UAVs na FAP

  • 148 Respostas
  • 17481 Visualizações
*

Stalker79

  • Investigador
  • *****
  • 1865
  • Recebeu: 417 vez(es)
  • Enviou: 1925 vez(es)
  • +148/-21
Re: UAVs na FAP
« Responder #45 em: Setembro 08, 2020, 03:20:07 pm »
O Chinook é dos helis mais populares no Afeganistão e todos os actuais operadores estão em processo de actualização para a versão Foxtrot. Estão todos errados, obviamente.

Não são visionários, como as nossas chefias... obviamente...

Podiam vir 4 CH-47.


Mais vale virem 8 que metade fica logo pra peças....  É operacionalidade á Tuga.
 :-P
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3853
  • Recebeu: 3034 vez(es)
  • Enviou: 1790 vez(es)
  • +4435/-2035
Re: UAVs na FAP
« Responder #46 em: Setembro 08, 2020, 03:23:17 pm »
Se fossem Chinooks ou Merlins a cair o receio do dito Tenente-General é este: :mrgreen:


Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5345
  • Recebeu: 1682 vez(es)
  • Enviou: 424 vez(es)
  • +346/-247
Re: UAVs na FAP
« Responder #47 em: Setembro 09, 2020, 12:17:07 pm »
Porque tiraram a foto do comes e bebes?

Porque os comes e bebes são a única coisa com elevado grau de operacionalidade.  ::)
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5345
  • Recebeu: 1682 vez(es)
  • Enviou: 424 vez(es)
  • +346/-247
Re: UAVs na FAP
« Responder #48 em: Setembro 26, 2020, 09:01:35 am »
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1395
  • Recebeu: 125 vez(es)
  • Enviou: 75 vez(es)
  • +31/-126
Re: UAVs na FAP
« Responder #49 em: Setembro 26, 2020, 10:04:09 am »
Por onde andam os UAV's da FAP? Desde que um caiu nunca mais se ouviu falar neles.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1241
Re: UAVs na FAP
« Responder #50 em: Setembro 26, 2020, 12:17:43 pm »

Com a queda do drone em Alcácer do Sal, é que não compram UAVs maiores de certeza, sob o pretexto de que "se o UAV que caiu fosse maior, teria causado mais danos".  ::)


 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:



Citar
[...] a sua maior capacidade de transporte constitui uma desvantagem, ao contrário do que se poderia pensar, por constituir um alvo mais remunerador, pois no caso de ser atingido provoca de imediato muito mais baixas, com a consequente perda de um potencial de combate significativo numa fase crucial de uma operação.

https://www.revistamilitar.pt/artigo/988

Esse artigo foi feito à medida, ou seja, ele só estava defender a sua dama (NH-90) do cancelamento. Ainda por cima tinha que defender a posição do Exército que neste momento foi longe de ser a mais correta. Eles fizeram erro sobre erro e o resultado final está à vista, não há Helicópteros, não há unidade e não há rentabilização das largas dezenas de milhões de Euros gastos em todo o processo.

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4415
  • Recebeu: 2779 vez(es)
  • Enviou: 5025 vez(es)
  • +4222/-147
Re: UAVs na FAP
« Responder #51 em: Setembro 26, 2020, 01:30:50 pm »
Não serve, a FAP só gosta de monomotores!
Talent de ne rien faire
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4895
  • Recebeu: 620 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +2380/-2844
Re: UAVs na FAP
« Responder #52 em: Setembro 26, 2020, 01:54:22 pm »

Com a queda do drone em Alcácer do Sal, é que não compram UAVs maiores de certeza, sob o pretexto de que "se o UAV que caiu fosse maior, teria causado mais danos".  ::)


 :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:



Citar
[...] a sua maior capacidade de transporte constitui uma desvantagem, ao contrário do que se poderia pensar, por constituir um alvo mais remunerador, pois no caso de ser atingido provoca de imediato muito mais baixas, com a consequente perda de um potencial de combate significativo numa fase crucial de uma operação.

https://www.revistamilitar.pt/artigo/988

Esse artigo foi feito à medida, ou seja, ele só estava defender a sua dama (NH-90) do cancelamento. Ainda por cima tinha que defender a posição do Exército que neste momento foi longe de ser a mais correta. Eles fizeram erro sobre erro e o resultado final está à vista, não há Helicópteros, não há unidade e não há rentabilização das largas dezenas de milhões de Euros gastos em todo o processo.



Dar meios como os NH-90 a tropa do "arre macho" era pensar demasiado a frente... ainda por cima em 2001...
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17094
  • Recebeu: 1772 vez(es)
  • Enviou: 1625 vez(es)
  • +296/-1241
Re: UAVs na FAP
« Responder #53 em: Setembro 26, 2020, 03:29:58 pm »
Não seja por isso, a dita unidade ia ficar no Polígono Militar de Tancos, mais exatamente na antiga BA3 (atual Unidade de Apoio), onde fica o Comando da Brigada de Reação Rápida, Companhia de Transmissões da BrigRR e o Agrupamento Sanitário.

O primeiro Comandante da dita unidade até era um Oficial Comando (escritor nas horas vagas)...
« Última modificação: Setembro 26, 2020, 03:31:21 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1395
  • Recebeu: 125 vez(es)
  • Enviou: 75 vez(es)
  • +31/-126
Re: UAVs na FAP
« Responder #54 em: Setembro 28, 2020, 07:39:19 pm »
 

*

asalves

  • Analista
  • ***
  • 759
  • Recebeu: 284 vez(es)
  • Enviou: 90 vez(es)
  • +52/-13
Re: UAVs na FAP
« Responder #55 em: Setembro 29, 2020, 10:41:50 am »
https://zap.aeiou.pt/maioria-drones-comprados-forca-aerea-349427

2 postas:

1 Será pelos prazos apertados e irrealistas?

2. Apesar de erradamente na noticia não vir explicito, acredito que foi graças a FAP que os problemas foram encontrados, e os drones devolvidos para reparação. Se isto tivesse acontecido num outro qualquer organismo acho que tínhamos ficado a arder com drones defeituosos.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5345
  • Recebeu: 1682 vez(es)
  • Enviou: 424 vez(es)
  • +346/-247
Re: UAVs na FAP
« Responder #56 em: Setembro 29, 2020, 02:05:50 pm »
Provavelmente será uma das razões o prazo apertado. Pedir a uma empresa pequena, sem a capacidade de produção das grandes empresas, para produzir aeronaves num curto espaço de tempo quando se calhar nem mão de obra têm para tamanho trabalho, é óbvio que ia dar m*rda.

Mas depois tivemos aquelas notícias cheias de pompa e circunstância, a proclamar que a empresa portuguesa bateu os gigantes da indústria aeronáutica. Tanto festejaram antes do tempo, que deu asneira. Mas todo este processo cheirou a incompetência desde o início. Uma aquisição planeada em 2019, só ir para a frente já dentro da época de incêndios do ano a seguir (2020), como se os incêndios fosse uma coisa inédita e inesperada... Enfim.
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1346
  • Recebeu: 247 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +42/-5
Re: UAVs na FAP
« Responder #57 em: Setembro 29, 2020, 03:13:55 pm »
Provavelmente será uma das razões o prazo apertado. Pedir a uma empresa pequena, sem a capacidade de produção das grandes empresas, para produzir aeronaves num curto espaço de tempo quando se calhar nem mão de obra têm para tamanho trabalho, é óbvio que ia dar m*rda.

Mas depois tivemos aquelas notícias cheias de pompa e circunstância, a proclamar que a empresa portuguesa bateu os gigantes da indústria aeronáutica. Tanto festejaram antes do tempo, que deu asneira. Mas todo este processo cheirou a incompetência desde o início. Uma aquisição planeada em 2019, só ir para a frente já dentro da época de incêndios do ano a seguir (2020), como se os incêndios fosse uma coisa inédita e inesperada... Enfim.

Uma coisa é o Governo dizer que podem comprar outra é efetivamente descativar a verba e entregá-la à fap para proceder à referida aquisição...burocracias...olhem as miras do exército...
Um abraço
Raphael
__________________
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 7000
  • Recebeu: 1905 vez(es)
  • Enviou: 832 vez(es)
  • +3929/-2672
Re: UAVs na FAP
« Responder #58 em: Setembro 29, 2020, 03:22:55 pm »
Uma empresa com 15 anos de vida não considero propriamente desconhecida.

https://www.uavision.com/









Cumprimentos
« Última modificação: Setembro 29, 2020, 03:26:05 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5345
  • Recebeu: 1682 vez(es)
  • Enviou: 424 vez(es)
  • +346/-247
Re: UAVs na FAP
« Responder #59 em: Setembro 29, 2020, 04:04:13 pm »
Provavelmente será uma das razões o prazo apertado. Pedir a uma empresa pequena, sem a capacidade de produção das grandes empresas, para produzir aeronaves num curto espaço de tempo quando se calhar nem mão de obra têm para tamanho trabalho, é óbvio que ia dar m*rda.

Mas depois tivemos aquelas notícias cheias de pompa e circunstância, a proclamar que a empresa portuguesa bateu os gigantes da indústria aeronáutica. Tanto festejaram antes do tempo, que deu asneira. Mas todo este processo cheirou a incompetência desde o início. Uma aquisição planeada em 2019, só ir para a frente já dentro da época de incêndios do ano a seguir (2020), como se os incêndios fosse uma coisa inédita e inesperada... Enfim.

Uma coisa é o Governo dizer que podem comprar outra é efetivamente descativar a verba e entregá-la à fap para proceder à referida aquisição...burocracias...olhem as miras do exército...

Por isso é que disse que a incompetência vem de vários níveis. A FAP até está a ter prejuízo com isto, já que está na mira de todas estas controvérsias, e ainda tem que utilizar P-3 com custos h/voo muito superiores para as funções destes UAVs.
Mas penso que mesmo o que estava planeado originalmente na LPM, sem atrasos nem cativações nem burocracias, já era muito em cima da época de incêndios.

mafets, a UAVision é para todos os efeitos uma empresa pequena. Então a unidade de produção de dos ditos UAVs, não era feita numa vivenda? Na Airbus e tantas outras empresas não funciona assim.