A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !

  • 5264 Respostas
  • 631944 Visualizações
*

Vicente de Lisboa

  • Especialista
  • ****
  • 1015
  • Recebeu: 176 vez(es)
  • Enviou: 80 vez(es)
  • +51/-18
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3285 em: Dezembro 28, 2022, 02:17:06 pm »
Malta eu não quero estragar o ambiente e tal mas acho que não havia 750.000 portugueses em São Tomé. Aliás suspeito que em toda a história desse arquipélago não passaram por lá 750.000 portugueses.
 

*

Drecas

  • Investigador
  • *****
  • 1587
  • Recebeu: 510 vez(es)
  • Enviou: 179 vez(es)
  • +316/-191
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3286 em: Dezembro 28, 2022, 02:22:51 pm »
Malta eu não quero estragar o ambiente e tal mas acho que não havia 750.000 portugueses em São Tomé. Aliás suspeito que em toda a história desse arquipélago não passaram por lá 750.000 portugueses.
São Tomé nem metade disso tem como população
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4245
  • Recebeu: 2754 vez(es)
  • Enviou: 2323 vez(es)
  • +5720/-2850
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3287 em: Dezembro 28, 2022, 02:49:44 pm »
Mas que c temos a ver com o que eles precisam e, que temos de dar?
Cá nem MLU fazem de jeito, nem o fazem em muitos casos.  Nem equipar NPO de jeito ou como estava previsto.
Nada.
Mas anda-se a discutir o que precisam outros.
E a seguir é  quem?
Cabo Verde?
E Angola também não quer um NPO.
Os contribuintes deviam saber destas ideias, para se preoararem para inchar mais e ter menos
 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 925 vez(es)
  • Enviou: 3178 vez(es)
  • +621/-75
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3288 em: Dezembro 28, 2022, 02:51:53 pm »
Eu continuo com a mesma opinião, por pouco popular que seja - não é por auxiliar STeP (e Cabo Verde) sempre que possível que não investimos na nossa defesa... considero uma excelente forma de termos "influencia geoestratégica" ("soft power"), que conta muito na UE, NATO, etc - porque está visto que ter "hard power" nunca vai acontecer, com a nossa vontade.   
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Duarte, asalves, Viajante

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5686
  • Recebeu: 5703 vez(es)
  • Enviou: 3812 vez(es)
  • +10075/-2654
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3289 em: Dezembro 28, 2022, 02:54:28 pm »
Fala-se em 2 hipóteses, 1 NPO da 1ª série a ser "vendido", ou Portugal pagar metade do valor a Damen por exemplo, para um patrulha mais simples...
O circo contínua....
CPS

Ainda por cima seria um dos "armados"? Muito bom.  :mrgreen:

Somos um país de bonecos fixolas, realmente...
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Pescador

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4331
  • Recebeu: 2454 vez(es)
  • Enviou: 1423 vez(es)
  • +7422/-4483
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3290 em: Dezembro 28, 2022, 03:57:55 pm »
Malta eu não quero estragar o ambiente e tal mas acho que não havia 750.000 portugueses em São Tomé. Aliás suspeito que em toda a história desse arquipélago não passaram por lá 750.000 portugueses.

Referi os portugueses que tiveram de abandonar os antigos territórios e regressarem a Portugal (muitos deles nunca tinham estado em Portugal), de todos os territórios, incluindo São Tomé e Príncipe! Só de Angola e Moçambique foram mais de 500 000 pessoas!!!!!

No entanto continuamos sempre no papel do humilhado que aguenta insultos vindos de Luanda (principalmente), quando estamos constantemente a pagar dívidas desses países, que são independentes à quase 5 décadas!!!!!

Os únicos territórios que ainda agradecem alguma coisa, por acaso são os São Tomenses e caboverdeanos.......

Uma analogia, nós somos o pai e a mãe e temos os filhos (Cabo Verde, Santo Tomé e Príncipe, Guiné Bissau, Angola e Moçambique) de quase 50 anos a viver em nossa casa e sem contribuírem para as despesas da casa!!!!!!! E muitas das vezes ainda somos achincalhados!!!!!
« Última modificação: Dezembro 28, 2022, 04:00:07 pm por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 4331
  • Recebeu: 2454 vez(es)
  • Enviou: 1423 vez(es)
  • +7422/-4483
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3291 em: Dezembro 28, 2022, 04:04:18 pm »
Eu continuo com a mesma opinião, por pouco popular que seja - não é por auxiliar STeP (e Cabo Verde) sempre que possível que não investimos na nossa defesa... considero uma excelente forma de termos "influencia geoestratégica" ("soft power"), que conta muito na UE, NATO, etc - porque está visto que ter "hard power" nunca vai acontecer, com a nossa vontade.   

Sem dúvida e são também os territórios com uma ligação muito mais forte a Portugal e reconhecida, pagamos as contas, formamos os jovens desses territórios (grande parte da população desses países passa pelas nossas Escolas e Universidades. No fundo somos nós que formamos as elites desses países).

As maiores críticas que se lêem por aqui é como é tão fácil pagarmos contas desses países e fazemos tudo para não investirmos na Defesa! São orientações totalmente antagónicas, não percebo!!!!
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4245
  • Recebeu: 2754 vez(es)
  • Enviou: 2323 vez(es)
  • +5720/-2850
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3292 em: Dezembro 28, 2022, 04:08:38 pm »
Eu continuo com a mesma opinião, por pouco popular que seja - não é por auxiliar STeP (e Cabo Verde) sempre que possível que não investimos na nossa defesa... considero uma excelente forma de termos "influencia geoestratégica" ("soft power"), que conta muito na UE, NATO, etc - porque está visto que ter "hard power" nunca vai acontecer, com a nossa vontade.   

Influência?
Temos é  muita vassalagem a tudo em relação a eles.
Mas ninguém vê o que se passa neste País?

O PR pede desculpa a um País estrangeiro por a polícia prender um cadastrado que tinha acabado de agredir duas mulheres de São Tomé  e um polícia dentro do Bairro da Jamaica,  porque o consul de Angola foi pedir satisfações a Esquadra de polícia.
Outra, quando mataram um rapaz cabo verdiano lá no norte, numa cena de brigas a saida de discoteca , veio uma comissão de Cabo Verde tirar satisfações.
No caso antigo da discoteca Luanda o falecido Eduardo dis Santos aproveitou para dizer que estava preocupado com a segurança dos angolanos em Portugal. Mas afinal aquilo foi guerra de grupos deles de discotecas.
Matam-se a tiro e facada em gangues e ainda levanos com este tipo de merd@s.
Estamos onde c...?
Que País é este?
O contribuinte incha a pagar tudo para uns adidos e políticos andarem a mamar,  isso sim.
E por cá tudo um.atraso de vida.
As FA da tropa fandaga e muita brilhantina e a sociedade civil cheia de problemas por resolver,porque não é só na defesa qye temos problemas.  A saúde,  a educação, e muitas infraestruturas que ficam por fazer, mas esbanjamos.
Quantos milhares de bolsas sustentamos por ano a esses palop. Bolsas em academias militares, de polícia e faculdades?
Quantos tratamentos médicos gratuitos tem sido feitos a quem vem cáfazer a borla?
Quantos equipamentos que nos fazem falta cá temos oferecido para depois serem usados apenas por alguns lá.
Quantos milhões tem sido dados para coisas que não se sabe bem o quê,  porque não são visíveis?
Quem paga isso tudo? A malta subcarregada de impostos e que é mal servida no próprio país.
E a vassalagem que se vê mete nojo.
Então a Angola é por demais.
Sim formamos os comandantes de polícia e militares de lá.  Malta do sistema que vem cá a conta do contribuinte tirar cursos para serem os maiores lá do sitio.  Mas e como tiram os cursos a grande maioria deles? Nem vou comentar.  É de um ridículo extraordinário

« Última modificação: Dezembro 28, 2022, 04:18:40 pm por Pescador »
 

*

Subsea7

  • Investigador
  • *****
  • 1834
  • Recebeu: 1748 vez(es)
  • Enviou: 2588 vez(es)
  • +5509/-2931
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3293 em: Dezembro 28, 2022, 04:12:33 pm »
Eu continuo com a mesma opinião, por pouco popular que seja - não é por auxiliar STeP (e Cabo Verde) sempre que possível que não investimos na nossa defesa... considero uma excelente forma de termos "influencia geoestratégica" ("soft power"), que conta muito na UE, NATO, etc - porque está visto que ter "hard power" nunca vai acontecer, com a nossa vontade.   

Influência?
Temos é  muita vassalagem a tudo em relação a eles.
Mas ninguém vê o que se passa neste País?

O PR pede desculpa a um País estrangeiro por a polícia prender um cadastrado que tinha acabado de agredir duas mulheres de São Tomé  e um polícia dentro do Bairro da Jamaica,  porque o consul de Angola foi pedir satisfações a Esquadra de polícia.
Outra, quando mataram um rapaz cabo verdiano lá no norte, numa cena de brigas a saida de discoteca , veio uma comissão de Cabo Verde tirar satisfações.
No caso antigo da discoteca Luanda o falecido Eduardo dis Santos aproveitou para dizer que estava preocupado com a segurança dos angolanos em Portugal. Mas afinal aquilo foi guerra de grupos deles de discotecas.
Matam-se a tiro e facada em gangues e ainda levanos com este tipo de merd@s.
Estamos onde c...?
Que País é este?
O contribuinte incha a pagar tudo para uns adidos e políticos andarem a mamar,  isso sim.
E por cá tudo um.atraso de vida.
As FA da tropa fandaga e muita brilhantina e a sociedade civil cheia de problemas por resolver

Não sei se se lembram, houve inúmeras manifs contra o racismo, por ter morrido um Cabo Verdiano, em Bragança.
No entanto veio-se a provar em tribunal, que foi uma rixa não motivada por qualquer questão racial, mas sim "copos a mais"...
Cps,
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Observador

  • Membro
  • *
  • 112
  • Recebeu: 30 vez(es)
  • +14/-6
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3294 em: Dezembro 28, 2022, 04:19:11 pm »
A maneira bucólica,  doce e quiduxa , como aquele chefe das tropas todas que veste de branco cheio de pintarolas no casaco, fala ao dizer que o governo tem de ter um olhar sério para as FA. Se fosse gaja gira até daria tusa de tanta meiguice.
Estes bonecos com a posição e a responsabilidade que têm, com o sentido militar que deviam ter,  não têm tomates para serem firmes, para denunciar preto no branco o estado de coisas. Para dizerem ao tal comandante supremo das FA e selfis, e na Assembleia, que assim não serve.  Que se mete as FA a jeito de alguma coisa correr mal e a vergonha que se passa perante os aliados, que investem, nomeadamente os aliados mais recentes.



https://onaviodesarmado.blogspot.com/2022/12/condecoracoes.html
« Última modificação: Dezembro 28, 2022, 04:19:43 pm por Observador »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4245
  • Recebeu: 2754 vez(es)
  • Enviou: 2323 vez(es)
  • +5720/-2850
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3295 em: Dezembro 28, 2022, 04:25:17 pm »
Eu continuo com a mesma opinião, por pouco popular que seja - não é por auxiliar STeP (e Cabo Verde) sempre que possível que não investimos na nossa defesa... considero uma excelente forma de termos "influencia geoestratégica" ("soft power"), que conta muito na UE, NATO, etc - porque está visto que ter "hard power" nunca vai acontecer, com a nossa vontade.   

Influência?
Temos é  muita vassalagem a tudo em relação a eles.
Mas ninguém vê o que se passa neste País?

O PR pede desculpa a um País estrangeiro por a polícia prender um cadastrado que tinha acabado de agredir duas mulheres de São Tomé  e um polícia dentro do Bairro da Jamaica,  porque o consul de Angola foi pedir satisfações a Esquadra de polícia.
Outra, quando mataram um rapaz cabo verdiano lá no norte, numa cena de brigas a saida de discoteca , veio uma comissão de Cabo Verde tirar satisfações.
No caso antigo da discoteca Luanda o falecido Eduardo dis Santos aproveitou para dizer que estava preocupado com a segurança dos angolanos em Portugal. Mas afinal aquilo foi guerra de grupos deles de discotecas.
Matam-se a tiro e facada em gangues e ainda levanos com este tipo de merd@s.
Estamos onde c...?
Que País é este?
O contribuinte incha a pagar tudo para uns adidos e políticos andarem a mamar,  isso sim.
E por cá tudo um.atraso de vida.
As FA da tropa fandaga e muita brilhantina e a sociedade civil cheia de problemas por resolver

Não sei se se lembram, houve inúmeras manifs contra o racismo, por ter morrido um Cabo Verdiano, em Bragança.
No entanto veio-se a provar em tribunal, que foi uma rixa não motivada por qualquer questão racial, mas sim "copos a mais"...
Cps,
Manifestações e pressões políticas.
Isso vem sendo comum. Vergonhoso que tenhamos vassalos como o PR e os governantes que nos sujeitam a isto.
Vieram logo os discursos do colonialismo e racismo a achincalhar e estigmatizar uma Nação.
Eu vi foi muito racismo entre eles lá,  até o Jonas o afirmou quando disse num discurso que o MPLA era racista. E são mesmo. Não faltam exemplos em África.
Andam cá a lavar as acções de gangues e depois lixam os policias.
E temos cobardes que aceitam tudo.
Em prol do quê?
Empresas de amigos. Colocações,  e esquemas.
Isso sim
Houvessem sim relações económicas como com quaisquer outro País, não esta submissão para agrado de alguns.
E as FA fazer figurinhas na Nato e de saloios ricos nos palop.
Boa
« Última modificação: Dezembro 28, 2022, 04:29:47 pm por Pescador »
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4245
  • Recebeu: 2754 vez(es)
  • Enviou: 2323 vez(es)
  • +5720/-2850
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3296 em: Dezembro 28, 2022, 04:41:26 pm »
No inverno do maior surto de covid em Portugal,  com gente a morrer a barda e hospitais sobrelotados, tinha o governo de Angola e outros palop fechado as fronteiras aos seus cidadãos qye trabalhavam no estrangeiro e cá o governo vassalo achou bem aceitar esses cidadãos apesar de naao aeitar outros do resto do mundo. Era solidariedade disseram.
Foi um verão cheio de cidadãos dos palop vindos de França, Inglaterra  e demais países da Europa a oassar ferias cá.  Meses depois foi o caos.
Somos é uns tristes vassalos sempre a kevar com chacota e enxovalho dessa malta
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4245
  • Recebeu: 2754 vez(es)
  • Enviou: 2323 vez(es)
  • +5720/-2850
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3297 em: Dezembro 28, 2022, 04:41:49 pm »
No inverno do maior surto de covid em Portugal,  com gente a morrer a barda e hospitais sobrelotados, tinha o governo de Angola e outros palop fechado as fronteiras aos seus cidadãos qye trabalhavam no estrangeiro e cá o governo vassalo achou bem aceitar esses cidadãos apesar de naao aeitar outros do resto do mundo. Era solidariedade disseram.
Foi um verão cheio de cidadãos dos palop vindos de França, Inglaterra  e demais países da Europa a oassar ferias cá.  Meses depois foi o caos.
Somos é uns tristes vassalos sempre a levar com chacota e enxovalho dessa malta.
Tudo para alguns terem relações previligiadas.
O sor general quer emprego para o filho engenheiro,  então o general lá arranja.
Isto é o minimo
« Última modificação: Dezembro 28, 2022, 04:51:39 pm por Pescador »
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4245
  • Recebeu: 2754 vez(es)
  • Enviou: 2323 vez(es)
  • +5720/-2850
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3298 em: Dezembro 28, 2022, 04:53:18 pm »
No inverno do maior surto de covid em Portugal,  com gente a morrer a barda e hospitais sobrelotados, tinha o governo de Angola e outros palop fechado as fronteiras aos seus próprios cidadãos que trabalhavam no estrangeiro e, cá o governo vassalo achou bem aceitar esses cidadãos apesar de não aceitar outros do resto do mundo. Era solidariedade com os irmãos disseram. ( irmãos???)
Foi um verão cheio de cidadãos dos palop vindos de França, Inglaterra  e demais países da Europa a passar ferias cá.  Meses depois foi o caos.
Somos é uns tristes vassalos sempre a levar com chacota e enxovalho dessa malta para oportunismo.
Tudo para alguns terem relações previligiadas.
O sor general quer emprego para o filho engenheiro,  então o general lá arranja.
Isto é o minimo
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 18566
  • Recebeu: 5658 vez(es)
  • Enviou: 6134 vez(es)
  • +7240/-9638
Re: A Marinha Portuguesa e o Zero Naval !
« Responder #3299 em: Dezembro 28, 2022, 07:23:31 pm »
4 anos desarmado, parabéns!



Orgulho do crl
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, Pescador