Notícias do Exército Português

  • 1945 Respostas
  • 519857 Visualizações
*

Barlovento

  • Perito
  • **
  • 379
  • Recebeu: 175 vez(es)
  • Enviou: 98 vez(es)
  • +129/-88
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1890 em: Abril 22, 2022, 03:05:18 pm »
Estava a torcer por este



Sendo assim que venho o checo, já chega de comprar coisas aos espanhois.

Siempre va a ser mejor el Checo. Recuerden, de Espanha ni bon vento, ni bon casamento...

Hoy ha nacido mi segundo nieto portugués ...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Major Alvega, CruzSilva

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6112
  • Recebeu: 2334 vez(es)
  • Enviou: 537 vez(es)
  • +635/-452
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1891 em: Abril 22, 2022, 07:17:31 pm »
Pelo menos há notícias sobre esses programas, já é bom. Presumo que, no caso das viaturas tácticas, o preço tenha sido um dos, senão mesmo o principal factor.
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4821
  • Recebeu: 547 vez(es)
  • Enviou: 426 vez(es)
  • +298/-1765
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1892 em: Abril 22, 2022, 09:37:05 pm »
Estava a torcer por este



Sendo assim que venho o checo, já chega de comprar coisas aos espanhois.

Siempre va a ser mejor el Checo. Recuerden, de Espanha ni bon vento, ni bon casamento...

Hoy ha nacido mi segundo nieto portugués ...

Já agora Parabéns pelo seu neto!

Não tem nada a ver com a minha desconfiança sobre Espanha.

Manda as boas regras de gestão, que o nosso melhor fornecedor apenas deve representar 20% de tudo o consumimos. Espanha neste momento já representa mais do que 20%, vatmac st5, pandur, leopard, refeições, munições e muito mais.

Logo faz todo o sentido os veículos serem checos e os misseis serem franceses ou alemães.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Barlovento

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9413
  • Recebeu: 4640 vez(es)
  • Enviou: 3346 vez(es)
  • +4400/-1004
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1893 em: Abril 23, 2022, 05:44:21 am »
Estava a torcer por este



Sendo assim que venho o checo, já chega de comprar coisas aos espanhois.

Siempre va a ser mejor el Checo. Recuerden, de Espanha ni bon vento, ni bon casamento...

Hoy ha nacido mi segundo nieto portugués ...

Já agora Parabéns pelo seu neto!

Não tem nada a ver com a minha desconfiança sobre Espanha.

Manda as boas regras de gestão, que o nosso melhor fornecedor apenas deve representar 20% de tudo o consumimos. Espanha neste momento já representa mais do que 20%, vatmac st5, pandur, leopard, refeições, munições e muito mais.

Logo faz todo o sentido os veículos serem checos e os misseis serem franceses ou alemães.

Pandur e Leo de Espanha ??
Essa é boa .

« Última modificação: Abril 23, 2022, 05:46:12 am por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1363
  • Recebeu: 999 vez(es)
  • Enviou: 581 vez(es)
  • +1504/-1391
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1894 em: Abril 23, 2022, 09:17:11 am »
Estava a torcer por este



Sendo assim que venho o checo, já chega de comprar coisas aos espanhois.

Siempre va a ser mejor el Checo. Recuerden, de Espanha ni bon vento, ni bon casamento...

Hoy ha nacido mi segundo nieto portugués ...

Já agora Parabéns pelo seu neto!

Não tem nada a ver com a minha desconfiança sobre Espanha.

Manda as boas regras de gestão, que o nosso melhor fornecedor apenas deve representar 20% de tudo o consumimos. Espanha neste momento já representa mais do que 20%, vatmac st5, pandur, leopard, refeições, munições e muito mais.

Logo faz todo o sentido os veículos serem checos e os misseis serem franceses ou alemães.

Pandur e Leo de Espanha ??
Essa é boa .

Pois, essa dos Pandur e Leopard é que caiu aí mal

Mas as munições virem de fora, faz parte do Circo que isto por cá se tornou.
Sai mais barato? Não tinham saída e era pouco viável feita as cá? 
As desculpas do costume, para quem quer enterrar ou fazer negócios
E eram boas as cá feitas, desde munição corrente até às especialmente calibradas para tiro de sniper
Mais um caso nacional em que só se fosse privado e estrangeiro daria lucro

Mas não era este o País que ia vender NPO aos "amigos" a sul?

Por acaso ficar dependente de externos até para munições é coisa sensata. Depois vem de onde calha, marcas variam, é conforme a disponibilidade e o negócio arranjado.
Deve ser porque cá a tropa e forças segurança não gastarem para poupar. Se até Unidades que as gastavam bem, atualmente andam apertados. Imagine-se gastar dinheiro em munições para treinos, quando faz falta para alimentar mordomias.
Somos um País de imaginários patéticos dependentes de negociatas a gosto
« Última modificação: Abril 23, 2022, 09:34:10 am por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Clausewitz

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4808
  • Recebeu: 3280 vez(es)
  • Enviou: 5836 vez(es)
  • +4400/-168
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1895 em: Abril 23, 2022, 10:08:38 am »
Eram de muito boa qualidade e tidas em muito boa conta lá fora. Foi das primeiras coisas a irem, ainda no tempo do Cavaco PM e continuando durante o mandato do Guterres. O bloco central no seu melhor.
Talent de ne rien faire
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4821
  • Recebeu: 547 vez(es)
  • Enviou: 426 vez(es)
  • +298/-1765
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1896 em: Abril 23, 2022, 10:31:25 am »
Estava a torcer por este



Sendo assim que venho o checo, já chega de comprar coisas aos espanhois.

Siempre va a ser mejor el Checo. Recuerden, de Espanha ni bon vento, ni bon casamento...

Hoy ha nacido mi segundo nieto portugués ...

Já agora Parabéns pelo seu neto!

Não tem nada a ver com a minha desconfiança sobre Espanha.

Manda as boas regras de gestão, que o nosso melhor fornecedor apenas deve representar 20% de tudo o consumimos. Espanha neste momento já representa mais do que 20%, vatmac st5, pandur, leopard, refeições, munições e muito mais.

Logo faz todo o sentido os veículos serem checos e os misseis serem franceses ou alemães.

Pandur e Leo de Espanha ??
Essa é boa .

Os pandures e os leos quando precisam de manutenções mais complicadas tem que ir a Espanha, às instalações que os fabricante tem perto de madrid
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 1363
  • Recebeu: 999 vez(es)
  • Enviou: 581 vez(es)
  • +1504/-1391
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1897 em: Abril 23, 2022, 11:27:14 am »
Não parece que seja t-shirt oficial do exército  :mrgreen:.

Mas para aparecer vestida num passeio ao Centro Comercial acredito. Que aparece cada coisa em alguns moços.

Um dia há muito tempo, nos anos 90, uns Marines da proteção da Embaixada dos EUA foram dar tiro a uma certa Unidade.
Aparecerem com um Português que trabalhava na embaixada e servia de ligação.
Numa carreira de tiro onde foram efetuar disparos da sua arma pessoal e de carabina, apareceram três pessoas vestidas com uns velhos fatos de treino regulamentares, que ali passavam e aproveitaram a dar um olhada ao dito treino.
Depois do dito treino dos Marines, foram essas pessoas convidadas pelo português que sabia bem quem eram, para dar uns tiros com as armas dos marines.
Os Marines todos muito bem equipados e grandes, com aquele cenário habitual, olharam com curiosidade para aquelas figuras que pareciam ser a malta das obras e, ficaram  a ver o que acontecia.

No fim da monstruosa demonstração de tiro, que deixou os Marines a "olhar para um Palácio", diz o Português para o Marines na brincadeira sem se desmanchar: "E estes são os gajos das obras, agora imaginem se fossem os operacionais".
Eram mesmo os operacionais. Onde se tinha uma postura de tamanha Confiança que podiam parecer sem problemas gajos banais em qualquer lado. A discrição de quem é seguro.

Uns anos atrás, noutra Unidade bem diferente, estava a dar uma formação de tiro e calha-me um rapaz conhecido pelo geral dali por gostar muito de gadgets e e cenas muito pintas com que se equipava de acessórios. Quem visse era um maquinão. Logo ali na linha deu um disparo para o chão na frente dos pés. Uma ou outra  vez eu parava a sequencia, por engano do rapaz em alguma coisa naquela mistura de, dedos, arma e carregador. 
Como se costuma dizer, sobrevaloriza-se muito o aspecto "pintarolas". Hoje, tudo é imagem.
Talvez seja coisa de velho, não sei, mas penso assim. Vemos muitos "inchados", seja literalmente ou não. Falta uma certa cultura, que até já foi falada em outro tópico dos que fazem asneiras "lá fora". Orgulho, Profissionalismo, Brio sim, mas um pouco menos fantasia
« Última modificação: Abril 23, 2022, 11:46:25 am por Pescador »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9413
  • Recebeu: 4640 vez(es)
  • Enviou: 3346 vez(es)
  • +4400/-1004
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1898 em: Abril 23, 2022, 11:46:25 am »
Estava a torcer por este



Sendo assim que venho o checo, já chega de comprar coisas aos espanhois.

Siempre va a ser mejor el Checo. Recuerden, de Espanha ni bon vento, ni bon casamento...

Hoy ha nacido mi segundo nieto portugués ...

Já agora Parabéns pelo seu neto!

Não tem nada a ver com a minha desconfiança sobre Espanha.

Manda as boas regras de gestão, que o nosso melhor fornecedor apenas deve representar 20% de tudo o consumimos. Espanha neste momento já representa mais do que 20%, vatmac st5, pandur, leopard, refeições, munições e muito mais.

Logo faz todo o sentido os veículos serem checos e os misseis serem franceses ou alemães.

Pandur e Leo de Espanha ??
Essa é boa .

Os pandures e os leos quando precisam de manutenções mais complicadas tem que ir a Espanha, às instalações que os fabricante tem perto de madrid

Por acaso o fornecedor dos Pandur e dos Leos foi Espanha ?

Já agora simples curiosidade, qual é a empresa que faz as tais manutenções  mais complicadas aos Pandur e Leos em Madrid.

Cumprimentos

« Última modificação: Abril 23, 2022, 11:53:45 am por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4808
  • Recebeu: 3280 vez(es)
  • Enviou: 5836 vez(es)
  • +4400/-168
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1899 em: Abril 23, 2022, 01:57:55 pm »
Não me parece inverosímil de todo. A Santa Bárbara fabricou os Leo espanhóis e actualmente faz parte da GDLS, que é o fabricante das Pandur.
Talent de ne rien faire
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4821
  • Recebeu: 547 vez(es)
  • Enviou: 426 vez(es)
  • +298/-1765
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1900 em: Abril 23, 2022, 05:53:02 pm »
Não me parece inverosímil de todo. A Santa Bárbara fabricou os Leo espanhóis e actualmente faz parte da GDLS, que é o fabricante das Pandur.

É esta a empresa que faz a manutenção.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9413
  • Recebeu: 4640 vez(es)
  • Enviou: 3346 vez(es)
  • +4400/-1004
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1901 em: Abril 23, 2022, 08:43:26 pm »
Não me parece inverosímil de todo. A Santa Bárbara fabricou os Leo espanhóis e actualmente faz parte da GDLS, que é o fabricante das Pandur.

É esta a empresa que faz a manutenção.

Mas qual manutenção ??
As mnt dos pandur são efectuadas cá na Cmanbrigint, no RMan no entroncamento.
Há apenas uma mnt que poderá, repito, poderá ser efectuada por especialistas do fornecedor, mas no RMan.
Por acaso sabe qual é?

« Última modificação: Abril 23, 2022, 08:50:31 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9413
  • Recebeu: 4640 vez(es)
  • Enviou: 3346 vez(es)
  • +4400/-1004
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1902 em: Abril 23, 2022, 08:51:40 pm »
Não me parece inverosímil de todo. A Santa Bárbara fabricou os Leo espanhóis e actualmente faz parte da GDLS, que é o fabricante das Pandur.

É esta a empresa que faz a manutenção.

Olhe que não, olhe que não. :mrgreen:

Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4821
  • Recebeu: 547 vez(es)
  • Enviou: 426 vez(es)
  • +298/-1765
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1903 em: Abril 23, 2022, 10:34:46 pm »
Não me parece inverosímil de todo. A Santa Bárbara fabricou os Leo espanhóis e actualmente faz parte da GDLS, que é o fabricante das Pandur.

É esta a empresa que faz a manutenção.

Citar
(defensa.com) Decorre a entrega de 22 viaturas blindadas de rodas 8x8 Pandur II ao Exército Português pela General Dynamics European Land Systems (GDELS). As primeiras foram recebidas em Dezembro de 2014 em conformidade com o plano de entregas e as últimas deverão chegar a Portugal no início de Agosto de 2015.

A Brigada de Intervenção (BrigInt) recebe 8 viaturas de combate de infantaria armadas com uma peça automática de 30x173mm em torre protegida SP30; duas viaturas de reparação e recuperação; seis viaturas de comunicações; cinco viaturas anti-carro com o sistema TOW ITAS (Tube-launched, Optically tracked, Wire-guided Improved Target Acquisition System); e uma viatura ambulância. Presentemente estão em fase de receção 4 viaturas de combate de infantaria e uma viatura de reparação e recuperação. Estas são preparadas pela General Dynamics European Land Systems-Santa Bárbara Sistemas na sua fábrica de Sevilha, na Espanha.

As 22 unidades complementam 166 viaturas recebidas até o Ministério da Defesa Nacional (MDN) ter tomado em Outubro de 2012 a decisão de denunciar o contrato por incumprimento dos prazos de entrega pelo fabricante e assim recusar o fornecimento de 85 viaturas. Iniciou-se depois um longo processo de negociações em sede de tribunal arbitral que levou finalmente a um acordo celebrado em 26 de Setembro de 2014.

Das 166 viaturas inicialmente recebidas 105 são de transporte de pessoal com reparo para uma metralhadora pesada de 12.7 mm; 7 de transporte de pessoal com a estação de armamento remotamente controlada Protector M151; 16 de posto de comando; 5 de reparação e recuperação; 7 de evacuação médica; 22 de combate de infantaria; e 4 de vigilância do campo de batalha.

Depois de avaliada a proposta da GDELS que oferecia um preço melhor em relação aos outros dois concorrentes e um melhor proposta de contrapartidas para Portugal, o MDN celebrou com a GDELS em Fevereiro de 2005 um contrato de 344.2 milhões de euros para a aquisição de 240 viaturas para o exército e 20 viaturas anfíbias para o Corpo de Fuzileiros da Marinha Portuguesa, outro de 20.3 milhões de euros para a entrega anual de sobressalentes até 2019 e um terceiro para contrapartidas. O contrato incorporou ainda a opção de aquisição de 33 viaturas armadas com uma peça de 105mm em torre, mas que nunca foram contratadas. Foram testadas em Portugal no Campo Militar de Santa Margarida viaturas Pandur II com as torres HITFACT 105 da OTO Melara e CT-CV 105HP da CMI Defence.

Do contrato original ficam por receber 9 viaturas de engenharia, 31 viaturas porta-morteiro de 120mm, duas viaturas ambulância, 10 viaturas anti-carro AC, e uma viatura de reparação e recuperação, assim como as 20 viaturas anfíbias. Para além de permitir a substituição das antigas viaturas blindadas 4x4 V200 Chaimite, a chegada da Pandur II à BrigInt permitiu aumentar consideravelmente a capacidade proteção e mobilidade da respetiva unidade militar. (Victor M.S. Barreira)

https://www.defensa.com/edio-brasil/decorre-entrega-viaturas-pandur-ii-portugal

Olhe que não, olhe que não. :mrgreen:
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9698
  • Recebeu: 1694 vez(es)
  • Enviou: 2061 vez(es)
  • +319/-278
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #1904 em: Abril 23, 2022, 11:52:40 pm »
Pelo relatório de contrapartidas 2017 (o mais recente que encontro na net).
https://www.portugal.gov.pt/download-ficheiros/ficheiro.aspx?v=%3d%3dBAAAAB%2bLCAAAAAAABAAztTA2AQAi8hYZBAAAAA%3d%3d

Uma das contrapartidas pela compra das Pandur era o exército receber formação, equipamentos e manuais para efectuar manutenção nivel 3 nas Pandur, é o projecto "OGME", para não complicar explico que com a extinção das OGME isto passou para outras unidades do exército, mas o nome do projecto não se alterou.