Corrupção em Portugal

  • 830 Respostas
  • 139341 Visualizações
*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 2278
  • Recebeu: 245 vez(es)
  • Enviou: 54 vez(es)
  • +299/-4726
Re: Corrupção em Portugal
« Responder #825 em: Outubro 13, 2021, 09:46:24 am »
Mulher de ex-ministro da Economia Manuel Pinho suspeita de lavagem de dinheiro
https://www.cmjornal.pt/economia/detalhe/mulher-de-ex-ministro-da-e4conomia-manuel-pinho-suspeita-de-branqueamento-de-capitais?ref=HP_BlocoPremium1
Citar
A mulher de Manuel Pinho é suspeita de branqueamento de capitais no caso EDP. Em conjunto com Pinho, um dos principais arguidos nesse processo, Alexandra Pinho é beneficiária da sociedade offshore que terá recebido do Grupo Espírito Santo (GES) 500 mil euros em maio de 2005, dois meses após o marido tomar posse como ministro da Economia, e uma avença de cerca de 15 mil euros por mês.

Infelizmente é o DNA de muitos portugueses.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12592
  • Recebeu: 2345 vez(es)
  • Enviou: 3032 vez(es)
  • +1893/-4200
Re: Corrupção em Portugal
« Responder #826 em: Outubro 13, 2021, 12:26:25 pm »
"Fazem eles muito bem em roubar, no lugar deles ainda roubava mais!"
- Zé Tuga
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12592
  • Recebeu: 2345 vez(es)
  • Enviou: 3032 vez(es)
  • +1893/-4200
Re: Corrupção em Portugal
« Responder #827 em: Outubro 22, 2021, 06:41:03 pm »


Porque será? ::)
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7843
  • Recebeu: 890 vez(es)
  • Enviou: 290 vez(es)
  • +430/-2382
Re: Corrupção em Portugal
« Responder #828 em: Outubro 24, 2021, 10:41:57 am »
Ainda não ouvi na televisão nenhuma notícia do golpe de estado, que muito demora.

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/10/o-escandalo-milionario-na-justica.html

Sábado, 23 de outubro de 2021
Escândalo milionário na Justiça Portuguesa

Estupefacção é a única palavra que me ocorre perante o vergonhoso conteúdo de um artigo na revista do Expresso, com o título "O negócio milionário da justiça arbitral do Estado" onde se fica a saber que o Estado Português aceitou ser julgado em tribunais privados quase secretos, que ocorrem "nos luxuosos escritórios das maiores sociedades de advogados" e onde de forma regular tem vindo a ser condenado a pagar indemnizações milionárias (muitíssimo superiores aquelas que são a regra em tribunais judiciais e administrativos), sendo que a conta a pagar, com os impostos dos contribuintes, já vai em largas centenas milhões de euros, que ficaram fora do escrutínio do Tribunal de Contas.

Diz a jornalista que a "culpa" é do facto das grandes empresas só aceitarem fazer contratos com o Estado se as disputas forem resolvidas num tribunal arbitral e com uma cláusula de confidencialidade ! Moral da história, este país está a saque e agora já nem sequer se pode saber quem o anda a saquear. Felizmente porém que nem tudo é secreto e a jornalista revela detalhes de um contrato entre uma Câmara Municipal e uma empresa privada que o tribunal arbitral mandou indemnizar, mesmo sabendo-se que os termos do contrato foram alterados pela própria empresa para se beneficiar a si própria e em violação do caderno de encargos, incluiu uma nova previsão de receitas, empolada em mais de 100 milhões de euros. 

Os árbitros dos tribunais privados são "advogados, professores de Direito ou antigos juízes" e os honorários destes são da ordem de centenas de milhares de euros, de tal forma que a jornalista fala de "honorários nunca sonhados". Note-se que só no caso do TGV em que um consórcio pediu uma indemnização de 168 milhões ao Estado, cada um dos três árbitros levou para casa mais de 200.000 euros e como o artigo refere que os advogados recebem quase quatro vezes mais do que o custo dos árbitros então só neste caso a conta dos advogados foi de mais de 2 milhões de euros. Não admira por isso que haja advogados a dizerem que um salário de 4000 euros/mês é "indignamente baixo" https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/10/os-portugueses-que-acham-que-um-salario.html

O distintíssimo senhor que aparece na imagem que inicia este post é alguém que o artigo supracitado, hoje publicado no Expresso, faz crer ser uma espécie de campeão das arbitragens jurídicas, há porém quem o conheça por conta de outras actividades, como por exemplo a de ter sido o representante legal das off-shores do ex-banqueiro Rendeiro.
https://www.jornaldenegocios.pt/economia/justica/detalhe/offshores_de_rendeiro_tinham_judice_como_representante_legal

PS - No contexto supracitado convém recordar um post anterior sobre como neste país se brinca com o dinheiro dos contribuintes https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/12/estado-portugues-paga-milhares-de.html




Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4900
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 1187 vez(es)
  • +2391/-2866
Re: Corrupção em Portugal
« Responder #829 em: Novembro 08, 2021, 07:12:11 pm »
Ainda não ouvi na televisão nenhuma notícia do golpe de estado, que muito demora.

https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/10/o-escandalo-milionario-na-justica.html

Sábado, 23 de outubro de 2021
Escândalo milionário na Justiça Portuguesa

Estupefacção é a única palavra que me ocorre perante o vergonhoso conteúdo de um artigo na revista do Expresso, com o título "O negócio milionário da justiça arbitral do Estado" onde se fica a saber que o Estado Português aceitou ser julgado em tribunais privados quase secretos, que ocorrem "nos luxuosos escritórios das maiores sociedades de advogados" e onde de forma regular tem vindo a ser condenado a pagar indemnizações milionárias (muitíssimo superiores aquelas que são a regra em tribunais judiciais e administrativos), sendo que a conta a pagar, com os impostos dos contribuintes, já vai em largas centenas milhões de euros, que ficaram fora do escrutínio do Tribunal de Contas.

Diz a jornalista que a "culpa" é do facto das grandes empresas só aceitarem fazer contratos com o Estado se as disputas forem resolvidas num tribunal arbitral e com uma cláusula de confidencialidade ! Moral da história, este país está a saque e agora já nem sequer se pode saber quem o anda a saquear. Felizmente porém que nem tudo é secreto e a jornalista revela detalhes de um contrato entre uma Câmara Municipal e uma empresa privada que o tribunal arbitral mandou indemnizar, mesmo sabendo-se que os termos do contrato foram alterados pela própria empresa para se beneficiar a si própria e em violação do caderno de encargos, incluiu uma nova previsão de receitas, empolada em mais de 100 milhões de euros. 

Os árbitros dos tribunais privados são "advogados, professores de Direito ou antigos juízes" e os honorários destes são da ordem de centenas de milhares de euros, de tal forma que a jornalista fala de "honorários nunca sonhados". Note-se que só no caso do TGV em que um consórcio pediu uma indemnização de 168 milhões ao Estado, cada um dos três árbitros levou para casa mais de 200.000 euros e como o artigo refere que os advogados recebem quase quatro vezes mais do que o custo dos árbitros então só neste caso a conta dos advogados foi de mais de 2 milhões de euros. Não admira por isso que haja advogados a dizerem que um salário de 4000 euros/mês é "indignamente baixo" https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/10/os-portugueses-que-acham-que-um-salario.html

O distintíssimo senhor que aparece na imagem que inicia este post é alguém que o artigo supracitado, hoje publicado no Expresso, faz crer ser uma espécie de campeão das arbitragens jurídicas, há porém quem o conheça por conta de outras actividades, como por exemplo a de ter sido o representante legal das off-shores do ex-banqueiro Rendeiro.
https://www.jornaldenegocios.pt/economia/justica/detalhe/offshores_de_rendeiro_tinham_judice_como_representante_legal

PS - No contexto supracitado convém recordar um post anterior sobre como neste país se brinca com o dinheiro dos contribuintes https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/12/estado-portugues-paga-milhares-de.html






isto não é um país, é uma casa de putas.
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12592
  • Recebeu: 2345 vez(es)
  • Enviou: 3032 vez(es)
  • +1893/-4200
Re: Corrupção em Portugal
« Responder #830 em: Novembro 09, 2021, 10:25:32 am »
Já lá dizia o saudoso Arnaldo Matos, "isto é tudo um putedo!"  ::)
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas