estando  mais dois em fase final de actualização, e que deverão ficar prontos em  Fevereiro.  
Título:
Enviado por: Lancero em Janeiro 28, 2008, 08:15:56 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi97.photobucket.com%2Falbums%2Fl224%2FLancero1%2Fjaneiro%2F4ed8f9de.jpg&hash=cb6c6ed93307b58207c15c63443ccfbc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi97.photobucket.com%2Falbums%2Fl224%2FLancero1%2Fjaneiro%2F1bec4f14.jpg&hash=238c0c2e30b8a910c4973e16967785a3)

Créditos: Lusa
Título:
Enviado por: Daniel em Janeiro 28, 2008, 09:37:38 pm
É uma triste notícia, e de lamentar, pelas notícias já estava pronto em testes finais, menos um MLU  :( , fica a alegria de o piloto ter se salvo.
Título:
Enviado por: Lightning em Janeiro 28, 2008, 10:36:10 pm
Agora um pouco de humor negro :wink: .
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 28, 2008, 10:57:33 pm
Citação de: "Lightning"
E já agora podiam mudar o nome do tópico para: 38 F-16 MLU?


Ou 43 em teoria  :wink:
Título:
Enviado por: JLRC em Janeiro 28, 2008, 11:08:13 pm
Citação de: "Lightning"
 E já agora podiam mudar o nome do tópico para: 38 F-16 MLU?


As suas contas nao estao la muito catolicas. O F-16 que se despenhou foi compensado com um outro. Penso que neste momento devam existir 41-42 F-16. Estou certo Charlie?
Título:
Enviado por: Lightning em Janeiro 29, 2008, 12:15:59 am
Tá certo, mas duvido que os 5 F-16 que iam para peças, que deixem de ter esse destino por causa deste acidente.

Então o titulo que diz 40 F-16 MLU está mal desde o inicio  :lol: .
Título:
Enviado por: typhonman em Janeiro 29, 2008, 01:24:35 am
Os 5 F-16 de reserva são todos da versão A...
Título:
Enviado por: Sintra em Janeiro 29, 2008, 01:56:21 am
O problema não é só a existência de "airframes", o MLU já tinha sido completado no "15140", ou seja o "kit de alteração" também foi destruido...  :?
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 10:33:41 am
Bem observado Sintra  :cry:
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 11:38:21 am
A 20 milhões de euros por aparelho como estão a noticiar ou seja 30 milhões de dolares mais todos estes atrasos e novelas pelo meio não sei se não teria sido melhor comprar novos como fez a polónia ou como vai fazer Marrocos  :roll:  Dá que pensaar
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 29, 2008, 11:44:01 am
pessoalmente acho que estes f16 que vieram em segunda mão, não custaram o que diz a comunicação social. acredito mais que esse seja o preço de um block 60 do que dos nossos que estão em caixotes. Para a nossa comunicação social um f16 seja qual for o block é um f16.

cump.
Título:
Enviado por: typhonman em Janeiro 29, 2008, 12:29:18 pm
Alguem saberá dizer qual foi o preço do contrato do programa Peace Atlantis II?
Título:
Enviado por: papatango em Janeiro 29, 2008, 12:42:01 pm
O valor de 20 milhões de Euros por um F-16B MLU também me parece um exagero.

Os F-16MLU do Chile ficaram por cerca de 8 milhões cada um e o custo inicial dos kits (falo de memória) estava entre os 220 e os 250 milhões de Dolares para 20 aeronaves.

Temos no entanto que considerar que os MLU portugueses são dos mais recentes. Os seus componentes e sistemas instalados implicam que o seu custo é superior aos do Chile.

No entanto o preço de uma aeronave deverá rondar neste momento os 10 a 12 milhões de Euros no máximo, já considerando todos os extras e considerando o aumento de preços decorrente da sofisticação dos equipamentos mas também considerando que são equipamentos americanos, e que são pagos pelo contra-valor em Dolares.

Podemos também atribuir a distorção de preços ao facto de muitas vezes se utilizar como base o contra-valor em Euros do valor em Dolares na altura. As enormes flutuações da moeda complicam os cálculos.

Considerando o valor dos F-16MLU/T2 para o Chile, o valor de 12 milhões de Euros para cada aeronave não deverá andar longe da realidade.

Já se contarmos os custos resultantes dos enormes atrasos do programa português de modernização MLU, então os valores de 20 milhões de Euros por aeronave já poderão ser mais realistas (embora mesmo assim inflacionados).

Não puseram o avião no seguro directo ?  :oops:
Título:
Enviado por: Daniel em Janeiro 29, 2008, 01:28:41 pm
Bom meus amigos, o que ouvi, na reportagem na SIC é, que em 1994 Portugal comprou 20 F16 por 60 milhões de contos, mais isso já com descontos por parte dos amaricanos, o que da 3 milhões de contos por cada um, claro isto o primeiro lote, pois o segundo não sei os preços. c34x
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 01:35:55 pm
Citação de: "papatango"
Não puseram o avião no seguro directo ?  :D  Infelizmente o dinheiro não voa, nós queremos é os aviões prontos

Adiante:

No correio da manhã vinha escrito isto:

Dois outros MLU estarão prontos em Fevereiro. A FAP tem ainda 19 F-16 (na esquadra 201) do programa Peace Atlantis I.

Alguem confirma??
Título:
Enviado por: Daniel em Janeiro 29, 2008, 02:01:48 pm
Bom queria saber o seguinte  :?: quantos estão a voar  :?:  c34x
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 29, 2008, 02:04:31 pm
Citação de: "Typhonman"
Alguem saberá dizer qual foi o preço do contrato do programa Peace Atlantis II?

Segundo a DSCA (Defense Security Cooperation Agency), 8,8 milhões de dólares por aparelho ou seja um total de 220 milhões. Há que adicionar a aquisição dos kits MLU. Segundo outras fontes 268 milhões de dólares incluíndo os 20 kits MLU.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 29, 2008, 02:16:28 pm
Citação de: "Daniel"
Bom queria saber o seguinte  :?: quantos estão a voar  :?:  c34x

Os que estão a ser modernizados são mesmo os do segundo lote (Peace Atlantis II) recebidos em 1999.
Título:
Enviado por: Lancero em Janeiro 29, 2008, 02:29:34 pm
Peace Atlantis I - 20 aparelhos (em 2002 caiu um, provocando a infeliz morte do piloto, logo já só são 19)
Peace Atlantis II - 25 aparelhos (20 dos quais para levar MLU - sete já estão - e 5 para peças) - notar o que caiu ontem está perdido, logo 24 aparelhos.
E também, como já foi dito, os 5 do segundo lote que estão para peças são todos versão monolugar, logo o que ontem se perdeu não será substituível.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 29, 2008, 02:42:41 pm
Corrijam-me se estiver enganado, mas penso que a lista completa deve ser esta:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg85.imageshack.us%2Fimg85%2F1043%2Ff16fapev2.png&hash=b987a23e96daf00d5ec46051346efca3)
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 03:07:29 pm
A lista parece-me basicamente correcta só acrescentaria o 15100 que é o viper que a FAP tem usado para exposições estáticas e que na tua lista está em para peças

Não me parece que a perda deste MLU vá afectar grandemente os planos de medio prazo da FAP, penso é que vai causar alguns atrasos que só levarão ao abandono, se é que ainda pensam nisso, da programada venda de 12 aparelhos  :roll:
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 29, 2008, 03:15:18 pm
Citação de: "Johnnie"
A lista parece-me basicamente correcta só acrescentaria o 15100 que é o viper que a FAP tem usado para exposições estáticas e que na tua lista está em para peças

Obrigado pela correcção.
Já ia perguntar se eram agora 16 para serem vendidos, mas parece que foi corrigido.  :wink:
Título:
Enviado por: Sintra em Janeiro 29, 2008, 03:34:09 pm
Citação de: "Johnnie"
A 20 milhões de euros por aparelho como estão a noticiar ou seja 30 milhões de dolares mais todos estes atrasos e novelas pelo meio não sei se não teria sido melhor comprar novos como fez a polónia ou como vai fazer Marrocos  :wink:

 Abraços
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 29, 2008, 03:45:25 pm
Acho que só porque um avião caiu, com falhas não se deve abandonar o programa, pois se assim fosse havia muitos automoveis que ja não andavam na estrada.

Se por acaso o programa for cancelado, sugiro um avião como o rafale ou SU30MKI, mas ambos com possibilidade de disparar munições standard da Nato.

Cump.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 29, 2008, 03:49:37 pm
Se o programa for cancelado, esqueçam caças modernos nos próximos anos. Esta é a realidade Portuguesa.
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 04:01:40 pm
Não sei porquê cabeça, nem tanto ao mar nem tanto á terra... :roll:

Podes por exemplo comprar uma esquadra de Grippens e decidir vender os MLUs amortizando assim o investimento a efectuar.

Se a Hungria e Republica Checa o fizeram tambem estará ao nosso alcançe.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 29, 2008, 05:41:06 pm
Eles compraram os Grippens porque só tinham material Russo e tinham que comprar material ocidental. Nós ou conseguimosfazer o MLU aos F-16 ou ficamos só com os 8 F-16 AM/BM e o resto na versão OCU até ser substituido pelo próximo caça da FAP (lá para 2015).
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 05:44:55 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
até ser substituido pelo próximo caça da FAP (lá para 2015).


Andas optimista  :wink:
Título:
Enviado por: ShadIntel em Janeiro 29, 2008, 05:48:17 pm
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
até ser substituido pelo próximo caça da FAP (lá para 2015).

Andas optimista  :(
Título:
Enviado por: Daniel em Janeiro 29, 2008, 08:51:48 pm
Johnnie
Citar
Podes por exemplo comprar uma esquadra de Grippens e decidir vender os MLUs amortizando assim o investimento a efectuar.


Caro Johnnie, mas de onde veio essa brilhante idéia  :shock:  depois a escolha da aeronave é pésima Grippens,   c34x
Título:
Enviado por: Eurico Viegas em Janeiro 29, 2008, 09:19:01 pm
Citação de: "Daniel"
Johnnie
Citar
Podes por exemplo comprar uma esquadra de Grippens e decidir vender os MLUs amortizando assim o investimento a efectuar.

Caro Johnnie, mas de onde veio essa brilhante idéia  :shock:  depois a escolha da aeronave é pésima Grippens,   c34x


Fiquei curioso: a escolha do Gripen é péssima porquê? c34x
Título:
Enviado por: tgcastilho em Janeiro 29, 2008, 10:01:01 pm
Citação de: "ShadIntel"
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
até ser substituido pelo próximo caça da FAP (lá para 2015).

Andas optimista  :(

O Cabeça de Martelo enganou-se ele nao queria dizer 2015 ele cria dizer 2150. :twisted:
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 29, 2008, 10:35:19 pm
Citação de: "Daniel"
Caro Johnnie, mas de onde veio essa brilhante idéia  :shock:  depois a escolha da aeronave é pésima Grippens,   c34x


Não é uma ideia é apenas um exemplo...

Se tivermos realmente interesse e necessidade não seria para nós um bicho de 7 cabeças comprar uns 12/20 caças do tipo Grippen/Rafalle/EF2000, somos pobres mas para uma esquadrazinha ainda se arranjam uns cobres
Título:
Enviado por: raphael em Janeiro 30, 2008, 11:39:55 am
Ainda bem que o pessoal quando pensa em mudar de aeronave tb pensa, na parte da manutenção, transformação de motores, simuladores de vôo, treino não só dos pilotos mas também de todo o pessoal de manutenção e armamento, compromissos assumidos com a NATO, a cadeia  logística, enfim um sem número de variáveis....
Até porque quando caiu o F-16 em 2002, devido a uma manobra de acrobacia ninguém falou em mudar de frota...
E vamos ser realistas, os A-7P cairam que nem tordos e o que acabou por ditar o shutdown à frota acabou por ser... a insuficiência de pneus para a aeronave...
Por isso calma que os F-16 estão cá para durar, porque após o upgrade MLU, os OCU também vão ser completamente modernizados...
Título:
Enviado por: papatango em Janeiro 30, 2008, 04:51:15 pm
Os aviões são mais pesados que o ar [1] e por isso a queda de um deles não é nada de tão extraordinário.

Terá que se esperar por algum tipo de relatório sobre o ocorrido para chegar a algum tipo de conclusão ou apontar novos caminhos se fosse o caso.

A única coisa que sabemos é que a aeronave demonstrou um comportamento instável durante uma fase do voo e para já, o que é necessário saber é o que provocou esse comportamento.

Pelo que sabemos o MLU destas aeronvas inclui a sua quase desmontagem, pelo que será necessário saber se:

a) A falha foi devida a um problema original com o F-16 em segunda mão que não foi detectado ou que não foi corrigido

b) A falha está directamente relacionada com a operação de modernização MLU propriamente dita.

Neste último caso temos que saber se:

O atraso no processo levou a Força Aérea a apressar indevidamente o processo, levando ao ponto a este tipo de problemas ?

As OGMA terão sistemas de controlo de qualidade mais eficientes ?

E claro, a questão final:

Terá havido demasiada confiança nas capacidades da Força Aérea e das OGMA que levaram a achar que haveria técnicos em numero suficiente e suficientemente capacitados para concluir em tempo o processo MLU em todas as aeronaves ?

Só se chegássemos à conclusão de que o problema ocorrido, é resultado de um erro na montagem da aeronave durante o MLU e que esse erro não pode ser evitado sem atrasar ainda mais o programa, é que faria sentido falar em cancelamentos.

[1] Grande descoberta que eu fiz... :mrgreen:


Cumprimentos
Título:
Enviado por: Lightning em Janeiro 30, 2008, 05:13:33 pm
Citação de: "raphael"
E vamos ser realistas, os A-7P cairam que nem tordos e o que acabou por ditar o shutdown à frota acabou por ser... a insuficiência de pneus para a aeronave...


A título de curiosidade, perdemos 15 A-7P Corsair.
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 30, 2008, 05:58:32 pm
Os Corsair foram retirados de serviço antes do programado porque o estado e idade dos mesmos tornava a sua operação demasidado onerosa e porque já havia o plano de migrar para o F-16, nunca tinha ouvido essa dos pneus, que devem ser das coisas mais baratas do avião  :roll:
Título:
Enviado por: typhonman em Janeiro 30, 2008, 08:08:50 pm
A frota de A-7P estava programada para estar no activo até 2005..
Título:
Enviado por: MaisAlto em Janeiro 31, 2008, 12:01:35 am
Citação de: "Johnnie"
Os Corsair foram retirados de serviço antes do programado porque o estado e idade dos mesmos tornava a sua operação demasidado onerosa e porque já havia o plano de migrar para o F-16, nunca tinha ouvido essa dos pneus, que devem ser das coisas mais baratas do avião  :roll:


Não só não são baratos como são exemplos de alta tecnologia consumida a alta velocidade...o maior ( e melhor) fabricante do Mundo em pneus de aviação, a Goodyear, não consegue responder à procura civil e militar.
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 31, 2008, 11:16:15 am
Ok Mais Alto, mas assim fosse os gregos teriam o mesmo problema e pelos vistos os deles voaram até hoje  :wink:
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 31, 2008, 11:18:47 am
Os A-7 Gregos são muito mais recentes do que eram os nossos.
Título:
Enviado por: Johnnie em Janeiro 31, 2008, 02:10:28 pm
sim realmente são mas aqui falamos de pneus
Título:
Enviado por: Eduardo Reborn Soares em Fevereiro 01, 2008, 05:09:18 pm
F-16 Mishap News F-16 Mishap Notícias
Portuguese F-16 crashes Português F-16 falha  

January 28, 2008 (by Asif Shamim) - A PoAF F-16 crashed today at 13.40h local time, during a test flight after completion of an M4 MLU modification. 28 de janeiro de 2008 (por Asif Shamim) - Um PoAF F-16 caiu hoje, às 13.40h hora local, durante um vôo teste após a conclusão de uma M4 MLU modificação. The pilot ejected, sustaining no injuries. O piloto ejetados, sustentando nenhuma lesão.

 
PoAF F-16BM similar to this example crashed today after MLU modification first flight. PoAF F-16BM semelhante a este exemplo caiu hoje após MLU modificação primeiro vôo. The aircraft believed to be F-16B block 15 serial number #15140 based at Monte Real Air Base crashed outside the base perimeter into a pine tree plantation and was completely destroyed. Pensa-se que as aeronaves F-16B bloco 15 número de série # 15140 baseados em Monte Real Air Base caiu fora do perímetro base num pinheiro plantação e ficou completamente destruído. A small fire broke out at the site. Um pequeno incêndio eclodiu no local. No people on the ground or property were affected. Nenhum povo no terreno ou propriedade foram afetados.

The pilot, identified as Lieutenant Colonel João Pereira, is considered the most experienced F-16 pilot in the FAP with over 2,000 hrs on the jet. O piloto, identificado como tenente coronel João Pereira, é considerado o mais experiente piloto de F-16 da FAP com mais de 2000 horas sobre a jacto. He was taken to medical facilities in Lisbon to be checked out as matter of precaution said sources. Ele foi levado para instalações médicas em Lisboa para ser check-out como questão de precaução disseram fontes.

Air force officials have reported it is to early to speculate on the reason of the crash. Air force funcionários têm relatado que é cedo para especular sobre o motivo do acidente.

#15140 was initially delivered in 1999 as part of the Peace Atlantis II program. # 15140 foi entregue inicialmente em 1999 como parte do programa Peace Atlantis II. It has been storage until now awaiting its MLU upgrade. Foi armazenamento até agora aguar.


O que está acontecendo????
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 01, 2008, 05:40:42 pm
O que queres dizer?

Um F-16 caiu, são coisas da vida, de resto continua tudo igual.
Título:
Enviado por: Lightning em Fevereiro 02, 2008, 02:27:53 am
Citação de: "Eduardo Reborn Soares"
O que está acontecendo????


Concordo, até doi a cabeça tentar ler esse texto :lol:  :lol:
Título:
Enviado por: Atuga em Fevereiro 02, 2008, 02:49:52 pm
Que acham do Artigo do SOL de Hoje?

Força Aérea
F-16 que caiu fora modificado nas OGMA
Por Helena Pereira
A Força Aérea poderá vir a pedir uma indemnização às Oficinas Gerais de Material Aeronáutico (OGMA) por causa do F-16 que se despenhou, na segunda-feira, em Leiria. Mas, primeiro, aguardará pelas conclusões da comissão de inquérito ao acidente para saber se terá ou não base para se queixar

O avião que caiu em Monte Real estava a fazer os primeiros voos de ensaio depois de ter sofrido uma grande modernização (Mid Life Upgrade) pelos técnicos das OGMA. Essa modernização consiste essencialmente na instalação de tecnologia digital no cockpit e no reforço da célula.

O Governo adjudicou às OGMA a modernização de uma esquadra de F-16, mais concretamente a segunda que tinha sido comprada aos EUA e que estava literalmente encaixotada até há bem pouco tempo na base aérea de Monte Real.

O avião que caiu era o oitavo a sofrer esse upgrade, num processo que tem estado muito atrasado. O MLU é feito na OGMA em Alverca. Só a última e quarta fase, que consiste em colocar as asas e o trem de aterragem no avião, é concluída já na base de Monte Real.

Segundo dados da Força Aérea, o valor do caça que se despenhou no pinhal de Leiria ronda os 20 milhões de euros.
Título:
Enviado por: nestor em Fevereiro 03, 2008, 02:41:28 am
Citação de: "Cabeça de Martelo"
O que queres dizer?

Um F-16 caiu, são coisas da vida, de resto continua tudo igual.


Lo importante es que el piloto (o pilotos) está ileso.

El avión se puede sustituir, aunque cueste dinero.

Saludos.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Março 05, 2008, 07:22:50 pm
Segundo o 9 G's o F16AM "15122" efectuou hoje o seu primeiro voo.

 :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?t=1413 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?t=1413)
Título:
Enviado por: Lancero em Março 14, 2008, 11:14:10 am
Citar
Força Aérea: Avaria na origem da queda de F-16 em Monte Real, relatório do fabricante    

   Lisboa, 14 Mar (Lusa) - Uma avaria num sistema computorizado que influencia  a estabilidade esteve na origem da queda em Monte Real de um F-16 da Força  Aérea, em Janeiro, disse hoje … Lusa fonte do Estado Maior da Força Aérea.  

 

   O caça F-16 da Força Aérea portuguesa despenhou-se a 28 de Janeiro junto  … Base Aérea de Monte Real, próximo da povoação de Pilado, no concelho da  Marinha Grande, sem causar vítimas, tendo o piloto conseguido ejectar-se.  

 

   Em declarações … agência Lusa, o porta-voz da Força Aérea, tenente-coronel  António Seabra, adiantou que o relatório do fabricante Lockheed, responsável  por aquele sistema computorizado, que entre outras coisas tem a ver com  a estabilidade da aeronave em voo, apontou para falhas no "flight control".  

 

   O documento vai ser entregue … Inspecção da Força Aérea, que deverá  efectuar depois um relatório final ao acidente.  

 

   Contudo, o responsável considera que estes dados do fabricante demonstram  que uma avaria técnica esteve na origem do acidente, excluindo-se assim  erro humano por parte do piloto, o tenente-coronel João Pereira.  

 

   O piloto do F-16 foi condecorado recentemente pela Força Aérea porque  "teve uma atitude extremamente profissional e corajosa ao evitar que a aeronave  se despenhasse numa zona urbana", referiu.  

 

   O F-16 despenhou-se quando realizava o primeiro voo de ensaio depois  de ter sido submetido a uma grande operação de manutenção.  

 

   De acordo com a Força Aérea, a operação de manutenção visou a alteração  da aeronave, dotando-a da actualização de mais sofisticados componentes,  permitindo, nomeadamente, o voo nocturno.  

 

   Este foi o segundo acidente registado com aviões F-16 na Força Aérea  Portuguesa.    

 

   O primeiro ocorreu a 08 de Março de 2002 e provocou a morte do piloto.  

 

   Actualmente, a Força Aérea possui 26 F-16 operacionais, sete dos quais  com actualização MLU (missão de Defesa Aérea e Ataque Convencional).  
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 17, 2008, 02:29:25 am
Recupero este tópico para comentar uma observação que ouvi na tv no 10 de junho por parte do R.P. da FAP, que disse que em 2013 estariam todos os F-16 MLU prontos ! Sera´isto uma verdade dita de boa fé, ou mais uma mentira propagandistica sem qualquer fundamento ?? E o que se entende por todos , 28 ou 40 ??
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 17, 2008, 09:10:53 am
33 aviões, o resto é para peças
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 17, 2008, 09:49:00 am
Uma coisa que nos estamos a esquecer, Portugal em 1993 recebe os primeiros 20 F-16 A/B novinhos em folha, em 1999 recebe mais 25 F-16 A/B em segunda mão dos EUA, ora destes ultimos F-16 recebidos 25 no total, 20 eram para formar um segunda esquadra e os restantes 5 para canibalizar, os 5 F-16 ja foram todos canibalizados??? E porque razão vão ser 33?? Qual a razão de ser um número ímpar?? Vai haver tantos F-16 que vão ser abatidos, porque não comprar uma meia duzia deles para esse fim reposição de peças?? Porque não modernizar os 38 F-16, ficando da Esq. 201 com 20 F-16MLU de defesa aérea e a Esq. 301 com 18 F-16 para ataque ao solo.
Se defacto se modernizarem os 33 F-16 como se fala aqui, como serao distribuidos pelas 2 Esquadras?? 16 para cada uma e 1 F-16 de reserva???
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 17, 2008, 10:50:28 am
Acho que a ideia é os F-16 não serem de nenhuma esquadra em particular, hoje um certo F-16 pode pertencer a uma esquadra e amanhã à outra.
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 17, 2008, 11:24:29 am
A sua ideia é dissolverem as duas esquadras de F-16 a 201 e 301 e constituírem uma nova esquadra com valencia de combate ar-ar e ar-solo operando todos os F-16 MLU??? Bom, algum dos camaradas sabe me dizer se existe alguma diferença entre um F-16 MLU com finalidade de combate ar-ar e ar-solo, para além do respectivo armamento?? Algum hardware ou software diferente??? Ou todos os F-16 MLU poderao executar iguais missoes dependendo do armamento?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 17, 2008, 12:03:09 pm
O F16 é multirrole ou seja o mesmo avião pode efectuar ambas missões ataque ao solo, ar-ar e até ar-mar. É sempre necessário duas esquadras, na minha opinião devemos ter pilotos aptos para ar-ar e pilotos para ar-terra.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 17, 2008, 12:05:21 pm
Não, a idéia é termos duas esquadras a partilhar os F-16 existentes.  

E não, não há diferenças no software nos F-16, as únicas diferenças é nas versões (OCU, MLU).
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 17, 2008, 12:12:30 pm
Dentro desta valencia precisamos de uma nova esquadra a 4??? vocacionada para ar-mar, ou seja:
201 - ar-ar
301 - ar-solo
4?? - ar-mar
 c34x
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 17, 2008, 12:28:48 pm
Quem faz ataque ao solo faz ao mar, os navios de guerra como fragatas, são um bocadinho maiores :lol:  do que um carro de combate, por isso acho que não falhariam
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 17, 2008, 12:53:08 pm
Vamos cá ver uma coisa, a base aérea nº5 Monte Real tem um organização diferente das outras bases aéreas, também devido a normalmente cada esquadra ter um tipo de aeronave diferente da outra esquadra.

Nessas bases cada esquadra é muito autonoma, tem os seus pilotos, aviões e manutenção, na base aérea nº5 já não é assim, penso que seja uma copia do sistema americano.

Na Base Aérea nº5 as duas esquadras (201 e 301) tem os seus pilotos e manutenção de linha da frente (que é o aprontamento final da aeronave para voar, não tem a ver com manutenção de hangar, mas sim com pequenas reparações que se podem fazer na placa e instalar ou desistalar o armamento ou equipamento que o avião tem que levar para a missão, mas o avião quando lhes chega às mãos já está apto a voar), depois existem a manutenção, laboratorios e diversos gabinetes, mas são independentes das esquadras 201 e 301, mas são todos dependentes do mesmo Grupo (Grupo Operacional) penso que seja funcionamento identico das Wings da Força Aérea dos Estados Unidos.
A manutenção dá os aviões aptos para voar que depois são repartidos pelas duas esquadras conforme sejam as necessidades delas.

É claro que por agora todos os F-16 OCU quando saiem de manutenção são entregues à esquadra 201, e todos os F-16 MLU são entregues à esquadra 301, mas quando (num futuro distante :cry:  ) só existirem F-16 MLU, não vão existir aviões desta ou daquela esquadra, os aviões vão para a esquadra que precisar deles no momento.
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 17, 2008, 12:57:46 pm
Citação de: "Instrutor"
Dentro desta valencia precisamos de uma nova esquadra a 4??? vocacionada para ar-mar, ou seja:
4?? - ar-mar
 c34x


Já temos a 401, mas como é secreta está disfarçada :lol:
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 17, 2008, 02:11:17 pm
Correcto que os F-16 MLU vão pertencer as duas esquadras, mas cada esquadra tem valencias diferentes, por isso os F-16 são armados com diferente tipo de armamento consoante a missão, e mesmo numa missão podem ser usados difersos F-16 MLU com diversos armamentos ou seja os PILavs das duas esquadras podem cumprimir missoes em conjunto ou em separado.

Muito bem isto ja percebi, agora quero tirar outra dúvida: sei que actualmente e em estado normal de alerta se encontram 2 F-16 prontos a descolar para alguma eventualidade, supunhamos que existem algum problema com dois ou tres avioes civis ou outras ameaças, qual é o grau de prontidão para colocar tipo esses dois F-16 mais duas ou tres parelhas no ar completamente armados e abastecidos?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 17, 2008, 02:14:34 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Instrutor"
Dentro desta valencia precisamos de uma nova esquadra a 4??? vocacionada para ar-mar, ou seja:
4?? - ar-mar
 c34x

Já temos a 401, mas como é secreta está disfarçada :lol:


Eu tinha a ideia que éra a 601 que tinha essa valencia
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 17, 2008, 02:23:50 pm
Camarada nelson a esq. 601 opera os P3P Orion, a esq. 401 opera Aviocars C212-100 e C212-300, não é uma esquadra de ataque, mas sim uma esquadra de reconhecimento e vigilância. Os unicos avioes que temos de combate ar-surperficie são os P3P Orion operados pela Esq. 601 e os F-16MLU operados pela 301.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 17, 2008, 02:39:54 pm
ou seja, são os unicos antes da vinda dos MLU, que tinham a capacidade de disparar misseis harpoon (anti-navio), torpedos e ja ouvi falar que tambem podem disparar misseis maverick.

Cump
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 17, 2008, 03:44:45 pm
Citação de: "Instrutor"
Correcto que os F-16 MLU vão pertencer as duas esquadras, mas cada esquadra tem valencias diferentes, por isso os F-16 são armados com diferente tipo de armamento consoante a missão, e mesmo numa missão podem ser usados difersos F-16 MLU com diversos armamentos ou seja os PILavs das duas esquadras podem cumprimir missoes em conjunto ou em separado.


Já chegamos à conclusão que o avião é o mesmo para ambas as esquadras, agora se o treino dos pilotos varia conforme esteja na 201 ou na 301 não sei, pela designação numérica das esquadras a 201 é esquadra de caça (combate ar-ar) e a 301 é esquadra de ataque (ao solo) mas se forem ao site da Força Aérea não existe diferença nenhuma nas missões das duas esquadras, fazem as duas exactamente o mesmo.
Eu pessoalmente acho que é indiferente o piloto da esquadra 201 e o piloto da 301, relembro que na missão de defesa aérea do Baltico estiveram 2 F-16 MLU da esquadra 301 a efectuar Defesa Aérea e por essa ordem de ideias só teriam ido F-16 OCU da Esquadra 201 porque tem os pilotos treinados em combate ar-ar.

Esquadra 201
http://www.emfa.pt/www/esquadrasdetalhe ... t&cod=e201 (http://www.emfa.pt/www/esquadrasdetalhe.php?lang=pt&cod=e201)
Esquadra 301
http://www.emfa.pt/www/esquadrasdetalhe ... t&cod=e301 (http://www.emfa.pt/www/esquadrasdetalhe.php?lang=pt&cod=e301)
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 17, 2008, 03:49:45 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Instrutor"
Dentro desta valencia precisamos de uma nova esquadra a 4??? vocacionada para ar-mar, ou seja:
4?? - ar-mar
 c34x

Já temos a 401, mas como é secreta está disfarçada :lol:

Eu tinha a ideia que éra a 601 que tinha essa valencia


Eu estava a ser irónico porque o amigo instrutor falou numa esquadra 400 e qualquer coisa para ataque ar-mar :lol: .

A esquadra 401 faz missões genero guarda costeira, procura pescadores ilegais, traficantes de droga, petroleiros a derramar crude como no caso do Prestige, etc, são as chamas missões VIMAR, Vigilancia Maritima.
Título:
Enviado por: raphael em Junho 17, 2008, 10:10:51 pm
Além de fazer a parte da Fotografia Aérea ( a 401).
Nas mensagens anteriores alguém se esqueceu de uma esquadra de vôo que possui aeronaves com capacidade de ataque ao solo, tal como vem no site da FAP:"...O DASSAULT/DORNIER ALPHA-JET é um caça-bombardeiro subsónico, bilugar e que pela sua concepção apresenta características de versatilidade que o tornam particularmente adaptado para a execução de operações de apoio aéreo ofensivo e de apoio às forças de superfície...", "..O ALPHA-JET é operado pela Esquadra 103 da Base Aérea de Beja- BA11."
Efectivamente o P-3C, após serem actualizados nos EUA, vão poder poder disparar o Maverick na variante F (os F-16 têm a variante B e G), além do Harpoon, de referir porém que por decisão superior os P-3 já não executam operações de minagem. De qualquer modo depois do amigo Portas ter adquirido os 5 P-3C à Holanda despidinhos de electrónica e ter pago cerca de 80milhões de euros, agora as máquinas vão para os EUA e por mais 97milhões de euros vão ficar um mimo, com tecnologia de ponta, algo de muito eficaz mesmo.
Em relação aos F-16 não esquecer que a Parelha de Alerta H24 é efectuada por aviões pertencentes às duas esquadras, simplesmente a tecnologia do MLU torna-o mais apto a desempenhar as missões no estrangeiro sob a égide da NATO, ou seja, o exterior e o motor são iguais, por dentro é tudo diferente, daí que o OCU da 201 já tenha aeronaves no upgrade para MLU.
Daqui a uns anos vão ser todos MLU! Em relação a números a última intel (que pode mudar já amanhã) aponta para 32 aeronaves no total, de um total de 40 com 02 perdidas em acidentes, o ratio até está bem aceitável, sem contabilizar com o 100 que serve somente para exposição estática (eventos e bases abertas).
Saliente-se que ambas as esquadras de f-16 e a de alpha-jet fazem exercicios com lançamento de armamento real no CTA em alcochete (GBU Mk 82, foguetes CRV-7 e tiro de canhão).
Ah e já agora o 295 também à semelhança do Aviocar também não vai ter qualquer tipo de armamento.
De resto sobra-nos o EH-101, se vier a ser criada avalência CSAR neste sistema de armas irá ter armamento orgânico amovível (basicamente para apoio a curta distância).
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 18, 2008, 12:34:47 am
Caros amigos, obrigado pela vossa informação. E queira Deus que realmente fiquemos com 32 ou 33 F-16 MLU. Já não seria mau, sempre é melhor que os 28. Então a treta da venda de 12 já saiu da cabeça dos nossos políticos !!!!! Quando foi isso, que me passou ao lado ???
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 18, 2008, 09:56:14 am
Muito bem isto ja percebi, agora quero tirar outra dúvida: sei que actualmente e em estado normal de alerta se encontram 2 F-16 prontos a descolar para alguma eventualidade, supunhamos que existem algum problema com dois ou tres avioes civis ou outras ameaças, qual é o grau de prontidão para colocar tipo esses dois F-16 mais duas ou tres parelhas no ar completamente armados e abastecidos?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 18, 2008, 10:15:21 am
Citação de: "Instrutor"
Muito bem isto ja percebi, agora quero tirar outra dúvida: sei que actualmente e em estado normal de alerta se encontram 2 F-16 prontos a descolar para alguma eventualidade, supunhamos que existem algum problema com dois ou tres avioes civis ou outras ameaças, qual é o grau de prontidão para colocar tipo esses dois F-16 mais duas ou tres parelhas no ar completamente armados e abastecidos?


O estado de prontidão é de cerca de 7 minutos, para por os dois primeiros a voar. supondo que os f16 ja tem combustivel, não tenho a certeza mas não deve mais que meia hora.

fonte
http://www.forumdefesa.com/forum/viewto ... 07d7695246 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=2038&start=60&sid=48e8ed1edbfcb0d54e8a5e07d7695246)
Título:
Enviado por: typhonman em Junho 18, 2008, 12:50:58 pm
O alerta é de 15 minutos actualmente...
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 19, 2008, 01:39:04 am
Afinal segundo o que li hoje a treta da alienação de F-16 continua na ordem do dia. Tanto que referem literalmente que a alienação de meios está atrasada porque o projecto MLU tambem o está. Então pergunto eu com quantos aviões ficaremos se realmente for para vender 12 F-16. Ora se só se fizer MLU a 32 ficaremos apenas com 20. Mas que grande confusão para aqui anda. Será que alguem se entende ???? e já agora pode descobrir e vir cá explicar o que se passa ?
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 19, 2008, 10:07:50 am
Put..... q ..... os ...... pari........... que porcaria de política de defesa, acabem logo com as FORÇAS ARMADAS não ha dinheiro para nada so para comprar altas bombas para os governantes que grande merd..... ainda ha dois dias atras foi divulgada a compra de mais um super carrao para o senhor Severino Teixeira actual ministro da defesa e outro para o seu secretario de estado no valor de 200 mil euros. Que grande porcaria :evil: governantes mais rascas em vez de encherem os bolsos e andarem a viver como reis à custa dos impostos que invistam no que realmente é importante, saude, educação e defesa. Ai minha mae do céu o que eu daria para que o bin laden se lembrar de Portugal para ver se estes senhores acordassem e invistissem seriamente na segurança dos PORTUGUESES. PORRA NÃO HÁ PACHORRA PARA TANTA BURRICE E CRETINISSE. QUE GRANDE VERGONHA SE ESTA A TORNAR ESTAS FORÇAS ARMADAS. INVISTAM PAH FODA-S............. SÓ SABEM DIZER QUE NÃO HÁ DINHEIRO DINHEIRO, MAS SO EXISTE PARA FESTANÇAS MERENDEIROS E CARROS TOPO DE GAMA, ORA SE ANDASSEM SENTADOS COM OS COSTADOS NUM CHAÇO COMO ANDA A MAIORIA DOS PORTUGUESES PODE SER QUE DESSEM MAIS VALOR AO QUE REALMENTE É IMPORTANTE.
Título:
Enviado por: Johnnie em Junho 19, 2008, 10:45:27 am
Mais depressa vejo o NPO a ser exportado que os MLU a ser vendidos...Mas estes discursos ficam sempre bem em ano de pré-eleições, saibam ler nas entrelinhas...Até que o Severiano nem se está a safar nada mal...  :roll:
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 20, 2008, 12:09:03 am
Citação de: "Johnnie"
Mais depressa vejo o NPO a ser exportado que os MLU a ser vendidos...Mas estes discursos ficam sempre bem em ano de pré-eleições, saibam ler nas entrelinhas...Até que o Severiano nem se está a safar nada mal...  :roll:





Aqui o que importa é a intenção . E já agora se é por uma questão de o discurso ficar bem, tambem ficava bem ele explicar porque é que tem um governo com força para impôr a maior porrada tributária que este povo já viu e aguentou nos ultimos 50 anos....e não consegue impôr uma frota com uma porcaria de trinta e tal aparelhos ??????? Não consegue mostrar ao povo o que os nossos vizinhos do norte e sul têm ???? Isso do ficar bem no discurso é paleio da treta, não compreendo como se pode tentar justificar as atitudes demagógicas de tão pobre política de defesa .
Como é que é ? Tenho de venerar estes tipos porque acertaram na compra da porcaria de duas fragatas em segunda mão e nuns blindados de rodas que nem equipados como combate de infantaria vêm ???? Apenas trinta nessa configuração ??? Olhem , porra para tanta porcaria !!!!
Título:
Enviado por: raphael em Junho 20, 2008, 12:39:24 am
Os F-16 são sem dúvida importantes para a Defesa Aérea mas trinta aeronaves são suficientes para a dimensão do país.
Temos o QRA (Parelha de Alerta, a este respeito e muito off-topic, na minha opinião não devia ser divulgado o tempo de prontidão da referida parelha) participamos em missões NATO, a possibilidade de uma força destacada de F-16 resume-se a XX aeronaves (menos de 10) de padrão MLU, com algumas limitações a nível logístico (que não interessa aprofundar num fórum público), sim porque não é só mandar os aviões tem que ir todo o pessoal de apoio e material para a sustentação da força.
Para a dimensão do nosso país é uma força razoável, temos de nos dar por satisfeitos se em 2012 conseguirmos ter o upgrade da 2ª esquadra realizado... faltará talvez depois converter toda a 201, processo que entretanto já se iniciou. Falta é €€ para ultrapassar pequenas (grandes) dificuldades com que o processo de modernização se depara.
Neste momento não é possível ter todas as aeronaves abrigadas dos elementos, por isso, 32 aeronaves prontas, na minha opinião são mais que suficientes.
Até porque com a gestão de meios humanos actual (não a falta de pilotos, mas sim a colocação dos pilotos nas esquadras em vez de atrás de uma secretária, isto aplica-se a todos os postos abaixo de Major inclusivé), sim porque o piloto com a experiência no vôo também é um excelente profissional na área do planeamento e coordenação de meios), não se consegue rentabilizar o efectivo para a operação de aeronaves, sentido mais nos transportes (C-130H) e hélis.
Resumindo e baralhando, para as necessidades actuais do país 32 F-16 chegam e sobram, até porque se comparar-mos a área terrestre com área maritima, contabilizando a ZEE (enquanto for do nosso dominio, pk com o Tratado de Lisboa entregamos a gestão da mesma à UE - alguém perguntou se queríamos??) a área é mais vasta e aí faz falta é P-3 c/ o verdadeiro upgrade e tripulações completas para os mesmos!
Em relação aos outros Ramos, não esquecer quem decide é o poder político...por isso "Manda quem pode, obdece quem deve!"
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 20, 2008, 05:31:49 pm
Com o alargamento da cobertura de radar ao arquipélago da Madeira, a parelha de alerta tem autonomia para a cobrir? Ou terá que se colocar uma outra parelha de alerta na Madeira? Depois da construção do radar da Madeira está previsto a construção de um outro radar para cobrir o espaço aéreo dos Açores, e lá também terá que se ter uma 3ª parelha? E por fim, várias vezes se disse que se pretende que se possa enviar um destacamento de caças para missões externas de até um máximo de 12 aeronaves.

É possivel num futuro a curto/médio prazo termos:
- parelha de alerta de Monte Real
- parelha de alerta da Madeira
- parelha de alerta dos Açores
- destacamento de 12 aeronaves

Dá um numero de 18 aeronaves prontas a voar (mais umas quantas em manutenção), isto se as parelhas de alerta fora da BA5 forem de 2, não sei se serão de 2, 3 ou 4 como foi na missão na Lituania.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 20, 2008, 05:45:08 pm
quanto à Madeira e Açores ouvi falar de parelhas de dois caças para cada arquipélago
Título:
Enviado por: pmdavila em Junho 20, 2008, 06:21:15 pm
Sim, num discurso de um CEMFA (já não sei se este ou o anterior), referia-se a colocação de parelhas de F-16 na Madeira e nos Açores quando os radares estivessem instalados. O da Madeira está quase (não sei se já funciona), e o dos Açores já tem contrato adjudicado.
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 20, 2008, 06:48:30 pm
Citação de: "pmdavila"
Sim, num discurso de um CEMFA (já não sei se este ou o anterior), referia-se a colocação de parelhas de F-16 na Madeira e nos Açores quando os radares estivessem instalados. O da Madeira está quase (não sei se já funciona), e o dos Açores já tem contrato adjudicado.


Quando os F-16 estiverem lá é porque funciona  :lol: .
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 20, 2008, 07:45:56 pm
Citar
Sim, num discurso de um CEMFA (já não sei se este ou o anterior), referia-se a colocação de parelhas de F-16 na Madeira e nos Açores quando os radares estivessem instalados. O da Madeira está quase (não sei se já funciona), e o dos Açores já tem contrato adjudicado.


Vamos ter aeronaves para isso tudo!

- Continente
- Madeira
- Açores
 Só aqui temos 6 aeronaves, imagino que tenhamos mais 2 aeronaves em cada BA de modo a se poder render estas rapidamente, já se vai em 12.
Se for verdade que teremos 12 aeronaves para missões no estrangeiro já se soma 24.
Ainda falta contar com as que estiverem em manutenção...
Além do preço do "pitroil"... mas isto é outra guerra
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 20, 2008, 08:19:04 pm
Citação de: "Cabecinhas"
Só aqui temos 6 aeronaves,

Aqui onde?

Citar
imagino que tenhamos mais 2 aeronaves em cada BA de modo a se poder render estas rapidamente, já se vai em 12.

Não percebi bem esse raciocicio dos 12 F-16, mas não há F-16 espalhados por todas as Base Aéreas, só há F-16 na BA5.

Citar
Se for verdade que teremos 12 aeronaves para missões no estrangeiro já se soma 24.


O destacamento de 12 é um objectivo, mas eu perdi-me nos outros 12 que soma e vai dar 24  :lol: .
Título:
Enviado por: typhonman em Junho 20, 2008, 09:05:46 pm
Venham mas é todos os JHMCS encomendados (já agora quantos são? ) e os misseis AIM-9X ou equivalente, sem esquecer os targeting pod´s.
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 20, 2008, 09:24:33 pm
Citação de: "Typhonman"
Venham mas é todos os JHMCS encomendados

x2

Citar
(já agora quantos são?)

Não sei.

Citar
e os misseis AIM-9X ou equivalente

Também há disso encomendado? Temos Sidewinders mas são versões anteriores não sabia que já se iam substituir. Venham também mais AMRAAMs e bombas guidadas JDAM, JSOW e amigas.

Citar
sem esquecer os targeting pod´s.


Pois também gostava, mas já ai apareceu algures a anulação dessa compra :cry: .
Título:
Enviado por: typhonman em Junho 20, 2008, 09:42:17 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Typhonman"
Venham mas é todos os JHMCS encomendados

x2

Citar
(já agora quantos são?)

Não sei.

Citar
e os misseis AIM-9X ou equivalente

Também há disso encomendado? Temos Sidewinders mas são versões anteriores não sabia que já se iam substituir. Venham também mais AMRAAMs e bombas guidadas JDAM, JSOW e amigas.

Citar
sem esquecer os targeting pod´s.

Pois também gostava, mas já ai apareceu algures a anulação dessa compra :cry: .


É sabida a intenção da FAP em adquirir um misssil do tipo do AIM-9X para fazer o binómio com o capacete JHMCS, alem de bombas JSOW,JDAM(Bombas MK-84 adaptadas com o 2"tail-kit") e é intenção da FAP adquirir um missil anti-navio, não sei se é para o F-16MLU ou P-3C.
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 20, 2008, 10:51:08 pm
O que disse foi uma suposição em relação a esta citação:

Código: [Seleccione]
Sim, num discurso de um CEMFA (já não sei se este ou o anterior), referia-se a colocação de parelhas de F-16 na Madeira e nos Açores quando os radares estivessem instalados. O da Madeira está quase (não sei se já funciona), e o dos Açores já tem contrato adjudicado.

Para se ter parelhas nos Açores e Madeira, as aeronaves não podem estar na BA5 pois não teriam autonomia para tal distância, só se estiver para chegar algum reabastecer de esquadrilha  c34x
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 20, 2008, 11:35:43 pm
Citação de: "Cabecinhas"
Para se ter parelhas nos Açores e Madeira, as aeronaves não podem estar na BA5 pois não teriam autonomia para tal distância, só se estiver para chegar algum reabastecer de esquadrilha  c34x


Mas uma parelha são 2 aviões, não são 6.
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 20, 2008, 11:56:04 pm
Parelha = par

Até aí tudo bem  :lol:
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 21, 2008, 12:19:20 am
Citação de: "Cabecinhas"
Agora é uma parelha para os Açores, uma para a Madeira e outra para o continente, logo seis aeronaves, 3 parelhas.
É fazer as contas  c34x  :arrow: http://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_da_Salga (http://pt.wikipedia.org/wiki/Batalha_da_Salga)
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 21, 2008, 12:34:35 am
Citação de: "Cabecinhas"
Parelha = par

Até aí tudo bem  :lol:


Exacto, 6 aviões (3 parelhas) de alerta, mais 12 para o destacamento, faz 18 que foi o que eu disse, voce falou em 24, onde é que estão os outros 6 :lol: ?
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 21, 2008, 12:35:27 am
Citação de: "PereiraMarques"
Os Açores não precisam, já lá têm outras parelhas, inclusive testadas em combate contra os espanhóis,,, :twisted:


Mas essa parelha para fazer defesa aérea tem que ter uns cornos maiores :lol:  :lol:  :lol:
Título:
Enviado por: jmg em Junho 21, 2008, 09:51:20 am
As bombas de precisão de que falam são guiadas por GPS?
Existe também na Força Aérea bombas guiadas por laser?
Neste caso a quem é cometida a missão de targeting?
DAE, CTOE....???? ou o próprio avião consegue guiar a bomba?
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 21, 2008, 09:59:54 am
Citação de: "jmg"
Neste caso a quem é cometida a missão de targeting?
DAE, CTOE....???? ou o próprio avião consegue guiar a bomba?


O avião pode ter pods de iluminação de alvos e guiar a bomba, mas nós ainda estamos à espera que os comprem.

Outra maneira é ter equipas no solo com um iluminador portátil a indicar o alvo mas não são nenhum dos que mencionou, são o TACP da Força Aérea, o pessoal que anda com os Comandos e os Pára-quedistas no Afeganistão.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.enciclopedia.com.pt%2Fimages%2F13_O_TACP_da_FAP.jpg&hash=bfe8882e2c039356bbee87593bb3e536)

PS: Mas no site do exército dizem que dão esse curso aos Rangers mas não faço ideia se existe mesmo algum com essa qualificação.
Título:
Enviado por: jmg em Junho 21, 2008, 10:15:55 am
Obrigado Lightning.
Basta ver se no CTOE existe o equipamento de designação.
Vou perguntar :G-Ok:
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 21, 2008, 10:35:06 am
Quem são os TACP?
Título:
Enviado por: jmg em Junho 21, 2008, 12:11:24 pm
Agora estou-me a lembrar que em Sta Guida quando temos os exercícios tipo Rosa Brava, Os alpha jet fazem várias passagens para o Chaparral poder fazer seguimento e perto da Tribuna encontra-se sempre um todo terreno da FAP cheio de antenas. Talvez sejam estes os controladores...
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 21, 2008, 01:12:47 pm
Citação de: "jmg"
Agora estou-me a lembrar que em Sta Guida quando temos os exercícios tipo Rosa Brava, Os alpha jet fazem várias passagens para o Chaparral poder fazer seguimento e perto da Tribuna encontra-se sempre um todo terreno da FAP cheio de antenas. Talvez sejam estes os controladores...


Sim são, e até quando há desfiles estilo 10 de junho também por lá andam, ou como é que acham que os aviões passam sempre no momento certo, na homenagem aos mortos e etc lol, é porque está cá em baixo alguém a falar com os pilotos :lol: .
Título:
Enviado por: jmg em Junho 21, 2008, 02:06:57 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "jmg"
Agora estou-me a lembrar que em Sta Guida quando temos os exercícios tipo Rosa Brava, Os alpha jet fazem várias passagens para o Chaparral poder fazer seguimento e perto da Tribuna encontra-se sempre um todo terreno da FAP cheio de antenas. Talvez sejam estes os controladores...

Sim são, e até quando há desfiles estilo 10 de junho também por lá andam, ou como é que acham que os aviões passam sempre no momento certo, na homenagem aos mortos e etc lol, é porque está cá em baixo alguém a falar com os pilotos :lol: .

OK faz sentido.
Sabe como é :"quem não sabe é como quem não vê!"
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 21, 2008, 02:41:12 pm
Citação de: "jmg"
OK faz sentido.
Sabe como é :"quem não sabe é como quem não vê!"


Claro  :G-Ok: estamos aqui para aprender uns com os outros.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 22, 2008, 05:04:19 pm
Os camaradas do fórum 9G's referem que mais um F-16 MLU fez o seu primeiro voo, neste caso, o F-16 AM '15134'.
Título:
Enviado por: Leonidas em Junho 22, 2008, 06:01:01 pm
Suadações guerreiras

Citar
Os F-16 são sem dúvida importantes para a Defesa Aérea mas trinta aeronaves são suficientes para a dimensão do país.

Quem lhe transmitiu isso? Talvez para a Islândia ou ilha de Malta, sim.

quantos aviões há prontos a descolar? são esses que você necessita e não os que estão só para fazer número. para isso temos o museu da Força aérea.

Citar
Até porque com a gestão de meios humanos actual...

qual gestão?


--------------------------------------


Citar
Os camaradas do fórum 9G's referem que mais um F-16 MLU fez o seu primeiro voo, neste caso, o F-16 AM '15134'.


Na soalheira 5ª feira passada, pela primeira vez, assisti á uma largada de flares. No entanto não tenho a certeza se foram dos nossos, pois não estava “armado” com os meus potentes binócolos. Só me apercebi porque houve um tal de zé povinho dizendo que “ ... há um avião a incendiar-se ao cimo...”

Devem-no ter estado a testar então, não? Por acaso até foi engraçado :)

cumprimentos
Título:
Enviado por: AMRAAM em Junho 22, 2008, 07:09:38 pm
Desde mi punto de vista,estoy de acuerdo con Leonidas,yo creo que poco mas de 30 aeronaves disponibles son muy pocas(Y mas teniendo en cuenta que Portugal no solo comprende la parte continental,sino que hay que contar tambien con las Azores y Madeira),lo que se traduce realmente en poder poner en el aire en cualquier momento,si tomamos una disponibilidad del material de entre el 80-90%,a unos 25-30 aviones.

Si observamos el entorno geofisico, y geopolitico de Portugal,rapidamente nos damos cuenta de que un conflicto con España o Francia son practicamente imposibles tanto a largo como a corto plazo,en cambio si echamos una mirada al "sur",vemos como en un futuro algunos de estos paises si pueden presentar mas de un dolor de cabeza,sobre todo con el avance del fundamentalismo islamico hacia a esos territorios,asi como algunas reinvindaciones hacia algunos territorios europeos como Ceuta o Melilla,o algunos archipielagos atlanticos,por parte de Marruecos por ejemplo,lo que hace pensar que si no directamente,indirectamente podria afectar a Portugal en algunos ambitos,ya que imaginad lo que seria una hipotetica guerra en el estrecho de Gibraltar o en la vertiente atlantica proxima al algarve.

A todo ello hay que tener en cuenta,las compras militares que se han realizado ultimamente por aquellos lares entre Argelia y Marruecos.En relacion a esto,por ejemplo,vemos como paises con menos recursos y menos medios que Portugal,como son el caso de los paises antes citados,van a contar con mas medios y en algunos casos mejores que la FAP,ya que la fuerza aerea alaui va a contar en un plazo proximo con unos 24 f-16 block 50/52+ 27 mirage F-1 modernizados,mientras que la contrapartida argelina va a presentar un orden de batalla con aviones su-30,mig-29..y se habla de mig-35 en un futuro..Asi que yo de Portugal,no me dormiria demasiado en el plano militar,si no pensando en el presente,si con la mirada puesta en el futuro. :wink:
Título:
Enviado por: Johnny em Junho 22, 2008, 08:06:16 pm
Citação de: "Cabecinhas"
Quem são os TACP?


Julgo que são os controladores aéreos da FAP.
Título:
Enviado por: garrulo em Junho 22, 2008, 08:44:02 pm
Son los que desde el suelo señalan a los aviones los blancos con un designador laser.
Título:
Enviado por: LuisC em Junho 23, 2008, 02:20:29 am
Pelo que sei, os TACP muito raramente utilizam designadores laser, pelo menos em Portugal.
Um TACP integra normalmente especialistas da Força Aérea, que a partir do solo orientam via rádio o piloto da aeronave sobre a melhor forma de atacar um determinado alvo, sobretudo em missões de Apoio Aéreo Próximo.
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 23, 2008, 11:07:25 am
AMRRAM quantos F-18 e Euro Typhoons tem a Espanha em quantidade?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 23, 2008, 11:12:09 am
aconselho-o a ir a este site!

http://en.wikipedia.org/wiki/Spanish_Air_Force (http://en.wikipedia.org/wiki/Spanish_Air_Force)
Título:
Enviado por: AMRAAM em Junho 23, 2008, 02:13:20 pm
Citação de: "Instrutor"
AMRRAM quantos F-18 e Euro Typhoons tem a Espanha em quantidade?

F-18= 89 activos
Eurofighter= Creo que actualmente tenemos "activos",18-19(87 previstos)

Los objetivos marcados por el JEMA(Jefe del Estado Mayor del Ejército del Aire),son poseer como minimo 150 aviones ,para cumplir con las misiones encomendadas al ejercito del aire,asi como garantizar la soberania del cielo español.

Y si,antes de que me vengais,con que tenemos pocos aviones para la extension de territorio que posee nuestro pais ,asi como poblacion y posicion mundial..ya os digo que estoy de acuerdo.Desde mi punto de vista el ejercito del aire español deberia contar con un numero de entre  175-200 aviones de caza. :wink:
SALUDOS!!
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 23, 2008, 04:20:32 pm
não entendo, se pensam ficar com os MLU até para ai em 2020, é uma má ideia.

JOINT STRIKE FORCE-  Reino Unido, Estados Unidos, Italia, Holanda, Canada, Dinamarca, Noruega e Austrália.

Portugal, como país da NATO, já devia ter entrado no programa.
Se a causa para não entrar no programa é a falta de dinheiro, não é um problema
Dinamarca e Noruega, países com um PIB semelhantes a Portugal, entraram no programa, por isso se eles têm dinheiro  para os caças F-35, nós também temos.
continua-se com o MLU dos F-16, adere-se ao programa e para ai entre 2015-2018, compra-se para ai entre 20 a 25 F-35, para substituirem os F-16 MLU.
Título:
Enviado por: Johnny em Junho 23, 2008, 04:28:43 pm
O QUÊ??? :shock:  Dinamarca e Noruega.... PIB semelhante a Portugal??? Mas desde quando :?:
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 23, 2008, 04:40:26 pm
Desde que ele o amigo Ruben disse...  :toto:
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 23, 2008, 04:51:33 pm
Camaradas, uma coisa é o PIB (Produto Interno Bruto) riqueza gerada pelo País, outra coisa é o RAPC (Rendimento Anual Per Capita) vulgo riqueza da população ao longo do ano:

2007 PIB
NORUEGA - 257,4 BILIOES DE EUROS;
DINAMARCA - 198,5 BILIOES DE EUROS;
PORTUGAL - 253,6 BILIOES DE EUROS;

2007 RAPC
NORUEGA - 55 600 EUROS;
DINAMARCA - 37 000 EUROS;
PORTUGAL - 27 600 EUROS;

O que o ruben queria dizer é que a riqueza gerada em ambos os paises é identica e Portugal tem condiçoes de entrar no programa do F-35, dinheiro existe, haja vontade política. :wink:
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 23, 2008, 05:13:20 pm
Exacto, se a riqueza gerada por Portugal é igual à de esses países, problemas finacerios nunca poderiam parar o nosso país de aderir a esse programa. :wink:
Título:
Enviado por: lexivia em Junho 23, 2008, 05:13:49 pm
Citação de: "Instrutor"
Camaradas, uma coisa é o PIB (Produto Interno Bruto) riqueza gerada pelo País, outra coisa é o RAPC (Rendimento Anual Per Capita) vulgo riqueza da população ao longo do ano:

2007 PIB
NORUEGA - 257,4 BILIOES DE EUROS;
DINAMARCA - 198,5 BILIOES DE EUROS;
PORTUGAL - 253,6 BILIOES DE EUROS;

2007 RAPC
NORUEGA - 55 600 EUROS;
DINAMARCA - 37 000 EUROS;
PORTUGAL - 27 600 EUROS;

O que o ruben queria dizer é que a riqueza gerada em ambos os paises é identica e Portugal tem condiçoes de entrar no programa do F-35, dinheiro existe, haja vontade política. :wink:


Como é óbvio os números de PIB, são da mesma ordem de valores, mas o PIB é apenas um dos indicadores económicos existentes. E estas avaliações se devemos ou podemos adquirir certos equipamentos e produtos não podem nem podiam se basear em algo tão simples. Temos de ver o nosso deficit público, balança comercial, fiscalidade, compromisso já assumidos, etc etc etc.
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 23, 2008, 05:20:05 pm
Tudo tem haver com o Orçamento de Estado e as prioridades governamentativas, caro  lexívia.
Título:
Enviado por: lexivia em Junho 23, 2008, 08:01:34 pm
E o Orçamento de Estado (OE) depende de quê? Não é só do PIB concerteza. E se a economia não está boa como é que poderá uma forte vontade política para a comprar equipamentos militares, logo uma das razões pela qual a LPM é revista a cada x anos, para se puder rever capacidades, produtos, necessidades e disponibilidades financeiras.
Abraço
Título:
Enviado por: PedroM em Junho 23, 2008, 11:24:51 pm
Citação de: "Instrutor"
Camaradas, uma coisa é o PIB (Produto Interno Bruto) riqueza gerada pelo País, outra coisa é o RAPC (Rendimento Anual Per Capita) vulgo riqueza da população ao longo do ano:

2007 PIB
NORUEGA - 257,4 BILIOES DE EUROS;
DINAMARCA - 198,5 BILIOES DE EUROS;
PORTUGAL - 253,6 BILIOES DE EUROS;

2007 RAPC
NORUEGA - 55 600 EUROS;
DINAMARCA - 37 000 EUROS;
PORTUGAL - 27 600 EUROS;

O que o ruben queria dizer é que a riqueza gerada em ambos os paises é identica e Portugal tem condiçoes de entrar no programa do F-35, dinheiro existe, haja vontade política. :?
Salvo melhor opinião isso não existe.

Cumprimentos.
Título:
Enviado por: JLRC em Junho 24, 2008, 12:37:01 am
Citação de: "ruben lopes"
Dinamarca e Noruega, países com um PIB semelhantes a Portugal


 :nice:  :nice:  :evil:
Título:
Enviado por: raphael em Junho 24, 2008, 01:47:07 am
Independentemente do valor do PIB, há a permanente falta de vontade política em investir grandemente nas Forças Armadas, por ser considerada uma área não prioritária, ponto final parágrafo. Logo não há orçamento ou previsão que aguente. Exemplo prático o valor dos 300 milhões para a modernização do P-3... é de quase metade... e não é só sistemas de armas, também toda a componente de infra-estruturas e meios humanos.
Em relação a este tópico em concreto, primeiro há que ter todos os F-16 no padrão MLU. Aproveitar o máximo das suas potencialidades no seio de missões NATO para adqurirmos experiência e know-how. Ainda os começámos agora a explorar (1994- OCU) e já querem substitutos... :twisted:
Título:
Enviado por: nestor em Junho 24, 2008, 02:44:40 am
Citação de: "AMRAAM"
Citação de: "Instrutor"
AMRRAM quantos F-18 e Euro Typhoons tem a Espanha em quantidade?
F-18= 89 activos
Eurofighter= Creo que actualmente tenemos "activos",18-19(87 previstos)

Los objetivos marcados por el JEMA(Jefe del Estado Mayor del Ejército del Aire),son poseer como minimo 150 aviones ,para cumplir con las misiones encomendadas al ejercito del aire,asi como garantizar la soberania del cielo español.

Y si,antes de que me vengais,con que tenemos pocos aviones para la extension de territorio que posee nuestro pais ,asi como poblacion y posicion mundial..ya os digo que estoy de acuerdo.Desde mi punto de vista el ejercito del aire español deberia contar con un numero de entre  175-200 aviones de caza. :wink:
SALUDOS!!


Tambien hay unos 50 Mirage F-1M (modernizados)

http://es.wikipedia.org/wiki/Ej%C3%A9rc ... spa%C3%B1a (http://es.wikipedia.org/wiki/Ej%C3%A9rcito_del_Aire_de_Espa%C3%B1a)

Ademas de los 17 Harrier II de la Armada, de los cuales cuatro de ellos aun estan pendientes de convertirlos en PLUS, conversión que ya está aprobada.

Saludos.
Título:
Enviado por: Kawa em Junho 24, 2008, 03:13:19 am
Más o menos lo que hay es:

F/A-18.- 89 aviones, de los cuales solo 67 recibirán la MLU, quedando los 22 de Gando sin ella. Ya se ha incorporado a 39 aeronaves de la flota (que está compuesta por 67 aviones; 55 monoplazas y 12 biplazas). El programa debería finalizar el 31 de octubre de 2009.


EF-2000.- 19 entregados (uno cedido a Austria que será compensado con la entrega de un Tranche 2) por tanto 18 ahora pero de aqui al 2012 deben entragarse otros 25 más para tener en esa fecha 43 de los 87 encargados.

Mirage F-1.- Se reparten en 40 F-1M y 11 F-1 (son los ex-qataríes que según parece se descartó modernizarlos por estar demasiado baqueteados)

Además habría que añadir los 17 Harrier de la Armada, 5 de los cuales ya son Plus, y de aqui al 2009 deberían pasar a esa versión otros 4 más.

Si bien se usan como aviones de entrenamiento no estaría de más añadir los 20 F-5 A que estan siendo modernizados actualmente.

Siempre está mejor esto que la wiki para informarse :wink:

http://www.mde.es/dgam/principalesprogramasaym.htm#A6 (http://www.mde.es/dgam/principalesprogramasaym.htm#A6)
Título:
Enviado por: nestor em Junho 24, 2008, 05:03:21 am
Citar
Además habría que añadir los 17 Harrier de la Armada, 5 de los cuales ya son Plus, y de aqui al 2009 deberían pasar a esa versión otros 4 más.

Aqui creo que hay un error, pues los PLUS no son 5 sino 12, quedando 4 que seran convertidos proximamente y 1 biplaza que seguirá en la versión actual.

Citar
La armada, viendo de forma natural la adquisición de este moderno avión, envió 5 aviones AV-8B Harrier II para actualizarlos a la nueva versión Plus, y compró 8 modelos AV-8B Plus nuevos. Todos estos aviones se encuentran en la 9ª escuadrilla, junto a los 4 restantes AV-8B; basados en la base aeronaval de Rota, y en el portaaviones Principe de Asturias.


http://www.portierramaryaire.com/fichas ... _esp_2.php (http://www.portierramaryaire.com/fichas/harrier_esp_2.php)

Osea, 5 refabricados mas 8 nuevos que suman 13 PLUS, habiendose perdido uno de ellos, quedando 12.

Saludos.
Título:
Enviado por: Kawa em Junho 24, 2008, 05:20:33 am
Mea culpa, con las prisas y las horas que son, me comí que hablabamos de los que deben ser actualizados :oops:
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 24, 2008, 09:31:50 am
Caros Camaradas o respeito mútuo é uma das maiores virtudes alcançadas pela Humanidade, quem participa neste tipo de foruns não se pode considerar um supra sumo em conhecimentos a nível militar, eu pessoalmente fui instrutor e não me considero que sei tudo a nível militar, gozar com um membro do forum não é saudavel e proporciona ao mal estar entre os camaradas, este tipo de foruns servem para que todos possamos aprender uns com os outros e valorizar a entre ajuda entre todos, se popr acaso algum membro do forum se enganar ou não fornecer infoirmações devidamente credíveis, é papel dos outros membros do forum mais experientes e conhecedores ajudarem na correcção e ajuda desse menbro menos informaddo, mas nunca criticar e deitar abaixo a moridade de cada um.
Um bem haja a todos os que participam neste magnifico forum de defesa nacional e internacional. Mais vezes os senhores políticos deveriam consultar este forum e aprender alguma coisa sobre equipamentos militares. Obrigado
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 24, 2008, 01:36:20 pm
Exacto, instrutor.
Como me está a acontecer a mim, goza-se sempre de alguém aqui neste forum.
Não é nada educado.
Deveria-se continuar a conversa dos assuntos militares, em vez de começarem a gozar.
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 24, 2008, 02:07:56 pm
Citação de: "PedroM"
Citação de: "Instrutor"
Camaradas, uma coisa é o PIB (Produto Interno Bruto) riqueza gerada pelo País, outra coisa é o RAPC (Rendimento Anual Per Capita) vulgo riqueza da população ao longo do ano:

2007 PIB
NORUEGA - 257,4 BILIOES DE EUROS;
DINAMARCA - 198,5 BILIOES DE EUROS;
PORTUGAL - 253,6 BILIOES DE EUROS;

2007 RAPC
NORUEGA - 55 600 EUROS;
DINAMARCA - 37 000 EUROS;
PORTUGAL - 27 600 EUROS;

O que o ruben queria dizer é que a riqueza gerada em ambos os paises é identica e Portugal tem condiçoes de entrar no programa do F-35, dinheiro existe, haja vontade política. :?
Salvo melhor opinião isso não existe.

Cumprimentos.


Errado :lol:
Título:
Enviado por: ShadIntel em Junho 24, 2008, 02:17:22 pm
Ruben, informe-se sobre a diferença entre PIB nominal e PIB em paridade de poder de compra. Quando o tiver feito, tente interpretar de novo esses números.

De qualquer forma, o PIB é apenas uma entre muitas estatísticas económicas, e o uso de dados PPC quando se trata de potenciais aquisições de equipamentos militares é simplesmente errado.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 24, 2008, 02:27:05 pm
Em PPC's (Paridades de Poder de Compra) parece que até estamos "à frente" dos dois :shock:  :arrow: http://www.imf.org/external/pubs/ft/weo ... =83&pr.y=2 (http://www.imf.org/external/pubs/ft/weo/2007/02/weodata/weoreptc.aspx?sy=2000&ey=2008&scsm=1&ssd=1&sort=country&ds=.&br=1&c=128%2C142%2C182&s=NGDPD%2CNGDPDPC%2CPPPGDP%2CPPPPC&grp=0&a=&pr.x=83&pr.y=2)
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 24, 2008, 02:39:39 pm
Eu avisei, mas ninguem me da ouvidos eu nunca defendi que Portugal entrasse nesse projecto, alias sou um defensor que Portugal deixe de comprar directamente equipamento aos Estados Unidos, mas sim à Europa, os americanos são falsos nem aos proprios aliados vendem tecnologia de ponta, e relativamente à base aérea das lajes isso é outro assunto interessante, a "ajuda" que dao a Portugal são umas miseraveis carcaças velhas que se as quisermos modernizar ainda somos nos a pagar-lhe, eu gostava que o futuro substituto do F-16 fosse um Typhoon e nao o F-35 prefeira ver a nossa FAP equipada com 20 Typhoons do que com 40 F-35 desporvidos de qualquer tecnologia como é de esperar que aconteça.
Se algum membro do forum tem alguma influencia no MDN alerto os governantes para se virarem antes para o mercado europeu, é na Europa que esta o futuro.
 :wink:
Título:
Enviado por: typhonman em Junho 24, 2008, 03:15:27 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Em PPC's (Paridades de Poder de Compra) parece que até estamos "à frente" dos dois :shock:  :arrow: http://www.imf.org/external/pubs/ft/weo ... =83&pr.y=2 (http://www.imf.org/external/pubs/ft/weo/2007/02/weodata/weoreptc.aspx?sy=2000&ey=2008&scsm=1&ssd=1&sort=country&ds=.&br=1&c=128%2C142%2C182&s=NGDPD%2CNGDPDPC%2CPPPGDP%2CPPPPC&grp=0&a=&pr.x=83&pr.y=2)


Ja veio publicado em discursos do CEMFA em 1999, a vontade de Portugal aderir ao programa JSF...
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 24, 2008, 03:23:49 pm
Citação de: "Typhonman"
Ja veio publicado em discursos do CEMFA em 1999, a vontade de Portugal aderir ao programa JSF...


Em 1994 também iamos ter "muito brevemente um Grupo de Aviação Ligeira do Exército" :oops:  :cry:
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 24, 2008, 03:33:33 pm
mas mesmo assim, vamos ter, o unico que mudou foi o nome e está atrassadissimo.
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 24, 2008, 03:39:02 pm
Afinal e nao tendo nada haver com o topico esclareçam-me uma coisa relativamente ao UALE para além do heli de transporte NH90 qual vai ser o outro Heli ligeiro para o UALE o A-109 ou o Ec-635 e para a Força Aérea que heli vai substituir os Allouette. Obrigado
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 24, 2008, 03:46:15 pm
Acho que o EC-635 está fora de questão pois era para ser comprado mas não foi, não  sei qual a razão.
E acho o A109 uma óptima escolha.
O que acho mal é o número pequeno de helis para a substituição do Alouette, que é 6.
Fora se fosse 12. :cry:
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 24, 2008, 04:04:39 pm
Temos um tópico para essa questão do GALE/UALE, vocês inclusive já colocaram lá comentários/questões desse tipo...depois admiram-se que haja post apagados :? . Por outro lado, também temos outro tópico sobre a possível substituição do F-16 e, recentemente o próprio 'Instrutor', também criou um tópico sobre um possível "Top 10" de Aviões de Combate.

Neste sentido, vamos reservar o presente tópico para discutir os F-16 utilizados pela FAP e mais nada.
Título:
Enviado por: Leonidas em Junho 24, 2008, 06:29:39 pm
Citar
Eu avisei, mas ninguem me da ouvidos eu nunca defendi que Portugal entrasse nesse projecto, alias sou um defensor que Portugal deixe de comprar directamente equipamento aos Estados Unidos, mas sim à Europa, os americanos são falsos nem aos proprios aliados vendem tecnologia de ponta, e relativamente à base aérea das lajes isso é outro assunto interessante, a "ajuda" que dao a Portugal são umas miseraveis carcaças velhas que se as quisermos modernizar ainda somos nos a pagar-lhe, eu gostava que o futuro substituto do F-16 fosse um Typhoon e nao o F-35 prefeira ver a nossa FAP equipada com 20 Typhoons do que com 40 F-35 desporvidos de qualquer tecnologia como é de esperar que aconteça.
Se algum membro do forum tem alguma influencia no MDN alerto os governantes para se virarem antes para o mercado europeu, é na Europa que esta o futuro.


só falta dizer espanha espanha espanha
Título:
Enviado por: ruben lopes em Junho 24, 2008, 06:40:38 pm
?????
Leonidas, porque dizes isso?
Título:
Enviado por: AMRAAM em Junho 24, 2008, 08:59:00 pm
Citar
só falta dizer espanha espanha espanha

Aqui tenemos un claro ejemplo de a lo que puede llegar la obsesion de algunos portugueses hacia su pias vecino...  :mrgreen:  :wink: ).
SALUDOS!!!
Título:
Enviado por: raphael em Junho 24, 2008, 09:16:15 pm
Bom a questão do F-16 não é assim tão má... claro que os EUA nunca ficam a perder nestes negócios ("quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é burro ou não tem arte"!)... de qualquer modo com alguns devem saber os encargos com a actualização do MLU, em termos de investigação e desenvolvimento de tecnologias a aplicar na aeronave são suportadas por um conjunto de países europeus utilizadores de F-16 - a EPAF - sendo que para nós o custo repartido traduz-se em cerca de 6% do total (bastante aceitável, é proporcional ao número de aeronaves que cada país tem) e o custo de um F-16 MLU é incomparavelmente inferior ao de um caça europeu. Seja pela massificação de utilizadores desta plataforma nas várias versões seja pela quantidade existente (se fosse assim tão mau só os "ceguinhos" é que o teriam), é um produto com valores firmados e está em permanente actualização.
Um aparte muito aparte, só espero que se eventualmente decidirem vender algumas das nossas máquinas que vendam OCU's, porque se caem no erro de vender MLU's a países fora da NATO ou que os EUA não autorizem a venda com o padrão MLU... acontece como o último negócio da venda dos holandeses que venderam (não sei o número) MLU's ao Chile (foi isso? hummm devo tar a dar um tiro no pé! não sei precisar) e então os americas disseram sim senhor podem vender mas ´só com um downgrade....resultado lá tiveram os holandeses a gastar dinheiro na actualização, pagaram para os americas tirarem o que achavam ser sensivel e lá venderam as aeronaves. O chile depois quis o upgrade e os americas colocaram o mesmo material que tinham retirado quando estes eram dos holandeses.... resultado prático... a venda ficou-lhes, digamos, bem cara, deu foi prejuízo.
Quanto aos números efectivos, na melhor das hipoteses teremos os tais 30 ou 32 (depende das contas se incluem nos prontos os 02 que se perderam em acidentes ou não).
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 24, 2008, 11:17:11 pm
Esqueçam isso da venda de F-16, esta mais que cancelado embora alguns ainda incistam nessa venda, acabamos a modernização MLU ficamos com cerca de 33 avioes e os restantes para substituição de peças, em 2015 optamos por cerca de 30 Euro Typhoons e ficamos efectivamente com eles em 2020.
Título:
Enviado por: Lancero em Junho 25, 2008, 05:05:47 pm
Citar
Nesta quinta-feira, dia 26 de Junho, pelas 11h30, a OGMA procederá à entrega de três F16 à Força Aérea Portuguesa (FAP). Este entrega assinala a normalização nos prazos de entrega de aeronaves F16 no programa de remodelação MLU (Mid Life Update). A cerimónia, que terá lugar nas instalações da OGMA em Alverca, contará com a presença do Tenente General José Maria Pessoa, Comandante Logístico e Administrativos da FAP e de Eduardo Bonini, presidente da OGMA.
Título:
Enviado por: Lancero em Junho 25, 2008, 06:04:34 pm
Esta da Lusa está um pouco confusa  :?

Citar
Defesa: OGMA entregam à Força Aérea primeiro de sete F-16 programados para 2008

Lisboa, 25 Jun (Lusa) - As Oficinas Gerais de Material Aeronáutico(OGMA)  vão entregar quinta-feira primeira aeronave F-16 à Força Aérea Portuguesa  (FAP), num plano que se iniciou entre as duas instituições em 2004 e que  tem prevista a entrega "de sete aeronaves" em 2008.  

 

   "Combinámos um plano de trabalho com a FAP e este ano estamos a trabalhar  para serem entregues sete aeronaves F-16",  revelou à Lusa o vice-presidente  das OGMA, Ladislau Cid.  

 

   "Estamos a trabalhar em seis aeronaves novas e a recuperar uma. No total  já foram entregues treze F-16 à FAP, sendo o programa todo de quarenta aeronaves",  acrescentou.  

 

   O dirigente das OGMA referiu ainda que a instituição esteve "presente  neste programa desde o seu início (2002)", mas que os dois primeiros anos  (2002-2004) estiveram a cargo da "Lockheed", tendo as  OGMA começado a sua  produção "a partir de 2004".  

 

   A cerimónia de entrega das aeronaves tem lugar quinta-feira às 11:30,  nas instalações das OGMA, em Alverca, e contará com a presença do Tenente  General José Maria Pessoa, Comandante Logístico e Administrativo da FAP  e de Eduardo Bonini, presidente das OGMA.  

 
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 25, 2008, 06:20:16 pm
boas

Eu não percebi muito bem a noticia. Pelas minhas contas temos 9 MLU tínhamos 10 mas infelizmente caiu um. Agora eles dizem nas noticias que ja entregaram 13 aviões MLU. Será que as OGMA estão a converter os OCU ao mesmo tempo que convertem os aviões comprados em 2ª mão!  :conf:
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 25, 2008, 07:06:11 pm
Citação de: "André Carvalho"
A explicação deverá residir na definição de "entrega" à FAP. Não esquecer que as aeronaves que são entregues pelas OGMA ainda passarão pela doca 4 em Monte Real antes de prontas para vôo. Logo depreende-se que estão duas aeronaves em doca 4 em Monte Real, uma pronta a seguir para lá, 9 a voar nas esquadras e finalmente a 40 perdida em acidente.


 :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.ph ... &start=150 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=12&t=428&start=150)
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 26, 2008, 02:25:08 pm
Citar
OGMA entrega mais um 'F-16' à Força Aérea


MANUEL CARLOS FREIRE  
Defesa. Empresa garante normalização do plano de modernização dos aviões

Sete caças chegam em 2008 e o programa será concluído em 2012

A empresa de manutenção aeronáutica OGMA entrega hoje à Força Aérea Portuguesa (FAP), em Alverca, o quarto dos sete caças F-16 modernizados que o ramo vai receber até ao final do ano,

"Esta remessa assinala a normalização nos prazos de entrega das aeronaves F-16 no programa de remodelação" dos aparelhos no seu período intermédio de vida útil, que estava atrasado devido a peripécias várias (inexistência de contrato, falta de equipamentos e pessoal) ao longo dos últimos anos, disse ontem ao DN um porta-voz da OGMA.

Essas dificuldades fizeram com que a FAP ainda hoje tenha de assegurar a quarta e última fase - a chamada Doca 4 - do processo de modernização dos aviões, o qual deveria competir à OGMA. Assim, o F-16 que a Força Aérea recebe hoje ainda não tem determinados equipamentos nem fez os testes finais às estruturas do avião e aos sistemas de radar e aviónicos modernizados pela empresa de Alverca.

Recorde-se que, em Janeiro passado, o caça que se despenhou no pinhal de Leiria estava a realizar esses testes finais antes da aceitação final (pois tem de voltar à OGMA para ser pintado com as cores da frota e a Cruz de Cristo que simboliza a FAP).

O citado porta-voz da OGMA adiantou ao DN que a OGMA já entregou 13 das quatro dezenas de caças F-16 a modernizar. O de hoje é o 14º, "nas próximas duas semanas" será entregue o 15º e, até ao final do ano, serão enviados mais dois aparelhos para a base aérea de Monte Real (BA5, onde têm lugar as operações da Doca 4).

Recuperado o ritmo de "entrega de seis aviões por ano" à Força Aérea, a OGMA diz estar em condições de concluir o processo "até 2012".

Doca 4

Em aberto continua o assumir pela OGMA, da responsabilidade pela última fase dos trabalhos de modernização dos caças. "Mantêm-se o plano de o fazer até ao fim deste ano [conforme noticiado em Dezembro de 2007 pelo DN], mas as negociações ainda não estão concluídas", disse ontem a empresa.

O conjunto de equipamentos que a FAP adquiriu e instalou em Monte Real para fazer a Doca 4 - que também são necessários para garantir a sustentação dos aparelhos modernizados já em operação, tornam inviável a sua transferência para Alverca. A OGMA reconheceu isso ao DN, em Dezembro passado: "A experiência feita (...) demonstrou na prática a inviabilidade dos trabalhos serem feitos" nas instalações da empresa.

A par da operacionalidade da FAP, a modernização dos F-16 também é importante do ponto de vista político, pois, no quadro da última Lei de Programação militar (2006), o Governo incluiu 12 caças no pacote de material militar a alienar para obter 290 milhões de euros . No caso dos F-16, é necessária a autorização prévia dos EUA.


 :arrow: http://dn.sapo.pt/2008/06/26/nacional/o ... aerea.html (http://dn.sapo.pt/2008/06/26/nacional/ogma_entrega_mais_f16_a_forca_aerea.html)
Título:
Enviado por: Lancero em Junho 26, 2008, 03:57:43 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi190.photobucket.com%2Falbums%2Fz299%2Flanceropics%2Fjunho1%2F20080626124348PTLUS8489812121448422.jpg&hash=515400d155d82ed210308aef1bab8705)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi190.photobucket.com%2Falbums%2Fz299%2Flanceropics%2Fjunho1%2F20080626124156PTLUS8489808121448411.jpg&hash=49e1489fa75f2ebe51060190b4442951)

Citar
Tenente General , Comandante Logístico e Administrativos da FAP, José Maria Pessoa, cumprimenta o presidente da OGMA, Eduardo Bonini, durante a cerimónia de entrega da aeronave F16 da OGMA à Força Aérea Portuguesa (FAP), 26 Junho 2008, em Alverca. Lusa


Citar
Defesa: OGMA agradece apoio da FAP em programa orçado em 32 milhões de euros

Lisboa, 26 Jun (Lusa) - O presidente da OGMA - Indústria Aeronáutica  de Portugal, Eduardo Bonini, agradeceu hoje o apoio da Força Aérea Portuguesa  (FAP) no Mid Life Update (MLU), programa que tem prevista a entrega de quarenta  aeronaves F-16 à FAP até 2012.    

 

   "Quero agradecer o apoio da FAP neste programa", afirmou Eduardo Bonini,  no início da cerimónia, que teve lugar hoje ao início da tarde, em Alverca.  

 

   Segundo o presidente da empresa, o orçamento do programa, correspondente  ao número de horas de trabalho da empresa nas aeronaves, está estimado em  "32 milhões de euros".  

 

   O presidente da OGMA quis ainda destacar o seu "reconhecimento pelo  trabalho soberbo dos empregados" e agradecer o "apoio de toda a equipa".  

 

   A entrega hoje de mais um F-16 à FAP insere-se na continuação do programa  MLU, iniciado em 2000.  

 

   "As aeronaves foram compradas pelo Estado português aos Estados Unidos  em 1994. O programa MLU começou em 2000, com a participação da Lockheed  Martin, com quem a OGMA fez formação até 2002", revelou Bonini.  

 

   "O resto do programa, de 2002 até agora, está a ser feito pela OGMA  e o plano acordado com a FAP, de 40 aeronaves, vai até ao final de 2011  ou início de 2012", acrescentou.  

 

   Eduardo Bonini referiu também que o MLU consiste "na revitalização e  recuperação de dois lotes de vinte aeronaves F-16 para a FAP".  

 

   Actualmente, e de acordo com as declarações do vice-presidente da OGMA,  Ladislau Cid, a empresa está "a trabalhar em seis aeronaves novas e a recuperar  uma".  
Título:
Enviado por: LuisC em Junho 27, 2008, 02:10:09 am
Dia 29, Domingo, vou pessoalmente à Base Nº 5 de Monte Real inteirar-me do decurso dos trabalhos de modernização nos F-16s. hehe

É que nesse dia as bases aéreas de Sintra, Lajes, M. Real, Montijo e Beja vão estar abertas ao público. :D
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 28, 2008, 12:28:24 am
Citação de: "Instrutor"
Esqueçam isso da venda de F-16, esta mais que cancelado embora alguns ainda incistam nessa venda, acabamos a modernização MLU ficamos com cerca de 33 avioes e os restantes para substituição de peças, em 2015 optamos por cerca de 30 Euro Typhoons e ficamos efectivamente com eles em 2020.







Caro camarada, como vê, as ultimas noticias não só desmentem que alguem se tenha esquecido da venda dos F-16, como ainda reforçam a ideia. Agora vamos a contas, se o Governo encontrar comprador autorizado pelos E.U.A, ficaremos apenas com 27 F-16 porque um MLU já foi perdido, é que nem aos 28 chegamos quanto mais 30 !!!! Á grande força aérea !!! fica com metade do poder bélico de qualquer outra força aérea congenere de realidade identica ! E desconfio que muito disto é culpa dos Generaizinhos da força aérea...tanto General e só fazem merd....
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 28, 2008, 12:55:15 am
Será só dos Generais...
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 28, 2008, 01:17:02 am
Citação de: "Cabecinhas"
Será só dos Generais...




Não sei !!!!  Eu disse como hipotese. É que se constou que o anuncio da venda dos F-16 por parte do ministro da defesa teve como pano de fundo o facto dos F-16 estarem nos caixotes e a força aérea não se mostrar muito apressada na sua operacionalização. Então o ministro terá incinuado que os mesmos não poderiam fazer falta á força aérea já que esta estava mais preocupada em conflituar competências com as OGMA do que em apresentar os 40 operacionais !!
Aliás o ultimo parágrafo desta noticia de Dezembro de 2006 transcrita no excelente "areamilitar" parece comprovar um pouco do que eu disse ;

http://www.areamilitar.net/noticias/not ... ?nrnot=292 (http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?nrnot=292)
Título:
Enviado por: jmg em Junho 28, 2008, 11:17:03 am
Não sou muito entendido deste assunto do F16 mas algum tempo atrás alguem fazia contas quanto aos F16 com destacamentos nos Açores, na Madeira e no continente e viu-se que chegavam os cerca de trinta.
Se actualmente estámos a atrevessar momentos dificeis, porquê insistirmos em despesas desnecessárias (para acontecer como o M 60, tantos e meia duzia a funcionarem).
Acreditem que eu gostava de ter 6 esquadras de F16, 4 de transporte estratégico, reabastecedores, AWACS etc..... Mas cada um cose com as linhas que pode.
Penso que uma grande prioridade para a Força Aérea é conseguir fazer a cobertura electrónica de todo o nosso espaço aéreo, com a operação das novas estações radar e com as crescentes solicitações internacionais talvez reforçar a nossa capacidade em C-130 ou equivalente.
Título:
Enviado por: Pedro Monteiro em Julho 13, 2008, 01:01:14 am
Nova actualização com várias reportagens, designdamente algumas fotografias de Monte Real.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg.photobucket.com%2Falbums%2Fv293%2Filha113%2Fmr1_3.jpg&hash=84118d6ad19476a13f708e88465caa13)

Link: http://pedromonteiro-photography.blogspot.com/ (http://pedromonteiro-photography.blogspot.com/)

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
Título:
Enviado por: AMRAAM em Julho 15, 2008, 01:59:01 pm
Cabeça de Martelo con tu permiso me gustaria dejar aqui  un video que tu mismo dejaste en forum DefesaBrasil,interesantisimo sobre la FAP,y mas concretamente titulado "PILOTO DE COMBATE".Perdon por si ha sido posteado ya,la cosa es que lo he intentado buscar por aqui con la intencion de no volver a repetir el video,pero no lo encontre,asi que si fuese repetido ruego que me disculpen..  :D .La pena es que no me he podido enterar de todo lo que decian,ya que el portugues hablado es mas dificil de comprender que el escrito.. :twisted:  :? .A nuestro favor esta que podemos ver como rapidamente nuestro avion evade la maniobra del avion portugues y sale rapidamente del angulo de tiro :D

VIDEO PORREIRO
http://mms://195.245.168.21/rtpfiles/videos/auto/emreportagem/reportagem_1_09072008.wmv
SALUDOS!!
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 15, 2008, 03:09:44 pm
O video foi descoberta do colega Lightning cá do fórum:

 :arrow: http://www.forumdefesa.com/forum/viewforum.php?f=20 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewforum.php?f=20)
Título:
Enviado por: AMRAAM em Julho 15, 2008, 03:22:15 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
O video foi descoberta do colega Lightning cá do fórum:

 :D ..XD.Pues entonces nada,que la moderacion haga lo que crea conveniente con mi mensaje,ya sea borrarlo o trasladarlo al topic correspondiente.Perdonad las molestias.. :wink:
SALUDOS!!
Título:
Enviado por: raphael em Julho 15, 2008, 03:26:28 pm
muito sumariamente só um aparte no video o f-16 tuga esta a simular o uso do canhão, a manobra é para a direita, o f-16 vai na trajectoria interna do typhoon, logo vai disparar para a zona para onde o typhoon se dirige... logo corre sérios riscos de acertar no typhoon... mas lá está uma coisa é o que parece e outra o que pode realmente ser... :twisted:
Título:
Enviado por: HSMW em Julho 27, 2008, 09:44:28 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi279.photobucket.com%2Falbums%2Fkk144%2FHSMW%2FAvioes%2FF-16Portugal.jpg&hash=e7f0c16d7b4eb762a1b615174ecfaaee)
Título:
Enviado por: triton em Julho 27, 2008, 10:10:29 pm
Citação de: "jmg"
Não sou muito entendido deste assunto do F16 mas algum tempo atrás alguem fazia contas quanto aos F16 com destacamentos nos Açores, na Madeira e no continente e viu-se que chegavam os cerca de trinta.
Se actualmente estámos a atrevessar momentos dificeis, porquê insistirmos em despesas desnecessárias (para acontecer como o M 60, tantos e meia duzia a funcionarem).
Acreditem que eu gostava de ter 6 esquadras de F16, 4 de transporte estratégico, reabastecedores, AWACS etc..... Mas cada um cose com as linhas que pode.
Penso que uma grande prioridade para a Força Aérea é conseguir fazer a cobertura electrónica de todo o nosso espaço aéreo, com a operação das novas estações radar e com as crescentes solicitações internacionais talvez reforçar a nossa capacidade em C-130 ou equivalente.




mas nós temos um numero muito reduzido de pilotos de F16 na nossa FAP
Título:
Enviado por: HSMW em Julho 29, 2008, 12:02:20 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi279.photobucket.com%2Falbums%2Fkk144%2FHSMW%2FAvioes%2FForasArmadas1.jpg&hash=ae2526e4463966f777b08505ab68c603)
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 29, 2008, 12:14:10 pm
Excelente trabalho HSMW.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 26, 2008, 05:26:16 pm
Citar
F-16AM/BM
-------------------------------------------------------------------
15133 , F-16AM (2003)
15139 , F-16BM (2004)
15121 , F-16AM (2004)
15138 , F-16BM (2005)
15137 , F-16BM (2006)
15123 , F-16AM (2007)
15124 , F-16AM (2007)
15140 , F-16BM (2008) [destruído em acidente, Jan. 2008]
15122 , F-16AM (2008)
15134 , F-16AM (2008)
15126 , F-16AM (2008)


fonte: forum 9gs/LPro
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 26, 2008, 07:35:08 pm
Citação de: "nelson38899"
Citar
F-16AM/BM
-------------------------------------------------------------------
15133 , F-16AM (2003)
15139 , F-16BM (2004)
15121 , F-16AM (2004)
15138 , F-16BM (2005)
15137 , F-16BM (2006)
15123 , F-16AM (2007)
15124 , F-16AM (2007)
15140 , F-16BM (2008) [destruído em acidente, Jan. 2008]
15122 , F-16AM (2008)
15134 , F-16AM (2008)
15126 , F-16AM (2008)

fonte: forum 9gs/LPro


Podes, e deves, indicar o link para essa lista, amigo Nélson.

 :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.ph ... &start=195 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=12&t=428&start=195)
Título:
Enviado por: HSMW em Agosto 26, 2008, 08:04:10 pm
Charlie Jaguar sempre atento  c34x
Título:
Enviado por: João Oliveira Silva em Agosto 26, 2008, 09:19:07 pm
Citar
F-16AM/BM
-------------------------------------------------------------------
15133 , F-16AM (2003)
15139 , F-16BM (2004)
15121 , F-16AM (2004)
15138 , F-16BM (2005)
15137 , F-16BM (2006)
15123 , F-16AM (2007)
15124 , F-16AM (2007)
15140 , F-16BM (2008) [destruído em acidente, Jan. 2008]
15122 , F-16AM (2008)
15134 , F-16AM (2008)
15126 , F-16AM (2008)
Humildemente, peço um esclarecimento a quem esteja por dentro desta questão, já que sou um perfeito leigo.
Como é que é?
Citar
15140 , F-16BM (2008) [destruído em acidente, Jan. 2008]
15122 , F-16AM (2008)
15134 , F-16AM (2008)
15126 , F-16AM (2008

Num só ano, 2008 e que ainda não terminou, conclui-se o upgrade de 4 aviões, enquanto de 2003 a 2007 se concluiu os trabalhos em apenas 7 aviões? Isto é: num único ano fez-se quase 50% do total e nos outros 4 anos fez-se os restantes pouco mais de 50%?
Isto tem alguma explicação, técnica ou outra, plausível?
Ou isto é mais um indicador do estado em que este Estado está? E quando digo este Estado não me refiro só a Portugal, já que a europa ocidental em alguns aspectos até está muito pior que nós, nomeadamente no capítulo da gestão da defesa.  Possívelmente nós só há algum tempo é que começamos a conviver com algumas coisas.
Cumprimentos,
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 26, 2008, 09:27:05 pm
Isto deve-se principalmente, ao facto de as pessoas responsáveis pelo programa terem terminado o estágio na lockheed e regressado a Portugal e também alguma pressão feita pelo comando da FAP.
Título:
Enviado por: MoisésPMagalhães em Agosto 29, 2008, 12:45:34 pm
Caros colegas do forum, gostaria saber se possível quais as reais capacidades dos nossos F 16 MLU face ao Typhoon.

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 29, 2008, 12:58:24 pm
Poucas, muito poucas.
Título:
Enviado por: AMRAAM em Agosto 29, 2008, 01:13:56 pm
Citação de: "MoisésPMagalhães"
Caros colegas do forum, gostaria saber se possível quais as reais capacidades dos nossos F 16 MLU face ao Typhoon.

Cumprimentos,

A ver si yo puedo servirte de ayuda.. :wink:

En conclusion,el avion F-16 es un avion valido todavia a dia de hoy,pero tambien hay que reconocer que es inferior al typhoon y a otros sistemas modernos desarrollados actualmente como los anteriormente expuestos,los cuales ademas cuando desarrollen todo su potencial en cuanto a capacidades,aumentaran mas si cabe la brecha tecnologica ya existente.
Título:
Enviado por: tgcastilho em Agosto 29, 2008, 01:50:24 pm
Citação de: "AMRAAM"
Citação de: "MoisésPMagalhães"
Caros colegas do forum, gostaria saber se possível quais as reais capacidades dos nossos F 16 MLU face ao Typhoon.

Cumprimentos,
A ver si yo puedo servirte de ayuda.. :wink:

En conclusion,el avion F-16 es un avion valido todavia a dia de hoy,pero tambien hay que reconocer que es inferior al typhoon y a otros sistemas modernos desarrollados actualmente como los anteriormente expuestos,los cuales ademas cuando desarrollen todo su potencial en cuanto a capacidades,aumentaran mas si cabe la brecha tecnologica ya existente.



caro AMRAAM,para mim a pior coisa que FAE foi premitir estas coisas
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.sanantoniosinrequena.com%2Fimagenes%2Fboda%2520soldados%2520gay.jpg&hash=196faaaf2a44db8c809d0b3d59a76ae6)desceu muitos pontos na minha conasideração :twisted:
Título:
Enviado por: PedroM em Agosto 29, 2008, 02:20:05 pm
Penso que o AMRAAM expôs a questão com clareza.

Na próxima década o maior desafio no que se refere ao reequipamento das FA, será precisamente a substituição dos F16.
As escolhas naturais serão entre o Typhoon, o Rafale, o Vigen NG, ou o F35.
Creio que o factor preço terá um grande peso na decisão final. Aqui o Vigen NG, talvez apresente alguma vantagem , mas tem o problema da autonomia, e nós temos uma ilhas no meio do Atlântico a muitos Kms de distância...
O Typhoon é e será muito caro e o F35 sendo uma incógnita, não deverá andar longe dos valores do Typhoon.
Talvez a escolha mais racional demonstre ser o Rafale C e os franceses até poderão ser capazes de "fazer um bom preço", tão desejosos andam de arranjar um mercado de exportação para o seu avião.

Em todo o caso, mesmo que a FA não aumente o nº de aviões de combate, e quanto a mim deveria fazê-lo, a simples aquisição de 30 Rafale C, com o respectivo armamento, não deverá andar longe dos 2.000 milhões de euros (corrijam-me se estiver errado), dinheiro que não se vê na actual LPM.

Por enquanto os F16 estão para lavar e durar e provavelmente a questão da sua substituição só começará a ser pensada lá para meados da próxima década, mas lá que vai ser um grande "bico de obra" lá isso vai.

O mais provavel é que fiquemos com Typhoons de 2ª mão e já ultrapassados á data que cá chegarem.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 29, 2008, 03:04:49 pm
Citação de: "tgcastilho"
caro AMRAAM,para mim a pior coisa que FAE foi premitir estas coisas
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.sanantoniosinrequena.com%2Fimagenes%2Fboda%2520soldados%2520gay.jpg&hash=196faaaf2a44db8c809d0b3d59a76ae6)desceu muitos pontos na minha conasideração :twisted:


Ó Castilho eu tb fico um pouco perplexo com estas coisas, mas verdade seja dita que não há Forças Armadas no mundo que não tenha destes tipos (sim e isso inclui em Portugal).
Título:
Enviado por: AMRAAM em Agosto 29, 2008, 03:08:53 pm
Citação de: "tgcastilho"
Citação de: "AMRAAM"
Citação de: "MoisésPMagalhães"
Caros colegas do forum, gostaria saber se possível quais as reais capacidades dos nossos F 16 MLU face ao Typhoon.

Cumprimentos,
A ver si yo puedo servirte de ayuda.. :wink:

En conclusion,el avion F-16 es un avion valido todavia a dia de hoy,pero tambien hay que reconocer que es inferior al typhoon y a otros sistemas modernos desarrollados actualmente como los anteriormente expuestos,los cuales ademas cuando desarrollen todo su potencial en cuanto a capacidades,aumentaran mas si cabe la brecha tecnologica ya existente.


caro AMRAAM,para mim a pior coisa que FAE foi premitir estas coisas
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.sanantoniosinrequena.com%2Fimagenes%2Fboda%2520soldados%2520gay.jpg&hash=196faaaf2a44db8c809d0b3d59a76ae6)desceu muitos pontos na minha conasideração :twisted:

Sinceramente noto cierto tono homofobico en tu mensaje con el cual no estoy de acuerdo.Al fin y al cabo,esta gente son personas como tu o como yo,las cuales ademas tambien tienen derecho a poder vivir dignamente y a ser felices formalizando su relacion con su pareja si asi lo consideran oportuno. :roll:
A lo que me refiero con esto,es que si pertenecen a las fuerzas armadas españolas por algo sera,y habran tenido que pasar sus pruebas como todo el mundo,y sobre todo ten en cuenta que,por ejemplo,para soltar la bomba de un avion solo se necesita apretar un boton,lo cual hasta un niño lo podria hacer no?? :twisted:
SALUDOS!!
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 29, 2008, 03:17:34 pm
Até porque esta questão (homosexualidade) não tem nada a haver com a questão colocada.

F-16 VS Typhoon = ?


Para mim:

F-16 VS Typhoon = ganha o Typhoon
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 29, 2008, 03:42:37 pm
Citar
PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
E MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS
E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DA DEFESA NACIONAL

Despacho n.º 22344/2008

1 — A Lei Orgânica n.º 4/2006, de 24 de Agosto (Lei de Programação
Militar), prevê, na medida «Modernização da base industrial e tecnológica
da defesa», subprojecto «OGMA TASMO F -16», a modernização das
aeronaves F-16, no âmbito da configuração Mid Life Update (MLU).

2 — Em concreto, os objectivos com a actualização do sistema de
armas F -16MLU consistem em aumentar a eficiência das tarefas da
responsabilidade da Força Aérea Portuguesa e a eficácia dos seus meios
com vista a responder adequadamente à necessidade de realização de
missões de interesse público de controlo de fronteiras, do controlo e
fiscalização do espaço aéreo nacional e, em especial, do espaço marítimo
e de envolvimento em operações especiais de apoio policial.

3 — Com efeito, a execução plena pela Força Aérea Portuguesa das
missões referidas reclama a disponibilidade de aeronaves em número
suficiente para esse efeito, para além de tecnicamente apetrechadas, o que actualmente não se verifica. E são essas insuficiências que se pretende também colmatar com a actualização dos F-16 ao abrigo deste programa. As actualizações a implementar permitem i) garantir ininterruptamente a capacidade de defesa do espaço aéreo nacional, nomeadamente ao nível da identificação electrónica de tráfego aéreo e da operação em quaisquer condições meteorológicas e de luminosidade, ii) apetrechar as aeronaves com capacidade para a realização de ataques de precisão, iii) implementar sistemas relacionados com a «guerra electrónica» para sobrevivência em combate e, por fim, iv) obter a certificação da capacidade operacional inicial (IOC) no âmbito do
exercício de certificação para as forças OTAN («Response Force»), permitindo a participação em pleno em missões internacionais conjuntas e integradas. A concretização do programa de modernização em causa representa, pois, um incremento substancial e decisivo em termos de capacidade de segurança para o Estado Português assegurada pelos referidos meios aéreos.

4 — Para proceder à contratação dos serviços descritos, importa
elaborar a documentação respectiva, de que constem as especificações
técnicas das aeronaves e dos equipamentos a implementar. Sucede,
todavia, que uma parte significativa dos elementos necessários à caracterização adequada dos serviços pretendidos são de natureza e características reservadas, constando de documentação classificada, e reflectem informação nevrálgica para a estratégia de defesa do Estado Português quer ao nível interno quer ao nível internacional.
Em concreto, o lançamento do procedimento pré -contratual aqui
em causa envolve a divulgação ao(s) potencial(is) adjudicatário(s) de
documentação técnica caracterizadora das capacidades operacionais a
implementar no processo de modernização das aeronaves, bem como
o modelo da respectiva manutenção. Esta disponibilização determina a
maior exposição, perante terceiros, do nível de desenvolvimento actual
dessas mesmas aeronaves e da respectiva capacidade de missão. Acresce
que a divulgação acrítica de todos os elementos que devem constar dos
anexos técnicos ao contrato a celebrar permitiria ainda que fosse explicitado o período de vida útil dos componentes estratégicos incorporados nas aeronaves. Ainda em matéria procedimental específica, das cláusulas particulares do contrato a celebrar, e que devem constar do caderno de encargos a elaborar, resulta a identificação de locais onde a actualização das aeronaves F-16 pode vir a ter lugar, bem como o local onde, em cada momento, as mesmas se encontram, nomeadamente no que se refere ao seu transporte terrestre, e o seu estado de actualização actual.

Ora, qualquer das informações referidas é vital para a Força Aérea
Portuguesa e para o Estado Português e permite revelar uma significativa
parte da capacidade e funcionamento das Forças Armadas Portuguesas,
no segmento de defesa, de protecção e de segurança nacional, sendo da
mais imperiosa necessidade estratégica manter, em cada momento, uma
reserva absoluta e controlada da divulgação dessa informação.

5 — Os procedimentos pré -contratuais regulados no Decreto -Lei
n.º 197/99, de 8 de Junho, não permitem manter reservada a informação
a que se fez alusão, em face das suas características de transparência
e publicidade, nem salvaguardar os interesses especiais de segurança
subjacentes ao procedimento ou as medidas correspondentes a implementar na fase de execução contratual.

Considerando que se pretende celebrar um contrato de prestação de
serviços relativo a aviões de guerra, abrangidos pela lista a que se refere
o artigo 296.º, n.º 1, alínea b), do Tratado de Roma [correspondente ao
artigo 223.º, n.º 2, alínea b), na sua versão original] e considerando que
o Decreto -Lei n.º 33/99, de 5 de Fevereiro, prevê a possibilidade de
recurso ao ajuste directo quando a protecção dos interesses essenciais
de segurança do Estado Português o exigir, conclui -se que os factos
descritos anteriormente enquadram o presente procedimento no n.º 3 do
artigo 4.º do Decreto -Lei n.º 33/99, de 5 de Fevereiro, estando reunidos
os requisitos nele contidos.

6 — A verba necessária à execução da actualização das aeronaves F-16 à
configuração MLU está inscrita na Lei Orgânica n.º 4/2006, de 24 de Agosto, sob a rubrica «Modernização da base industrial e tecnológica da defesa».

Nestes termos e pelos fundamentos referidos, ao abrigo do disposto
nos artigos 17.º, n.º 3, alínea c), do Decreto -Lei n.º 197/99, de 8 de
Junho, e 4.º, n.os 3 e 4, do Decreto -Lei n.º 33/99, de 5 de Fevereiro,
determina -se o seguinte:

a) A abertura de procedimento de ajuste directo para a contratualização
dos serviços inerentes à actualização das aeronaves F -16 para a
configuração MLU, de acordo com o correspondente programa inscrito
na Lei de Programação Militar;

b) A autorização da despesa associada ao mesmo, até ao montante
de € 20 277 000;

c) A solicitação, para efeitos do disposto na alínea anterior, de proposta
de prestação de serviços à OGMA — Indústria Aeronáutica de Portugal,
S. A., delegando -se na Direcção -Geral de Armamento e Equipamentos
de Defesa a condução do respectivo procedimento.

7 — O presente despacho produz efeitos desde 30 de Novembro de
2002.

14 de Agosto de 2008. — Pelo Primeiro -Ministro, Luís Filipe Marques
Amado, Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros. — O Ministro
de Estado e das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos. — O Ministro
da Defesa Nacional, Henrique Nuno Pires Severiano Teixeira.


 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/08/167000000/3781837818.pdf (http://dre.pt/pdf2sdip/2008/08/167000000/3781837818.pdf)
Título:
Enviado por: tgcastilho em Agosto 29, 2008, 05:46:16 pm
Caro AMRAAM,sempre pensei que a Versão M4 ficasse aproximando as prestações dos F-16 C/D (Block 50/52)???
se alguém me pudesse esclarece.

Citação de: "AreaMilitar"
O F-16 MLU é o resultado da decisão tomada no final dos anos 80 de modernizar a frota de aeronaves F-16A/B de alguns países europeus. A modernização, teve como objectivo modernizar os caças F-16 para um padrãosuperior ao dos F-16 A/B block 15 (utilizados por Taiwan), aproximando as suas prestações dos F-16 C/D (Block 50/52) mais modernos.
Título:
Enviado por: old em Agosto 29, 2008, 09:44:21 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Até porque esta questão (homosexualidade) não tem nada a haver com a questão colocada.

F-16 VS Typhoon = ?


Para mim:

F-16 VS Typhoon = ganha o Typhoon


Seria mas logico comparar el F16  con el F18
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 30, 2008, 02:43:36 pm
Citar
A modernização dos caça F-16 da Força Aérea Portuguesa vai custar cerca de 20 milhões de euros. O sistema a ser instalado vai permitir que, ao contrário de que acontece agora, respondam adequadamente às necessidades

Nove anos depois da sua compra, o Governo vai proceder à contratação de serviços de actualização dos caças F-16 com o sistema MLU (Mid Life Update). Este consiste, fundamentalmente, na instalação nos aparelhos de novos radares, novas armas e novos sistemas de navegação.

O objectivo, segundo a portaria publicada ontem em Diário da República, é "aumentar a eficiência das tarefas da responsabilidade da FAP e a eficácia dos seus meios, com vista a responder adequadamente" às necessidades. Algo que o Governo reconhece não acontecer neste momento.

Uma das vantagens do MLU em termos de operacionalidade é dar aos caças capacidade permanente de combate, "em quaisquer condições meteorológicas e de luminosidade".

Na versão actual, os F-16 da FAP têm grandes limitações de combate com nevoeiro, ou noutras situações de visibilidade reduzida. Em termos de armamento, o sistema dá a capacidade de se realizarem ataques de precisão, os chamados "bombardeamentos cirúrgicos". O MLU permite também a identificação electrónica de tráfego aéreo e inclui "sistemas relacionados com a "guerra electrónica".

Ao abrigo de "interesses especiais de segurança", o contrato de prestação de serviços, num valor de 20 milhões de euros, vai ser realizado por ajuste directo.

Dos 44 caças F-16 da Força Aérea Portuguesa, só cerca de metade estarão neste momento operacionais. Destes, só 12 estão já equipados com o sistema MLU.

O Ministério da Defesa garantiu ao JN que a futura modernização dos caças visa dotar 40 aviões com o sistema. No entanto, na Lei de Planeamento Militar está prevista a venda de 20 caças F-16.

A modernização dos aparelhos, comprados aos EUA, tem-se vindo a arrastar. Foi inicialmente reclamada pela FAP, mas o então ministro da Defesa, Paulo Portas, decidiu atribuir a responsabilidade à OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal S.A. No entanto, as dificuldades no cumprimento de prazos, por parte da empresa , acabaram por levar a FAP a chamar a si a montagem do sistema.
www.jn.pt (http://www.jn.pt)
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 30, 2008, 02:49:22 pm
Citação de: "old"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Até porque esta questão (homosexualidade) não tem nada a haver com a questão colocada.

F-16 VS Typhoon = ?


Para mim:

F-16 VS Typhoon = ganha o Typhoon

Seria mas logico comparar el F16  con el F18


Certo, mas a pergunta que o "MoisésPMagalhães" fez foi; F-16 VS Typhoon.
Título:
Enviado por: antoninho em Agosto 30, 2008, 04:39:49 pm
citação: na Lei de Planeamento Militar está prevista a venda de 20 caças F-16.........................

Mau por este andar ainda vendem os 40.............
Título:
Enviado por: raphael em Agosto 30, 2008, 05:57:27 pm
isso vender os 40 era díficil... já não os têm todos!! :twisted:
Título:
Enviado por: antoninho em Agosto 30, 2008, 09:34:51 pm
Mau, então o F16 acidentado não ia ser reposto por um dos encaixotados, pois estes eram 25, dos quais seriam 5 para reposição mas com a perda de um OCU este era reposto  e seriam só 4 para peças...ou será que estou com visões???????????
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 30, 2008, 09:50:49 pm
Os últimos dados da própria FAP indicam que até 2012 estarão em serviço 33 F-16 MLU (27 A + 6 B). Das restantes 10 fuselagens sobrantes das 45 fornecidas (não esquecer as 2 pedidas em acidentes, um F-16 A OCU e um F-16 B MLU) 9 serão usadas para peças/"canibalização" e uma para exposição estática, o "15100"

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg149.imageshack.us%2Fimg149%2F7866%2Fim000510ly8.th.jpg&hash=36b28f790ca9df2efd84f3357c19df8b) (http://http)
Título:
Enviado por: raphael em Agosto 30, 2008, 09:55:02 pm
...deve ser isso, mas já foram 2 F-16 acidentados um OCU e um MLU, mais o 100 que só serve para exposição estática, mas esses 25 devem dar para tudo, mas se querem vender os tais 20 convém escolher um país que os EUA aceitem como merecedor do padrão MLU, para depois não terem que fazer downgrades... mas como a coisa dos motores não está famosa, aguardemos...
Vendam mas é os FTB que estão em Sintra pra libertar espaço na placa pros Epsilon que vêm cá pra cima! :twisted:
Título:
Enviado por: triton em Agosto 30, 2008, 11:32:33 pm
porque não temos F16 block 60 :?:

F16block60
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.lockheedmartin.com%2Fdata%2Fassets%2Faeronautics%2Fproducts%2Ff16%2Ff16_block60_1.jpg&hash=8acff2fde6396f5cd1ea2fa953a42792)

MLU
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.falcoes.net%2Fservico1-1.jpg&hash=de0a57db97f29de2c8b1a2901e208c7f)
Título:
Enviado por: paraquedista em Agosto 30, 2008, 11:57:20 pm
Eu penso que a Forca Aerea quando se refere aos 33 F-16 com MLU, se esta a referir apenas aos Monolugares, pois se adicionarmos os 7 F-16B previstos ficariamos com exactamente 40...que sempre foi o numero previsto.

Em relacao as Aeronaves acidentadas, no caso da primeira a 15111 esta prevista a sua substituicao por uma das celulas extras (que sera designada de 15141)...ja no caso do outro acidente com o 15140, o caso ja nao pode ser o mesmo porque ja se tinha feito o MLU e por isso se usou 1 dos 40 Kit's comprados. Neste caso nao penso que existira a vontade de o substituir por ser necessario comprar 1 Kit extra e porque nao existem mais celulas do F16B.

O artigo quando refere 20 F-16 para venda, penso que se trata de uma Gafe como muitas outras que os Jornais costumam fazer...o numero previsto para venda sao 12...e penso que nao a vontade da Forca aerea em vender nenhum...o unico problema e justificar essa intensao, uma vez que nao dispoem de pilotos suficientes  para os 40 F16...ou 39  c34x
Título:
Enviado por: JLRC em Agosto 31, 2008, 12:00:37 am
Citação de: "paraquedista"
O artigo quando refere 20 F-16 para venda, penso que se trata de uma Gafe como muitas outras que os Jornais costumam fazer...o numero previsto para venda sao 12...e penso que nao a vontade da Forca aerea em vender nenhum...o unico problema e justificar essa intensao, uma vez que nao dispoem de pilotos suficientes  para os 40 F16...ou 39  c34x


Exactamente. A LPM só prevê a venda de 12 F-16 MLU.
Título:
Enviado por: Lightning em Agosto 31, 2008, 09:12:51 pm
Citação de: "triton"
porque não temos F16 block 60 :?:


Não.
Título:
Enviado por: MoisésPMagalhães em Setembro 02, 2008, 12:12:39 am
Caro Lighning

 Desculpe o desabafo! QUE SE COMPRE!....
A questão dos nossos F-16 parece-me mais uma novela, ou não se formam pilotos, ou não existem F-16 suficientes, ou não muito bem o quê ... o que é certo e preocupante é a passividade do nosso governo face ao crescendo de investimento, ora do outro lado da fronteira, ora do outro lado do mediterrânio, parece-me que nos contentamos e resignamo-nos com a nossa pequenês, eu penso que basta! Sejamos um pouco mais ousados, não digo que procuremos a superioridade, mas exige-se pelo menos a igualdade, e se entender que esta seja com o F-16, então que QUE SE FORMEM PILOTOS... e que se COMPRE!

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 02, 2008, 09:23:28 am
Citar
Defesa. Portugal integra programa internacional de testes

Um dos três pilotos que desenvolvem nova versão nos EUA é português

Um dos 10 F-16 modernizados da Força Aérea Portuguesa (FAP) está equipado com os sistemas tecnológicos e de armas da futura versão M5, a futura geração desses caças que ainda está em fase de testes, revelaram fontes do ramo.

"Os novos equipamentos destinam-se a aumentar a sobrevivência dos pilotos e a diminuir a probabilidade de danos colaterais" com o disparo das bombas e mísseis, "para adaptar o avião às novas realidades militares", explicou um piloto dos caças F-16 ouvido pelo DN. Essa modernização, designada M5, começou a ser trabalhada há mais de dois anos e entrou na fase de desenvolvimento e testes no final do primeiro trimestre deste ano, na Holanda.

Nos EUA, junto da Lockheed Martin (fabricante dos F-16), estão três pilotos a testar as soluções propostas para o M5, um dos quais é português. Integram o programa seis países: Bélgica, Dinamarca, Estados Unidos, Holanda, Noruega e Portugal.

A futura geração dos F-16 vai ter armas capazes de disparar a maiores distâncias e com mais precisão, bem como equipamentos de identificação electrónica que permitam, a prazo e a título de exemplo, ter mísseis suficientemente pequenos para entrar pela janela de uma casa e destruir a mesa sem danificar a sala, referiu uma das fontes. No centro dessa evolução vão estar novos equipamentos de GPS a três dimensões, em torno dos quais serão desenvolvidos os capacetes inteligentes (em que as instruções surgem nos visores) já existentes, aumentado o alcance dos mísseis ar-ar, melhorados os radares de controlo de tiro e os sistemas de inércia, entre outros equipamentos.

Vai realizar-se no final do primeiro trimestre de 2009 um exercício final para validar a futura geração dos F-16. Até lá, os caças equipados com os novos sistemas só os usam em testes. Fora disso, actuam como se eles não existissem. A FAP tem 10 F-16 M4 e prevê ter os restantes equipados com essa versão até 2012. Se a geração M5 for aprovada em 2009, esses caças vão ser modernizados já com a nova versão - cujas verbas já constam da Lei de Programação Militar aprovada em 2006, disse fonte da FAP.

http://dn.sapo.pt/2008/09/02/nacional/f ... ao_m5.html (http://dn.sapo.pt/2008/09/02/nacional/forca_aerea_um_caca_f16_geracao_m5.html)
Título:
Enviado por: migbar2 em Setembro 03, 2008, 11:28:47 pm
Citação de: "MoisésPMagalhães"
Caro Lighning

 Desculpe o desabafo! QUE SE COMPRE!....
A questão dos nossos F-16 parece-me mais uma novela, ou não se formam pilotos, ou não existem F-16 suficientes, ou não muito bem o quê ... o que é certo e preocupante é a passividade do nosso governo face ao crescendo de investimento, ora do outro lado da fronteira, ora do outro lado do mediterrânio, parece-me que nos contentamos e resignamo-nos com a nossa pequenês, eu penso que basta! Sejamos um pouco mais ousados, não digo que procuremos a superioridade, mas exige-se pelo menos a igualdade, e se entender que esta seja com o F-16, então que QUE SE FORMEM PILOTOS... e que se COMPRE!

Cumprimentos,







Eu tambem defendo uma defesa aérea mais incisiva, mas a verdade é que já estivemos bem pior !
A malta viu Marrocos a comprar F-16 e ficou tudo muito chateado, mas a pensar bem , temos agora equipamento que nos permite defender dos F-16 marroquinos e dos Mirage eventualmente modernizados. "Á e tal porque os F-16 Marroquinos são mais modernos " !...isso é tudo questão de pormenor, ganhará o F-16 melhor tripolado e a força melhor preparada e treinada, a diferensa não é significativa. Agora se nos lembrarmos dos anos 80 em que a nossa FAP tinha Fiat´s e A-7P´s ao passo que Marrocos tinha F-5´s e Mirages F-1 !!! Já viu a diferença ? Por melhores que os nossos pilotos fossem, iam todos ao chão antes de poderem fazer o que quer que fosse !
Aos bocadinhos temos melhorado, é evidente que deviamos ter melhorado muito mais, mas a verdade é que já não tenho o desgosto que tinha nos anos 80, Graças a Deus e todos os Santos agora a nossa FAP pode ao menos tentar reagir a qualquer ataque aéreo, antes nem tentar podia !!!!
Título:
Enviado por: PedroM em Setembro 04, 2008, 12:22:37 am
O facto de já termos estado bem pior não quer dizer que agora estejamos bem. Quando muito dá-nos algum alento por aquilo que se melhorou e porque de facto a tendência de curto prazo é para continuar a melhorar, com o prosseguimento e conclusão do programa MLU.

Aliás quanto ao nº de F16 MLU parece que as contas são mais difíceis de fazer do que as de uma ida à Lua! Vejamos:

Segundo uns os actuais 43 F16 da FAP (2 perderam-se em acidentes), serão assim distribuidos:
33 MLU
9 para peças
1 exposição estática

Segundo outros será assim:
30 MLU
12 para venda
1 exposição estática

Afinal em que ficamos?
O que me parece é que "deviam ter juízo" (o MDN), actualizar os 43 F16 para o padrão MLU e, obviamente, colocarem-nos a todos ao serviço da FAP.
Uma questão para os membros do fórum:
Dos 10 F16 MLU já operacionais alguém sabe quais são os respectivos padrões, M2? M3? M4?

Cumprimentos.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 04, 2008, 12:28:51 am
Citação de: "PedroM"
O que me parece é que "deviam ter juízo" (o MDN), actualizar os 43 F16 para o padrão MLU e, obviamente, colocarem-nos a todos ao serviço da FAP.


Salvo erro, mas julgo que desde o início que se previa que as fuselagens do 2.º lote em piores condições (mais dificeis/caras de reparar/reconstruir) seriam reservadas para peças...ou no caso do "15100" para exposição estática...
Título:
Enviado por: migbar2 em Setembro 04, 2008, 12:33:29 am
Citação de: "PedroM"
O facto de já termos estado bem pior não quer dizer que agora estejamos bem. Quando muito dá-nos algum alento por aquilo que se melhorou e porque de facto a tendência de curto prazo é para continuar a melhorar, com o prosseguimento e conclusão do programa MLU.

Aliás quanto ao nº de F16 MLU parece que as contas são mais difíceis de fazer do que as de uma ida à Lua! Vejamos:

Segundo uns os actuais 43 F16 da FAP (2 perderam-se em acidentes), serão assim distribuidos:
33 MLU
9 para peças
1 exposição estática

Segundo outros será assim:
30 MLU
12 para venda
1 exposição estática

Afinal em que ficamos?
O que me parece é que "deviam ter juízo" (o MDN), actualizar os 43 F16 para o padrão MLU e, obviamente, colocarem-nos a todos ao serviço da FAP.
Uma questão para os membros do fórum:
Dos 10 F16 MLU já operacionais alguém sabe quais são os respectivos padrões, M2? M3? M4?

Cumprimentos.









Segundo ultimas noticias são M4 e um M5 que participa num grupo de testes para implementar este padrão nos F-16 NATO a partir de 2009 (finais).
Título:
Enviado por: Lightning em Setembro 04, 2008, 11:45:22 am
Citação de: "PedroM"
Segundo outros será assim:
30 MLU
12 para venda
1 exposição estática

Afinal em que ficamos?
O que me parece é que "deviam ter juízo" (o MDN), actualizar os 43 F16 para o padrão MLU e, obviamente, colocarem-nos a todos ao serviço da FAP.


Isso de 42 ou 43 F-16 MLU nunca acontecerá, a menos que se compre mais kits MLU, Portugal adquiriu 40 kits para modernizar 40 aviões, um MLU já se perdeu, no máximo podemos ficar com 39 F-16 MLU, agora se vão ficar todos ao serviço da FAP ou se vamos vender alguns desses já não sei.

PS: Ou talvez já seja só 38 F-16 MLU porque um dos OCUs da Esquadra 201 também já se perdeu e desconheço se está prevista a sua substituição por um dos 5 F-16 que eram originalmente para peças.
Título:
Enviado por: PedroM em Setembro 04, 2008, 02:26:53 pm
PereiraMarques, Migbar2 e Lightning, obrigado pelas vossas respostas.

A versão M4 nos F16 MLU? Excelente!

No que se refere ao número final de MLU com que a FAP operará, a duvida é de facto grande porque se a tese da venda coexistir com a tese da canibalização de alguns aprelhos para peças, então a FAP poderá ficar com apenas 24 a 26 aviões, versão que também já vi mencionada nalguns forums. Assim:
Aquiridos 45
Perdidos em Acidente 2
Para Venda 12
Exposição 1
Para Peças 4 a 6
Operacionais 24 a 26

Talvez a próxima revisão da LPM traga algum bom senso a este assunto e se arrume de vez com a incrivel venda dos 12 F16.

Citação de: "Lightning"
Isso de 42 ou 43 F-16 MLU nunca acontecerá, a menos que se compre mais kits MLU, Portugal adquiriu 40 kits para modernizar 40 aviões, um MLU já se perdeu, no máximo podemos ficar com 39 F-16 MLU, agora se vão ficar todos ao serviço da FAP ou se vamos vender alguns desses já não sei.

PS: Ou talvez já seja só 38 F-16 MLU porque um dos OCUs da Esquadra 201 também já se perdeu e desconheço se está prevista a sua substituição por um dos 5 F-16 que eram originalmente para peças.


A FAP nesta altura tem 43 F16, tendo já em conta os 12 encaixotados e descontando já os 2 perdidos em acidentes.

De facto o mais provável é que nem todos sejam actualizados para o padrão MLU, mas a razão não pode ser porque neste momento a FAP só tem 39 Kits.
Se fosse por isso então que se adquiram mais 4, que se comprem mais motores e que se formem mais pilotos. Não custa nenhuma fortuna e é perfeitamente exequível mesmo para o nosso orçamento de defesa que, em todo o caso, tem de crescer.
O que penso sobre este assunto é que todos os F16 que estejam em condições técnicas de ser transformados para o padrão MLU o devem ser e permanecer na FAP. Nesta matéria não devemos aceitar ou esgrimir com argumentos financeiros, porque não é nada que não esteja ao nosso alcance.

Não podemos é aceitar como válido o argumento de que não há aviões porque não há peças ou motores, não vale a pena adquirir peças e motores porque não há pilotos, não há pilotos porque de qualquer modo também não há aviões e finalmente não há nada disto porque não há dinheiro.
Até porque, repito, os recursos financeiros para furar este bloqueio não são nada que não esteja ao alcance do nosso orçamento de defesa.

Cumprimentos.
Título:
Enviado por: tgcastilho em Setembro 06, 2008, 01:41:34 pm
Boa Tarde,hoje passaram 4 F-16 no Porto e em Gaia(algo muitíssimo raro).

E deixo aqui algumas fotos acabadinhas de sair da fornalha :lol:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fphotos4.hi5.com%2F0053%2F816%2F735%2Fxx5z99816735-02.jpg&hash=4872689f9e2a858468abe6c5818f106e)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fphotos2.hi5.com%2F0048%2F330%2F089%2FCx08ml330089-02.jpg&hash=539af7f05aef306248e318802b147a08)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fphotos3.hi5.com%2F0053%2F555%2F774%2F5kZCNi555774-02.jpg&hash=8d49e8961113beb489c7666307c05c14)
Título:
Enviado por: jmg em Setembro 06, 2008, 02:23:53 pm
Grande destreza com a máquina.
parabens.
Algo a ver com o AIR RACE?
Título:
Enviado por: tgcastilho em Setembro 06, 2008, 02:39:41 pm
Citação de: "jmg"
Grande destreza com a máquina.
parabens.
Algo a ver com o AIR RACE?


Não sei,mas eles passaram muito baixo,e circundaram varias vezes a ribeira.

PS:A minha destreza na maquina é popularmente conhecida como "mijo"  :lol:

Cumprimentos
Título:
Enviado por: abatista em Setembro 06, 2008, 03:25:36 pm
Ya, vai haver uma demonstração feita pelas FA, hoje e amanhã, em parceria com a Air Race. Esses f16, provavelmente, fazem parte disso. Amanhã, se calhar, passo lá em baixo. :P
Título:
Enviado por: Nuno em Setembro 07, 2008, 04:17:19 am
Tambem aqui na Guarda (hoje pelas 15 / 16 h) passaram pelo menos 4 F16,
não é normal passarem ao fim de semana.
 Não sei porquê mas tem se tornado habitual a passagem de aviões por aqui.
 Será devido á proximidade do "Campo de Tiro de Penamacor"?
Título:
Enviado por: tgcastilho em Setembro 07, 2008, 02:19:09 pm
Mais umas a sair da fornalha.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03352.jpg&hash=f56eb659c93aba93cac794a20ff69987)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03351.jpg&hash=9e11d2bf2c5fc2446114256a2463c34c)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03350.jpg&hash=8bbdd720360798c3cc0c10113457b28d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03349.jpg&hash=1f42911ff7497b516377cf9aa99956c5)
Título:
Enviado por: jmg em Setembro 07, 2008, 02:48:13 pm
Boa.
 :G-Ok:
Título:
Enviado por: tgcastilho em Setembro 07, 2008, 05:06:29 pm
Tenho aqui mais umas acabadinhas de sair da fornalha desta vez dos Asas

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03357.jpg&hash=94f94a52c69e1fff7f9114f68c7bb74b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03356.jpg&hash=9b29e5335b21f371e3d5a6d31ac43e24)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03359.jpg&hash=0df7fcc8e0c9968ddb149a6ae5f3f503)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03360.jpg&hash=495c81dd48885f4c24ab9d823060663e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi537.photobucket.com%2Falbums%2Fff334%2Ftgilcs%2FDSC03361.jpg&hash=5e2704267d58d89e66ca8676c8ed739e)
Título:
Enviado por: triton em Setembro 07, 2008, 09:45:19 pm
eu vi foi passarem três F16 em S. pedro de moel, perto da marinha grande.
os F16 passavam todos os dias e ficavam a voar uns bons minutos, adorei vê-los.
até filmei com o telemovel, mas só se houve o barulho dos caças e o céu, os caças estavam a voar a grande altitude
se quiserem coloco aqui os videos
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 11, 2008, 09:18:08 am
Um pouco offtopic

Citar

Jordan Buys 20 F-16 MLU from Holland, Belgium

In April 2006, our Benelux subscriber David Vandenberghe lets us know that the Gazet van Antwerpen is reporting that Jordan is acquiring surplus F-16 A/B fighters which underwent the MLU (mid-life upgrade). DID noted in November 2005 that Jordan had already acquired 3 two-seater F-16Bs from the Netherlands for training purposes. To date, Jordan has received a total of 35 F-16s from the US and Dutch governments (16+17+3).

The Netherlands MvD and Belgian Ministries of Defence later confirmed the sale, signing a declaration of intent (in Amman) to sell 20 surplus F-16 MLU aircraft: 5 single seat F-16AM and 3 dual seat F-16BM’s from the Dutch inventory (108 aircraft remaining operational), and 12 Belgian Air Force F-16 MLUs (specific types not designated).

http://www.defenseindustrydaily.com/ (http://www.defenseindustrydaily.com/)
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 13, 2008, 05:18:59 pm
Citar
F-16 Fighting Falcon - Matrículas FAP

----------------------------------------------
Matrícula FAP, Tipo/Modelo, Estado
----------------------------------------------
15100, F-16A *
15101, F-16A OCU (em processo de MLU, OGMA)
15102, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15103, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15104, F-16A OCU (em processo de MLU, BA5)
15105, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15106, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15107, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15108, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15109, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15110, F-16A OCU (em processo de MLU, OGMA)
15111, F-16A OCU (destruído em acidente BA5, 08/03/2002)
15112, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15113, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15114, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15115, F-16A OCU (em processo de MLU, BA5)
15116, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15117, F-16A OCU (activo, Esq. 201)
15118, F-16B OCU (activo, Esq. 201)
15119, F-16B OCU (activo, Esq. 201)
15120, F-16B OCU (activo, Esq. 201)
15121, F-16A MLU (activo, Esq. 301)
15122, F-16A MLU (activo, Esq. 301)
15123, F-16A MLU (activo, Esq. 301)
15124, F-16A MLU (activo, Esq. 301)
15125, F-16A (em conversão MLU)
15126, F-16A MLU (brevemente activo) [1]
15127, F-16A (em conversão MLU)
15128, F-16A (em conversão MLU)
15129, F-16A
15130, F-16A
15131, F-16A
15132, F-16A
15133, F-16A MLU (activo, Esq. 301)
15134, F-16A MLU (activo, Esq. 301)
15135, F-16A
15136, F-16A
15137, F-16B MLU (activo, Esq. 301)
15138, F-16B MLU (activo, Esq. 301)
15139, F-16B MLU (activo, Esq. 301)
15140, F-16B MLU (destruído em acidente BA5, 28/01/2008)
15141, F-16A

* célula marcada como "15100"; apenas para exposição estática.


 :arrow: http://callsignafp.blogspot.com/2008_01_01_archive.html (http://callsignafp.blogspot.com/2008_01_01_archive.html)

[1] Fontes no 9 G's indicam que "15126" já terá feito dois vôos.
Título:
Enviado por: P44 em Setembro 16, 2008, 05:57:08 pm
Citação de: "nelson38899"
Um pouco offtopic

Citar

Jordan Buys 20 F-16 MLU from Holland, Belgium

In April 2006, our Benelux subscriber David Vandenberghe lets us know that the Gazet van Antwerpen is reporting that Jordan is acquiring surplus F-16 A/B fighters which underwent the MLU (mid-life upgrade). DID noted in November 2005 that Jordan had already acquired 3 two-seater F-16Bs from the Netherlands for training purposes. To date, Jordan has received a total of 35 F-16s from the US and Dutch governments (16+17+3).

The Netherlands MvD and Belgian Ministries of Defence later confirmed the sale, signing a declaration of intent (in Amman) to sell 20 surplus F-16 MLU aircraft: 5 single seat F-16AM and 3 dual seat F-16BM’s from the Dutch inventory (108 aircraft remaining operational), and 12 Belgian Air Force F-16 MLUs (specific types not designated).

http://www.defenseindustrydaily.com/ (http://www.defenseindustrydaily.com/)

complementando...

Citar
Transfer of First F-16s to Jordan
 
 
(Source: Belgian Armed Forces; issued Sept. 11, 2008)
 
   
 
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defense-aerospace.com%2Fbase%2Futil%2F97816_1.jpg&hash=479c1463a80a39d1958c8991ca05bdac)
A surplus Belgian air force F-16 taking off on its ferry flight to Jordan, which has bought 20 upgraded F-16s from Belgium and the Netherlands. (Photo © Eric Coeckelberghs)

At the end of August 2007 the Belgian authorities finalised the sale of 14 F-16 (12 F-16AM and 2 F-16BM) fighters to Jordan for the total price of 70 million Euros. This sale is part of an agreement Jordan signed with Belgium and the Netherlands for the sale of 20 F-16 MLU fighters (6 of which are former Dutch Air Force aircraft and 14 ex-Belgian Air Force).

After the necessary modifications Jordanian pilots are receiving their training in Belgium (OCU Squadron at Kleine Brogel air base) before returning with their mounts to their country.

The Royel Jordanian Air Force already operates 33 surplus USAF F-16A/B air defense fighters, part of which is to be upgraded to MLU standards, and 3 former Koninklijke Nederlandse Luchtmacht (Dutch air force) F-16BMs.

The Belgian aircraft involved are:

--F-16AM: serial numbers FA-58, -60, -61, -65, -66, -73, -74, -75, -76, -78, -88, and -90.
--F-16BM: serial numbers FB-04 (replaces FB-01 previously announced) and FB-08.

On Tuesday September 9th 2008 five of these aircraft had their Belgian nationality markings removed and replaced by the Royal Jordanian Air Force markings and serials.

Four of these aircraft are to fly to Jordan via Aviano airbase in Italy and are therefore equipped with three drop tanks giving the needed range to the aircraft. It was initially said that the aircraft were to be refuelled in the air by tankers but apparently in a last minute change this was abandoned.

The aircraft which are involved in the flight on 10 September are former FA-58 ("140"), FA-61 ("142"), FA-73 ("145"), FB-04("138") and FB-08 ("139"). FA-73 was the spare aircraft in case of technical problems with one of the other aircraft but it remained at Kleine Brogel as everything went very smoothly.

The flight was via Aviano (Italy) and Souda (Crete).

-ends-

 
http://www.defense-aerospace.com/cgi-bi ... e=release# (http://www.defense-aerospace.com/cgi-bin/client/modele.pl?session=dae.41574269.1221241922.ivTlhn8AAAEAAHuH7iYAAAAQ&prod=97816&modele=release#)
Título:
Enviado por: PedroM em Setembro 26, 2008, 12:02:40 pm
Peço a vossa ajuda para a seguinte questão:

No caso de parte significativa dos F16 MLU serem actualizados para o padrão M5 ou outros que venham a ser posteriormente desenvolvidos, e equipados com radares AESA, em princípio disponíveis a partir de 2010, até que ponto ou até quando, isso os manterá como um equipamento eficaz, considerando as "novidades" que aí vêm:
- Novos Typhoon
- Rafale padrão F3
- Grippen NG

Dito de outro modo, o que torna um F16 M5 e quipado com um radar AESA, definitivamente inferior àquelas "novidades"?

Agradeço a vossa ajuda, porque eu não percebo nada disto e já me esforcei bastante para fazer uma pergunta que faça sentido (acho eu).  :)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 26, 2008, 12:38:24 pm
Na minha humilde opinião, o F16 mantêm-se uma aeronave capaz, enquanto puder usar os mesmas armas que esses aviões mencionados e ter um radar com uma capacidade semelhante a esses aviões.
Título:
Enviado por: PedroM em Setembro 26, 2008, 02:42:53 pm
Essa é também a minha maneira de ver as coisas. Espero é estar a vê-las bem...
Título:
Enviado por: AC em Setembro 26, 2008, 10:18:53 pm
Coisas que esses aviões têm ou provavelmente irão ter e dificilmente iremos ver num F-16
- Maior manobrabilidade
- Forward Looking Infra Red para ar/ar.
- Melhor conjugação dos vários sensores
- Troca de dados entre grupos de aviões, incluindo a capacidade de coordenar os radares para aumentar a capacidade de detecção
- Link com mísseis ar/ar como o Meteor ou AIM-120D
- Passagem de controlo dos mísseis referidos acima entre aviões
- Capacidade de viajar a velocidades supersónicas sem ter de recorrer ao afterburner e portanto, sem incorrer no enorme consumo de combustível que caracteriza o afterburner
- ...

Depois há coisas que não têm a ver só com tecnologia.
Um Typhoon é um bocadinho maior que um F-16 pode levar mais armamento e/ou combustível e pode receber um radar maior e mais potente do o que cabe num F-16.

Já para um Grippen NG isto pode não ser verdade.
Título:
Enviado por: PedroM em Setembro 27, 2008, 12:40:18 am
De facto há coisas que são intorneaveis, nomeadamente a questão do tamanho da aeronave. Por ter dimensões mais reduzidas que o Typhoon e o Rafale, o F16 provavelmente nunca poderá ter um radar tão potente quanto o destas aeronaves. A dimensão condiciona também a capacidade de transportar combustível.
No que se refere à questão da manobralidade e de supercruise, de acordo, acho que o F16 "nunca chegará lá".

Já no que respeita a:

- Forward Looking Infra Red para ar/ar.
- Melhor conjugação dos vários sensores
- Troca de dados entre grupos de aviões, incluindo a capacidade de coordenar os radares para aumentar a capacidade de detecção
- Link com mísseis ar/ar como o Meteor ou AIM-120D
- Passagem de controlo dos mísseis referidos acima entre aviões

Do alto da minha ignorância atrevo-me a dizer que não vejo razão para que não façam parte de um futuro MLU padrão M?.
O programa MLU trouxe aos F16 A/B capacidades que ainda há poucos anos eram autenticas miragens. Agora o padrão M5 trará a possibilidade de utilizar misseis stand-off, como o AGM-154. Trará igualmente o sistema ESTER que permitirá aos lançadores triplos TER-9 lançar as chamadas "bombas inteligentes". Em 2010 o F16 poderá contar com um radar AESA.
Ou seja do ponto de vista técnico creio que seria (será?) possível ver o F16 adquirir senão todas pelo menos algumas das capacidades acima listadas. A questão está em que o programa MLU não é eterno, creio até que não terá muitos mais anos à sua frente.
De facto dos 5 países que fazem parte do programa MLU, Portugal, Belgica, Dinamarca, Holanda e Noruega, três deles prevêm que a substituição dos F16 se inicie o mais tardar em meados da próxima decada, são os casos da Noruega, Holanda e Dinamarca. Quanto à Belgica desconheço o que pretende fazer e de Portugal, todos sabemos que depois do programa MLU "no pasa nada" até pelo menos 2020 ou até 2025, de acordo com recentes declarações do CEMFA.

Assim sendo enquanto houver MLU tudo bem, mas a década de 2015-2025 arrisca-se a ser bem penosa para a FAP.

Que solução para isto?
Título:
Enviado por: AC em Setembro 27, 2008, 01:26:53 am
Citação de: "PedroM"
Do alto da minha ignorância atrevo-me a dizer que não vejo razão para que não façam parte de um futuro MLU padrão M?.


Tecnicamente, também me parece possível integrar tudo isso num F-16.

Mas integrar tudo isso requer desenvolvimentos à plataforma, particularmente do sistema de armamento.
E embora haja uns 4000 F-16 por esse mundo fora, muitos já contam com muitas horas de voo e não estão a ficar mais novos.
Fazendo um pouco de futurologia, duvido que se venham a reunir as condições económico-políticas para isso se realizar.

Honestamente, não vejo soluções a não ser adquirir aeronaves novas atempadamente ou, como de costuma, aguentar até ter mesmo de ser.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 28, 2008, 10:41:17 pm
Citar
The Wonders of Link 16 For Less: MIDS-LVTs (updated)

Jam-resistant Link-16 radios automatically exchange battlefield information – particularly locations of friendly and enemy aircraft, ships and ground forces – among themselves in a long-range, line-of-sight network. For example, air surveillance tracking data from an Airborne Warning and Control System (AWACS) aircraft can be instantly shared with fighter aircraft and air defense units. More than a dozen countries have installed Link 16 terminals on over 19 different land, sea, and air platforms, making it an interoperability success story.

While recent advancements may make AESA radars the future transmitters of choice, Link 16 is the current standard. The Multifunctional Information Distribution System-Low Volume Terminals (MIDS LVTs) were developed by a multinational consortium to provide Link 16 capability at a lower weight, volume and cost than the Joint Tactical Information Distribution System (JTIDS).

This free-to-view DID article throws a spotlight on the program, explaining Link 16 and covering associated contracts around the world. The latest development is a small supplemental award from the US military…

Portugal:

June 11/08: ViaSat in Carlsbad, CA receives a $51.9 million firm-fixed-price Lot 9 delivery order for MIDS-LVTs. The new award includes LVT (1) terminals and spares for E-2D Hawkeye, F/A-18 Hornet family, E/A-18G Growler, EA-6B Prowler, and F-16 Falcon aircraft, and MH-60R/S and CH-53K helicopters, and MIDS LVT (2) terminal variants and spares for various U.S. Army, Air Force and Marine Corps applications [TL: 82%]. It also includes MIDS LVT (1) terminals for Portuguese [TL: 6%] and Turkish [TL: 12%] F-16 Falcon fighters.

he Government of Germany [1.7%] requested LVT variant terminals for German ground based applications under the MIDS Program Memorandum of Understanding, and the government of Portugal [3.5%] will receive MIDS LVT variant terminals for Portuguese F-16 aircraft under the Foreign Military Sales program.

June 28/06: Small business qualifier ViaSat in Carlsbad, CA received a $39.6 million firm-fixed-price delivery order for Multifunctional Information Distribution System-Low Volume Terminals (MIDS-LVTs). This delivery order combines purchases for the United States (83.5%) and the governments of Portugal (11%), Turkey (4.5%), and Germany (1%) under the Foreign Military Sales Program. Work will be performed in Carlsbad, CA (30%), and in various other sites worldwide (70%), and is expected to be complete by May 2008 (N00039-00-D-2101).

o resto:
http://www.defenseindustrydaily.com/the ... #more-2471 (http://www.defenseindustrydaily.com/the-wonders-of-link-16-for-less-midslvts-updated-02471/#more-2471)
Título:
Enviado por: triton em Setembro 29, 2008, 07:24:13 pm
deixem-se de coisas e comprem F35 :D
Título:
Enviado por: cromwell em Setembro 29, 2008, 07:42:14 pm
Olá a todos.
Sou novo aqui, tenho 18 anos, estou no 12º e sou de Aveiro.
Sou interessado em assuntos militares, principalmente os que se passam no nosso país e quero seguir ciências políticas.


Para começar, não me fio muito no F-35.
Devemos continuar com a modernização dos F-16, e no futuro,
 substitui-los pelos Eurofighter, porque na Europa é que existe o melhor armamento, porque dos estados unidos só vem é coisas em segunda mão, velhas e em mau estado. :wink:
Título:
Enviado por: triton em Setembro 29, 2008, 07:44:22 pm
Bem vindo :!:
Título:
Enviado por: ShadIntel em Setembro 29, 2008, 08:20:41 pm
Antes de mais, seja bem vindo.

Citação de: "cromwell"
na Europa é que existe o melhor armamento, porque dos estados unidos só vem é coisas em segunda mão, velhas e em mau estado. :wink:

Existe sem dúvida muito bom armamento na Europa, mas dos Estados Unidos também vem o que se quer comprar; quem recebe "coisas em segunda mão, velhas e em mau estado" é quem não quer pagar para ter melhor.
Título:
Enviado por: typhonman em Setembro 29, 2008, 09:52:16 pm
Citação de: "cromwell"
Olá a todos.
Sou novo aqui, tenho 18 anos, estou no 12º e sou de Aveiro.
Sou interessado em assuntos militares, principalmente os que se passam no nosso país e quero seguir ciências políticas.


Para começar, não me fio muito no F-35.
Devemos continuar com a modernização dos F-16, e no futuro,
 substitui-los pelos Eurofighter, porque na Europa é que existe o melhor armamento, porque dos estados unidos só vem é coisas em segunda mão, velhas e em mau estado. :wink:


Quais são as razões para não se fiar no F-35 ?

Sabia que numa entrevista a uns dias atrás o CEMFA Luís Aráujo disse que Portugal deveria aderir ao programa "F-35 JSF" ?
Título:
Enviado por: triton em Setembro 29, 2008, 09:56:06 pm
Se fosse efectuada um compra de 10 a 15 F35 era genial para a nossa Força Aerea, mas o pior seria ter que dispender muito dinheiro para os caças e para a formação de pilotos.
Título:
Enviado por: pmdavila em Setembro 30, 2008, 08:36:15 pm
Ministério da Defesa em negociações para venda de 10 F-16.

 :arrow:  http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?he ... 94&tema=27 (http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=365694&tema=27)
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 09:14:45 pm
E vão ser vendidos quando, a quem e porque razão?
Título:
Enviado por: cromwell em Setembro 30, 2008, 09:16:56 pm
Depois, de ver esta notícia, fiquei muito desapontado. :cry:  :cry:
Pensava que este ministro da defesa era contra a ideia que Luís Amado impôs em vender F-16 e pensava que ele iria retirar esta venda do LPM, mas parece que estava enganado.
Como é que um país com tantos problemas na defesa, com um grande território marítimo e insular para defender, decide agora vender aeronaves tão preciosas e necessárias?
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 09:19:49 pm
Cada vez percebo menos o que vai na mente desse iluminado, a minha verdadeira duvida é o que se vai fazer com o dinheiro dos F16 que irão ser vendidos.
Título:
Enviado por: typhonman em Setembro 30, 2008, 09:31:15 pm
Falta de pilotos meus caros... :roll:
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 09:51:54 pm
Hoje comprei uma revista que se chama take-off e ésobre informação aeronáutica, vou citar algumas das frases que o General Luís Araújo disse numa entrevista:

pergunta do jornalista:

- Como classifica o momento presente da Força Aérea, tendo especial atenção aos meios aéreos- avião por avião-que é aquilo que presvisivelmente interessará aos nossos leitores?

General Luís Araújo:

-No meu entendimento, em termos de meios aéreos, estamos muito bem.
F-16: Estamos a tentar recuperar razoavelmente bem o programa MLU: a doca 4 que está em Monte Real estabilizou e está a trabalhar muito bem. Dos 30 F-16 espero que até ao fim do ano a FAP tenha 12 MLU.
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 09:57:29 pm
Jornalista:

-A lei de programação militar prevê a venda de F-16?

General Luís Araújo:

-Sim, a FAP tem um plano elaborado- e que foi submetido a despacho superior- que inclui inclusive o número de cauda das aeronaves a colocar no mercado. Agora não acredito que se arranjem compradores para uma versão que não seja o MLU.
O que a LPM ainda tem escrito é a alienação de 12 F-16. isto não poderá acontecer exactamente assim porque perdemos um dos que estava na listagem para eventual alienação.
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 10:04:12 pm
Jornalista:

- A FAP tem os efectivos que necessita para as missões que cumpre?

 General Luís Araújo:

- Tem, a FAP necessita de 9000 pessoas, incluindo civis, e tem muito perto disso, tem cerca de 8700, incluindo pessoal em preparação. Agora a FAP está é desproporcionada nalguns quadros. Faltam-nos por exemplo 108 PILOTOS para ter os quadros preenchidos.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 30, 2008, 10:06:38 pm
Bem meu senhores não vale apena chorar em leite derramado, agora o que interessa é que Portugal venda F16 ADF e não os nosso preciosos MLU, eu aposto no Uruguai, Argentina ou Angola.
Título:
Enviado por: pedro em Setembro 30, 2008, 10:12:30 pm
Eu acho que vamos entrar no programa F35 JSF.
Digo isto por uma razao, eles nao devem querer que nos fiquemos atrasados, suponho. :roll:
Cumprimentos
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 10:15:54 pm
Jornalista:

- Ainda é cedo para começar a pensar na substituição do F-16?

 General Luís Araújo:

-Não, não é nada cedo. Vislumbro que o F-16 possa durar até por volta de 2025. Nós já devíamos estar a pensar neste momento, a trabalhar, e até digo em que avião, no Joint Strike Fighter. Muitos países para além dos EUA já estão neste caminho, como a itália, turquia, dinamarca, noruega, holanda, reino unido e a austrália, embora os franceses estejam no Rafale, os espanhóis no AFA-Typhoon. Mas eu entendo que devíamos estar já a trabalhar num programa como o JSF que tem 3 níveis de envolvimento. Não digo que se estivesse no nível mais elevado, o 1º( que envolve as industrias de defesa) e no qual julgo que só o reino unido e a holanda se encontram, mas no 2º ou 3º, sim. Até porque a tecnologia furtiva(stealth) vai fazer com que aviões que não a t~em não possan naturalmente operar em combinadas.
Título:
Enviado por: Lightning em Setembro 30, 2008, 10:17:35 pm
Citação de: "pedro"
Eu acho que vamos entrar no programa F35 JSF.
Digo isto por uma razao, eles nao devem querer que nos fiquemos atrasados, suponho. :lol:

Devo lembrar que no final dos anos 70 (quando já andavam por ai os F-5 Freedom Fighter, F-4 Phantom, Mirage F-1, etc e já se falava nos primeiros prototipos do F-14, F-15, F-16) nós ainda voavamos no F-86 Sabre.

Eles nessa altura não estavam muito interessados no nosso atraso.
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 10:21:36 pm
Jornalista:
- Corremos o risco de daqui a uns anos não podermos participar em operações com os nossos aliados?

General Luís Araújo:

- O F-16 ainda vai durar como já referi, muito tempo. Esta tecnologia tembém não será assim tão rapidamente universal. O EFA-Typhoon não é stealth, o Gripen que a república checa acaba de comprar não é stealth e o Rafale também não. Mas daqui a 20-30 anos estou convencido que será tudo stealth, não haverá aviões caça não-stealth e aí será impossivel "misturar" numa formação destes aviões outros que não o sejam.
Título:
Enviado por: Falcão em Setembro 30, 2008, 10:25:01 pm
Citação de: "cromwell"
Depois, de ver esta notícia, fiquei muito desapontado. :cry:  :cry:
Pensava que este ministro da defesa era contra a ideia que Luís Amado impôs em vender F-16 e pensava que ele iria retirar esta venda do LPM, mas parece que estava enganado.
Como é que um país com tantos problemas na defesa, com um grande território marítimo e insular para defender, decide agora vender aeronaves tão preciosas e necessárias?


O Nuno Severiano Teixeira não passa dum flop! Foi-o quando era Ministro da Administração Interna, e é-o agora como Ministro da Defesa. De facto, é confrangedor a falta de visão destes pseudo governantes. Numa altura de incerteza e instabilidade como a actual, e conhecendo (se é que conhece) o nosso entorno estratégico e as nossas capacidades actuais, vender F-16 é mais uma amostra da casta dem quem nos governa. Portugal merecia muito mais.
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 10:31:39 pm
Citação de: "Falcão"
Citação de: "cromwell"
Depois, de ver esta notícia, fiquei muito desapontado. :cry:  :!:
Às vezes só me apetece ter o ministro da defesa á frente e dizer-lhes umas coisinhas s1x2x  :new_argue:
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 30, 2008, 10:39:03 pm
Citação de: "nelson38899"
Bem meu senhores não vale apena chorar em leite derramado, agora o que interessa é que Portugal venda F16 ADF e não os nosso preciosos MLU, eu aposto no Uruguai, Argentina ou Angola.


Eu vejo precisamente a questão ao contrário. Mais vale a pena vender os actuais F-16 MLU (que eram células em 2.ª mão e, consequente, com menos potencial de horas de voo) e manter os actuais F-16 OCU (células compradas novas e que mesmo actualmente devem ter menos horas de voo que as do 2.º lote) e modernizá-los, como pelos vistos ainda continua a ser previsto, para o MLU. :wink:
Título:
Enviado por: typhonman em Setembro 30, 2008, 10:39:46 pm
Mais uma vez caros amigos, falta de pilotos, o ratio NATO para esquadras de combate é de 1.2 pilotos por aeronave, daria por volta de 50 pilotos para 40 aeronaves. Neste momento andamos pelos vinte e tais pilotos de F-16...

Tambem gostava que tivessemos 40 F-16/MLU, mas ja vi que so em sonhos... So espero que quando venha o F-35 sejam pelo menos 20 a 25 aeronaves..Até lá ainda vamos esperar muito..
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 10:43:15 pm
Mas como o General Luís Araújo diz, só deveremos conseguir vender F-16 modernizados, porque os outros ninguem os deve querer comprar, a não ser que os angolanos ou uruguaios os comprem, by the way ,que caças têem a força aérea angolana e uruguaia?
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 30, 2008, 10:51:18 pm
Esses países (Uruguai e Angola) não me parecem hipóteses sérias...

O Uruguai nem verdadeiros caças tem, meia-dúzia de A-37 Dragonfly, como é que agora de um momento para o outro começava a operar caças supersónicos e sofisticados como o F-16 :twisted:

Argentina ou algum país do Leste Europeu já me parece fazer mais sentido...com sorte (ou azar) ainda vão parar à Geórgia :shock:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 30, 2008, 11:00:41 pm
Visto que o nosso moderador não acredita na hipótese Uruguai, aconselho-o se tiver tempo ver este tópico:

http://www.militar.org.ua/foro/intercep ... 14676.html (http://www.militar.org.ua/foro/interceptor-para-uruguay-t14676.html)
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 11:09:04 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Oi :roll:

Aqui no fórum também há uns tópicos "engraçados" do mesmo "estilo" :roll:  :(
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 30, 2008, 11:09:12 pm
Oi :roll:

Aqui no fórum também há uns tópicos "engraçados" do mesmo "estilo" :wink: ...pode ser que os uruguaios fiquem "malucos", que lhes sai o "Euromilhões" ou qualquer coisa do género... c34x
Título:
Enviado por: jmg em Setembro 30, 2008, 11:15:06 pm
Citação de: "PereiraMarques"

Mas a única certeza na vida é a morte... c34x


Com a crise Mundial que anda aí?
Não me parece.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Setembro 30, 2008, 11:18:28 pm
Roménia, Eslovénia ou Croácia parecem-me ser destinos mais realistas. Até porque são países que já manifestaram a intenção de comprar F-16. No caso da Roménia, depende do número total de aeronaves que vierem de Israel; talvez ainda haja lugar para mais algumas. Quanto à Eslovénia, corresponde exactamente ao número de aeronaves planeadas (10-12).

O problema é que há cada vez mais F-16 em segunda mão no mercado, principalmente belgas, holandeses e israelitas...
Título:
Enviado por: triton em Setembro 30, 2008, 11:22:51 pm
O que acham melhor: vender F-16 sem modernização ou vender F-16 MLU?
Título:
Enviado por: cromwell em Outubro 01, 2008, 12:36:17 am
http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=5342 (http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=5342)

Quando fizeram este tópico, por cusa dessa notícia, parecia o melhor que podia ter acontecido, mas agora foi tudo pelo cano abaixo.
O próprio CEFMA esteve contra a venda de  F-16 e agora está a favor?
OH, meu!
Quanto a modernização das forças armadas, à coisas que vão muito bem, e à outras que vão terrivelmente mal e o pior é  que à mais más que boas.

Força Aérea: atrasos no MLU dos f-16, a venda de 10 f-16 e a retirada do programa A-400M.
Marinha: os NPO (disso nem se fala, que é o maior desastre de todos), os  LFC, o NAVPOL e os submarinos, que para a dimensão da ZEE portuguesa deviamos ter no mínimo 3 e reduziu-se o número para 2( não ter dinherio não era nenhum problema, se quissessemos o terceiro submarino, apenas fazia-se a sua compra normalmente, mas adiava-se para daqui a 7 anos a sua entrega, não afectando assim o orçamento do estado.)
Exército: a UALE e as suas compras para a equipar e finalmente, a artilharia de campanha de que foi decidido equipar com M-109A5 (enquanto já há países que querem substitui-los por melhores sistemas) e as peças rebocadas 155mm, que em vez de comprar-mos M-777 ou M-198 em segunda mão, foi decidido buscar 12 M-114 da sucata, para formarem duas baterias.
Este governo é o pior que nos podia ter acontecido. :cry:
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Outubro 01, 2008, 01:32:18 am
Sempre se arranjou 2 fragatas relativamente novas... mais qualquer coisa
Título:
Enviado por: P44 em Outubro 01, 2008, 08:47:27 am
Citação de: "Lightning"
Citação de: "pedro"
Eu acho que vamos entrar no programa F35 JSF.
Digo isto por uma razao, eles nao devem querer que nos fiquemos atrasados, suponho. :lol:

Devo lembrar que no final dos anos 70 (quando já andavam por ai os F-5 Freedom Fighter, F-4 Phantom, Mirage F-1, etc e já se falava nos primeiros prototipos do F-14, F-15, F-16) nós ainda voavamos no F-86 Sabre.

Eles nessa altura não estavam muito interessados no nosso atraso.


e Eles são os mesmos que estão interessados que os NPOs da Marinha estejam prontos a tempo e horas :mrgreen: (todos...os 12...os 10...os 8 ...os 6...os 2...)
Título:
Enviado por: Daniel em Outubro 01, 2008, 01:37:59 pm
Acho que temos de mudar o nome do tópico para 30 F16 A/B MLU, vejam esta noticia na RTP ao minuto 25:25. c34x

http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=1103&e_id=&c_id=1&dif=tv&hora=19:00&dia=30-09-2008
Título:
Enviado por: triton em Outubro 03, 2008, 10:52:06 pm
Eu não digo isto a ninguem porque se não chamam-me de viviado em assuntos militares. é o seguinte, eu estou chateado porque já estou farto que a nossa FAP não tenha todos os MLU. porque razão é que neste país é tudo feito ás miginhas?
Até marrocos já nos ultrapassou, eles compraram 24 F16 block 52.
Título:
Enviado por: abatista em Outubro 04, 2008, 10:46:33 am
Pa ser sincero, eu acho que o povo não percebe a importância da modernização das FA, e prefere que o dinheiro seja investido noutros lados. Acho que se o governo gastasse uma grande quantidade de dinheiro com as FA, no dia seguinte a oposição relembrava o quão necessário é investir no que "realmente interessa". :?
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Outubro 04, 2008, 10:54:43 am
Citação de: "triton"
Eu não digo isto a ninguem porque se não chamam-me de viviado em assuntos militares. é o seguinte, eu estou chateado porque já estou farto que a nossa FAP não tenha todos os MLU. porque razão é que neste país é tudo feito ás miginhas?
Até marrocos já nos ultrapassou, eles compraram 24 F16 block 52.


Já os recebeu? Não!

O programa de modernização continua e recentemente aumentou (e muito) de velocidade.
Título:
Enviado por: triton em Outubro 07, 2008, 09:39:40 pm
Há algum país que tenha F16 block 1?
Título:
Enviado por: ShadIntel em Outubro 07, 2008, 11:05:45 pm
Citação de: "triton"
EU fiz um video sobre os F-16 Fighting Falcon e coloquei no youtube, é o meu primeiro video, por isso não deve estar nada de especial.

http://www.youtube.com/user/chikalica2

A aeronave a 2:42 é um Mirage F1, e não um F-16.
Título:
Enviado por: triton em Outubro 08, 2008, 09:10:17 pm
Citação de: "ShadIntel"
Citação de: "triton"
EU fiz um video sobre os F-16 Fighting Falcon e coloquei no youtube, é o meu primeiro video, por isso não deve estar nada de especial.

http://www.youtube.com/user/chikalica2
A aeronave a 2:42 é um Mirage F1, e não um F-16.


Só me apercebi do erro depois de ter colocado o video.
Título:
Enviado por: TOMSK em Outubro 08, 2008, 11:45:58 pm
Citação de: "triton"
Citação de: "ShadIntel"
Citação de: "triton"
EU fiz um video sobre os F-16 Fighting Falcon e coloquei no youtube, é o meu primeiro video, por isso não deve estar nada de especial.

http://www.youtube.com/user/chikalica2
A aeronave a 2:42 é um Mirage F1, e não um F-16.

Só me apercebi do erro depois de ter colocado o video.


E aos 3:42 é um cockpit de um C-130 e não de um F-16  :P
Título:
Enviado por: nelson38899 em Outubro 13, 2008, 09:08:33 am
Citar
Governo vende menos dois 'F-16' ao estrangeiro


Defesa. Processo aprovado no âmbito da Lei de Programação Militar, em 2006
A intenção do Governo em obter 290 milhões de euros com a venda de material militar sofreu novo revés com a diminuição, de 12 para 10, do número de caças F-16 a alienar ao estrangeiro.

A decisão de vender 12 F-16 - num total de 40 aviões - foi tomada no quadro da Lei de Programação Militar (LPM) aprovada pelo Conselho de Ministros, em Junho de 2006. Mas há dias, numa visita às oficinas da OGMA (onde está em curso a modernização dos caças) em Alverca, o ministro da Defesa, Nuno Severiano Teixeira, disse - sem adiantar quaisquer pormenores - que o número de caças a vender era de 10.

Na base da decisão está a queda de um F-16 há alguns meses, num pinhal próximo de Leiria, já que era um dos aparelhos marcados para venda. Isso resulta da posição assumida pelo chefe do Estado-Maior da Força Aérea, general Luís Araújo, numa entrevista à edição de Setembro do jornal Take-Off (especializado em aviação).

Mas essa situação apenas explica a redução de 12 para 11, e não 10, dos aviões a alienar. Questionado pelo DN, o Ministério da Defesa remeteu para a posição assumida por Severiano Teixeira no passado dia 30 de Setembro, quando "confirmou que 10 das aeronaves estão disponíveis para alienação".

Recorde-se que o Executivo decidiu alienar equipamentos militares ao estrangeiro para, com os 290 milhões de euros que previa obter nesse processo, reforçar a modernização das Forças Armadas. Além dos F-16, constavam da lista uma dezena de helicópteros Puma - armazenados há quase dois anos e, sem comprador, recentemente recuperados para complementar a actividade dos helis EH101 nos Açores - e Alouette III, bem como as duas fragatas da classe João Belo. Desse pacote, onde podem incluir-se ainda os aviões de transporte Aviocar C-212, só os navios foram vendidos - ao Uruguai - e por 13 milhões de euros.

Quanto aos caças F-16, o ministro Nuno Severiano Teixeira disse já haver negociações com países terceiros, que não identificou porque "o segredo é a alma do negócio". Esse processo carece do parecer prévio - que em regra demora vários anos - do Congresso dos EUA.www.dn.pt
Título:
Enviado por: antoninho em Outubro 13, 2008, 06:41:18 pm
esta malta na pressa de desinformar até mete água(se calhar até é assim que a noticia que tem de ser metida).....então o F16 que caìu e causou a morte do piloto??????
E contactou o M.D. e ninguém soube explicar, esta é forte.............
Título:
Enviado por: raphael em Outubro 13, 2008, 08:12:08 pm
o que caiu no pinhal de Leiria há uns meses é que fazia parte do pacote a alienar, dos MLU e o piloto desse está bem vivo e de saúde.
O outro que caiu e que esse provocou a lamentável morte do piloto era do 1º lote, dos OCU e já não constava do plano de venda, porque se a decisão foi tomada em 2006, já foi bem posterior ao acidente.
Qual é a dúvida?
Título:
Enviado por: pmdavila em Outubro 13, 2008, 08:20:38 pm
Penso que o que se está a querer explicar é que a redução de 12 para 10 é devida à queda de ambos os aparelhos, uma vez que um dos "encaixotados" vai ter que assumir o lugar do 20.º OCU dos falcões. O sr. jornalista é que tem a memória fraca e só se lembra da queda do MLU, daí estar a dizer que
Citar
essa situação apenas explica a redução de 12 para 11, e não 10, dos aviões a alienar



Penso eu de que  :!:
Título:
Enviado por: raphael em Outubro 13, 2008, 08:34:55 pm
Ok ok tens razão. It's probably that!
Título:
Enviado por: Instrutor em Outubro 13, 2008, 09:39:40 pm
Há uma coisa que me escapa, os primeiros F-16 que vierem eram 20 certo em 1994, passados 5 anos em 1999 vieram mais 25 F-16, sendo 5 para reposição de peças, se perdemos 2 avioes em acidentes e se o governo quer vender 10 restam 28 F-16, e os restantes 5 avioes?? Não se podem recuperar ou continuaram a servir de peças?
Título:
Enviado por: Lightning em Outubro 13, 2008, 10:14:56 pm
Citação de: "Instrutor"
Há uma coisa que me escapa, os primeiros F-16 que vierem eram 20 certo em 1994, passados 5 anos em 1999 vieram mais 25 F-16, sendo 5 para reposição de peças, se perdemos 2 avioes em acidentes e se o governo quer vender 10 restam 28 F-16, e os restantes 5 avioes?? Não se podem recuperar ou continuaram a servir de peças?


A ideia inicial era essa, 25 encaixotados, 20 para modernizar e 5 para peças.
Mas acho que quando caiu o 1º F-16 que se falou em modernizar um desses cinco, isto é,  dos 25 encaixotados modernizavam-se 21 em vez de 20, para substituir o que caiu, e ficavam 4 em vez de 5 para peças, mas depois de cair o 2º F-16 nunca mais ouvi falar nisso.
Título:
Enviado por: Lancero em Outubro 20, 2008, 10:55:58 pm
Citar
.
Portaria n.º 843/2008
Considerando que a Força Aérea tem necessidade de assegurar a
operacionalidade da frota F-16, nomeadamente dos sistemas de ejecção
destas aeronaves;
Considerando a vantagem de um criterioso planeamento que permita
a prontidão e o aproveitamento integral das aeronaves nas missões a
que se destinam;
Tendo presente que a aquisição, em tempo oportuno, de componentes
para os sistemas de ejecção destas aeronaves é indispensável à consecução
daquele objectivo e implica processos de aquisição de bens cujos
prazos de entrega e respectivos encargos abrangem os anos de 2008,
2009, 2010, 2011, 2012 e 2013;
Considerando que, de acordo com as disposições conjugadas do n.º 2
do artigo 45.º da Lei n.º 91/2001, de 20 de Agosto, alterada e republicada
pela Lei n.º 48/2004, de 24 de Agosto, e do n.º 1 do artigo 22.º do Decreto-
-Lei n.º 197/99, de 8 de Junho, mantido em vigor pelo artigo 14.º do
Decreto -Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro, a abertura do procedimento
relativo a despesas que dêem lugar a encargo orçamental em mais de um
ano económico não pode ser efectivada sem prévia autorização conferida
em portaria conjunta dos Ministros das Finanças e da tutela técnica:
Nestes termos, manda o Governo, pelos Ministros de Estado e das
Finanças e da Defesa Nacional, o seguinte:
1 — Autorizar o Comando Logístico e Administrativo da Força Aérea
a desenvolver os procedimentos adequados à celebração de um contrato
de aquisição de componentes para o sistema de ejecção das aeronaves
F -16, no montante global de € 1 497 000.
2 — Os encargos resultantes do contrato não poderão exceder, em
cada ano económico, os seguintes montantes:
2008 — € 12 000;
2009 — € 298 000;
2010 — € 298 000;
2011 — € 298 000;
2012 — € 298 000;
2013 — € 293 000.
3 — Os montantes fixados para os anos de 2009, 2010, 2011, 2012
e 2013 poderão ser acrescidos dos saldos que se apurarem na execução
orçamental dos anos anteriores.
4 — Os encargos emergentes da presente portaria serão satisfeitos
por verbas adequadas inscritas e a inscrever no orçamento do Ministério
da Defesa Nacional, Força Aérea, para os anos de 2008, 2009, 2010,
2011, 2012 e 2013.
5 — A orçamentação das despesas em cada ano será precedida pela
apresentação de programas anuais de execução, elaborados de acordo
com as normas definidas pelo Ministério das Finanças e da Administração
Pública.
2 de Outubro de 2008. — O Ministro de Estado e das Finanças, Fernando
Teixeira dos Santos. — O Ministro da Defesa Nacional, Henrique
Nuno Pires Severiano Teixeira.


http://www.dre.pt/pdf2sdip/2008/10/2030 ... 042581.pdf (http://www.dre.pt/pdf2sdip/2008/10/203000000/4258042581.pdf)
Título:
Enviado por: Lancero em Outubro 22, 2008, 03:48:34 pm
Citar
22 Outubro 2008 - 00h30

Força Aérea: Décimo segundo caça está agora a ser melhorado
Modernizar F16 demora 13 anos

A modernização dos trinta caças F16 das duas esquadras estacionadas na Base Aérea de Monte Real, Leiria, que ontem assinalou o seu dia, só ficará concluída daqui a quatro anos, apesar de estar no "topo das prioridades" da Força Aérea. O processo foi iniciado há nove anos e está agora a ser modernizada a 12ª aeronave.


"Embora envolvendo verbas elevadas, o programa de modernização e de actualização dos F16 é um requisito permanente e contínuo, estando no topo da lista de prioridades", afirmou o general Luís Araújo, Chefe de Estado--Maior da Força Aérea, que falava na cerimónia do Dia da Unidade e de Rendição do Comando.

O novo comandante da Base Aérea de Monte Real, coronel piloto-aviador Joaquim Borrego, prometeu uma "gestão rigorosa" dos meios e revelou as linhas de acção: "Prontidão operacional – a garantia da nossa utilidade –, prevenção de acidentes e comunicação eficaz."

"Intrinsecamente relacionado com a prontidão operacional, a prevenção de acidentes, ao promover a segurança, evitará a delapidação dos recursos, pelo que dedicarei e exigirei uma supervisão muito rigorosa", destacou Joaquim Borrego, que pretende ainda promover uma "cultura de mérito, a gestão rigorosa da justiça e continuar a desenvolver as condições ideais de trabalho e bem-estar".


"GENERAL GANHA MENOS QUE CO-PILOTO": Luís Araújo Chefe de Estado-Maior da Força Aérea

Correio da Manhã – Continua a haver muitos pilotos a quererem sair da Força Aérea?

Luís Araújo – Sim. Motivamo-los a ficar, mas não há uma instituição que consiga aguentar pilotos em que o general CEMFA ganhe menos do que um co-piloto da TAP.

– Mas há novas medidas deretenção em estudo?

– Uma das medidas será aumentar os suplementos, nomeadamente o de serviço aéreo, que estão a ser estudados com os outros ramos das Forças Armadas.

– Como vê a abertura da BA5 à aviação civil?

– Temos de estudar essa possibilidade, mas de todas as bases esta é aquela em que é mais difícil aplicar o conceito de duplo uso (militar e comercial).

– Porquê?

– Devido aos meios aéreos e à missão. Os F16 de alerta têm de reagir rapidamente a uma ameaça e de descolar em 15 minutos.

Isabel Jordão


http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx ... 0000000010 (http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=3F3A0759-DAC6-48F0-BF47-41A0BC235EAC&channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010)
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Outubro 22, 2008, 10:08:37 pm
Fotos dos F-16 em formação.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F_P1BnNxT-ZaQ%2FSP9YhgHkq6I%2FAAAAAAAAAMw%2F3RN1NKD8Bkw%2Fs1600%2FIMG_12790_211008.JPG&hash=538e11d4c490216e83719b3501ea01e3)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F1.bp.blogspot.com%2F_P1BnNxT-ZaQ%2FSP9YZg2RrxI%2FAAAAAAAAAMo%2FMI00rhUwDiU%2Fs1600%2FIMG_12808_211008.JPG&hash=9becabf0dbb8772bf85b00702d01d6ae)

Fonte:  :arrow:  http://f16portugal.blogspot.com/ (http://f16portugal.blogspot.com/)
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Novembro 22, 2008, 09:55:00 pm
Citação de: "LPro"
Para registo, já está operacional o 12º MLU (o 5º deste ano) a sair da "linha de produção" :

Citação de: "I_Pereira"
Desta 5ª feira (20-11-2008), spottada com o Marcos 8)

15127
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg167.imageshack.us%2Fimg167%2F8801%2Fimg7024filtered800x600cw9.jpg&hash=c1fdba3eb493af364b7ce40dbb98d9c1)

Citação de: "Marcos Figueiredo"
Citação de: "LPro"
Para registo, já está operacional o 12º MLU (o 5º deste ano) a sair da "linha de produção" :
Aqui fica um registo diferente do "15127"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi249.photobucket.com%2Falbums%2Fgg211%2Ffigueiredo-m%2FMonteRealBA5201108-15127-NL800.jpg&hash=0b6c1da14ea6446af9d6f6c480678713)

Abraço


Fonte 9 g's:  :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=11&t=1688 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=11&t=1688)
Título:
Enviado por: butterfly em Novembro 23, 2008, 01:24:53 pm
I found this, (https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F_qgcj6gFQ-bc%2FSQ2fOyq1zNI%2FAAAAAAAAAAc%2FTxyR3GoMDTI%2Fs1600%2FFile1-Apresenta%25C3%25A7%25C3%25A3o%252Bdo%252Bprograma%252BF16%252B-%252BMENU3.jpg&hash=16739bd0619579d1d28ef16eb8f16253)
http://www.f16technology.blogspot.com


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F_qgcj6gFQ-bc%2FSQ2gkVlT6yI%2FAAAAAAAAABM%2FeVYHBMm0Vmg%2Fs1600%2FFile1-Apresenta%25C3%25A7%25C3%25A3o%252Bdo%252Bprograma%252BF16%252B-%252BMENU8.jpg&hash=9bef1272f7f143f7d514737cd83e3470)
http://www.f16technology.blogspot.com
Título:
Enviado por: Lightning em Dezembro 01, 2008, 12:05:09 am
Então já temos 12 F-16 MLU certo?

Gostava que o pessoal que domina os numeros de caude me desse uma ajuda, fui ver umas páginas lá para trás onde tem os numeros de cauda e pelas minhas contas temos 11 F-16 MLU, incluindo o que caiu.

Citar
15121 F-16A MLU
15122 F-16A MLU
15123 F-16A MLU
15124 F-16A MLU
15125 F-16A em modernização
15126 F-16A em modernização
15127 F-16A MLU
15128 F-16A em modernização
15129 F-16A
15130 F-16A
15131 F-16A
15132 F-16A
15133 F-16A MLU
15134 F-16A MLU
15135 F-16A
15136 F-16A
15137 F-16B MLU
15138 F-16B MLU
15139 F-16B MLU
15140 F-16B MLU (destruido)
15141 F-16A


Qual é que falta colocar como MLU?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 01, 2008, 12:18:33 am
Falta este como MLU

15126 , F-16AM (2008)
Título:
Enviado por: migbar2 em Dezembro 01, 2008, 12:35:48 am
Citação de: "nelson38899"
Falta este como MLU

15126 , F-16AM (2008)





Exacto, esse já está em Monte-Real pelo menos desde setembro.
Título:
Enviado por: Lightning em Dezembro 01, 2008, 11:27:17 am
Citação de: "migbar2"
Citação de: "nelson38899"
Falta este como MLU

15126 , F-16AM (2008)




Exacto, esse já está em Monte-Real pelo menos desde setembro.


Obrigado :D .
Título:
Enviado por: HSMW em Dezembro 01, 2008, 04:28:12 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi279.photobucket.com%2Falbums%2Fkk144%2FHSMW%2FAvioes%2F09212.jpg&hash=59b284e07f7d3a88829048267014ca55)
Será que ficavam bem com uma camuflagem destas?
Título:
Enviado por: Lightning em Dezembro 01, 2008, 04:59:14 pm
Para as guerras virtuais?  :lol:  :lol:
Título:
Enviado por: Vicente de Lisboa em Dezembro 03, 2008, 12:15:05 am
Citação de: "HSMW"
Será que ficavam bem com uma camuflagem destas?

Mas que coisa monstra, pah :?
Título:
Enviado por: Xô Valente em Dezembro 03, 2008, 11:34:43 am
Esse camuflado é o digital camoflage. É uma "modernice" dos E.U.A. :lol:
Mas por acaso o camuflado do exército, também digital, utilizado pelos soldados (ACU - Army Combat Uniform) é porreiro.
Título:
Enviado por: Vicente de Lisboa em Dezembro 03, 2008, 01:02:36 pm
Aye, aye. E tanto quanto me lembro até está provado que o funciona melhor que o camuflado "tradicional". Não deixa de ser feio. :(
Título:
Enviado por: Xô Valente em Dezembro 03, 2008, 01:30:39 pm
Citação de: "Vicente de Lisboa"
Aye, aye. E tanto quanto me lembro até está provado que o funciona melhor que o camuflado "tradicional". Não deixa de ser feio. :lol:  Gostos... :lol:
Cumprimentos.
Título:
Enviado por: Vicente de Lisboa em Dezembro 03, 2008, 01:42:50 pm
Citação de: "Xô Valente"
Citação de: "Vicente de Lisboa"
Aye, aye. E tanto quanto me lembro até está provado que o funciona melhor que o camuflado "tradicional". Não deixa de ser feio. :lol:  Gostos... :?
Título:
Enviado por: HSMW em Dezembro 03, 2008, 02:11:32 pm
Citação de: "Vicente de Lisboa"
Citação de: "Xô Valente"
Citação de: "Vicente de Lisboa"
Aye, aye. E tanto quanto me lembro até está provado que o funciona melhor que o camuflado "tradicional". Não deixa de ser feio. :lol:  Gostos... :?


O padrão ACU não existe na natureza, portanto durante estes anos todos de evolução o cérebro humano nunca teve oportunidade de se adaptar.
Por isso a dificuldade em reconhecer os contornos e avaliar a profundidade.
Título:
Enviado por: Lancero em Dezembro 05, 2008, 05:47:13 pm
Citar
Ejecção em aeronave F16

 

Hoje, dia 05 de Dezembro de 2008, pelas 14H00 de Lisboa, durante a execução de um exercício internacional na Bélgica, o piloto de uma aeronave F16 da Força Aérea Portuguesa, durante a operação de aterragem, deparou-se com problemas de travões e, cumprido com o procedimento estipulado para o efeito, ejectou-se.

 O piloto está bem e a aeronave, aparentemente, só sofreu danos de pequenas dimensões.

 O acidente ocorreu na Base Aérea de Florennes, a cerca de 68 quilómetros de Bruxelas – Bélgica, durante o Curso NATO "Tactical Leadership Program" (TLP).

A Força Aérea Portuguesa activou de imediato a Comissão de Investigação de Acidentes com Aeronaves, a fim de partir para a Bélgica e determinar as causas do acidente.
Título:
Enviado por: HSMW em Dezembro 05, 2008, 06:20:26 pm
Problemas de travões e ejecta-se?  :?
Título:
Enviado por: pmdavila em Dezembro 05, 2008, 06:37:46 pm
O aparelho poderia não parar a tempo dentro da pista e "espetar-se" em algum lado...aí, nem aparelho, nem piloto...
Título:
Enviado por: ShadIntel em Dezembro 05, 2008, 06:42:35 pm
Citação de: "HSMW"
Problemas de travões e ejecta-se?  :?

Como indicado na notícia, o piloto limitou-se a cumprir os procedimentos. O mais importante é que tenha saído ileso, e que a aeronave não tenha sofrido danos importantes.
Título:
Enviado por: HSMW em Dezembro 05, 2008, 06:54:20 pm
Sabem se era MLU?
Digam que não era  :cry:
Título:
Enviado por: Lancero em Dezembro 05, 2008, 07:12:19 pm
Citar
Aeronaves da FAP presentes:

F-16A OCU: "15102", "15106" e "15109"
F-16AM MLU: "15121", "15127" e "15133"
C-130H-30 "16806"
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 05, 2008, 09:00:57 pm
Citação de: "Charlie Golf"
De acordo com o que é possível ler em fóruns belgas e holandeses, o mais provável é que se tenha tratado do F-16AM "15133".


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi203.photobucket.com%2Falbums%2Faa68%2Fedwinhuskens%2Fedwinhuskens2%2FEBFS714.jpg&hash=4fe1cf911d28c867757ea2c7c2dd8991)


 :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.ph ... &start=240 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=12&t=428&st=0&sk=t&sd=a&start=240)
Título:
Enviado por: HSMW em Dezembro 05, 2008, 09:18:05 pm
:sil:
Tinha que ser...
Só resta saber quais os danos.
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Dezembro 05, 2008, 09:28:57 pm
Isto é tudo um esquema da FAP para se justificar a compra de uma porção de caças, reabastecedores, AWAC's, etc etc  :?
Título:
Enviado por: komet em Dezembro 05, 2008, 09:34:39 pm
Citação de: "HSMW"
Problemas de travões e ejecta-se?  :?


É frequente uma saída de pista acabar em "capotamento", alem disso é procedimento, como ja foi dito.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Dezembro 06, 2008, 11:10:03 am
Segundo o CM de hoje os danos são minimos (não sei até que ponto). Segundo eles o F-16 acabou por se imobolizar, por isso agora é só concertar os danos causados pela ejecção e mais nada (espero).
Título:
Enviado por: raphael em Dezembro 06, 2008, 02:56:26 pm
bom desconheço pormenores de qualquer modo além da canopy e cadeira e respectivos sistemas, deve haver mais qualquer coisa a nível do trem dianteiro e traseiros... mesmo no meio de tudo foi uma sorte, porque como já foi dito os A-7P tendiam a capotar no fim de pista.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 06, 2008, 03:15:03 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimages2.hiboox.com%2Fimages%2F4908%2F291950c12ed71f6346f34ae69df6b8c8.jpg&hash=e539e07f32d4319fdb64b59f5ac7a439)

http://flyfan.hostonet.org/viewtopic.php?p=10431#10431 (http://flyfan.hostonet.org/viewtopic.php?p=10431#10431)
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Dezembro 06, 2008, 03:21:13 pm
Bem parece que não é "nada" de especial  :)
Título:
Enviado por: Lancero em Dezembro 06, 2008, 03:53:06 pm
Citação de: "Cabecinhas"
Bem parece que não é "nada" de especial  :)


Qualquer coisa numa máquina tão evoluída é grave. Deve custar dois balúrdios recuperar o canopy, cadeira, provavelmente trem e asa direita. É um arado caro demais para cortar relva belga.
Título:
Enviado por: HSMW em Dezembro 06, 2008, 06:08:04 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi279.photobucket.com%2Falbums%2Fkk144%2FHSMW%2FAvioes%2FSU-2408ACCIDENTE.jpg&hash=21da57d7e6b5d068a72eeac0fec1bef0)
Por falar em capotar... :shock:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 07, 2008, 10:38:32 pm
Citar
Lean initiatives in the Portuguese Air Force

It's not only the Air Force that is benefiting from Lean initiatives, however. Other airforces have benefited from the Lean initiatives supported by Air Force.

Portugal is a founding member of NATO and a key ally of the United States. The Portuguese air force, or PoAF, procured a total of 45 F-16 fighters from the U.S. All of the fighters are Block 15 A and B models, and 40 of them required a mid-life upgrade, or MLU, as well as Falcon Up and Falcon Star structural upgrade modifications. Being part of the F-16 Multinational Fighter Program, the MLU configuration is similar to the U.S. Air Force's common configuration implementation program.

PoAF has a strong engineering tradition and Portuguese maintainers were committed to performing as much of the upgrade work as possible. Also, Portugal was the first country to do the three big upgrades simultaneously.

The program was divided into four sections, or 'docks'. OGMA, the leading aviation maintenance company in Portugal, is now responsible for Docks 1, 2 and 3, while PoAF maintainers are responsible for Dock 4.

Dock 4 of the MLU consists of final assembly, re-installing flight control surfaces, avionics, operational checks, testing fuel system, and installation of the engine, prior to preparing the aircraft for it's test flight.

Until 2007, this process was averaging 278 days per aircraft. For a small country like Portugal, every aircraft counts, and this was a tremendous drain on PoAF's operational capability.

PoAF engineers analyzed the situation, and with the aid of Air Force Lean experts from Hill Air Force Base, Utah, they determined a variety of areas where they could improve the process. Together with the Air Force experts, PoAF engineers and technicians developed a future state map and a job sequencing package, implementing four cells of 25 days and a 100 production day cycle time. Standard work, 6S -- a program designed to eliminate waste and maximize value-added work -- and visual management were key for the improvements.

One of the steps taken was to ensure that, prior to the beginning of the duty day, all the requisite parts were laid out immediately available for the technicians. This simple improvement meant technicians didn't need to head back to the supply room every time they needed a part.

All of these improvements together have helped PoAF maintainers decrease the time required for Dock 4 to an average of 118 days. That's a reduction of nearly 60 percent. That means more aircraft are available more quickly, leading to improved operational capabilities for PoAF.

Another process that required improvement was the testing of aircraft wiring. Previously, 23,500 wires on the F-16 had to be tested individually. This process took five weeks, and wasn't always accurate. PoAF officials procured an automated wire test bench to improve the process. The new machine takes two days to connect all the wires, but can perform a test on every aircraft wire in just four hours. Overall, this represents a time savings of more then one month. The quality has improved tremendously, officials said.

The culture is changing towards a continuous improvement environment with everybody's participation, understanding that more can be achieved by working together more efficiently.

Portuguese air force officials have realized tremendous improvements in efficiency from the employment of Lean operations techniques. Maj. Gen. Manuel Chambel, the Portuguese air force F-16 program director, recently visited Air Base 5, at Monte Real, Portugal, to receive briefings on the Dock 4 process.

General Chambel said that he had almost lost hope of improving the productivity on the MLU program, but was tremendously encouraged to see the aircraft coming out of Dock 4 according to 'takt time.' Takt time is a Lean term used to identify the rate that a completed product needs to be finished in order to meet customer demand.

Lean techniques have led to significantly increased operational efficiencies and capabilities for the Portuguese air force.

(Lt. Col. Pedro Alexandre E. Salvada; deputy director of the Portuguese air force F-16 upgrade program co-authored this article)

Courtesy of Air Force Link/Office of Defense Cooperation, Portugal.

http://www.f-16.net/news_article3137.html (http://www.f-16.net/news_article3137.html)
Título:
Enviado por: Menacho em Dezembro 09, 2008, 11:50:36 am
Uno de sus F-16B recien salido de la MLU

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg381.imageshack.us%2Fimg381%2F7798%2Fafnnp8.jpg&hash=29c91f3acc27d3e8f51dea4ac4925fac) (http://http)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg381.imageshack.us%2Fimg381%2Fafnnp8.jpg%2F1%2Fw800.png&hash=50bb51194342d0ad96dc49eeeab495af) (http://http)

Una imagen del 15133 en Albacete:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg512.imageshack.us%2Fimg512%2F6878%2F15133001jc8.jpg&hash=994dc3c989efc81e2ed4b2b382cb8329) (http://http)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg512.imageshack.us%2Fimg512%2F15133001jc8.jpg%2F1%2Fw800.png&hash=7089bbb6b21ac8eb54ae3b6595f5b496) (http://http)
Título:
Enviado por: Nitrox13 em Dezembro 09, 2008, 12:16:49 pm
Podia ter sido bem pior!!
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Dezembro 09, 2008, 01:30:08 pm
Mas para lavrar a terra existe maquinaria própria e mais barata...  c34x
Título:
Enviado por: Johnnie em Dezembro 09, 2008, 03:55:13 pm
Se a FAP afirma que o avião volta a voar é porque a avaria não é nada por ai alem...Acontece, paciencia... c34x
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 12, 2008, 11:03:07 pm
Citação de: "Pilotasso"
Chegou hoje a alverca em "traje de canário" o que penso ser o 15128 para pintura. Não tenho fotos infelizmente.

Daqui a umas poucas semanas mais um MLU operacional :arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=11&t=1715 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=11&t=1715)
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 13, 2008, 12:13:03 pm
Citação de: "PereiraMarques"
:arrow: http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=11&t=1715 (http://www.falcoes.net/9gs/viewtopic.php?f=11&t=1715)

Atenção que o endereço do Fórum 9G's passa a partir de hoje a estar no seu próprio domínio. Por isso, para ver o tópico referido pelo amigo Pereira Marques, há-que seguir o link:

 :arrow: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=11&t=1715 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=11&t=1715)
Título:
Enviado por: Instrutor em Dezembro 15, 2008, 10:09:33 pm
Tirem-me um duvida, se actualmente estamos a modernizar os F-16 para o padrao MLU M4, qual a razao de termos 1 ou 2 MLU M5, qual a diferença entre estes dois padroes? E porquê modernizar em padroes diferentes?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 15, 2008, 10:30:55 pm
Citação de: "Instrutor"
Tirem-me um duvida, se actualmente estamos a modernizar os F-16 para o padrao MLU M4, qual a razao de termos 1 ou 2 MLU M5, qual a diferença entre estes dois padroes? E porquê modernizar em padroes diferentes?


O padrão M5 e para já a ultima actualização disponível, se não estou enganado ainda se encontra em fase de testes, em que a FAP é uma das poucas forças aéreas que dispõe desse modelo. Na minha maneira de ver ter um f16M5 vai permitir a nossa força aérea manter-se na vanguarda do programa MLU.

diferenças:

M4 tape

    * Introduction of advanced short-range missile, as a replacement for the current Sidewinder (AIM-9X, IRIS-T)
    * Integration of advanced Link-16 functions
    * Integration of SNIPER targeting pods

M5 tape

    * Integration of capability for stand-off weapons (AGM-154)
    * Introduction of more advanced A/G weapons (EGBU-12)
    * Introduction of advanced Stores Management System

fonte:
http://www.f-16.net/f-16_versions_article2.html (http://www.f-16.net/f-16_versions_article2.html)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 15, 2008, 10:32:12 pm
Citar
Successful test flight & F-16 MLU M5 System Integration Laboratory test of ESTER
Airborne Systems
Airbase Skrydstrup, Denmark / Fort Worth, 29 February 2008 - The Royal Danish Air Force (RDAF) has successfully completed the first flight tests and F-16 MLU M5 System Integration Laboratory Tests of the ESTER (Enhanced Smart Triple Ejector Rack) on an F-16.
The Triple Ejector Rack (TER) is a weapon-suspension unit which is attached to the aircraft's weapon pylons, enabling each pylon to carry three weapons. The TER-9 version is suitable for under-wing F-16 laser-guided and ballistic weapons, with the ability to release weapons individually.
The ITT/Terma ESTER program upgrades the TER-9 racks by adding the capability to carry modern “smart” weapons which operate on the military standard 1760 interface. These include the Joint Direct Attack Munitions (JDAM) and Enhanced Paveway II (EGBU-12/BRU-49). Provisions for future Small Diameter Bomb (SDB) are also part of the ESTER, and initial tests on the SDB compatibility will be performed this spring under an ITT/Terma internally funded program.
The initial RDAF flight tests were aimed at verifying the functionality and reliability of the cable retention unit. The bombs were successfully released from the ESTER with the new retention unit which has been installed in lieu of the existing MIL-STD-1760 umbilical cable retention system, and the new Terma/ITT developed units performed flawlessly.
The ESTER also passed the F-16 MLU M5 System Integration Laboratory (SIL) testing in Fort Worth, as part of the EPAF MLU M5 test program. The tests were conducted without problems, and the ESTER test units are now ready for the F-16 MLU M5 flight tests in the U.S. this year.
The RDAF representative Klavs Andersen, Chief of the Business Unit Fighter Aircraft including the ESTER program, said: "I am satisfied with the performance of the ESTER, the physical release and retention system worked well, and we are now ready to continue flight testing in the U.S. as part of the M5 program."
About Terma
Terma, a leading Denmark-based defense and aerospace company, is a proven developer of electronic warfare systems, reconnaissance systems, and aeronautic structures for high-performance military aircraft. These systems include the ALQ-213 Electronic Warfare Management system which is deployed on over 1,600 F-16s and other aircraft worldwide.
The business activities of Terma include products and systems for a number of non-defense and defense applications including radar systems, command and control systems, communication systems, and applications and services for space purposes.
Terma A/S is headquartered in Aarhus, Denmark and maintains subsidiary facilities and operations in a number of European countries, Singapore, and in the U.S., including the wholly owned subsidiary, Terma North America, Inc. The company employs approximately 1,150 people worldwide, and realized 2005 revenues of approximately USD 180 million.

http://www.terma.com/widepage.dsp?page=2945 (http://www.terma.com/widepage.dsp?page=2945)
Título:
Enviado por: pchunter em Janeiro 07, 2009, 05:38:59 pm
Pelo visto Portugal esta fora da liga, afinal fazemos parte do programa MLU ou somos simples compradores de quites?

Alguém se esqueceu da bandeira?

http://www.f-16.net/modules/Gallery2/ga ... alNumber=2 (http://www.f-16.net/modules/Gallery2/gallery2/main.php?g2_view=core.DownloadItem&g2_itemId=146106&g2_serialNumber=2)
Título:
Enviado por: Lightning em Janeiro 07, 2009, 05:47:07 pm
Citação de: "pchunter"
Pelo visto Portugal esta fora da liga, afinal fazemos parte do programa MLU ou somos simples compradores de quites?

Alguém se esqueceu da bandeira?

http://www.f-16.net/modules/Gallery2/ga ... alNumber=2 (http://www.f-16.net/modules/Gallery2/gallery2/main.php?g2_view=core.DownloadItem&g2_itemId=146106&g2_serialNumber=2)



Esse F-16 foi construido antes de Portugal entrar no programa MLU.
Título:
Enviado por: pchunter em Janeiro 07, 2009, 06:03:13 pm
ok, obrigado pelo esclarecimento.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 09, 2009, 10:44:55 pm
Via 9G's/CJG:

Citação de: "Charlie Golf"
Citar
17-12-2008: Novos Targetting Pods

Decorreu na passada sexta feira dia 12 de Novembro a entrega Oficial dos novos Targetting Pods (TGP) à Força Aérea Portuguesa. Os pods de última geração, modelo Litening AT, destinam-se a ser utilizados nos F-16 MLU, tendo os Jaguares já efectuado os primeiros voos de aceitação e qualificação de pilotos. Com este novo sensor, a Esquadra 301 passa a ter, entre outras, a capacidade de empregar autonomamente armas guiadas por laser e a capacidade de extender a área visual. Dotada deste novo equipamento, a Esquadra 301 junta-se à linha da frente das Esquadras de combate da NATO passando a dispôr de uma panóplia de armas e sensores semelhante à das congéneres Europeias.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-1.jpg&hash=250c24976ec5e899e3596de7d93af07e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-2.jpg&hash=425c98561ba8bfdf7a64e77b075accd6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-3.jpg&hash=decf123a79fd722e1723e8036948d6ca)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-4.jpg&hash=e83c6a7c0ee3c6e51902626736a012be)

 :arrow: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f ... 3&start=30 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=1143&start=30)
Título:
Enviado por: Jorge Pereira em Janeiro 09, 2009, 11:13:07 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Via 9G's/CJG:

Citação de: "Charlie Golf"
Citar
17-12-2008: Novos Targetting Pods

Decorreu na passada sexta feira dia 12 de Novembro a entrega Oficial dos novos Targetting Pods (TGP) à Força Aérea Portuguesa. Os pods de última geração, modelo Litening AT, destinam-se a ser utilizados nos F-16 MLU, tendo os Jaguares já efectuado os primeiros voos de aceitação e qualificação de pilotos. Com este novo sensor, a Esquadra 301 passa a ter, entre outras, a capacidade de empregar autonomamente armas guiadas por laser e a capacidade de extender a área visual. Dotada deste novo equipamento, a Esquadra 301 junta-se à linha da frente das Esquadras de combate da NATO passando a dispôr de uma panóplia de armas e sensores semelhante à das congéneres Europeias.


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-1.jpg&hash=250c24976ec5e899e3596de7d93af07e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-2.jpg&hash=425c98561ba8bfdf7a64e77b075accd6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-3.jpg&hash=decf123a79fd722e1723e8036948d6ca)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.esq301jaguares.net%2Fjaguares%2Fnoticias%2Fnoticia43-4.jpg&hash=e83c6a7c0ee3c6e51902626736a012be)

 :arrow: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f ... 3&start=30 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=1143&start=30)


Excelente! Obrigado PereiraMarques e, claro, ao Charlie Golf.
Título:
Enviado por: Lightning em Janeiro 09, 2009, 11:45:13 pm
yu23x1  cax23  :Piloto:
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 10, 2009, 10:12:28 am
LINDO!!! :D
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 10, 2009, 11:49:19 am
Citação de: "Jorge Pereira"
Excelente! Obrigado PereiraMarques e, claro, ao Charlie Golf.

Ora essa, não têm de quê. O meu amigo Pereira Marques é que se antecipou visto que eu iria colocar aqui essa mesma informação.  c34x


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg68.imageshack.us%2Fimg68%2F3115%2Fimg1733apeadx9.jpg&hash=1275317f094d542044022dbcf996e5c8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi153.photobucket.com%2Falbums%2Fs236%2Faifos_photos%2FImagem017.jpg&hash=0957d94300c3781935a2b4aca91a6b39)
Título:
Enviado por: pchunter em Janeiro 10, 2009, 02:41:36 pm
Vá lá nem tudo são mas noticias, ao menos os f-16 estão bem equipados HMD, targeting pods e jamming pods não esta mal agora sim vá lá, vá lá.
Já a gora quantos compramos? :D
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 10, 2009, 02:47:30 pm
Uma dúzia.  :wink:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 16, 2009, 12:34:47 pm
menos um cliente:

Citar
Além de estudar a compra de 14 caças F-16AM e dois F-16BM holandeses para substituir os F-5E Tiger III, o Chile também estuda a compra de 10 caças F-16 Block 50 novos adicionais com entrega entre 2010 e 2012. A frota aumentaria para 54 caças F-16 sendo 20 novos.
http://sistemasdearmas.blogspot.com/ (http://sistemasdearmas.blogspot.com/)
Título:
Enviado por: pchunter em Janeiro 16, 2009, 06:37:41 pm
Isso de vender f-16 já esta esquecido, em primeiro porque dificilmente os conseguíamos vender e segundo para termos uma força aérea com 20 caças mais vale não ter. O que é preciso é aumentar o nº de pilotos e o nº de hora voadas pelos pilotos isso é que era importante.
Título:
Enviado por: Portucale em Janeiro 16, 2009, 10:55:34 pm
Pois essa ideia de vender parte dos Falcon..........

Essa ideia apresenta uma série de questões.
Primeiro é necessário saber qual foi o acordo feito com os EUA no momento da compra, compramos para usar não para vender.
Depois ter o upgrade feito.
É claro que é necessário um comprador.
Por fim não nos podemos esquecer que quem compra quer assistência, algo que nós não podemos dar.
A conclusão é simples, venda só com o acordo dos EUA.

No fundo acho que foi uma ideia simplista para arranjar dinheiro de uma classe politica que percebe pouco (estou a ser simpático) de defesa.
Título:
Enviado por: Lightning em Janeiro 28, 2009, 07:18:06 pm
Para todos os aspirantes a Piloto de Caças :lol:  :lol: .

http://www.emfa.pt/www/includes/mostraV ... oes_50anos (http://www.emfa.pt/www/includes/mostraVideo.php?lang=pt&file=falcoes_50anos)
Título:
Enviado por: Lancero em Fevereiro 05, 2009, 02:57:27 pm
Citar
Defesa: Força Aérea realiza exercício de treino na Serra da Estrela

Lisboa, 05 Fev (Lusa)- A Força Aérea Portuguesa realiza até 12 de Fevereiro  o exercício "Descongelamento Real 09", com o objectivo de "maximizar o treino"  dos seus militares numa "multiplicidade de cenários que retratam conflitos  e ameaças actuais".    

 

   Esta operação, que decorre na zona da Serra da Estrela, é combinada  e conjunta, sendo dirigida pelo Comando Operacional da Força Aérea, através  da esquadra de aeronaves de combate F-16.  

 

   Segundo a Força Aérea, este exercício envolve "quatro bases militares,  o centro de comando e controlo da Força Aérea, cerca de 25 de aeronaves  de vários tipos e categorias", bem como 400 militares.    

 

   No exercício "Descongelamento Real 09" participam ainda "cerca de quatro  dezenas de militares do Exército", assim de vários "meios navais e fuzileiros,  integrando um exercício de instrução da Marinha Portuguesa".    

 

   No plano internacional o exercício conta com a presença de controladores  aéreos tácticos dos Estados Unidos, "quatro F-16 da Força Aérea Dinamarquesa,  um avião Radar da NATO e quatro F-18 da Força Aérea Espanhola".  
Título:
Enviado por: Lancero em Fevereiro 06, 2009, 12:47:05 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090206121742PTLUS9294856123392266.jpg&hash=4f249b3d1abef09828a853e98815e542)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090206122013PTLUS9294863123392281.jpg&hash=443b2cfcf1fd2e6f1f5da353e72b58d9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090206121443PTLUS9294853123392248.jpg&hash=6bbcaf10514b73d063863fcdf5a2c75e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090206121039PTLUS9293089123392223.jpg&hash=76df97a0cf90777d616a861964a70d1f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090206121315PTLUS9294857123392239.jpg&hash=a245683a477fb844a8de48aeb245dbf7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090205193526PTLUS9293091123386252.jpg&hash=de5f1d70f2584e9df5ed3e33ba35508b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090205193734PTLUS9293133123386265.jpg&hash=b24bdd37623e674770968afcca5b2834)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi165.photobucket.com%2Falbums%2Fu63%2FLancero2%2Ffevereiro09%2F20090205193918PTLUS9293131123386275.jpg&hash=38702da447b04f65e10bff91167e4960)

Citar

A Força Aérea Portuguesa está a fazer um exercício táctico "Real Thaw 09" que simula um cenário semelhante ao do Afeganistão em território nacional, envolvendo cerca de 400 militares e a participação de todos os ramos das forças armadas, na Base Aérea Nº 5, em Monte Real, 06 de Fevereiro de 2009. PAULO CUNHA/LUSA


Citar
Exercício: Força Aérea simula cenário do Afeganistão em território nacional  

 

 

    Leiria, 06 Fev (Lusa) -- A Força Aérea Portuguesa está a fazer um exercício táctico que simula um cenário semelhante ao do Afeganistão em território nacional, envolvendo cerca de 400 militares e a participação de todos os ramos das forças armadas.  

 

    O exercício, que começou dia 19 de Janeiro, denomina-se "Real Thaw 09" (descongelamento real 09), é da responsabilidade do Comando Operacional da Força Aérea, mas planeada e executada pela esquadra de aeronaves F16 301 Jaguares, sediada na Base Aérea nº 5 (BA5), de Monte Real, Leiria.  

 

    "É o mais importante exercício nacional", revelou quinta-feira aos jornalistas o comandante do grupo operacional da BA5, João Pereira, destacando, também, a importância de, pela primeira vez, se estar a operar o "targeting pod".

 

    "Trata-se de um equipamento que se coloca no F16, que emite um feixe laser que atinge o alvo no chão. A bomba 'olha' para o feixe, mesmo que este se mova, até atingir ao alvo", descreveu o militar.  

 

    Por seu turno, o comandante da esquadra de aeronaves F16 301 Jaguares, Carlos Lourenço, lembrou que o exercício "não existe na Europa", embora "numa escala maior" seja realizado nos Estados Unidos da América.  

 

    "É simular um cenário semelhante ao do Afeganistão em território nacional", observou.  

 

    Neste dia, a operação, desenvolvida ao minuto, passava por resgatar, no aeródromo de Seia, zona onde se desenvolveu grande parte deste exercício, um piloto cujo F16 tinha sido abatido pelas forças inimigas no dia anterior.

 

    A descrição do exercício, assim como as condições meteorológicas previstas, foram os temas dos "briefings" realizados pela manhã e que antecederam a operação durante a tarde.  

 

    A acção passou, primeiro, pela colocação de militares em terra, destacando-se os controladores tácticos, seguindo-se o lançamento de pára-quedistas, responsáveis pela segurança ao local, e a aterragem de um aviocar com uma equipa médica e elementos que garantiam a segurança do avião.  

 

    Depois, os helicópteros Allouette, com o piloto que se tinha ejectado no dia anterior, e, ainda, dois F16, munidos de armamento para a eventualidade de ser usado se alguém se aproximar do local de salvamento.  

 

    Diariamente, estão envolvidos no exercício cerca de 250 militares, nove estrangeiros: seis norte-americanos e três dinamarqueses.  

 

    "Tudo o que implicar uma operação nossa, em princípio é dentro de um conjunto de forças aliadas e nós temos que ter essa experiência de voar com os outros", declarou o major Carlos Lourenço a este propósito.  

 

    Por outro lado, apontou as "vantagens" da realização de uma operação destas em território nacional, como "o bom tempo".  

 

    "Na Europa, eles nestes meses de Inverno não voam muito, têm dificuldades em fazer missões", afirmou o comandante, sublinhando, ainda, as características da acção: "É um exercício chamativo, porque replica cenários reais que estão a acontecer agora".  

 

    Segundo o militar, "os pilotos precisam de fazer estas missões para conseguirem qualificações" de forma a actuarem, por exemplo, no Afeganistão.

 

    "Neste momento, em termos operacionais, estamos capacitados para voar e para assumir qualquer missão dentro da NATO, mesmo que seja de liderança", garantiu ainda o comandante da esquadra de aeronaves F16 301 Jaguares.  

 

    O exercício, que se prolonga até dia 12, prevê, na próxima semana, a participação da Marinha.  




Citar
06 Fevereiro 2009 - 00h30

Seia: Exercício único na Europa e o mais importante a nível nacional
Serra da Estrela vira Afeganistão
As montanhas geladas do Afeganistão foram ontem ‘recriadas’ na Serra da Estrela, em particular na zona de Seia, onde o Comando Operacional da Força Aérea (COFA) está a realizar o exercício ‘Real Thaw 09’ (Descongelamento Real 09), que envolve 25 aeronaves de vários tipos e categorias – e meio milhar de militares da Força Aérea, Exército e Marinha.


"Não estamos a criar um cenário de guerra, mas a replicar uma situação real, com um cenário permissivo, em que a nossa missão é a manutenção da paz", explicou o major Carlos Lourenço, comandante da esquadra 301 da Base Aérea de Monte Real, que opera os caça F16 equipados com MLU.

O Afeganistão foi usado como exemplo, por se tratar de um país onde os habitantes se opõem à intervenção de estrangeiros.

Os jornalistas puderam acompanhar ontem, como observadores, um exercício de resgate, num Alouette III, de um piloto numa zona onde havia registo de movimentos de rebeldes bem organizados, terroristas portanto. Foi necessária a intervenção de pára--quedistas do Exército para garantir a segurança da área de transferência do piloto, do helicóptero para um Aviocar, onde o esperava uma equipa médica.

Trata-se de um exercício "único na Europa e o mais importante a nível nacional, que acompanha as missões reais", disse o major Armando Leitão, comandante do exercício, explicando que "antes só havia envolvimento de aviões, sem ambições, mas agora há movimento no chão, envolvendo aviões, viaturas e pessoas".

O exercício, que começou no dia 19 de Janeiro e só termina na quinta-feira da próxima semana, conta com a presença de controladores aéreos tácticos dos EUA, oito aeronaves F16 da Força Aérea da Dinamarca e de Espanha e um avião Radar (E3A) da NATO.

TESTADO NOVO EQUIPAMENTO

Neste exercício está a ser testado o ‘Targeting Po’, um equipamento moderno constituído por câmaras normais e infravermelhos, que está instalado nos F16 MLU e permite observar e designar alvos aéreos e no chão. Com recurso a um feixe de laser, os alvos são fixados e destruídos. "A grande novidade deste exercício é o ‘Targeting Pod’, que está a ser testado num cenário real e numa operação que envolve outras forças", salientou o tenente-coronel João Pereira, comandante do Grupo Operacional da Base Aérea de Monte Real.

DETALHES

MAXIMIZAR TREINO

O exercício procura maximizar o treino dos militares, que aplicam o emprego táctico do poder aéreo, providenciando uma multiplicidade de cenários que retratam os conflitos e ameaças mais actuais.

OPERAÇÃO COMBINADA

O ‘Real Thaw’ é uma operação combinada e conjunta, organizada pelo Comando Operacional da Força Aérea e executada pela Base Aérea de Monte Real.

MEIOS ENVOLVIDOS

O exercício envolve quatro bases aéreas nacionais, 25 aeronaves de vários tipos e categorias, que operam os helicópteros Alouette III, os aviões Aviocar C-212-100 e os caça F16.

Isabel Jordão

http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx ... 0000000010 (http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=46802251-E848-48B2-93C7-DB0349682981&channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010)
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Fevereiro 06, 2009, 04:19:04 pm
Simulação da Força Aérea

A Força Aérea Portuguesa está a fazer um exercício táctico que simula um cenário semelhante ao do Afeganistão em território nacional, envolvendo cerca de 400 militares e a participação de todos os ramos das forças armadas

video: http://videos.sapo.pt/IHFPYc51073JTmEoOYR1 (http://videos.sapo.pt/IHFPYc51073JTmEoOYR1)
Título:
Enviado por: Moisés Magalhães em Fevereiro 08, 2009, 09:38:30 pm
Caros colegas do Forum,

Gostaria de saber se possível quantos F16 MLU se encontram neste momento em serviço?

Quantos na 201 e na 301...

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 08, 2009, 10:42:36 pm
Citação de: "Moisés Magalhães"
Caros colegas do Forum,

Gostaria de saber se possível quantos F16 MLU se encontram neste momento em serviço?

Quantos na 201 e na 301...

Cumprimentos,


http://callsignafp.blogspot.com/2007/07 ... os-de.html (http://callsignafp.blogspot.com/2007/07/f-16ab-mlu-matrculas-fap-e-nmeros-de.html)
Título:
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 08, 2009, 10:45:29 pm
Esquadra 201 - 0 F-16MLU - 15 F-16 A/B Block 15
Esquadra 301 - 12 F16 MLU AM/BM
Título:
Enviado por: General Spínola em Fevereiro 09, 2009, 07:27:07 pm
Citação de: "Instrutor"
Esquadra 201 - 0 F-16MLU - 15 F-16 A/B Block 15
Esquadra 301 - 12 F16 MLU AM/BM


Desculpem a minha ignorância, mas porque razão estão todos os MLU na esquadra Jaguares e nenhum na dos Falcões?
Título:
Enviado por: Lightning em Fevereiro 09, 2009, 09:12:46 pm
Citação de: "General Spínola"
Desculpem a minha ignorância, mas porque razão estão todos os MLU na esquadra Jaguares e nenhum na dos Falcões?


Penso que a razão se chama uniformização, isto é, uma esquadra tem um unico tipo de aeronave (salvo raras exepcções) para pilotos e mecanicos operarem, é por isso que não existem F-16 ou EH101 espalhados por todas as bases da Força Aérea.

É que apesar de visualmente o F-16 MLU e o F-16 OCU serem aeronaves praticamente identicas, do ponto de vista do piloto são aeronaves diferentes, com equipamentos diferentes, que fazem coisas diferentes, etc, logo é melhor que um piloto se especialize numa aeronave, e não que ande a saltar, OCU, MLU, OCU, MLU, assim não vai a lado nenhum, mas acredito que existem pilotos que voem em ambos os aparelhos.

E penso que enquanto existirem dois tipos de F-16 se vai continuar assim, só quando existirem F-16 MLU em numero suficiente para já não serem precisos os F-16 OCU é que a esquadra 201 vai mudar para os F-16 MLU.

PS: A exepção que eu conheço chamava-se esquadra 711, que existiu nos Açores e tinha simultaneamente Puma e Aviocar, mas mesmo assim havia pilotos e mecanicos de Puma e piotos e mecanicos de Aviocar, só que estavam sob o mesmo comando.
Título:
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 09, 2009, 09:55:17 pm
Penso que as esquadras se vao manter, embora a uniformização dos aparelhos seja urgente as missoes atribuidas a cada esquadra é diferente, a 201 tem por missao controlo do espaço aereo portugues e a 301 missoes de ataque ao solo e bombardeamentos cirurgicos, contudo o motivo pelo qual a esq. 301 operar F-16 MLU e a esq. 201 operar F-16 OCU é a seguinte:
com a chegada dos F-16 a Portugal em 1994, a esquadra 201 operava o velhinho e obsoleto A7P Corsair, um aviao mais vocacionado para ataque ao solo do que combate aereo, a esquadra 301 estava estacionada em Beja e operava os entao Alpha Jett, essa vintena de F-16 OCU vieram novos e foram direitinhos para as maos da esq. 201 que rapidamente substituiu os entao A7 pelos F-16. Uma segunda remessa de 25 F-16 chegaram ja em segunda mao em 1999 e decidiu-se empregar este aviao graças a sua alta manobridade para ataque ao solo, entao estes F-16 OCU em segunda mao, foram para a esquadra 301 estacionada em Beja que mais tarde passou para Monte Real, deixando de operar os Alpha Jett, como os F-16 do segundo lote eram em 2ª mao decidiu-se por começar por estes os programa MLU, por isso é que a esq. 301 ja opera cerca de 12 F-16 MLU e a esquadra 201 opera os F-16 OCU que tambem aguardam a sua modernização.
Título:
Enviado por: tyr em Fevereiro 09, 2009, 10:13:59 pm
uma pequena correcção, a esquadra 201 estava desactivada antes da chegada dos F16, pois foi desactivada quando os F86Sabre foram abatidos.
Os F16A vieram substituir um avião que não existiu em portugal durante uns bons aninhos, os F16MLU vieram substituir os A7 das esquadras 302 e 304, enquanto os Ajet, vieram substituir os Cessna T34, Lockheed T33 e os T38 Talon(que se não me engano ja não voavam há uns aninhos) da esquadra 103 e os Fiat G91, das esquadras 301 e 303.
Para manter um esquadrão tiger, os F16MLU foram para o 301 quando os Ajet foram tretirados do encargo operacional (não sei se o termo é correcto a nivel FAP, mas é o a nivel exercito :P ), pois é o unico esquadrão tiger em portugal
escrevi isto de cor, por isso se tiver um errozinho agradecia que me puxassem as orelhas.
Título:
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 09, 2009, 10:17:16 pm
obrigado pela correcção. :wink:
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 09, 2009, 10:29:28 pm
Citação de: "tyr"
uma pequena correcção, a esquadra 201 estava desactivada antes da chegada dos F16, pois foi desactivada quando os F86Sabre foram abatidos.
Os F16A vieram substituir um avião que não existiu em portugal durante uns bons aninhos, os F16MLU vieram substituir os A7 das esquadras 302 e 304, enquanto os Ajet, vieram substituir os Cessna T34, Lockheed T33 e os T38 Talon(que se não me engano ja não voavam há uns aninhos) da esquadra 103 e os Fiat G91, das esquadras 301 e 303.
Para manter um esquadrão tiger, os F16MLU foram para o 301 quando os Ajet foram tretirados do encargo operacional (não sei se o termo é correcto a nivel FAP, mas é o a nivel exercito :wink:
Título:
Enviado por: tyr em Fevereiro 09, 2009, 10:33:58 pm
Pela correcção estou a ver que a minha memória, não esta assim tão má  :D
Título:
Enviado por: Lightning em Fevereiro 09, 2009, 11:27:00 pm
Citação de: "Instrutor"
Penso que as esquadras se vao manter, embora a uniformização dos aparelhos seja urgente as missoes atribuidas a cada esquadra é diferente, a 201 tem por missao controlo do espaço aereo portugues e a 301 missoes de ataque ao solo e bombardeamentos cirurgicos

Apesar de isso ser o que acontece actualmente, porque o F-16 MLU tem uma melhor capacidade ar-solo que o F-16 OCU, e também porque a designação numérica das esquadras também indicar isso mesmo, esquadra 201 (caça) e esquadra 301 (ataque), mas no site da Força Aérea indica exactamente as mesmas missões para ambas as esquadras, talvez já a prever quando ambas as esquadras operarem o mesmo avião???

Citar
contudo o motivo pelo qual a esq. 301 operar F-16 MLU e a esq. 201 operar F-16 OCU é a seguinte:
com a chegada dos F-16 a Portugal em 1994, a esquadra 201 operava o velhinho e obsoleto A7P Corsair, um aviao mais vocacionado para ataque ao solo do que combate aereo, a esquadra 301 estava estacionada em Beja e operava os entao Alpha Jett, essa vintena de F-16 OCU vieram novos e foram direitinhos para as maos da esq. 201 que rapidamente substituiu os entao A7 pelos F-16. Uma segunda remessa de 25 F-16 chegaram ja em segunda mao em 1999 e decidiu-se empregar este aviao graças a sua alta manobridade para ataque ao solo, entao estes F-16 OCU em segunda mao, foram para a esquadra 301 estacionada em Beja que mais tarde passou para Monte Real, deixando de operar os Alpha Jett, como os F-16 do segundo lote eram em 2ª mao decidiu-se por começar por estes os programa MLU, por isso é que a esq. 301 ja opera cerca de 12 F-16 MLU e a esquadra 201 opera os F-16 OCU que tambem aguardam a sua modernização.


Como já foi referido por outros foristas, no geral concordo consigo, quando os A-7P foram abatidos ao serviço, as esquadras 302 e 304 foram desactivadas, os primeiros 20 F-16 que vieram nos anos 90 só davam para uma esquadra, logo reactivou-se a 201.

Com a vinda de mais 25 F-16, havia várias hipoteses, ou reactivava-se uma segunda esquadra de caças (como se falou durante uns tempos), ou aproveitava-se uma esquadra já existente que tivesse em vias de ser desactivada, (esquadra 301 sediada em Beja e equipada com Alpha Jets), que operava uma aeronave desactualizada para o campo de batalha moderno, além de ser uma esquadra Tiger que convinha preservar, deste modo mantem-se as heranças históricas de várias aeronaves e esquadras que existiram no passado.

A esquadra 201 é a herdeira dos F-86 e dos A-7 e a esquadra 301 é a herdeira dos Fiats e dos Alpha Jet (operacionais), actualmente estas duas correntes convergiram para um ponto comum que é o F-16 MLU.
Título:
Enviado por: Johnnie em Fevereiro 10, 2009, 03:32:43 pm
Citação de: "Instrutor"
Esquadra 201 - 0 F-16MLU - 15 F-16 A/B Block 15
Esquadra 301 - 12 F16 MLU AM/BM


15 ? Não serão 19 ??  :roll:
Título:
Enviado por: papatango em Fevereiro 10, 2009, 03:52:08 pm
Citar
A esquadra 201 é a herdeira dos F-86 e dos A-7 e a esquadra 301 é a herdeira dos Fiats e dos Alpha Jet (operacionais), actualmente estas duas correntes convergiram para um ponto comum que é o F-16 MLU.


A título de mera curiosidade (não estou a corrigir ninguém), não deixa de ser engraçado misturar os F-86 com os A-7. Os A-7 não eram aeronaves de caça ou de intercepção mas sim de ataque, portanto a esquadra que operou os A-7, acabou por operar na realidade uma aeronave de ataque.

Portugal recebeu os A-7 e nessa altura ficou sem um caça interceptor puro.
Dificilmente um F-16 poderia ser herdeiro de um A-7 «Corsair»

= = = =

Uma outra curiosidade:
Pelo que percebo do que aqui e noutros lugares foi dito, as duas esquadras poderão ter funções diferentes mas operar o mesmo avião. O que muda é a configuração da aeronave e as missões que lhe forem atribuidas.

Um F-16AM/BM (ou F-16 MLU) é superior a um F-16A/B (block 15) em praticamente tudo. A sua capacidade para ataque nocturno, visão digital do terreno, possibilidade de utilizar armas inteligentes etc... tornam-no superior a qualquer aeronave de ataque.
A sua capacidade para funcionar como interceptor e identificar alvos a maior distância tornam-no superior ao F-16 A/B (Block 15).

A utilização de aeronaves de um tipo ou de outro por uma unidade não se deverá por isso destinar a «separar as águas» devendo provavelmente ser resultado de necessidades pontuais.

Um exemplo: Pilotos que se vão embora dentro de pouco tempo, poderiam continuar a voar F-16 A/B, porque não vale a pena investir neles. A organização ou reorganização de uma força, depende de muitos (muitíssimos) factores e não apenas do material disponível num determinado lugar numa determinada altura.

Cumprimentos
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 10, 2009, 04:29:08 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "General Spínola"
Desculpem a minha ignorância, mas porque razão estão todos os MLU na esquadra Jaguares e nenhum na dos Falcões?

Penso que a razão se chama uniformização, isto é, uma esquadra tem um unico tipo de aeronave (salvo raras exepcções) para pilotos e mecanicos operarem, é por isso que não existem F-16 ou EH101 espalhados por todas as bases da Força Aérea.


Convém não esquecer que os primeiros F-16AM (15133 e 15121) foram atribuídos inicialmente à Esq. 201 "Falcões" porque a 301 ainda operava em Beja com os Alpha-Jet A. Durante algum tempo pensou-se que os MLU iriam ser operados pela Esq. 202 "Galos", a ser criada, mas o passo mais lógico (visto os MLU introduzirem a função ar-solo) seria a sua atribuição aos Jaguares, algo que aconteceu em Novembro de 2005 com a reactivação da Esquadra na Base Aérea de Monte Real.

Porquê os MLU nos Jaguares? Pelo facto dos MLU serem verdadeiros caças multi-role. Têm mais capacidade na arena ar-ar que os OCU Block 15? Têm, mas a ênfase foi dada a missões ofensivas (ASFAO), missão primária da Esq. 301. Os OCU não possuem capacidade para operar com boa parte dos sistemas que entretanto foram adquiridos para os MLU e daí o passo lógico de atribuir primeiro os F-16 MLU aos Jaguares.

A seu tempo, toda a frota F-16 portuguesa estará modificada para o padrão MLU, algo que trará claros benefícios não só pela capacidade acrescida dos aparelhos em teatro ar-ar e ar-superfície, mas também pela mais vasta panóplia de armamento disponível:

ar-ar: AMRAAM, IRIS-T/AIM-9X, AIM-9Li;
ar-solo: pod de designação de alvos Litening AT, bombas de ferro convencionais, bombas guiadas por laser Paveway, bombas guiadas por GPS JDAM, NVGs, JHMCS, etc.
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 10, 2009, 04:52:46 pm
Citação de: "papatango"
Citar
A esquadra 201 é a herdeira dos F-86 e dos A-7 e a esquadra 301 é a herdeira dos Fiats e dos Alpha Jet (operacionais), actualmente estas duas correntes convergiram para um ponto comum que é o F-16 MLU.

A título de mera curiosidade (não estou a corrigir ninguém), não deixa de ser engraçado misturar os F-86 com os A-7. Os A-7 não eram aeronaves de caça ou de intercepção mas sim de ataque, portanto a esquadra que operou os A-7, acabou por operar na realidade uma aeronave de ataque.

Portugal recebeu os A-7 e nessa altura ficou sem um caça interceptor puro.
Dificilmente um F-16 poderia ser herdeiro de um A-7 «Corsair»

O meu colega setubalense Papatango não está a corrigir ninguém até porque não há nada para corrigir.  :mrgreen:
Título:
Enviado por: Lightning em Fevereiro 10, 2009, 11:54:36 pm
Não vou citar ninguém senão tinha muito para citar :lol: . Eu percebo que a nivel de numeração de esquadras e do tipo de aeronave não tem lógica que se diga que o F-16 é herdeiro do A-7, o A-7 é um avião de ataque e as esquadras eram 302 e 304, esquadras de ataque, nesse aspecto é F-86 Sabre - vazio - F-16 fighting Falcon. Mas a nivel das pessoas que trabalham na Força Aérea não é isso que acontece, os ultimos pilotos do F-86 foram os primeiros do A-7P e os ultimos pilotos do A-7P foram os primeiros dos F-16, e a nivel dos mecanicos a mesma coisa, logo para eles é uma sequencia directa F-86 - A-7P - F-16.

Alias, a esquadra de ataque 302, que operou o A-7P Corsair, quando foi activada, herdou além do pessoal, o nome "Falcões" dos F-86 Sabre, logo penso que sempre se considerou sucessor um do outro.
Título:
Enviado por: Pedro Monteiro em Fevereiro 11, 2009, 11:40:43 pm
Algumas informações recentes sobre a frota MLU e as esquadras de F-16:
http://www.defesanet.com.br/nato/pt_real_thaw.htm (http://www.defesanet.com.br/nato/pt_real_thaw.htm)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg.photobucket.com%2Falbums%2Fv293%2Filha113%2Fdefesanet12.jpg&hash=bc080a13584b93b51fa9e2a565f971ce)

Cumprimentos,
Pedro Monteiro
Título:
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 23, 2009, 05:12:47 pm
primeiro falcão MLU já voa:

O primeiro voo de um OCU modificado para MLU, que ocorreu na passada quarta-feira, dia 18 de Fevereiro

fotos

http://passarodeferro.blogspot.com/ (http://passarodeferro.blogspot.com/)
Título:
Enviado por: P44 em Fevereiro 25, 2009, 02:27:08 pm
Citar
Lockheed wins $797 mln deal for Turkish fighters


Tue Feb 24, 2009 6:15pm EST

WASHINGTON, Feb 24 (Reuters) - Lockheed Martin Corp (LMT.N) has won a $797 million contract modification to supply 14 F-16C and 16 F-16D Block 50 fighter jets to the Turkish government, the Pentagon said on Tuesday.

The Air Force modified an earlier firm, fixed-price contract with Lockheed, the Pentagon said in its daily digest of major arms deals.

In September 2006, the Pentagon approved the sale to Turkey of the 30 fighter jets, engines, radar and electronic warfare equipment, a deal valued at $2.9 billion if all options were exercised.

At the time, it said the sale would improve Turkey's ability to defend its own borders and better contribute to U.S.-led anti-terrorism efforts and NATO operations.

Lockheed, which signed a contract with Turkey in May 2007 for its part of the work, a deal valued at $1.78 billion, won an initial amount of $187 million in July 2007 to begin purchasing long-lead items for the fighter jets.

Tuesday's contract announcement paved the way for actual production work to begin on the aircraft, said a Lockheed spokeswoman. (Reporting by Andrea Shalal-Esa; Editing by Gary Hill and Jeffrey Benkoe)


http://www.reuters.com/article/marketsN ... 0220090224 (http://www.reuters.com/article/marketsNews/idUSN2443820220090224)
Título:
Enviado por: pchunter em Fevereiro 25, 2009, 02:39:06 pm
Uma coisa que me salta à vista é o facto destes novos f-16 não virem equipados com radares AESA mas sim com Northrop Grumman APG-68(V)9. Não esta em causa a qualidade do mesmo mas como a Northrop Grumman esta a desenvolver um radar AESA para os f-16 inclusive para os A/B sem qualquer alteração estrutural e com um alcance de 160Km chamado SABR.
Agúem pode esclarecer esta escolha?
Título:
Enviado por: Lightning em Fevereiro 25, 2009, 02:40:16 pm
Citação de: "P44"
Citar
Lockheed wins $797 mln deal for Turkish fighters


Tue Feb 24, 2009 6:15pm EST

WASHINGTON, Feb 24 (Reuters) - Lockheed Martin Corp (LMT.N) has won a $797 million contract modification to supply 14 F-16C and 16 F-16D Block 50 fighter jets to the Turkish government, the Pentagon said on Tuesday.

The Air Force modified an earlier firm, fixed-price contract with Lockheed, the Pentagon said in its daily digest of major arms deals.

In September 2006, the Pentagon approved the sale to Turkey of the 30 fighter jets, engines, radar and electronic warfare equipment, a deal valued at $2.9 billion if all options were exercised.

At the time, it said the sale would improve Turkey's ability to defend its own borders and better contribute to U.S.-led anti-terrorism efforts and NATO operations.

Lockheed, which signed a contract with Turkey in May 2007 for its part of the work, a deal valued at $1.78 billion, won an initial amount of $187 million in July 2007 to begin purchasing long-lead items for the fighter jets.

Tuesday's contract announcement paved the way for actual production work to begin on the aircraft, said a Lockheed spokeswoman. (Reporting by Andrea Shalal-Esa; Editing by Gary Hill and Jeffrey Benkoe)

http://www.reuters.com/article/marketsN ... 0220090224 (http://www.reuters.com/article/marketsNews/idUSN2443820220090224)


Essa noticia não é sobre os F-16 portugueses, por isso vai ser tranferida para as noticias das Forças Aéreas:

http://www.forumdefesa.com/forum/viewto ... 596#148596 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?p=148596#148596)
Título:
Enviado por: moroccan_soldier em Fevereiro 25, 2009, 07:16:38 pm
este é um exemplo do novo F-16 block 52 + marroquinos será entregue fora para começar no próximo ano  :wink:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg187.imageshack.us%2Fimg187%2F8111%2Fblk52.jpg&hash=003227b43d1bc49614a70ca7b2291d84) (http://http)
Título:
Enviado por: MARIA JOSE em Fevereiro 25, 2009, 07:20:33 pm
Muy bonito el F-16 MLU portugues.
Título:
Enviado por: pedro em Fevereiro 25, 2009, 09:36:56 pm
Maria Jose cuantos años tiene osted?
Saludos
Título:
Enviado por: MARIA JOSE em Fevereiro 26, 2009, 09:06:39 am
Muchos mas que usted seguro. ¿Por qué lo pregunta?.
Título:
Enviado por: Falcão04 em Fevereiro 26, 2009, 10:38:37 am
Como não sei muito bem onde me apresentar no ForumDefesa, escolhi este local, por ser, digamos, minimamente apropriado e susceptivel de futuras participacões.
Sou o António Luís, assinado como Falcão04 e um interessado e estudioso dos temas ligados à aviacão militar global e portuguesa muito em particular.
Para quem ainda não sabe, sou o (orgulhoso) "Comandante" do Pássaro de Ferro, um blog actualizado 2 a 3 vezes por semana, dedicado aos aviões e onde, com alguns colaboradores, damos corpo à "Paixão pelos aviões".
Espero poder dar o meu humilde contributo para algumas conversas sobre a Forca Aérea.

Nota: O computador de onde me apresento NÃO tem o "C" com cedilha, pelo que me penitencio pela falha... :oops:

Saudacões aeronáuticas.
Título:
Enviado por: pedro em Fevereiro 26, 2009, 12:42:18 pm
por nada so que as vezes os seus comportamentos são pessimos.
Saludos
Título:
Enviado por: Jorge Pereira em Fevereiro 26, 2009, 12:48:58 pm
Citação de: "Falcão04"
Como não sei muito bem onde me apresentar no ForumDefesa, escolhi este local, por ser, digamos, minimamente apropriado e susceptivel de futuras participacões.
Sou o António Luís, assinado como Falcão04 e um interessado e estudioso dos temas ligados à aviacão militar global e portuguesa muito em particular.
Para quem ainda não sabe, sou o (orgulhoso) "Comandante" do Pássaro de Ferro, um blog actualizado 2 a 3 vezes por semana, dedicado aos aviões e onde, com alguns colaboradores, damos corpo à "Paixão pelos aviões".
Espero poder dar o meu humilde contributo para algumas conversas sobre a Forca Aérea.

Nota: O computador de onde me apresento NÃO tem o "C" com cedilha, pelo que me penitencio pela falha... :wink:
Título:
Enviado por: MARIA JOSE em Fevereiro 26, 2009, 01:49:32 pm
¿Lo dice por que califiqué de portugueses los F-16 moros?
lo hice porque hace dos dias el moderador quitó un avion del foro por que no se correspondia con el tema y hay ahora unas fotos de F16 moro que no son quitadas.
Título:
Enviado por: moroccan_soldier em Fevereiro 26, 2009, 06:56:29 pm
Citação de: "pedro"
Maria Jose cuantos años tiene osted?
Saludos


muy buena pregunta a ese,asi podremos saber si estamos hablando o mejor dicho descutiendo con niñatos o con gente mayor de edad  :mrgreen:
Título:
Enviado por: pedro em Fevereiro 26, 2009, 08:36:01 pm
As minhas perguntas são sempre boas. c34x
Cumprimentos
Título:
Enviado por: Menacho em Fevereiro 26, 2009, 10:23:52 pm
En ese caso que todos digan asua edad, ya que tienen la mala educaÇao de preguntar la edad de una Señorita............

Les diré que no se que edad tiene ni falta que hace..............puesto que está de muy buen ver.... :P
Título:
Enviado por: pedro em Fevereiro 27, 2009, 12:59:13 am
Sim talvez tenha razão mas uma coisa é certa se anda na casa dos 20, então deve ser algo pouco responsavel. :roll: , para vir para aqui dizer o que diz no forum português.
Cumprimentos
Título:
Enviado por: Menacho em Março 22, 2009, 12:03:07 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.defencetalk.com%2Fpictures%2Fdata%2F4584%2Faah3.jpg&hash=15b056f307b8ef5222e4875d6dda6073)
Título:
Enviado por: Moisés Magalhães em Março 22, 2009, 09:28:56 pm
Gostaria de saber se os nossos f-16 MLU têm capacidade de instalar depósitos conformais, obrigada.

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: ShadIntel em Março 22, 2009, 09:39:06 pm
Citação de: "Moisés Magalhães"
Gostaria de saber se os nossos f-16 MLU têm capacidade de instalar depósitos conformais, obrigada.

Cumprimentos,

Não, os CFT não podem ser adaptados a nenhuma versão do F-16 anterior aos Block 50/52.

Cumprimentos.
Título:
Enviado por: antoninho em Março 24, 2009, 02:51:43 pm
Hoje ao passar na antiga FIL em Alcântara vi este F16, tirei a foto com o telemóvel  por isso...


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi565.photobucket.com%2Falbums%2Fss97%2Fantoninho25%2FFoto0046-1.jpg&hash=06e432baee459f903866b09ce3e0c869)
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Março 24, 2009, 04:52:28 pm
Caro antoninho podia assinalar com um círculo a vermelho  :wink:
Título:
Enviado por: Crypter em Março 24, 2009, 04:57:33 pm
Citação de: "antoninho"
Hoje ao passar na antiga FIL em Alcântara vi este F16, tirei a foto com o telemóvel  por isso...

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi565.photobucket.com%2Falbums%2Fss97%2Fantoninho25%2FFoto0046-1.jpg&hash=06e432baee459f903866b09ce3e0c869)


Onde está o wally??  :lol:
Título:
Enviado por: TOMSK em Março 24, 2009, 05:26:31 pm
O engraçado é que vai tudo olhar para o céu à procura do F16...  :rir:
Título:
Enviado por: antoninho em Março 24, 2009, 05:35:33 pm
Pois pensava eu que iriam olhar para baixo e reparavam nele com o motor deste fora...... é o de exposição!!!!!
Se alguém passar por lá já sabe....vá vê-lo e se tirar umas fotos ainda melhor!!!
Título:
Enviado por: TOMSK em Março 24, 2009, 05:44:06 pm
Eu passei por lá ontem:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi380.photobucket.com%2Falbums%2Foo246%2Fpanzer18%2Fbscap0004.jpg&hash=9f6af8ee21c417d7edf748594f8ed5f1)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi380.photobucket.com%2Falbums%2Foo246%2Fpanzer18%2Fbscap0005.jpg&hash=537704a0978c1021018c892fcec4712b)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi380.photobucket.com%2Falbums%2Foo246%2Fpanzer18%2Fbscap0003.jpg&hash=d9d01f010f20c9b2dd8655131a6e61df)

Também estava lá uma viatura do exército

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi380.photobucket.com%2Falbums%2Foo246%2Fpanzer18%2Fbscap0006.jpg&hash=784fff15bcf5466536220b0b63d62a84)
Título:
Enviado por: Xô Valente em Março 24, 2009, 08:41:26 pm
Eu passei por lá este Sábado. Era uma exposição das Forças Armadas (Força Aérea, Fuzileiros e Comandos). Foi muito fixe.
Ainda peguei numa G3 com mira de visão nocturna e fiz uns tiros de G36 (Airsoft) numa tenda dos Fuzileiros.
Muito porreiro. :D
Cumprimentos.
Título:
Enviado por: Instrutor em Março 25, 2009, 04:49:09 pm
Este ja é MLU, ou ainda OCU??
Título:
Enviado por: Instrutor em Março 25, 2009, 04:51:06 pm
É a vantagem de se estar em grandes cidades.... é pena que estas iniciativas não se façam mais para o interior para as pessoas terem mais contacto com a vida militar.... em Mirandela, Vila Real ou Bragança existem diversos lugares onde se poderiam fazer actividades desta natureza.... fica a sugestão de se realizarem mais exposiçoes no interior do País.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Março 25, 2009, 04:53:14 pm
Citação de: "Instrutor"
Este ja é MLU, ou ainda OCU??


esse o 15100 e é um OCU, e não voa apenas serve para exposições mais nada.
Título:
Enviado por: Instrutor em Março 25, 2009, 04:55:18 pm
Obrigado Nelson, é do lote para vendas??? :lol:  :lol:
Título:
Enviado por: Daniel em Março 25, 2009, 07:37:07 pm
TOMSK
Citar
O engraçado é que vai tudo olhar para o céu à procura do F16...


Exactamente o que fiz. :mrgreen:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Março 27, 2009, 11:29:46 am
e já vamos no 15º avião MLU

Citar
15133 ª, F-16AM (2003)
15139 ª, F-16BM (2004)
15121 º, F-16AM (2004; 1º voo BA5, 28Set04)
15138 º, F-16BM (2005; 1º voo BA5, 23Nov05)
15137 , F-16BM (2006; 1º voo BA5, 29Jun06)
15123 , F-16AM (2007; 1º voo BA5, 11Jan07)
15124 , F-16AM (2007; 1º voo BA5, ??Jun07)
15140 , F-16BM (2008; 1º voo BA5, 28Jan08)
15122 , F-16AM (2008; 1º voo BA5, 05Mar08)
15134 , F-16AM (2008; 1º voo BA5, 18Jun08)
15126 , F-16AM (2008; 1º voo BA5, ??Ago08)
15127 , F-16AM (2008; 1º voo BA5, ??Nov08)
15128 , F-16AM (2008; 1º voo BA5, ??Dez08)
15104 *, F-16AM (2009; 1º voo BA5, 18Fev09)
15125 , F-16AM (2009; )
http://callsignafp.blogspot.com/2007/07 ... os-de.html (http://callsignafp.blogspot.com/2007/07/f-16ab-mlu-matrculas-fap-e-nmeros-de.html)
Título:
Enviado por: Lancero em Março 27, 2009, 12:47:56 pm
Citar
Algarve: Força Aérea obriga avioneta a aterrar
Militares explicam que desconfiaram que «transportava droga»

Uma avioneta foi esta sexta-feira forçada a aterrar por um caça da Força Aérea no aeródromo da Praia Verde, no Algarve, por se «desconfiar que transportava droga», disse esta sexta-feira à Lusa fonte militar.

A Força Aérea Portuguesa (FAP) interceptou a aeronave e obrigou o piloto a aterrar no aeródromo da Praia Verde, no sotavento algarvio.

Vinha de África

A avioneta era «proveniente da costa do Norte de África», e foi seguida por um caça F-16 da Força Aérea Portuguesa após o «alerta do Sistema de Defesa Aérea Espanhol», disse à agência Lusa o tenente-coronel Paulo Gonçalves, daquele ramo militar.

A avioneta entrou primeiro em espaço aéreo espanhol, tendo «manobrado naquele território», e depois dirigiu-se para Portugal, altura em que o alerta foi enviado para a Força Aérea através do Sistema Integrado de Defesa da Europeu da NATO, explicou o oficial.

Piloto fugiu

Após a aterragem da aeronave na pista de terra batida do aeródromo da Praia Verde, com cerca de 730 metros de comprimento, o piloto da avioneta fugiu do aparelho, tendo levado as autoridades a cercar aquela região.

As autoridades nacionais, através da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia Judiciaria (PJ), montaram um perímetro de segurança junto ao aeródromo, na freguesia de São Bartolomeu, perto de Monte Gordo, e evacuaram a zona, verificou a Lusa no local.

A GNR está à procura do piloto da aeronave com recurso a cães de busca


http://diario.iol.pt/sociedade/algarve- ... -4071.html (http://diario.iol.pt/sociedade/algarve-avioneta-forca-aerea-droga-trafico-aterragem/1052740-4071.html)
Título:
Enviado por: macer em Março 27, 2009, 01:35:29 pm
Quantos F16 temos no total?
Título:
Enviado por: ShadIntel em Março 27, 2009, 01:42:16 pm
Citação de: "macer"
Quantos F16 temos no total?

 :arrow:  http://callsignafp.blogspot.com/2008/01 ... s-fap.html (http://callsignafp.blogspot.com/2008/01/f-16-fighting-falcon-matrculas-fap.html)
Título:
Enviado por: Daniel em Março 27, 2009, 01:55:50 pm
Citar
após o «alerta do Sistema de Defesa Aérea Espanhol»

 :roll:  Sem palavras
Título:
Enviado por: Mercurio em Março 27, 2009, 02:00:15 pm
Força Aérea Portuguesa força aeronave civil a aterrar no Algarve

 

Na manhã do dia 27 de Março de 2009, o Sistema de Defesa Aérea Espanhol, no âmbito da Defesa Aérea Integrada para a Europa da NATO (NATINADS), alertou a Força Aérea Portuguesa, que teria no seu território uma situação suspeita com uma aeronave ligeira civil. A aeronave suspeita teria vindo do Norte de África e, após ter evoluído em espaço aéreo espanhol, dirigia-se para o espaço aéreo português, estando a ser acompanhada por aviões de combate – Eurofighter – espanhóis.

 

De imediato a Força Aérea Portuguesa activou as aeronaves de combate F16, que estão de alerta permanente na Base Aérea de Monte Real.

 

Seguida por radares de defesa aérea portugueses e espanhóis, a aeronave suspeita entrou em espaço aéreo português, onde os Eurofighters espanhóis passaram a operação para os F16 portugueses. A Força Aérea manteve as autoridades policiais informadas do evoluir da missão, a fim de poderem actuar em conformidade no terreno.

 

A aeronave civil acabou por ser forçada a aterrar no aeródromo da Praia Verde, perto de Monte Gordo, no Sotavento Algarvio, por um F16 português, onde as autoridades policiais tomaram conta da situação.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Março 27, 2009, 02:02:08 pm
Citação de: "Daniel"
Citar
após o «alerta do Sistema de Defesa Aérea Espanhol»
:roll:  Sem palavras

Qual o espanto, se a avioneta entrou primeiro no espaço aéreo espanhol ?
Para isso é que serve o Sistema de Defesa Aérea Integrado da NATO.
Título:
Enviado por: Daniel em Março 27, 2009, 04:47:43 pm
ShadIntel
Citar
Qual o espanto, se a avioneta entrou primeiro no espaço aéreo espanhol ?
Para isso é que serve o Sistema de Defesa Aérea Integrado da NATO.


Não é espanto nenhum, me pergunto, se não fosse pelo sistema de defesa aérea integrado da Nato, e se os espanhóis não tivessem dado aviso, e a aeronave tivesse entrado primeiro no nosso espaço aéreo, se tinhamos dado conta :roll:
Título:
Enviado por: Daniel em Março 27, 2009, 05:09:21 pm
Já agora, como é que está o nosso Sistema de Defesa Aérea  :?:
Título:
Enviado por: ShadIntel em Março 27, 2009, 05:11:04 pm
Citação de: "Daniel"
ShadIntel
Citar
Qual o espanto, se a avioneta entrou primeiro no espaço aéreo espanhol ?
Para isso é que serve o Sistema de Defesa Aérea Integrado da NATO.

Não é espanto nenhum, me pergunto, se não fosse pelo sistema de defesa aérea integrado da Nato, e se os espanhóis não tivessem dado aviso, e a aeronave tivesse entrado primeiro no nosso espaço aéreo, se tinhamos dado conta :roll:

Ou seja, duvida que o pessoal da ER1, assim como o das outras componentes do SICCAP, faça o seu trabalho tão bem como os vizinhos ? Os nossos militares agradecem com certeza essa demonstração de confiança...
Título:
Enviado por: Daniel em Março 27, 2009, 05:17:35 pm
ShadIntel
Citar
Ou seja, duvida que o pessoal da ER1, assim como o das outras componentes do SICCAP, faça o seu trabalho tão bem como os vizinhos ? Os nossos militares agradecem com certeza essa demonstração de confiança...


Caro ShadIntel, a duvida não está nos militares, confio no nosso pessoal, no que é nosso, e sei que temos capacidades, não somos menos que os outros em nada, a minha duvida ai sim, está no nosso sistema de defesa aérea.
Título: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Francisco Ferreira em Março 27, 2009, 06:12:14 pm
Hoje na TSF:

"Piloto de avioneta forçada a aterrar conseguiu fugir
Hoje às 15:25
 Continua a monte o piloto da avioneta que, esta sexta-feira, foi obrigada a aterrar no aerodromo da praia Verde no Algarve, por um caça da Força Aerea. A avioneta proveniente da costa Norte de África foi forçada a aterrar por suspeita de tráfico de droga.
 
Peça da jornalista Maria Augusta Casaca com declarações do tenente coronel António Seabra

Ou o aviso foi tardio ou a resposta dos agentes portugueses não foi atempada, mas como garante o tenente coronel António Seabra, relações públicas da Força Aérea, as autoridades policiais foram alertadas.

A GNR e a Polícia Judiciária já montaram um perímetro de segurança e com o auxílio de cães de busca procuram o piloto fugitivo.

Ao que sabe, a aeronave começou a ser perseguida ainda em Espanha.

Ao que tudo indica, a avioneta trnaportava droga a bordo, não tinha plano de voo nem estava identificada, tal como o seu piloto.

A manobra não terá sido fácil já que o aeródromo da Praia Verde tem pouco mais de 700 metros e quase nunca é utilizado"

Parabéns à Força Aérea Portuguesa! :D Cumprimentos
Título:
Enviado por: Lightning em Março 27, 2009, 09:19:19 pm
Citação de: "Daniel"
ShadIntel
Citar
Ou seja, duvida que o pessoal da ER1, assim como o das outras componentes do SICCAP, faça o seu trabalho tão bem como os vizinhos ? Os nossos militares agradecem com certeza essa demonstração de confiança...

Caro ShadInte, a duvida não está nos militares, confio no nosso pessoal, no que é nosso, e sei que temos capacidades, não somos menos que os outros em nada, a minha duvida ai sim, está no nosso sistema de defesa aérea.

O nosso sistema de defesa aérea, é recente, foi instalado nos anos 90, por isso não se pode considerar desactualizado, foi um programa mais ou menos em conjunto com a vinda dos F-16, digamos que não podia haver um sem o outro.

De seguinda alguns textos da net sobre o SICCAP, ou como é conhecido internacionalmente POACCS (Portuguese Air Command and Control System ).

Citar
Portuguese Air Command and Control System (PoACCS) (Portugal), SYSTEMS


PoACCS is a NATO-funded programme for which Siemens Plessey Systems completed customer handover of the Link 11 and Link 14 upgrades in 1996. Hughes is integrating the major PoACCS air defence communications system for prime contractor Thomson-CSF Airsys.Under the Phase 1A extension to the original PoACCS 1 programme, the company incorporated high-capacity datalinks to provide communications between the host nation and NATO airborne and surface-capable assets. The solution involved remote control of data terminal subsystems, operation over microwave links and simultaneous broadcast facilities (SIMULCAST), which, according to Siemens Plessey, were areas of particular technological challenge.PoACCS integrated link data is correlated with primary and secondary sensor data within the Core System Software (CSS) to form a Recognised Air Surface Picture (RASP). This provides the Portuguese Air Force (PoAF) with an operational command and control capability.To meet the stringent acceptance requirements of the PoAF, system acceptance tests involved co-operation between Portuguese naval platforms and assigned NATO E- 3A aircraft. These interchanged data traffic across the datalink net. In a series of trials, the ability to exchange air, surface and subsurface tracks with other NATO assets was proven, with points of special interest recognised and successfully annotated. In addition, electronic warfare data was exchanged with PoACCS and correlated within the RASP.Command and control of airborne assets not only provided confirmation that the ground-air-ground communication nets functioned to specification, but also demonstrated the accuracy of the tracking process.The PoACCS programme continues to be fully supported by the PoAF and NATO. The NATO international staff

http://www.janes.com/articles/Janes-Mil ... tugal.html (http://www.janes.com/articles/Janes-Military-Communications/Portuguese-Air-Command-and-Control-System-PoACCS-Portugal.html)

Citar
Portuguese Air Command and Control System Phase I (POACCS I)
In 1993, EDISOFT started its contribution, as a subcontractor to Thales Air Defence (former Thomson Shorts), to a NATO-sponsored project named the Portuguese Air Command and Control System - Phase I or POACCS I. EDISOFT professionals were a part of the teams that, in Paris, proceeded with the design, development, testing and integration of all the software applications to provide the surveillance, air defence, man-machine interface and Link 11 protocol simulator functionality. More specifically, EDISOFT's contribution was exercised in the following software modules: Safe Passage Corridor Management, Manual Input Station, Alphanumeric Station Interface, Database Management, Track Management, Track Correlation and Optimisation of Display Delay Responses.

Citar
POACCS III: Extension to the Madeira Archipelago
EDISOFT is currently involved with the POACCS III: Extension to the Madeira Archipelago project. Being a NATO-sponsored project, POACCS III has been a long-time awaited promise: to give back to Portugal the command and control of Madeira Archipelago's airspace. This goal is attained with the installation of a radar station with associated communications and a Link 11 subsystem at the Madeira archipelago, and the integration of these new capabilities with Monsanto's Report and Control Centre. EDISOFT is eager to once again contribute to the Portuguese Air Command and Control System (POACCS) and the Nation's sovereign aspirations, as expressed by the new National Defence Strategic Concept


http://www.edisoft.pt/content/static.php?s=15 (http://www.edisoft.pt/content/static.php?s=15)
Título:
Enviado por: Crypter em Março 27, 2009, 10:00:46 pm
Nestas situações de intercepcao, que tipo de armamento é que o caça leva?se é que levava alguma.
Título:
Enviado por: Instrutor em Março 27, 2009, 10:05:15 pm
Mais cedo ou mais tarde esse pessoal da avioneta é apanhado, ou ca, ou em espanha. Em todo o caso os meus parabens FAP, e agradecer aos camaradas espanhois, pela interajuda. Na minha humilde opinião os melhores pilotos da NATO, os portugueses. :Palmas:
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 27, 2009, 10:13:21 pm
Citação de: "Crypter"
Nestas situações de intercepcao, que tipo de armamento é que o caça leva?se é que levava alguma.


Canhão M61-A1 de 20 mm completamente municiado e dois AIM-9Li Sidewinder.
Título:
Enviado por: Crypter em Março 27, 2009, 10:14:45 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Canhão M61-A1 de 20 mm completamente municiado e dois AIM-9Li Sidewinder.


Obrigado pela resposta :D!
Título:
Enviado por: Instrutor em Março 27, 2009, 10:48:01 pm
Existe sempre uma parelha de F-16 OCU pertencentes à esq 201 em alerta máximo com uma prontidao de aproximadamente 15 minutos, estes aparelhos encontram-se devidamente armados com misseis sidwinder e o canhao organico do caça o vulcan M61 completamente municiado.
Título:
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 28, 2009, 12:36:58 am
Citação de: "Instrutor"
Existe sempre uma parelha de F-16 OCU pertencentes à esq 201 em alerta máximo com uma prontidao de aproximadamente 15 minutos, estes aparelhos encontram-se devidamente armados com misseis sidwinder e o canhao organico do caça o vulcan M61 completamente municiado.


Neste momento a Esq. 301 também assegura o Alerta de Defesa Aérea, podendo a parelha de caças QRA ser constituída por dois F-16 OCU, um F-16 OCU e um MLU ou mesmo dois MLU.  :wink:
Título:
Enviado por: LuisC em Março 28, 2009, 03:44:12 am
Pelas razões que todos certamente conhecemos, a vigilância do espaço aéreo nacional é hoje em dia extremamente apertada, logo, não tendo a avioneta plano de voo, não tenho a menor dúvida de que teria sido detectada logo que entrasse no espaço aéreo português mesmo sem o aviso prévio dos nossos amigos espanhóis.

Parabéns à FAP!
Título: Caso da avioneta Espanhola
Enviado por: Mercurio em Março 28, 2009, 07:58:36 am
O pessoal deve de se recordar que aquilo que se sabe e aquilo que se pode saber não são a mesma coisa. Claro que aquilo que a FAP disse é verdade, ..., mas será a história toda? Eles nunca irão dar detalhes que comprometam futuras intercepções ou acções das policias. E é nesses detalhes que estão muitas  vezes parte das respostas
Título:
Enviado por: teXou em Abril 12, 2009, 07:19:07 pm
F-16 Cockpit (http://http)  :idea:
Título:
Enviado por: Instrutor em Abril 17, 2009, 03:41:08 pm
Como estamos de MLU, ainda existem 12 F-16 MLU ou ja saiu mais algum F-16 das OGMA??
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Abril 17, 2009, 04:07:13 pm
Citar
Sequência de aeronaves a emergir do Programa MLU:
-------------------------------------------------------------------
15133 [1], F-16AM (2003)
15139, F-16BM (2004)
15121, F-16AM (2004; 1º voo BA5, 28Set04)
15138, F-16BM (2005; 1º voo BA5, 23Nov05)
15137, F-16BM (2006; 1º voo BA5, 29Jun06)
15123, F-16AM (2007; 1º voo BA5, 11Jan07)
15124, F-16AM (2007; 1º voo BA5, ??Jun07)
15140 [2], F-16BM (2008; 1º voo BA5, 28Jan08)
15122, F-16AM (2008; 1º voo BA5, 05Mar08)
15134, F-16AM (2008; 1º voo BA5, 18Jun08)
15126, F-16AM (2008; 1º voo BA5, ??Ago08)
15127, F-16AM (2008; 1º voo BA5, ??Nov08)
15128, F-16AM (2008; 1º voo BA5, ??Dez08)
15104, F-16AM (2009; 1º voo BA5, 18Fev09)
15125, F-16AM (2009; )
15101, F-16AM (2009; )
15129, F-16AM (2009?)


 :arrow: http://callsignafp.blogspot.com/2007/07 ... os-de.html (http://callsignafp.blogspot.com/2007/07/f-16ab-mlu-matrculas-fap-e-nmeros-de.html)

[1] Acidentado em 5/12/2008 na Bélgica, a aeronave já se encontra em Portugal, agora se está em avaliação acerca da viabilidade da reparação ou se está a ser efectivamente reparada é que já não sei.

[2] Acidentado em 28/01/2008 em Monte Real com perca total da aeronave.
Título:
Enviado por: Instrutor em Abril 17, 2009, 04:21:58 pm
OSCAR KILO PEREIRA MARQUES, OBRIGADO PELA INFORMAÇÃO. :Soldado2:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Abril 29, 2009, 12:03:40 pm
Citar
Ministro da Defesa em Monte Real para acompanhar modernização dos F-16
29.04.2009 - 09h18 Lusa
O ministro da Defesa visita hoje o hangar onde decorre o processo de modernização das esquadrilhas de caças F-16, na Base Aérea de Monte Real, no âmbito de um dia dedicado ao ramo da Força Aérea.

Este processo de modernização da frota F-16 MLU (Mid Life Update) implica um extenso programa que visa alargar o período de vida de um aparelho que entrou ao serviço na força aérea norte-americana em 1979.

No decorrer do processo de modernização MLU, cada avião F-16 recebe vários novos componentes. O item mais importante do "pacote MLU" é um novo computador Texas Instruments Modular Mission Computer (MMC), que é fundamental para dar novas capacidades aos sensores e sistemas de armas e melhorar o interface entre o piloto e o avião. O MMC substitui vários componentes do F-16 original, entre os quais os computadores usados para o controlo de tiro (Expanded Fire Control Computer, XFCC) e a unidade electrónica de Head Up Display (HUD).

O novo MMC ocupa 42 por cento menos volume no avião, pesa menos 55 por cento e consome menos 37 por cento de energia eléctrica. Por outro lado, o programa MLU também renova o Radar de Controlo de Tiro (Fire Control Radar). Assim, o radar Westinghouse AN/APX-66(V2) dos F-16 é reequipado com um novo processador que permite rastrear e seguir até dez alvos e orientar simultaneamente seis mísseis ar-ar de médio alcance (AMRAAM) a seis alvos diferentes. Também permite uma melhoria de 25 por cento na detecção e melhorias no mapeamento ar-terra.

Um despacho publicado em Agosto do ano passado indica que o Governo vai investir mais de 20 milhões de euros na modernização de vários F-16, para aumentar a eficácia das aeronaves em missões de controlo de fronteiras e na fiscalização do espaço aéreo e marítimo. O programa de modernização MLU está a cargo da OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal. O presidente da OGMA anunciou no ano passado que o programa irá modernizar "quarenta aeronaves" F-16 e vai durar "até ao final de 2011 ou início de 2012".

Na unidade de Monte Real, o ministro da Defesa acompanhará ainda uma simulação de "scramble" de defesa aérea e tomará contacto com as capacidades recentemente adquiridas para o sistema de armas F-16. Antes de chegar à Base Aérea 5, Nuno Severiano Teixeira visitará o Laboratório de Aeronáutica da Academia da Força Aérea, junto à Base Aérea Nº1 (BA1), em Sintra, seguido de uma demonstração prática, em voo, do programa de veículos aéreos não tripulados (UAV). A deslocação, em Aviocar, para a Base Aérea de Monte Real, incluirá uma missão de Fiscalização e Controlo das Actividades de Pesca.
http://ultimahora.publico.clix.pt/notic ... id=1377391 (http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1377391)
Título:
Enviado por: Lancero em Abril 29, 2009, 03:47:19 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi161.photobucket.com%2Falbums%2Ft227%2Flanceros%2Fabril09a%2F20090429132618PTLUS9612637124101157.jpg&hash=3e44fce17d068ecbec9ca114d585f3bc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi161.photobucket.com%2Falbums%2Ft227%2Flanceros%2Fabril09a%2F20090429132838PTLUS9612638124101171.jpg&hash=77d9114eb7b39810d4c7b3205a6c612b)

Citar
O Ministro da Defesa, Severiano Teixeira, observa o cockpit de um F-16 já com o upgrade MLU (midlife update), na base aerea nº5 , em Monte Real, 29 de Abril de 2009. JOAO RELVAS/LUSA

Citar
Defesa: Força Aérea prevê modernizar 18 caças F-16 até final do ano

Monte Real, 29 Abr (Lusa) - A Força Aérea prevê modernizar até ao final do ano 18 caças F-16 com o programa MLU (Mid Life Update), anunciou hoje o ministro da Defesa.  

 

    A declaração de Nuno Severiano Teixeira foi feita no decorrer de uma visita à Base Aérea nº5 de Monte Real onde parte do programa MLU é executado, na chamada Doca4.  

 

    Num pequeno discurso aos militares que procedem à actualizaçao dos aparelhos, o ministro deixou "uma palavra de reconhecimento e apreço pelo trabalho que vem sendo desenvolvido na Doca4, na Base de Monte Real".  

 

    "É com muita satisfação que vejo a forma como o projecto está a decorrer, apesar das dificuldades iniciais", disse Nuno Severiano Teixeira, durante a deslocação realizada no âmbito de um dia dedicado ao ramo da Força Aérea.

 

    O ministro da Defesa realçou que, desde o início do programa, em 2003, já foram modernizados 15 aviões, prevendo-se chegar ao final do ano com 18.  

 

    A Força Aérea espera cumprir o objectivo de modernizar seis aviões por ano.  

 

    Até final de 2012 deverá estar realizado o trabalho de modernização de 39 aparelhos.  

 

    As equipas técnicas da Base de Monte real modernizaram o último aparelho em 83 dias, sendo que a média do trabalho feito nos outros aviões foi de 94 dias.  

 

    Parte do trabalho de execução do programa MLU é feita em Alverca.  

 

    A Base Aérea nº5 é onde está instalado o dispositivo de Defesa Aérea que implica que, em caso de alerta, os aviões têm de estar no ar no prazo de 15 minutos.  

 

    O processo de modernização da frota F-16 MLU integra um extenso programa que visa alargar o período de vida de um aparelho que entrou ao serviço na força aérea norte-americana em 1979.  

 

    No decorrer do processo de modernização MLU, cada avião F-16 recebe vários novos componentes. O item mais importante do "pacote MLU" é um novo computador Texas Instruments Modular Mission Computer (MMC), que é fundamental para dar novas capacidades aos sensores e sistemas de armas e melhorar o interface entre o piloto e o avião.  

 

    Um despacho publicado em Agosto do ano passado indica que o Governo vai investir mais de 20 milhões de euros na modernização de vários F-16, para aumentar a eficácia das aeronaves em missões de controlo de fronteiras e na fiscalização do espaço aéreo e marítimo.  

 

    O programa de modernização MLU está a cargo da OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal.  
Título:
Enviado por: João Oliveira Silva em Abril 29, 2009, 05:06:24 pm
Citar
As equipas técnicas da Base de Monte real modernizaram o último aparelho em 83 dias, sendo que a média do trabalho feito nos outros aviões foi de 94 dias.
Citar
O ministro da Defesa realçou que, desde o início do programa, em 2003, já foram modernizados 15 aviões,
Citar
A Força Aérea espera cumprir o objectivo de modernizar seis aviões por ano.
Citar
É com muita satisfação que vejo a forma como o projecto está a decorrer, apesar das dificuldades iniciais",


São demasiadas as vezes que não consigo compreender o meu País.
Para se fazer o up-grade dos primeiros aviões eram precisos largos meses, quase dois anos. Agora são três meses, mais coisa, menos coisa!!!!
Raios me partam.
Porque é que as coisas não começam como deve ser, sem novelas.
O MLU dos F-16 já se estava a transformar em novela.
Agora está ao nível dos melhores projectos deste género.
Mas neste país tudo tem que começar torto para depois se endireitar e até exceder o que se pede?
Cumprimentos,
Título:
Enviado por: nelson38899 em Abril 29, 2009, 05:23:32 pm
quando se tenta fazer coisas que não se sabem fazer, demora sempre mais tempo a fazer o primeiro, depois é sempre a andar.
Título:
Enviado por: Cláudio C. em Abril 30, 2009, 10:39:46 pm
Sempre teremos entao os 40 f-16 mlu? Desculpem-me se estou a dizer algum disparate.
Título:
Enviado por: antoninho em Abril 30, 2009, 10:47:28 pm
Citação:Até final de 2012 deverá estar realizado o trabalho de modernização de 39 aparelhos.

O outro perdeu-se num acidente grave.
Título:
Enviado por: Instrutor em Abril 30, 2009, 11:52:02 pm
Uma coisa nao percebo, e desde ja peço desculpas pela minha ignorancia :?: ... mas afinal nao eram 45 células, não vieram 20 F-16 novos e depois mais tarde em 1999 nao vieram mais 25 F-16, se se perderam 2 em acidentes nao deveria haver 43????
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Maio 01, 2009, 12:10:05 am
Das 25 células recebidas no 2.º lote decidiu-se logo que as 5 em pior estado e/ou com menor  número pootencial de horas de voo seriam usadas apenas como fornecedores de peças.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Maio 01, 2009, 12:12:13 am
Citação de: "Instrutor"
Uma coisa nao percebo, e desde ja peço desculpas pela minha ignorancia :?: ... mas afinal nao eram 45 células, não vieram 20 F-16 novos e depois mais tarde em 1999 nao vieram mais 25 F-16, se se perderam 2 em acidentes nao deveria haver 43????

Peace Atlantis I:
- 19 aeronaves operacionais ou em fase de MLU (15101 a 15110, 15112 a 15120).
- 1 (15111) destruída em 2002 num acidente que custou a vida ao piloto.

Peace Atlantis II:
- 20 aeronaves operacionais ou em fase de MLU (15121 a 15139, 15141). O F-16 15133 foi danificado uns meses atrás mas está (esteve?) em reparação.
- 1 (F-16B 15140) destruída num acidente em 2008.
- 3 para sobressalentes
- 1 para exposição estática (15100).
Título:
Enviado por: Instrutor em Maio 01, 2009, 12:36:58 am
Muito bem obrigado a ambos pelas explicaçoes :wink:
Título:
Enviado por: Instrutor em Maio 01, 2009, 12:40:10 am
Entao o projecto é mesmo modernizar as 39 unidades, certo? Será que ja passou a "diarreia mental" que assombrou algumas pessoas com a ideia de vender 10/12 caças F-16, pessoalmente espero bem que sim, porque percisamos deles, se quisermos colocar um destacamento de 4/8 unidades em cada arquipélago.
Título:
Enviado por: AC em Maio 01, 2009, 02:01:58 am
Certo, a ideia é modernizar todos os 39 para MLU.

Não, a possibilidade de vender 12 MLU permanece em cima da mesa.

Os aviões precisam de pilotos.

Dificilmente iremos ter mais que uma parelha de QRA em cada arquipélago, a não ser que aconteça algo muito mau.
Título:
Enviado por: Mercurio em Maio 01, 2009, 11:53:10 am
O 33 está em reparação.

Diz-me quem sabe que, como tocou com uma ponta da asa no chão quando se imobilizou, agora têm de se fazer testes para se verificar que a estrutura não foi ( e não foi!) danificada.

Em breve estará no ar.

No final da modernização, ambas as esquadras estarão a voar F16 MLU, num total de 15 aeronaves por esquadra.
Título:
Enviado por: Lightning em Maio 01, 2009, 02:20:02 pm
Citação de: "Mercurio"
No final da modernização, ambas as esquadras estarão a voar F16 MLU, num total de 15 aeronaves por esquadra.


15 aviões x 2 esquadras = 30 aviões no total

Então e os restantes 9...
Título:
Enviado por: Mercurio em Maio 01, 2009, 04:11:15 pm
Isso terá de ser o Senhor Ministro a dizer...
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Maio 01, 2009, 05:06:05 pm
Açores e Madeira...  :twisted:
Título:
Enviado por: Mercurio em Maio 01, 2009, 06:06:38 pm
leva-me a crer que é mais Iraque ou qualquer outro novo país em ascenção de confiança (politica) dos Aliados

Serão estes os tais a serem vendidos!
Título:
Enviado por: typhonman em Maio 01, 2009, 07:04:56 pm
O Iraque quer F-16 Block 50/52, espero que ninguem esteja "interessado"..
Título:
Enviado por: Instrutor em Maio 01, 2009, 10:54:38 pm
Não me parece que Portugal consiga vender os F-16 ja muito se especulou aqui, ja se falou em 30 unidades, 28, 33 unidades e nada, os pilotos formam-se no sentido de ver futuramente as seguintes esquadras vao ser as seguintes:

Esq. 201 - 24 F-16 MLU ( 4 aparelhos por arquipélago com os devidos destacamentos de pilotos e mecamicos e os restantes 16 F-16 MLU na BA5)

Esq 301 - 15 F-16 MLU na BA5
Título:
Enviado por: Instrutor em Maio 04, 2009, 02:34:11 pm
http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/cont ... staque.pdf (http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/378_destaque.pdf)
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Maio 08, 2009, 08:59:11 am
15125 já se encontra modernizado e pintado em Monte Real.

 :arrow: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f ... &start=195 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=154&start=195)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 04, 2009, 02:20:30 pm
Citar
La Força Aérea Portuguesa (FAP) espera tener antes de finales de año a 18 de sus cazabombarderos F-16A/B Block 15 OCU modernizados a la configuración F-16AM/BM, dentro del programa MLU (Mid Life Update) de media vida, desarrollado y dirigido por la Fuerza Aérea y OGMA-Indústria Aeronáutica de Portugal, en estrecha colaboración con Lockheed-Martin Tactical Aircraft Systems y Pratt & Whitney Military Engines. planea disponer de 39 aeronaves modernizadas cuando termine 2012.

Para aumentar las capacidades de estos aviones en los últimos años se adquirieron diversos equipos, como misiles aire-aire Raytheon AIM-120C5 AMRAAM y Diehl BGT Defence AIM-9Li Sidewinder, cascos VSI-Vision Systems International JHMCS (Joint Helmet Mounted Cueing System), sistemas de grabación de RADA Electronic Industries, depósitos de combustible de Cyclone Aviation Products, contenedores Northrop Grumman AN/AAQ-28(V) Litening AT (Advanced Targeting) y sistemas de guiado GBU-12 para las bombas Mk-82 Paveway.

Los F16A/B los opera la Esquadra 201 Falcões y los F16AM/BM la 301 Jaguares, ambas en la Base Aérea Nº5 de Monte Real. Los 45 aparatos (incluyendo 5 para canibalización) se recibienron en la década de los noventa, mediante los programas Peace Eagle 1 y 2. El Ministerio de Defensa Nacional (MDN), a través de la DGAED (Dirección General de Armamento y Equipos de Defensa), desea enajenar unos 10 modernizados, analizando, con el aval de Estados Unidos, posibilidades en Sudamérica, Europa y Oriente Medio
http://www.defensa.com/index.php?option ... Itemid=186 (http://www.defensa.com/index.php?option=com_content&view=article&id=671:portugal-quiere-18-f16-modernizados-antes-de-final-de-ano&catid=57:otan&Itemid=186)
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Junho 04, 2009, 02:42:09 pm
Citar
se recibienron en la década de los noventa, mediante los programas Peace Eagle 1 y 2


 c34x  c34x
Título:
Enviado por: cromwell em Junho 12, 2009, 12:31:02 pm
Então gente, quantos F-16MLU existem neste momento?
E os pacotes continuam a ser M2?


http://movv.org/2009/05/31/estado-miser ... ortuguesa/ (http://movv.org/2009/05/31/estado-miseravel-do-programa-mlu-dos-f-16-da-forca-aerea-portuguesa/)

Uma crítica ao programa.
Título:
Enviado por: LuisC em Junho 12, 2009, 01:43:42 pm
Mesmo com falta de pilotos, os poucos que existem não voam as horas mínimas?
Parece-me um pouco estranho!
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 12, 2009, 08:15:31 pm
É uma opinião!...
Até poderia ser válida, mas peca por demasiado crítica e até manipuladora.
É evidente que uma parte dos F-16 ainda não foi modernizada caso contrario o programa já estaria completo, ou não?
Quanto ao prazo do programa não estar defimido, não é verdade, já está definido desde pelo menos o ano passado...2012! E o pacote M2 é o que foi inicialmente comprado, entretanto têm vindo a ser acrescentados novos itens, ou ninguem reparou por exemplo no Link-16 system ou nos targeting pods ou nos Helmet Mounted/Cueing Sight? Isto são tudo valencias do padrão M3 e M4 !!! Como eu disse, opiniões...
Título:
Enviado por: Cabecinhas em Junho 13, 2009, 03:13:17 pm
http://movv.org/2008/09/30/marrocos-compra-24-f-16-block-52-e-portugal-passa-a-2%C2%AA-divisao/

Encontrei isto na rede
Título:
Enviado por: cromwell em Junho 13, 2009, 03:34:47 pm
Citação de: "Cabecinhas"
http://movv.org/2008/09/30/marrocos-compra-24-f-16-block-52-e-portugal-passa-a-2%C2%AA-divisao/

Encontrei isto na rede


Se os nossos governantes fossem suficientemente espertos, comprariam um lote de 5 a 8 Dassault Rafale ou NG Gripen (são os possivelmente mais baratos), para ficar garantido o novo caça que queremos no futuro. E assim a partir de 2020, compravamos as aeronaves restantes.
A opção que o governo tem por material americano dá-me cabo da cabeça. :evil:  :evil:
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 13, 2009, 04:20:55 pm
Citação de: "cromwell"
Citação de: "Cabecinhas"
http://movv.org/2008/09/30/marrocos-compra-24-f-16-block-52-e-portugal-passa-a-2%C2%AA-divisao/

Encontrei isto na rede

Se os nossos governantes fossem suficientemente espertos, comprariam um lote de 5 a 8 Dassault Rafale ou NG Gripen (são os possivelmente mais baratos), para ficar garantido o novo caça que queremos no futuro. E assim a partir de 2020, compravamos as aeronaves restantes.
A opção que o governo tem por material americano dá-me cabo da cabeça. :evil:  :evil:


Inacreditável é estares a dizer o que disseste. 5 a 8 Dassault Rafale ou NG Gripen? Para quê? Então tinhamos F-16 OCU, F-16 MLU e mais outro caça? Então que 5 a 8 caças iam fazer muito...onde é que tens pilotos para eles? Onde tens o armamento para eles? Ah pois...é fácil sonhar. :roll:

PS: NG Gripen? Eu conheço os modelos de A a D, agora NG que eu saiba ainda é só um protótipo.
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 13, 2009, 04:53:56 pm
Citação de: "Cabecinhas"
http://movv.org/2008/09/30/marrocos-compra-24-f-16-block-52-e-portugal-passa-a-2%C2%AA-divisao/

Encontrei isto na rede


Essa noticia já é velha.
Título:
Enviado por: cromwell em Junho 13, 2009, 05:44:50 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "cromwell"
Citação de: "Cabecinhas"
http://movv.org/2008/09/30/marrocos-compra-24-f-16-block-52-e-portugal-passa-a-2%C2%AA-divisao/

Encontrei isto na rede

Se os nossos governantes fossem suficientemente espertos, comprariam um lote de 5 a 8 Dassault Rafale ou NG Gripen (são os possivelmente mais baratos), para ficar garantido o novo caça que queremos no futuro. E assim a partir de 2020, compravamos as aeronaves restantes.
A opção que o governo tem por material americano dá-me cabo da cabeça. :evil:  :evil:

Inacreditável é estares a dizer o que disseste. 5 a 8 Dassault Rafale ou NG Gripen? Para quê? Então tinhamos F-16 OCU, F-16 MLU e mais outro caça? Então que 5 a 8 caças iam fazer muito...onde é que tens pilotos para eles? Onde tens o armamento para eles? Ah pois...é fácil sonhar. :roll:

PS: NG Gripen? Eu conheço os modelos de A a D, agora NG que eu saiba ainda é só um protótipo.


Então gostava de saber qual é a sua opinião sobre a futura aeronave da FAP.
Porque digo-lhe que dificilmente o MLU dos F-16 acabará em 2012.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 13, 2009, 05:47:52 pm
E achas que o F-16 MLU vai ser substituido em 2015? Dúvido...

Adquirir caças é um investimento brutal e nenhum governo vai pensar nisso nos próximos 10 anos. Poderão adquirir mais uns "brinquedos" para os F-16 e mais nada.
Título:
Enviado por: cromwell em Junho 13, 2009, 06:51:15 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
E achas que o F-16 MLU vai ser substituido em 2015? Dúvido...

Adquirir caças é um investimento brutal e nenhum governo vai pensar nisso nos próximos 10 anos. Poderão adquirir mais uns "brinquedos" para os F-16 e mais nada.


Não acho e nunca disse isso.
Mas como os outros países do consórcio do MLU, que também só vão substituir os seus F-16 na década de 20 deste século, já possuem programas e Portugal também já poderia começar a fazer o seu.
Para escolher um substituto, mas não para comprar esse substituto num curto prazo.
Está a perceber o que quero dizer?
Título:
Enviado por: Instrutor em Junho 14, 2009, 05:20:37 pm
Parem de sonhar e mandar bitaites do que queria aquilo a FAP precisa daquilo ou de acola......... é simplesmente ridiculo tanta especulação.... meus caros amigos estive a ver aquela noticia atras num post e acheia simplesmente fantasticamente estupida, Portugal nao tem simplesmente 6 F16MLU actualmente tem 14 F-16MLU e ate ao final do ano tera 18 F-16MLU, depois que eu saiba Marrocos ainda nao tem 1 F-16 Block50 quanto mais 24, depois se vier a ter nunca os tera antes de 2012, acredito que nessa altura a nossa FAP terá completamente operacionais os 39 F-16MLU, nao acredito piemente que consiga ou venha a vender os 10 ou 12 F-16 a ninguem, depois temos que contar com o seguinte os nossos pilotos tem cerca de 20 anos (2012) de experiencia com o sistemas de armas F-16, conhecem bem os seus limites e capacidades, coisa que os pilotos marroquinos ainda tem que aprender e muito, e deixem-se de pedinchices o F-16 quando acabar este programa de modernização esta mais que certo que so em 2025 irao ser substituidos e quer queriam ou nao quer gostem ou nao vai ser pelos F35 ou podera dar uma grande reviravolta caso o governo começe a olhar mais para o interior da Europa, eu pessolamente preferia ver a Cruz de Cristo num EuroTyphoon mas enfim é meramente a minha opinião, por isso so em 2020 é que se vai começar ouvir no governo a sua substituição, relativamente às  3 Corvetas Sigma e à Fragata FREMM ainda nao vi nenhuma a navegar nas costas de Marrocos, depois quando chegarem ja nos temos os nossos U209PN a navegarem em pleno, e deixem-me que lhes diga estes 4 navios nao tem a mínima de hipóteses contra as nossas 5 Fragatas e 2 Submarinos... por isso descanssem e durmam tranquilos....
OFF TOPIC é certo que os nossos governantes não olham para a Defesa como nos gostariamos que olhassem, investissem em mais equipamentos e melhores, contudo reconheço que é dificil, não é so chegar ao "supermercado" e comprar, é preciso haver formaçao humana e contrução de infraestruturas para servirem e rentabilizarem da melhor forma esses sistemas de armas, mas acreditem numa coisa bem sei que poderiam investir mais, mas tento em conta as suas churudas reformas e ordenados eles gostariam de viver num pacifico pais a gozarem as suas reformas de bem com a vida nalguma praia algarvia..... nao gostariam de ver algures no horizonte nenhum navio de guerra de alguma potencia estrangeira fazer algum embargo/conflito com Portugal, com isto quero dizer que nos bastidores realizam-se muitas compras de material que nos do lado de ca da cortina nao vemos nem sonhamos que existam so mesmo quando aparecem ao vivo...... nao quero dizer que é material ultra secreto, quero dizer que eles tardam mas nao dormem. Contudo acho importante nos aqui no Forum expressarmos as nossas opinioes e fazer um bocadinho de força para vermos investimento mais moderno nas nossas FAP..... e VIVAM OS MILITARES PORTUGUESES.
Título:
Enviado por: teXou em Junho 14, 2009, 06:37:06 pm
Aqui ainda a mais a espera ... de quem queira.  :wink:

1 (http://http)
2 (http://http)
Título:
Enviado por: Lightning em Junho 14, 2009, 07:07:18 pm
Citação de: "teXou"
Aqui ainda a mais a espera ... de quem queira.  :lol: .
Título: Mais rápido!
Enviado por: cromwell em Junho 18, 2009, 02:01:42 pm
Gente, segundo uma informação que vi no forum 9g´s, o f-16 OCU, em que o primeiro já foi transformado em MLU, têm células estruturais iguais aos F-16 block 50.

Isso quer dizer que os OCU demoram menos tempo a converterem-se em F-16MLU? :D
Título: Re: Mais rápido!
Enviado por: Nuno Calhau em Junho 18, 2009, 06:56:47 pm
Citação de: "cromwell"
Gente, segundo uma informação que vi no forum 9g´s, o f-16 OCU, em que o primeiro já foi transformado em MLU, têm células estruturais iguais aos F-16 block 50.

Isso quer dizer que os OCU demoram menos tempo a converterem-se em F-16MLU? c34x  

Já foram adquiridas com esse objectivo, num futuro proximo, poderem vir a ser melhoradas electronicamente (sendo que a estrutura tem uma vida de 5000h).

Não se esqueça que os "OCU`s, têm data de fabrico de 1993, auge da incorporação do block 50/52 na USAF, como tal a fábrica simplesmente restringiu a incorporação de electrónica nas células com destino a Portugal.
Tendo a parte estrutural sido fabricada segundo os padrões da altura.

Existindo como é obvio umas diferenças exteriores (Deriva, farol de identificaçõ etc etc.).
 

"Penso eu que..."

Um Abraço.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 20, 2009, 11:41:29 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg31.imageshack.us%2Fimg31%2F9616%2Fimg3560apea.jpg&hash=0989e0560bc07732b1a6d43713e5322d)
15101 esta pronto para o voo inicial depois do MLU

fonte:jorge ruivo
Título:
Enviado por: Miguel em Junho 21, 2009, 12:59:51 pm
A nova estrutura da USAF, passou a dispor de 18 Aeronaves F16 por esquadra em vez de 24 antigamente.
Título:
Enviado por: typhonman em Junho 22, 2009, 12:55:40 am
e ?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Junho 25, 2009, 09:18:01 am
Citação de: "MPLC"
Boas...
Aqui fica então, o registo de hoje, ao teste do MLU 15101, em mais uma spottada com o Helder Afonso...  :oops:
Helder, espero as tuas... :wink:

Em subida:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2F15101Teste.jpg&hash=b1f3aa27ca960fe8002b7827acc577f7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2F15101Teste2.jpg&hash=393c29d625c07b3d617525097305a652)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2F15101Teste3.jpg&hash=41c2eb20ef1e86f7b1e6cdc48650e433)

Na chegada:
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2F15101Teste4.jpg&hash=1260a16ef25d7c0d51254c541bb5a30a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2F15101Teste5.jpg&hash=f8c27b122a44052422c97fbe2ed0e371)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2F15101Teste6.jpg&hash=307567c5c45d1f5b0a151c82ff5b06c6)

Abraço:

MPLC


fonte:9Gs
Título:
Enviado por: Lancero em Junho 28, 2009, 07:34:30 pm
Citar
28 Junho 2009 - 00h30

Para interceptar droga

F-16 lusos ‘invadem’ Espanha

Dois caças F-16 da Força Aérea Portuguesa entraram ontem em espaço aéreo espanhol para interceptar uma avioneta proveniente do Norte de África, alegadamente com droga a bordo. A aeronave foi interceptada ainda no ar e obrigada a aterrar numa base do sul de Espanha, onde as autoridades locais tomaram conta da ocorrência.




Segundo o CM apurou junto de fonte oficial da Força Aérea, ontem, cerca das 09h00, o Sistema de Defesa Aérea Espanhol detectou "uma aeronave não identificada a dirigir-se para Portugal e deu o alerta através do Sistema Integrado de Defesa Europeu da NATO".

"Rapidamente dois F-16 descolaram da Base Aérea de Monte Real com o objectivo de proceder à sua intercepção. No entanto, a aeronave mudou de rumo e dirigiu-se para Espanha. Como os F-16 já estavam no ar e os F-18 espanhóis não, os nossos pilotos foram autorizados a entrar no espaço aéreo espanhol para interceptar a aeronave, missão que cumpriram com sucesso", esclareceu ao CM o tenente-coronel Paulo Gonçalves.

A base onde a avioneta foi obrigada a aterrar não foi divulgada, tal como o número de ocupantes da aeronave ou a carga que trazia a bordo. Recorde-se que a 27 de Março, uma situação idêntica ocorreu no Algarve, quando uma avioneta foi obrigada a aterrar no aeródromo da Praia Verde.

J.C.R.


http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx ... 0000000010 (http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=54A92576-02A1-47A9-81E8-63566AEA83BE&channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010)
Título:
Enviado por: cromwell em Junho 28, 2009, 09:16:29 pm
Citação de: "Lancero"
Citar
28 Junho 2009 - 00h30

Para interceptar droga

F-16 lusos ‘invadem’ Espanha

Dois caças F-16 da Força Aérea Portuguesa entraram ontem em espaço aéreo espanhol para interceptar uma avioneta proveniente do Norte de África, alegadamente com droga a bordo. A aeronave foi interceptada ainda no ar e obrigada a aterrar numa base do sul de Espanha, onde as autoridades locais tomaram conta da ocorrência.




Segundo o CM apurou junto de fonte oficial da Força Aérea, ontem, cerca das 09h00, o Sistema de Defesa Aérea Espanhol detectou "uma aeronave não identificada a dirigir-se para Portugal e deu o alerta através do Sistema Integrado de Defesa Europeu da NATO".

"Rapidamente dois F-16 descolaram da Base Aérea de Monte Real com o objectivo de proceder à sua intercepção. No entanto, a aeronave mudou de rumo e dirigiu-se para Espanha. Como os F-16 já estavam no ar e os F-18 espanhóis não, os nossos pilotos foram autorizados a entrar no espaço aéreo espanhol para interceptar a aeronave, missão que cumpriram com sucesso", esclareceu ao CM o tenente-coronel Paulo Gonçalves.

A base onde a avioneta foi obrigada a aterrar não foi divulgada, tal como o número de ocupantes da aeronave ou a carga que trazia a bordo. Recorde-se que a 27 de Março, uma situação idêntica ocorreu no Algarve, quando uma avioneta foi obrigada a aterrar no aeródromo da Praia Verde.

J.C.R.

http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx ... 0000000010 (http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=54A92576-02A1-47A9-81E8-63566AEA83BE&channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010)


Pelo menos foi por um acto de fiscalização, e não por mera arrogância, ao contrário do acto dos F-18 nas ilhas selvagens- QUE SÃO TERRITÓRIO PORTUGUÊS.
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 28, 2009, 10:01:56 pm
Citação de: "cromwell"
Citação de: "Lancero"
Citar
28 Junho 2009 - 00h30

Para interceptar droga

F-16 lusos ‘invadem’ Espanha

Dois caças F-16 da Força Aérea Portuguesa entraram ontem em espaço aéreo espanhol para interceptar uma avioneta proveniente do Norte de África, alegadamente com droga a bordo. A aeronave foi interceptada ainda no ar e obrigada a aterrar numa base do sul de Espanha, onde as autoridades locais tomaram conta da ocorrência.




Segundo o CM apurou junto de fonte oficial da Força Aérea, ontem, cerca das 09h00, o Sistema de Defesa Aérea Espanhol detectou "uma aeronave não identificada a dirigir-se para Portugal e deu o alerta através do Sistema Integrado de Defesa Europeu da NATO".

"Rapidamente dois F-16 descolaram da Base Aérea de Monte Real com o objectivo de proceder à sua intercepção. No entanto, a aeronave mudou de rumo e dirigiu-se para Espanha. Como os F-16 já estavam no ar e os F-18 espanhóis não, os nossos pilotos foram autorizados a entrar no espaço aéreo espanhol para interceptar a aeronave, missão que cumpriram com sucesso", esclareceu ao CM o tenente-coronel Paulo Gonçalves.

A base onde a avioneta foi obrigada a aterrar não foi divulgada, tal como o número de ocupantes da aeronave ou a carga que trazia a bordo. Recorde-se que a 27 de Março, uma situação idêntica ocorreu no Algarve, quando uma avioneta foi obrigada a aterrar no aeródromo da Praia Verde.

J.C.R.

http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx ... 0000000010 (http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?contentid=54A92576-02A1-47A9-81E8-63566AEA83BE&channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010)

Pelo menos foi por um acto de fiscalização, e não por mera arrogância, ao contrário do acto dos F-18 nas ilhas selvagens- QUE SÃO TERRITÓRIO PORTUGUÊS.






Caro colega, erros são cometidos por todos. Recordo-me de uma noticia dada graças a fuga de informação, no tempo dos nossos saudosos Fiat, em que um cabo electrico acabou cortado por um Fiat num voo a muito baixa altitude, qual o problema? O voo era de treino e o cabo electrico estava em pleno território Espanhol no tempo em que nem sequer havia fronteiras abertas nem nada que se pareça...claro que deu bronca !!!
Título:
Enviado por: Moisés Magalhães em Junho 28, 2009, 10:18:51 pm
CORRECTO e AFIRMATIVO caro cromwell.

Miguel não deves ficar brando com o castelhano, olha que ele não perdoa, o castelhano atenta e espreita a nossa fronteira.

Um grande abraço.
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 28, 2009, 10:23:58 pm
Citação de: "Moisés Magalhães"
CORRECTO e AFIRMATIVO caro cromwell.

Miguel não deves ficar brando com o castelhano, olha que ele não perdoa, o castelhano atenta e espreita a nossa fronteira.

Um grande abraço.





 :lol:  :lol:  :lol:  :lol:  :lol:  :D
...e já que estamos no sítio dos F-16, então não vai ninguem a Sintra no próximo fim de semana ?
Eu lá estarei que isto não pode ser só teoria no computador  c34x !
Título:
Enviado por: Moisés Magalhães em Junho 28, 2009, 10:41:45 pm
Infelizmente não vou poder lá estar Miguel, mas confio plenamente nos teus excelentes dotes de fotografia para poderes registar os melhores momentos como aconteceu no Dia da Marinha.

Mais uma vez um grande abraço.
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 28, 2009, 10:45:00 pm
Citação de: "Moisés Magalhães"
Infelizmente não vou poder lá estar Miguel, mas confio plenamente nos teus excelentes dotes de fotografia para poderes registar os melhores momentos como aconteceu no Dia da Marinha.

Mais uma vez um grande abraço.





...pois, pois...mas desta vez acho que vai ser mais para o filme ...depois se vê!
Grande abraço, companheiro.
Título:
Enviado por: nestor em Junho 30, 2009, 01:31:23 am
Bien por la FAP y... por lo que nos hemos ahorrado en combustible :D

Saludos.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Junho 30, 2009, 10:49:43 am
Estou estupefacto, então houve uma coordenação entre as Forças Aéreas dos dois países?! Ninguém levou a mal?!

Queria ver se fosse ao contrário...a esta hora algumas pessoas estavam com uma diarréia localizada acima dos ombros e a dizer:

Estamos a ser INVADIDOS!!! :roll:
Título:
Enviado por: migbar2 em Junho 30, 2009, 08:51:41 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Estou estupefacto, então houve uma coordenação entre as Forças Aéreas dos dois países?! Ninguém levou a mal?!

Queria ver se fosse ao contrário...a esta hora algumas pessoas estavam com uma diarréia localizada acima dos ombros e a dizer:

Estamos a ser INVADIDOS!!! :roll:





É verdade, ou isso ou aos gritos a perguntar se a malta de Monte Real andava a dormir e porque é que os Espanhois já cá estavam antes dos F's descolarem e mais não sei o quê...Razão tem o colega nestor, quem descolar primeiro é quem gasta o dinheiro no combustivel... c34x .
Os colegas perdoem a minha opinião, mas continuo a achar que estamos sempre a olhar para o lado errado. Com Espanha, nos dias de hoje, vitorias ou derrotas só se forem políticas e nada mais.
Título:
Enviado por: nelson38899 em Julho 01, 2009, 09:19:16 am
Citar
Força Aérea prevê modernizar 18 caças F-16 até final do ano
A Força Aérea prevê modernizar até ao final do ano 18 caças F-16 com o programa MLU (Mid Life Update), anunciou hoje o ministro da Defesa.
A declaração de Nuno Severiano Teixeira foi feita no decorrer de uma visita à Base Aérea nº5 de Monte Real, onde parte do programa MLU é executado, na chamada Doca4.

 

Num pequeno discurso aos militares que procedem à actualização dos aparelhos, o ministro deixou "uma palavra de reconhecimento e apreço pelo trabalho que vem sendo desenvolvido na Doca4, na Base de Monte Real".

 

"É com muita satisfação que vejo a forma como o projecto está a decorrer, apesar das dificuldades iniciais", disse Nuno Severiano Teixeira, durante a deslocação realizada no âmbito de um dia dedicado ao ramo da Força Aérea.

 

O ministro da Defesa realçou que, desde o início do programa, em 2003, já foram modernizados 15 aviões, prevendo-se chegar ao final do ano com 18.

 

A Força Aérea espera cumprir o objectivo de modernizar seis aviões por ano.

 

Até final de 2012 deverá estar realizado o trabalho de modernização de 39 aparelhos.

 

As equipas técnicas da Base de Monte Real modernizaram o último aparelho em 83 dias, sendo que a média do trabalho feito nos outros aviões foi de 94 dias.

 

Parte do trabalho de execução do programa MLU é feito em Alverca.

 

A Base Aérea nº5 é onde está instalado o dispositivo de Defesa Aérea que implica que, em caso de alerta, os aviões têm de estar no ar no prazo de 15 minutos.

 

O processo de modernização da frota F-16 MLU integra um extenso programa que visa alargar o período de vida de um aparelho que entrou ao serviço da força aérea norte-americana em 1979.

 

No decorrer do processo de modernização MLU, cada avião F-16 recebe vários novos componentes. O item mais importante do pacote MLU é um novo computador Texas Instruments Modular Mission Computer (MMC), que é fundamental para dar novas capacidades aos sensores e sistemas de armas e melhorar a interface entre o piloto e o avião.

 

Um despacho publicado em Agosto do ano passado indica que o Governo vai investir mais de 20 milhões de euros na modernização de vários F-16, para aumentar a eficácia das aeronaves em missões de controlo de fronteiras e na fiscalização do espaço aéreo e marítimo.

 
O programa de modernização MLU está a cargo da OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal.
http://www.oje.pt/noticias/nacional/for ... nal-do-ano (http://www.oje.pt/noticias/nacional/forca-aerea-preve-modernizar-18-cacas-f-16-ate-final-do-ano)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Julho 01, 2009, 03:54:08 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi601.photobucket.com%2Falbums%2Ftt96%2Fmplc%2FEnviadas%25209Gs%2FBA530-06-092.jpg&hash=c19cf4e6936a8d667332a62a7c3cbd51)
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 01, 2009, 04:45:35 pm
Bela foto :?: c34x
Título:
Enviado por: Lightning em Julho 01, 2009, 07:06:32 pm
Citação de: "Daniel"
Bela foto :?: c34x


Deve ser para apanhar outra avioneta vinda do norte de África :lol: .
Título:
Enviado por: cromwell em Julho 01, 2009, 07:10:24 pm
Citação de: "Daniel"
Bela foto :?: c34x


Vão bombardear Olivenza, para mostrarem quem lá manda. :nice:
Título:
Enviado por: pn84 em Julho 01, 2009, 09:37:30 pm
Foto arrepiante, que demonstra sem dúvida, o elevado estado de prontidão das esquadras.
Eles andem aí :nice:
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 07, 2009, 11:24:56 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg513.imageshack.us%2Fimg513%2F4652%2Ff01.jpg&hash=53610e8ab4006655f128be9f3795137d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg37.imageshack.us%2Fimg37%2F980%2Ff02u.jpg&hash=2baa22ddc9f56481b1c3890d5f48ffc5)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg10.imageshack.us%2Fimg10%2F7098%2Ff03y.jpg&hash=19a46123b524acd8e77dca0f790d39ea)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg217.imageshack.us%2Fimg217%2F2162%2Ff04g.jpg&hash=bc3dd896e6de0b522b6c8e9618648620)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg403.imageshack.us%2Fimg403%2F5140%2Ff05d.jpg&hash=8f5be1fced258c2978ea81635549a8f9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg29.imageshack.us%2Fimg29%2F8723%2Ff06f.jpg&hash=eacb540fb8fcc4f51468bb452160ce9e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg403.imageshack.us%2Fimg403%2F6587%2Ff07l.jpg&hash=d7a365a94a24462ab711a269c73e4ca6)
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 08, 2009, 10:56:20 am
Caro Pereira Marques, vc ultimamente tem colocado umas fotos espectaculares. :G-Ok:
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 08, 2009, 04:57:59 pm
Excelentes sem dúvidas. que missies são esses? é alguma GBU?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Julho 08, 2009, 07:01:16 pm
Citação de: "Instrutor"
Excelentes sem dúvidas. que missies são esses? é alguma GBU?

Citar
As JDAM são a GBU-31(v)1/B de 2000lb (sob a asa direita), baseada na Mk.84, e a GBU-31(v)3/B, também de 2000lb e desenvolvida a partir da bomba BLU-109.
charlie golf
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 08, 2009, 09:22:43 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg241.imageshack.us%2Fimg241%2F4652%2Ff01.jpg&hash=3ffb46dd1e0f7385ec007a834d5eb54f)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg179.imageshack.us%2Fimg179%2F4039%2Ff02.jpg&hash=0c4aad5167644ee95f220c9b3461dbbc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg241.imageshack.us%2Fimg241%2F779%2Ff03.jpg&hash=c4a27b8a14af1ce9f17ec9e0c6108f39)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg22.imageshack.us%2Fimg22%2F2162%2Ff04g.jpg&hash=bb7c58788d5e29c4c340a6a451a60f31)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg179.imageshack.us%2Fimg179%2F6189%2Ff05.jpg&hash=c31bef9d446a2eccf3f528a18acc8671)
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 09, 2009, 12:06:33 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Instrutor"
Excelentes sem dúvidas. que missies são esses? é alguma GBU?

Citar
As JDAM são a GBU-31(v)1/B de 2000lb (sob a asa direita), baseada na Mk.84, e a GBU-31(v)3/B, também de 2000lb e desenvolvida a partir da bomba BLU-109.
charlie golf


Obrigado caro nelson.  Excelentes fotos parabens pereira marques. :wink:
Título:
Enviado por: nelson38899 em Julho 12, 2009, 10:14:44 pm
Voo de experiencia F-16 - Doca 4


http://www.forumfotografia.net/index.ph ... icseen#new (http://www.forumfotografia.net/index.php?topic=42572.msg221555;topicseen#new)
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 13, 2009, 03:18:42 pm
Excelente muito bem já são 16.
Título:
Enviado por: ShadIntel em Julho 27, 2009, 08:36:51 pm
Citar
Açoriano conta como é ser piloto dos caças F-16

Filipe Cordeiro é um micaelense de 28 anos na elite da Força Aérea Portuguesa, pois está entre os cerca de 30 pilotos dos poderosos caças F-16. Em entrevista ao Açoriano Oriental, explica como chegou aos F-16, um avião que considera fácil pilotar, embora o seu cockpit seja um espaço "hostil".

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.acorianooriental.pt%2Ffiles%2Fmultimedia%2Ffotos%2F10_varios%2F_resize%2F8262.jpg&hash=23bc76136316d95bdf39dc7b45ebd4a4)

Filipe Cordeiro está na elite da Força Aérea Portuguesa, onde é piloto dos caças F-16. A ideia de ser piloto de caça surgiu-lhe no ensino secundário. Filipe gostava bastante de aviões, mas ao contrário de tantos adolescentes que preenchem as suas capas escolares ou as paredes dos seus quartos com fotografias de aeronaves, Filipe concretizou mesmo o seu sonho.

Um primo que concorreu à Escola Naval influenciou-o a fazer o mesmo na Academia da Força Aérea, juntando o seu gosto pela aviação à componente militar. Concorreu em 1999 e só em 2006 pilotou pela primeira vez um caça F-16. Por aí já se vê o grau de dificuldade e a preparação que é necessária para se pilotar um avião de guerra. Filipe passou os primeiros quatro anos na Academia a tirar a sua licenciatura, seguindo-se um ano e meio de aprendizagem de voo em Beja. Nessa altura, é feita a escolha da aeronave que se pretende pilotar. Os melhores alunos têm a possibilidade de escolher entre os caças, os aviões de transporte ou os helicópteros. Seguem-se mais seis meses de formação, esta agora destinada já ao treino de combate. Por fim, um estágio nos Estados Unidos da América, para aprender a pilotar os F-16.

Os testes são muito rigorosos, sobretudo os físicos e os mais complicados são os médicos. "É onde chumba mais gente, especialmente na parte auditiva, nos desvios de coluna vertebral e na visão", refere.

Filipe vive actualmente em Leiria, nas proximidades da Base Aérea nº5 de Monte Real onde está colocado. Integra uma pequena elite de apenas cerca de 30 pilotos , sendo actualmente o único açoriano a pilotar as duas dezenas de F-16 da Força Aérea Portuguesa, embora lembre que antes dele, um outro micaelense também já tinha tido essa oportunidade.

Mas como é voar num F-16? "É uma sensação muito boa e para quem começa a voar com aviões mais lentos, chegar ao F-16 é um espectáculo, porque é um avião muito manobrável, rápido e fácil de voar", responde. O F-16 tem a capacidade de voar a velocidades superiores a 1000 km/h, quebrando a barreira do som. "Ao contrário do que muita gente pensa, não há acelerações súbitas e dentro do avião não se sente nada. Só me apercebo que ultrapassei a velocidade do som quando olho para o velocímetro", explica Filipe Cordeiro.

Muitas pessoas com certeza lembram-se de ver Tom Cruise no filme Top Gun. Mas o treino na vida real compara-se ao do cinema? Filipe Cordeiro explica como é feito o treino dos pilotos, normalmente numa hora e meia de voo: "o F-16 tanto faz o combate aéreo como o ataque ao solo. Temos definidos vários tipos de missão e ao longo do ano vamos treinando. O voo nos F-16 exige total atenção e concentração, porque a qualquer momento as coisas podem correr mal, especialmente a voar a alta velocidade em baixas altitudes e nas situações de combate aéreo, onde é essencial saber evitar as colisões entre as aeronaves. Depois há também a questão da habituação. Poucos são os pilotos que voam pela primeira vez e se sentem completamente bem".

Pilotar um F-16 no ar é como pilotar um Fórmula 1 em terra. O trabalho de Filipe Cordeiro é, por isso, comparável ao de um desportista de alta competição. Presença de espírito, muita concentração, boa forma física e, sobretudo, ser imune ao enjoo, são essenciais para que nada corra mal no céu, até porque estar dentro do cockpit de um F-16 está muito longe de ser o mesmo que estar sentado numa sala de estar a observar paisagens aéreas. "O F-16 tem um ambiente muito hostil", refere Filipe Cordeiro, porque "há muito ruído, há as forças centrífugas (G), pode haver também cheiro a combustível e o calor no cockpit, com o fato que temos vestido, torna tudo muito hostil", afirma.

Filipe já participou por duas vezes em missões no estrangeiro, mas nunca esteve até agora numa missão de combate. Contudo, o seu avião tem armamento real, pelo que está consciente que um dia, o sonho pode tornar-se um pesadelo de guerra. Mas isso não preocupa Filipe. "Fazendo parte da NATO, sabemos que é sempre possível sermos destacados para um cenário de guerra e é para isso que treinamos no dia-a-dia", conclui.

Rui Jorge Cabral

AO Online (http://http)
Título:
Enviado por: paraquedista em Julho 28, 2009, 01:41:21 am
Algumas novidades obtidas junto de um dos responsaveis da Doca 4 no dia dos 50 anos da BA5:

- Mais 3 F16 MLU ate ao fim do ano:

15129 em Agosto
15110 em Outobro
15114 em Dezembro

- Em 2010 vao ser 7 os avioes a fazer a Doca 4

15130 e mais 6 do Peace Atlantis I

- O ministro ja confirmou que se vao fazer todos os 40 MLU's (como 1 ja foi acidentado, o 15140 vao-se ficar com 39 no total) e continua previsto o 15141.

Mas so 30 serao para ficar na FAP. 9 sao para vender.

O calendario continua a prever que se completem todos os MLU em 2012 ou inicio de 2013.

E e tudo
Título:
Enviado por: cromwell em Julho 28, 2009, 01:25:12 pm
Citação de: "paraquedista"
Algumas novidades obtidas junto de um dos responsaveis da Doca 4 no dia dos 50 anos da BA5:

- Mais 3 F16 MLU ate ao fim do ano:

15129 em Agosto
15110 em Outobro
15114 em Dezembro

- Em 2010 vao ser 7 os avioes a fazer a Doca 4

15130 e mais 6 do Peace Atlantis I

- O ministro ja confirmou que se vao fazer todos os 40 MLU's (como 1 ja foi acidentado, o 15140 vao-se ficar com 39 no total) e continua previsto o 15141.

Mas so 30 serao para ficar na FAP. 9 sao para vender.
O calendario continua a prever que se completem todos os MLU em 2012 ou inicio de 2013.

E e tudo


Espero que outro partido ganhe as eleições, para anular essa  estupida venda. :twisted:
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 28, 2009, 01:34:38 pm
ShadIntel
Citar
O F-16 tem um ambiente muito hostil", refere Filipe Cordeiro, porque "há muito ruído, há as forças centrífugas (G), pode haver também cheiro a combustível e o calor no cockpit, com o fato que temos vestido, torna tudo muito hostil", afirma.


Eu que pensava que tinha pouco ruído, que tinha ar condicionado :roll:  c34
Título:
Enviado por: raphael em Julho 28, 2009, 02:01:00 pm
Citação de: "Daniel"
ShadIntel
Citar
O F-16 tem um ambiente muito hostil", refere Filipe Cordeiro, porque "há muito ruído, há as forças centrífugas (G), pode haver também cheiro a combustível e o calor no cockpit, com o fato que temos vestido, torna tudo muito hostil", afirma.

Eu que pensava que tinha pouco ruído, que tinha ar condicionado :roll:  c34


...além de ser apertado para xuxu!!!
Título:
Enviado por: migbar2 em Julho 28, 2009, 10:18:41 pm
Citação de: "cromwell"
Citação de: "paraquedista"
Algumas novidades obtidas junto de um dos responsaveis da Doca 4 no dia dos 50 anos da BA5:

- Mais 3 F16 MLU ate ao fim do ano:

15129 em Agosto
15110 em Outobro
15114 em Dezembro

- Em 2010 vao ser 7 os avioes a fazer a Doca 4

15130 e mais 6 do Peace Atlantis I

- O ministro ja confirmou que se vao fazer todos os 40 MLU's (como 1 ja foi acidentado, o 15140 vao-se ficar com 39 no total) e continua previsto o 15141.

Mas so 30 serao para ficar na FAP. 9 sao para vender.
O calendario continua a prever que se completem todos os MLU em 2012 ou inicio de 2013.

E e tudo

Espero que outro partido ganhe as eleições, para anular essa  estupida venda. :twisted:





Não penso que se ganhe muito se não se vender os F-16, infelizmente!!!
A verdade é que não temos, nem teremos pilotos suficientes para os F's todos. Um padrão interessante de pilotos prontos para uma frota de aviões seria o correspondente ao numero de aviões mais cinquenta por cento, ora em trinta aviões mesmo considerando que se mantem operacionais apenas vinte aviões, deveriamos têr trinta pilotos...alguém acredita que conseguiremos melhor do que isso? Eu não.
Título:
Enviado por: cromwell em Julho 29, 2009, 01:13:56 pm
Citação de: "migbar2"
Citação de: "cromwell"
Citação de: "paraquedista"
Algumas novidades obtidas junto de um dos responsaveis da Doca 4 no dia dos 50 anos da BA5:

- Mais 3 F16 MLU ate ao fim do ano:

15129 em Agosto
15110 em Outobro
15114 em Dezembro

- Em 2010 vao ser 7 os avioes a fazer a Doca 4

15130 e mais 6 do Peace Atlantis I

- O ministro ja confirmou que se vao fazer todos os 40 MLU's (como 1 ja foi acidentado, o 15140 vao-se ficar com 39 no total) e continua previsto o 15141.

Mas so 30 serao para ficar na FAP. 9 sao para vender.
O calendario continua a prever que se completem todos os MLU em 2012 ou inicio de 2013.

E e tudo

Espero que outro partido ganhe as eleições, para anular essa  estupida venda. :twisted:




Não penso que se ganhe muito se não se vender os F-16, infelizmente!!!
A verdade é que não temos, nem teremos pilotos suficientes para os F's todos. Um padrão interessante de pilotos prontos para uma frota de aviões seria o correspondente ao numero de aviões mais cinquenta por cento, ora em trinta aviões mesmo considerando que se mantem operacionais apenas vinte aviões, deveriamos têr trinta pilotos...alguém acredita que conseguiremos melhor do que isso? Eu não.


O nosso país que tem a maior ZEE da Europa,  todos os F-16 devem ser necessários.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 29, 2009, 01:23:17 pm
Citação de: "cromwell"

O nosso país que tem a maior ZEE da Europa,  todos os F-16 devem ser necessários.


É isso e Pandur II para a ZEE :roll: ...o que é que uma coisa tem a ver com a outra? Um F-16 voa demasiado rápido para poder identificar correctamente determinado barco (p. ex. arrastão espanhol) e a actividade que está a realizar (pesca, tráfico de droga), já para não falar do elevadíssimo custo médio da hora de voo para uma missão tão rotineira como a vigilância da ZEE...Só se for mesmo para destruir os navios infractores :roll:
Título:
Enviado por: cromwell em Julho 29, 2009, 01:52:26 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "cromwell"

O nosso país que tem a maior ZEE da Europa,  todos os F-16 devem ser necessários.

É isso e Pandur II para a ZEE :shock:  :roll:


Para a defesa da ZEE é necessário mísseis e não veículos. :?
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 29, 2009, 02:06:20 pm
Citação de: "cromwell"
Para a defesa da ZEE é necessário mísseis e não veículos. :roll:
Título:
Enviado por: Crypter em Julho 29, 2009, 03:08:49 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Um F-16 voa demasiado rápido para poder identificar correctamente determinado barco (p. ex. arrastão espanhol) e a actividade que está a realizar (pesca, tráfico de droga), já para não falar do elevadíssimo custo médio da hora de voo para uma missão tão rotineira como a vigilância da ZEE...Só se for mesmo para destruir os navios infractores :roll:


Lá está.. daí noutro tópico ter questionado se o Super Tucano da embraer, não pudesse ser uma alternativa viável aos F-16 nesse tipo de missões..

Mas isso já é offtopic sorry.
Título:
Enviado por: raphael em Julho 29, 2009, 03:56:48 pm
Citação de: "cromwell"
Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "cromwell"

O nosso país que tem a maior ZEE da Europa,  todos os F-16 devem ser necessários.

É isso e Pandur II para a ZEE :shock:  :roll:

Para a defesa da ZEE é necessário mísseis e não veículos. :?


misseis?? para a Zona Económica Exclusiva?? hummm ok...
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 29, 2009, 04:12:15 pm
PereiraMarques
Citar
É isso e Pandur II para a ZEE


Nesse caso só os Pandur anfíbios dos fuzos, ao que parece só são vinte unidades, como a ZEE é muito grande recomendo um aumento para 100 unidades, depois também precisamos do NPL para largar os Pandur pela ZEE  :rir:
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 29, 2009, 04:26:37 pm
migbar2
Citar
Não penso que se ganhe muito se não se vender os F-16, infelizmente!!!
A verdade é que não temos, nem teremos pilotos suficientes para os F's todos. Um padrão interessante de pilotos prontos para uma frota de aviões seria o correspondente ao numero de aviões mais cinquenta por cento, ora em trinta aviões mesmo considerando que se mantem operacionais apenas vinte aviões, deveriamos têr trinta pilotos...alguém acredita que conseguiremos melhor do que isso? Eu não.

Creio que a falta de pilotos não deve de servir de desculpa para vender os F16, não percebo quando diz que não temos nem teremos pilotos suficientes para todos os F16 muita falta de optimismo, tem países do mesmo tamanho que o nosso e com muitos mais caças, até com a mesma população, não vejo a razão pela qual no futuro não possamos ter mais pilotos, agora é claro é preciso trabalhar para que isso seja uma realidade, até pelo que sei a FAP está a mudar as regras para que os pilotos não possam sair muito cedo, pessoalmente acho que os F16 não devem ser vendidos, pelo contrário deviam ser aumentados, a nossa FAP deveria ter pelos menos 70 caças, eu sei a falta de pilotos mas isso deve ser combatido.


Citar
alguém acredita que conseguiremos melhor do que isso? Eu não


Eu acredito podemos fazer muito mas muito melhor. :wink:
Título:
Enviado por: cromwell em Julho 29, 2009, 06:34:34 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "cromwell"
Para a defesa da ZEE é necessário mísseis e não veículos. :roll:


Realmente isto é uma vergonha.

Em vez termos gente que pensa em grande e que olhe para a frente, temos gente que metem-se a gozar a modernização e melhoria das nossas forças armadas, através de sarcasmo.  :evil:

Urgentemente precisamos de modernizar a defesa da ZEE, que está uma pobreza.

ASAE com espingardas automáticas..... era o renascimento da PIDE, caro Pereira Marques!
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 29, 2009, 06:58:11 pm
Se não consegue perceber que está a defender a realização de operações policiais, sim porque a vigilância da Zona Económica Exclusiva é uma missão policial, não militar, com um caça-bombardeiro ou com misseis, não tenho culpa.

Pense lá um bocadinho, o que é que a Armada baptizou recentemente para a vigilância da ZEE, foram Fragatas de Defesa Aérea? Foram Submarinos Nucleares? Não, foi um NPOzeco armado com um canhão de 40mm em 2.ª mão.

Veja lá que os EUA que têm dinheiro para tudo, onde é que a US Coast Guard tem os Submarinos, as Fragatas ou os F-16 para vigiar a ZEE?

Qual é que é o custo médio de voo de um F-16? É barato? O F-16 consegue fotografar as actividades ilícitas de um navio? Consegue detectar manchas de óleo, resultado da lavagem dos tanques de um navio em alto mar? Consegue lançar balsas salva-vidas a náufragos? Consegue largar uma equipa de abordagem num navio? Não. Para essas missões de vigilância da ZEE a FAP tem os CASA C-212-300 Aviocar, os EH-101 Merlin, agora de novo, os Puma e, futuramente, os C-295 Persuader.

Os caça-bombardeiro F-16 são aeronaves de combate, caras de operar e de manter não são para ser "desperdiçadas" a vigiar arrastões, cargueiros ou petroleiros.
Título:
Enviado por: cromwell em Julho 29, 2009, 07:22:05 pm
Então quero ver o que vamos fazer quando os castelhanos tiverem a apalpar as Selvagens, outra vez. :lol:
Título:
Enviado por: AC em Julho 29, 2009, 08:38:12 pm
Os espanhóis só "apalpam" as selvagens porque nós (ainda) não temos  um radar para controlar o que se passa lá. Só sabemos que acontece quando alguém está por lá e vê.

A partir do momento em que o radar estiver activo, isso acaba.
Título:
Enviado por: Rui Conceicao em Julho 29, 2009, 10:26:02 pm
Como já disse anteriormente este fórum esta cheio de políticos. :(
Que dizem do narcotráfico feito por avião?
Não é por acaso que certos países de África estão a ser usados como plataformas dos cartéis .
Título:
Enviado por: migbar2 em Julho 30, 2009, 12:07:13 am
Citação de: "Daniel"
migbar2
Citar
Não penso que se ganhe muito se não se vender os F-16, infelizmente!!!
A verdade é que não temos, nem teremos pilotos suficientes para os F's todos. Um padrão interessante de pilotos prontos para uma frota de aviões seria o correspondente ao numero de aviões mais cinquenta por cento, ora em trinta aviões mesmo considerando que se mantem operacionais apenas vinte aviões, deveriamos têr trinta pilotos...alguém acredita que conseguiremos melhor do que isso? Eu não.

Creio que a falta de pilotos não deve de servir de desculpa para vender os F16, não percebo quando diz que não temos nem teremos pilotos suficientes para todos os F16 muita falta de optimismo, tem países do mesmo tamanho que o nosso e com muitos mais caças, até com a mesma população, não vejo a razão pela qual no futuro não possamos ter mais pilotos, agora é claro é preciso trabalhar para que isso seja uma realidade, até pelo que sei a FAP está a mudar as regras para que os pilotos não possam sair muito cedo, pessoalmente acho que os F16 não devem ser vendidos, pelo contrário deviam ser aumentados, a nossa FAP deveria ter pelos menos 70 caças, eu sei a falta de pilotos mas isso deve ser combatido.


Citar
alguém acredita que conseguiremos melhor do que isso? Eu não

Eu acredito podemos fazer muito mas muito melhor. :wink:





Eu disse "infelizmente"!!!! É uma opinião que pura e simplesmente se fundamenta na minha percepção da realidade que é a nossa e não há aqui qualquer tipo de informação privilegiada nem nada que se pareça!
Se o nosso unico problema ou insuficiência, conforme prefira, fossem as esquadras dos nossos queridos F´s eu até daria razão ao colega, a questão é que as faltas existem em muitas áreas e portanto temos que gerir as coisas o melhor possível e não o desejável. Acredito que o País possa garantir uma força de trinta pilotos prontos para combate nos nossos F-16 e olhe que quando isso acontecer será a primeira vez!!! Mais do que isso repito que não me parece!
Chamo a atenção do colega para o facto de como diz, haver países do nosso tamanho com muito mais aviões de combate que nós...é verdade, mas e os pilotos? Haverá assim tantos países do nosso tamanho que tenham pilotos prontos para combate para todos esses aviões? Repare que a Holanda e a Bélgica não têm essa sorte por exemplo e como curiosidade a grande potencia africana que é a África do Sul não vê como vai têr pilotos para os seus Hawk e Grippen (quarenta milhões de pessoas para 50 aviões!!!!). Sabe que isto no papel é tudo muito bonito, mas aparte certos países sempre em pé de guerra, os outros vão tendo uma vidinha mais ou menos complicada, cada um obviamente á sua dimensão. Nós não podemos pagar um salário aos nossos pilotos equivalente aos salários de certos países do centro e norte da europa, no entanto os nossos pilotos podem ir para companhias aéreas que pagam bom dinheiro. O máximo que o nosso Estado poderá fazer é melhorar um pouquinho as condições do contrato e em troca aumentar mais uns poucos anitos o serviço minimo obrigatório a cumprir pelos pilotos, isso poderá melhorar um bocadinho as coisas, mas a partir daí nada mais se poderá fazer. No fundo um país como o nosso dependerá sempre de homens e mulheres que façam as coisas sem pensar apenas no dinheiro e acredite que esses são sempre os melhores, os outros...
Título:
Enviado por: typhonman em Julho 30, 2009, 10:29:51 pm
Então se os pilotos saem da AFA, da escola de oficiais e ao fim de 8 anos saem..Porque não meter pilotos de RC? Estão lá 8 anos e saem a mesma, e os custos de formação devem ser menores..Nas esquadras de A-7 existiam alguns PIL.
Título:
Enviado por: PereiraMarques em Julho 30, 2009, 10:36:43 pm
Citação de: "typhonman"
Porque não meter pilotos de RC? Estão lá 8 anos e saem a mesma, e os custos de formação devem ser menores..Nas esquadras de A-7 existiam alguns PIL.


Agora o RC tem a duração máxima de 6 anos :wink: . Pode ser que quando aumentarem a duração máxima da prestação de serviço em RC haja maior interesse por parte da FAP.
Título:
Enviado por: teXou em Julho 31, 2009, 02:11:24 pm
Citação de: "migbar2"
...
Chamo a atenção do colega para o facto de como diz, haver países do nosso tamanho com muito mais aviões de combate que nós...é verdade, mas e os pilotos? Haverá assim tantos países do nosso tamanho que tenham pilotos prontos para combate para todos esses aviões? Repare que a Holanda e a Bélgica não têm essa sorte ...

Bélgica mais o menos a mesma população que em Portugal:
72 F-16, sobre 2 bases, dos quais 60 são afetados a NATO/OTAN. (http://http):wink:
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 31, 2009, 03:14:13 pm
Aqui não é comparar o numero de população de um pais para com o outro, mas sim a ausencia de politica para combater a saida dos pilotos. Se eu manda-se os pilotos que se formem na Força Aérea nao saiam e ponto final. Se querem ser pilotos civil e TAP e as outras companhias que os formem, quer dizer andam os contribuintes a pagar a sua formaçao para depois sairem que nem mercenários para quem lhes paga melhor.... :evil: por mim mudava a lei ou la o que reje esse assunto e proibia a saida desses pilotos sob pena de prisao por traição. Quem quer ser piloto militar forma-se na Academia da FAP quem quer ser piloto civil forma-se nessas companhias e ponto final. E mais uma coisa os militares nao deveriam "ter cargos políticos" de forma a poderem sair da vida militar.... prisao para os desertores.
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 31, 2009, 03:15:23 pm
teXou
Citar
Bélgica mais o menos a mesma população que em Portugal:
72 F-16, sobre 2 bases, dos quais 60 são afetados a NATO/OTAN


Digo mais é :?: as coisas é que não estão a ser feitas como elas devem ser feitas, mas creio que o futuro vai ser bem melhor. :wink:
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 31, 2009, 03:21:56 pm
E o PIB de um e do outro país, alguém pode dizer qual é? É que eu de memória lembro-me que durante a Guerra Fria a Bélgica também tinha umas Forças Mecanizadas que em Portugal era ficção cientifica. Se querem comparar Portugal com algum país, escolham um com um PIB e população semelhante.
Título:
Enviado por: Daniel em Julho 31, 2009, 03:27:23 pm
Instrutor
Citar
Quem quer ser piloto militar forma-se na Academia da FAP quem quer ser piloto civil forma-se nessas companhias e ponto final.


Hora aì está uma grande verdade, muitos aproveitam a FAP para se formar e ser piloto, depois saem e são pilotos nas companhias civis, continu dizendo, não tem cabimento termos apenas 30 pilotos de caças F16 custa-me até acreditar nisso, agora também já ouvi falar que as provas são muito exigentes, por um pequeno problema na vista, já não pode pilotar um F16 acho que algumas regras e talvez exageradas devem ser mudadas.
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 31, 2009, 03:34:47 pm
Daniel, é tudo muito bonito, mas enquanto não pagarem melhor aos Pilotos da FAP, esta situação não mudará. É tão simples como isso.
Título:
Enviado por: Instrutor em Julho 31, 2009, 04:28:12 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Daniel, é tudo muito bonito, mas enquanto não pagarem melhor aos Pilotos da FAP, esta situação não mudará. É tão simples como isso.


Com todo o respeito.......

Pagar melhor aos pilotos da FAP porque???

Acredito na condição de risco dos militares, e então às operaçoes especiais e restantes forças especiais??? Ja viu alguem membro da al caeda vir recrutar militares altamente especializados e treinados.... e se oferecerem 10 mil euros por mes contra uns miseres 500 ou 600 euros e um soldado OE, ou Comando ou Fuzileiro ou DAE e Para?????

Mas afinal estamos a pagar a um mercenário ou entao algum HOMEM que jurou Bandeiras a fim de proteger os mais altos interesses da Patria??

Bem a tropa se continua assim caminhamos para o fim e nao quero acreditar nisso.
Título:
Enviado por: Ricardo Nunes em Julho 31, 2009, 04:55:25 pm
Citação de: "Instrutor"
Aqui não é comparar o numero de população de um pais para com o outro, mas sim a ausencia de politica para combater a saida dos pilotos. Se eu manda-se os pilotos que se formem na Força Aérea nao saiam e ponto final. Se querem ser pilotos civil e TAP e as outras companhias que os formem, quer dizer andam os contribuintes a pagar a sua formaçao para depois sairem que nem mercenários para quem lhes paga melhor.... :evil: por mim mudava a lei ou la o que reje esse assunto e proibia a saida desses pilotos sob pena de prisao por traição. Quem quer ser piloto militar forma-se na Academia da FAP quem quer ser piloto civil forma-se nessas companhias e ponto final. E mais uma coisa os militares nao deveriam "ter cargos políticos" de forma a poderem sair da vida militar.... prisao para os desertores.



Pilotos militares são... militares. Logo, proíba-se a saída de qualquer militar do quadro. Seja piloto, mecânico, artilheiro, cozinheiro, radarista, infante, etc...
Afinal de contas, apregoa-se a igualdade certo?


Deixemo-nos de comentários emocionais, e haja uma discussão séria, coerente e pragmática. Se afinal os pilotos já são uma "classe especial" para que lhes seja barrada a saída ( mesmo após terem servido o seu país nos anos mínimos que a lei exige ), talvez também seja uma "classe especial" que mereça mais atenções face à realidade que vivemos.

Estas linhas fogem ao assunto em discussão. Já existem tópicos para debater este tema. Por isso, mea culpa.

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 31, 2009, 04:58:54 pm
Instrutor que eu saiba não há voluntários em número suficiente para as tropas Especiais (bem como para o resto das unidades). O problema é que um Pára-quedista/Comando/Tropa toda catita, não faz nada com a respectiva formação militar, enquanto que um PILAV agarra em si e vai ganhar do bom e do melhor com a formação que recebeu nas Forças Armadas. Essa é a grande diferença entre eles e os restantes militares.
Título:
Enviado por: Edu em Agosto 01, 2009, 02:05:18 pm
Citação de: "Daniel"
Instrutor
Citar
Quem quer ser piloto militar forma-se na Academia da FAP quem quer ser piloto civil forma-se nessas companhias e ponto final.

Hora aì está uma grande verdade, muitos aproveitam a FAP para se formar e ser piloto, depois saem e são pilotos nas companhias civis, continu dizendo, não tem cabimento termos apenas 30 pilotos de caças F16 custa-me até acreditar nisso, agora também já ouvi falar que as provas são muito exigentes, por um pequeno problema na vista, já não pode pilotar um F16 acho que algumas regras e talvez exageradas devem ser mudadas.



30 pilotos? Segundo sei temos apenas 23 ou 24 pilotos de F-16 para 26 aeronaves operacionais, nem todas MLU. Estão neste momento, se contei bem 5 aeronaves a fazer MLU, uma delas já em fase final de pintura, já com a maior parte dos avionicos instalados, incluindo o radar.

Cumprimento a todos :wink:
Título:
Enviado por: teXou em Agosto 01, 2009, 05:35:28 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
E o PIB de um e do outro país, alguém pode dizer qual é? É que eu de memória lembro-me que durante a Guerra Fria a Bélgica também tinha umas Forças Mecanizadas que em Portugal era ficção cientifica. Se querem comparar Portugal com algum país, escolham um com um PIB e população semelhante.

Bélgica:
PIB : 370.600 milhões dollars US (2005)
PIB/p : 32.578 dollars US (2005)

Portugal:
PIB : 179.900 milhões dollars US (2005)
PIB/p : 19.475 dollars US (2005)
Título:
Enviado por: cromwell em Agosto 11, 2009, 04:04:14 pm
Gente estive a verificar possíveis compradores dos 10 F-16 que vamos vender. Os possíveis compradores poderão ser em em maior parte, países da América Latina. Estive a verificar as forças aéreas de vários países dessa zona e os possíveis compradores poderão ser: o México, Colômbia, Argentina e o Uruguai.

Não acho possível que países da Asia estejam interessados, visto que a alguns países já têm aeronaves russas e as opções de compra de F-16 vão sempre para os F-16 mais avançados da USAF.

Quanto aquela notícia do ano passado, em que o ministro da defesa já teve conversações com um país interessado, esse país nunca foi revelado.

Permanece um mistério.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 11, 2009, 04:42:38 pm
Citação de: "cromwell"
Gente estive a verificar possíveis compradores dos 10 F-16 que vamos vender. Os possíveis compradores poderão ser em em maior parte, países da América Latina. Estive a verificar as forças aéreas de vários países dessa zona e os possíveis compradores poderão ser: o México, Colômbia, Argentina e o Uruguai.

Não acho possível que países da Asia estejam interessados, visto que a alguns países já têm aeronaves russas e as opções de compra de F-16 vão sempre para os F-16 mais avançados da USAF.

Quanto aquela notícia do ano passado, em que o ministro da defesa já teve conversações com um país interessado, esse país nunca foi revelado.

Permanece um mistério.


Que F-16 é mais avançado do que o MLU M4 e M5 da nossa FAP, so se for o Block 60 e esse só foi vendido aos EAU.
Título:
Enviado por: cromwell em Agosto 11, 2009, 06:22:40 pm
Citação de: "Instrutor"
Citação de: "cromwell"
Gente estive a verificar possíveis compradores dos 10 F-16 que vamos vender. Os possíveis compradores poderão ser em em maior parte, países da América Latina. Estive a verificar as forças aéreas de vários países dessa zona e os possíveis compradores poderão ser: o México, Colômbia, Argentina e o Uruguai.

Não acho possível que países da Asia estejam interessados, visto que a alguns países já têm aeronaves russas e as opções de compra de F-16 vão sempre para os F-16 mais avançados da USAF.

Quanto aquela notícia do ano passado, em que o ministro da defesa já teve conversações com um país interessado, esse país nunca foi revelado.

Permanece um mistério.

Que F-16 é mais avançado do que o MLU M4 e M5 da nossa FAP, so se for o Block 60 e esse só foi vendido aos EAU.


Os radares do F-16 C/D têm uma capacidade de alcance 20km superior aos radares do F-16 MLU.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 12, 2009, 11:11:20 am
Isso é o mínimo.... nao creio que isso seja determinante nas capacidades dos F16 penso que tanto os nossos MLU M4 e 5 estejam ao mesmo nível dos C/D Block 50/52 e aos 50 +

Penso que realmente o que é mais importante nem são essas vantagens minimas do Block 50/52 e o + , mas sim a experiencia dos pilotos e o armamento que o F-16 dispoe. É aquela velha teoria preferes estar no cockpit dum F-16 Block 60 armado com misseis AA Iris-T ou num F-16 MLU armado com mnisseis AA Amrrams 120C?? O que interessa mais é o armamento disponivel isso sim.
Título:
Enviado por: Sintra em Agosto 13, 2009, 05:18:25 pm
Citação de: "Instrutor"
Isso é o mínimo.... nao creio que isso seja determinante nas capacidades dos F16 penso que tanto os nossos MLU M4 e 5 estejam ao mesmo nível dos C/D Block 50/52 e aos 50 +

Penso que realmente o que é mais importante nem são essas vantagens minimas do Block 50/52 e o + , mas sim a experiencia dos pilotos e o armamento que o F-16 dispoe. É aquela velha teoria preferes estar no cockpit dum F-16 Block 60 armado com misseis AA Iris-T ou num F-16 MLU armado com mnisseis AA Amrrams 120C?? O que interessa mais é o armamento disponivel isso sim.


 Os nossos F-16 MLU não estão ao nivel dos Block50/52+, não é só uma questão de radar (e as diferenças entre um AN/APG-66V2 e um AN/APG-68V9 são bastante mais radicais do que 20 km´s de detectividade), trata-se de todo o conjunto de comunicações, EW, modificações estruturais, etc.
 Não existe qualquer comparação entre sistemas como os ALR-93(V) e outros ALQ-187 que estão presentes nos modelos mais recentes de Vipers e o que se encontra nos nossos MLU.
 Os aviões da FAP não estão ao nivel dos mais recentes Vipers Gregos, Polacos ou Turcos.

 Outra coisa, o IRIS-T é um AAM WVR (within visual range) e o AIM-120 é um AAM BVR (Beyond visual range), têm funções difrentes, não são comparáveis.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 15, 2009, 10:08:33 pm
Quanto mais para Leste vamos...... melhores avioes encontramos..... c34x
Título:
Enviado por: Sintra em Agosto 17, 2009, 12:43:24 pm
Citação de: "Instrutor"
Quanto mais para Leste vamos...... melhores avioes encontramos..... c34x  

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.lockheedmartin.com%2Fdata%2Fassets%2Faeronautics%2Fpress_photos%2F2008%2Ff22pr_080506_hr.jpg&hash=91a4f1d99098111313f6144031e31278)

Abraços  :wink:
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 17, 2009, 02:10:16 pm
Citação de: "Sintra"
Citação de: "Instrutor"
Quanto mais para Leste vamos...... melhores avioes encontramos..... c34x  

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.lockheedmartin.com%2Fdata%2Fassets%2Faeronautics%2Fpress_photos%2F2008%2Ff22pr_080506_hr.jpg&hash=91a4f1d99098111313f6144031e31278)

Abraços  :lol:  :lol:  ja agora essa linha de montagem foi tirada de algum filme de ficção científica???? Para Portugal esse avião só em 2100 com alguma sorte. :lol:  c34x

Nós por ca... não existe dinheiro.......TGV, AEROPORTO, BANCOS FRAUDULENTOS.... onde é que eu ja ouvi isto....
Título:
Enviado por: Lightning em Agosto 17, 2009, 03:38:33 pm
Citação de: "Instrutor"
Para Portugal esse avião só em 2100 com alguma sorte. :lol:  :lol: .

Citar
Para outos ja uma realidade, e para outros uma vontade enorme de o ter mas o paizinho nao dá autorização...... c34x


Só para a USAF é que vai ser uma realidade, os outros podem ter a vontade toda do mundo que o governo dos EUA não autoriza a venda e além disso acho que a linha de produção vai fechar em breve.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 17, 2009, 05:05:36 pm
Sim também ouvi falar nisso penso que foram construidos 250 unidades, penso que os Americanos acreditam que tem avioes suficientes visto pensarem eles nenhum avião actualmente no mercado esta a altura das capacidades do F22 em teoria claro porque na pratica este super aviao o F22 ja voi "abatido em treinos" por um F18 e por um Typhoon.
Posso estar muito enganado, mas penso que os americanos ja tem algum outro avião na manga muito superior ao F22 e não vale a pena investir dinheiro no F22 porque actualmente é o melhor aviao no mercado, por isso penso que o investimento vai direitinho para o desenvolvimento de um caça de 6ª Geração, eles nao param e andam sempre a frente em armamento ultra secreto....
Título:
Enviado por: pmdavila em Agosto 17, 2009, 05:34:40 pm
Citação de: "Instrutor"
Sim também ouvi falar nisso penso que foram construidos 250 unidades, penso que os Americanos acreditam que tem avioes suficientes (...)


Número final da encomenda: 187. O plano inicial previa que fossem 750. Em 1994, reviram o número para 442. Em 1997 já eram 339, em 2003 passou a 277...
E havia muitos senadores que queriam mais que a encomenda de 187 "final" (a produção está espalhada por muitos Estados, empregos que se perdem, votos que se perdem, etc...).
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 19, 2009, 11:03:52 am
Uma coisa que nunca percebi muito bem, afinal qual é o avião oficial dos EUA como interceptor do Espaço Aéreo, ou não tem nenhum, ou são todos de acordo com a unidade que estiver mais proximo?

Por exemplo:
Portugal-Belgica-Holanda-Dinamarca-Noruega (F16MLU)

Espanha-Reino-Unido-Alemanha-Itália (Eurotyphoon)

França (Rafale)

Grecia-Turquia (F-16 Block 50/52)

EUA (F22, F35, F16, F15, F18........)
Título:
Enviado por: Lightning em Agosto 19, 2009, 11:37:48 am
Citação de: "Instrutor"
Uma coisa que nunca percebi muito bem, afinal qual é o avião oficial dos EUA como interceptor do Espaço Aéreo, ou não tem nenhum, ou são todos de acordo com a unidade que estiver mais proximo?

Por exemplo:
Portugal-Belgica-Holanda-Dinamarca-Noruega (F16MLU)

Espanha-Reino-Unido-Alemanha-Itália (Eurotyphoon)

França (Rafale)

Grecia-Turquia (F-16 Block 50/52)

EUA (F22, F35, F16, F15, F18........)


Acho que é o que estiver mais perto.
Por exemplo nas Canárias (Espanha) é o EF-18 Hornet e não o Eurofighter.

Na França e na Grécia também há Mirage 2000.

A diferença que há nos EUA é que o F-15A/C é um avião de superioridade aérea e o F-16 é um multi-role, mas como interceptor é o que estiver mais perto, apesar de se considerar o F-15 superior.

O F/A-18 (da Marinha dos EUA) não faz alerta à defesa dos espaço aéreo dos EUA (a não ser numa exepção caso a USAF não tenha capacidade), faz sim defesa aérea aos Grupos de Batalha Navais no meio dos oceanos.
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 19, 2009, 12:18:16 pm
Oscar Kilo :wink:
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 19, 2009, 12:20:27 pm
Na Madeira (Portugal) temos como interceptores o EH101 Merlim e o Aviocar C212-100, é isso?? :lol:  :lol:  Desculpe a piada.....
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 26, 2009, 02:33:59 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi671.photobucket.com%2Falbums%2Fvv75%2Faudiovision%2FIMG_9827-teste-1.jpg&hash=55ffb94f7ef4778b23c9c4219781a0ed)
créditos:Nuno correia

o MLU 15129
Título:
Enviado por: SANTACRUZ em Agosto 26, 2009, 02:56:26 pm
eles testam a f16 antes de terminar a pintura?

no caso de ter que desmonta-lo novamente?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 26, 2009, 03:14:07 pm
Citação de: "SANTACRUZ"
eles testam a f16 antes de terminar a pintura?

no caso de ter que desmonta-lo novamente?


essa é a cor primária que é usada no F16. Só depois dos testes é que se faz a pintura final.
Título:
Enviado por: SANTACRUZ em Agosto 26, 2009, 03:33:36 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "SANTACRUZ"
eles testam a f16 antes de terminar a pintura?

no caso de ter que desmonta-lo novamente?

essa é a cor primária que é usada no F16. Só depois dos testes é que se faz a pintura final.


ya...  eu sabia que era a primaria... so estava curioso por que ele estar voando assim...

Obrigado por esclarecer isto  :wink:

   
Quem esta testando-o?

a forca aerea ou OGMA??

thanks!
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 26, 2009, 03:47:03 pm
Citação de: "SANTACRUZ"
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "SANTACRUZ"
eles testam a f16 antes de terminar a pintura?

no caso de ter que desmonta-lo novamente?

essa é a cor primária que é usada no F16. Só depois dos testes é que se faz a pintura final.

ya...  eu sabia que era a primaria... so estava curioso por que ele estar voando assim...

Obrigado por esclarecer isto  :wink:

   
Quem esta testando-o?

a forca aerea ou OGMA??

thanks!


Eles são montados e testados pela FAP e pintados pelas ogma
Título:
Enviado por: P44 em Agosto 26, 2009, 05:23:00 pm
Citação de: "Instrutor"
Na Madeira (Portugal) temos como interceptores o EH101 Merlim e o Aviocar C212-100, é isso?? :lol:  c34x
Título:
Enviado por: sivispacem em Agosto 26, 2009, 05:43:27 pm
Citação de: "P44"
Citação de: "Instrutor"
Na Madeira (Portugal) temos como interceptores o EH101 Merlim e o Aviocar C212-100, é isso?? :lol:  c34x


Esse não é mais bacalhoeiro?????  :P
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 26, 2009, 10:21:23 pm
Virado mais para o único cruzador de batalha da nossa armada, manda cá cada bujardo para o continente.... :lol:  :lol:
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 26, 2009, 10:23:53 pm
Citação de: "SANTACRUZ"
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "SANTACRUZ"
eles testam a f16 antes de terminar a pintura?

no caso de ter que desmonta-lo novamente?

essa é a cor primária que é usada no F16. Só depois dos testes é que se faz a pintura final.

ya...  eu sabia que era a primaria... so estava curioso por que ele estar voando assim...

Obrigado por esclarecer isto  c34x
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 26, 2009, 11:47:19 pm
Citar
Na tarde do dia de ontem mais um MLU se juntou à já extensa família dos falcões modernizados, que vão povoando a Base de Monte Real.

O benjamim da família é por isso agora o 29 (isto se admitirmos que a versão MLU é uma nova vida da célula anterior).


Pelas 16.20 horas do dia 25/08/2009, o 15129 abriu as asas e partiu rumo aos céus como ave de rapina que é.

Emocionante como ver uma cria aventurar-se no mundo pela primeira vez, é esse o momento mágico aqui retratado hoje.


Pilotado pelo Maj Lourenço, Comandante da Esq. 301, num voo de cerca de 50 minutos em que os sistemas electrónicos e mecânicos do aparelho foram testados um a um, regressou a casa para um primeiro touch & go.

Seria aqui que a única falha viria a ser detectada, ao não conseguir recolher o trem de aterragem pela “via normal”. Sendo um problema susceptível de ocorrer em qualquer avião operacional e de simples explicação e resolução, a célula ficaria apta, não com distinção é certo, devido à falha detectada, mas pronto para seguir para pintura e incorporar brevemente a frota operacional ao serviço da FAP.
http://passarodeferro.blogspot.com/ (http://passarodeferro.blogspot.com/)
Título:
Enviado por: SANTACRUZ em Agosto 27, 2009, 09:09:29 am
Citação de: "Instrutor"
Citação de: "SANTACRUZ"
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "SANTACRUZ"
eles testam a f16 antes de terminar a pintura?

no caso de ter que desmonta-lo novamente?

essa é a cor primária que é usada no F16. Só depois dos testes é que se faz a pintura final.

ya...  eu sabia que era a primaria... so estava curioso por que ele estar voando assim...

Obrigado por esclarecer isto  c34x


   
é claro ... lol

mas eu realmente estava se referindo a gravacao de dados e garantir que os sistemas estao funcionando como deveriam ...

ou e que os pilotos FAP leva-lo para um 'test drive' e dizem 'ok, ja esta'??

Eu teria pensado que fosse um pouco mais científico do que isso ... :wink:
Título:
Enviado por: Lightning em Agosto 27, 2009, 07:08:27 pm
Citação de: "SANTACRUZ"
mas eu realmente estava se referindo a gravacao de dados e garantir que os sistemas estao funcionando como deveriam ...

ou e que os pilotos FAP leva-lo para um 'test drive' e dizem 'ok, ja esta'??

Eu teria pensado que fosse um pouco mais científico do que isso ... :wink:


A Força Aérea não é só pilotos :wink: , também tem mecânicos, engenheiros...
Título:
Enviado por: SANTACRUZ em Agosto 28, 2009, 08:33:07 am
Citação de: "Lightning"
Citação de: "SANTACRUZ"
mas eu realmente estava se referindo a gravacao de dados e garantir que os sistemas estao funcionando como deveriam ...

ou e que os pilotos FAP leva-lo para um 'test drive' e dizem 'ok, ja esta'??

Eu teria pensado que fosse um pouco mais científico do que isso ... :wink:

A Força Aérea não é só pilotos :wink: , também tem mecânicos, engenheiros...


entao e por falta de equipamento? ou outra coisa que vai para os OGMA? nao estou a entender bem..

se tem a equipa necessario porque que vai para OGMA? se a FA fazer por sua conta nao ficava mais barrato??
Título:
Enviado por: nelson38899 em Agosto 28, 2009, 09:08:28 am
Citação de: "SANTACRUZ"
Citação de: "Lightning"
Citação de: "SANTACRUZ"
mas eu realmente estava se referindo a gravacao de dados e garantir que os sistemas estao funcionando como deveriam ...

ou e que os pilotos FAP leva-lo para um 'test drive' e dizem 'ok, ja esta'??

Eu teria pensado que fosse um pouco mais científico do que isso ... :wink:

A Força Aérea não é só pilotos :wink: , também tem mecânicos, engenheiros...

entao e por falta de equipamento? ou outra coisa que vai para os OGMA? nao estou a entender bem..

se tem a equipa necessario porque que vai para OGMA? se a FA fazer por sua conta nao ficava mais barrato??


Neste momento as ogma só servem para dar a pintura final do F16 mais nada.
Título:
Enviado por: SANTACRUZ em Agosto 28, 2009, 09:27:36 am
ai entao estao a mentir no seu site..

Citar
F-16

A OGMA é uma das principais empresas actualmente a realizar programas de extensão de vida das aeronaves F-16 Fighting Falcon da Lockheed Martin. A empresa tem em curso programas F-16 MLU + Falcon Up + Falcon Star para a Força Aérea Portuguesa. Somos a única empresa a nível mundial a executar os três programas em simultâneo.

Estes programas de modernização envolvem modificações estruturais, eléctricas e mecânicas, que visam melhorar ainda mais a eficácia da aeronave.

São objectivos destas modificações:
   
O aumento do tempo de vida da célula através de maior resistência à fadiga
   
A modificação da aeronave de Bloco 15 standard para Bloco 50 standard
   
A modernização do equipamento e a instalação da mais recente tecnologia digital para o cockpit e aviónicos
   
A actualização da aeronave para níveis standard comuns da NATO.
Serviços
   Mid Life Upgrades (MLU)
   Falcon Up
   Falcon Star


http://www.ogma.pt/defense_pt.html
Título:
Enviado por: Instrutor em Agosto 28, 2009, 09:37:21 am
Afinal com quantos F16 MLU operaram actuamente as Esq. 201 e 301?
Título:
Enviado por: typhonman em Setembro 01, 2009, 12:16:52 am
Varia, pode-se dizer que as aeronaves transitam entre as esquadras conforme as necessidades..
Título:
Enviado por: Instrutor em Setembro 03, 2009, 09:17:40 am
Se ambas as aeronaves afectas às duas esquadras têem as mesmas valências e capacidades, porque não fundir as duas esquadras numa só? Se um F16MLU tanto tem capacidade de luta aérea e ataque ao solo, porque não unificar as duas esquadras numa só, ambas partilham os mesmos aviões, ambas partilham os mesmos sistemas de armas, ambas partilham as mesma base aérea, porque não transformar as duas esquadras numa só?
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 03, 2009, 09:45:03 am
Citação de: "Instrutor"
Se ambas as aeronaves afectas às duas esquadras têem as mesmas valências e capacidades, porque não fundir as duas esquadras numa só? Se um F16MLU tanto tem capacidade de luta aérea e ataque ao solo, porque não unificar as duas esquadras numa só, ambas partilham os mesmos aviões, ambas partilham os mesmos sistemas de armas, ambas partilham as mesma base aérea, porque não transformar as duas esquadras numa só?


Pela simples razão que cada uma dessas esquadras tem um treino especifico, enquanto os falcões estão virados para luta aérea os jaguar treinam ataque ao solo.
Título:
Enviado por: Menacho em Setembro 14, 2009, 03:05:47 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F4%2F4%2Favc_00136644.jpg&hash=438687001311c9290ea63bea964797d3)
Título:
Enviado por: nelson38899 em Setembro 14, 2009, 03:12:32 pm
Menacho, as fotos que tens posto são bem porreiras. Mas um pequeno apontamento esta foto do F16 que puseste neste tema está errado, pois ele ainda não é MLU.
Título:
Enviado por: João Oliveira Silva em Setembro 14, 2009, 07:56:42 pm
Citar
ai entao estao a mentir no seu site..

Citação:
F-16

A OGMA é uma das principais empresas actualmente a realizar programas de extensão de vida das aeronaves F-16 Fighting Falcon da Lockheed Martin. A empresa tem em curso programas F-16 MLU + Falcon Up + Falcon Star para a Força Aérea Portuguesa. Somos a única empresa a nível mundial a executar os três programas em simultâneo.

Estes programas de modernização envolvem modificações estruturais, eléctricas e mecânicas, que visam melhorar ainda mais a eficácia da aeronave.

São objectivos destas modificações:

O aumento do tempo de vida da célula através de maior resistência à fadiga

A modificação da aeronave de Bloco 15 standard para Bloco 50 standard

A modernização do equipamento e a instalação da mais recente tecnologia digital para o cockpit e aviónicos

A actualização da aeronave para níveis standard comuns da NATO.
Serviços
Mid Life Upgrades (MLU)
Falcon Up
Falcon Star  


http://www.ogma.pt/defense_pt.html (http://www.ogma.pt/defense_pt.html)

Resolvi dar uma vista de olhos ao sitio das ogma, no link acima.
Peço a alguém o favor de  me traduzir isto:

Citar
Allouette II/III

A OGMA desenvolveu e aperfeiçoou a sua capacidade de manutenção do helicóptero Alouette AS319 durante a tristemente célebre guerra de Angola, em que as aeronaves das Forças Aéreas Portuguesa e Angolana chegavam, frequentemente, para reparação após sofrerem graves danos no teatro de operações. Esta experiência permitiu à OGMA desenvolver capacidades ímpares ao nível da concorrência – e, até mesmo, ao nível dos fabricantes originais

Para isto:

Citar
A OGMA tem capacidade para desmontar a aeronave, literalmente, peça a peça, voltando a montar tudo de seguida.

A vontade que dá é perguntar se garantem que não sobram peças?????
 

Cumprimentos,
Título:
Enviado por: Instrutor em Setembro 14, 2009, 11:09:29 pm
Nem vale a pena o esforço.NO COMENT :roll:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: cromwell em Novembro 08, 2009, 10:25:45 am
Quantos neste momento?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: ShadIntel em Novembro 08, 2009, 10:35:06 am
Citação de: "cromwell"
QUantos neste momento?
Para acabar com esta pergunta repetida vezes sem conta, adicionem este blogue sempre actualizado aos vossos favoritos:

 :arrow:  http://callsignafp.blogspot.com/2007/07 ... os-de.html (http://callsignafp.blogspot.com/2007/07/f-16ab-mlu-matrculas-fap-e-nmeros-de.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 13, 2009, 12:42:13 am
Entretanto o 15114 fez a sua conversão para MLU encontrando-se em Alverca para receber a pintura final.

:arrow: http://callsignafp.blogspot.com/2007/07 ... os-de.html (http://callsignafp.blogspot.com/2007/07/f-16ab-mlu-matrculas-fap-e-nmeros-de.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 17, 2009, 11:44:31 am
Citação de: "PereiraMarques"
Entretanto o 15114 fez a sua conversão para MLU encontrando-se em Alverca para receber a pintura final.

:arrow: http://callsignafp.blogspot.com/2007/07 ... os-de.html (http://callsignafp.blogspot.com/2007/07/f-16ab-mlu-matrculas-fap-e-nmeros-de.html)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Flh4.ggpht.com%2F__PF_z1mSWko%2FSylUzDUqcII%2FAAAAAAAADkc%2FH7vrB13lXZQ%2Fs640%2FIMG_1439-2.JPG&hash=3122fb37063d1cd3914a21556a7c4aec)
fonte: cycle_devil/Azinheiro
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Dezembro 20, 2009, 02:10:41 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg163.imageshack.us%2Fimg163%2F8345%2F16portugues.jpg&hash=f07d33c32435772b47c16f48657aa752) (http://http)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 07, 2010, 10:10:45 am
Citar
Modernização dos F-16 é única contrapartida que está a correr "de forma positiva"
09h33m

A modernização dos 40 caças F-16 feita pela OGMA e pela Força Aérea Portuguesa é o único programa de contrapartidas com níveis de execução aceitáveis, adiantaram à agência Lusa diversas fontes parlamentares.

Com um quadro geral de execução dos contratos de contrapartidas à volta dos 30 por cento - avaliados em cerca 2,8 mil milhões de euros -, o programa Mid Life Update (MLU) dos F-16 é o único que parece decorrer com normalidade: apresenta uma taxa de mais de 70 por cento.

"É o único [programa] que funciona, os outros, por uma razão ou por outra, apresentam sempre obstáculos", referiu uma das fontes.

A modernização dos 40 caças -- definida para um período entre 2006 e 2014 - está a cargo da OGMA e da Força Aérea Portuguesa e abrange os aparelhos na sua totalidade.

Fonte militar disse à Lusa que à OGMA cabe a "desmontagem dos sistemas antigos" das aeronaves e dos "acabamentos finais", ficando a Força Aérea responsável pela reconversão dos aparelhos.

Na terça-feira, no final de uma audiência na comissão parlamentar de Defesa, o presidente da Comissão Permanente de Contrapartidas, embaixador Pedro Catarino, reconheceu aos jornalistas "algumas dificuldades" na execução dos contratos mas recusou falar em "incumprimento" por parte dos consórcios vendedores de equipamento militar, visto que nenhum dos prazos expirou.

Sobre as contrapartidas dos dois submarinos comprados à Alemanha -- o primeiro deveria chegar já este mês --, Pedro Catarino adiantou que está executado em cerca de 25 por cento.

O embaixador referiu ainda que o programa dos 24 torpedos comprados para os submarinos -- por cerca de 45 milhões de euros -- está a ser "reformulado" e que o das viaturas blindadas Pandur está "a correr bem", sem, no entanto, apontar qualquer número.
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1463993
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 21, 2010, 07:26:42 pm
Segundo o 9gs o '15133', a aeronave acidentada na Bélgica, está em fase final de reparação, prevendo-se para breve um primeiro voo de verificação.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 25, 2010, 10:14:06 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Segundo o 9gs o '15133', a aeronave acidentada na Bélgica, está em fase final de reparação, prevendo-se para breve um primeiro voo de verificação.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi638.photobucket.com%2Falbums%2Fuu106%2Fhelderafonso%2FPAS%2F133Testerolagem_Forum.jpg&hash=6f64527e9eb730fdbaef7139f87e38da)

fonte:Na foto
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 02, 2010, 12:43:48 am
Citar
F-16 Beats The F-35
March 31, 2010: Romania finally approved a two year old deal to buy 48 U.S. F-16 fighters for $4.5 billion. Half will be the latest model, the F-16C Block 50. The others will be used, and reconditioned to F-16C Block 25 standards. The used F-16s will arrive in two years, but the new ones won't arrive until 2020. Romania could have waited a few years and bought the new F-35 instead, but that would have cost them more money (nearly $6 billion for just 24). Romania did the math and realized that 48 F-16s would be more than adequate to handle any neighborhood spats. And if Russia became a problem, Romania is now a member of NATO, and capable of calling on some very big allies. There's still the possibility of buying some F-35s in the 2020s, but there's plenty of time to work out the best way to deal with that.

Romania is not alone in saving money by purchasing used F-16s. Five years ago, Chile bought ten new F-16s (Block 50 models) from the U.S., for $50 million each. Chile also bought 18 used F-16s (Block 20 models) from the Netherlands for $10 million each. Noting that the well maintained used aircraft performed as well as the new built ones, Chile continues shopping around for more used F-16s, to replace 16 elderly F-5s that are about to retire, and 24 Mirages 50s that were recently retired. There are a lot of used F-16s for sale, so buyers have a lot of good opportunities to explore. Chile is looking for another 18 F-16s, and the Netherlands is seen as the most likely supplier. Chile isn't the only nation taking advantage of the used fighter market. Chile also considered the air power capabilities of its neighbors, and concluded that a mix of new and used F-16s would be more than adequate.

While the U.S. still has about 1,300 F-16s in service (about half with reserve units), over 4,200 were produced, and America has hundreds in storage. The end of the Cold War in 1991 led to a sharp cut in U.S. Air Force fighter squadrons. Moreover, the new F-35 will be replacing all U.S. F-16s in the next decade. So the U.S. has plenty of little-used F-16s sitting around, and an ally that it would like to beef up militarily.

 F-16s are still produced for export, and these cost as much as $70 million each (the F-16I for Israel). Some nations, like South Korea, build the F-16 under license. A used F-16C, built in the 1990s, goes for about $10 million on the open market.

 The 16 ton F-16 has an admirable combat record, and is very popular with pilots. It has been successful at ground support as well. When equipped with 4-6 smart bombs, it is a very effective bomber.
http://www.strategypage.com/htmw/htproc/articles/20100331.aspx
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 05, 2010, 01:23:33 pm
Boas
Gostava de saber quais os armamentos e em que quantidades temos para os nossos F-16.

Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Abril 05, 2010, 02:29:02 pm
Temos AIM-120C AMRRAM, AIM-9L, misseis ar-ar, quanto a ar-chão, temos JDAM (Joint Direct Atack Munition),AGM-65 Maverick Laser/TV, bombas GBU-12 guiadas por laser, bombas "burras" ML-82/83/84 e foguetes CRV-7, usados para treino fundamentalmente.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Abril 08, 2010, 12:46:34 pm
Citar
Anúncio de procedimento n.º 1363/2010. D.R. n.º 68, Série II de 2010-04-08.

Estado Maior da Força Aérea

Reparação e revisão geral de geradores e "constant speed drive" da frota F-16
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Abril 30, 2010, 11:20:35 pm
Mais um MLU, o '15108' (ex-OCU, Peace Atlantis I).

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi853.photobucket.com%2Falbums%2Fab92%2Fcycle_devil%2F15108%2F11.jpg&hash=9e7b06c2c3b95d3bb54418caef02f98e)

 :arrow: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=2342 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=2342)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Maio 04, 2010, 10:29:35 am
Quantos é que já estão modernizados?

Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Maio 05, 2010, 10:59:03 am
com este já são 19 f-16 mlu
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Junho 12, 2010, 09:02:53 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: LuisC em Junho 13, 2010, 04:04:48 am
E eram 25 mas um teve uma avaria de última hora e ficou em terra.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Falcão em Junho 14, 2010, 11:43:12 pm
Citação de: "nelson38899"

Lindo c34x
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Junho 16, 2010, 11:58:55 pm
Pelo menos esta imagem desmente categoricamente o que recentemente vi num post onde referiam que a FAP só tinha 23 pilotos de F-16 repartidos por 13 na esquadra 301 Jaguares e 10 na 201 Falcões. Aqui pelos visto pelo menos 25 temos. :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Junho 17, 2010, 01:07:32 am
Citação de: "Instrutor"
Pelo menos esta imagem desmente categoricamente o que recentemente vi num post onde referiam que a FAP só tinha 23 pilotos de F-16 repartidos por 13 na esquadra 301 Jaguares e 10 na 201 Falcões. Aqui pelos visto pelo menos 25 temos. :mrgreen:

Sabe que ter equipamento de ultima geração também ajuda a motivar pessoas para não saírem das fileiras!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Junho 17, 2010, 04:35:24 pm
...e de referir também que...podem existir pilotos adidos à Esquadra com qualificação em dia para pilotar F-16...just my 2cents!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Junho 17, 2010, 08:59:35 pm
Citação de: "raphael"
...e de referir também que...podem existir pilotos adidos à Esquadra com qualificação em dia para pilotar F-16...just my 2cents!

Exacto, até existem pilotos adidos estrangeiros, dos paises da EPAF, como por exemplo Belgas e Dinamarqueses.

Ou então os 2 pilotos a mais são o Comandante da Base (Coronel) e o comandante de Grupo (Tenente-Coronel) que apesar de estarem num escalão hierárquico acima das esquadras de voo também são pilotos de F-16 :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Julho 22, 2010, 11:09:35 am
Boas
Quantos f-16 mlu temos ao serviço actualmente?
Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: luis simoes em Julho 25, 2010, 11:59:43 pm
optimo ja era tempo de dar uso ao que de melhor temos
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Julho 26, 2010, 07:17:21 pm
Bem somos realmente muito bons e ricos... daqui a pouco temos 1 piloto com disponibilidade de 2 aviões... isto lembra-me aquele filme o Dia da Independencia.... terraqueos vs aliens .... numa passagem do filme há um personagem que refere: "avioes temos muitos.... mas temos falta de pilotos...." e no fim é um piloto de avioneta que salva o mundo, onde aprende a pilotar um F-18 em 5 minutos e bebado :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Leonidas em Julho 27, 2010, 01:42:30 am
Saudações guerreiras

Meus caros, surgiu-me uma dúvida.

É isto:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg340.imageshack.us%2Fimg340%2F7249%2Ff16bmfap.th.jpg&hash=9098d5c1e576651fff68ae519d013ca3) (http://http)

Repararam no que tá escrito na raiz da "cauda"? ( m 5 )

Será verdade??? :o  :o  

Só vendo é que acreditarei!!!

Cumprimentos
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 27, 2010, 11:30:56 am
Citação de: "Leonidas"
Saudações guerreiras

Meus caros, surgiu-me uma dúvida.

É isto:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg340.imageshack.us%2Fimg340%2F7249%2Ff16bmfap.th.jpg&hash=9098d5c1e576651fff68ae519d013ca3) (http://http)

Repararam no que tá escrito na raiz da "cauda"? ( m 5 )

Será verdade??? :o  :o  

Só vendo é que acreditarei!!!

Cumprimentos

Sim é verdade, essa foto aí nem é recente.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 04, 2010, 10:41:38 am
Quantos MLU é que temos ao serviço?
Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 12, 2010, 10:20:03 am
Boas
Eu tenho algumas duvidas.
Os nossos F16 MLU podem utilizar:
AGM-84 HARPOON ?
AGM-88 HARM ?
AIM-9X ?
AIM-132 ASRAAM ?
GBU-39 Small Diameter Bomb ?
Iris-T ?
JASSM ?
JSOW ?
Python 5 ?
SLAM-ER ?

Já agora a força aérea pensa adquirir algum destes sistemas ?

Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Agosto 12, 2010, 03:44:49 pm
Os nossos F16 MLU podem utilizar:
AGM-84 HARPOON ?   --> A versão OCU não. MLU não tenho a certeza, mas penso que não.
AGM-88 HARM ?  ---> Não sei.
AIM-9X ?----> Sim, está previsto a compra de AIM-9X, ou IRIS-T.
AIM-132 ASRAAM ?---> Penso que sim.
GBU-39 Small Diameter Bomb ?---> Não sei.
Iris-T ?---> Sim
JASSM ?---> Não
JSOW ?----> Sim
Python 5 ?-->Sim
SLAM-ER ?--> Não

Pretende adquirir, JSOW, AIM-9X ou IRIS-T e um míssil anti-navio.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Agosto 12, 2010, 07:21:08 pm
Penso que os MLU estão capacitados para disparar Harpoon, embora poucos clientes do viper usem este missil .Harms sim pelo menos desde o M2.

Por cá  (e não só) preferiu usar-se como missil anti-navio o Maverick deixando os Harpoons com o P-3...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: teXou em Agosto 12, 2010, 09:46:19 pm
Citar
...
Armament and Stores

Portuguese three-ship F-16 formation, including F-16A #15106 armed with an AGM-65 maverich missile The Portuguese F-16s have probably retained their Sparrow capability, and examples have been seen carrying the Sparrow launcher rails. The Sparrows are supposedly AIM-7F models. Main air-to-air armament of the PoAF F-16s consists of AIM-9 Sidewinder missiles. The PoAF has purchased a number of AGM-65 Maverick missiles

Together with the introduction of the MLU upgrade, the FAP will also introduce new weapon systems to use with these upgraded aircraft. The Portuguese AF is considering the AIM-120 AMRAAM, JDAM, JSOW, and Rafael Litening II pods. The AIM-120 missiles were already purchased in 2004.

FAP F-16s use the AN/ALQ-131 ECM pods originally bought for the A-7P force. ...
http://www.f-16.net/f-16_users_article16.html

F-16 MLU :arrow:  http://www.f-16.net/f-16_versions_article2.html
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 13, 2010, 01:11:09 pm
Alguem sabe para quando é que está pevista a aquisição de misseis JSOW , anti-navio , novos misseis ar-ar (IRIS-T ou AIM-9X) ?

Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Agosto 13, 2010, 01:29:19 pm
Citação de: "dc"
Alguem sabe para quando é que está pevista a aquisição de misseis JSOW , anti-navio , novos misseis ar-ar (IRIS-T ou AIM-9X) ?

Cumps

Com os cortes da LPM, a compra desses misseis só acontecerá depois de 2012.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 13, 2010, 11:12:52 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg194.imageshack.us%2Fimg194%2F9672%2F385page01.jpg&hash=f1eaeea9ed02013f6be592338f725d7e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg594.imageshack.us%2Fimg594%2F9631%2F385page08.jpg&hash=83deea243ef23ad0455dd499af97c5a4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg822.imageshack.us%2Fimg822%2F4607%2F385page09.jpg&hash=5510e1f75145e450641dbb2e2f54f782)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg43.imageshack.us%2Fimg43%2F2712%2F385page10.jpg&hash=16364cd0d390c5a76920e42db0a32b07)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg826.imageshack.us%2Fimg826%2F1019%2F385page11.jpg&hash=431f750908fba68225589414b567dd54)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg844.imageshack.us%2Fimg844%2F3392%2F385page12.jpg&hash=e166c8d4c36602a60d93094364bdfc74)



(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg824.imageshack.us%2Fimg824%2F7442%2F385page16.jpg&hash=034e05b9e824dccb0e838a6e428683e7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg338.imageshack.us%2Fimg338%2F2970%2F385page17.jpg&hash=8d24bfd140eb7f1521c7ba54e5d455f7)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg43.imageshack.us%2Fimg43%2F1613%2F385page18.jpg&hash=23bb55238e0fb9cba6cf1d815f6a0a54)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg69.imageshack.us%2Fimg69%2F703%2F385page19.jpg&hash=52374abdca4cc788bc6c36fee11898e8)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg44.imageshack.us%2Fimg44%2F9213%2F385page20.jpg&hash=3e6cb7fa14e675c3dd911f5466c96ba9)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg694.imageshack.us%2Fimg694%2F5564%2F385page21.jpg&hash=70d8b9bf370d14d53600421cc1ce5426)

Fonte: http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/385.pdf (http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/385.pdf)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 27, 2010, 01:50:58 am
Mais um MLU, o ''15102" (ex-OCU, Peace Atlantis I)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.airfighters.com%2Fdatas%2Fphotos%2Fth650%2F3297-02_4.jpg&hash=b25037d60cc9eea3916a7b479d5ba0dc)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 27, 2010, 02:20:57 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg829.imageshack.us%2Fimg829%2F8910%2Ff126.jpg&hash=30c619e4b250ef73b10127220893603c)

 :arrow: http://www.f-16.net/aircraft-database/F ... force/POAF (http://www.f-16.net/aircraft-database/F-16/serials-and-inventory/airforce/POAF)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: chaimites em Agosto 27, 2010, 07:09:16 am
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Leonidas"
Saudações guerreiras

Meus caros, surgiu-me uma dúvida.

É isto:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg340.imageshack.us%2Fimg340%2F7249%2Ff16bmfap.th.jpg&hash=9098d5c1e576651fff68ae519d013ca3) (http://http)

Repararam no que tá escrito na raiz da "cauda"? ( m 5 )

Será verdade??? :o  :mrgreen:
Abraço
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 30, 2010, 12:37:38 pm
Boas
Seria viavel acrescentar à modernização dos F16 o novo radar AESA desenvolvido recentemente para os F16MLU ?
Se alguém soubesse dessa tal radar agradecia que postassem o link sobre ele.
Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Agosto 30, 2010, 02:29:12 pm
Citação de: "dc"
Boas
Seria viavel acrescentar à modernização dos F16 o novo radar AESA desenvolvido recentemente para os F16MLU ?
Se alguém soubesse dessa tal radar agradecia que postassem o link sobre ele.
Cumps

http://www.es.northropgrumman.com/solut ... aesaradar/ (http://www.es.northropgrumman.com/solutions/f16aesaradar/)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cláudio C. em Agosto 30, 2010, 03:38:34 pm
Eu quero crer que com, os muitos anos que os nossos F-16 MLU ainda vao ter pela frente, mais cedo ou mais tarde, vao ser submetidos a esta "modernizaçao", mas e so a minha opiniao...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 30, 2010, 04:11:35 pm
Boas
Não é esse o radar a que me referia mas sim um novo radar feito pra equipar os f16 mlu não o radar utilizado nos block 60.
Acho que postaram o link desse radar num topico que não me recordo.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Agosto 30, 2010, 04:17:03 pm
Boas

Ao que parece já só existem 3 F16 OCU's no activo  15115, o 15116 e o 15119. Sim senhor, quem diria que um programa que deu tantos problemas no inicio está quase acabar.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 30, 2010, 04:25:24 pm
Boas
Alguem tem fotos dos nossos AIM-120 Amraam das versões B e C?
Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 30, 2010, 04:36:33 pm
Citação de: "nelson38899"
Boas

Ao que parece já só existem 3 F16 OCU's no activo  15115, o 15116 e o 15119. Sim senhor, quem diria que um programa que deu tantos problemas no inicio está quase acabar.

É mais ao contrário, dos 19 F-16 A/B OCU do Peace Atlantis (I) (dos 20 originais o 15111 foi destruído), foram modernizados para MLU apenas 6 (seis), o 15101, o 15102, o 15104, o 15105, o 15108 e o 15114.

Faltando modernizar 13 (treze), o 15103, o 15106, o 15107, o 15109, o 15110, o 15112, o 15113, o 15115, o 15116, o 15117, o 15118, o 15119 e o 15120.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Agosto 30, 2010, 04:54:29 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "nelson38899"
Boas

Ao que parece já só existem 3 F16 OCU's no activo  15115, o 15116 e o 15119. Sim senhor, quem diria que um programa que deu tantos problemas no inicio está quase acabar.

É mais ao contrário, dos 19 F-16 A/B OCU do Peace Atlantis (I) (dos 20 originais o 15111 foi destruído), foram modernizados para MLU apenas 6 (seis), o 15101, o 15102, o 15104, o 15105, o 15108 e o 15114.

Faltando modernizar 13 (treze), o 15103, o 15106, o 15107, o 15109, o 15110, o 15112, o 15113, o 15115, o 15116, o 15117, o 15118, o 15119 e o 15120.

Obrigado, pela informação
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Agosto 30, 2010, 05:07:17 pm
http://www.saorbats.com.ar/Noticias/Not ... guesas.htm (http://www.saorbats.com.ar/Noticias/NoticiasPortuguesas.htm)
Já é bastante antigo mas numa das noticias fala na aquisição de um lote adicional
de misseis AIM120 para complementar os 10 AIM120B já recebidos (na altura).
Isso significa que pelo menos temos 10 AIM120B e mais uns quantos AIM120C ao serviço pros f16. :D

Citar
Governo Português gasta 21,07 Milhões de Euros equipamentos para os F16s.
Segundo fontes da Força Aérea Portuguesa, o Governo Português vai gastar ainda este ano cerca de 21,07 Milhões de Euros na aquisição de vários equipamentos para os F16A/B MLU que estão a ser modificados nas instalações da empresa Portuguesa OGMA em parceria com a Lockheed Martin Corporation. O Ministro da Defesa, após propostas do Chefe do Estado Maior da Força Aérea, aceitou seis pedidos de aquisições previstas na Lei de Programação Militar. Consequentemente o MDN autorizou a Força Aérea Portuguesa a assinar as LOAs (Letter of Offer & Acceptance), junto das empresas fornecedoras dos equipamentos.

Destas aquisições fazem parte vários equipamentos como 8 sistemas de treino em combate ACMI (Air Combat Manoeuvring Instrumentation) contidos dentro de um pod e a modernização dos 3 já existentes e adquiridos na década de 90 a empresa Israelita BVR Systems Ltd (modelo EHUD), assim como a compra de uma estacão de debriefing terrestre e actualização da estacão existente.
Um segundo lote de mísseis ar - ar de médio alcance Raytheon Missile Systems AIM 120B AMRAAM (Advanced Medium Range Air - to - Air Missile) para completar o lote de 10 mísseis recebidos em Janeiro.
560 componentes explosivos CAD (Cartridge Actued Devices) para o sistema de ejecção dos F16s.
Aquisição de sobressalentes, componentes, reparações, acessórios, calibrações de equipamentos, suporte e actualização de software. Upgrade das bombas hidráulicas da cada aeronave e finalmente prevê-se aquisição de 30 tail kits de emprego de munições guiadas com precisão Boeing Corporation GBU 32 JDAM (Joint Direct Attack Munition) para equipar as bombas MK 84 de 428 Kilos. Mais tarde, a FAP tenciona adquirir um pequeno lote de armamento altamente letal de nova geração Raytheon Company AGM 154B JSOW (Joint Stand Off Weapon).

Segundo fontes Governamentais, os F16s vão ser utilizados na vigilância dos estádios de Futebol durante o campeonato Europeu de futebol (EURO 2004) que será realizado em Portugal durante o mês de Junho. O Ministro da Defesa Nacional fez inclusive um pedido oficial a NATO, para esta efectuar a vigilância do espaço aéreo Português através de aviões Boeing E3A AWACS.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: U209PN em Agosto 30, 2010, 05:09:48 pm
Já agora, quais sao os f16 em processo de modernizaçao neste momento?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: U209PN em Agosto 30, 2010, 06:51:30 pm
Aqui: http://www.eads.com/eads/france/fr.html#/story-1  podemos 2 F16 Portugueses a reabastecerem-se no ar pelo novo A330 MRTT com o novo sistema: Airbus refuelling boom!!!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Agosto 31, 2010, 05:52:38 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "nelson38899"
Boas

Ao que parece já só existem 3 F16 OCU's no activo  15115, o 15116 e o 15119. Sim senhor, quem diria que um programa que deu tantos problemas no inicio está quase acabar.

É mais ao contrário, dos 19 F-16 A/B OCU do Peace Atlantis (I) (dos 20 originais o 15111 foi destruído), foram modernizados para MLU apenas 6 (seis), o 15101, o 15102, o 15104, o 15105, o 15108 e o 15114.

Faltando modernizar 13 (treze), o 15103, o 15106, o 15107, o 15109, o 15110, o 15112, o 15113, o 15115, o 15116, o 15117, o 15118, o 15119 e o 15120.

Obrigado, pela informação

So uma pequena correccao, o 15110 completou o MLU no final do ano passado.

Os proximos a completar o MLU deverao ser: 15106, 15109, 15117, 15107

O 15130 ja devia ter saido, mas talvez tenha havido alteracoes ao programa, pois so tem saido F16 do PA I.

Um aviao que desapareceu dos radares foi o 15120, que estava desmontado no final do ano passado em Monte Real e que continua sem voar e nao aparece nas listas dos proximos avioes a fazer MLU...

http://www.f-16.net/aircraft-database/F ... force/POAF (http://www.f-16.net/aircraft-database/F-16/serials-and-inventory/airforce/POAF)

Tambem me parece que existem algumas incorreccoes na Database do f16.net, pois penso que nenhum destes  (15130, 15131 e 15135) estao a voar e la referem que ja estao activos na Esq 301
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: chaimites em Setembro 01, 2010, 12:45:13 am
Boas

Enquanto a gente anda a modrenizar a USAF vai transformar  126  f16 em alvos aereos

The Lockheed-Martin F-16 Fighting Falcon is the flagship jet of the Thunderbirds, the U.S. Air Force’s precision flying team, and is flown by the Air Force, Air Force Reserves and Air National Guard.  But the fighter has been in service since 1979 and early models that are getting long in the tooth are now marching into retirement. They won’t go quietly, though. The Air Force has launched a program to convert many of these F-16s into QF-16 drones that will intentionally be shot down.

The Fighting Falcon is being turned into a clay pigeon that can streak through the sky at a speed in excess of Mach 2, or twice the speed of sound.

Boeing was awarded a $69.7 million contract from the Air Force to convert six F-16s as the first phase of the Q-16 program. Eventually as many as 126 of the sleek fighters will be converted into drones to be used as targets to test newly developed air-to-air weapons and tactics. [Read "7 Unmanned Airborne Warriors."]

The conversion is now underway at the company’s Cecil Field facility in Jacksonville, Fla. The first group of QF-16s will be turned over to the Air Force for testing in June 2012, said Bob Insinna, Boeing’s QF-16 program manager. The QF-16s will replace the current cro of QF-4 drones, which are converted versions of a Vietnam-era warhorse, the F-4 Phantom.

More agile targets

The number of usable F-4s is dwindling and the F-16s are higher performing aircraft that will provide a more realistic testing environment. The QF-16 drones will have the same performance capabilities as the F-16 fighter. The F-16, Insinna told TechNewsDaily, “is smaller, more maneuverable and more difficult to fight against.”
When the F-16s arrive at Boeing’s facility, they are stripped down to remove unneeded parts, including the fighter’s Vulcan six-barrel 20mm cannon. Because the Air Force requires that the QF-16 be able to fly in both manned and unmanned modes, Boeing will modify the flight control system, working in a teaming arrangement with BAE, the original equipment manufacturer for the F-16 flight control system.

Other modifications to the F-16 include installation of a flight termination system that can destroy the drone if it goes out of control, command telemetry systems so the drone can be controlled from the ground and a scoring system to gauge the accuracy of air-to-air missiles fired at the drone.

Transformers

Boeing will convert the six F-16s in a parallel operation that uses a cellular approach much like an assembly line to advance the aircraft through each stage of the conversion process. It will take seven months for each F-16 to be converted into a QF-16.

The final stage in the conversion process is painting parts of the QF-16 a bright orange as a visual aid to signify it is a target drone. Typically, the tail and the tips of the horizontal stabilizers and wing are painted. The orange paint is the only readily apparent visual distinction between the F-16 and its doomed QF-16 derivative.

When the QF-16 is being flown by a pilot aboard it will be used to evaluate tactics and electronic warfare and electronic countermeasures such as radar jamming. Switching over to autonomous operation is “just a flip of a switch,” said Insinna.

The QF-16 may have an active retirement, but it won’t be a long one. A drone on average has an operational lifespan of 50 to 300 hours, he said.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Setembro 01, 2010, 02:08:16 pm
Boas
Gostaria de saber que suportes para armamentos a FAP tem à disposição para os F16.
Se puderem postem fotos desses mesmos suportes ou entao os nomes dos mesmos.
Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Setembro 01, 2010, 02:52:25 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "dc"
Boas
Seria viavel acrescentar à modernização dos F16 o novo radar AESA desenvolvido recentemente para os F16MLU ?
Se alguém soubesse dessa tal radar agradecia que postassem o link sobre ele.
Cumps

http://www.es.northropgrumman.com/solut ... aesaradar/ (http://www.es.northropgrumman.com/solutions/f16aesaradar/)

E referia-me ao radar SABR que tambem ta no fim da pág. do link que pôs.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 14, 2010, 05:08:41 pm
Fotos do mais recente MLU, o "15130", do lote do "Peace Atlantis II".

Citar
82-1022  61-615
Delivered: 82022   F-16A Block 15P  21 May 1984
Current: 15130  POAF Esq 301  F-16A Block 20 MLU  Jul 2010 [act]  

http://www.f-16.net/aircraft-database/F ... file/1352/ (http://www.f-16.net/aircraft-database/F-16/airframe-profile/1352/)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi853.photobucket.com%2Falbums%2Fab92%2Fcycle_devil%2F15130%2F_MG_6622.jpg&hash=0717e8cad7ef8e147c9023c5f230af34)

Autor: cycle_devil
Fonte: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=2432 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=2432)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Setembro 16, 2010, 04:55:16 pm
Quantos MLU são agora?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Outubro 12, 2010, 04:40:48 pm
Boas

Eu estava a ver umas fotos no Walkarounds e reparei que há uma diferença nas caudas de alguns f-16 mlu.
Cliquem no link ( http://walkarounds-fotos.fotopic.net/ (http://walkarounds-fotos.fotopic.net/) ) e vão à colecção de 23 de Maio que diz "Bravo one-51º aniversario BA5" e vejam as fotos dos f-16 mlu da FAP olhem para as caudas e vejam a tal diferença.
Vejam a foto do 15101(foto24) , 15127(foto23), 15138(foto28) e 15108(foto30) e reparem nessa diferença nas caudas.
Se alguém souber o porquê da tal diferença gostaria que me esclarece-se.

Cumps
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: zawevo em Outubro 12, 2010, 07:02:28 pm
Olá,

No Forum Modelismo na Net está a explicação muito bem dada e por quem sabe. Se não houver problemas o link é este:

http://forum.modelismo-na.net/viewtopic ... 15#p189066 (http://forum.modelismo-na.net/viewtopic.php?f=109&t=14926&start=15#p189066)

Senhores Moderadores por favor editem se isto for contra as regras.

Cumprimentos,

z
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Outubro 15, 2010, 12:15:56 pm
O '15106' (ex-OCU, Peace Atlantis (I)) já anda por ai a voar de amarelo...

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi638.photobucket.com%2Falbums%2Fuu106%2Fhelderafonso%2F106_31_Forum-1.jpg&hash=dd9d8fd5cf89060c15bdfeec44542e28)

Fonte: Helder Afonso: http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f ... &start=960 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=1785&start=960)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Outubro 29, 2010, 07:09:15 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Novembro 02, 2010, 09:44:02 pm
Está um piloto de F-16 a combater no Afeganistão a bordo de um F-16 Belga.


Cumprimentos
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Novembro 03, 2010, 04:10:31 pm
Fuego, fuego!!, llamen a os bombeiros voluntarios

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F8%2F1%2F3%2F1807318.jpg&hash=5fb1be15f5b09311d55893a739d4c05a)

Citar
Abort, Abort!! After begining the rolling on rwy 01 some problem was detected and the pilot aborted the takeoff and deployed the hook, but unfortunately failed the barriers and continued rolling at high speed. He had to brake the aircraft until only 300 feet for the end of the runway. Look with attention and you can see the smoke and the brakes on fire!!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabecinhas em Novembro 03, 2010, 06:37:56 pm
:shock:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 03, 2010, 06:40:49 pm
Não é nada de especial, salvo erro passado pouco tempo já estav a voar outra vez.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Edu em Novembro 03, 2010, 10:59:42 pm
Não fazia ideia que o F-16 tinha um gancho à semelhança dos aviões embarcados em porta-aviões.

É um gancho com as mesmas caracteristicas?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Novembro 04, 2010, 12:27:32 pm
o principio é o mesmo...é utilizado em situações de emergencia quando a aeronave tem falha nos travões e além do cabo onde engata o gancho existem também redes para retenção das aeronaves, só utilizável em última instância.. um pouco como o páraquedas de travagem que o A-7P tinha mas mais eficaz.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Nuno Calhau em Novembro 04, 2010, 08:25:07 pm
drag-shut no A-7P :?:  :?:

Por favor...

Um Abraço.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: pchunter em Novembro 05, 2010, 03:23:59 pm
Provando que o F-16 ainda tem muito para dar, mais um update.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcavok.com.br%2Fblog%2Fwp-contents%2Fuploads%2F2010%2F11%2F0000012c09da202f50fc932b007f000000000001.Raytheon-cockpit-large-display.jpg&hash=8c35741346201d77d267a3fa7724367f)


Fonte: http://cavok.com.br/blog/?p=21835
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Novembro 09, 2010, 03:02:40 pm
Citar
Ministro da Defesa Nacional visita curso de pilotos de F16 em Monte Real

08.11.2010 O Ministro da Defesa Nacional, Augusto Santos Silva, fará esta terça-feira, 9 de Novembro, pelas 15h00, uma visita ao Curso Fighter Weapons Instructor Training (FWIT), na Base Aérea nº 5 em Monte Real, no Distrito de Leiria.

O FWIT é considerado o mais importante curso europeu de formação de pilotos instrutores de F-16.  

O ponto de imprensa está previsto para as 17h00 na BA5.

http://www.mdn.gov.pt/mdn/pt/Imprensa/n ... mImp_1.htm (http://www.mdn.gov.pt/mdn/pt/Imprensa/notas/20101108_MDN_ComImp_1.htm)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabecinhas em Novembro 09, 2010, 11:02:55 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Citar
Ministro da Defesa Nacional visita curso de pilotos de F16 em Monte Real

08.11.2010 O Ministro da Defesa Nacional, Augusto Santos Silva, fará esta terça-feira, 9 de Novembro, pelas 15h00, uma visita ao Curso Fighter Weapons Instructor Training (FWIT), na Base Aérea nº 5 em Monte Real, no Distrito de Leiria.

O FWIT é considerado o mais importante curso europeu de formação de pilotos instrutores de F-16.  

O ponto de imprensa está previsto para as 17h00 na BA5.

http://www.mdn.gov.pt/mdn/pt/Imprensa/n ... mImp_1.htm (http://www.mdn.gov.pt/mdn/pt/Imprensa/notas/20101108_MDN_ComImp_1.htm)

Foi lá fazer o quê... bater nas costas dos militares depois de anunciada a revisão da LPM  :G-bigun:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Novembro 10, 2010, 01:06:50 pm
Citar
FWIT 10 na Base Aérea Nº5

05-11-2010

Decorre de 11 de Outubro a 19 de Novembro na Base Aérea Nº5, em Monte Real, a Sub-Fase III do curso Fighter Weapons Instructor Training 10 (FWIT 10).

A Sub-Fase III (Employment Phase) é parte integrante da Fase de Treino Ar-Chão do FWIT 10, onde participam 2 pilotos da Esquadra 301 que estão a finalizar o curso.

O FWIT 10 tem por objectivo formar Pilotos Instrutores Tácticos, com os conhecimentos teóricos e práticos necessários para liderar de forma efectiva o treino táctico operacional e eventuais operações reais de uma Esquadra de combate.

No exercício estão envolvidas 14 aeronaves F-16 e mais de duas centenas de militares das nações participantes, que realizam missões diurnas e nocturnas.

A Força Aérea Portuguesa emprega no exercício 4 aviões F-16 e um destacamento de três aeronaves de apoio: um C-130 da Esquadra 501, um C-295 da Esquadra 502 e um EH-101 MERLIN da Esquadra 751.

O exercício conta com a participação dos cinco países que integram o conceito European Participating Air Forces, nomeadamente, Portugal, Holanda, Noruega, Dinamarca e Bélgica.

http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.500&lang=pt (http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.500&lang=pt)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.emfa.pt%2Fwww%2Fconteudos%2Fnoticias%2Ffwit_pil.JPG&hash=4656973c602ad126bb5d26eb502d21be)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.emfa.pt%2Fwww%2Fconteudos%2Fnoticias%2Ffwit_f16.JPG&hash=d7b2206711b28bc3f46038f4ca383b8b)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Novembro 10, 2010, 09:43:51 pm
Citar
Cerimónia de entrega do 25º motor do F-16 na Base Aérea Nº5

10-11-2010

No dia 9 de Novembro, teve lugar na Base Aérea Nº5, em Monte Real, a Cerimónia de entrega do 25º Motor da aeronave F-16, o último do Programa de Modificação dos Motores F100-PW-200C para F100-PW-220E.

Esta Cerimónia foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Luís Araújo que, durante a sua alocução, salientou o facto de a Força Aérea Portuguesa ser o primeiro operador a executar a modificação destes motores numa Base Aérea operacional e ainda o profissionalismo e a qualidade do trabalho desenvolvido pela equipa que esteve empenhada neste projecto.

O processo de modificação dos motores, que teve início em 1999, consistiu na desmontagem integral dos “-200C” e posterior montagem com incorporação de novos componentes e acessórios.

A nova versão apresenta como inovações mais significativas o facto de o seu sistema de controlo global passar a ser completamente digital e computorizado, incorporar novos controlos de combustível hidromecânicos e de serem instalados novos componentes no motor aumentando significativamente a sua fiabilidade e durabilidade.

Este Programa permitiu aumentar a capacidade de manutenção de motores do F-16 na Força Aérea, com impacto na redução dos custos de sustentação futuros deste Sistema de Armas


http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.514&lang=pt (http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.514&lang=pt)


Não havia necessidade de porém a parte em que voa a boina aos PA :mrgreen:
http://www.emfa.pt/www/conteudos/videot ... or_f16.flv (http://www.emfa.pt/www/conteudos/videoteca/25motor_f16.flv)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Novembro 11, 2010, 06:45:13 pm
Citação de: "Cabecinhas"

Foi lá fazer o quê... bater nas costas dos militares depois de anunciada a revisão da LPM :G-bigun:

Anunciada a revisao da LPM ??? quando ???
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: pchunter em Novembro 11, 2010, 08:23:11 pm
Citação de: "paraquedista"
Citação de: "Cabecinhas"

Foi lá fazer o quê... bater nas costas dos militares depois de anunciada a revisão da LPM :G-bigun:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: cromwell em Novembro 12, 2010, 11:48:19 am
Por favor, alguem pode me dar o link que continha informação sobre a operacionalidade de cada F-16  da FAP?
Obrigado.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 12, 2010, 12:33:42 pm
Este?

 :arrow: viewtopic.php?p=192048&sid=6f507b67e4bb1b37a1184d990cd23aec#p192048 (http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?p=192048&sid=6f507b67e4bb1b37a1184d990cd23aec#p192048)

Também há um blog que é permanentemente actualizado com este tipo de informação.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 18, 2010, 11:04:05 pm
Entretanto já com duas semanas de atraso...mas o '15109' também já se encontra modernizado.

http://www.airfighters.com/photosearch.php?reg=15109 (http://www.airfighters.com/photosearch.php?reg=15109)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Dezembro 26, 2010, 10:27:40 pm
MUITO interessante esta auditoria do Tribunal de Contas sobre o Programa de Modernizacao dos F16:

http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_audi ... 009-2s.pdf (http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_auditoria/2009/audit-dgtc-rel033-2009-2s.pdf)


Entre muitas outras coisas tambem dizem quais as aeronaves que estao a venda:

Quadro 6 – Mapa de modernização F-16 / Proposta de calendarização para alienação de 10 aeronaves (PA II)
N.º de cauda das aeronaves PA II74 a alienar
15125
15126
15127
15139
15128
15129
15130
15137
15131
15138
ou
15140
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Janeiro 12, 2011, 08:26:16 am
Con misiles Máverick:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F5%2F1%2F0%2F1848015.jpg&hash=c3b53fb0bba6e62e8e31eb3cf0f86099)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 15, 2011, 04:56:12 pm
Melhor dizendo, com versões de treino do míssil Maverick, neste caso TGM-65B no 15133 e TGM-65G no 15123.  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: GI Jorge em Janeiro 17, 2011, 03:05:27 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Melhor dizendo, com versões de treino do míssil Maverick, neste caso TGM-65B no 15133 e TGM-65G no 15123.  :wink:

Como consegue distinguir as versões de treino?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 17, 2011, 03:49:52 pm
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Melhor dizendo, com versões de treino do míssil Maverick, neste caso TGM-65B no 15133 e TGM-65G no 15123.  :wink:

Por não terem as aletas posteriores que lhe permitem o guiamento em voo e serem inertes, isto é, não possuirem ogiva, são versões exclusivamente de treino para familiarizar o piloto com o emprego deste tipo de mísseis. Daí se denominarem de TGM ou Training Guided Missile, pese embora a sua designação oficial seja CATM-65B ou G.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 17, 2011, 05:07:52 pm
Citação de: "GI Jorge"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Melhor dizendo, com versões de treino do míssil Maverick, neste caso TGM-65B no 15133 e TGM-65G no 15123.  :mrgreen:  :mrgreen:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.ionline.pt%2Fadjuntos%2F102%2Fimagenes%2F000%2F094%2F0000094396.jpg&hash=889c251f55531cf48362ba483561dc99)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 17, 2011, 05:35:30 pm
Neste caso a virar Mavericks.  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 17, 2011, 08:04:53 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Neste caso a virar Mavericks.  :mrgreen:

o maverick branco ainda tem a inscrição USAF??

Bem vindo de volta!

Outra dúvida

A FAP tem planos para continuar a fazer MLU aos F16 ou vai terminas tudo pela versão M5??
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 17, 2011, 09:35:33 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Neste caso a virar Mavericks.  :wink:

Os Maverick brancos (AGM-65B/CATM-65B) continuam sim a ter o título U.S. Air Force e o célebre SCENE MAG (Scene Magnification) por serem guiados por TV. São training rounds de stocks da USAF e como tal ainda ostentam o título do seu anterior operador. Os G penso que não, mas posso estar enganado. Deixo-te aqui duas fotos que tirei em Monte Real e que mostram ambas as versões.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg26.imageshack.us%2Fimg26%2F3601%2Ftgm65bba5020720062copy.jpg&hash=ffe2b80aa627e316fdcb7ac05987929e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg573.imageshack.us%2Fimg573%2F5665%2Ftgm65gba502072006copy.jpg&hash=2e58449a6a6098ff54d9df2dba357686)


Em relação à FAP e se esta vai continuar a modernizar os seus MLU, só o próprio ramo te poderá responder a isso. No entanto penso que, enquanto membros integrantes da EPAF, faz toda a lógica acompanharmos os nossos congéneres europeus e que progridamos também com as nossas aeronaves para o padrão M6.1 (que se espera que comece a ser integrado para o ano que vem), e mais tarde para o 6.5 (planeado para 2014/2015).

Grande abraço!  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: pchunter em Janeiro 20, 2011, 07:05:52 pm
Citar
Incidente com aeronave Airbus A330 MRTT da RAAF


Uma aeronave A330 MRTT durante testes de reabastecimento aéreo com um caça F-16 da Força Aérea de Portugal.
Um incidente em voo ocorreu durante um voo de treinamento com o pessoal da Airbus Military, envolvendo uma aeronave KC-30A Multi-Role Tanker Transport (MRTT) da Real Força Aérea da Austrália e uma aeronave de caça F-16 da Força Aérea Portuguesa.
A aeronave estave sendo operada por pessoal da Airbus Military Corporation. Nenhum mebro da RAAF estava a bordo do MRTT no momento do incidente.
Detalhe do sistema de reabastecimento aéreo "boom" do A330 MRTT da RAAF que teve um problema durante um voo de testes.
O incidente resultou num destacamento e parcial perda do sistema “boom” de reabastecimento aéreo (ARBSHR) do MRTT, o qual caiu no oceano.
Ambas aeronaves sofreram danos parciais mas retornaram em segurança para suas bases operacionais.
O Projeto AIR 5402 fornecerá cinco aeronaves MRTT para a Força de Defesa da Austrália. O projeto, desenvolvimento e testes das aeronaves de testes estão a cargo da Airbus Military nas suas unidades em Madri, Espanha.
A Airbus Military e as autoridades de aviação militar da Europa estarão encarregadas das investigações do incidente.
Os órgãos de defesa da Austrália participarão do processo de investigação.

Alguém sabe o que se passou? :?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 21, 2011, 12:11:15 am
Foi um acidente, mas felizmente sem consequências de maior. Ao que parece há apenas a lamentar a perda de parte de uma flying boom que foi tomar banho ao Atlântico.  :)

Ainda há muitos detalhes por saber ao certo, mas ao que tudo indica o acidente deu-se ontem por volta das 17h espanholas quando F-16 nossos se preparavam para efectuar mais uma série de testes de reabastecimento nocturno com um A330 MRTT da Real Força Aérea Australiana que havia descolado de Sevilha. Algo se passou com a boom do KC-30A porque segundo o relatório preliminar a sonda ter-se-á danificado quando ia fazer contacto com o receptáculo do F-16, tendo-se depois elevado e embatido na parte inferior do reabastecedor. No embate uma das aletas que guiam a boom partiu-se fazendo com que a mesma oscilasse violentamente até partir e cair ao mar.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg130.imageshack.us%2Fimg130%2F3424%2F014raafa330mrttkc30aref.jpg&hash=9dd149fa655f22ab4d728ed5c5cb80bd)

Ao que parece, o nosso F-16 terá regressado à base sem problemas, nem quaisquer ferimentos ao piloto. Ressalvo que até agora se sabe ainda muito pouco, mas pelo pouco que sei e consegui ler não houve felizmente consequências de maior.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Janeiro 21, 2011, 06:49:19 pm
Só para informar que a partir de agora, todos os F-16 que se virem por ai vão ser MLU, é que o ultimo OCU que estava na BA5 foi a semana passada para a OGMA para integrar o programa de modernização.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 21, 2011, 07:11:16 pm
Citar
A notícia foi avançada pela TVI. O acidente do qual não resultaram feridos aconteceu na quarta-feira, mas está em curso uma investigação pelas autoridades australianas.

Um caça F16 pertencente à Força Aérea Portuguesa esteve envolvido num acidente, quarta-feira, com um avião militar australiano, um A330, em pleno voo. O avião australiano tinha partido de Madrid e o acidente deu-se cerca das 17.00.

A informação foi revelada num boletim do departamento de defesa australiano, que entretanto abriu um processo de investigação. O coronel Mário Gaspar, do Estado Maior da Força Aérea portuguesa (EMFA), confirmou que está a acompanhar o assunto.

No boletim do departamento de defesa australiano é referido que o acidente acabou por resultar no desprendimento e na perda parcial do sistema de reabastecimento que caiu ao mar", falando ainda em "danos materiais" nos dois aviões, que "voltaram em segurança para as suas bases aéreas de origem".

Ainda à TVI, o Estado Maior da Força Aérea portuguesa desvalorizou o acidente. De acordo com o coronel Mário Gaspar, tratou-se de "um incidente num treino de reabastecimento e sem gravidade".
http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1763216
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 21, 2011, 07:18:39 pm
Ainda a propósito dos testes com o reabastecedor A330 MRTT envolvendo aeronaves F-16 nacionais, que têm estado a ajudar na qualificação operacional do método de reabastecimento ARBS (Aerial Refuelling Boom System) do aparelho da Airbus, aqui ficam por cortesia do construtor europeu mais umas imagens.  :wink:


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg402.imageshack.us%2Fimg402%2F6291%2Fbig04.jpg&hash=2ce013ee0b55ce730d35c579394d8ea2)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg233.imageshack.us%2Fimg233%2F4277%2Fbig01k.jpg&hash=01141921ff06de6843f86c096ffa67df)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg43.imageshack.us%2Fimg43%2F1939%2Fbig02w.jpg&hash=52603aec7b46de827a7432a0501cd822)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: GI Jorge em Janeiro 21, 2011, 07:20:01 pm
Citação de: "nelson38899"
Citar
A notícia foi avançada pela TVI. O acidente do qual não resultaram feridos aconteceu na quarta-feira, mas está em curso uma investigação pelas autoridades australianas.

Um caça F16 pertencente à Força Aérea Portuguesa esteve envolvido num acidente, quarta-feira, com um avião militar australiano, um A330, em pleno voo. O avião australiano tinha partido de Madrid e o acidente deu-se cerca das 17.00.

A informação foi revelada num boletim do departamento de defesa australiano, que entretanto abriu um processo de investigação. O coronel Mário Gaspar, do Estado Maior da Força Aérea portuguesa (EMFA), confirmou que está a acompanhar o assunto.

No boletim do departamento de defesa australiano é referido que o acidente acabou por resultar no desprendimento e na perda parcial do sistema de reabastecimento que caiu ao mar", falando ainda em "danos materiais" nos dois aviões, que "voltaram em segurança para as suas bases aéreas de origem".

Ainda à TVI, o Estado Maior da Força Aérea portuguesa desvalorizou o acidente. De acordo com o coronel Mário Gaspar, tratou-se de "um incidente num treino de reabastecimento e sem gravidade".
http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1763216


Meu Deus, as idiotices (para não dizer outra coisa) que se dizem nos comentários...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 21, 2011, 07:36:28 pm
Citar
KC-30A Tanker Damaged In Training
Jan 20, 2011

By Robert Wall wall@aviationweek.com
PARIS
 
An Airbus Military KC-30A tanker in testing for the Royal Australian Air Force was involved in an incident with a Portuguese air force F-16 during a refueling exercise Jan. 20. More than a dozen refuelings had taken place when the incident occurred. Both aircraft sustained damage. Details of what transpired are still under review, but the incident caused the refueling boom on the Airbus A330-based tanker to break off and fall into the Atlantic. Both aircraft returned safely to their respective bases.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg51.imageshack.us%2Fimg51%2F140%2F2912c.jpg&hash=a36c8b5534bbe3f1170639d52fe6b7ba)

Spanish authorities will lead the incident investigation, with Australian officials involved. So far, Airbus Military does not expect any affect on the first delivery of the tanker to the Royal Australian Air Force. That handover is already behind schedule, although Airbus CEO Tom Enders said this week the milestone was imminent.

EADS
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 21, 2011, 07:47:15 pm
Citar
Incidente com F-16 durante treino de reabastecimento

21.01.2011 - 16:46 Por António Arnaldo Mesquita

Um caça F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP) sofreu danos ligeiros quando foi atingido por uma peça que se desprendeu quando estava a ser reabastecido por um avião tanque A330 MRTT, no mar ao largo da base aérea de Monte Real, Leiria, na passada quarta-feira. O caça regressou a Monte Real, assim como o avião tanque, um dos cinco que a Força Aérea australiana adquiriu à Airbus por 1,2 mil milhões de euros e que estava em testes numa base que o fabricante europeu tem em Madrid, Espanha.

 O incidente ocorreu pelas 17h00, quando se deu o desprendimento de uma peça na extremidade da mangueira que estava ligada aos reservatórios do A330 MRTT, que têm uma capacidade para 60 toneladas de carburante. A peça chocou com a fuselagem do F-16 sem consequências, enquanto outras componentes do equipamento de reabastecimento caíram no mar. Os treinos de reabastecimento das aeronaves da aviação militar são habituais e os pilotos envolvidos são “experientes e têm que ter mais de mil horas de voo”, disse ao PÚBLICO o coronel Mário Gaspar, porta-voz da FAP. A Airbus anunciou, entretanto, a abertura de um inquérito para determinar as causas do incidente.

Notícia actualizada às 19h30

 :arrow: http://www.publico.pt/ (http://www.publico.pt/)

Os nossos aparelhos F-16 é que têm feito a qualificação operacional do sistema de reabastecimento denominado boom (ou lança), e o Airbus da Real Força Aérea Australiana tem cá vindo várias vezes para esse efeito como testemunham, por exemplo, as fotos tiradas em Dezembro último pelo amigo Paulo Mata para o blog Pássaro de Ferro: http://www.passarodeferro.com/2010/12/a ... m2010.html (http://www.passarodeferro.com/2010/12/airbus-330-203-mrtt-m445-46pm2010.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 23, 2011, 12:15:16 pm
Citação de: "GI Jorge"
Meu Deus, as idiotices (para não dizer outra coisa) que se dizem nos comentários...

É verdade, os comentários à notícia do incidente nos mais variados orgãos de comunicação social eram, no minimo, execráveis. No entanto, se acham que cá eram maus, o que acham daqueles proferidos do outro lado do Atlântico?  :arrow: http://cavok.com.br/blog/?p=25922 (http://cavok.com.br/blog/?p=25922)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: GI Jorge em Janeiro 23, 2011, 12:30:43 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "GI Jorge"
Meu Deus, as idiotices (para não dizer outra coisa) que se dizem nos comentários...

É verdade, os comentários à notícia do incidente nos mais variados orgãos de comunicação social eram, no minimo, execráveis. No entanto, se acham que cá eram maus, o que acham daqueles proferidos do outro lado do Atlântico?  :arrow: http://cavok.com.br/blog/?p=25922 (http://cavok.com.br/blog/?p=25922)

Depois é este tipo de pessoa que dá mau nome a um povo. Cambada de idiotas. Mas por acaso gostei de uma resposta:
Citar
Pelo menos eles bateram com F-16 enquanto que a gente tem F-5 de segunda mão comprados á jordania…

É bom saber que ainda se encontram muitos brasileiros (e outras nacionalidades, obviamente) que sabem como responder ao preconceito, nos seus próprios termos.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 23, 2011, 03:47:04 pm
Citação de: "GI Jorge"
É bom saber que ainda se encontram muitos brasileiros (e outras nacionalidades, obviamente) que sabem como responder ao preconceito, nos seus próprios termos.

Claro que sim, nem o meu post anterior teve qualquer outra intenção que não a de mostrar que não era apenas cá que se diziam disparates sem se saber o que se passou de facto. Quanto ao resto, são recalcamentos de alguns que felizmente não representam aquilo que o grande povo brasileiro é.  :)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Janeiro 23, 2011, 06:29:17 pm
A mim pouco interessa o que esses brasileiros escrevem.
É impressionante como pessoas que se interessam por assuntos de defesa continuam a ser tão ignorantes...

Enquanto isso no defensetech.org ninguém questionou a competência do piloto português mas antes a qualidade da sonda e da empresa que a produz.
http://defensetech.org/2011/01/20/substantial-piece-of-refueling-boom-falls-off-eads-tanker/
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 24, 2011, 11:03:30 pm
Citação de: "Lightning"
Só para informar que a partir de agora, todos os F-16 que se virem por ai vão ser MLU, é que o ultimo OCU que estava na BA5 foi a semana passada para a OGMA para integrar o pograma de modernização.

Verdade, sim senhor. Pouco passava das 13h do passado dia 18 de Janeiro quando o último sobrevivente dos OCU - F-16B "15119" - descolou de Monte Real em direcção a Alverca para conversão, e modernização, para o padrão MLU.  :arrow:  http://www.passarodeferro.com/2011/01/o ... m2011.html (http://www.passarodeferro.com/2011/01/o-ultimo-voo-do-ocu-m462-2pm2011.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Desertas em Janeiro 25, 2011, 11:52:33 am
Depois da modernização do F-16B "15119" com quantas aeronaves com MLU ficará a FAP ?
Existem planos para futuras modernizações , ou já está em vista um substituto?


Um Abraço
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 27, 2011, 11:00:45 am
Citação de: "Desertas"
Depois da modernização do F-16B "15119" com quantas aeronaves com MLU ficará a FAP ?
Existem planos para futuras modernizações , ou já está em vista um substituto?


Um Abraço

A ideia é a FAP ficar com 33 MLU, quanto a planos, so me lembro do plano de venda de 9 MLUs. O mais certo sera a continuação do programa MLU através da adição de kits mais modernos, como sera o caso da  futura versão 6.1.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Desertas em Janeiro 27, 2011, 05:49:30 pm
Citação de: "nelson38899"
A ideia é a FAP ficar com 33 MLU, quanto a planos, so me lembro do plano de venda de 9 MLUs. O mais certo sera a continuação do programa MLU através da adição de kits mais modernos, como sera o caso da  futura versão 6.1.

Ok, Obrigado !
Pensava que a FAP já estaria estudando a possibilidade de adquirir aeronaves como o Eurofighter, ou o JAS39 Gripen, ou ainda o F-35 Joint Strike Fighter , após resolvidos os problemas deste último.

Um Abraço
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 27, 2011, 10:14:59 pm
Citação de: "Desertas"
Ok, Obrigado !
Pensava que a FAP já estaria estudando a possibilidade de adquirir aeronaves como o Eurofighter, ou o JAS39 Gripen, ou ainda o F-35 Joint Strike Fighter , após resolvidos os problemas deste último.

E quem disse que a FAP não andará já a estudar qual o sucessor do F-16 MLU? Mas antes disso é preciso calma até porque os MLU são recentes e ainda terão muita vida útil para dar. Além disso os upgrades M6 irão torná-los ainda mais capazes. Contudo não se julgue que a Força Aérea anda a dormir porque não anda.  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Janeiro 28, 2011, 12:20:57 am
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "Desertas"
Ok, Obrigado !
Pensava que a FAP já estaria estudando a possibilidade de adquirir aeronaves como o Eurofighter, ou o JAS39 Gripen, ou ainda o F-35 Joint Strike Fighter , após resolvidos os problemas deste último.

E quem disse que a FAP não andará já a estudar qual o sucessor do F-16 MLU? Mas antes disso é preciso calma até porque os MLU são recentes e ainda terão muita vida útil para dar. Além disso os upgrades M6 irão torná-los ainda mais capazes. Contudo não se julgue que a Força Aérea anda a dormir porque não anda.  :wink:

Como é de conhecimento público, o CEMFA Luís Araújo, disse que Portugal deveria ser parceiro de nível 3 do programa F-35 JSF.... Mas do querer ao [poder]puder vai muito...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 28, 2011, 07:16:14 pm
Citação de: "typhonman"
Como é de conhecimento público, o CEMFA Luís Araújo, disse que Portugal deveria ser parceiro de nível 3 do programa F-35 JSF.... Mas do querer ao [poder]puder vai muito...

Posso dizer-te que isso está completamente fora de cogitação. Como bem disseste, do querer ao poder vai um grande caminho.

Não estando a fazer qualquer inconfidência, as altas esferas da FAP estão cada vez mais atentas a uma solução europeia pós-MLU face aos contínuos problemas e indefinições com o F-35. O Lightning II é ainda o preferido, seguindo a linha de ao nível de aeronaves de combate se dar preferência a aparelhos norte-americanos, mas posso dizer-te que os caças europeus, já com provas dadas (Eurofighter, Gripen NG e mesmo Rafale), estão também a ser analisados, até como não poderia deixar de ser.  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 28, 2011, 09:06:19 pm
http://www.airfighters.com/photo/63662/L/Portugal-Air-Force/General-Dynamics-F-16AM-Fighting-Falcon/15129/

fonte:

Air Force:    More: Portugal - Air Force
Aircraft:    More: General Dynamics F-16AM Fighting Falcon
Registration:    15129 (cn M17-13/61-610)
Location:    More: Monte Real (BA5) (LPMR)
Photo Date:    December 3, 2010
Photographer:    More: Helder Afonso
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Janeiro 28, 2011, 09:48:57 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "typhonman"
Como é de conhecimento público, o CEMFA Luís Araújo, disse que Portugal deveria ser parceiro de nível 3 do programa F-35 JSF.... Mas do querer ao [poder]puder vai muito...

Posso dizer-te que isso está completamente fora de cogitação. Como bem disseste, do querer ao poder vai um grande caminho.

Não estando a fazer qualquer inconfidência, as altas esferas da FAP estão cada vez mais atentas a uma solução europeia pós-MLU face aos contínuos problemas e indefinições com o F-35. O Lightning II é ainda o preferido, seguindo a linha de ao nível de aeronaves de combate se dar preferência a aparelhos norte-americanos, mas posso dizer-te que os caças europeus, já com provas dadas (Eurofighter, Gripen NG e mesmo Rafale), estão também a ser analisados, até como não poderia deixar de ser.  :mrgreen:

Na minha opinião o grande problema do Typhoon e Rafale é o facto de serem bi-motor, além de que o Rafale a nível de munições usa um espectro das mesmas de fabricação francesa como o MICA, tendo nós todas as munições ar-ar e ar-solo de origem US (podendo ser integrados no Typhoon), pelo que li a hora de voo do typhoon é cara, mas de certo que tudo isso será analisado.

Mas é bom saber que no EMFA já se trabalha nesse sentido.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Desertas em Janeiro 29, 2011, 01:42:22 am
Citação de: "typhonman"
Na minha opinião o grande problema do Typhoon e Rafale é o facto de serem bi-motor, além de que o Rafale a nível de munições usa um espectro das mesmas de fabricação francesa como o MICA, tendo nós todas as munições ar-ar e ar-solo de origem US (podendo ser integrados no Typhoon), pelo que li a hora de voo do typhoon é cara, mas de certo que tudo isso será analisado.

Mas é bom saber que no EMFA já se trabalha nesse sentido.

Devido à falta de sucesso de exportações do Rafale , e às alterações que seriam necessárias a nivel de armamento e outros equipamentos , julgo que dificilmente será o escolhido.
Quanto ao Typhoon , é utilizado por quatro aliados da NATO (Reino Unido, Alemanha, Espanha e Itália ) , pela Austria e com outros países europeus como possíveis compradores torna-se na minha opinião uma hipotese mais atraente do que o Rafale. Poderiam ser feitas parcerias com os parceiros da NATO , e a rede logística para a aeronave seria mais simples.
No entanto , e até agora , o único utilizador do Typhoon , que tenha utilizado F-16 foi a Itália , que utilizou aeronaves usadas da Força Aérea Americana , em regime de leasing ao abrigo do programa PEACE CAESAR,enquanto os Typhoon não entravam ao serviço. As 34 aeronaves recebidas, começaram a ser devolvidas o ano passado , sendo que a última será devolvida no decorrer do próximo ano .

Um Abraço
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 29, 2011, 03:21:19 pm
Citação de: "typhonman"
Na minha opinião o grande problema do Typhoon e Rafale é o facto de serem bi-motor, além de que o Rafale a nível de munições usa um espectro das mesmas de fabricação francesa como o MICA, tendo nós todas as munições ar-ar e ar-solo de origem US (podendo ser integrados no Typhoon), pelo que li a hora de voo do typhoon é cara, mas de certo que tudo isso será analisado.

Mas é bom saber que no EMFA já se trabalha nesse sentido.

Sim, de facto caças bimotores serão um pouco de areia a mais para a nossa camioneta, mas como é natural não poderão ser colocados de lado aquando de uma futura avaliação.  :roll:

Voltando agora um pouco atrás, ao incidente ocorrido no dia 19 com um reabastecedor KC-30A australiano e um F-16 MLU nosso, confirma-se que o problema foi de origem técnica com a boom do avião-cisterna da Airbus, problema esse que já está a ser resolvido e que não terá causado grandes estragos à aeronave. O nosso caça teve estragos de pouca monta na fuselagem superior, mas aterrou em segurança em Monte Real, assim como o A330 MRTT da RAAF que chegou 1h40 mais tarde a Sevilha sem problemas.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Edu em Janeiro 29, 2011, 04:40:03 pm
Tudo o que vou dizer a seguir só faria sentido se tivessemos pilotos suficientes, mas fazendo de conta que temos:

Do meu ponto de vista a atitude mais correcta nesta altura seria começar a equacionar a aquisição por exemplo de 20 Gripens NG (embora também pudesse ser outro caça) não para substituir imediactamente o F-16 mas sim para complementar, ficaria-se assim com uma terceira esquadra de caças mais recentes e quando se retirassem definitivamente o F-16 podia-se adquirir mais 30 a 40 Gripens tendo como vantagem o facto de já conhecermos bem a aeronave e a transição ser muito facil. Sei que vão referir os problemas logisticos de manter duas cadeias distintas de manutenção e que actualmente não temos dinheiro, sim é veradade esses dois problemas são reais, mas quanto a mim a alternativa a esta opção é daqui a 15 anos já não podermos operar os F-16's  ficarmos numa situação semelhante à do brasil e andarmos meia duzia de anos sem uma capacidade de defesa aerea real.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Janeiro 29, 2011, 05:08:29 pm
Citação de: "Edu"
Tudo o que vou dizer a seguir só faria sentido se tivessemos pilotos suficientes, mas fazendo de conta que temos:

Do meu ponto de vista a atitude mais correcta nesta altura seria começar a equacionar a aquisição por exemplo de 20 Gripens NG (embora também pudesse ser outro caça) não para substituir imediactamente o F-16 mas sim para complementar, ficaria-se assim com uma terceira esquadra de caças mais recentes e quando se retirassem definitivamente o F-16 podia-se adquirir mais 30 a 40 Gripens tendo como vantagem o facto de já conhecermos bem a aeronave e a transição ser muito facil. Sei que vão referir os problemas logisticos de manter duas cadeias distintas de manutenção e que actualmente não temos dinheiro, sim é veradade esses dois problemas são reais, mas quanto a mim a alternativa a esta opção é daqui a 15 anos já não podermos operar os F-16's  ficarmos numa situação semelhante à do brasil e andarmos meia duzia de anos sem uma capacidade de defesa aerea real.

Não temos dinheiro para essa compra, além disso aos olhos da opinião pública e do próprio ministro da Defesa, não iria fazer sentido comprar 20 caças modernos, quando temos o F-16AM/BM que acabou de ser modernizado, e no qual se investiu perto de 500 milhões de euros.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Nuno Calhau em Janeiro 29, 2011, 09:51:13 pm
Citação de: "Edu"
Tudo o que vou dizer a seguir só faria sentido se tivessemos pilotos suficientes, mas fazendo de conta que temos:

Do meu ponto de vista a atitude mais correcta nesta altura seria começar a equacionar a aquisição por exemplo de 20 Gripens NG (embora também pudesse ser outro caça) não para substituir imediactamente o F-16 mas sim para complementar, ficaria-se assim com uma terceira esquadra de caças mais recentes e quando se retirassem definitivamente o F-16 podia-se adquirir mais 30 a 40 Gripens tendo como vantagem o facto de já conhecermos bem a aeronave e a transição ser muito facil. Sei que vão referir os problemas logisticos de manter duas cadeias distintas de manutenção e que actualmente não temos dinheiro, sim é veradade esses dois problemas são reais, mas quanto a mim a alternativa a esta opção é daqui a 15 anos já não podermos operar os F-16's  ficarmos numa situação semelhante à do brasil e andarmos meia duzia de anos sem uma capacidade de defesa aerea real.


Meu caro.

Já é uma tradição cá pelo burgo...

Basta lembrar os anos do A-7P, sem menosprezar o contributo prestado pelo sluff claro, mas dadas as suas limitações os T-38 chegaram a fazer alertas.

Antes deles, foram os anos em que os vetustos F-86F permaneceram decrépitos ao serviço. Lembre-se que já chegaram em 1958, numa era em que os aviões de caça ficavam obsoletos em poucos meses ou anos. Tendo permanecido ao serviço até 1980 já sem qualquer valor militar.

Neste momento a nível de caça puro até se está muito bem servido. Que se prepare o futuro é uma coisa, agora para o presente médio prazo não está mal.

Note que 500 milhões de €´s é o valor de um submarino, dá 1.250.000€ por cada célula (40).
Podendo ir evoluindo em conjunto com a EPAF.

Um Abraço.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Janeiro 30, 2011, 05:47:43 pm
Boa tarde camaradas... antes de mais gostaria de dizer que as evoluções MLU são para continuar, actualmente temos F-16 MLU de todas as versões e é objectivo da FAP optimiliza-los e iguala-los ao mesmo nível padrão futuramente o MLU M6, sendo que os anteriores MLU M2 e M3 futuramente irão ser modernizados para o M6 e depois passamos os M4 e M5 para o M6 ou algum superior que exista na altura, posto isto os nossos F-16 MLU ???? irão andar com a cruz de cristo pelo menos mais 15 anos. Actualmente a FAP é certo que anda a estudar num futuro a médio prazo um substituto que garanta a substituição de um excelente caça, para mim um dos mais polivalente avioes de combate actualmente ao serviço, ele tem capacidade de ataque aéreo, naval e terrestre. Hoje em dia, a FAP não te grandes opções para o substituir no mercado vejamos:
- Um dos preferidos das Altas Entidades Militares é o F-35, contudo este projecto está muito longe de ser um sucesso, obrigando mesmo os EUA a darem prazo de resolução de problemas caso o projecto vai a vida, um dos grandes obstáculos é o seu preço astronómico, existem ecomendas firmadas por vários países (Noruega - 50; Austrália- 100; Turquia - 100 todos F35A) e outros como a Espanha, Reino Unido F35B para operarem nos seus PA, além os EUA, contudo este projecto penso que não irá ter grande futuro.~
- Especificamente no mercado europeu temos dois grandes avioes de combate o grande conhecido Typhoon e o Rafale, grandes avioes, grandes preços, grande consumo/preço/hora, é bi-motor coisa que é incomportável para a nossa FAP, depois temos um caça moderno mas ainda com provas para dar como é o caso do Grippen monomotor barato e sofisticado como a nossa FAP quer.... contudo só ainda dois países (que eu saiba) tem planos de adquir (Africa do Sul e Suécia).
- Mercado Russo nem pensar.... fora de questão no coment.

Dentro desta panóplia a FAP equaciona qual será o melhor substituto para os nossos F16 MLU, actualmente nenhum devido ao nosso orçamento, e actual modernização dos F16. Futuramente penso que a FAP tem quatro opções:
- Se o projecto F35 vincar e o preço descer com o futuro ocorrer de encomendas, temos a nossa FAP a encomendar 20 F35 e quem sabe com uma boa negociação das LAjes ou um Peace Atlantis III venham mais 4 ou 8 F-35 em 2ª mão.
- Encomendar umas 24 unidades de Typhhons em 2ª mão de uma geração anterior comprados a Alemanha ou RU;
- Se o Grippen NG tiver boas prestações dadas prevejo um optimo negócio da nossa FAP com a vinda de umas 24 unidades;
- Depois se queremos experiencia ganha ao longo dos anos, toda uma panóplia de vantagens adquiridas com os F-16 MLU M6, poderá vir ou os F-16 E/F Block 60, ou então um F-16 mais moderno que exista na altura.
Esta é a minha opinião.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 30, 2011, 06:03:04 pm
O colega acabou praticamente por fazer uma súmula daquilo que já foi aqui dito. Ah, e se me permite a correcção, o Reino Unido mudou de opinião (e Governo  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Janeiro 30, 2011, 11:08:32 pm
Erro crasso amigo erro crasso? O Charlie Jaguar é militar ou ex-militar? Ou é civil.... é que na minha tropa colegas são aquelas meninas que andam a passear de mini saias no intendente.... :G-beer2:  :mrgreen:  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: teXou em Janeiro 30, 2011, 11:22:20 pm
Citação de: "Instrutor"
... Grippen monomotor barato e sofisticado como a nossa FAP quer.... contudo só ainda dois países (que eu saiba) tem planos de adquir (Africa do Sul e Suécia).
Citar
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.gripen.com%2FNR%2Frdonlyres%2F8A79D425-EF1C-47FA-9DA8-CFDF2D5E56DB%2F0%2Fgripen_fighter.jpg&hash=d9daae4c8ed95ea4095dcf5fed994da4)

... Gripen is in service with the Swedish, Czech Republic, Hungarian and South African Air Forces and has also been ordered by Thailand....

http://www.gripen.com/en/GripenFighter/TheGripenFighter.htm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Desertas em Janeiro 31, 2011, 01:18:32 am
Citação de: "teXou"
Citação de: "Instrutor"
... Grippen monomotor barato e sofisticado como a nossa FAP quer.... contudo só ainda dois países (que eu saiba) tem planos de adquir (Africa do Sul e Suécia).
Citar
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.gripen.com%2FNR%2Frdonlyres%2F8A79D425-EF1C-47FA-9DA8-CFDF2D5E56DB%2F0%2Fgripen_fighter.jpg&hash=d9daae4c8ed95ea4095dcf5fed994da4)

... Gripen is in service with the Swedish, Czech Republic, Hungarian and South African Air Forces and has also been ordered by Thailand....

http://www.gripen.com/en/GripenFighter/TheGripenFighter.htm

O Grippen não utiliza uma variante do motor do F-18 Hornet o General Electric F-404?
Este motor já não está um pouco ultrapassado ?
A razão da minha dúvida é que a Boeing escolheu o General Electric F-414 para o F-18 Super Hornet em vez duma evolução do General Electric F-404.

Um Abraço
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: teXou em Janeiro 31, 2011, 11:39:19 am
Citação de: "Desertas"
O Grippen não utiliza uma variante do motor do F-18 Hornet o General Electric F-404?
Este motor já não está um pouco ultrapassado ?
A razão da minha dúvida é que a Boeing escolheu o General Electric F-414 para o F-18 Super Hornet em vez duma evolução do General Electric F-404.

Um Abraço

No website da Saab.

Citar
...
Powerplant:
The Volvo Aero Corporation RM12 is a modular, fuel efficient, low bypass ratio afterburning turbofan in the 80 KN (18,000lb) thrust class. It is based on the General Electric F-404-400 which has attained several million flight hours in operations world wide - with several enhancements incorporated by Volvo including increased thrust and bird strike resistance.

http://www.gripen.com/en/GripenFighter/TechnicalSummary.htm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: GI Jorge em Janeiro 31, 2011, 03:08:17 pm
Citação de: "teXou"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.gripen.com%2FNR%2Frdonlyres%2F8A79D425-EF1C-47FA-9DA8-CFDF2D5E56DB%2F0%2Fgripen_fighter.jpg&hash=d9daae4c8ed95ea4095dcf5fed994da4)
Esse avião é lindíssimo. Se for escolhido para substituir o F16, irei ficar mesmo muito feliz. E é mais barato e tudo. E se for confirmada a sua capacidade de supercruise, e com todas as modernizações efectuadas até daqui a 15 anos, será quase, ou tão bom, como o F35.  Este ultimo, que não tem supercruise...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabecinhas em Janeiro 31, 2011, 04:25:11 pm
Muito bonito mesmo, se for pela beleza... este para mim era o vencedor!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Janeiro 31, 2011, 05:12:41 pm
JAS-39E/F é a nova designação para o NG.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 31, 2011, 07:58:29 pm
A propósito de motores, o do JAS-39E/F será equipado com o mais recente General Electric F414G, o mesmo do F/A-18E/F Super Hornet, embora com pequenas alterações dado o facto do Super Hornet ser bimotor e o Gripen monomotor. O protótipo do Gripen NG atingiu Mach 1.2 em supercruise com este novo motor.  :)


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg155.imageshack.us%2Fimg155%2F6269%2F71024x768.jpg&hash=1665665939d52bb666f436ce137b5bfb)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: GI Jorge em Janeiro 31, 2011, 08:52:20 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
A propósito de motores, o do JAS-39E/F será equipado com o mais recente General Electric F414G, o mesmo do F/A-18E/F Super Hornet, embora com pequenas alterações dado o facto do Super Hornet ser bimotor e o Gripen monomotor. O protótipo do Gripen NG atingiu Mach 1.2 em supercruise com este novo motor.  :)


(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg155.imageshack.us%2Fimg155%2F6269%2F71024x768.jpg&hash=1665665939d52bb666f436ce137b5bfb)

Com ou sem armamento?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 31, 2011, 08:54:51 pm
Amigos, vamos continuar essa conversa antes aqui:  :arrow: viewtopic.php?f=27&t=5206&start=660 (http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=27&t=5206&start=660)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 31, 2011, 09:06:15 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Amigos, vamos continuar essa conversa antes aqui:  :arrow: http://forumdefesa.com/forum/viewtopic. ... &start=660 (http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=27&t=5206&start=660)

Sorry, PM.  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 05, 2011, 11:17:19 am
Citar
não há nenhum upgrade M6 instalado em nenhum MLU da EPAF, em principio e a correr bem, a versão M6 não seria desenvolvida e instalada, mas politícamente acabou-se por voltar atrás na decisão, o motivo disto chama-se problemas com o F-35, se as coisas tivessem a andar normalmente os primeiros F-35 na europa deveriam ficar operacionais por volta de 2016, se não estou em erro, mas tem havido sucessivos atrasos, e essa data está a ficar cada vez mais utópica, por vários motivos, a primeira é a escalada absurda de custos do F-35 , outra tem sido os constantes atrasos de desenvolvimento, outra é a pouca vontade dos USA fornecerem aos compradores europeus um avião 100% igual ao seu, com as mesmas capacidades a nivel de software e capacidade Stealth, ou seja posturas dos USA que tem irritado alguns países europeus que participam e pagam o desenvolvimento do F-35, ex. Holanda, Inglaterra, Italia, Noruega . Resumindo, com todos estes atrasos, problemas, e aumento de custos, com o F-35, os países europeus decidiram desenvolver mais uma tape do F-16 MLU a M6, e a M6.5, que será a derradeira. Esta tape começou a ser desenvolvida em 2008/2009, esta versão vai permitir ao F-16 usar novos armamentos como o AIM-120D AMRAAM, a GBU-39/B Small Diameter Bomb (SDB) e a GBU-54/B Laser JDAM (LJDAM), além de incorporar um sistema LINK 16 bastante melhorado. O upgrade para esta nova Tape dos F-16 da EPAF está prevista ser efectuada durante o ano de 2012.

http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=428&start=450
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 05, 2011, 10:20:47 pm
Só há uma questão que eu julgo ser uma pena a sua não incorporação na M6.5 tape: a mudança de radar para o AN/APG-68(v)9. De resto a adição da LJDAM, da GBU-39 e do "Super AMRAAM" AIM-120D são tudo boas notícias.  :arrow: http://wiki.scramble.nl/index.php/Lockh ... ing_Falcon (http://wiki.scramble.nl/index.php/Lockheed_Martin_F-16_Fighting_Falcon)[/quote]
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Fevereiro 06, 2011, 12:18:31 am
A LJDAM seria um bom complemento as actuais munições guiadas por GPS/laser.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Fevereiro 06, 2011, 03:11:45 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 18, 2011, 04:15:24 pm
No novo número da revista "Mais Alto" (JAN/FEV 2011) vem publicado um artigo intitulado "F-16 MLU - A Força Aérea Portuguesa no Operational Flight Program M6.1" que, como diz o seu título, é dedicado à implementação operacional da OFP M6.1 na FAP.  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 18, 2011, 08:28:20 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
No novo número da revista "Mais Alto" (JAN/FEV 2011) vem publicado um artigo intitulado "F-16 MLU - A Força Aérea Portuguesa no Operational Flight Program M6.1" que, como diz o seu título, é dedicado à implementação operacional da OFP M6.1 na FAP.  :cry:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 18, 2011, 08:32:46 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Charlie Jaguar"
No novo número da revista "Mais Alto" (JAN/FEV 2011) vem publicado um artigo intitulado "F-16 MLU - A Força Aérea Portuguesa no Operational Flight Program M6.1" que, como diz o seu título, é dedicado à implementação operacional da OFP M6.1 na FAP.  :cry:

Pois, isso não há não, nem na OFP 6.5.  :|
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 18, 2011, 08:38:50 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Charlie Jaguar"
No novo número da revista "Mais Alto" (JAN/FEV 2011) vem publicado um artigo intitulado "F-16 MLU - A Força Aérea Portuguesa no Operational Flight Program M6.1" que, como diz o seu título, é dedicado à implementação operacional da OFP M6.1 na FAP.  :cry:

Pois, isso não há não, nem na OFP 6.5.  :|

Pelo que percebi, o radar dos nossos F16 é inferior aos f16 marroquinos e f18 espanhois. Pelo que me disseram o P3c não pode fazer o guiamento dos misseis, ou seja, em caso de combate BVR os nossos caças irão cair como tordos, pois o radar deles não terá capacidade de ver o inimigo antes do lançamento do míssil.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Fevereiro 18, 2011, 09:37:39 pm
Tens os radares de terra também não?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 18, 2011, 09:47:42 pm
Citação de: "Johnnie"
Tens os radares de terra também não?

Caso o combate se desenrole no oceano ou no espaço aéreo de um desses países, como farás para guiares o míssil???
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: LuisC em Fevereiro 19, 2011, 02:14:11 am
Há uma questão que gostaria de colocar aos mais entendidos e que desde já agradeço o eventual esclarecimento…

O sistema de identificação Amigo/Inimigo (ou IFF) AN/APX-113(V) não tem um alcance superior ao próprio radar APG-66(V)2A? Não permitirá detectar alvos bem antes do próprio radar e, assim sendo, estar nas mesmas condições que os F-16s marroquinos que julgo utilizarem o mesmo sistema IFF?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 19, 2011, 11:12:05 am
Citação de: "LuisC"
Há uma questão que gostaria de colocar aos mais entendidos e que desde já agradeço o eventual esclarecimento…

O sistema de identificação Amigo/Inimigo (ou IFF) AN/APX-113(V) não tem um alcance superior ao próprio radar APG-66(V)2A? Não permitirá detectar alvos bem antes do próprio radar e, assim sendo, estar nas mesmas condições que os F-16s marroquinos que julgo utilizarem o mesmo sistema IFF?

segundo a BAE, que é quem fabrica este sistema

Citar
Interrogator subsystem
- Detection range >100 nmi
- Sector coverage ±60° AZ, ±60° EL
- Azimuth accuracy ±2°
- Range accuracy and resolution <500 ft. (152 m)
- In-beam targets 32
- Modes 1, 2, 3/A, C, 4 and 5
http://www.google.com/url?sa=t&source=web&cd=1&ved=0CBgQFjAA&url=http%3A%2F%2Fwww.baesystems.com%2FBAEProd%2Fgroups%2Fpublic%2F%40businesses%2F%40eandis%2Fdocuments%2Fbae_publication%2Fbae_pdf_eis_an_apx113.pdf.pdf&rct=j&q=AN%2FAPX-113(V)&ei=k6JfTcu7NISq8AO6-f1Z&usg=AFQjCNFYWaJS-NcBu7On0vb0LnSXMeII5Q&sig2=QD67XxRZZom2YXDMdjAyew&cad=rja] (http://http)
Citar
:idea:
[/url]  

vindo de quem fabrica o radar

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi51.tinypic.com%2F2roj7tx.jpg&hash=8caf3f52f771377dfb5af7aa93e9dff3)

 (http://http)
Citar
:idea:
[/url]
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 19, 2011, 04:39:38 pm
Atenção que precisamente uma das capacidades a ser melhorada nas OFP 6.1 é o IFF, passando a ter Modo 5. O Mode 5 permitirá ao piloto ter uma muito melhor imagem, por assim dizer, do espaço aéreo envolvente e do que nele se encontra (situational awareness) sem ter de depender de outros meios como os radares de terra, plataformas AWACS, etc. Além, claro, de permitir o emprego de armas BVR ao máximo das suas capacidades como será o caso do AIM-120D.  :arrow: http://www.f-16.net/f-16_forum_viewtopi ... art-0.html (http://www.f-16.net/f-16_forum_viewtopic-t-1083-start-0.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 20, 2011, 10:41:57 pm
Portugal dentro em breve irá passar para ultimo lugar em termos de poderio aéreo (caças) e armamento empregue:
1º França (Rafale; Mirage 2000)
2º Itália (Eurotyphoons, F-16 alugados)
3º Espanha (F-18; Eurotyphoons)
4º Grécia (F-16; Mirage 2000)
5º Marrocos (F-16; F-5)
6º Argélia (Mig 29; Su 24; Su 30; L30; Mig 25; Mig 23  Existem negociações para a aquisição dde caças (Su-30 e Mig-35)
7º Libia ( Su24; Mig 21; Mig23; Mirage F1; Su 22) Existem negociações para compra de caças (Mig-35 e Rafales)

Não contei paises como Turquia, Egipto e Túnisia.

.... No fim da tabela Portugal (F-16) e mta experiencia dos PILAV´s
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Desertas em Fevereiro 21, 2011, 12:09:51 am
Citação de: "Instrutor"
Portugal dentro em breve irá passar para ultimo lugar em termos de poderio aéreo (caças) e armamento empregue:
1º França (Rafale; Mirage 2000)
2º Itália (Eurotyphoons, F-16 alugados)
3º Espanha (F-18; Eurotyphoons)
4º Grécia (F-16; Mirage 2000)
5º Marrocos (F-16; F-5)
6º Argélia (Mig 29; Su 24; Su 30; L30; Mig 25; Mig 23  Existem negociações para a aquisição dde caças (Su-30 e Mig-35)
7º Libia ( Su24; Mig 21; Mig23; Mirage F1; Su 22) Existem negociações para compra de caças (Mig-35 e Rafales)

Não contei paises como Turquia, Egipto e Túnisia.

.... No fim da tabela Portugal (F-16) e mta experiencia dos PILAV´s

Qual foi o critério para colocar Itália à frente de Espanha ?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 21, 2011, 10:12:15 am
Maior número de Eurotyphoons; Superioridade dos F-16 sobre os F-18 A/B espanhois embora sejam um pouco F-18 MLU.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 21, 2011, 09:15:19 pm
Citação de: "Instrutor"
Maior número de Eurotyphoons; Superioridade dos F-16 sobre os F-18 A/B espanhois embora sejam um pouco F-18 MLU.

Mayor número de thyphons......ok, superioridade de os F16 italianos a los F18 espanhoeis.....NO

Os F-16 italianos están en exclusiva para defensa aerea, no habiendose homologado armamento aire-tierra, por no hablar de que son blocks 40...

Por no hablar de 24 F-16 contra mais de 90 F-18.....¿no?

En mi opinión, la Fuerza Aerea espanhola es superior a la Italiana.........

Y falta la RAF en ese listado.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Smoke Trails em Março 31, 2011, 06:10:07 pm
Menacho,

Os F-16 italianos são Block 15 ADF modernizados foram devolvidos aos Estados Unidos no verão de 2010.

Nos Estados Unidos, os F-18 têm levado ‘sovas’ dos F-16 Block 20 equipados com mísseis AIM-7 Sparrow. Essas ‘sovas’ tornaram-se mais regulares desde que os F-16 começaram a utilizar os mísseis AIM-120 AMRAAM.

Em Itália o Typhoon tem a função de defesa aérea, ficando a função de ataque a cargo do Tornado, e, mais tarde do F-35.

É certo que o radar do F-18 tem maior alcance, porque também tem uma antena maior, e provavelmente, maior potência de emissão.

No entanto, o RWR do F-16 vai dizer ao piloto que está a ser iluminado pelo radar de outro avião. Os pilotos sabem que existem manobras que fazem com que os radares de antena plana percam a localização/aquisição de um alvo.

Temos que ter em conta a que distancia o F-18 pode disparar um míssil AMRAAM, e o facto de haver tácticas que podem ser utilizadas para evitar um AMRAAM. No início dos anos 90 os pilotos de F-15 no Red Flag ficaram surpreendidos com as tácticas anti-AMRAAM dos Tornados F.3.

Nem sempre o avião mais moderno tem vantagem. No ano passado li numa revista espanhola que um combate simulado entre dois Typhoons e dois Harrier II Plus terminou com dois Typhoons e um Harrier II abatidos.

Cumprimentos
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Março 31, 2011, 06:26:32 pm
Pois mais a mi favor, si solo tienen Tifons aire aire, al igual que nosotros, y Tornados solo aire -tierra, mientras que nosotros tenemos F-18 que son tan boos como os tornados en aire-tierra, e infinitamente melhoores que os tornados en aire-aire, la FA espanhola es mais potente que la FA italiana.

En fin, es o mesmo.....

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F2%2F5%2Favc_00204125.jpg&hash=1cf61a89f4267d460a8ed41b534cd3c6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F2%2F6%2Favc_00204126.jpg&hash=60a147114e274d330e5ead78aa2aae8b)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Smoke Trails em Março 31, 2011, 07:00:38 pm
Menacho,

O Tornado foi concebido como um sistema de armas de interdição, para atacar a baixa altitude, alvos em profundidade no território do antigo Pacto de Varsóvia, daí a sigla IDS.

Um Tornado com dois depósitos, e oito bombas de 1000 libras tem um alcance de 1390 km, uma capacidade e um conforto no voo a baixa altitude apenas comparados ao Buccaneer e ao F-111.

O seu tamanho situa-o entre o F-16 e o F-18, e, no entanto tem um raio de acção superior a qualquer um dos dois, excepto a um F-16 com depósitos de 600 galões e CFTs.

As suas capacidades ar-ar limitam-se a soluções de tiro para os canhões e mísseis ar-ar de curto alcance.

Não se podem comparar projectos com requisitos diferentes.

Cumprimentos
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Desertas em Abril 09, 2011, 03:49:03 pm
F-16 da FAP aterrando em Porta-aviões ?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi691.photobucket.com%2Falbums%2Fvv279%2Fmad20001%2FAir%2520Force%2520Celebrations%25202010%2520-%2520Madeira%2F26Jun%2520Arrival%2520of%2520Planes%2F15126_LPMA_26Jun2010aBlog.jpg&hash=476d4d3ee6c153a324a0797bc45e143e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi691.photobucket.com%2Falbums%2Fvv279%2Fmad20001%2FAir%2520Force%2520Celebrations%25202010%2520-%2520Madeira%2F26Jun%2520Arrival%2520of%2520Planes%2F15126_LPMA_26Jun2010bBlog.jpg&hash=69ea833b60e19c880d9b07107599b05b)

Não ! F-16 da FAP aterrando no aeroporto da Madeira .

Um Abraço
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PCartCast em Abril 09, 2011, 07:11:16 pm
Citação de: "Desertas"
F-16 da FAP aterrando em Porta-aviões ?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi691.photobucket.com%2Falbums%2Fvv279%2Fmad20001%2FAir%2520Force%2520Celebrations%25202010%2520-%2520Madeira%2F26Jun%2520Arrival%2520of%2520Planes%2F15126_LPMA_26Jun2010aBlog.jpg&hash=476d4d3ee6c153a324a0797bc45e143e)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi691.photobucket.com%2Falbums%2Fvv279%2Fmad20001%2FAir%2520Force%2520Celebrations%25202010%2520-%2520Madeira%2F26Jun%2520Arrival%2520of%2520Planes%2F15126_LPMA_26Jun2010bBlog.jpg&hash=69ea833b60e19c880d9b07107599b05b)

Não ! F-16 da FAP aterrando no aeroporto da Madeira .

Um Abraço

Boas fotos.

Dá para perceber logo que não se trata de um Porta-aviões...... Se fosse num porta-aviões o avião teria de estar equipado com um sistema de retenção por cabos, basicamente é um gancho que seria visível na foto.

Actualmente apenas os Harriers dispensam esse tipo de sistema.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Abril 09, 2011, 07:54:47 pm
Citação de: "PCartCast"
Dá para perceber logo que não se trata de um Porta-aviões...... Se fosse num porta-aviões o avião teria de estar equipado com um sistema de retenção por cabos, basicamente é um gancho que seria visível na foto.

E o F-16 também está equipado com um gancho para retenção por cabos :mrgreen: .

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fattach.high-g.net%2Fattachments%2F85-404_hook5edit1__small_.jpg&hash=f77e0534d0832fe29ec0f7f965011e6b)
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fupload.wikimedia.org%2Fwikipedia%2Fcommons%2Fthumb%2F6%2F6f%2FUSAF_F-16_hooks_an_arresting_cable.jpg%2F800px-USAF_F-16_hooks_an_arresting_cable.jpg&hash=cb5ef3625f166574478b55c32a7faaba)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 15, 2011, 12:17:02 pm
Aterragem de emergência por motivos de avaria?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Abril 15, 2011, 12:32:38 pm
Entretanto o F-16A '15107', ex-OCU, já é MLU.

http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f ... &start=810 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=154&st=0&sk=t&sd=a&start=810)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 15, 2011, 10:56:23 pm
Citação de: "PereiraMarques"
Entretanto o F-16A '15107', ex-OCU, já é MLU.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi853.photobucket.com%2Falbums%2Fab92%2Fcycle_devil%2F14%2520Abril%2FIMG_8006.jpg&hash=22a111b217c6392c419c9591480932a8)
http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f ... &start=810 (http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=154&st=0&sk=t&sd=a&start=810)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Maio 04, 2011, 08:51:33 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi853.photobucket.com%2Falbums%2Fab92%2Fcycle_devil%2FBA5%2FIMG_9848.jpg&hash=f164224e9e6c1c36fb5ea039080d6ede)

http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=154&start=900
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Maio 05, 2011, 08:52:14 am
Citar
Decorre desde o dia 28 de Abril até ao dia 10 de Maio na Base Aérea Nº5 (BA5), em Monte Real, a avaliação operacional Early Operational Assessment (EOA), que faz parte de uma das fases do Programa de Testes e Desenvolvimento do software M6.1 da aeronave F-16 MLU.

emfa.pt
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Maio 07, 2011, 03:17:21 pm
Citação de: "nelson38899"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi853.photobucket.com%2Falbums%2Fab92%2Fcycle_devil%2FBA5%2FIMG_9848.jpg&hash=f164224e9e6c1c36fb5ea039080d6ede)

http://www.forum9gs.net/viewtopic.php?f=12&t=154&start=900

Para participar no Tiger Meet na França que vai decorrer nas próximas duas semanas.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Junho 09, 2011, 11:17:04 pm
Mais um MLU, o '15113'.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 21, 2011, 02:32:32 am
O '15103' também já foi convertido.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: vmpsm em Agosto 21, 2011, 07:51:56 pm
Uma pergunta. Se me souberem responder. O que são aquelas "peças" (rollerons?) nas aletas traseiras do AIM-9 e porque é que as vezes são retiradas, como aparece na foto do F-16 em cima?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 23, 2011, 04:23:28 pm
Citação de: "vmpsm"
Uma pergunta. Se me souberem responder. O que são aquelas "peças" (rollerons?) nas aletas traseiras do AIM-9 e porque é que as vezes são retiradas, como aparece na foto do F-16 em cima?

Bom, como bem disse aquelas pequenas rodinhas nas aletas traseiras dos Sidewinders (e outros mísseis tipo AIM-9) são os chamados rolerons. Estes dispositivos providenciam as forças giroscópicas necessárias para dar ao míssil ar-ar uma trajectória mais suave, por assim dizer, ao invés do serpentear que inicialmente caracterizava o voo desta arma, resultando inclusivamente no seu nome, Sidewinder (Cascavel), embora o significado se perca na tradução para Português já que Sidewinder, literalmente, significa aquele que anda oscilando de lado para lado.  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: vmpsm em Agosto 23, 2011, 05:08:09 pm
Sim fiquei esclarecido! Muito obrigado pela resposta.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 24, 2011, 03:54:03 pm
Apanhado de fotos dos aparelhos da nossa Esquadra 301 "Jaguares", vencedores do troféu Silver Tiger na 50º edição do Tiger Meet.  c34x
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Setembro 17, 2011, 11:01:32 am
Citação de: "cycle_devil"
Sim, têm estado a sair M5...
Voltando outra vez à ordem dos últimos 10 F's que faltam... A ordem será a seguinte:

2011:
15116 - 15115

2012:
15118 - 15119 - 15132 - 15120 -15135 - 15141

2013:
15141 - 15131 - 15136 finalizando a Doca 4 algures em Maio ;)

Citar
Com a chegada do 15103, passam a ser 30 os MLU completos ate agora:

15101, 15102, 15103, 15104, 15105, 15106, 15107, 15108, 15109, 15110, 15112, 15113, 15114, 15117, 15121, 15122, 15123, 15124, 15125, 15126, 15127, 15128, 15129, 15130, 15133, 15134, 15137, 15138, 15139, 15140 (destruido)
fonte 9gs
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 17, 2011, 04:37:16 pm
Tudo no bom caminho, portanto. Faltará agora saber quais serão as 10 células a alienar.  :|
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Setembro 18, 2011, 01:25:00 am
Citação de: "Charlie Jaguar"
Tudo no bom caminho, portanto. Faltará agora saber quais serão as 10 células a alienar. :) as aeronaves que estao a venda, sao:
15125
15126
15127
15139
15128
15129
15130
15137
15131
15138
ou
15140

Esta lista esta incluida na auditoria do Tribunal de Contas sobre o Programa de Modernizacao dos F16:

http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_audi ... 009-2s.pdf (http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_auditoria/2009/audit-dgtc-rel033-2009-2s.pdf)

Quadro 6 – Mapa de modernização F-16 / Proposta de calendarização para alienação de 10 aeronaves (PA II)
N.º de cauda das aeronaves PA II74 a alienar
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 18, 2011, 11:29:59 am
Citação de: "paraquedista"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Tudo no bom caminho, portanto. Faltará agora saber quais serão as 10 células a alienar. :) as aeronaves que estao a venda, sao:
15125
15126
15127
15139
15128
15129
15130
15137
15131
15138
ou
15140

Esta lista esta incluida na auditoria do Tribunal de Contas sobre o Programa de Modernizacao dos F16:

http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_audi ... 009-2s.pdf (http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_auditoria/2009/audit-dgtc-rel033-2009-2s.pdf)

Quadro 6 – Mapa de modernização F-16 / Proposta de calendarização para alienação de 10 aeronaves (PA II)
N.º de cauda das aeronaves PA II74 a alienar

Já não me lembrava disso, many thanks!  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 09, 2011, 08:05:19 pm
Mais um MLU, o '15115'.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: I_Pereira em Dezembro 10, 2011, 05:00:51 pm
Algumas fotos do 15115

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg443.imageshack.us%2Fimg443%2F2476%2Fimg3020f.jpg&hash=465e7b8dfcbf245562e0ef50b83a3e59)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg811.imageshack.us%2Fimg811%2F6039%2Fimg3022vj.jpg&hash=f581c9356a9d90994fac9bac2c7917cc)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg831.imageshack.us%2Fimg831%2F1726%2Fimg3073zg.jpg&hash=9dc3754414b82a0d2d73a81544bb3bf1)

E o video da descolagem :wink:

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 13, 2011, 03:06:10 pm
Boas fotos Ivo, obrigado.  :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Dezembro 16, 2011, 07:53:42 pm
Bem porreiras! gosto sempre de ver os "amarelos".
 :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: TARZAN em Fevereiro 06, 2012, 01:59:51 am
Citação de: "Instrutor"
Maior número de Eurotyphoons; Superioridade dos F-16 sobre os F-18 A/B espanhois embora sejam um pouco F-18 MLU.


 :shock: , y encima tienen menos, en fin... Lo que tu digas.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Fevereiro 06, 2012, 02:38:44 pm
Citação de: "TARZAN"
:shock: , y encima tienen menos, en fin... Lo que tu digas.

Acho que em numero é evidente que a Espanha tem vantagem, tem mais caças do que Portugal e isso é evidente.

Mas comparando um F-18 de Espanha com um F-16 de Portugal já não é assim tão fácil, são dois aviões da mesma geração, o F-16 Português tem acompanhado todas as evoluções, já existem F-16 MLU M6.1, agora o estado dos F-18 de Espanha é que não conheço, tem sido feitas modernizações ou estão como de origem?  Se o F-18 está como de origem então nesse caso a vantagem deve ser do F-16, se o F-18 também tem sido evoluido então tem que se comparar as caracteristicas dos dois aviões e avaliar isso.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Fevereiro 06, 2012, 03:57:54 pm
uma questão de leigo..o f-18 tem um ou dois motores?
A comparação a ser feita será em termos absolutos com as duas aeronaves em igualdade de circunstâncias (actualizações de software, hardware e afins).
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: old em Fevereiro 06, 2012, 06:04:55 pm
Los F18 si han recibido actualizaciones, aunque a diferentes niveles. 67 a un nivel mas ambicioso  y 24 a otro no tanto.

Las mas importantes (entre otras) el sistema MIDS ,  los nuevos misiles Iris T y Taurus, ademas de nuevas GBU-48 Enhanced Paveway II. Creo en mi opinion que son algo superiores al F16 FAP, por la panoplia de armas recien integradas, aunque los F16 MLU de la FAP conforman una correcta y moderna fuerza aerea.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 06, 2012, 06:26:23 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "TARZAN"
:shock: , y encima tienen menos, en fin... Lo que tu digas.

Acho que em numero é evidente que a Espanha tem vantagem, tem mais caças do que Portugal e isso é evidente.

Mas comparando um F-18 de Espanha com um F-16 de Portugal já não é assim tão fácil, são dois aviões da mesma geração, o F-16 Português tem acompanhado todas as evoluções, já existem F-16 MLU M6.1, agora o estado dos F-18 de Espanha é que não conheço, tem sido feitas modernizações ou estão como de origem?  Se o F-18 está como de origem então nesse caso a vantagem deve ser do F-16, se o F-18 também tem sido evoluido então tem que se comparar as caracteristicas dos dois aviões e avaliar isso.

Os F18 espanhois, son dois grupos:

72 F18, novos de fábrica, (60A, y 12B), dos últimos blocks de la versao A. (programa FACA)
24 F18 A/B de segunda mano ( pero con los motores comprados novos de fábrica), adquiridos a la US Navy, que son los basados en Canarias.
Es decir un total de 96 F-18 A/B, de los cuales quedan en servicio 87.


Los 69 F18 novos se han ido modernizando dia a dia en software, adquiriendo Espanha la total libertad de desarrollar el software, por parte del INTA, reconociendo la propia Us Navy, que el software empleado era superior al de ellos, de tal manera hoy dia los F18 pueden lanzar cualquier tipo de arma en servicio, (HARMs, Harpoons, IRIS-T, AMRAAM, LGBs, JDAM, Taurus, Mavericks, etc)

Esta es la modernización aplicada a los F18 del programa FACA

Citar
Modernización MLU del EF-18 español

- Nuevo computador táctico TPAC, con fusión de sensores.
- Nuevo HUD.
- Dos nuevas pantallas multifunción a color de alta resolución MHSD 6,25X6,25.
- Pantalla de presentación de cartografía digital (sistema de mapas digitales tácticos).
- Pantalla MUFC multifuncional de control frontal (la que está bajo el HUD) .
- Cámara de video digital a color. Grabación de video y datos digital (para debriefings).
- CIT, Combined Interrogator and Transponder, de Indra.
- EGI, Embebed GPS and Inertial System (GPS e INS integrados) AN/ASN-172
- Filtros para inmunidad FM del VOR/ILS
- Instalación del MIDS
- Se extiende el Bus 1553 (o 1760) a puntas de plano, con lo que se integran en la computadora de misión, pudiendo llevar en ellas AMRAAM, IRIS-T en modo digital o Meteor.
- Radio ARC-210 Have Quick con anti-jamming (su integración se adelantó por Aviano, Destacamento Ícaro)
- Iluminación externa e interna de cabina compatible con gafas de visión nocturna.
- IDM (improved data modem) (un enlace de datos de baja capacidad para intercambiar mensajes de texto sin comprometer el silencio radio, o mandar imágenes de objetivos)

- Se ha mejorado el radar AN/APG-65 (según el forista EJ a una versión denominada V3). Según Polluelo al radar se le habian cambiado varias cajas y que no era el mismo que vino. Según un piloto del Ala 15 en documental de video de Thefightercommunity, al radar se le ha cambiado "la cinta" (el software).

-Además fuera de la MLU (por llegar un poco tarde) al EF-18 MLU se le va a instalar la siguiente nueva suite EW (sustituyendo a sus equivalentes anteriores)
- Alertador Indra ALR-400
- Dispensadores AN/ALE-47
- El ASQ-600, un equipo de localización precisa de emisores.
- Y el perturbador ALQ-500 basado en un desarrollo israelí.


MLU terminada en 2011.

Y también fuera de este programa pero recientemente se le han integrado las Paveway III GBU-24 penetradoras de búnkeres con guiado doble laser/GPS, la española BPG-2000 de idéntica misión, las Paveway II EGBU-16 (GBU-48) también de guía dual, el misil aire-aire IRIS-T y el misil de crucero KEPD-350 Taurus, así como las 22 barquillas Litening II y 4 Reccelite que han disparado las posibilidades del EF-18.
Por cierto, con Rafael tenemos contratada la modernización posterior a la entrega de nuestras Litening II con el sensor IR de la generación Litening III.
Además se han modernizado las 17 barquillas Nitehawk restantes (Tecnobit), pasándose a llamar Lince, y se les ha fabricado un banco de pruebas digital autónomo (antes había que montarlas en el F-18 para ver su funcionamiento).

Os F18 A/B+ MLU, están al mismo nivel o superior a os F18C/D de la Navy.

Os restantes F18 se han ido modernizando, instalándoles equipos desmontados de sus hermaos.

Esta es la modernización feita a os 20 F18 comprados de 2ª mao:

Citar
Modernización de los F/A-18A CX de Gando (Canarias)

Entre 2007 y diciembre de 2009, los Hornets de Gando han sido llevados al modelo A+, lo que ha implicado que:

- el software operativo del avión (OFP) se ha actualizado a la versión 0.4%.
- se ha añadido la computadora de misión de los EF-18A+ peninsulares (pre-MLU) y su software nacional.
- se ha integrado el misil Maverick, las bombas frenadas BRP-250F, las bombas guiadas por láser BPG-2000, y GBU-24 Paveway III. (Es de suponer que otras bombas no guiadas y la GBU-16 Paveway II también.)
- se han añadido radios Have-Quick (ARC 210) para comunicaciones seguras.
- se ha integrado la barquilla Lince (versión modernizada del Nitehawk) con capacidades FLIR y designación de objetivos.
- se ha añadido el SAD (Situational Awareness Display), que representa, en una de las pantallas multifunción de la cabina, la posición conocida de amenazas aéreas y terrestres (dicha información puede añadirse antes del vuelo, y puede ser modificada/complementada por el piloto durante la misión).
- se han incluído las Gafas de Visión Nocturna y filtros de quita y pon en la cabina para adaptarla a las GVN (anteriormente pertenececientes a los Hornet peninsulares que ahora tienen su cabina adaptada).
- se ha integrado el misil AIM-120 AMRAAM (aunque aún a día de hoy (principios de 2010), en principio sólo disponen del AIM-7P Sparrow realmente).

Además, a los F-18CX se les había instalado nada más llegar a España (segunda mitad de los años 90) (es decir, son equipos que como aviones F/A-18A "USNavy" no tenían):

- El equipo VOR/ILS.
- Alertador ALR-67.
- Perturbador ALQ-126.
- Asiento eyectable SJU-9/A.
- El último software adquirido a los EEUU originalmente para los EF-18, el OFP-89C.
- Radios ARC-120 Have Quick II.


Asi hoy día Espanha tiene 67 F18A/B+ MLU, y 20 F18A/B mejorados.

Mais:

Citar
En principio se estudiaron varios modelos: Mirage 2000C, Tornado, F-5E, F-15, F-14, F-18L, F-18A y F-16C.

El F-5E se deshecho por estar debajo de las espectativas, el Tornado por falta de polivalencia, los F-14 y -15 por lo anterior mas el precio, el 18L por que España era el unico comprador y el M2000 por tener ya aviones franceses y querer tener aviones de dos procedencias distintas.

Al final se hizo una comparacion entre los dos modelos que quedaban, el F18A y el F16C,  quedando vencedor el F-18A. De los 53 parametros comparados el F-16 vencia en 9, en otros 9 quedaban igual y en 35 la ventaja era del 18. Uno de estos era la tasa de perdidas previstas, segun los estudios de una fuerza de 96 F-16 se perderian 33 en 20 años mientras que de 84 F-18 se perderian 16 en el mismo periodo. En resumen el F-18 era superior en potencial belico, carga de armas, operatividad con mal tiempo, radio de accion, combate BVR y capacidad de crecimiento. Por contra el F-16 sacaba ventaja en combate a corta distancia. Despues de muchas dilaciones, una politicas, otras tecnicas, otras provocadas por la Navy se decidio comprar 72 aviones F-18A en unas condiciones mas que favorables para la industria española, otro aspecto en que este sacaba ventaja puesto que al haber sido el F-16 vencedor del llamado por entonces "Contrato del Siglo" no nos ofrecian contraprestaciones industriales ningunas mientras que McDonell, bastante apretada por aquella epoca, estaba dispuesta a ponernos todas las facilidades del mundo para vender los aviones. Por primera vez en la historia los retornos industriales eran mayores que el precio pagado por los aviones y gracias en gran parte a esos retornos muchas empresas españolas estan ahora donde estan.

Mas o menos, esta es la historia del Faca.

Y en cuanto a armamento aire-aire, os F18 emplean el IRIS-T MUY superior al AIM9L de os F16, y ambos emplean el AMRAAM, solo que el radar del F18 tiene mais alcance, además:

Citar
Por otra parte, el EA, ha iniciado contactos con MBDA para comenzar un estudio de viabilidad de integración del misil METEOR en el EF18. A corto plazo, se realizarán pruebas de compatibilidad física entre lanzador y misil, y análisis preliminares de protocolos de comunicación entre el misil y el radar de avión.


Cuando se integre el METEOR, tendrá unas prestaciones muy superiores al AMRAAM, tanto en alcance como en detección y maniobrabilidad y resistencia a las ECM.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: TARZAN em Fevereiro 06, 2012, 07:52:56 pm
Pues poco mas puedo añadir, para mi los F-18 son superiores a los F-16 se mire por donde se mire, aunque por destacar algo de los F-16 es que en ataque a tierra y en baja velocidad posiblemente si sean mejores, pero en un enfrentamiento como caza con un F-18.....

De todas maneras el F-16 es una maquina, y esta todavía en un gran nivel, y lo que le queda.

Una pregunta para nuestros amigos Lusos, de los 40 F-16, tenéis intención de vender alguno, o son otros guardados y están a la venta, en algún foro de las tribussudacas del otro lado del mar, comentaban la posible compra a Portugal de F-16 por Chile.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: old em Fevereiro 06, 2012, 08:01:37 pm
Tambien es justo decir que un F16 Block 50/52 en adelante es superior al los F18 espanhois.

Por cierto, Portugal va a disponer de 40 F16 MLU? Si es así parece un numero de unidades bastante potente.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: TARZAN em Fevereiro 06, 2012, 10:48:32 pm
Citação de: "old"
Tambien es justo decir que un F16 Block 50/52 en adelante es superior al los F18 espanhois.

Por cierto, Portugal va a disponer de 40 F16 MLU? Si es así parece un numero de unidades bastante potente.


Pero no es el caso.

40 un numero potente, a mi me parece un pelin escaso.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 06, 2012, 10:57:39 pm
Portugal tiene dos bloques de F16, 20 nuevos y 20 de segunda mano.

Estos últimos los tienen a la venta.

Además han perdido al menos 2 en accidentes, y uno lo usan al estar pasado de horas como exhibición estática, ya que no vuela.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: LuisC em Fevereiro 07, 2012, 12:34:11 am
Julgo que estarão uns 24 ou 25 F-16 a voar mas o programa de modernização dos restantes creio que continua.
Quanto à prevista venda de alguns aparelhos, parece-me que a ideia tem perdido força nos últimos tempos. Provavelmente os responsáveis da FAP já estão a prever que o F-16 vai voar em Portugal mais tempo que o previsto, logo, vão ser necessários aparelhos para canibalizar. :)

Relativamente à comparação entre os F-16 e o F-18...num combate a-ar, equipados com o mesmo armamento (AIM-9X/IRIS-T e AMRAAM), não tenho dúvidas…preferia estar sentado no cockpit do F-16.


Citar
En resumen el F-18 era superior en potencial belico, carga de armas, operatividad con mal tiempo, radio de accion, combate BVR y capacidad de crecimiento
Caro Menacho, pelo que sei, o raio de acção do F-18 é inferior ao do F-16.

Cumps.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: TARZAN em Fevereiro 07, 2012, 02:43:42 am
Citação de: "LuisC"
Julgo que estarão uns 24 ou 25 F-16 a voar mas o programa de modernização dos restantes creio que continua.
Quanto à prevista venda de alguns aparelhos, parece-me que a ideia tem perdido força nos últimos tempos. Provavelmente os responsáveis da FAP já estão a prever que o F-16 vai voar em Portugal mais tempo que o previsto, logo, vão ser necessários aparelhos para canibalizar. :shock:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Fevereiro 09, 2012, 12:21:41 pm
Citação de: "TARZAN"
Os quedáis entonces con solo 25 o 26 F-16  :shock:


Neste momento, para quê mais????
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 09, 2012, 05:20:31 pm
As contas não são facéis de fazer:

45 fuselagens recebidas (20 no programa Peace Atlantis (I) e 25 no programa Peace Atlantis II).
2 fuselagens destruídas (15111 e 15140).
2 fuselagens em exposição estática (15100 e 15150).  
Logo, 41 "potenciais" fuselagens.
Durante os anos de 2012 e 2013 deverão ser ainda modernizadas 9 aeronaves.
O número de aeronaves para venda tem variado entre 8 a 12, mas até ao momento não tem aparecido nenhum comprador "sério".
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: junger em Fevereiro 11, 2012, 03:49:45 am
Citação de: "TARZAN"
Pues poco mas puedo añadir, para mi los F-18 son superiores a los F-16 se mire por donde se mire, aunque por destacar algo de los F-16 es que en ataque a tierra y en baja velocidad posiblemente si sean mejores, pero en un enfrentamiento como caza con un F-18.....

De todas maneras el F-16 es una maquina, y esta todavía en un gran nivel, y lo que le queda.

Una pregunta para nuestros amigos Lusos, de los 40 F-16, tenéis intención de vender alguno, o son otros guardados y están a la venta, en algún foro de las tribussudacas del otro lado del mar, comentaban la posible compra a Portugal de F-16 por Chile.

Portugal não vai vender qualquer dos F-16, dado que há na europa uma enorme oferta da parte de paises que querem substituir a frota F-16 e que tem maior capacidade financeira, o que lhes permite oferecer os seus F-16 a preços mas baixos que Portugal estará disposto a praticar.
Aliás a Holanda já tomou conta do mercado Chileno, tendo vendendo 36 aparelhos em dois lotes de 18, que se juntam a 10 aparelhos vendidos pelos EUA, totalizando 46 unidades (2 para peças).
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 12, 2012, 10:35:32 pm
Citação de: "PereiraMarques"
As contas não são facéis de fazer:

45 fuselagens recebidas (20 no programa Peace Atlantis (I) e 25 no programa Peace Atlantis II).
2 fuselagens destruídas (15111 e 15140).
2 fuselagens em exposição estática (15100 e 15150).  
Logo, 41 "potenciais" fuselagens.
Durante os anos de 2012 e 2013 deverão ser ainda modernizadas 9 aeronaves.
O número de aeronaves para venda tem variado entre 8 a 12, mas até ao momento não tem aparecido nenhum comprador "sério".


De los 25 Peace Atlantis II, ¿no eran 5 destinados a piezas de repuesto, y no para volar?

Eso haría 20 +20 -2 destruidos, 38.
Los 5 para piezas NO pueden volar.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 12, 2012, 11:37:15 pm
Com a destruição do '15111' em 2002 decidiu-se modernizar uma das cinco fuselagens que à partida estaria destinada para peças, no sentido de garantir as 40 aeronaves inicialmente previstas.

Com a destruição do '15111' em 2008, esse número (potencial/previsto) diminui para 39 e dificilmente poderia volta a 40, porque o '15111' era uma fuselagem bilugar (BM) e a FAP não tem mais fuselagens bilugares em stock.

As fuselagens adicionais além de servirem para fornecer peças, vieram também no pressuposto que houvesse sempre uma ou duas fuselagens do lote do Peace Atlantis II com problemas estruturais que tornassem a sua modernização inviável ou muito difícil. Salvo erro é o caso do '15150' que se encontra num pedestal na porta de armas da BA5.

Neste caso, os últimos planos do anterior governo, considerado as duas aeronaves destruídas e as duas fuselagens inibidas, passavam pela modernização de 41 aeronaves F-16, com a venda de 8 destas e a manutenção de 33 ao serviço da FAP.

Do actual governo não são conhecidos nenhuns planos em concretos, apenas a intenção de redução generalizada das Forças Armadas, consubstanciada na meta de limitar o número de militares em serviço activo nos três ramos a 30.000 elementos.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Fevereiro 13, 2012, 12:35:55 am
Citação de: "PereiraMarques"
Com a destruição do '15111' em 2002 decidiu-se modernizar uma das cinco fuselagens que à partida estaria destinada para peças, no sentido de garantir as 40 aeronaves inicialmente previstas.

Com a destruição do '15111' em 2008, esse número (potencial/previsto) diminui para 39 e dificilmente poderia volta a 40, porque o '15111' era uma fuselagem bilugar (BM) e a FAP não tem mais fuselagens bilugares em stock.

Só uma correcção, a aeronave destruida em 2008 tinha o nº de cauda 15140, penso que o nº 15111 não voltou a ser utilizado em nenhum avião após a destruição do original em 2002.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 13, 2012, 10:21:09 am
Exacto. Enganei-me, basta ver que no post anterior tinha referência à aeronave acidentada em 2008 como sendo o '15140'.  :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 25, 2012, 11:08:38 am
Citar
Intercepção dos F16

http://www.24horasnewspaper.com/fotonews/2811/pdf/08.PDF

Citar
Bulgaria request information’s on Portuguese F-16s.

 

Bulgaria´s Ministry of National Defence recently requested information’s to Portugal´s procurement agency DGAIED (Direcção-Geral de Armamento e Infra-Estruturas de Defesa) on Portuguese Air Force (Força Aérea Portuguesa-FAP) Lockheed Martin F-16AM/BM Fighting Falcon combat aircraft.

 


The DGAIED indicated the availability for sale to Bulgaria of 5 single-seat and 3 twin-seat Jane´s has learnt.

 

This official request of information from Bulgaria, indicate that the country is still keeping alive its plan to procure combat aircraft even looking to second-hand and new built aircraft to replace their MiG-21Bis/UM and Su-25K/UBK Frogfoot aircraft. Bulgaria also operates 16 MiG-29A/UBs overhauled by RAC "MiG" and TEREM Georgi Benkovski for US$48 million.

 

The request for information sent to Portugal follows contacts previously made with several countries for new and used fighters.

 

In 2006, Portugal´s put for sale 10 aircraft considered as surplus while in 2008, the target was reduced to 10. The MoD has maintained talks with several countries in Eastern Europe and the Middle-East regarding a possible sale of the aircraft.


 

In the 90´s, Portugal procured a total of 20 new built F-16A/B Block 15 OCUs under Peace Atlantis I program and 25 second-hand aircraft under Peace Atlantis II program.

 

AN/AAQ-28 LITENING AT targeting pods, AIM-120 C5 AMRAAM and AIM-9 Li Sidewinder air-to-air missile s, GBU-12 guided ammunition kits and JHMCS  helmets were later acquired to fit the aircraft.

 



janes
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Fevereiro 25, 2012, 09:49:32 pm
A confirmar-se ficamos com 33 F-16MLU... Nos tempos instáveis que vivemos, a razão aconselhava a modernizarem-se os 40.... Espero que com o dinheiro da venda, ao menos se comprem munições inteligentes para os restantes, como JSOW LJDAM e AIM-9X.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 25, 2012, 11:13:55 pm
Isso vai é tudo para o déficit...O interessante é estarem todos os 'B' do Peace Atlantis II nesse lote para venda (menos o '15140' por motivos óbvios!).
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Fevereiro 26, 2012, 01:48:06 pm
Boas

Completamente impossível a FAP vender 3 vipers B  :mrgreen:

Estas noticias no entanto ficam sempre bem perante a Opinião publica lá isso ficam mas se o problema é esse vendam os Pumas e Aviocar!!!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: typhonman em Fevereiro 26, 2012, 02:34:12 pm
Claro, há que mostrar que este é um governo, que a semelhança dos outros corta nas FA´s e vende F-16... Isto cai sempre bem na opinião pública. :roll:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: brunopinto90 em Fevereiro 27, 2012, 02:39:26 pm
Pessoal, não se ralem com o F-16. Pensem já na substituição do substituito do F-16.

Se vocês pensam no F-35 ou Euro Typhoon, pensem já nos substitutos.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Março 12, 2012, 11:04:45 pm
'15118' convertido para MLU.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Março 15, 2012, 08:41:53 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F8%2F9%2F8%2F2079898.jpg&hash=3f9533abb0b57d5d3e258aa07a83dcef)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Março 16, 2012, 09:01:59 am
Citação de: "Menacho"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F8%2F9%2F8%2F2079898.jpg&hash=3f9533abb0b57d5d3e258aa07a83dcef)

Não querendo criticar a foto, gostava de ver nem que seja por uma vez, misseis verdadeiros e não apenas misseis de treino.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Abril 01, 2012, 10:06:14 pm
Reportagem sobre o curso FWIT, para quem não saiba é uma especie de curso de aperfeiçoamento em piloto de F-16, só para os que já são os melhores pilotos dos proprios paises, do género do Top Gun da US Navy, principalmente focado nos pilotos Noruegueses, mas os portugueses também andam lá para o meio :mrgreen:

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 06, 2012, 10:31:43 pm
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Menacho"
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fcdn-www.airliners.net%2Faviation-photos%2Fphotos%2F8%2F9%2F8%2F2079898.jpg&hash=3f9533abb0b57d5d3e258aa07a83dcef)

Não querendo criticar a foto, gostava de ver nem que seja por uma vez, misseis verdadeiros e não apenas misseis de treino.

Tu e eu, para variar um pouco. Vêem-se os aparelhos QRA belgas e holandeses com live rounds de AIM-120B/C, não percebo porque os nossos continuam a só carregar o AIM-9Li, nem as razões para tanto secretismo quanto aos AMRAAM que possuímos. :?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: vmpsm em Abril 27, 2012, 01:07:43 pm
Citar
This week a Bulgarian Air Force (BuAF) delegation was in Portugal to choose Lockheed Martin F-16AM/BM Fighting Falcon combat aircraft from the Portuguese Air Force (Força Aérea Portuguesa-FAP) inventory.

This visit follows a request of information for eight aircraft previously sent by the Bulgarian Ministry of Defence to the Portuguese procurement agency DGAIED (Direção-Geral de Armamento e Infra-Estruturas de Defesa).

Bulgaria is looking to procure five F-16AM and three F-16BM aircraft to replace Russian built aircraft currently in the inventory.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fdefesaglobal.files.wordpress.com%2F2012%2F04%2F7b.jpg%3Fw%3D300%26amp%3Bh%3D225&hash=4be2f556a5fbbba4cbffe4f7de55047f)

http://defesaglobal.wordpress.com/2012/04/27/3953/
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: afonsinho em Abril 27, 2012, 01:31:15 pm
Boas!
Agora que se ouve falar das novas atualizaçoes para o f16 o f16 Viper, sao estas muito mais caras quando comparadas com as MLU? e serao muito superioes?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Maio 10, 2012, 01:40:51 am
http://visao.sapo.pt/a-ponta-da-lanca=f663179 (http://visao.sapo.pt/a-ponta-da-lanca=f663179)

Reportagem da Visão sobre a Base Aérea nº5 - Monte Real.

O video da reportagem.
http://www.emfa.pt/www/galeriaMostraVideo.php?lang=ptpt&file=videos/forcaaereaba5.flv&codG=3107
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Maio 10, 2012, 10:09:19 pm
Citar
Modificação da plataforma F-16 MLU

Terminou no início do mês de maio na Base Aérea de Orland , na Noruega, a última fase de testes e avaliação (Operational Test and Evaluation) às novas componentes de software e hardware da plataforma F-16 MLU (Operational Functional Program), que contou com a participação de um destacamento de F-16 da Força Aérea Portuguesa.

Durante três semanas as tripulações dos cinco países que integram a comunidade European Participating Air Forces (EPAF) – Bélgica, Holanda, Noruega, Dinamarca e Portugal – executaram diversas missões aéreas para testar e validar a operacionalidade dos novos sistemas contando com o apoio de uma aeronave DA-20 da Força Aérea Norueguesa dedicada à Guerra Eletrónica, outras aeronaves F-16 e Controladores Aéreos Avançados para missões de Apoio Aéreo Próximo.

Para além dos objetivos definidos, esta participação permitiu às Esquadras 201 e 301 aplicar, exercitar e avaliar o conceito de Mobilidade para uma Base Operacional Avançada; aumentar os conhecimentos sobre este programa tanto ao nível do emprego operacional como nas áreas da manutenção, armamento e transformação das aeronaves; aumentar o grau de padronização e de interoperabilidade com os restantes países para a execução de operações aéreas; bem como promover e praticar procedimentos doutrinários e táticas comuns, que resultem da integração com os restantes EPAF.

http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.797&lang=pt (http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.797&lang=pt)

PS: Será que o pessoal do F-16 ficou em tendas na Noruega? :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Maio 13, 2012, 02:35:09 pm
Citar
Força Aérea confirma 'tangente' a voos comerciais
Um F-16 que participava num exercício na área de Sintra entrou em espaço civil, obrigando o controlo aéreo de Lisboa a ordenar manobras súbitas de afastamento e a alertar os pilotos.

A Força Aérea Portuguesa (FAP) já sabe o que aconteceu com os dois caças que, nos dias 4 e 18 de abril, se aproximaram de aviões comerciais, obrigando o controlo aéreo de Lisboa a ordenar manobras súbitas de afastamento e a alertar os pilotos.

A informação já apurada revela que, a 4 de abril, um F-16 que participava num exercício na área de Sintra entrou em espaço civil, passando a 4 milhas (7408 metros) de um comercial alemão, quando deveria ter cumprido uma separação mínima de 5 milhas (9260 metros).

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/forca-aerea-con ... z1uky1yFyq (http://expresso.sapo.pt/forca-aerea-confirma-tangente-a-voos-comerciais=f725435#ixzz1uky1yFyq)

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Maio 15, 2012, 09:37:08 pm
http://www.passarodeferro.com/2012/05/final-countdown-15119-mlu-m648-46pm2012.html

Citar
A frota nacional entra assim na contagem final das transformações MLU, faltando atualmente apenas terminar seis células (15120, 31, 32, 35, 36 e 41), das 40 a modificar.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Maio 16, 2012, 12:06:47 am
Isto com o estabelecimento da escola de jactos T-50 da Coreia do Sul em Beja, e a um médio prazo com a Holanda e a Noruega e largar o F-16 pelo F-35, nós deviamos era "transferir" a "EPAF Weapons School" (escola de pilotos-instructores de combate) da Holanda para Monte Real :twisted: , interessados em Portugal, Bélgica, Coreia do Sul (?), América do Sul (Chile?), Europa de Leste (Polónia?).

Que tal? teriamos capacidade de meios humanos e materiais de implementar tal projecto? Seria viável?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 19, 2012, 02:37:53 pm
Viável é de certeza e nestas coisas os da casa por norma entram mais com o espaço fisico do que qualquer outra coisa. Mesmo os custos financeiros envolvidos seriam bastante inferiores do que se estivessemos a dar formação sozinhos aos nossos militares. A quantidade (de militares) dilui os custos.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Maio 19, 2012, 08:23:01 pm
Um dia na vida de um piloto de F-16

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?ar ... &visual=61 (http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=555010&tm=8&layout=122&visual=61)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Maio 20, 2012, 04:45:50 pm
29 pilotos? Ainda à pouco eram 30..
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Maio 20, 2012, 05:53:55 pm
Citação de: "Crypter"
29 pilotos? Ainda à pouco eram 30..

É normal, da mesma maneira que são formados pilotos novos, também os mais velhos vão saindo, os oficiais PILAV em certa altura na carreira tem que ter colocações no EMFA, NATO, coisas assim...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Maio 21, 2012, 10:29:48 am
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Crypter"
29 pilotos? Ainda à pouco eram 30..

É normal, da mesma maneira que são formados pilotos novos, também os mais velhos vão saindo, os oficiais PILAV em certa altura na carreira tem que ter colocações no EMFA, NATO, coisas assim...

coisas assim...tipo TAP! :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Maio 31, 2012, 09:51:04 am
Citar
Romênia pretende adquirir caças F-16 usados da Holanda ou de Portugal

O Ministro da Defesa da Romênia, Corneliu Dobritoiu disse após uma reunião com os militares da reserva que uma equipe de especialistas irá para a Holanda e Portugal para avaliar a condição técnica das aeronaves F-16 que a Romênia pretende adquirir para sua Força Aérea.


“Vamos avaliar os jatos, para ver se eles atendem tecnicamente nossos requisitos, as suas necessidades de reparação, o custo, e se vamos conseguir pagar ou não. As avaliações serão feitas em Portugal e na Holanda”, disse Dobritoiu.

Ele admitiu que a Romênia poderá comprar caças F-16 de Portugal ou da Holanda, argumentando que o objetivo estratégico da Romênia é de adquirir jatos de quinta geração “com investimentos mínimos”.

“De qualquer forma não temos dinheiro para fazer a transição para novos jatos. E então essa decisão teria um efeito num intervalo de tempo de 40 a 50, ou até 55 anos, já que num novo jato de quinta geração o ciclo de vida é de até 35-40 anos, explicou o ministro da Defesa.

Inicialmente, a Romênia anunciou a sua intenção de adquirir caças F-16 usados da Força Aérea dos EUA, mas agora considera a aquisição do mesmo tipo de aeronave, mas de outros países.

“Tudo é possível. Todas as opções permanecem abertas. Buscamos a opção mais benéfica em termos de relação qualidade-preço para um jato de quinta geração”, disse o ministro da Defesa.

Mark Gitenstein, o embaixador dos EUA em Bucareste, disse no dia 18 de maio, que o exército romeno deve passar para uma nova geração de aeronaves. Ele disse que os governos dos dois países, de forma constante, discutem sobre a aquisição da Romênia de aeronaves F-16, e um obstáculo a este respeito é o custo muito elevado, acrescentando que não é a necessidade de ser um novo avião, mas sim atualizado. Ele ressaltou que a demanda inicial considerava que os EUA venderiam os aviões a Romênia e o Governo romeno e então atualizaria as aeronaves. Questionado se as negociações sobre os contratos do F-16 estão “congelados”, o funcionário dos EUA respondeu que as negociações sobre o assunto foram realizadas durante todo seu mandato.

Ao mesmo tempo, o chefe de Estado recordou que no dia 16 de dezembro, na reunião do Conselho Supremo de Defesa Nacional (CSAT), que em 2015 os aviões de combate da Força Aérea da Romênia estaria sem recursos e a aquisição de um número de 48 jatos é necessária, já que o país precisa contribuir com a OTAN, além da defesa do próprio território.

http://www.cavok.com.br/blog/?p=50889#more-50889
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: P44 em Maio 31, 2012, 12:32:33 pm
a Holanda vai cortar nos F-16 para conseguir dinheiro para o F-35

http://www.defense-aerospace.com/articl ... -f_35.html (http://www.defense-aerospace.com/article-view/release/135570/dutch-halve-air-force-to-pay-for-f_35.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Julho 23, 2012, 10:55:46 am
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fdefesaglobal.files.wordpress.com%2F2012%2F07%2Fsem-tc3adtulo.jpg&hash=d3fe05e437045b609d8a793e1fb63dcd)

http://www.deagel.com/equipment/r2c0163.htm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Julho 23, 2012, 02:15:35 pm
Oh nelson, esses números são no minimo duvidosos..

Então já conta com 6 Kc~390(????), no "Sea Power" so aparecem as Bartolomeu Dias, nada das Vasco da Gama, aparece que temos lá um (1!) EC 635!??? temos? Em que esquadra?

Não é de fiar esta info.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Agosto 31, 2012, 08:55:54 pm
Hoje fiquei pasmado, pensava que as noticias nos jornais era informação que se podia confiar, uma coisa são artigos de opinião do jornalista X ou do analista Y, mas artigos de noticias, pensava eu, que a informação lá escrita seria verdade, que os jornalistas investigam e escrevem os factos que acontecem, ou será que na Dinamarca os jornais dizem que o clube de lá que ganhou ao Sporting? Será que da proxima vez que ler uma noticia sobre problemas na educação, na saude, no défice, posso acreditar?

Fiquei pasmado com um artigo do SOL que dizia coisas como:

Citar
"Caças da Força Aérea que estão armazenados esperam há anos por um comprador."
"Os dez F-16 que Portugal quer vender foram comprados em 1998 aos EUA e nunca foram utilizados."
"A Força Aérea, que opera estes aviões a partir da base de Monte Real, dispõe apenas de uma esquadra e, por razões financeiras, nunca pôs a voar a segunda esquadra."

Correcção da 1ª frase e 2ª frase:
 - Não há nenhum F-16 armazenado, até parece que há F-16 encaixotados ou encostados lá para um canto da base desde 1998 cheios de teias de aranha, ninhos de ratos, etc, etc, todos os F-16 estão ou em condições de voar, ou na manutenção, ou em processo de modernização, eles estão há anos à espera de comprador sim, mas enquanto isso não acontecer alinham nos exercicios, nos alertas, nas missões tal como todos os outros, até é possivel que na Islandia esteja algum desses que estão à venda.

Correcção à 3ª frase:
 - Essa é fácil, basta ir ao site da Força Aérea e ver as esquadras que existem, está lá a esquadra 301 - Jaguares.

O meu problema nem é esta questão em particular, mas é que se há jornalistas que cometem tamanhos erros com informação que até seria fácil de saber, noutros assuntos mais graves para o dia-a-dia dos portugueses ainda deve ser pior. E eu como não estou por dentro do que se passa nos ministérios, nas escolas, nos hospitais, devia poder acreditar no que está escrito nos jornais, mas assim já não posso.

Aceito que os jornalistas não estejam por dentro de questões militares, tal como muitos outros assuntos, mas não deviam inventar, nem copiar artigos que já devem ter uns 10 anos que deve ter sido a altura em que se estava a estudar o programa MLU, a venda dos F-16, etc, deviam perguntar pelo menos a fontes oficiais, neste caso o MDN ou a Força Aérea e como bons jornalistas que deveriam ser, também fontes independentes como talvez analistas especializados na área, mas pronto, se calhar já estou a exigir demais, vou voltar a ler jornais desportivos.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Agosto 31, 2012, 09:57:26 pm
O jornalismo em Portugal sobre assuntos militares em uma treta!
Mas também é verdade que a por vezes falta informação actualizada.

http://areamilitar.net/analise/analise. ... ria=33&p=4 (http://areamilitar.net/analise/analise.aspx?NrMateria=33&p=4)
Neste caso até aposto que os jornalistas usaram o artigo acima como fonte para a noticia, mas mesmo este não sofreu actualização.
Desde 2006 muita coisa mudou.

Mas infelizmente apenas o que está mal é sempre noticia...  :roll:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Agosto 31, 2012, 10:06:29 pm
A noticia era sobre a possivel venda dos F-16 à Roménia, o artigo nem era a criticar a Força Aérea, ou a utilidade dos F-16, talvez até nem seja com má intenção, mas a informação tem que estar correcta senão os leitores vão acreditar no que está escrito, que os F-16 estão sem voar desde 1998 e que estão encaixotados lá para um canto a ganhar pó.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Setembro 01, 2012, 06:39:29 pm
Citação de: "Lightning"
A noticia era sobre a possivel venda dos F-16 à Roménia, o artigo nem era a criticar a Força Aérea, ou a utilidade dos F-16, talvez até nem seja com má intenção, mas a informação tem que estar correcta senão os leitores vão acreditar no que está escrito, que os F-16 estão sem voar desde 1998 e que estão encaixotados lá para um canto a ganhar pó.

pelo menos quem viu e ouviu os f-16 a passarem por cima da ponte 25abr no outro dia não deve pensar assim!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 01, 2012, 08:49:11 pm
Agora já estou contente  :N-icon-Gun:  :mrgreen:  :lol:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Setembro 02, 2012, 01:37:57 pm
Citação de: "raphael"
pelo menos quem viu e ouviu os f-16 a passarem por cima da ponte 25abr no outro dia não deve pensar assim!
Eu estava lá por perto. Eles não iam a fazer escolta a uma aeronave tipo Falcon?  :?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 03, 2012, 05:56:23 pm
Citação de: "HSMW"
Citação de: "raphael"
pelo menos quem viu e ouviu os f-16 a passarem por cima da ponte 25abr no outro dia não deve pensar assim!
Eu estava lá por perto. Eles não iam a fazer escolta a uma aeronave tipo Falcon?  :mrgreen: .

http://www.flickr.com/photos/forcaaerea ... 1308549228 (http://www.flickr.com/photos/forcaaereaportuguesa/7894238864/in/set-72157631308549228)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Setembro 03, 2012, 07:45:08 pm
E afinal era mesmo um Falcon! :N-icon-Axe:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 03, 2012, 10:50:47 pm
Citação de: "HSMW"
E afinal era mesmo um Falcon! :N-icon-Axe:

Eu também, podia ser um actor famoso, piloto de F1, jogador do Real Madrid, mas pronto como as coisas andam não quero é ir para desempregado...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: LuisC em Setembro 13, 2012, 12:05:29 am
Jogador do Real não...senão andava triste...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Outubro 02, 2012, 10:45:29 pm
Como a venda dos 12 F-16 ainda vai dar que falar vamos centrar toda a discussão aqui: :arrow:  viewtopic.php?f=27&t=10531 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=27&t=10531)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Novembro 24, 2012, 02:26:02 am
http://www.passarodeferro.com/2012/11/c ... 12012.html (http://www.passarodeferro.com/2012/11/check-flight-day-m767-pm1212012.html)
Citar
O último dos F-16 do programa Peace Atlantis I a ser transformado para o padrão MLU, efetuou hoje o Functional Check Flight ou Voo de Experiência, com vista à sua aprovação para voo operacional, após as modificações efetuadas.
(...)
Após o 15120, restam apenas quatro células em trabalhos de upgrade: 15131, 35, 36 e 41, até se atingir a frota final de 39 aeronaves MLU.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 24, 2012, 09:10:52 am
Já vão 35  :G-beer2: .
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 25, 2012, 10:48:43 pm
Citar
Força Aérea moderniza aviões caça F-16

A Força Aérea Portuguesa foi a única no mundo que optou por modernizar os caças F-16 utilizando recursos próprios numa opção que permitiu poupar alguns milhões de euros. Perto do final do programa, que já alterou 37 aeronaves, a RTP foi conhecer o local onde se faz grande parte dessa modificação dos F-16.

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=614612&tm=8&layout=122&visual=61
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Dezembro 27, 2012, 07:36:16 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 02, 2013, 04:55:23 pm
Sem rodeios, é um motivo de orgulho para todos nós. A dedicação e abnegação destes militares é digna disso, e um processo que se iniciou com o "15133" há 10 anos está prestes a chegar ao fim. :)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Janeiro 24, 2013, 12:08:38 am
Citar
F-16 sofre acidente na aterragem em Monte Real

Avião bi-lugar ficou com danos materiais

Um avião F-16 da Força Aérea Portuguesa sofreu nesta quarta-feira um acidente quando aterrava na base de Monte Real.

O trem de aterragem principal do avião bi-lugar cedeu parcialmente, como confirmou a Força Aérea ao TVI24.pt, informando também que não houve qualquer ferimento a registar.

O F-16 ficou com danos no trem de aterragem e num dos depósitos e vão agora ser investigadas as causas do incidente, bem como eventuais outras consequências para um avião que inclui muita tecnologia.

http://www.tvi24.iol.pt/503/sociedade/f ... -4071.html (http://www.tvi24.iol.pt/503/sociedade/f-16-aviao-acidente-monte-real-aterragem-tvi24/1412802-4071.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Janeiro 24, 2013, 03:47:15 pm
Quantos acidentes já sofreram os F-16 e pergunto acidentes por falhas mecanicas? pelo menos recordo-me de 4, 2 acidentes com destruição total do aparelho um acidente na Bélgica e agora este, estaremos presente a continuação dos diversos acidentes com os A7? Embora tenham sofrido o upgraed MLU os primeiros F-16 contam com 20 anos de serviço, ainda mais antigos são os F-16 que vieram ao abrigo do programa Peace Atlantis II que contam com cerca de 30 anos.
Pergunto-me para quando o estudo de substituição desta aeronave pelo seu mais recente sucessor o F-16 E/F Block 60/62 Desert Falcon.


http://aircombatcb.blogspot.pt/2012/02/ ... 60-os.html (http://aircombatcb.blogspot.pt/2012/02/lockheed-martin-f-16ef-block-60-os.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Janeiro 24, 2013, 03:56:08 pm
Citação de: "Instrutor"
Quantos acidentes já sofreram os F-16 e pergunto acidentes por falhas mecanicas? pelo menos recordo-me de 4, 2 acidentes com destruição total do aparelho um acidente na Bélgica e agora este, estaremos presente a continuação dos diversos acidentes com os A7? Embora tenham sofrido o upgraed MLU os primeiros F-16 contam com 20 anos de serviço, ainda mais antigos são os F-16 que vieram ao abrigo do programa Peace Atlantis II que contam com cerca de 30 anos.
Pergunto-me para quando o estudo de substituição desta aeronave pelo seu mais recente sucessor o F-16 E/F Block 60/62 Desert Falcon.


http://aircombatcb.blogspot.pt/2012/02/ ... 60-os.html (http://aircombatcb.blogspot.pt/2012/02/lockheed-martin-f-16ef-block-60-os.html)

Calma...foi uma falha no trem dianteiro...quando recebemos as primeiras unidades foi logo feito um estudo para reforço estrutural do trem dianteiro, tendo essa adaptação sido desenvolvida no laboratório de aeronáutica da AFA.
A falha há-de ser corrigida e os pequenos danos na aeronave hão-de ser reparados, se se verificar que é algo de defeituoso, toda a frota há-de ser verificada e a situação sanada.
E siga...substituição?? Com o estado atual de coisas?? Manutenção e....com alienação de algumas unidades, para prolongar e melhorar a operacionalidade da restante frota.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Janeiro 24, 2013, 07:12:44 pm
Citação de: "raphael"
Calma...foi uma falha no trem dianteiro...quando recebemos as primeiras unidades foi logo feito um estudo para reforço estrutural do trem dianteiro, tendo essa adaptação sido desenvolvida no laboratório de aeronáutica da AFA.
A falha há-de ser corrigida e os pequenos danos na aeronave hão-de ser reparados, se se verificar que é algo de defeituoso, toda a frota há-de ser verificada e a situação sanada.
E siga...substituição?? Com o estado atual de coisas?? Manutenção e....com alienação de algumas unidades, para prolongar e melhorar a operacionalidade da restante frota.

Este acidente não foi com o trem dianteiro, foi o trem principal.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Janeiro 24, 2013, 07:22:20 pm
Citação de: "Instrutor"
Quantos acidentes já sofreram os F-16 e pergunto acidentes por falhas mecanicas? pelo menos recordo-me de 4, 2 acidentes com destruição total do aparelho um acidente na Bélgica e agora este, estaremos presente a continuação dos diversos acidentes com os A7?

Realmente 14 A-7 perdidos para 2 F-16 perdidos com um mesmo tempo de utilização (20 anos) é tudo menos uma continuação, aconselho-o a ir ver por exemplo a Força Aérea Belga e veja quandos F-16 é que eles já perderam...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 24, 2013, 09:06:08 pm
Foi só um acidente, nada de mais. Quem opera com máquinas é natural que mais tarde ou mais cedo tenha algum problema, não é? E então com uma máquina voadora, que desafia as leis da gravidade, mais natural seria que ocorressem e no entanto são cada vez menos frequentes. Felizmente, ao que sei, não teve consequências de maior, tanto a nível mecânico como a nível humano, e isso é que interessa.  :lol:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Fevereiro 26, 2013, 02:55:41 pm
Entretanto o '15135' também já foi modernizado.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Fevereiro 28, 2013, 11:37:25 am
Houve tambem o incidente com o tanker da Airbus

Nada de anormal

Nada comparavel ao A-7, se bem que não se pode aqui fazer uma comparação puramente aritmética da coisa,pois logo ai teremos que ter em conta que o numero recebido de A-7 foi de 50 e de F-16 sómente 40 (os outros 5 nem conto pois são apenas para gerar spares)

Então se compararmos sim com a taxa de acidentes da Força Aerea Italiana quando operou o Viper nem ficamos mal na fotografia  :D
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 13, 2013, 01:38:50 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fsphotos-a.ak.fbcdn.net%2Fhphotos-ak-ash3%2F7542_10200902104305738_1011530753_n.jpg&hash=33e197a356153d71fdb65395e76d82ab)

Novos Post's na nova Página do facebook: https://www.facebook.com/pages/For (https://www.facebook.com/pages/For)ça-Aérea-Portuguesa/188128631326969?ref=hl
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 16, 2013, 04:58:27 pm

Ministros da Defesa de Portugal e Roménia querem concluir negócio dos F16 até junho



 
Lisboa, 16 abr (Lusa) - Os ministros da Defesa português e romeno concordaram hoje em prosseguir com as negociações para a compra de aviões F16 a Portugal pela Roménia, estabelecendo como "objetivo desejável" a sua conclusão até ao final de junho.

"Os dois ministros fizeram um ponto da situação sobre as conversações técnicas, desenvolvidas até ao momento por ambas as partes. Os mesmos concordaram prosseguir as negociações, tendo estabelecido como objetivo desejável a sua conclusão até ao final do próximo mês de junho", anunciou o Ministério da Defesa português, em comunicado.

O "processo da aquisição por parte da Roménia de aviões F16 a Portugal" foi objeto de "especial atenção" na agenda da visita do ministro da Defesa romeno, Mircea Dusa, a Portugal a convite do seu homólogo português, José Pedro Aguiar-Branco.



Ler mais: http://expresso.sapo.pt/ministros-da-de ... z2QdtjUlf1 (http://expresso.sapo.pt/ministros-da-defesa-de-portugal-e-romenia-querem-concluir-negocio-dos-f16-ate-junho=f800701#ixzz2QdtjUlf1)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Outubro 12, 2013, 06:47:56 pm
Citar
Força Aérea desenvolve nova versão F-16
Cinco Países Europeus testam capacidades da aeronave F-16

11.10.2013

A Força Aérea Portuguesa participou, entre os dias 16 e 27 de setembro, no exercício Early Operational Assessment (EOA), na Base Aérea de Florennes, Bélgica, com um destacamento composto por três aeronaves F-16 MLU e um contingente de 34 militares. Este exercício multinacional, realizado no âmbito do programa de desenvolvimento e atualização das aeronaves F-16, teve como objetivo testar a próxima versão do sistema de armas F-16 num ambiente operacional semelhante a um atual teatro de operações.

Esta é a quarta participação da Força Aérea Portuguesa (FAP) nestes exercícios, traduzindo-se numa mais-valia, não só em termos de experiência e Know How, como também possibilita a Portugal assegurar de uma forma eficiente e imediata a resolução de anomalias e restrições caso sejam identificadas. Do Programa de Voo Operacional (OFP), no qual se insere este exercício, destacam-se das novas capacidades as seguintes: implementação de Lead Computed Impact Point (LCIP); melhorias no Enhanced Glopal Positioning System - Inertial Navigation System (EGI); atualização do envelope de emprego de mísseis ar-ar.

O destacamento da FAP envolveu militares das operações, planeamento das missões, da Direção de Engenharia e Programas, da Direção e Manutenção de Sistemas de Armas e da manutenção. Participaram no exercício cinco países europeus pertencentes à European Participating Air Forces (EPAF) - Portugal, Dinamarca, Bélgica, Noruega e Holanda - com um total de 14 aeronaves, 34 pilotos e 230 militares pertencentes aos cinco destacamentos.

  (https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fimg203.imageshack.us%2Fimg203%2F8535%2Fsxps.jpg&hash=c2e857c040604959515a147fa8fb19a5)
Créditos e fotos: Esquadra 201 e Esquadra 301

 :arrow: http://www.emfa.pt/www/noticia-405 (http://www.emfa.pt/www/noticia-405)
 
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Outubro 14, 2013, 08:35:09 pm
Video de voo de F-16

https://www.facebook.com/photo.php?v=318254281647736 (https://www.facebook.com/photo.php?v=318254281647736)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Outubro 19, 2013, 01:09:55 pm
http://pgavirtual.com/radar/index_f16.php (http://pgavirtual.com/radar/index_f16.php)

Ponto de situação da frota F-16.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 13, 2013, 05:57:36 pm
Citar
Destacamento Aéreo de F-16 na BA4
Treino, qualificação e aprontamento


Entre os dias 5 e 12 de novembro, a Base Aérea Nº4 (BA4), nas Lajes – Açores, recebeu um destacamento aéreo, constituído por cinco F-16 e 34 militares, que teve como objetivo o cumprimento do programa de manutenção de qualificações em F-16 e a realização de missões de instrução operacional.

Durante os seis dias de atividade aérea, os cinco F-16 e pessoal da área operacional e manutenção da Base Aérea Nº5, Monte Real, bem como militares do Centro de Relato e Controlo destacados na BA4 concretizaram 26 missões e cerca de 60 horas de voo.

Este destacamento de F-16 nos Açores permitiu treinar a projeção de forças; treinar e qualificar as tripulações que operam esta aeronave; testar a capacidade de Defesa Aérea instalada naquele arquipélago, bem como, no âmbito da instrução, realizar missões com pilotos a frequentar o curso de conversão operacional e missões de qualificação de comandante de parelha.

http://www.emfa.pt/www/noticia-430-dest ... -16-na-ba4 (http://www.emfa.pt/www/noticia-430-destacamento-aereo-de-f-16-na-ba4)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 13, 2013, 06:44:08 pm
E pronto, o ultimo F-16 a ser modernizado.  :G-beer2:
http://www.passarodeferro.com/2013/11/f ... m2013.html (http://www.passarodeferro.com/2013/11/f-16-15136-m1265-338pm2013.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Novembro 14, 2013, 11:38:38 am
Citação de: "Lightning"
E pronto, o ultimo F-16 a ser modernizado.  :G-beer2:
http://www.passarodeferro.com/2013/11/f ... m2013.html (http://www.passarodeferro.com/2013/11/f-16-15136-m1265-338pm2013.html)

Só tenho a dizer que finalmente, Os programas militares em Portugal duram que se farta.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 17, 2013, 09:59:45 am
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Lightning"
E pronto, o ultimo F-16 a ser modernizado.  :)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 17, 2013, 03:33:39 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Dez anos depois do pioneiro "15133" ter saído das OGMA, finalmente toda a frota está modernizada. Custou mas lá se alcançou o objectivo, com grande esforço, dedicação e sobretudo muita determinação por parte da FAP que praticamente sozinha levou a bom porto este programa MLU.  :mrgreen: . Só devia ser do 151"01" até ao 151"40" mas ainda se fez o 151"41" :lol: .
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 17, 2013, 04:24:14 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Dez anos depois do pioneiro "15133" ter saído das OGMA, finalmente toda a frota está modernizada. Custou mas lá se alcançou o objectivo, com grande esforço, dedicação e sobretudo muita determinação por parte da FAP que praticamente sozinha levou a bom porto este programa MLU.  :mrgreen: . Só devia ser do 151"01" até ao 151"40" mas ainda se fez o 151"41" :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 17, 2013, 04:58:00 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Correcção: fizeram esse e ainda vão fazer mais três para dar de prenda de Natal aos romenos.  :wink: .
E duvido que sejam feitos até ao Natal :mrgreen: .
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 17, 2013, 05:11:04 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Correcção: fizeram esse e ainda vão fazer mais três para dar de prenda de Natal aos romenos.  :wink: .
E duvido que sejam feitos até ao Natal :mrgreen: .

É num destes Natais para os próximos anos. Foi um post já claramente imbuído de espírito natalício.  :wink:

Entretanto, e um pouco on/off-topic, mais um membro da EPAF (e um com o qual mantemos estreitas relações, a Bélgica) se prepara para começar a tratar da substituição do F-16 MLU, esperando ter um novo caça ao serviço o mais tardar em 2024. Já a partir do início do ano que vem irá começar a avaliar propostas, por cá a ver vamos quando tal acontecerá, mas dada a "juventude" dos nossos MLU não me admiraria nada que na melhor das hipóteses só num horizonte pós-2020 se comece a pensar nisso.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 26, 2013, 02:01:08 am
http://passarodeferro-operations.blogsp ... teste.html (http://passarodeferro-operations.blogspot.pt/2013/11/voos-de-experiencia-e-voos-de-teste.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Fevereiro 20, 2014, 05:20:11 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Fevereiro 25, 2014, 10:52:00 pm
Artigo da revista Mais Alto.

F-16, um programa de sucesso
https://www.facebook.com/pages/For%C3%A ... 8631326969 (https://www.facebook.com/pages/For%C3%A7a-A%C3%A9rea-Portuguesa/188128631326969)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Julho 19, 2014, 10:05:27 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Julho 20, 2014, 11:35:59 pm
Citação de: "Alvalade"
http://leitor.expresso.pt/#library/expressodiario/11-07-2014/caderno-1/temas-principais/forca-aerea
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Julho 20, 2014, 11:39:38 pm
artigo da revista Mais Alto sobre os 20 anos de serviço dos F-16

http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/cont ... /a_595.pdf (http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/galeria/revista409/a_595.pdf)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Julho 20, 2014, 11:40:55 pm
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Julho 21, 2014, 09:04:13 am
Citação de: "Lightning"
artigo da revista Mais Alto sobre os 20 anos de serviço dos F-16

http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/cont ... /a_595.pdf (http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/galeria/revista409/a_595.pdf)


Alguém traduziu MNFP (Multinational Fighting Program) como Manipur Naga People's Front
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Julho 21, 2014, 04:39:05 pm
Citação de: "Alvalade"
Citação de: "Lightning"
artigo da revista Mais Alto sobre os 20 anos de serviço dos F-16

http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/cont ... /a_595.pdf (http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/conteudos/galeria/revista409/a_595.pdf)


Alguém traduziu MNFP (Multinational Fighting Program) como Manipur Naga People's Front

lool ups  :lol: .
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Agosto 07, 2014, 12:11:08 pm
Citar
A Força Aérea Portuguesa lançou ontem um concurso público destinado à reparação de componentes do sistema de voo dos aviões F-16 no valor de € 86,4 milhões.

O objetivo é conseguir o melhor preço em material para garantir não só a manutenção dos aviões, mas também assegurar que existem peças suficientes armazenadas em caso de emergência.

Segundo uma fonte que falou ao CM, trata-se de uma manutenção regular, planejada de acordo com a disponibilidade financeira daquele ramo das Forças Armadas.

A mesma fonte explica que este tipo de contrato, por concurso público, é feito de forma a tentar alcançar o preço mais baixo possível no mercado.

Ao todo, Portugal ainda dispõe de 39 caças F-16, mas vendeu 12 à Roménia, no final de 2013, por um valor líquido de cerca de € 78 milhões, uma vez que o contrato prevê gastos do lado português, tanto na formação de técnicos romenos como na preparação das aeronaves.

http://www.cavok.com.br/blog/?p=78287#more-78287
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 04, 2014, 09:42:41 am
Assentos Ejetáveis

Citar
Despacho n.º 11177/2014. D.R. n.º 170, Série II de 2014-09-04
Ministério da Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Delegação de competência no Chefe do Estado-Maior da Força Aérea a assinatura da Letter of Acceptance (LOA) - Aeronaves F-16

http://dre.pt/pdf2sdip/2014/09/170000000/2296822969.pdf (http://dre.pt/pdf2sdip/2014/09/170000000/2296822969.pdf)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 05, 2014, 07:56:27 pm
F-16 português participa no voo em formação sobre a cimeira da NATO no Pais de Gales.

https://www.flickr.com/photos/rafbrizen ... 7160919756 (https://www.flickr.com/photos/rafbrizenorton/15113903696/in/set-72157647160919756)
https://www.flickr.com/photos/rafbrizen ... 7160919756 (https://www.flickr.com/photos/rafbrizenorton/14949579017/in/set-72157647160919756)


PS: O F-16 português está no 3º grupo.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Dezembro 10, 2014, 11:46:33 am
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 13, 2014, 03:15:50 pm
quem sabe no futuro

Citar

Northrop Grumman has delivered the first of several developmental radars sold to Taiwan as an upgrade for their Lockheed Martin F-16s.

The APG-83 scaleable agile beam radar (SABR) will replace Northrop’s mechanically-scanned APG-68 system in Taiwan’s F-16s.

Northrop delivered the first SABR – an active electronically scanned array (AESA) – within 16 months of contract award by Taiwan.

The AESA radar upgrade is a key element of Lockheed’s “F-16V” upgrade concept. It also includes a new mission computer and cockpit display upgrades.

Northrop designed SABR to offer simultaneous air-to-air and air-to-ground search and track capability. It is similar to AESA technology developed for Northrop’s APG-77 radar installed on the Lockheed F-22 and APG-81 onboard the F-35.

http://www.flightglobal.com/news/articl ... 6s-407081/ (http://www.flightglobal.com/news/articles/northrop-delivers-first-sabr-radar-for-taiwan-f-16s-407081/)
Título: Re: Substituição dos Alpha-jet
Enviado por: Nuno em Janeiro 11, 2015, 08:59:37 pm
Como estão distribuidos os F16, em quantidade, pelas duas Esq 201 e Esq 301?

   
      Nuno
Título: Re: Substituição dos Alpha-jet
Enviado por: Duarte em Janeiro 11, 2015, 11:07:38 pm
Citação de: "Nuno"
Como estão distribuidos os F16, em quantidade, pelas duas Esq 201 e Esq 301?
Nuno

Os F-16 são partilhados pelas duas esquadras.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Janeiro 11, 2015, 11:29:42 pm
Nenhuma das Esquadras possui aeronaves, os F-16 estão atribuídos à esquadra de material da base que é responsável por manter e aprontar as aeronaves que cada esquadra necessita.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Janeiro 12, 2015, 09:57:48 am
Tambem tinha esta duvida, mas reparei nestes videos recentes que têm aparecido pela net que pelo menos alguns dos vipers têm o nome do piloto na canopy, logo tudo indica estarem afectos a estes pilotos/esquadra.

Alguem proximo das esq 201/301 pode esclarecer?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Janeiro 12, 2015, 10:07:22 am
Citação de: "Johnnie"
Tambem tinha esta duvida, mas reparei nestes videos recentes que têm aparecido pela net que pelo menos alguns dos vipers têm o nome do piloto na canopy, logo tudo indica estarem afectos a estes pilotos/esquadra.

Alguem proximo das esq 201/301 pode esclarecer?


Também reparei que têm aparecido fotos onde os F-16 têm o nome do Piloto.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Get_It em Janeiro 12, 2015, 04:59:38 pm
Isso também acontece em muitas outras forças aéreas mas a aeronave é atribuída a quem precisar dela. Mesmo nos porta-aviões e nos destacamentos das esquadras/esquadrões da Marinha norte-americana, onde não são assim tantos pilotos, as aeronaves mesmo tendo os nomes dos pilotos e co-pilotos são utilizadas por outros pilotos conforme quem precisar delas.

Em Portugal esta partilha dos caças vem do tempo dos problemas logísticos e de manutenção dos A-7.

Cumprimentos,
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Janeiro 12, 2015, 09:51:31 pm
Citação de: "Get_It"
Isso também acontece em muitas outras forças aéreas mas a aeronave é atribuída a quem precisar dela. Mesmo nos porta-aviões e nos destacamentos das esquadras/esquadrões da Marinha norte-americana, onde não são assim tantos pilotos, as aeronaves mesmo tendo os nomes dos pilotos e co-pilotos são utilizadas por outros pilotos conforme quem precisar delas.

Exacto isso não pode ser levado assim tanto a sério, senão se um piloto fosse de férias aquele avião ficava parado, ou se o avião entrasse numa inspecção mais ou menos prolongada o piloto ficava quieto.

Pior ainda seria no QRA, ter que estar a trocar os dois aviões de alerta, arma-los e fazer todos os testes necessários todos os dias, conforme os pilotos a estarem de serviço nesse dia  :mrgreen: .
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 13, 2015, 05:49:03 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F6%2F4%2Favc_00374264.jpg&hash=34b5d4abdb1f0717bb921a68bb1bff41)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F5%2F5%2Favc_00364155.jpg&hash=b471776c5a1da384ecc16ac40ea0ed98)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F7%2F1%2Favc_00342371.jpg&hash=f95b85898ef096766eb55f9b6547ae86)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F3%2F4%2Favc_00290134.jpg&hash=7bc21134f9d9a0ab3352a0fc7eaf3e7f)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 13, 2015, 09:28:45 pm
Fica aqui uma info., ao que parece os F16 que supostamente vinham dos USA e iam para Roménia, ao que parece já não vão!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Fevereiro 13, 2015, 10:05:13 pm
Citação de: "nelson38899"
Fica aqui uma info., ao que parece os F16 que supostamente vinham dos USA e iam para Roménia, ao que parece já não vão!

Entao, o que "parece" que vai acontecer ?  :P

Vamos ficar com eles...ou ja nao veem da America...ou o negocio foi cancelado ???
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Fevereiro 13, 2015, 10:06:39 pm
Citação de: "nelson38899"
Fica aqui uma info., ao que parece os F16 que supostamente vinham dos USA e iam para Roménia, ao que parece já não vão!

Ficam só com 9?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Fevereiro 13, 2015, 10:10:13 pm
Citação de: "Alvalade"
Citação de: "nelson38899"
Fica aqui uma info., ao que parece os F16 que supostamente vinham dos USA e iam para Roménia, ao que parece já não vão!

Ficam só com 9?

Ou os restantes vão sair do nosso inventário??
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 13, 2015, 10:14:17 pm
Citação de: "paraquedista"
Citação de: "nelson38899"
Fica aqui uma info., ao que parece os F16 que supostamente vinham dos USA e iam para Roménia, ao que parece já não vão!

Entao, o que "parece" que vai acontecer ?  :P

Vamos ficar com eles...ou ja nao veem da America...ou o negocio foi cancelado ???

Ainda não sei mais nada! mal tenha info divulgo, o que recebi foi Virão 3 dos states mas não se sabe se eles vão para a Roménia ou ficam na FAP! Mas vão 12 para a Roménia, 9 AM e 3 BM.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Fevereiro 14, 2015, 09:31:54 am
Os que vêm dos states ficam para nós...levam o update MLU e normalizam o número de aviões para as duas esquadras. Info recente de MR.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 14, 2015, 12:54:58 pm
E fica a FAP com 30 F 16 ?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Fevereiro 14, 2015, 01:09:02 pm
Citação de: "Instrutor"
E fica a FAP com 30 F 16 ?

Aparentemente, 27 actuais + 3 a ser modernizados.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Fevereiro 14, 2015, 01:12:27 pm
Citação de: "Alvalade"
Citação de: "Instrutor"
E fica a FAP com 30 F 16 ?

Aparentemente, 27 actuais + 3 a ser modernizados.

pelo que sei, só vão para a Roménia os f16 do PAII
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cláudio C. em Fevereiro 14, 2015, 02:17:48 pm
Dessa não sabia eu. Então ficaremos com apenas menos 10 aparelhos que os 40 inicias, correto? Este numero é minimamente racional para as nossa força aerea?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 14, 2015, 05:40:01 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F3%2F2%2Favc_00279832.jpg&hash=286e2c33080cc50531e5b27285dc966d)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F5%2F7%2Favc_00219757.jpg&hash=59adc4d7b18d433622ae465dd8083345)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F1%2F4%2Favc_00205414.jpg&hash=f27e9685697e182860c8d180123c5872)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F5%2F9%2Favc_00205359.jpg&hash=0a08eff5b10c87f12d722bfad11dea05)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F2%2F5%2Favc_00204125.jpg&hash=1cf61a89f4267d460a8ed41b534cd3c6)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F2%2F4%2Favc_00204124.jpg&hash=b7b36a7f9bfafd4eaff112de6d282373)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F8%2F1%2Favc_00276481.jpg&hash=f64b6ea52ec47ff16dec339a7c771bdd)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 14, 2015, 09:39:00 pm
Porque não pintar estes pássaros de preto. Dava um ar mais agressivo.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Get_It em Fevereiro 14, 2015, 11:26:25 pm
Tinha de ser uma tinta especial carota (e mesmo assim...) para não absorver tanto calor dos raios solares e não criar problemas no aquecimento dos sistemas a bordo.

A cor preta também iria fazer com que em muitas situações as aeronaves fossem mais fáceis de detectar.

Cumprimentos,
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 17, 2015, 10:24:13 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F6%2F7%2Favc_00203667.jpg&hash=5a72402b5c84552675c5fef8877ce2e4)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F4%2F5%2Favc_00136145.jpg&hash=fe5ef064bf16c1a324a01a0b54e49f50)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F7%2F1%2Favc_00129971.jpg&hash=3c5307844c6566b220612e4310ca9b1a)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F3%2F9%2Favc_00136139.jpg&hash=894a3fbe73d51e40ed9901bfbc9395c3)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Fevereiro 18, 2015, 06:16:36 am
Citação de: "Instrutor"
Porque não pintar estes pássaros de preto. Dava um ar mais agressivo.

Agressivo num céu azul era o ideal o IN nem precisava de radar, pintura stealth ficaria caríssimo. Mas preto porquê? nunca tivemos jatos de combate negros...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Fevereiro 18, 2015, 12:00:44 pm
Compreendo, e então o porquê deste cinzento?

Entao que pintem azul como da imagem acima, confunde-se com o ceu e o mar.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Fevereiro 18, 2015, 12:32:40 pm
Citação de: "Instrutor"
Compreendo, e então o porquê deste cinzento?

Entao que pintem azul como da imagem acima, confunde-se com o ceu e o mar.

Hoje em dia o ser azul ou vermelho não tem qualquer utilidade em combate. Por norma a distância a que o radar consegue identificar inimigos é tão grande que é bem longe do alcance visual do ser humano. Ou seja, basicamente disparam sem sequer os ver..
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 22, 2015, 01:33:16 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.codeonemagazine.com%2Fimages%2Fmedia%2F2015_F16_BAP_02_3814_1267828237_8098.jpg&hash=8fc5e094c0ff73628e582a0ec2ad35c3)

Citar
F-16s involved in Baltic Air Policing missions typically fly with two heat-seeking AIM-9 Sidewinder air-to-air missiles and two radar-guided AIM-120 AMRAAMs. Target identification is provided by intake-mounted Litening II targeting pods.
Stefan DeGraef

Mais en :

http://www.codeonemagazine.com/article.html?item_id=159 (http://www.codeonemagazine.com/article.html?item_id=159)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Fevereiro 24, 2015, 06:00:52 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.aviationcorner.net%2Fpublic%2Fphotos%2F3%2F9%2Favc_00136139.jpg&hash=894a3fbe73d51e40ed9901bfbc9395c3)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Março 07, 2015, 07:24:23 pm
O custo de um F16 segundo os americas

https://public.tableausoftware.com/views/ComparativeCostsofCloseAirSupportAircraftinAfghanistan/ComparativeCostsofCloseAirSupportAircraftinAfghanistan?:embed=y&:loadOrderID=0&:showTabs=y&:display_count=yes
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Março 23, 2015, 05:57:09 pm
Fiquem atentos à janes amanhã! há novidades interessantes!
:mrgreen:  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Março 23, 2015, 06:02:13 pm
Citação de: "nelson38899"
Fiquem atentos à janes amanhã! há novidades interessantes!
:mrgreen:  :twisted:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Março 23, 2015, 06:39:15 pm
Esta noticia ja e de ontem...sera isto ?

Citar
The Portuguese aerospace company Indústria Aeronáutica de Portugal (OGMA) recently began to upgrade three Lockheed Martin F-16A Block 15 Fighting Falcon fighters for the Portuguese Air Force (FAP), the Portuguese Ministry of National Defence has told IHS Jane's .

All three aircraft will be upgraded to the F-16AM Mid-Life Upgrade (MLU) standard by 2017.

The US government gave Portugal the aircraft in August 2013 as excess defence articles. Portugal only paid for their preparation, packaging, and shipment.

The acquisition of the three F-16s is a consequence of Portugal's sale of nine F-16AM single seat and three F-16BM twin-seat aircraft to Romania under an agreement signed in 2013.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Março 23, 2015, 07:59:34 pm
Citação de: "paraquedista"
Esta noticia ja e de ontem...sera isto ?

Citar
The Portuguese aerospace company Indústria Aeronáutica de Portugal (OGMA) recently began to upgrade three Lockheed Martin F-16A Block 15 Fighting Falcon fighters for the Portuguese Air Force (FAP), the Portuguese Ministry of National Defence has told IHS Jane's .

All three aircraft will be upgraded to the F-16AM Mid-Life Upgrade (MLU) standard by 2017.

The US government gave Portugal the aircraft in August 2013 as excess defence articles. Portugal only paid for their preparation, packaging, and shipment.

The acquisition of the three F-16s is a consequence of Portugal's sale of nine F-16AM single seat and three F-16BM twin-seat aircraft to Romania under an agreement signed in 2013.

yep, é essa!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Edu em Março 24, 2015, 01:29:33 pm
Portanto, no fim destas compras, vendas e actualizações quantos F-16s e de que versão irá a Força Aérea Portuguesa ter nos próximos anos?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Duarte em Março 24, 2015, 03:02:46 pm
Ficamos com 30 salvo erro..
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Março 26, 2015, 12:49:22 pm
Há aqui uma coisa que me chama a atenção... os americanos deram esses 3 F16, certo?
Então e que tal, aproveitar as Lajes para fazer um negóciozito? Isto é, acho que não nos dão dinheiro directamente, nem nos "pagam" de outra forma... então e se fosse chegado a um acordo para nos fornecerem, sem custos, F16 "armazenados" e nós, com os mesmos, fazer uma modernização para países que queiram adquirir? Só nos custaria mão de obra, mas com isto, mantinha-se o pessoal que fez durante largos anos o MLU aos nossos, e ainda ganhava-se dinheiro a vender os MLU por encomenda... Há tantos países com vontade de substituir os seus caças, a Argentina anda a encomendar caças chineses, será que não prefeririam algo ocidental e com garantia e não "Made in China"? E quantos outros países da América Latina precisam de novos caças? Quantos países de África? E da Europa de Leste que se viraram para a Nato? Oportunidades de negócio não devem faltar, e com o dinheiro proveniente disso, podia fazer parte das futuras LPMs, onde seria utilizado para a substituição dos All3, e outros projectos de reequipamento, e mais tarde para a substituição dos próprios F16, ajudando a pagar parte da despesa.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: mafets em Março 26, 2015, 12:57:10 pm
Citação de: "dc"
Há aqui uma coisa que me chama a atenção... os americanos deram esses 3 F16, certo?
Então e que tal, aproveitar as Lajes para fazer um negóciozito? Isto é, acho que não nos dão dinheiro directamente, nem nos "pagam" de outra forma... então e se fosse chegado a um acordo para nos fornecerem, sem custos, F16 "armazenados" e nós, com os mesmos, fazer uma modernização para países que queiram adquirir? Só nos custaria mão de obra, mas com isto, mantinha-se o pessoal que fez durante largos anos o MLU aos nossos, e ainda ganhava-se dinheiro a vender os MLU por encomenda... Há tantos países com vontade de substituir os seus caças, a Argentina anda a encomendar caças chineses, será que não prefeririam algo ocidental e com garantia e não "Made in China"? E quantos outros países da América Latina precisam de novos caças? Quantos países de África? E da Europa de Leste que se viraram para a Nato? Oportunidades de negócio não devem faltar, e com o dinheiro proveniente disso, podia fazer parte das futuras LPMs, onde seria utilizado para a substituição dos All3, e outros projectos de reequipamento, e mais tarde para a substituição dos próprios F16, ajudando a pagar parte da despesa.
Vindo dos EUA, sendo EUA e tendo equipamento EUA, só se pode exportar para qualquer lado com autorização americana. A titulo de exemplo:
Citar
Venezuela - 24 aeronaves (vetado). Em 11 de janeiro de 2006, o Governo norte-americano vetou a venda de 24 unidades do Super Tucano à Venezuela. O Governo dos EUA tem o poder de veto nas vendas de qualquer equipamento militar que conte com tecnologia norte-americana. Neste caso, o Super Tucano conta com sistema inercial de voo, computador de bordo, motor e hélice, além de outros sistemas de origem norte-americana http://pt.wikipedia.org/wiki/Embraer_EMB-314_Super_Tucano

Saudações
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Oktarnash em Março 26, 2015, 03:14:57 pm
Modernização da Força aerea, deveria ser a mais importante, aviões de combate, sao mais ou menos os mais cost effective.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 02, 2015, 07:19:44 pm
Citar
defensa.com) El fabricante aeronáutico portugués OGMA - Industria Aeronáutica de Portugal (constituido por la brasileña Embraer y el holding de industria de defensa portugués EMPORDEF) inició los trabajos de modernización de tres cazas Lockheed Martin F-16A Block 15 Fighting Falcon para la Fuerza Aérea Portuguesa (FAP). Las tres aeronaves serán modernizadas a la versión F-16AM y entregadas a la FAP hasta 2017.

Estas aeronaves, retiradas del servicio y estacionadas en el  309º AMARG (Aerospace Maintenance and Regeneration Group) de la Base Aérea Davis-Monthan de la Fuerza Aérea  de Estados Unidos, fueron cedidas a Portugal a través del programa EDA (Excess Defense Articles). Portugal apenas corrió con los gastos asociados a la preparación y transporte de las aeronaves. La FAP también participará en la modernización de los F-16 para la configuración de actualización de media vida o MLU (Mid Life Update).

La versión del F-16AM portuguesa introduce  entre otras tecnologías un nuevo  computador modular de misión; actualización del radar para la versión APG-66(V)2; sistema de enlace de datos del tipo Link 16; capacidad de identificación amigo-enemigo en modo 5; el paquete JHCMS (Joint Helmet Mounted Cueing System) con sistema integrado de detección de objetivos; y capacidad de emplear misiles aire-aire AIM-120C5 AMRAAM (Advanced Medium-Range Air-to-Air Missile); sistema de gestión de medios de guerra electrónica; pantallas digitales multifunción; sistema guiado de precisión; sistema de navegación y puntería AN/AAQ-28(V) LITENING; y modificaciones estructurales y mejoras del  motor.

Los escuadrones  201 "Falcões" y 301 "Jaguares" de la FAP operan hoy 39 cazas F-16AM/BM desde la  Base Aérea Nº5 en Monte Real. Ambos realizan operaciones de  lucha aérea defensiva y  ofensiva y misiones de apoyo a  fuerzas terrestres y marítimas. Portugal recibió de Estados Unidos entre 1994 y 1996 un total de 20 cazas nuevos F-16A/B Block 15 OCU (Operational Conversion Unit) en el marco del programa Peace Atlantis I (17 monoplazas F-16A Block 15 OCU y 3 biplazas F-16B Block 15 OCU) y entre 2004 y 2008 un total de 25 células (21 F-16A Block 15 OCU e 4 F-16B Block 15 OCU) usadas de la EDA (Excess Defense Articles), en el marco del programa Peace Atlantis II, para sustituir los A-7P/TA-7P Corsair II. Fueron modernizadas 40 unidades por la FAP en asociación con OGMA y de ellas 39 se integran hoy en los escuadrones 201 "Falcões" y 301 "Jaguares"

Las tres unidades sustituirán igual número de cazas F-16AM, que integran un contrato suscrito con Rumanía en 2013 para el suministro de 12 cazas modernizados del lote Peace Atlantis II y servicios asociados a la Fuerza Aérea de Rumanía. A partir de septiembre de 2016 y hasta 2017, Portugal entregará a ese país 9 F-16AM y 3 F-16BM que sustituirán a los MiG-21 LanceR.

http://defensa.com/index.php?option=com_content&view=article&id=15181:la-fuerza-aerea-de-portugal-moderniza-tres-cazas-f-16-procedentes-de-excedentes-de-la-fuerza-aerea-de-eeuu&catid=57:otan&Itemid=186
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: P44 em Abril 02, 2015, 07:34:05 pm
39-12+3 =30

Quer dizer que ficaremos no futuro com 30 F-16?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 02, 2015, 07:49:06 pm
Citação de: "P44"
39-12+3 =30

Quer dizer que ficaremos no futuro com 30 F-16?

Parece que sim, parece que vamos ter uma redução de 33 para 30.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Abril 02, 2015, 08:07:45 pm
Citação de: "nelson38899"
Parece que sim, parece que vamos ter uma redução de 33 para 30.
A meta sempre foi os 30, nunca 33. Das 40 aeronaves previstas, dez foram colocadas à venda. Entretanto uma caiu e ficaram nove para dispensar. Os romenos não faziam negócio só para nove F-16 e aí apareceu a solução americana destas três aeronaves para que a venda se pudesse confirmar e a FAP mantivesse 30 aeronaves no inventário.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Nuno em Abril 03, 2015, 12:52:40 pm
Então vamos ficar com 32 F16, 29 F16AM e 3 F16BM ?

  Descontando dos 45 recebidos no total, 4 retirados/destruidos mais os 12 vendidos para a Romenia acrescentando o 3 que em dos USA.


  Informação tirada de :http://pt.wikipedia.org/wiki/F-16_Fighting_Falcon

 

  Já agora , cerca de 30 F16 para quantos pilotos  ????
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Abril 04, 2015, 01:11:26 am
Camarada Nuno,

20 F-16 Peace Atlantis I:
1 acidentado (15111)
19 convertidos
Total: 19

25 F-16 Peace Atlantis II
2 em exposição
2 reposição peças/GI
21 convertidos
1 acidentado (15140)
Total: 20

19+20 = 39 - 12 para a Roménia = 27 + 3 (ex-EUA) = 30
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 10, 2015, 12:46:05 am
simulador de voo da Fap

(https://defesaglobal.files.wordpress.com/2015/04/sim-portugal.jpg)

fonte

http://issuu.com/halldale/docs/mst_34_2013?e=1283403/4262773

não vi nem o simulador da marinha, nem dos outros aviões da FAP.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 16, 2015, 10:19:30 pm
Citar
O Conselho de Ministros aprovou uma despesa de 16 milhões de euros até 2018 para a sustentação logística do sistema de armas dos caças F-16, da Força Aérea Portuguesa.

"O Conselho de Ministros autorizou a realização da despesa inerente à aquisição de bens e serviços relativos à sustentação logística do sistema de armas das aeronaves F-16. O fornecimento desses bens e serviços, bem como os respetivos pagamentos, repartem-se pelos anos de 2015 a 2018, totalizando 16 milhões de euros", pode ler-se no comunicado.

Portugal tem atualmente 27 caças F-16, depois de no ano passado ter acertado a venda de 12 aeronaves ao Estado romeno.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=4515507
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Abril 29, 2015, 11:14:26 am
A referida resolução publicada em DR: https://dre.pt/application/conteudo/67098356 (https://dre.pt/application/conteudo/67098356)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: mafets em Maio 11, 2015, 03:01:45 pm
http://walkarounds-ccadf.blogspot.pt/2015/05/amarc-1999-peace-atlantis-ii.html
Citar
AMARC, Davies Monthain, Tucson, Arizona, Estados Unidos da América. Nos primeiros meses de 1999 um grupo de militares acompanha os preparativos para o envio do segundo conjunto de aeronaves F-16 adquiridos por Portugal para, ao abrigo do Programa “Peace Atlantis II”, equipar a Força Aérea Portuguesa. Um processo que teve início em 1996 quando a FAP avançou com um pedido para a aquisição aos Estados Unidos de um total de 25 aeronaves F-16, em segunda mão, e que conduziu à transformação de toda a actual frota de aeronaves operacionais para o padrão MLU, colocando Portugal e a Força Aérea Portuguesa ao nível das suas congéneres operadoras destas aeronaves.
Não querendo apresentar um trabalho sobre todo o Programa, o Walkarounds apresenta aqui um conjunto de fotos históricas que remontam a esses dias de 1999 em que as aeronaves começaram a ser enviadas para Portugal, agradecendo a António Neto pela partilha e por todos os esclarecimentos prestados.
(https://lh3.googleusercontent.com/-RTEWxhjr6ns/VVCIRW4K4HI/AAAAAAAAGuU/yDXUsDkk0tc/w769-h577-no/Foto-01.jpg)
(https://lh3.googleusercontent.com/-ga-1Z541hi0/VVCISIek8nI/AAAAAAAAGuk/YKqPP1R0t1U/w769-h577-no/Foto-03.jpg)
(https://lh3.googleusercontent.com/-GZWW0Rp26kU/VVCIR1Ww0SI/AAAAAAAAGvE/6M1-S1Z6eqw/w769-h577-no/Foto-04.jpg)
(https://lh5.googleusercontent.com/-ooP-er1pNSE/VVCITeAtFmI/AAAAAAAAGu4/ilcHBdDAxeo/w769-h577-no/Foto-07.jpg)
(https://lh3.googleusercontent.com/-Hd9QXQCMFQs/VVCIT2ZUCdI/AAAAAAAAGvo/N9Ax44ymPAE/w769-h577-no/Foto-08.jpg)
(https://lh3.googleusercontent.com/-6tISXl2n5tY/VVCIXigSYWI/AAAAAAAAGwg/xWbOcjJNeEE/w769-h577-no/Foto-16.jpg)

Saudações
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: diogo13350 em Maio 11, 2015, 09:51:46 pm
tá errado portugal tinha 39 f16 vendeu 9 ou seja ficou com 30 f36 e depois comprou mais 3 aos EUA para ficar os 12 que a turquia qeria... imprensa não sabe o que diz...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Maio 11, 2015, 10:05:39 pm
Citação de: "diogo13350"
tá errado portugal tinha 39 f16 vendeu 9 ou seja ficou com 30 f36 e depois comprou mais 3 aos EUA para ficar os 12 que a turquia qeria... imprensa não sabe o que diz...

A imprensa diz muita barbaridade, mas no superior interesse do rigor talvez nos pudesse esclarecer o que é que a Turquia tem a ver com o caso?  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: diogo13350 em Maio 11, 2015, 10:32:06 pm
Citação de: "NVF"
Citação de: "diogo13350"
tá errado portugal tinha 39 f16 vendeu 9 ou seja ficou com 30 f36 e depois comprou mais 3 aos EUA para ficar os 12 que a turquia qeria... imprensa não sabe o que diz...

A imprensa diz muita barbaridade, mas no superior interesse do rigor talvez nos pudesse esclarecer o que é que a Turquia tem a ver com o caso?  :)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Bravo Two Zero em Maio 12, 2015, 08:24:08 am
Citação de: "diogo13350"
Citação de: "NVF"
Citação de: "diogo13350"
tá errado portugal tinha 39 f16 vendeu 9 ou seja ficou com 30 f36 e depois comprou mais 3 aos EUA para ficar os 12 que a turquia qeria... imprensa não sabe o que diz...

A imprensa diz muita barbaridade, mas no superior interesse do rigor talvez nos pudesse esclarecer o que é que a Turquia tem a ver com o caso?  :)

Já postado anteriormente:


Citação de: "night_runner"
Camarada Nuno,

20 F-16 Peace Atlantis I:
1 acidentado (15111)
19 convertidos
Total: 19

25 F-16 Peace Atlantis II
2 em exposição
2 reposição peças/GI
21 convertidos
1 acidentado (15140)
Total: 20

19+20 = 39 - 12 para a Roménia = 27 + 3 (ex-EUA) = 30
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Major Alvega em Maio 12, 2015, 02:20:34 pm
E com quantos F-16BM ficamos?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Maio 14, 2015, 12:42:42 pm
(https://scontent-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-xft1/v/t1.0-9/11147872_580433582096470_546807164495739538_n.jpg?oh=98532e585a242bd4bcad41b20574e677&oe=55C4DB0A)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Maio 14, 2015, 04:00:51 pm
É uma "cluster bomb" que está na asa direita do nosso viper?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Maio 14, 2015, 05:08:09 pm
Esse Pod na asa direita (lado esquerdo da foto) não é um daqueles que equipavam os Alpha Jet?

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.ordtech-industries.com%2F2products%2FAlphajet%2FAlphaJet1.jpg&hash=5bd6b8976aac50b707bb90d3222c2409)
Da esquerda.

E é a primeira vez que vejo rockets num F-16 se não estou em erro, pelo menos para além dos que costumam equipar aqueles pod's de treino.

De resto, já só estão a faltar umas JSOW, AGM-88 HARM, SDB, AIM-9X e JASSM.  :mrgreen:

Já agora, essa foto é de quando e de que evento?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Maio 14, 2015, 09:43:43 pm
Foto retirada do Facebook da FA.

https://www.facebook.com/pages/For%C3%A ... 69?fref=ts (https://www.facebook.com/pages/For%C3%A7a-A%C3%A9rea-Portuguesa/188128631326969?fref=ts)
 :wink:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Maio 16, 2015, 09:32:16 pm
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xap1/v/t1.0-9/p480x480/11229555_719083621533355_4661802645929913596_n.jpg?oh=1b58ef60cbe0d1f59739e410d2574d85&oe=55C8C304)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Maio 31, 2015, 08:34:19 pm
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xat1/v/t1.0-9/p480x480/11113883_588011354672026_1772907633823555952_n.jpg?_nc_eui=AWiJ3_6cPMcWx3FlvO12tgeCQQra8Mw2fD74aw&oh=4e66da8b63604da77ba7a95575f6a103&oe=55EACEC4)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Junho 01, 2015, 10:58:34 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-KgEkQhu9k8Y%2FVWwcfz58VYI%2FAAAAAAAArT8%2F13TIV709qok%2Fs1600%2Fx.jpg&hash=dea141dd912029b228fa303efb522ed2)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Duarte em Junho 01, 2015, 11:34:10 pm
Citação de: "mafets"
http://walkarounds-ccadf.blogspot.pt/2015/05/amarc-1999-peace-atlantis-ii.html
Citar
AMARC, Davies Monthain, Tucson, Arizona, Estados Unidos da América.

Deve referir a Davis-Monthan Air Force Base. Nao ha montanha  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Junho 23, 2015, 09:08:11 pm
Citar
Northrop Grumman Corporation has received production awards totaling $74 million to bring digital, high definition video from the AN/AAQ-28(V) LITENING G4 Advanced Targeting System to the cockpit. With the upgrade installed, pilots will be able to take full advantage of LITENING G4's high definition sensors and advanced image processing, giving them a new level of image clarity and situational awareness. The upgrade, which is being rolled out on the F-16, is applicable to any LITENING G4 system.

http://www.airrecognition.com/index.php/archive-world-worldwide-news-air-force-aviation-aerospace-air-military-defence-industry/global-news-2015/june/1898-northrop-grummans-litening-digital-high-definition-video-to-sharpen-the-f-16s-vision.html

Com tantas actualizações existentes no mercado o F16 ainda irá voar até 2100.  :mrgreen:  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Junho 29, 2015, 08:58:54 pm
Gosto desta foto, alguém sabe o porquê??

(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xaf1/t31.0-8/11538999_599605083512653_6712895687270739725_o.jpg)

facebook FAP
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Junho 30, 2015, 10:20:06 am
Citação de: "nelson38899"
Gosto desta foto, alguém sabe o porquê??

(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xaf1/t31.0-8/11538999_599605083512653_6712895687270739725_o.jpg)

facebook FAP

Live AMRAAMS and Sidewinders?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Junho 30, 2015, 10:38:25 am
Sim!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Junho 30, 2015, 04:28:42 pm
http://www.globalaviationresource.com/v ... 2991/26945 (http://www.globalaviationresource.com/v2/2015/01/06/aviation-news-portugal-and-canada-on-baltic-air-policing-duties-at-siauliai/#gallery/42991/26945)

http://www.globalaviationresource.com/v ... 2991/26959 (http://www.globalaviationresource.com/v2/2015/01/06/aviation-news-portugal-and-canada-on-baltic-air-policing-duties-at-siauliai/#gallery/42991/26959)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 11, 2015, 11:06:08 am
DESPACHO N.º 8864/2015 - DIÁRIO DA REPÚBLICA N.º 155/2015, SÉRIE II DE 2015-08-1169977721
Ministério da Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Delegação de competências no Chefe do Estado-Maior da Força Aérea - Modernização do Targeting Pod Litening AT II para a Versão G4

https://dre.pt/application/file/69983191 (https://dre.pt/application/file/69983191)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Agosto 11, 2015, 11:23:42 am
Modernização dos caças F-16 vai custar 21 milhões de euros

Portugal tem atualmente 27 F-16, depois de no ano passado ter acertado a venda de 12 aeronaves ao Estado romeno

Portugal vai atualizar os sistemas de captura de alvos dos caças F-16, uma operação que poderá custar cerca de 23 milhões de dólares (cerca de 21 milhões de euros), refere um despacho publicado em Diário da Republica, nesta terça-feira.

O despacho publicado na 2.ª série do Diário da República e assinado pelo ministro da Defesa, José Aguiar-Branco, a 31 de julho, produziu efeitos imediatos após a data da sua rubrica.

A modernização será objeto de negociação com o fabricante Northrop Grumman, única entidade com capacidade técnica para prestar os serviços pretendidos, e terá um custo global de 22,7 milhões de dólares, a repartir entre os anos de 2015 a 2022, em conformidade com o previsto na Lei da Programação Militar e permite beneficiar de economias de escalas e de condições especiais de fornecimento pela integração do programa na última encomenda comercial dos Marines norte-americanos, assim como dos investimentos já realizados nesta modernização pelos parceiros operadores de F-16 da European Participating Air Forces (EPAF).

O ministro da Defesa Nacional autorizou assim o início do procedimento de modernização dos designadores de alvos da frota F-16 MLU da Força Aérea (targeting pods Litening ATII) para a versão G4, programa que se encontra inscrito na Lei de Programação Militar (LPM), aprovada pela Lei Orgânica n.º 7/2015, de 18 de maio.

Segundo fonte do ministério, a modernização dos designadores de alvos dos F-16 vai permitir, por um lado, manter os requisitos da NATO para que esta frota possa continuar a operar em missões internacionais sem restrições, designadamente com a consolidação da capacidade autónoma deste sistema em detetar, identificar, seguir alvos e apoiar o emprego de armamento de precisão.

Por outro lado, a modernização irá reforçar o emprego destas aeronaves no apoio à vigilância do espaço aéreo, marítimo e terrestre.

Após os vários processos de alienação de sistemas de armas e de racionalização dos recursos da Defesa Nacional que decorreram no âmbito da implementação da Reforma Defesa 2020, este programa insere-se, segundo a mesma fonte, no objetivo de investir “de forma coerente, racional e eficiente” no aumento do produto operacional das Forças Armadas tendo em vista o cumprimento das suas missões prioritárias.

Portugal tem atualmente 27 caças F-16, depois de no ano passado ter acertado a venda de 12 aeronaves ao Estado romeno.

Fonte: http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/defes ... s-de-euros (http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/defesa/modernizacao-dos-cacas-f-16-vai-custar-21-milhoes-de-euros)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Instrutor em Agosto 11, 2015, 12:01:13 pm
27??? A sério???

Entao afinal não tinha 39 caças F-16 e comprou mais 3 aos EUA e vendeu 12 à Roménia não fincando com 30 afetos às duas esquadras 201 e 301?? :?:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Francisco Ferreira em Agosto 11, 2015, 12:09:25 pm
Aquela notícia deve ser desinformação jornalistica!
Mais uma calinada para confundir os portugueses...

Cumprimentos
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Agosto 11, 2015, 12:33:07 pm
Citação de: "Instrutor"
27??? A sério???

Entao afinal não tinha 39 caças F-16 e comprou mais 3 aos EUA e vendeu 12 à Roménia não fincando com 30 afetos às duas esquadras 201 e 301?? :?:

Acabam por ter razão. ACTUALMENTE só temos 27. Os 3 que vieram dos EUA e que se encontram a sofrer MLU ainda não devem estar disponíveis.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Agosto 11, 2015, 12:44:03 pm
Tambem os 12 para a Roménia ainda cá estão...Assim temos 39 a voar + 3 encaixotados
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Agosto 11, 2015, 12:45:16 pm
Citação de: "Johnnie"
Tambem os 12 para a Roménia ainda cá estão...Assim temos 39 a voar + 3 encaixotados
Que eu saiba já foram vendidos. Se, por exemplo, um amigo seu guardar o carro na sua garagem não faz com que o carro passe a ser seu pois não?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Agosto 11, 2015, 09:11:06 pm
Citação de: "night_runner"
Citação de: "Johnnie"
Tambem os 12 para a Roménia ainda cá estão...Assim temos 39 a voar + 3 encaixotados
Que eu saiba já foram vendidos. Se, por exemplo, um amigo seu guardar o carro na sua garagem não faz com que o carro passe a ser seu pois não?

Os aviões ainda tem as cores portuguesas mas já são Romenos, e já só serve para instrução de pilotos Romenos, por exemplo já não podemos contar com esses aviões para fazer alertas.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Agosto 12, 2015, 03:37:03 am
Já estavam parados antes de serem vendidos. Actualmente alguns estão na Doca e salvo erro o 37 (ou 38?) já foi modificado
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Agosto 12, 2015, 10:29:18 am
Citação de: "night_runner"
Citação de: "Johnnie"
Tambem os 12 para a Roménia ainda cá estão...Assim temos 39 a voar + 3 encaixotados
Que eu saiba já foram vendidos. Se, por exemplo, um amigo seu guardar o carro na sua garagem não faz com que o carro passe a ser seu pois não?

Não foi bem assim com os Mistral pois não? Até serem entregues e/ou pagos são nossos  :D
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: olisipo em Agosto 13, 2015, 11:32:13 am
Citar
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.janes.com%2Fimages%2Fassets%2F610%2F53610%2F1639551_-_main.jpg&hash=49694ed6f44ef85f4d1c4ce14eec076e)

Portugal's Litening targeting pods set for upgrade

http://www.janes.com/article/53610/port ... or-upgrade (http://www.janes.com/article/53610/portugal-s-litening-targeting-pod-set-for-upgrade)

 Victor Barreira, Istanbul, IHS Jane's Defence weekly
.
The Portuguese Air Force  (FAP) will award Northrop Grumman a $22,7 million contact to upgrade its 12 AN/AAQ-28 (V) Litening AT (Advanced Targeting) Block II airborne navigation and targeting pods, IHS Jane's learned on 11 August.  

The modernisation, to the Litening G4 advanced standard, should be completed by 2022.  Litening G4 includes full 1Kx1K charge-coupled device and short wave infrared laser imaging sensors, colour symbology, tracker improvement and enhanced zoom capabilities.

 Portugal bought the pods in 2008 for use in its Lockheed-Martin F-16AM/BM Fighting Falcon fighter aircraft.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Agosto 13, 2015, 11:21:35 pm
Citação de: "Johnnie"
Citação de: "night_runner"
Citação de: "Johnnie"
Tambem os 12 para a Roménia ainda cá estão...Assim temos 39 a voar + 3 encaixotados
Que eu saiba já foram vendidos. Se, por exemplo, um amigo seu guardar o carro na sua garagem não faz com que o carro passe a ser seu pois não?

Não foi bem assim com os Mistral pois não? Até serem entregues e/ou pagos são nossos  :mrgreen:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: ACADO em Agosto 14, 2015, 01:04:53 pm
Citação de: "olisipo"
Citar
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.janes.com%2Fimages%2Fassets%2F610%2F53610%2F1639551_-_main.jpg&hash=49694ed6f44ef85f4d1c4ce14eec076e)

Portugal's Litening targeting pods set for upgrade

http://www.janes.com/article/53610/port ... or-upgrade (http://www.janes.com/article/53610/portugal-s-litening-targeting-pod-set-for-upgrade)

 Victor Barreira, Istanbul, IHS Jane's Defence weekly
.
The Portuguese Air Force  (FAP) will award Northrop Grumman a $22,7 million contact to upgrade its 12 AN/AAQ-28 (V) Litening AT (Advanced Targeting) Block II airborne navigation and targeting pods, IHS Jane's learned on 11 August.  

The modernisation, to the Litening G4 advanced standard, should be completed by 2022.  Litening G4 includes full 1Kx1K charge-coupled device and short wave infrared laser imaging sensors, colour symbology, tracker improvement and enhanced zoom capabilities.

 Portugal bought the pods in 2008 for use in its Lockheed-Martin F-16AM/BM Fighting Falcon fighter aircraft.

Citar
Portugal is planning to upgrade the targeting and navigation pods equipping its fleet of F-16s. The Northrop Grumman-manufactured Litening Advanced Targeting pods will be upgraded to the G4 standard, with this $22.7 million contract reportedly scheduled for completion by 2022. Denmark ordered this variant in June 2012, with India also a major operator of the G4 variant.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Menacho em Outubro 16, 2015, 04:58:04 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F3.bp.blogspot.com%2F-TgaASYHW4Ys%2FVh4L98i-qQI%2FAAAAAAAAymQ%2F0VzwRcD_V8s%2Fs640%2Fy.jpg&hash=be9bc21fa6378c25b3162458921195ba)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: ACADO em Outubro 16, 2015, 08:36:07 pm
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi546.photobucket.com%2Falbums%2Fhh435%2Facado%2FForca%2520Aerea%2520Portuguesa%2FIMG_3007-2_zps14ivjuqu.jpg&hash=8117d8ef7650c2ede5a0f73a3dce735c)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Outubro 18, 2015, 01:31:51 pm
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpt1/v/t1.0-9/12108294_642177019255459_5625998576159592487_n.jpg?oh=be66d8ea689d63b844cb88ab1ea1d98e&oe=56D284E8)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Dezembro 25, 2015, 05:20:50 pm
(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/hphotos-xtl1/v/t1.0-9/875_952893841456443_7060285417582595349_n.jpg?oh=f124d212a8c298353c09d497aba3cbf6&oe=56D6C403)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 13, 2016, 01:18:15 am
fica aqui uma info, não confirmada!

Pelo que sei há interesse pela parte da FAP em instalar radares AESA nos F16!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 13, 2016, 11:42:17 am
Radares AESA... os nossos F-16 ficavam de topo!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Janeiro 17, 2016, 09:24:48 pm
Vão pintar os primeiros F-16 romenos.

http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=1943565
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Fevereiro 28, 2016, 12:16:49 am
(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/hphotos-xfp1/v/t1.0-9/12425_689512577855236_8021374589853846098_n.jpg?oh=6555c941a5fb6014895483c343c3d9c0&oe=5753A643)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Março 06, 2016, 04:40:50 pm
fica aqui uma info, não confirmada!

Pelo que sei há interesse pela parte da FAP em instalar radares AESA nos F16!

Seria realmente um luxo! Agora haja dinheiro e vontade de o fazer, de preferência antes que acabe a vida útil das aeronaves...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cláudio C. em Março 14, 2016, 05:24:04 pm
ESSM Blco II para as BD e radares aesa para os F-16 seria qualquer coisa... Um salto qualitativo nas FA substancial...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Abril 08, 2016, 05:08:01 pm
Eis que já circulam por ai as primeiras fotos dos viper romenos num esquema exótico e inédito, neste caso é o ex FAP 15123

Credito das fotos: Facebook do Passaro de Ferro

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fi1106.photobucket.com%2Falbums%2Fh368%2Fjoao-lx%2F12974372_1234682853208872_4608692703656140612_n_zpstrb1l9fx.jpg&hash=2851662698e0be5e3d1571c9f0a77da6) (http://s1106.photobucket.com/user/joao-lx/media/12974372_1234682853208872_4608692703656140612_n_zpstrb1l9fx.jpg.html)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Abril 08, 2016, 05:26:31 pm
Parece um agressor mas mais fraco.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Abril 08, 2016, 07:03:08 pm
Até que nem desgosto de todo e ainda faltam as cocards

Por outro lado vejo que estão equipados com os wingtip missile launchers para SideWinder não os maiores dos AMRAAM...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: P44 em Abril 09, 2016, 03:49:14 pm
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfp1/v/t1.0-9/12928292_1234682849875539_909914315694769458_n.jpg?oh=91821275e938aa50964e2b0255f36853&oe=5783C5B7)
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/1916201_1234682859875538_2708433859436900241_n.jpg?oh=233ee0ac0a32b9397c7b85d2e142cb17&oe=578A6E7F)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Smoke Trails em Abril 19, 2016, 06:04:50 pm
O esquema está mais ou menos em linha com o esquema do MiG-21 LanceR C.
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fbias.aero%2Fwp-content%2Fgallery%2Fairshow2011%2Fmig-21-lancer-c_codrut-bratosin_170710_1.jpg&hash=74734d921f4d7f35a5438557207e340c)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 19, 2016, 11:37:04 pm
Boas,

Durante uma pesquisa pela net, encontrei uma foto de um F-16 nas comemorações do 20º aniversário da actualização destes ditos caças pela FAP. Nessa foto parece-me estar uma (versão de treino) LJDAM.
A pergunta que coloco é, já tinha sido falado de tal aquisição? Se sim, quando foi feita?
Penso que seja a primeira vez que vi tal versão no nosso inventário.

Aqui fica a foto:
https://picasaweb.google.com/115734490094239566837/20AnosDeF16NaForcaAereaPortuguesaBA5BaseAberta#6038073290986053986

Ps: Se alguém tiver mais fotos desta panóplia de armamentos, faça o favor de postar, se faz favor  :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Abril 20, 2016, 07:12:38 pm
Boas,

Durante uma pesquisa pela net, encontrei uma foto de um F-16 nas comemorações do 20º aniversário da actualização destes ditos caças pela FAP. Nessa foto parece-me estar uma (versão de treino) LJDAM.
A pergunta que coloco é, já tinha sido falado de tal aquisição? Se sim, quando foi feita?
Penso que seja a primeira vez que vi tal versão no nosso inventário.

Aqui fica a foto:
https://picasaweb.google.com/115734490094239566837/20AnosDeF16NaForcaAereaPortuguesaBA5BaseAberta#6038073290986053986

Ps: Se alguém tiver mais fotos desta panóplia de armamentos, faça o favor de postar, se faz favor  :G-beer2:


Estás a falar das JDAM? Já temos há mais de 10 anos...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 20, 2016, 07:40:44 pm
Não me refiro às JDAM "normais", refiro-me às LJDAM, Laser JDAM. Essa nunca tinha visto por cá, as JDAM normal seri que vieram já há alguns anos juntamente com as Paveway.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Abril 20, 2016, 08:13:38 pm
Não me refiro às JDAM "normais", refiro-me às LJDAM, Laser JDAM. Essa nunca tinha visto por cá, as JDAM normal seri que vieram já há alguns anos juntamente com as Paveway.

Pela foto e deves estar a referir-te á que está na foto á direita...posso estar enganado parece-me apenas um sensor de proximidade
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 20, 2016, 08:55:36 pm
http://www.sbap.be/events/2013/035avibelg2013/074.JPG

Sim, refiro-mo à da direita na foto, com a "ponta" branca.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Abril 20, 2016, 10:46:45 pm
Alguem com contactos la por Monte Real para esclarecer isso, a ser verdade eram boas noticias.

Só não percebo porque não se comprou já um lote de AIM-9X, seria um ótimo upgrade ás atuais capacidades dos nossos viper

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 21, 2016, 12:43:09 pm
Daí ter perguntado se alguém teria uma foto deste mesmo evento (20º aniversário dos F-16 em Portugal) em que fosse possível ver uma foto do armamento com melhor qualidade.

Quanto aos Aim-9x, fazia sentido, mas não sei até que ponto a ideia da FAP seja de fazer um concurso em que possa avaliar todas as hipóteses, já que há pelo menos 4 candidatos, Iris-T, Python 5, Aim-9x e Asraam. Qual o melhor? Não sei, mas penso que a haver algum concurso do género os favoritos serão o Aim-9X e o IRIS-T.

O que não se percebe é que não tenha sido feita qualquer aquisição de outros tipos de armamentos, como AGM-88, as JSOW e até as JASSM (apesar de este último caso já é sonhar muito alto). Nem que fossem adquiridas inicialmente apenas algumas das versões de treino, sempre era uma forma de preparar a integração de novos armamentos... E já que os nossos F-16 são uma espécie de "faz tudo", desde superioridade aérea a luta anti superfície, supressão das defesas aéreas inimigas, etc, faz todo o sentido que se adquiram os armamentos mais adequados para estas missões.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Abril 21, 2016, 05:09:17 pm
Daí ter perguntado se alguém teria uma foto deste mesmo evento (20º aniversário dos F-16 em Portugal) em que fosse possível ver uma foto do armamento com melhor qualidade.

Quanto aos Aim-9x, fazia sentido, mas não sei até que ponto a ideia da FAP seja de fazer um concurso em que possa avaliar todas as hipóteses, já que há pelo menos 4 candidatos, Iris-T, Python 5, Aim-9x e Asraam. Qual o melhor? Não sei, mas penso que a haver algum concurso do género os favoritos serão o Aim-9X e o IRIS-T.

O que não se percebe é que não tenha sido feita qualquer aquisição de outros tipos de armamentos, como AGM-88, as JSOW e até as JASSM (apesar de este último caso já é sonhar muito alto). Nem que fossem adquiridas inicialmente apenas algumas das versões de treino, sempre era uma forma de preparar a integração de novos armamentos... E já que os nossos F-16 são uma espécie de "faz tudo", desde superioridade aérea a luta anti superfície, supressão das defesas aéreas inimigas, etc, faz todo o sentido que se adquiram os armamentos mais adequados para estas missões.

Os nossos F-16 são uma espécie de "faz tudo" no papel...porque na realidade até à data a única coisa que observo é que são eficazes no patrulhamento aéreo e em algumas intercepções.
Aquisição de novos armamentos implica dispêndio extra de verbas, se até as horas de vôo têm limitações e cortes...nem imagino o resto.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 23, 2016, 07:32:19 pm
Felizmente nunca houve necessidade de fazerem tudo o que é suposto fazerem, penso eu... é sinal que não houve nenhum conflito em que fossem necessários para intervir.

De qualquer das formas, referi-me ao serem um "faz tudo" porque as missões que lhes estão atribuídas são mais que muitas, e para muitas dessas missões nem sequer temos os armamentos mais adequados.

Quanto ao resto, é uma questão de esperar para ver o que é feito com os Alpha Jet, se há ou não substituto, não havendo deixa de haver custos adicionais com a manutenção e operação de aeronaves daquele género, criando-se margem orçamental para o resto... E quem sabe vai em frente a ideia de modernizar F-16 e revendê-los, havendo mais dinheiro para a FAP.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Abril 23, 2016, 08:51:30 pm
Do que sei, nas FAP existem planos para substituir todos os equipamentos, o problema é sempre o mesmo.

Sei que há planos para substituir os Fs, MLU dos leopard, entre outros. Agora €€€€ é que é outra coisa
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Abril 24, 2016, 02:41:18 am
Nessa foto parece-me estar uma (versão de treino) LJDAM.
A pergunta que coloco é, já tinha sido falado de tal aquisição? Se sim, quando foi feita?
É mesmo apenas o sensor de proximidade (e também não existem LJDAM de 2000lbs).
https://www.orbitalatk.com/defense-systems/missile-products/dsu/

No entanto, a FAP possui as GBU-49 que também têm um sistema GPS/INS (3ª a contar da esquerda)
https://picasaweb.google.com/115734490094239566837/20AnosDeF16NaForcaAereaPortuguesaBA5BaseAberta#6038073290986053986

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Abril 24, 2016, 07:35:08 pm
Do que sei, nas FAP existem planos para substituir todos os equipamentos, o problema é sempre o mesmo.

Sei que há planos para substituir os Fs, MLU dos leopard, entre outros. Agora €€€€ é que é outra coisa

Isso sempre foi a norma por cá, infelizmente.

Obrigado pela informação night_runner, fica desvendado o mistério  :G-beer2:
Quanto ao resto, eu sei, acho que até foram adquiridas ao mesmo tempo que as JDAM.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 02, 2016, 06:55:37 pm
fica aqui uma info, não confirmada!

Pelo que sei há interesse pela parte da FAP em instalar radares AESA nos F16!

Sim, a FAP anda a seguir com atenção o desenvolvimento de radares AESA, particularmente o Northrop Grumman’s APG-83 SABR que, por coincidência ou talvez não, é parte integrante do "novo" upgrade F-16V.

No que diz respeito à LJDAM, a FAP não possui no seu inventário qualquer versão guiada a laser da JDAM, somente as "normais" por assim dizer. Na imagem referida o que se vê é o sensor de proximidade DSU-33, e não o sensor de laser DSU-38. Como são quase idênticos é fácil confundi-los. Para "dual action" existem as GBU-49 na panóplia de armas à disposição das Esquadras 201 e 301.

Em relação a bombas de peso e efeito de destruição menor como a JDAM GBU-38 de 500lbs, ou a GBU-39 SDB de 250lbs, há ainda um pouco de indefinição quanto à sua possível aquisição. No que diz respeito a mísseis ar-ar, continua a estudar-se qual a melhor opção entre AIM-9X Block II e o IRIS-T quanto a curto alcance, e a possibilidade de, mais tarde, passarmos do AIM-120C5 para o AIM-120D. A ver vamos.  ;)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Maio 02, 2016, 08:19:24 pm
Obrigado pelos esclarecimentos, caro CJ! Já agora aproveito para lhe perguntar se a FAP ainda possui exemplares da versão B do AMRAAM? Obrigado.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 02, 2016, 08:48:41 pm
Obrigado pelos esclarecimentos, caro CJ! Já agora aproveito para lhe perguntar se a FAP ainda possui exemplares da versão B do AMRAAM? Obrigado.

Que tenha conhecimento em relação ao AIM-120, a FAP possui (ou possuiu) alguns exemplares da versão de treino CATM-120B, sendo contudo a maioria, senão actualmente a totalidade, do modelo CATM-120C. Quanto a mísseis reais propriamente ditos, serão perto de duas dúzias da versão AIM-120C-5.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Maio 05, 2016, 12:33:35 am
Mais uma vez, obrigado pelo esclarecimento, caro CJ. Segundo os meus 'arquivos' teriam sido adquiridos 10 B e 24 C-5, mas é possível que os B tenham sido somente training rounds. Bem haja!

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Maio 05, 2016, 09:53:22 am
Mais uma vez, obrigado pelo esclarecimento, caro CJ. Segundo os meus 'arquivos' teriam sido adquiridos 10 B e 24 C-5, mas é possível que os B tenham sido somente training rounds. Bem haja!

Já agora esses meninos ainda se mantêm imaculados, uma vez que nunca foi disparado nenhum.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 05, 2016, 10:02:18 pm
Mais uma vez, obrigado pelo esclarecimento, caro CJ. Segundo os meus 'arquivos' teriam sido adquiridos 10 B e 24 C-5, mas é possível que os B tenham sido somente training rounds. Bem haja!

Já agora esses meninos ainda se mantêm imaculados, uma vez que nunca foi disparado nenhum.

E esperemos que, a não ser no decurso de um Exercício ou qualificação operacional, seja alguma vez necessário disparar um.  ;)

E os 4 MLU que seguiram para a Lituânia, e que desde ontem comandam mais uma missão Baltics Air Policing, lá os levaram com eles.

https://www.flickr.com/photos/133169573@N03/sets/72157667956057505/with/26208176633/

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Maio 05, 2016, 11:18:35 pm
É impressão minha ou o Eurofighter está "despido"?

https://www.flickr.com/photos/133169573@N03/26812846295/in/album-72157667956057505/
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Maio 05, 2016, 11:20:59 pm
É impressão minha ou o Eurofighter está "despido"?

https://www.flickr.com/photos/133169573@N03/26812846295/in/album-72157667956057505/
Já acabou o "trabalho", já não tem necessidade de "tanta roupa"  8)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Maio 09, 2016, 06:59:31 pm
É sempre interessante ver os nossos meninos tão apetrechados.  :G-beer2:
Se tiverem mais fotos ou souberem de algum site com fotos desta missão no báltico, era favor de postarem!  ;)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 10, 2016, 01:14:41 pm
É sempre interessante ver os nossos meninos tão apetrechados.  :G-beer2:
Se tiverem mais fotos ou souberem de algum site com fotos desta missão no báltico, era favor de postarem!  ;)

https://www.flickr.com/photos/forcaaereaportuguesa/sets/72157667961342445

 ;)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lusitano89 em Maio 13, 2016, 12:21:56 pm
Portugal em negociações para venda de caças F-16 à Bulgária


Governo e Força Aérea têm-se reunido nas últimas semanas para estudar a concretização da venda de caças F-16 à Bulgária, num processo que envolve a compra dos aparelhos aos EUA, soube o DN.

"Está atualmente a ser avaliada a possibilidade de Portugal, juntamente com os Estados Unidos e as respetivas indústrias, como as OGMA e a Lockheed Martin [fabricante dos F-16], poderem corresponder" ao interesse da Bulgária, país do Leste europeu que aderiu à NATO em 2004, informou o Ministério da Defesa.

"Estima-se que no próximo trimestre haja uma decisão sobre a forma como Portugal poderá continuar a apoiar a edificação de capacidades associadas ao sistema de armas F-16 MLU junto de países nossos aliados", adiantou a tutela.

A Bulgária, que há alguns anos quis comprar os nove caças a alienar por Portugal que acabaram por ser vendidos à Roménia, reafirmou no final de 2015 o seu interesse em adquirir aviões a Lisboa.

Com o processo de modernização dos F-16 para a Roménia em curso, que envolve a formação de quadros (pilotos e técnicos) e a edificação de infraestruturas, a Força Aérea não tem capacidade para entrar já noutro programa similar, referiram fontes militares.

A posição do Ministério vai no mesmo sentido: o processo "terá de considerar a operacionalidade da Força Aérea e o contrato efetuado com a Roménia, os quais não poderão, naturalmente, ser afetados."

Contudo, a natural demora na concretização do negócio tripartido - que por isso "não é fácil de concretizar", admitiu uma das fontes - e a conclusão em finais de 2017 do que está em curso, com a Roménia, deverá permitir a Portugal avançar para o novo projeto, admitiram algumas das fontes ouvidas pelo DN.

Certo é que o interesse búlgaro e dos EUA traduz também "o elevado know-how nacional nesta área e o reconhecimento do trabalho e da formação que é ministrada, nomeadamente através da Força Aérea", enfatizou a tutela.

Note-se que Portugal tem apostado na criação de um cluster aeronáutico no país capaz de atrair investimento estrangeiro, o qual abrange tanto a área militar (com envolvimento direto das oficinas da Força Aérea) como a civil, também através da OGMA e que inclui as fábricas da construtora brasileira Embraer em Évora.

A concretização do programa com a Bulgária seguiria os moldes do que está em curso com a Roménia: face às dificuldades legislativas dos EUA em vender equipamento militar diretamente aos países do extinto Pacto de Varsóvia, foi Portugal a assumir a aquisição de três F-16 para posterior modernização antes da sua entrega a Bucareste.

Recorde-se que o contrato com a Roménia foi assinado em 2013, estando atualmente sete dezenas de quadros romenos - pilotos, engenheiros, técnicos de manutenção e logística - a receber formação na base aérea de Monte Real.

Quanto aos aparelhos, já há vários pintados com as cores da Força Aérea romena (na OGMA) e os primeiros seis serão entregues "após o verão". Os últimos três F-16 estarão pontos no final do próximo ano, confirmou o Ministério.

>>>>  http://www.dn.pt/portugal/interior/portugal-em-negociacoes-para-venda-de-cacas-f-16-a-bulgaria-5172525.html
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Maio 13, 2016, 12:30:15 pm
Que confusão de artigo, mistura uma data de coisas e no final não se percebe nada.

Mas possivelmente o que deverá acontecer é modernizarmos F-16 americanos para vender à Bulgária
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Maio 24, 2016, 10:39:38 am
DESPACHO N.º 6843/2016 - DIÁRIO DA REPÚBLICA N.º 100/2016, SÉRIE II DE 2016-05-2474524888
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Subdelegação de Competências no CEMFA - Projeto Alienação Aeronaves F-16

https://dre.pt/application/file/74520909
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 23, 2016, 11:38:07 am
Citar
Spain orders Scorpion helmets for F/A-18 fighters
David Ing, Madrid - IHS Jane's Defence Weekly
10 May 2016

The Spanish Air Force is to equip its McDonnell Douglas EF-18 Hornet fighter aircrew with 80 of Thales' Scorpion Helmet Mounted Cueing Systems (HMCS).

Spain will become the first user for the system outside of the United States, which are produced at the company's plant in Aurora, Illinois. Thales will be responsible for the development and production of a specific configuration for the Spanish EF-18 that will include safe ejection in case of accident. Integration work in Spain is due to start later this year, Thales announced on 9 May.

Pre-delivery trials in Spain will include inter-operability with the Diehl BGT Defence IRIS-T short-range air-to-air missile and the Rafael Litening targeting pod. Scorpion is billed as a 'force multiplier system' providing video data on intelligence, navigation and combat operations. Thales says it is the first of its kind to provide colour symbols and video images for both day and night missions, helping to assign objectives in poor visual conditions.

The system works through sensors fitted in the aircraft and it attaches directly to a standard flying helmet. "This reduces the total number of kits required, helps with maintenance and reduces the life cycle costs," says the company. Thales says the system is being studied by several other countries, and that talks are currently "under way" with Portugal for its Lockheed Martin F-16s.

http://www.janes.com/article/60143/spain-orders-scorpion-helmets-for-f-a-18-fighters

Scorpion Helmet Mounted Cueing System:

http://www.thalesvisionix.com/


(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/thumb/5/56/HGU55P_with_Scorpion_and_Clear_Day_Visor_5.jpg/800px-HGU55P_with_Scorpion_and_Clear_Day_Visor_5.jpg)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Julho 01, 2016, 05:36:52 pm
Li isto no facebooK:

Citar
A Bulgária é um país pobre. Mesmo assim, através de Portugal, vai substituir a sua frota de aviões Mig-29 por caças F16, gastando quase 400 milhões de euros na brincadeira.
Para quem gosta de ler sobre aviões, é óbvio que vai fazer um péssimo negócio. O MIG 29 e o F16 são praticamente a mesma coisa. Aliás, depois da queda do comunismo, a Força aérea Americana até reconheceu alguma superioridade do MIG 29 em combate.
Esquecendo a lógica de guerra que está por trás de tudo isto, o que a Bulgária vai fazer é deitar dinheiro ao lixo por ordem da NATO, porque o MIG é de fabrico russo e o Lockheed de fabrico americano.
Daqui a poucos anos, quando o F35 voar em pleno, o F16 vai tornar-se obsoleto. Talvez a Bulgária gaste mais uns milhões de euros a actualizar a frota nessa altura...
Vivo aqui há pouco tempo, mas o suficiente para perceber que há coisas mais urgentes onde gastar dinheiro. Esta história até me lembra uma outra, passada em Portugal com dois submarinos que ainda não serviram para mais nada do que ir para reparação...
E que tal um referendo à NATO?

Sabem qual o estado dos MIG29 Búlgaros para os quererem substituir pelos F-16?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 01, 2016, 05:59:23 pm
Os F-16 modernizados como estão contra Mig-29 dos anos 80 é a mesma coisa?! Dois submarinos que ainda não serviram para mais nada do que ir para reparação?!

 :o
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Julho 01, 2016, 06:03:53 pm
Os F-16 modernizados como estão contra Mig-29 dos anos 80 é a mesma coisa?! Dois submarinos que ainda não serviram para mais nada do que ir para reparação?!

 :o

Não ligues a isso! É Bloquista ferrenho... Os Mig 29 foram modernizados em 2011.. A não ser que não sejam para substituir mas sim para complementar a frota. Por isso é que perguntei se alguém sabia alguma coisa sobre este assunto em particular. É que queria ajudar a esclarecer esta malta  :N-icon-Axe:.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Julho 01, 2016, 08:06:26 pm
A revista Air Forces Monthly de Maio 2016 (#338) refere que após o fim de serviço dos últimos 2 Mig21bis e do Mig-21UM1, os 12 Mig-29 (+2 bilugares) sofreram um programa de manutenção entre 2006 e 2009 pela RSK MIG para estender a vida útil até 2029 mas por falta de verba para manutenção os problemas voltaram em 2014/2015, o que levou ao cancelamento da sua participação no patrulhamento no báltico.

O problema são os motores e em Outubro de 2015 foi assinado um acordo com a Polónia para reparar 6 motores RD-33 .

Os custo de manutenção não param de aumentar e a solução mais rápida é a substituição dos Mig.-29 por outro modelo.
A Bulgária também utiliza 10 Su-25K e 4 Su-25UBK para manter até 2017.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 12, 2016, 02:09:56 pm
Em imagens recentes, é possível ver que o F-16(A)M com o número de cauda "15123" também seguirá para a Força Aérea Romena quando não constava inicialmente no lote de aeronaves a alienar.

(https://3.bp.blogspot.com/-9sYZ9fq9yFc/VxzwdH59CAI/AAAAAAAAN7A/Ac8DdfDFGDkkxmBMNZzTPyIAwrPjf_pAACLcB/s1600/rom2.jpg)


Em 2010/11 pelo Tribunal de Contas:

Citar
Quadro 6 – Mapa de modernização F-16 / Proposta de calendarização para alienação de 10 aeronaves (PA II)
N.º de cauda das aeronaves PA II74 a alienar
15125
15126
15127
15128
15129
15130
15131
15137
15138
15139
ou
15140

Tendo o BM "15140" se despenhado devido a uma avaria em Monte Real em 2008 aquando do voo de aceitação, é estranho ter aparecido o mesmo nesta lista. E a inclusão do "15123" no lote de aparelhos a seguir para a Força Aérea Romena é igualmente estranho já que apenas 9 caças ex-FAP serão vendidos e não 10. Se alguém tiver alguma coisa a acrescentar eu agradeço.  ;)

Entretanto, e de observações recentes, é possível aperceber-nos de quais os F-16 que permanecerão na FAP:

Peace Atlantis 1:

15101 AM
15102 AM
15103 AM
15104 AM
15105 AM
15106 AM
15107 AM
15108 AM
15109 AM
15110 AM
15112 AM
15113 AM
15114 AM
15115 AM
15116 AM
15117 AM
15118 BM
15119 BM
15120 BM

Peace Atlantis 2:

15121 AM
15122 AM
15124 AM
15132 AM
15133 AM
15134 AM
15135 AM
15136 AM
15141 AM

Total = 28.

No entanto ficam a faltar duas células. Quem me ajuda a perceber as duas células que me faltam?  ;)

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Julho 12, 2016, 03:25:25 pm
Acho que ao contrario da ideia inicial, os F-16 do AMARG ficam para nós.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Julho 12, 2016, 03:54:54 pm
Acho que ao contrario da ideia inicial, os F-16 do AMARG ficam para nós.

Pelo que sei virão 3 dos USA para nós!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 12, 2016, 05:34:03 pm
Acho que ao contrario da ideia inicial, os F-16 do AMARG ficam para nós.

Pelo que sei virão 3 dos USA para nós!

Mas esses 3 virão para serem modernizados para a FAP e não para a Roménia? De tudo o que tenho lido a sensação que fica é a contrária, isto é, que serão os 3 aparelhos monolugares entregues em último lugar à Força Aérea Romena.  ???

Além disso, e isto é a minha opinião, termos 27 monolugares mas somente 3 bilugares é relativamente pouco.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Julho 12, 2016, 05:51:24 pm
Acho que ao contrario da ideia inicial, os F-16 do AMARG ficam para nós.

Pelo que sei virão 3 dos USA para nós!

Mas esses 3 virão para serem modernizados para a FAP e não para a Roménia? De tudo o que tenho lido a sensação que fica é a contrária, isto é, que serão os 3 aparelhos monolugares entregues em último lugar à Força Aérea Romena.  ???

Além disso, e isto é a minha opinião, termos 27 monolugares mas somente 3 bilugares é relativamente pouco.

Inicialmente era para ser assim, so que os nossos F16 do PAII já tem muitas horas e esses que vêm tem menos horas de voo que os que vão ser vendidos. Neste sentido optou-se por ficar com eles
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Julho 12, 2016, 06:22:41 pm
Acho que ao contrario da ideia inicial, os F-16 do AMARG ficam para nós.

Pelo que sei virão 3 dos USA para nós!

Mas esses 3 virão para serem modernizados para a FAP e não para a Roménia? De tudo o que tenho lido a sensação que fica é a contrária, isto é, que serão os 3 aparelhos monolugares entregues em último lugar à Força Aérea Romena.  ???

Além disso, e isto é a minha opinião, termos 27 monolugares mas somente 3 bilugares é relativamente pouco.

Inicialmente era para ser assim, so que os nossos F16 do PAII já tem muitas horas e esses que vêm tem menos horas de voo que os que vão ser vendidos. Neste sentido optou-se por ficar com eles

Se as três células a virem do AMARG tiverem menos horas de voo e ficarem para nós é uma boa notícia. E espero que pelo menos duas sejam de bilugares.  :G-beer2:

 Assim sendo da lista de 28 aparelhos que identifiquei como estando operacionais na FAP terá mais um de ser "desviado" para os romenos. Curioso será mais tarde observar se com a saída dos 12 aparelhos para a Roménia se assistirá à reordenação dos números de cauda ou, por exemplo, se fará como aconteceu com os P-3C CUP+ e seguir-se-á com a numeração.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Julho 12, 2016, 07:50:41 pm
Curioso será mais tarde observar se com a saída dos 12 aparelhos para a Roménia se assistirá à reordenação dos números de cauda ou, por exemplo, se fará como aconteceu com os P-3C CUP+ e seguir-se-á com a numeração.

Penso que se vai continuar com os nºs seguintes, 15142, etc.
O mesmo aconteceu com o 15141 e já não tínhamos o 15111 nem o 15140.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 16, 2016, 12:05:40 pm
Mais JDAMs a caminho.

Citar
WASHINGTON, Aug 11, 2016 - The State Department has made a determination approving a possible Foreign Military Sale to the NATO Support and Procurement Agency for precision guided munitions, equipment, and support. The estimated cost is $231 million. The Defense Security Cooperation Agency delivered the required certification notifying Congress of this possible sale on August 9, 2016. NATO Support and Procurement Agency as Lead Nation has requested a possible sale of precision guided munitions for subsequent retransfer to Belgium, Czech Republic, Denmark, Greece, Netherlands, Norway, Portugal, and Spain.

Included are: five hundred (500) Joint Direct Attack Munition (JDAM) Guidance Kits, KMU-556 F/B; forty (40) JDAM Guidance Kits, KMU-557 F/B; one thousand five hundred (1,500) JDAM Guidance Kits, KMU-572 F/B; one thousand (1,000) MAU 210 E/B Computer Control Groups for 1,000-lb. Enhanced Paveway IIs; three hundred (300) MAU 210 E/B Computer Control Groups for GBU-49s; one thousand twenty-five (1,025) MAU 169 L/B Computer Control Groups for GBU-12s; one thousand three hundred fifty (1,350) Joint Programmable Fuzes, FMU-152 A/B; sixty (60) Bomb Fin Assembly and Airfoil Group 650-MXU K/B for GBU-12s; one thousand twenty-five (1,025) Bomb Fin Assembly and Airfoil Group, MXU-650 K/B AFG for GBU-12s. It also includes Detector Sensing Unit (DSU)-38A/B Laser sensors; DSU-33D/B proximity sensors; Wireless Paveway Avionics Kit (WIPAK) interfaces for Enhanced Paveway II bombs; FMU-139C/B electronic bomb fuzes; repair and return services; transportation; engineering services; and other support services. The estimated value is $231 million.

http://www.dsca.mil/major-arms-sales/nato-support-and-procurement-agency-precision-guided-munitions
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 02, 2016, 04:37:56 pm
 ;)

http://www.dn.pt/portugal/interior/portugal-entrega-seis-cacas-f-16-a-romenia-no-final-do-mes-5368087.html
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: P44 em Setembro 03, 2016, 06:43:14 pm
Força Aérea Portuguesa added 5 new photos.
Yesterday at 1:04pm ·

Durante a manhã, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, visitou os hangares do F-16, conheceu futuras aeronaves romenas, recebeu um briefing na secção de motores e esteve junto aos emuladores de manutenção. À tarde, estará com os militares que participaram no #balticairpolicing e que regressam hoje da Lituânia.

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-0/s480x480/14202517_791834170956409_8056997209207322961_n.jpg?oh=be38692100f858be7b6978c3e7d817f9&oe=58864476)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14064075_791834294289730_5666462331409065410_n.jpg?oh=a8fdd772957d5d0a0714e5ea733bf881&oe=5846C7F6)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 08, 2016, 12:52:53 pm
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14064075_791834294289730_5666462331409065410_n.jpg?oh=a8fdd772957d5d0a0714e5ea733bf881&oe=5846C7F6)

Alguém informe os romenos que estes já adquiriram os pods Sniper e que o Litening montado neste F-16BM é para cá ficar de modo a ser modernizado para a versão G4, e não para ser sub-repticiamente surripiado.  ;D


Mudando de ares, para céus nacionais. É curioso notar que a nossa parelha de alerta continua somente a ter como carga ofensiva os dois costumeiros AIM-9Li e o canhão, enquanto os nossos parceiros europeus da EPAF (e não só) todos montam nos seus F-16MLU QRA igualmente o AIM-120 Amraam. No BAP é utilizado por causa da ameaça russa, em Portugal, e com a vastidão do espaço aéreo à nossa responsabilidade, já não se torna necessário?

FAP QRA Nacional - AIM-9Li
(https://img.planespotters.net/photo/360000/original/15108-portuguese-air-force-lockheed-martin-f-16am-fighting-falcon_PlanespottersNet_360802.jpg)

FAP QRA BAP - AIM-120C-5 + AIM-9Li
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F65.media.tumblr.com%2Ff9d9c1e5a66f0dc32d5cb8e6b13753a5%2Ftumblr_nkeav3dwZv1txx6x7o6_1280.jpg&hash=e788b48a4c68b52717f36c9a5e74b603)

Bélgica - AIM-120B + AIM-9M
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.ridder.aero%2Fwp-content%2Fuploads%2F2015%2F12%2F20081023_ebfs_9740.jpg&hash=a86bf564e5f4e4b5e536202f6e42b261)

Holanda - AIM-120B + AIM-9M
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum37%2Falbum13%2Fbfl.jpg%3Fm%3D1371940656&hash=ea10b8a5830dc2e50e570715dfaa1cb3)

Dinamarca - AIM-120B + AIM-9X
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum37%2Falbum20%2FE-016_003.jpg%3Fm%3D1371902230&hash=e272cfa1a7a8fcc7a4719196bd1c325f)

Noruega - AIM-120B + IRIS-T
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.milavia.net%2Fairshows%2Fbodo-airshow-2012%2Fbodo-2012_18.jpg&hash=e767b765c39eaa487ec71ad6a456d57d)




Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: night_runner em Setembro 08, 2016, 06:04:27 pm
Os níveis de ameaça e o espaço geográfico são alguns dos factores que contribuem para o estabelecimento de regras/procedimentos (RoE) que cada nação considera ser os mais adequados para cada situação. Em Portugal, em tempo de paz, o processo de intercepção requer confirmação e contacto visual, como tal não é necessário armamento de médio/longo alcance.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Setembro 08, 2016, 08:29:39 pm
Se calhar já estava na hora de actualizar os sidewinder.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: mafets em Setembro 08, 2016, 10:27:04 pm
Se calhar já estava na hora de actualizar os sidewinder.
Tendo em conta que o AIM9X tem um alcance à volta de 40 km ( http://www.areamilitar.net/directorio/MIS.aspx?nm=43 (http://www.areamilitar.net/directorio/MIS.aspx?nm=43) ), contra 18km do AIM9L (  http://www.areamilitar.net/directorio/MIS.aspx?nm=40 (http://www.areamilitar.net/directorio/MIS.aspx?nm=40) ), entre outras preciosidades...
Citar
The AIM-9X® missile is a true dual-use missile, effective in either air-to-air or surface-to-air applications with no modifications required. It is compatible with the U.S. Army’s ground-based multi-mission launcher.

 The effectiveness and versatility of the AIM-9X missile have been combat-proven in several theaters throughout the world. It is actively deployed on U.S. Navy and Air Force F-15, F-16 and F-18 aircraft, and also in the air forces of 18 international customers.

The AIM-9X Block II missile is the current version of the AIM-9X Sidewinder short-range missile family, in use by more than 40 nations. This next generation missile is in its 14th year of production.

The new Block II variant adds a redesigned fuze and a digital ignition safety device that enhances ground handling and in-flight safety. It also features updated electronics that enable significant enhancements, including lock-on-after-launch capability using a new weapon datalink to support beyond visual range engagements.

http://www.raytheon.com/capabilities/products/aim-9x/ (http://www.raytheon.com/capabilities/products/aim-9x/)


Saudações
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Setembro 19, 2016, 09:52:52 am
cockpit do F-16 Tuga

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14424757_1247686045276657_6810097970983841544_o.jpg)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 21, 2016, 01:05:30 pm
E um vídeo da ultima missão no Báltico.
Citar
A Força Nacional Destacada (FND) na Lituânia terminou, dia 31 de agosto, a sua participação na missão NATO BALTIC AIR POLICING 2016, após quatro meses de operação

Este vídeo ilustra bem como a FAP e tantas outras forças aéreas ocidentais utilizam hoje os pods TGP, como é o caso no nosso Litening, também como uma espécie de "Infra-Red Search and Track" (IRST) dos pobres.  :)

Na altura em que o IRST está a fazer um regresso no mundo ocidental sob a forma de pods montados em caças (o Lockheed Martin Legion nos F-15C/D Eagle, e o IRST 21 nos F/A-18E/F Super Hornet, por exemplo), ou integrados na própria aeronave como é o caso do Rafale, Eurofighter e Gripen, dado permitir detectar aeronaves quando o radar não consegue e segui-las de forma passiva - ou seja, sem alertar o alvo que está a ser perseguido -, algumas nações como Portugal utilizam o pod de designação de alvos Litening (ou Sniper) também numa vertente ar-ar que por vezes escapa despercebida.

http://foxtrotalpha.jalopnik.com/infrared-search-and-track-systems-and-the-future-of-the-1691441747


Lockheed Martin Legion Pod
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Falert5.com%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F09%2Fmfc-092016-legionpod1.jpg&hash=683452f6a47f0867164dae0d94a92d63)

F-15C Eagle com pod Sniper para operações ar-ar
(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.kenmiddleton.net%2Freal_aviation%2FF-15%2F104th%2520Fighter%2520Wing%2Fimages%2FF-15C_850111_KBAF_20150710_KenMiddleton_9x16_web_DSC_0080.jpg&hash=25ab7381defcb7a8281c86b89f315994)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 22, 2016, 06:02:02 pm
A Força Aérea divulgou hoje que na semana passada, na madrugada de quarta para quinta-feira, a parelha de alerta QRA descolou para interceptar de novo dois Tu-95 "Bear" da Força Aérea Russa.

https://www.publico.pt/2016/11/22/sociedade/noticia/forca-aerea-portuguesa-interceptou-dois-bombardeiros-russos-em-espaco-portugues-1752120
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 23, 2016, 03:19:20 pm
O site do diário espanhol ABC adianta que também na passada quinta-feira os nossos F-16MLU, depois de primeiramente ter sido seguido por 2 F-18 espanhóis, terão escoltado um Sukhoi Su-35 Flanker até ao largo do Algarve quando alterou a rota e rumou de novo para Norte, tal como aconteceu com os dois Tu-95 Bear.

http://www.abc.es/espana/abci-caza-ruso-provoca-alerta-f-18-espanoles-201611220316_noticia.html
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Novembro 23, 2016, 04:12:30 pm
Os nossos F-16 têm autonomia para ir apanhar o caça em questão na ponta norte do país, acompanha-lo ao longo do território e fazer novamente o mesmo percurso e ainda regressar à base? Ou foi preciso fazer substituição da parelha?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 23, 2016, 04:55:10 pm
Raio Acção - 900 Km

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Novembro 23, 2016, 05:28:24 pm
Raio Acção - 900 Km

Sem os tanques externos.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 23, 2016, 06:26:03 pm
Citar
Combat Radius - 865 nmi (1,605 km) with two AIM-9, two AIM-120, two 370-gal and one 300-gal fuel tanks

http://www.aerospaceweb.org/aircraft/fighter/f16/
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 23, 2016, 06:45:58 pm
Só para complementar, em tempo, o F-16 tem a autonomia de umas 3h. Mas deve ter sido suficiente.

Lembro-me que nos casos que aconteceram em 2014, num dos casos uma parelha também foi suficiente, mas no segundo caso preparou-se uma segunda parelha de F-16 (não me lembro se realmente descolou), porque os russos ainda andavam ai a passear e a primeira parelha já estava a precisar de aterrar.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Crypter em Novembro 23, 2016, 09:57:33 pm
Numa medição muito rasca, partindo da base de Monte Real indo em direcção Norte (Galiza) -> sagres -> Regressando para norte (supostamente o trajecto efectuado) são +/- 1800 Km... Por isso mantenho a minha dúvida. É nesta altura que um intercetor com maior alcance dava jeito  ;D
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 23, 2016, 11:33:52 pm
Numa medição muito rasca, partindo da base de Monte Real indo em direcção Norte (Galiza) -> sagres -> Regressando para norte (supostamente o trajecto efectuado) são +/- 1800 Km... Por isso mantenho a minha dúvida. É nesta altura que um intercetor com maior alcance dava jeito  ;D

Por mim acho que não é assim tão importante, as intercepções não deixaram de ser feitas, a FAP não tem só 2 F-16, tem mais por isso várias parelhas podem-se revesar de for necessário, o que nem tem sido o caso, que eu saiba só foi preciso uma vez.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 24, 2016, 02:37:10 am
Para isso, mais vale ter um reabastecedor (ou melhor, dois). Custa o mesmo que dois ou três caças, mas pode reabastecer muitos mais, múltiplas vezes; é aquilo que em inglês se designa como 'force multiplier'. 
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 24, 2016, 12:37:47 pm
Provavelmente iam com 3 "depósitos" e apenas 2 a 4 misseis ar-ar cada. À partida chega bem para as viagens, e o tempo que duram no ar, chega bem para preparar uma segunda parelha caso seja necessário render a parelha anterior.
O importante aqui não é necessariamente o raio de acção, mas sim a forma como a FAP consegue preparar uma segunda parelha num curto espaço de tempo assim que a parelha de alerta é lançada.

E sim, é nestes casos que um reabastecedor dava jeito, pelo sim pelo não.

Estou sim mais curioso relativamente à panóplia de armamentos com que iam equipados os F-16 interceptores. Será que continuam a usar o mesmo layout de dois sidewinder, ou nestes casos fazem como no báltico e instalam os AMRAAM?

E um Su-35 aqui? Veio de bem longe. Esse sim representa um perigo maior.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 24, 2016, 07:16:21 pm
O Su-35, se descolou de Kaliningrado, deve ter sido interceptado múltiplas vezes. No entanto, não se encontram referências nas notícias nacionais ou internacionais, excepto por parte do ABC espanhol. Estranho.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 24, 2016, 10:42:37 pm
Acho estranho é ter saido de S.Petersburgo e ter sido interceptado pela Noruega e não pela parelha NATO dos Balticos.

Mas pronto, se calhar sou eu que não percebo de geografia.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 25, 2016, 01:38:59 am
Acho estranho é ter saido de S.Petersburgo e ter sido interceptado pela Noruega e não pela parelha NATO dos Balticos.

Mas pronto, se calhar sou eu que não percebo de geografia.

Na notícia mencionava S. Petersburgo? Referi Kaliningrado só por ser mais perto que S. Petersburgo. Se saiu de Kaliningrado teria sido interceptado pelos polacos, suecos, alemães, dinamarqueses, noruegueses, holandeses, belgas, ingleses, franceses, mais FAP e EdA e, eventualmente a patrulha NATO do Báltico. De S. Petersburgo, todos os acima descritos, mais os finlandeses. Em qualquer dos casos seria uma grande estica e necessitaria de reabastecimento aéreo.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 25, 2016, 02:12:59 pm
Não poderia ter sido um Su-33 utilizado a partir do Kuznetsov? Visto estes serem virtualmente idênticos aos Su-35, pode ter havido uma certa confusão, digo eu.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: ferreira76 em Novembro 25, 2016, 02:34:09 pm
Não poderia ter sido um Su-33 utilizado a partir do Kuznetsov? Visto estes serem virtualmente idênticos aos Su-35, pode ter havido uma certa confusão, digo eu.

O SU-30 e SU-33 têm canards, o SU-35 penso que não, talvez uma boa forma de os identificar!!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 25, 2016, 02:37:22 pm
Não poderia ter sido um Su-33 utilizado a partir do Kuznetsov? Visto estes serem virtualmente idênticos aos Su-35, pode ter havido uma certa confusão, digo eu.

Foi exactamente o que me ocorreu, mas o movimento N-S-N do caça, mais o facto do Kuznetsov ter chegado ao largo da Síria a 12 não encaixam nessa teoria. Mesmo que se tratasse do caso de um dos caças do Kuznetsov, por qualquer motivo, ter de regressar à Russia, havia rotas mais curtas. Continuo a achar a notícia algo estranha, mas enfim.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: ferreira76 em Novembro 25, 2016, 03:09:50 pm
Provavelmente iam com 3 "depósitos" e apenas 2 a 4 misseis ar-ar cada. À partida chega bem para as viagens, e o tempo que duram no ar, chega bem para preparar uma segunda parelha caso seja necessário render a parelha anterior.
O importante aqui não é necessariamente o raio de acção, mas sim a forma como a FAP consegue preparar uma segunda parelha num curto espaço de tempo assim que a parelha de alerta é lançada.

E sim, é nestes casos que um reabastecedor dava jeito, pelo sim pelo não.

Estou sim mais curioso relativamente à panóplia de armamentos com que iam equipados os F-16 interceptores. Será que continuam a usar o mesmo layout de dois sidewinder, ou nestes casos fazem como no báltico e instalam os AMRAAM?

E um Su-35 aqui? Veio de bem longe. Esse sim representa um perigo maior.

Acabei de confirmar com um colega meu aqui da base de Monte Real, os 2  F-16 QRA, vão equipados com 2 AIM-9L Sidewinder e 2 AIM-120D AMRAAM...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 25, 2016, 03:54:50 pm
Acabei de confirmar com um colega meu aqui da base de Monte Real, os 2  F-16 QRA, vão equipados com 2 AIM-9L Sidewinder e 2 AIM-120D AMRAAM...

Dois AIM-120C-5. O AIM-120D ainda só é utilizado pela U.S. Navy, USAF e será também vendido brevemente à Austrália.  ;)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Novembro 25, 2016, 04:33:03 pm
Acabei de confirmar com um colega meu aqui da base de Monte Real, os 2  F-16 QRA, vão equipados com 2 AIM-9L Sidewinder e 2 AIM-120D AMRAAM...

Dois AIM-120C-5. O AIM-120D ainda só é utilizado pela U.S. Navy, USAF e será também vendido brevemente à Austrália.  ;)

CharlieJaguar mais atento que o pessoal da manutenção de armamento do F-16 de Monte Real...preocupante! O camarada do ferreira76 tem de estar mais atento (digo camarada, porque colega tem outro sentido).
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: ferreira76 em Novembro 25, 2016, 04:35:44 pm
Acabei de confirmar com um colega meu aqui da base de Monte Real, os 2  F-16 QRA, vão equipados com 2 AIM-9L Sidewinder e 2 AIM-120D AMRAAM...

Dois AIM-120C-5. O AIM-120D ainda só é utilizado pela U.S. Navy, USAF e será também vendido brevemente à Austrália.  ;)

CharlieJaguar mais atento que o pessoal da manutenção de armamento do F-16 de Monte Real...preocupante! O camarada do ferreira76 tem de estar mais atento (digo camarada, porque colega tem outro sentido).

Vou confirmar novamente com ele... O meu camarada!!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 25, 2016, 05:38:44 pm
E entre o D e o C5 há o C7 que não chegámos a adquirir. O alcance do C5 estima-se em 65 milhas e do C7 cerca de 50 % mais. Obviamente, como com qualquer míssil lançado do ar, o alcance vai depender da altitude e velocidade da plataforma de lançamento.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Novembro 25, 2016, 10:46:22 pm
Acabei de confirmar com um colega meu aqui da base de Monte Real, os 2  F-16 QRA, vão equipados com 2 AIM-9L Sidewinder e 2 AIM-120D AMRAAM...

Dois AIM-120C-5. O AIM-120D ainda só é utilizado pela U.S. Navy, USAF e será também vendido brevemente à Austrália.  ;)

CharlieJaguar mais atento que o pessoal da manutenção de armamento do F-16 de Monte Real...preocupante! O camarada do ferreira76 tem de estar mais atento (digo camarada, porque colega tem outro sentido).

Se calhar até temos Ds mas era para ser segredo. ;D
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Novembro 26, 2016, 02:36:39 am
Alguma vez utilizámos AIM-7?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Novembro 26, 2016, 02:32:06 pm
Alguma vez utilizámos AIM-7?

Não, mas "diz-se" que os nossos OCU´s vinham já preparados para eles
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 26, 2016, 04:19:38 pm
Os OCU são praticamente idênticos ao F-16 ADF, que tinha capacidade de operar tanto o AIM-7 como o AIM-120.  O ADF era versão de defesa aérea do F-16A, concebida exclusivamente para a ANG. Logo é bem provável que essa capacidade tenha existido na FAP, mas os mísseis nunca foram adquiridos — o que até faz sentido, visto o AMRAMM já existir à altura e ser muito superior.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Novembro 26, 2016, 06:41:31 pm
A principal  diferença é no custo sendo este menos de metade do AIM-120C (125.000$ para 300.000$) e na quantidade maior de explosivo (80Kg para 18Kg)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 27, 2016, 03:39:24 pm
A principal  diferença é no custo sendo este menos de metade do AIM-120C (125.000$ para 300.000$) e na quantidade maior de explosivo (80Kg para 18Kg)

A principal diferença é facto de o sistema de guiamento do Sparrow ser passivo, tornando a plataforma de lançamento vulnerável. Pelo contrário, o AMRAAM é 'fire and forget', podendo a plataforma de lançamento iniciar manobras evasivas imediatamente após o disparo. O combate aéreo é extremamente rápido e fluido, durando, por vezes, poucos segundos. Neste tipo de ambiente, ter que iluminar continuamente o alvo até o míssil o atingir (ou não) pode significar o fim do artista.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Novembro 27, 2016, 06:29:15 pm
Sim mas no entanto estou a imaginar o uso do míssil durante uma interceção como as que têm acontecido e não num dogfight contra SU-35.  8)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: NVF em Novembro 27, 2016, 09:56:12 pm
Não sei não, os caças russos que têm sido interceptados nos últimos tempos, costumam vir 'carregadinhos' de mísseis — por vezes 10! E costumam ser bastante agressivos. Numa situação dessas, em que, potencialmente, tens que defrontar um caça mais rápido, e tão ou mais manobrável do que teu, não vais querer ir equipado com Sparrows. No caso dum F-16, pelo menos 4 AMRAAM e 2 Sidewinder (ou IRIS-T).

Mas isso sou eu que gostava de ver os NPO equipados com peças de 16''.  ;)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 28, 2016, 12:43:03 pm
Alguma vez utilizámos AIM-7?

Não, nunca, nem sequer adquirimos os pilones específicos para esse efeito. No f-16.net, por exemplo, é afirmado o contrário, mas a verdade é que a FAP ao encomendar o Block 15 OCU com algumas características do ADF (e as asas do C/D Block 30, por exemplo), e recepção prevista para 1994/95 como veio a acontecer, já só pensava no AMRAAM. Como, aliás, chegou a utilizar a Força Aérea Italiana nos ADF emprestados.

Note-se na diferença entre as estações 3 e 7 capazes de carregar o AIM-7 Sparrow no F-16B ADF jordano em baixo e nas 3 e 7 normais num A Block 15 OCU da FAP:

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.globalaviationresource.com%2Fv2%2Fwp-content%2Fgallery%2Frjaf-f-16s%2Fimg_2470-copyx1024.jpg&hash=cc5944327874c517283dc18bff4d6745)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.hottail.nl%2Fbasevisits%2F2007%2F0616-Volkel%2FImages%2FPorAF-F16A-15103-a016.jpg&hash=0074bb651c2f092385a2f8d77f194a2d)


Entretanto, e voltando à intercepção do Su-35 pela Força Aérea Espanhola e Portuguesa, o tema já está a fazer correr tinta.

http://alert5.com/2016/11/26/su-35-flew-non-stop-from-baltic-to-portugal/
http://www.diariodesevilla.es/andalucia/caza-ruso-sobrevolo-Cadiz-Huelva_0_1083192025.html
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Novembro 28, 2016, 12:56:17 pm
Há alguma foto portuguesa com o ALQ-131 e o LITENING montados ao mesmo tempo ?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 28, 2016, 01:04:28 pm
Há alguma foto portuguesa com o ALQ-131 e o LITENING montados ao mesmo tempo ?

 ;)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-NMSsrQXa9Zo%2FU8Jv7wVrqzI%2FAAAAAAAALP0%2FKsuFDZpVN4k%2Fs1600%2F20140404_Eindhoven-197s.jpg&hash=a7aa244cf18b72462600d23880ef9331)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 28, 2016, 01:06:13 pm
Não sei não, os caças russos que têm sido interceptados nos últimos tempos, costumam vir 'carregadinhos' de mísseis — por vezes 10! E costumam ser bastante agressivos. Numa situação dessas, em que, potencialmente, tens que defrontar um caça mais rápido, e tão ou mais manobrável do que teu, não vais querer ir equipado com Sparrows. No caso dum F-16, pelo menos 4 AMRAAM e 2 Sidewinder (ou IRIS-T).

Mas isso sou eu que gostava de ver os NPO equipados com peças de 16''.  ;)

Bem, no nosso caso a parelha de alerta equipada com esse número de AMRAAM, teria à volta de 1/3 dos AMRAAM que possuímos...

Citar
Entretanto, e voltando à intercepção do Su-35 pela Força Aérea Espanhola e Portuguesa, o tema já está a fazer correr tinta.

http://alert5.com/2016/11/26/su-35-flew-non-stop-from-baltic-to-portugal/
http://www.diariodesevilla.es/andalucia/caza-ruso-sobrevolo-Cadiz-Huelva_0_1083192025.html

Está explicado como fez tamanha viagem. Tinha um reabastecedor ao seu lado o tempo inteiro.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Novembro 28, 2016, 03:25:02 pm
Há alguma foto portuguesa com o ALQ-131 e o LITENING montados ao mesmo tempo ?

 ;)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-NMSsrQXa9Zo%2FU8Jv7wVrqzI%2FAAAAAAAALP0%2FKsuFDZpVN4k%2Fs1600%2F20140404_Eindhoven-197s.jpg&hash=a7aa244cf18b72462600d23880ef9331)

Agradecido, para este tipo de missão não era a melhor opção?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 28, 2016, 04:31:58 pm
Há alguma foto portuguesa com o ALQ-131 e o LITENING montados ao mesmo tempo ?

 ;)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2F4.bp.blogspot.com%2F-NMSsrQXa9Zo%2FU8Jv7wVrqzI%2FAAAAAAAALP0%2FKsuFDZpVN4k%2Fs1600%2F20140404_Eindhoven-197s.jpg&hash=a7aa244cf18b72462600d23880ef9331)

Agradecido, para este tipo de missão não era a melhor opção?

No que diz respeito a intercepção? Teoricamente sim, mas em relação à utilização activa do pod de contramedidas electrónicas convém não esquecer que qualquer acção de jamming pode ser, ou é, considerada como um acto hostil.

Em relação ao uso do Litening, actualmente a parelha QRA utiliza-o de modo a poder captar a assinatura infravermelha do alvo, tal como se fosse uma espécie de IRST (Infra-Red Search and Track), e igualmente para filmar e tirar imagens dos aparelhos interceptados/escoltados.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 28, 2016, 05:03:19 pm
Penso que o colega Alvalade, se referia apenas a estarem equipados com os ditos pods, apenas como último recurso caso o caça russo tomasse uma posição hostil.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Novembro 28, 2016, 06:04:33 pm
Penso que o colega Alvalade, se referia apenas a estarem equipados com os ditos pods, apenas como último recurso caso o caça russo tomasse uma posição hostil.

Isso mesmo
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 28, 2016, 07:08:10 pm
Penso que o colega Alvalade, se referia apenas a estarem equipados com os ditos pods, apenas como último recurso caso o caça russo tomasse uma posição hostil.

Isso mesmo

De qualquer forma penso ter respondido à questão. Mas sim, caso houvesse uma intenção hostil por parte de uma aeronave desconhecida ou inimiga, o seu emprego activo aumenta de certa forma as chances de sobrevivência do caça interceptor. No entanto o pod ECM é usado mais em contexto de operações tácticas e missões ar-solo para protecção contra SAM's, e nós, tal como os nossos aliados da EPAF, adoptámos essa prática. Por isso é que raramente se vêem interceptores carregando empasteladores.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 28, 2016, 07:38:19 pm
Se calhar justificar-se-ia, se houvesse a necessidade de interceptar múltiplas aeronaves de combate. Por exemplo, um esquadrão de caças e uma aeronave AEW de outro país.

Uma questão relativamente aos pods ECM. Os que se encontram ao serviço na FAP, encontram-se dentro dos padrões de modernidade, ou já são algo obsoletos? Haveria no mercado uma alternativa aos mesmos?
E por mera curiosidade, há alguma ideia de quantos temos? Lembro-me de já ter visto tanto o C-130 como o C-295 com os respectivos pods, para além claro dos F-16. P-3 não me recordo de ver algum com tal equipamento.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Novembro 28, 2016, 10:18:19 pm
Se calhar justificar-se-ia, se houvesse a necessidade de interceptar múltiplas aeronaves de combate. Por exemplo, um esquadrão de caças e uma aeronave AEW de outro país.

Uma questão relativamente aos pods ECM. Os que se encontram ao serviço na FAP, encontram-se dentro dos padrões de modernidade, ou já são algo obsoletos? Haveria no mercado uma alternativa aos mesmos?
E por mera curiosidade, há alguma ideia de quantos temos? Lembro-me de já ter visto tanto o C-130 como o C-295 com os respectivos pods, para além claro dos F-16. P-3 não me recordo de ver algum com tal equipamento.

E os Corsair também
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 29, 2016, 11:57:31 am
Sim, os Corsair também, mas referia-me acima de tudo a aeronaves em serviço acima de tudo. Mas obrigado por relembrar.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 29, 2016, 07:44:26 pm
Se calhar justificar-se-ia, se houvesse a necessidade de interceptar múltiplas aeronaves de combate. Por exemplo, um esquadrão de caças e uma aeronave AEW de outro país.

Uma questão relativamente aos pods ECM. Os que se encontram ao serviço na FAP, encontram-se dentro dos padrões de modernidade, ou já são algo obsoletos? Haveria no mercado uma alternativa aos mesmos?
E por mera curiosidade, há alguma ideia de quantos temos? Lembro-me de já ter visto tanto o C-130 como o C-295 com os respectivos pods, para além claro dos F-16. P-3 não me recordo de ver algum com tal equipamento.

Foi adquirida uma dúzia de pods AN/ALQ-131(V) entre 1989/90 de modo a fornecer protecção às frotas tácticas que iriam ser alvo de upgrades mais extensos, neste caso o A-7P e depois em meados da década de 90 os C-130. São usados ainda hoje por muitos países, incluindo a USAF, quer a versão "V" que operamos, quer a Block II,

Não tenho visto nada escrito, inscrito ou dito acerca da sua possível substituição na FAP - e nomeadamente na frota F-16 - até porque é usado por grande parte dos nossos congéneres da EPAF. Por isso julgo que a questão da obsolescência se poderá colocar de facto, porém os AN/ALQ-131 foram alvo de vários upgrades ao longo dos anos como seria naturalmente de se esperar ou então não faria sentido continuarem a ser empregues pelas nossas forças e pelas aliadas.

Ainda a propósito deste pod e da sua utilidade em combate ar-ar, não nos esqueçamos que os 3 F-16A da Esquadra 201 que participaram em 1999 na operação "Allied Force" efectuando CAP's estavam equipados com este dispositivo de contramedidas electrónicas.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum37%2Falbum24%2Faan.jpg%3Fm%3D1371938229&hash=99caf7112ae8a3cb80d6844738293239)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fan-f16-falcon-of-the-portuguese-air-force-launches-its-afterburner-as-picture-id909401&hash=8050d6240bd10aa0b221bbc340bebbc7)

Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: dc em Novembro 29, 2016, 11:13:45 pm
Se calhar justificar-se-ia, se houvesse a necessidade de interceptar múltiplas aeronaves de combate. Por exemplo, um esquadrão de caças e uma aeronave AEW de outro país.

Uma questão relativamente aos pods ECM. Os que se encontram ao serviço na FAP, encontram-se dentro dos padrões de modernidade, ou já são algo obsoletos? Haveria no mercado uma alternativa aos mesmos?
E por mera curiosidade, há alguma ideia de quantos temos? Lembro-me de já ter visto tanto o C-130 como o C-295 com os respectivos pods, para além claro dos F-16. P-3 não me recordo de ver algum com tal equipamento.

Foi adquirida uma dúzia de pods AN/ALQ-131(V) entre 1989/90 de modo a fornecer protecção às frotas tácticas que iriam ser alvo de upgrades mais extensos, neste caso o A-7P e depois em meados da década de 90 os C-130. São usados ainda hoje por muitos países, incluindo a USAF, quer a versão "V" que operamos, quer a Block II,

Não tenho visto nada escrito, inscrito ou dito acerca da sua possível substituição na FAP - e nomeadamente na frota F-16 - até porque é usado por grande parte dos nossos congéneres da EPAF. Por isso julgo que a questão da obsolescência se poderá colocar de facto, porém os AN/ALQ-131 foram alvo de vários upgrades ao longo dos anos como seria naturalmente de se esperar ou então não faria sentido continuarem a ser empregues pelas nossas forças e pelas aliadas.

Ainda a propósito deste pod e da sua utilidade em combate ar-ar, não nos esqueçamos que os 3 F-16A da Esquadra 201 que participaram em 1999 na operação "Allied Force" efectuando CAP's estavam equipados com este dispositivo de contramedidas electrónicas.

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fwww.f-16.net%2Fg3%2Fvar%2Fresizes%2Ff-16-photos%2Falbum37%2Falbum24%2Faan.jpg%3Fm%3D1371938229&hash=99caf7112ae8a3cb80d6844738293239)

(https://www.forumdefesa.com/forum/proxy.php?request=http%3A%2F%2Fmedia.gettyimages.com%2Fphotos%2Fan-f16-falcon-of-the-portuguese-air-force-launches-its-afterburner-as-picture-id909401&hash=8050d6240bd10aa0b221bbc340bebbc7)

Então só temos 12 desses pods? Parece-me um número reduzido, mas também não me admira, já que os pods Lightning também são na mesma quantidade.
Será que os pods que a FAP tem, sofreram os ditos upgrades?
Sim de facto não se tem falado na sua substituição, mas há sempre muita coisa que é falada que não acontece (caso das JSOW) e que não é falado e acontece.

Obrigado pelos esclarecimentos.  :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: miguelbud em Dezembro 01, 2016, 04:41:41 pm
Para esclarecer duvidas relativas ao impacto no PIB da venda dos F-16.

Afinal, qual foi o impacto dos F-16 no crescimento do PIB?

A resposta curta a esta pergunta é "zero". Mas a explicação é mais interessante e mostra um pouco como funcionam as contas nacionais. A ajuda que a venda dos aviões deu às exportações foi anulada pela redução simétrica do investimento.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/conjuntura/detalhe/afinal-qual-foi-o-impacto-dos-f-16-no-crescimento-do-pib?ref=DET_maislidas
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Major Alvega em Dezembro 05, 2016, 02:42:18 pm
 O World Air Forces, edição 2017 anuncia que Portugal possui 70 F-16 (64 F-16A e 6 F-16B).
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Alvalade em Dezembro 05, 2016, 07:15:58 pm
World Air Forces nunca foi muito credível, o Military Balance normalmente é mais fiável, apesar de nunca terem tirado os Alouette II da GNR da lista.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Março 12, 2017, 04:52:57 pm
Citar
The Portuguese Air Force (Força Aérea Portuguesa: FAP) has taken delivery of an initial four AN/AAQ-28(V) Litening AT Block II airborne navigation and targeting pods upgraded to the Litening G4 standard by original equipment manufacturer (OEM) Northrop Grumman, the Portuguese Ministry of National Defence told Jane's on 8 March.

A new tranche of three modernised pods will be received shortly, while a final five systems will be received in early 2018, the ministry added.

A direct commercial sale contract worth USD22.7 million was awarded to Northrop Grumman by the FAP on 19 August 2015 for the upgrade of the 12 Litening pods, which were acquired in 2008.

Logistics support for the upgraded pods will be delivered between 2019 and 2022.

The systems are fielded by the Lockheed Martin F-16AM/BM fighters of squadrons 201 ('Falcões') and 301 ('Jaguares'), both part of Operational Group 51 based at Monte Real Air Base No 5.
janes.com
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 16, 2017, 03:57:31 pm
Citar
Revelação. F-16 intercetaram mais de 20 aviões suspeitos em 2016
15.03.2017 às 18h00

É uma faceta menos visível a que a Força Aérea deu agora um número. Durante o ano passado, por 21 vezes, parelhas de F-16 defenderam o espaço aéreo sob jurisdição nacional descolando ao encontro de aeronaves suspeitas

Carlos Abreu

Os F-16 da Força Aérea Portuguesa (FAP) descolaram, durante ao ano passado, por 21 vezes ao encontro de aeronaves que tiveram de ser identificadas e reconhecidas quando sobrevoavam espaço aéreo sob jurisdição nacional. Este número, jamais revelado pela FAP, por exemplo nos relatórios de gestão que publica todos os anos, foi avançado esta manhã durante a visita do Presidente da República ao Comando Aéreo, localizado no alto de Monsanto, junto a Lisboa.

Durante a apresentação a cargo do diretor de operações aéreas, brigadeiro-general Paulo Mateus, que decorreu no centro de operações do único bunker existente em Portugal, não foram revelados mais detalhes sobre este tipo de missões, tendo sido apenas referida, a título de exemplo, a interceção de aeronaves russas.

http://expresso.sapo.pt/dossies/diario/2017-03-15-Revelacao.-F-16-intercetaram-mais-de-20-avioes-suspeitos-em-2016
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 17, 2017, 12:03:14 pm
Citar
Corpo emitente: Estado Maior da Força Aérea
•Fonte: Diário da República n.º 54/2017, Série II de 2017-03-16.
•Data: 2017-03-16

OBJETO DO CONTRATO

Designação do contrato: REVISÃO GERAL E UPGRADE DE HORIZONTAL & TAIL FLAPERON INTEGRATED SERVOACTUATORS DA AERONAVE F-16

Tipo de Contrato: Aquisição de Serviços

Valor do preço base do procedimento 140000.00 EUR

https://dre.tretas.org/dre/2915163/anuncio-de-procedimento-2148-2017-de-16-de-marco

Citar
Corpo emitente: Estado Maior da Força Aérea
•Fonte: Diário da República n.º 54/2017, Série II de 2017-03-16.
•Data: 2017-03-16

OBJETO DO CONTRATO

Designação do contrato: FAP CP DAT/RMI 5017005313 - Aquisição de Adesivos e Selantes para as aeronaves F-16.

Descrição sucinta do objeto do contrato: Aquisição de Adesivos e Selantes para as aeronaves F-16.

Tipo de Contrato: Aquisiçã