Fragatas da Armada Portuguesa

  • 84 Respostas
  • 29203 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4326
  • Recebeu: 2694 vez(es)
  • Enviou: 4730 vez(es)
  • +3650/-141
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #60 em: Dezembro 08, 2018, 01:46:55 pm »
Citar
terem escolhido o canhão de 100mm (que até os franceses deixaram de o adoptar há muito tempo)

Repor os factos. Algo estranho a alguns.
Talent de ne rien faire
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3695
  • Recebeu: 2780 vez(es)
  • Enviou: 1685 vez(es)
  • +3714/-1769
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 739
  • Recebeu: 737 vez(es)
  • Enviou: 445 vez(es)
  • +3474/-124
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #62 em: Dezembro 09, 2018, 12:33:37 pm »
Citar
terem escolhido o canhão de 100mm (que até os franceses deixaram de o adoptar há muito tempo)

Repor os factos. Algo estranho a alguns.

Não, não é estranho e não há necessidade de repor facto nenhum. Os franceses deixaram de adoptar há muito tempo (desde 1992 -  já vai um tempinho, não?), ano esse que foi lançada a classe Lafayette, a última com o 100mm.
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 2218
  • Recebeu: 226 vez(es)
  • Enviou: 50 vez(es)
  • +284/-3842
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #63 em: Dezembro 09, 2018, 02:25:04 pm »
Major Alvega
Citar
Não, não é estranho e não há necessidade de repor facto nenhum. Os franceses deixaram de adoptar há muito tempo (desde 1992 -  já vai um tempinho, não?), ano esse que foi lançada a classe Lafayette, a última com o 100mm.

Não sei se sabe, presumo que sim, as nossas fragatas classe Vasco da Gama têm um início de contracto de construção em 1986 sendo entregues no ano de 1991.
Hora se a construção das mesmas tem início em 1986, presumo eu que o canhão de 100 mm tenha ficado escolhido nesse mesmo ano.
« Última modificação: Dezembro 09, 2018, 02:34:38 pm por Daniel »
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1791
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +261/-15

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 739
  • Recebeu: 737 vez(es)
  • Enviou: 445 vez(es)
  • +3474/-124
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #65 em: Dezembro 09, 2018, 06:14:55 pm »
Major Alvega
Citar
Não, não é estranho e não há necessidade de repor facto nenhum. Os franceses deixaram de adoptar há muito tempo (desde 1992 -  já vai um tempinho, não?), ano esse que foi lançada a classe Lafayette, a última com o 100mm.

Não sei se sabe, presumo que sim, as nossas fragatas classe Vasco da Gama têm um início de contracto de construção em 1986 sendo entregues no ano de 1991.
Hora se a construção das mesmas tem início em 1986, presumo eu que o canhão de 100 mm tenha ficado escolhido nesse mesmo ano.

 Quando foi decidido optar pelo 100mm em meados da década de 80, à excepção da Belgica ninguém na NATO usava esse calibre.
 Essa decisão foi mais uma estupidez iguais a muitas que se tomaram e ainda tomam.

 Aliás a prova que foi uma má decisão. É que chegou a haver a intenção de uniformizar os calibres das duas classes de fragatas para 76mm. Ou seja mudar o calibre das Vasco da Gama de 100 para 76mm. E não o contrário.
« Última modificação: Dezembro 09, 2018, 06:22:29 pm por Major Alvega »
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10730
  • Recebeu: 1663 vez(es)
  • Enviou: 4492 vez(es)
  • +266/-133
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #66 em: Dezembro 09, 2018, 07:59:06 pm »
Citar
Neste contrato ficava garantido o subsidiar, por via do “Matching Fund”  holandês,  eventual  empréstimo,  em  banco  holandês,  que  o  governo  Português  recorresse  para  efetuar  algum  dos  pagamentos  estipulados à HSA., assim como Igualmente ficou acordada a opção de futura compra de sistemas, equipamentos e serviços para as fragatas da
classe João Belo (o que nunca se concretizou).
Foi ainda este contrato  foi ainda alvo de duas alterações, em 23 de maio de 1988, que tiveram por objectivo modificações no DDCWS devido à alteração do modelo da peça de 100m/m para o modelo 68,13 CADAM e modificações no radar da08 e transponder VesTa o que levou a um acréscimo de preço de 883,8 mil HFL.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8981
  • Recebeu: 1284 vez(es)
  • Enviou: 1429 vez(es)
  • +183/-61
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #67 em: Dezembro 10, 2018, 01:19:30 am »
Isso das peças de 100mm deve ter sido uma uniformização entre navios da Marinha Portuguesa, pois as Fragatas João Belo também usavam esse calibre. Se calhar tínhamos muitas munições 100mm no paiol...
« Última modificação: Dezembro 10, 2018, 01:20:49 am por Lightning »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2679 vez(es)
  • +3650/-441
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #68 em: Dezembro 10, 2018, 06:03:57 am »
Convêm não esquecer que a escolha dos 100mm foi tomada em virtude da MdG possuir um numero muito elevado de munições desse calibre e também de ainda possuir as Fragatas classe João Belo, e as Corvetas classe Baptista de Andrade num total de oito Navios com dezasseis peças de Artilharia.





https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Jo%C3%A3o_Belo

https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Baptista_de_Andrade

Abraços
« Última modificação: Dezembro 10, 2018, 06:08:39 am por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, FoxTroop

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6820
  • Recebeu: 1738 vez(es)
  • Enviou: 795 vez(es)
  • +3112/-2206
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #69 em: Dezembro 10, 2018, 10:22:37 pm »
Quem sabe disto são os "Bifes" que andam com aquele calibre "standart" de 114 mm...   :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:


Citar
4.5 inch Mk 8 Mod 1 naval gun on HMS Defender. The multi-faced gunhouse is designed to reduce radar cross section.


Citar
HMS Defender returns from Middle East deployment

Cumprimentos  c56x1 :-P
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 739
  • Recebeu: 737 vez(es)
  • Enviou: 445 vez(es)
  • +3474/-124
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #70 em: Dezembro 10, 2018, 11:40:11 pm »
 Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?
« Última modificação: Dezembro 10, 2018, 11:41:00 pm por Major Alvega »
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1615
  • Recebeu: 438 vez(es)
  • Enviou: 315 vez(es)
  • +210/-1935
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #71 em: Dezembro 11, 2018, 12:49:30 am »
Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?

Maszexmesmobeurre!!!! Uma classe comissionada ainda ontem com um horizonte de utilização de décadas e dizes……. Hóstia percebe-se bem. Já aqui foi explicado e fundamentado o porque da adopção de uma peça 100mm francesa. Lagares de azeite isso sim. Em futuras aquisições de raiz, sim fará todo o sentido, à época a adopção de um 3º calibre para as peças principais da MdG fazia tanto sentido como uma guitarra num enterro e sim, foi a escolha mais logica e sensata.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, HSMW

*

Major Alvega

  • Analista
  • ***
  • 739
  • Recebeu: 737 vez(es)
  • Enviou: 445 vez(es)
  • +3474/-124
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #72 em: Dezembro 11, 2018, 09:33:03 am »
Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?

Maszexmesmobeurre!!!! Uma classe comissionada ainda ontem com um horizonte de utilização de décadas e dizes……. Hóstia percebe-se bem. Já aqui foi explicado e fundamentado o porque da adopção de uma peça 100mm francesa. Lagares de azeite isso sim. Em futuras aquisições de raiz, sim fará todo o sentido, à época a adopção de um 3º calibre para as peças principais da MdG fazia tanto sentido como uma guitarra num enterro e sim, foi a escolha mais logica e sensata.

 Não! Não foi explicado. Foi argumentado e mal argumentado, o que é diferente. Não sejas otário. Não fui eu que fui buscar o assunto da Type 45 como exemplo.  Vai atrás e relê aquilo que disse. Já vi que aqui um diz uma asneira e vêm uns quantos em auxilio dele para o desatascar.
Ouve lá! Queres explicar-me alguma coisa a mim sobre navios? Então explica lá!

É que eu fui ler alguns comentários teus aqui e não se vê nenhum pensamento teu com substância sobre o tema.
Vieste aqui não foi para acrescentar nada de valor à discussão, mas só para auxiliares um colega que veio armar-se em engraçado com emojis com um argumento ridículo.


« Última modificação: Dezembro 11, 2018, 09:44:06 am por Major Alvega »
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6820
  • Recebeu: 1738 vez(es)
  • Enviou: 795 vez(es)
  • +3112/-2206
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #73 em: Dezembro 11, 2018, 09:52:56 am »
Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?

O exemplo que fui buscar exemplifica bem o problema que a NATO possui até hoje: Falta de padronização, já que um conjunto de nações usam os 127mm, 114mm, 100mm, 76mm e inclusive os LCS a peça de 57 mm. Já agora os EUA estão a desenvolver o calibre 155mm para os  Zumwalt,  enquanto que os Bifes nas Type 26 querem meter por lá uma peça de 57 mm. Quanto ao resto se nunca "alimentei" não é agora que vou "alimentar"... :mrgreen: :-P

Saudações e Cumprimentos
« Última modificação: Dezembro 11, 2018, 10:03:12 am por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

diogo13350

  • Membro
  • *
  • 177
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 9 vez(es)
  • +8/-1
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #74 em: Dezembro 11, 2018, 06:14:21 pm »
Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?

O exemplo que fui buscar exemplifica bem o problema que a NATO possui até hoje: Falta de padronização, já que um conjunto de nações usam os 127mm, 114mm, 100mm, 76mm e inclusive os LCS a peça de 57 mm. Já agora os EUA estão a desenvolver o calibre 155mm para os  Zumwalt,  enquanto que os Bifes nas Type 26 querem meter por lá uma peça de 57 mm. Quanto ao resto se nunca "alimentei" não é agora que vou "alimentar"... :mrgreen: :-P

Saudações e Cumprimentos

O projeto das Zumwalt foi cancelado!