Plataforma Naval Multifuncional

  • 489 Respostas
  • 42968 Visualizações
*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #405 em: Setembro 09, 2022, 08:25:54 pm »
O "pescador" salienta pelos aspectos falados e as maquetes que andam por todo o lado.

Mas acima de tudo disse:
Nada contra um navio hidrográfico mais versátil e completo que os anteriores, ainda bem que sim, mas não façam disso, como têm feito certas figurinhas de destaque, a salvação da Marinha de Guerra Nacional. Que diga-se, está nas lonas, com a excepção de 2 submarinos.
Também perguntei pelas tais Fragatas que veem substituir as VdG, a não ser que a Bimby o faça. E tudo indica pelos discursos sobre a magnitude complexa do navio, que é isso que querem.
Com os supostos 150 milhões, duas vezes e meia o valor de um NPO desarmado e cego, vão fazer o quê de magnânimo?
Um paquete de turismo " para ir ali a  baixo".
Afinal onde é que a Bimby colmata as necessidades urgentes, dado o obvio obsoletismo dos existentes, dos meios militares como Fragatas e navios logísticos, como nem que sejam os Crossover, que além de bastante capacidade de apoio logístico têm presença militar?
Nem hoje nem daqui a 20 anos essa Bimby em qualquer alteração mluzinho que lhe façam não vai dar para muito mais, como navio de construção civil que é pelos 150 milhões.
É apenas um desvio de assunto sobre as reais necessidades.
Façam lá o hidrográfico alargado, mas deixem-se de treta que é sabido que esqueceram as Fragatas, até um dia daqui a muitos anos substituírem o que será os chaços chunning das BD.

Mas não importa dada a vertente cada vez mais obvia do turismo e de garantir lugares de almirantes e afins com fartura, como se tivéssemos uma Marinha relevante.

Uma piada é o que é
« Última modificação: Setembro 10, 2022, 09:10:13 am por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Rogério

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2537
  • Recebeu: 179 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +28/-38
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #406 em: Setembro 10, 2022, 09:35:54 am »
Mais imagens com Black Hawks a borbo do futuro navio Ciêntifico Hidrográfico, embora esta já não pareça uma imagem de fonte oficial.
No entanto não deixa de dar uma excelente perspectiva da capacidade que o Navio terá de embarcar Helicópteros da Força Aérea a em caso de necessidade.
Nas palavras da Marinha: "Cumulativamente, este navio servirá para o eventual transporte e evacuação de cidadãos, em caso de necessidade."



A imagem anterior parece mais fidedigna:
« Última modificação: Setembro 10, 2022, 09:37:24 am por ACADO »
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #407 em: Setembro 10, 2022, 11:22:47 am »
Mais imagens com Black Hawks a borbo do futuro navio Ciêntifico Hidrográfico, embora esta já não pareça uma imagem de fonte oficial.
No entanto não deixa de dar uma excelente perspectiva da capacidade que o Navio terá de embarcar Helicópteros da Força Aérea a em caso de necessidade.
Nas palavras da Marinha: "Cumulativamente, este navio servirá para o eventual transporte e evacuação de cidadãos, em caso de necessidade."



A imagem anterior parece mais fidedigna:



Paginas para trás não faltam fotos dessas e outra foto da Marinha do "mesmo projecto" numa versão bem mais curta, com capacidade para um helicóptero e os tais drones que também se vê nesta maquete
Um hidrográfico, que querem vender com sendo algum faz tudo numa capacidade ilusória e esquecer o resto.

Dá jeito, porque grande parte o que quer é vida civil. É muito evidente no turismo de cargas em NPO desarmados, que nem se ralam com isso.
 
Aqui no link o projecto mais curto da Marinha:
https://i.postimg.cc/TYLkGRcQ/FTxd-CTJXs-AAkpoz.jpg

Essa de :""Cumulativamente, este navio servirá para o eventual transporte e evacuação de cidadãos, em caso de necessidade." Falamos decerto de Açores e Madeira, o que é muito bom. Porque lá a baixo é para rir, dada a Marinhazinha existente. E aliás eles têm de deixar, senão ninguém mexe uma palha para não melindrar e depois o Pateta tinha de pedir desculpa.

O Crossover fazia isso e muito mais, e também leva dois helicópteros e drones. Mas tem misseis e outras armas, o que é uma chatisse. Complica tudo.
« Última modificação: Setembro 10, 2022, 11:52:30 am por Pescador »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 6603
  • Recebeu: 2794 vez(es)
  • Enviou: 585 vez(es)
  • +1502/-545
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #408 em: Setembro 10, 2022, 05:06:33 pm »
Este navio não substituirá fragatas. Pelo menos não "amanhã". Se as substituir e pq houve um salto gigantesco na tecnologia de drones. No máximo podia substituir o NavPol. Quanto a armamento, depende muito do que se espera do navio. Nunca será uma Type26. Mas o JdW e o Wave Ruler têm o dobro do tamanho e o armamento são 2 CIWS e umas browning. Tbm não são rápidos, nem stealth de maneira nenhuma. E a quantidade de gente interessada nesses navios é grande.

Quanto ao resto concordo com quase tudo.

Então mas afinal pode ou não substituir fragatas? É que quando na Marinha e não só, falam deste navio, como o futuro da guerra, ou o protótipo para os futuros navios de guerra da Marinha, certamente é porque se quer ter isto em vez de fragatas.

O LPD e AOR são lentos, mas ainda assim conseguem ser mais rápidos que o PNM. A sua velocidade é quase secundária, por serem navios auxiliares/logísticos, apenas usados quando lhes for permitido e na retaguarda. Já o seu armamento, limita-se à capacidade de auto-defesa, já que com mais armamento, tornam-se alvos prioritários. Um PNM cheio de drones do futuro possivelmente com capacidades bélicas consideráveis, torna-se um alvo prioritário (equivale hoje a encheres um porta contentores com Tomahawks) e assim sendo, sendo um projecto civil, super-lento e sem escoltas, não se adequa de todo à função.

A ideia de ter um navio-mãe para drones, tem a sua lógica, mas nunca na perspectiva de se tornar o único navio de guerra de uma marinha. E neste caso, o receio é achar-se que fica tudo resolvido com uns porta-drones, deixando de se ter fragatas de todo.

Citar
Este navio não substituirá fragatas. Pelo menos não "amanhã". Se as substituir e pq houve um salto gigantesco na tecnologia de drones.

Estamos em Portugal. Uma decisão dessas não seria uma decisão estratégica, com base na evolução das tecnologias. Seria uma decisão política, com vista a poupar dinheiro reduzindo (ainda mais) a Marinha aos mínimos.
Nada diferente da decisão de se passar de 5 para 2 fragatas (entretanto na LPM emendado para 2 fragatas de "alta intensidade" e as VdG como "fragatas de patrulha") que estava previsto. Neste caso, não passariam a ser 2 porque a sua tecnologia é qualquer coisa de extraordinária, seria sim porque não se quer gastar muito dinheiro com isso.

O caso do porta-drones, seja o PNM, seja um futuro navio construído com base no primeiro, vai ser assim: pode haver toda a tecnologia de drones imaginável por esse mundo fora, mas vamos continuar a ter os mínimos, quiçá os já conhecidos drones civis, e vai-se fingir que estamos a par dos outros.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #409 em: Setembro 10, 2022, 05:57:55 pm »
Este navio não substituirá fragatas. Pelo menos não "amanhã". Se as substituir e pq houve um salto gigantesco na tecnologia de drones. No máximo podia substituir o NavPol. Quanto a armamento, depende muito do que se espera do navio. Nunca será uma Type26. Mas o JdW e o Wave Ruler têm o dobro do tamanho e o armamento são 2 CIWS e umas browning. Tbm não são rápidos, nem stealth de maneira nenhuma. E a quantidade de gente interessada nesses navios é grande.

Quanto ao resto concordo com quase tudo.

Então mas afinal pode ou não substituir fragatas? É que quando na Marinha e não só, falam deste navio, como o futuro da guerra, ou o protótipo para os futuros navios de guerra da Marinha, certamente é porque se quer ter isto em vez de fragatas.

O LPD e AOR são lentos, mas ainda assim conseguem ser mais rápidos que o PNM. A sua velocidade é quase secundária, por serem navios auxiliares/logísticos, apenas usados quando lhes for permitido e na retaguarda. Já o seu armamento, limita-se à capacidade de auto-defesa, já que com mais armamento, tornam-se alvos prioritários. Um PNM cheio de drones do futuro possivelmente com capacidades bélicas consideráveis, torna-se um alvo prioritário (equivale hoje a encheres um porta contentores com Tomahawks) e assim sendo, sendo um projecto civil, super-lento e sem escoltas, não se adequa de todo à função.

A ideia de ter um navio-mãe para drones, tem a sua lógica, mas nunca na perspectiva de se tornar o único navio de guerra de uma marinha. E neste caso, o receio é achar-se que fica tudo resolvido com uns porta-drones, deixando de se ter fragatas de todo.

Citar
Este navio não substituirá fragatas. Pelo menos não "amanhã". Se as substituir e pq houve um salto gigantesco na tecnologia de drones.

Estamos em Portugal. Uma decisão dessas não seria uma decisão estratégica, com base na evolução das tecnologias. Seria uma decisão política, com vista a poupar dinheiro reduzindo (ainda mais) a Marinha aos mínimos.
Nada diferente da decisão de se passar de 5 para 2 fragatas (entretanto na LPM emendado para 2 fragatas de "alta intensidade" e as VdG como "fragatas de patrulha") que estava previsto. Neste caso, não passariam a ser 2 porque a sua tecnologia é qualquer coisa de extraordinária, seria sim porque não se quer gastar muito dinheiro com isso.

O caso do porta-drones, seja o PNM, seja um futuro navio construído com base no primeiro, vai ser assim: pode haver toda a tecnologia de drones imaginável por esse mundo fora, mas vamos continuar a ter os mínimos, quiçá os já conhecidos drones civis, e vai-se fingir que estamos a par dos outros.

Isto é tudo uma banha da cobra ao estilo de um PM que faz em tudo o mais e, para isso se rodeia de matraquilhos que ele manipula a chutarem ao seu belo prazer, sejam ministros ou chefias militares.
Os bonecos matraquilhos estão bem com as vidinhas deles e por isso alinham.

Andam aqui a "lavar" o navio, que está sempre a mudar e afinal é uma coisa e depois não é, mas será a única coisa que a Marinhazita vai ganhar com esta gentinha.

Já agora:
 https://www.msn.com/pt-pt/noticias/ultimas/portugal-inicia-em-novembro-forma%C3%A7%C3%A3o-de-militares-da-cplp/ar-AA11ECam?ocid=msedgntp&cvid=c2fa74574b074145da010dedf1979a94

Isto é que é o típico do que têm feito de umas mãos lavarem outras, na bilateralidade muito especifica que governa alguns.
Também os expedicionários da treta a alimentar os esquemas deles e dos outros com o dinheiro do contribuinte, enquanto por cá tudo falta em todos os sectores, sejam civis ou militares.
O Pateta mór dá o aval, porque é um inconsequente e também vive disso.

Enquanto isso fazem figurinhas saloias onde vão com os navios obsoletos ou patéticos de meios, como é os NPO cegos e desarmados a carregar para os palop ou as VdG na Nato.

Já agora os beneficiados dos palop são aqueles que os seus governos tem das elites para enviar, por isso tiram um curso de oficial cá, seja das FA ou das FS e chegam lá são os comandantes daquilo tudo. Sabem alguns  com que "saber", mas também "em terra de cegos quem tem olho..... "
Como todos os outros beneficiados principais de outras ajudas de natureza diversa, educação superior por cá e saúde em Hospitais lá onde só entram alguns ou, os que vêm cá fazer tratamentos médicos por protocolos dos governos, são sempre aqueles que estão de alguma forma relacionados com os regimes, seja politicamente ou familiarmente.

Um grande caldeirão onde alguns se têm orientado à conta dos impostos de todos, que são assim gastos.

E há bonecos cá que sabem bem isso, pois também andam ou tem andado por lá e, ou andam cegos ou fingem que não veem. 
Os bonecos que deviam dar murros na mesa, pelo estado de coisas nas FA, pois tem obrigações e deveres inerentes ao cargo e ao estatuto militar. Um dia "juraram qualquer coisa", mas deixam afundar.
« Última modificação: Setembro 10, 2022, 07:06:06 pm por Pescador »
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #410 em: Setembro 11, 2022, 05:46:33 pm »
A nova 1ª ministra de Inglaterra afirmou que quer usar 3% do PID na defesa, e nós por cá fantasiamos com Bimby a gosto de saloios e choninhas turistas.
Já o Alemão disse que a Europa nunca se devia ter colocado numa situação de dependia energética do gás Russo.

Cá, os Patetas, são inconsequentes nas ações, limitam-se a discursos de intenções e agradar a pro russos a sul.
Nem aos 2% lá chegaremos, apesar das imensas necessidades de colocar a casa em ordem. Mais facilmente se continua a esbanjar a sul com estrangeiros que nada se identificam a nós, senão para usar e de quando em vez enxovalhar, como até o fazia institucionalmente o fazia o Eduardo dos Santos e outros capangas.

A nossa utilidade para a Europa é residual, ficando por missões simbólicas. Em África pela ONU é que dão gito e sempre fica aquele sabor expedicionário, tal acontece nas tretas bilaterais com os palop, onde se presta vassalagem

Este é um País de cromos fora de série. Um País que parece aqueles divórcios onde um fica a sustentar tanto que não se consegue endireitar. E os impostos pagos servem para sustentar tantos  dentro e fora
« Última modificação: Setembro 11, 2022, 06:11:11 pm por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, Stalker79, Subsea7

*

Vicente de Lisboa

  • Especialista
  • ****
  • 912
  • Recebeu: 100 vez(es)
  • Enviou: 52 vez(es)
  • +33/-10
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #411 em: Setembro 12, 2022, 02:15:19 pm »
Eu acho que os problemas da Marinha não têm causa nas relações diplomáticas, militares, e comerciais com os PALOP, nem por fim a estas ajudava muito com os ditos problemas.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #412 em: Setembro 12, 2022, 02:41:42 pm »
Eu acho que os problemas da Marinha não têm causa nas relações diplomáticas, militares, e comerciais com os PALOP, nem por fim a estas ajudava muito com os ditos problemas.

Os problemas da Marinha, são os mesmos que os problemas nacionais. falta de verbas e de liderança.

As verbas, como são desviadas e usadas onde menos importa ou com outros e as lideranças são mais afectas a esquemas que ao valor nacional.
Por isso tudo tem a ver.

Aos palop vão navios ridículos desarmados e cegos por falta de meia dúzia de milhões do equipamento previsto, caso dos NPO 2ª série, mas gastam bem mais lá e cá com eles.
Os lideres, políticos e alguns militares, estão no mesmo caldeirão de esquemas que há muito vem sido feitos por lá.

Por isso sim, tem e terá sempre a haver enquanto a vassalagem e interesses pessoais politico empresarias com outros por acréscimo se sobrepuserem aos interesses nacionais.

Também podemos até falar de caixas e caixotes e do seu conteúdo, ou de "regalias" pessoais que auferem nomeadamente os diplomatas por todos estes esquemas, seja menores ou maiores os menores como uns belos casarões ao "preço da uva mijona" feitos por empresas nacionais de construção que recebem avultadas compensações pagas pelo Estado Português (o contribuinte) das falhas de pagamento dos seus trabalhos por lá. E isso em Angola era recorrente.

Já não falando das recorrentes ajudas de dezenas de milhões em ofertas, até em matérias que em Portugal fazem falta, como na Saúde.
Tudo isso, mais os Vistos às carradas para todos aqueles que estão na linha de cima, sob o olhar e conivência moral e ética de todos aqueles que por lá tem passado e sabem. Mas afinal todos comem a sua migalha, deste imenso mamar, onde as fatias divergem em tamanho.
Por isso sim, tem a haver.

Muita treta se reveste todas estas bilateralidades e turismo. Pior ainda quando há lugar a subserviência e gastos do erário público para sustentar isso.
Gastos melhor empregues na valorização do patrimônio nacional, seja militar ou civil, das necessidades dos portugueses em geral e não de alguns que se orientam.

Os políticos são e tem sido os grandes responsáveis, mas não olhar para as Instituições nomeadamente a Militar e, não ver o que tem servido e quem, também é cegueira.
A vaidade e bilateralidade protocolar da treta lá nos manos a sul faz esquecer o essencial onde Portugal está inserido e o suas necessidades.
Somos o terceiro mundo da Europa armado em ricos noutros lados


 
« Última modificação: Setembro 12, 2022, 05:01:06 pm por Pescador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

MATRA

  • Especialista
  • ****
  • 1000
  • Recebeu: 793 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +77/-18
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #413 em: Setembro 14, 2022, 04:45:57 pm »
Copiões!!

Citar
Chinese navy has placed an order for a 15000 tons, UACV carrier test platform. The ship is planned to be 200m long

...mais 100m que o nosso.

“Hard times create strong men. Strong men create good times. Good times create weak men. And, weak men create hard times.”
G. Michael Hopf, Those Who Remain
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #414 em: Setembro 14, 2022, 04:48:28 pm »
Copiões!!

Citar
Chinese navy has placed an order for a 15000 tons, UACV carrier test platform. The ship is planned to be 200m long

...mais 100m que o nosso.


Porque com menos fazem mais. E o que tem muito é também a tal de Vontade
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 5025
  • Recebeu: 3567 vez(es)
  • Enviou: 6871 vez(es)
  • +5141/-192
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #415 em: Setembro 14, 2022, 11:32:35 pm »
Pronto, era inevitável! Já começaram a copiar a ideia do Picas.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, Lightning, Stalker79, Subsea7

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14855
  • Recebeu: 3801 vez(es)
  • Enviou: 4185 vez(es)
  • +3116/-6729
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #416 em: Setembro 15, 2022, 07:24:02 am »
Mais vale esperar e compramos um na loja do chinês daqui a uns meses
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Stalker79, Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 2045
  • Recebeu: 1517 vez(es)
  • Enviou: 1039 vez(es)
  • +2302/-1713
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #417 em: Setembro 15, 2022, 11:12:12 am »
Mais vale esperar e compramos um na loja do chinês daqui a uns meses

Se ao menos fosse brasileiro era já uma comissão multidisciplinar a abancar no Brasil uns 6 ou 12 meses em grande esforço, para estudo da coisa
 

*

Vicente de Lisboa

  • Especialista
  • ****
  • 912
  • Recebeu: 100 vez(es)
  • Enviou: 52 vez(es)
  • +33/-10
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #418 em: Setembro 15, 2022, 01:19:33 pm »
Copiões!!

Citar
Chinese navy has placed an order for a 15000 tons, UACV carrier test platform. The ship is planned to be 200m long

...mais 100m que o nosso.


Mas certamente não é também hidrográfico-hospital-transporte-reabastecimento-invisível.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 14855
  • Recebeu: 3801 vez(es)
  • Enviou: 4185 vez(es)
  • +3116/-6729
Re: Plataforma Naval Multifuncional
« Responder #419 em: Setembro 15, 2022, 01:31:57 pm »
Mais vale esperar e compramos um na loja do chinês daqui a uns meses

Se ao menos fosse brasileiro era já uma comissão multidisciplinar a abancar no Brasil uns 6 ou 12 meses em grande esforço, para estudo da coisa

Se a Embraer fizer uma joint venture
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas