Fragatas da Armada Portuguesa

  • 84 Respostas
  • 29627 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1202
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #75 em: Dezembro 11, 2018, 06:17:34 pm »
Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?

O exemplo que fui buscar exemplifica bem o problema que a NATO possui até hoje: Falta de padronização, já que um conjunto de nações usam os 127mm, 114mm, 100mm, 76mm e inclusive os LCS a peça de 57 mm. Já agora os EUA estão a desenvolver o calibre 155mm para os  Zumwalt,  enquanto que os Bifes nas Type 26 querem meter por lá uma peça de 57 mm. Quanto ao resto se nunca "alimentei" não é agora que vou "alimentar"... :mrgreen: :-P

Saudações e Cumprimentos

O projeto das Zumwalt foi cancelado!

A construção de novos navios, mas há vários a navegar neste momento.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

MATRA

  • Analista
  • ***
  • 619
  • Recebeu: 282 vez(es)
  • Enviou: 695 vez(es)
  • +54/-14
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #76 em: Dezembro 11, 2018, 06:24:31 pm »
O 1002 USS Lyndon B. Johnson, está a prestes a deixar a doca seca.

“Hard times create strong men. Strong men create good times. Good times create weak men. And, weak men create hard times.”
G. Michael Hopf, Those Who Remain
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4378
  • Recebeu: 2748 vez(es)
  • Enviou: 4879 vez(es)
  • +4038/-147
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #77 em: Dezembro 11, 2018, 08:45:28 pm »
O 57 mm, além dos LCS, também é utilizado pela USCG e pela RCN, o que já constitui um número significativo de navios. Mas como dizia o outro: deixa-os pousar. Para alguns, este espaço serve mais para destilar fel do que outra coisa.
« Última modificação: Dezembro 11, 2018, 08:47:20 pm por NVF »
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, FoxTroop

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1617
  • Recebeu: 446 vez(es)
  • Enviou: 317 vez(es)
  • +215/-2111
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #78 em: Dezembro 11, 2018, 09:32:36 pm »
Agora perdeste uma boa oportunidade para estares calado.

 Os britânicos abandonaram o calibre 114mm, a Type 45 foi a última classe a adoptá-lo.
 A Type 26 já está especificada com o 127mm e a Type 31e em principio virá já com o 76mm, embora essa hipótese não esteja totalmente fechada, porque está ainda a ser equacionado o 127mm.

 Agora o exemplo que foste buscar nada tem a ver com a "discussão".
 Mas o que é que pretendes comprovar? Que os tipos da Marinha foram inteligentes e fizeram bem em não transitar definitivamente para o padrão NATO e continuar a insistir num calibre condenado a desaparecer?

Maszexmesmobeurre!!!! Uma classe comissionada ainda ontem com um horizonte de utilização de décadas e dizes……. Hóstia percebe-se bem. Já aqui foi explicado e fundamentado o porque da adopção de uma peça 100mm francesa. Lagares de azeite isso sim. Em futuras aquisições de raiz, sim fará todo o sentido, à época a adopção de um 3º calibre para as peças principais da MdG fazia tanto sentido como uma guitarra num enterro e sim, foi a escolha mais logica e sensata.

 Não! Não foi explicado. Foi argumentado e mal argumentado, o que é diferente. Não sejas otário. Não fui eu que fui buscar o assunto da Type 45 como exemplo.  Vai atrás e relê aquilo que disse. Já vi que aqui um diz uma asneira e vêm uns quantos em auxilio dele para o desatascar.
Ouve lá! Queres explicar-me alguma coisa a mim sobre navios? Então explica lá!

É que eu fui ler alguns comentários teus aqui e não se vê nenhum pensamento teu com substância sobre o tema.
Vieste aqui não foi para acrescentar nada de valor à discussão, mas só para auxiliares um colega que veio armar-se em engraçado com emojis com um argumento ridículo.

Foi explicado e fundamentado. O calibre estava em uso à época, só na nossa Armada tínhamos 4 fragatas a 3 peças cada (na altura) mais as corvetas Baptista de Andrade o que dava quase 20 peças em uso, além de toda a cadeia logística já montada. Criar uma terceira linha de logística não fazia, nem faz, qualquer tipo de sentido.
Numa nova classe, sim, e eu apoio um calibre maior, não porque gosto de Yamatos ou Iowas, mas porque considero que necessitamos de algo que dê suporte em operações costeiras tipos as que regulamente fazíamos à Guiné. Ter uma 76mm ou 57mm a cuspir para terra ou ter uma 100mm ou 127mm faz toda a diferença quando se é teso e não se tem meios aéreos para essa cobertura que, felizmente, ainda não foi necessária à séria.

Quanto a substancia das minhas mensagens…. vindo de onde vem….. considero um elogio.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10868
  • Recebeu: 1728 vez(es)
  • Enviou: 4734 vez(es)
  • +280/-136
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #79 em: Dezembro 11, 2018, 09:34:31 pm »
Isso das peças de 100mm deve ter sido uma uniformização entre navios da Marinha Portuguesa, pois as Fragatas João Belo também usavam esse calibre. Se calhar tínhamos muitas munições 100mm no paiol...

Concordo. Na época terá sido tido em consideração a quantidade de munições armazenadas em paiol, o numero de sobresselentes armazenados e já catalogados, todo o processo de formação já implementado e pessoal já formado (a nível de artilheiros e de mecânicos) na operação deste sistema.

Depois é um sistema que tem cumprido a missão.
Já dizia um sábio chinês: Não importa o tamanho, importa o que se faz com ela.

Outros sistemas foram muito mais relevantes na altura tal como o Phalanx, o Sea-Sparrow, o Harpoon e o Lynx.



 
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, FoxTroop

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10868
  • Recebeu: 1728 vez(es)
  • Enviou: 4734 vez(es)
  • +280/-136
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #80 em: Dezembro 11, 2018, 09:42:45 pm »
E para não esquecer todos os avanços a níveis de radares de detecção e capacidade de gestão de combate, comunicações seguras, criptografia, motores, acomodações para a tripulação, autonomia em combustível e viveres...  Tanta coisa mais importante que discutir calibres é como discutir tamanho de pi***...
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6924
  • Recebeu: 1817 vez(es)
  • Enviou: 813 vez(es)
  • +3520/-2533
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #81 em: Dezembro 11, 2018, 10:48:58 pm »
Importante não esquecer este "pequeno pormenor".

Citar
Tendo parte do custo total dos navios sido pago graças a contribuições de outros membros da NATO, uma unidade está atribuída à Stanavforlant, tendo já por diversas vezes os navios portugueses assumido o comando da esquadra.

http://www.geocities.ws/militaryzone_portugal/VG-file.htm

Saudações


 
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12425
  • Recebeu: 2256 vez(es)
  • Enviou: 2916 vez(es)
  • +1803/-3846
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #82 em: Dezembro 14, 2018, 06:18:25 pm »
O 1002 USS Lyndon B. Johnson, está a prestes a deixar a doca seca.



É o 3º e último.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3776
  • Recebeu: 2910 vez(es)
  • Enviou: 1742 vez(es)
  • +4189/-1980
Re: Fragatas da Armada Portuguesa
« Responder #83 em: Dezembro 14, 2018, 06:31:13 pm »
O 1002 USS Lyndon B. Johnson, está a prestes a deixar a doca seca.



É o 3º e último.

Com o nome do patrono que tem não sei se vai longe...  ::) :mrgreen:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4553
  • Recebeu: 425 vez(es)
  • Enviou: 349 vez(es)
  • +74/-1419
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44