Sector Automóvel

  • 118 Respostas
  • 13713 Visualizações
*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #105 em: Julho 26, 2021, 02:09:18 pm »
Morte anunciada para os veículos poluentes na UE


 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1930
  • Recebeu: 308 vez(es)
  • Enviou: 454 vez(es)
  • +26/-30
Re: Sector Automóvel
« Responder #106 em: Agosto 01, 2021, 08:05:22 am »
Falávamos da Infineon Technologies/Qimonda/Nanium/Amkor e agora temos Marrocos a entrar no mercado dos semi-condutores e a exportar para a Europa.

Morocco finds on-ramp into EV manufacturing through electronic chip production for Tesla
(20 de Julho de 2021)
Citação de: Michaël Tanchum, MEI
STMicroelectronics, one of Europe's leading semiconductor manufacturers, will very shortly inaugurate a new production line in Morocco to manufacture electronic chips for American electric car pioneer Tesla. The production line is the latest example of a larger trend among international firms to look to Morocco as an attractive location for “nearshoring.” Through Rabat's smart infrastructure investments and careful management of its foreign partnerships, Morocco has already exploited this trend to emerge as Africa's leading automaker. Now with an auto chip production line dedicated to electric vehicles (EVs), Morocco is positioning itself to become a center for EV production while turning itself into a strategic component of Western semiconductor supply chain resilience.

According to Moroccan media, STMicroelectronics will soon inaugurate an EV chip production line at the Franco-Italian company's facility in Bouskoura, an industrial town on the outskirts of Casablanca. STMicroelectronics' Bouskoura plant already began some initial production for Tesla in June 2021 with its existing lines. Morocco's EV chip production will help alleviate the critical global shortage of automotive microchips, aiding EV automakers to maintain their production schedules in the rapidly advancing electric car market.

An electronic microchip is an integrated circuit (IC) imprinted on a very small semiconductor. These semiconductor ICs, commonly called “chips,” form the fundamental components of all electronic devices and have propelled economic growth and innovation through the digitization of goods and services. Automobiles have been no exception to the trend — a typical, contemporary car employs upwards of 1,400 semiconductor chips. Engaged in IC product design, manufacture, and sales, STMicroelectronics is Europe's largest integrated device manufacturer with auto chip components accounting for 38% of its pre-COVID annual revenue.

(...)

During the years immediately prior to the outbreak of the COVID-19 pandemic, global supply chains were already starting to shorten as companies and countries placed greater emphasis on resiliency than on immediate cost efficiency. For Europe, this structural transformation meant bringing sourcing and manufacturing closer to European end-markets. The imperative to “nearshore” while maintaining a competitive advantage in operating expenditures has provided an impetus to international firms to locate manufacturing facilities in Morocco. In the post-pandemic environment, the accelerating drive to shorten supply chains is now providing Morocco an on-ramp to enter the EV manufacturing value chain.

The STMicroelectronics agreement with Tesla seems to be just the leading edge of a wave of EV chip production in Morocco that could provide a pathway to EV manufacturing in the North African nation. Following Tesla, Groupe Renault signed a strategic cooperation agreement with STMicroelectronics for the supply of electric and hybrid vehicle advanced power semiconductors to be produced by the company starting in 2026. In 2021, Renault launched its Dacia Spring EV in Europe, marketing it as the continent's cheapest electric car. While the car is manufactured by Renault in China, chip production in Morocco raises the prospect that the Dacia Spring or successor EV models could be manufactured in Renault's Morocco plants. Stellantis has started manufacturing the new Peugeot e-208 EV in its Trnava plant in Slovakia. Morocco's Kénitra plant already manufactures the ICE version of the 5-door hatchback Peugeot 208. Since the e-208 uses the same chassis as the gasoline-powered Peugeot 208, the e-208 can also be easily assembled in the Kénitra plant.

Through its new EV chip production line, Morocco will soon play a greater strategic role in securing Western semiconductor supply chains. Given its proven track record as an automotive manufacturing hub, chip production could become the catalyst for the establishment of EV manufacturing in Morocco. With its ability to service end-markets in Europe as well as emerging ones in the Middle East and Africa, Morocco is poised to become a leading electric car manufacturer in the MENA region.

(...)
Fonte: https://www.mei.edu/publications/morocco-finds-ramp-ev-manufacturing-through-electronic-chip-production-tesla

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Viajante

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #107 em: Agosto 05, 2021, 07:52:03 pm »
Veículos eléctricos são tendência no Reino Unido


 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 11030
  • Recebeu: 1829 vez(es)
  • Enviou: 4998 vez(es)
  • +299/-142
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Sector Automóvel
« Responder #108 em: Agosto 06, 2021, 04:25:08 pm »



Três países disputam fábrica da Rivian na Europa
Citar
Vista como a nova Tesla, a Rivian vai avançar com uma segunda fábrica nos EUA e está em negociações para definir a localização da sua fábrica no continente europeu, onde quer entrar já no próximo ano.

Altamente capitalizada, com o suporte financeiro de gigantes como a Amazon, a BlackRock e a Ford, entre outros, a Rivian continua a atrair as atenções pelo seu potencial, ou não fosse considerada por muitos a nova Tesla. Agora que está prestes a arrancar com as entregas da pick-up R1T e com a edição de lançamento do SUV R1S, a Rivian procura ampliar a sua capacidade de produção, dentro e fora dos Estados Unidos da América (EUA). Na Europa, de acordo com a Sky News, há três países que disputam a corrida para acolher a futura fábrica da marca norte-americana no Velho Continente: Reino Unido, Alemanha e Holanda.

https://observador.pt/2021/08/03/tres-paises-disputam-fabrica-da-rivian-na-europa

E que vai ser do maior exportador nacional?
Vai fazer carros eléctricos?
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #109 em: Agosto 19, 2021, 04:35:58 pm »
Toyota reduz a produção de veículos em 40% no mês de setembro


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #110 em: Setembro 23, 2021, 08:44:26 pm »
Software da Volkswagen para alterar emissões considerado ilegal


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #111 em: Setembro 28, 2021, 11:35:06 pm »
Bruxelas avisa Volkswagen que tem de compensar todos os consumidores europeus


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #112 em: Outubro 13, 2021, 07:50:17 pm »
Volkswagen obrigada a acelerar rumo ao elétrico


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #113 em: Outubro 15, 2021, 06:06:12 pm »
Vendas de automóveis na Europa caem para níveis de 1995


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 12596
  • Recebeu: 630 vez(es)
  • Enviou: 237 vez(es)
  • +398/-275
Re: Sector Automóvel
« Responder #114 em: Outubro 21, 2021, 06:34:33 pm »
Mercado automóvel vira-se para os usados e preços disparam

´
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 12603
  • Recebeu: 2353 vez(es)
  • Enviou: 3038 vez(es)
  • +1902/-4217
Re: Sector Automóvel
« Responder #115 em: Outubro 29, 2021, 11:56:39 am »
Citar
Late last week, European associations that represent the aluminium industry issued an “urgent call for action” against the “imminent risk of Europe-wide production shutdowns as a consequence of a critical shortage in the supply of magnesium from China.”

The peak aluminium industry body in Europe explained magnesium is “widely used in the metals-producing industry.”

“Without urgent action by the European Union, this issue, if not resolved, threatens thousands of businesses across Europe, their entire supply chains and the millions of jobs that rely on them,” the European aluminium association said.

“Due to the Chinese Government’s effort to curb domestic power consumption, supply of magnesium originating from China has either been halted or reduced drastically since September 2021, resulting in an international supply crisis of unprecedented magnitude.”

The European industry body said the European Union is “almost totally dependent on China (at 95 per cent) for its magnesium supply needs … with far-reaching ramifications on sectors such as automotive, construction and packaging.”



https://www.drive.com.au/news/magnesium-shortage-how-it-will-affect-new-car-delays-in-australia/
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2573
  • Recebeu: 1306 vez(es)
  • Enviou: 625 vez(es)
  • +2389/-1281
Re: Sector Automóvel
« Responder #116 em: Dezembro 13, 2021, 10:23:25 am »
Uma notícia que nos devia colocar a mexer e a tentar captar uma parte do investimento...... porque pelos vistos a Autoeuropa não é contemplada (não é contemplada porque nós não oferecemos nada que coloca a unidade de Palmela à frente dos outros países, nomeadamente parte do PRR, incentivos fiscais, etc.....)
A VW pretende investir 159 mil milhões de euros no sector automóvel (nas unidades fabris que já tem). Estamos a falar em 10 vezes mais que o nosso famoso PRR!!!!!!

Volkswagen cranks up electric car investment



German auto giant Volkswagen said on Thursday that it would bulk up its investment in electric vehicles and digitalisation to 89 billion euros ($101 billion) over the next five years.

The 12-brand group will dedicate 56 percent of its 159 billion euros of investment to developing the cars of the future, up from 50 percent, and estimates that "one in four cars sold in 2026 will have a battery-electric motor".

"We are in the middle of the biggest transformation in the history of Volkswagen," chief executive Herbert Diess told reporters after a meeting of the group's supervisory board to agree the investment plan.

Under pressure to reduce the sector's role in climate change, major automakers around the world have announced targets to gradually phase out fossil fuel-powered vehicles.

Germany's newly minted coalition under the leadership of Chancellor Olaf Scholz is aiming to speed up the move towards electric cars with a target to have 15 million on the road in the country by 2030.

In 2020, Volkswagen announced 73 billion euros of investment in the vehicles of tomorrow for the period up to 2024.

The need to raise the commitment through 2025 was "mainly due to the accelerated ramp-up of e-mobility as part of the green deal" agreed by the European Union, the group said in a statement.

The heightened investment will go into the opening of six new battery factories through partnerships with other companies over the coming years.

The allocation for electric cars increased by 50 percent to 52 billion euros, while the sums set aside for hybrid "transition technology" went down by 30 percent to eight billion euros.

The digitalisation of its vehicles and the group's organisation will cost a further 30 billion euros.

Volkswagen said that its flagship plant in Wolfsburg, Germany, would begin full production of electric vehicles in 2024, earlier than first planned, in addition to the new mass-market electric vehicle expected to roll off the factory line in 2026.

Boardroom changes

The announcement came amid a bitter dispute between Diess and employee representatives, who took issue with the CEO's management style and plans for the transformation of the group.

At a supervisory board meeting in September, the CEO is said to have raised the possibility that up to 30,000 jobs could be lost at the plant in Wolfsburg if Volkswagen did not successfully manage the transition to electric vehicles.

Despite suggestions he could be made to stand down as CEO, Diess will stay on, while handing over responsibility for the Chinese market to Ralf Brandstaetter, currently the boss of the VW brand, who will also ascend to the board of directors from next year.

At the same time, Diess, 63, who has been publicly complimentary about electric vehicle pioneer and competitor Tesla, will take charge of Volkswagen's software arm Cariad.

The addition of other new names to the line up of directors meant Volkswagen had "even more clout to successfully tackle the strategic tasks of the years ahead", supervisory board chairman Hans Dieter Poetsch said in a statement.

Diess told reporters that he "never lost motivation" to continue as CEO despite the conflict.

https://techxplore.com/news/2021-12-volkswagen-cranks-electric-car-investment.html

Acho eu que em vez de decidirmos onde enterrar dinheiro dos nossos impostos, se na TAP, se na CP se.......
Devíamos perder mais tempo e oferecer até um chouriço (nem que fosse o perdão de IRC por 5 anos à Autoeuropa!!!!!!!), só para termos o porco inteiro, como um forte investimento da VW na Autoeuropa. A na final list estão previstos investimentos aqui ao lado em Espanha, mas em Portugal nada!!!!!

Repito, a VW vai investir 159 mil milhões de euros até 2026, e Portugal não aparece na lista! O que é que será que vai acontecer a uma fábrica (Autoeuropa) que não tem previsto qualquer investimento para aumentar a sua vida útil? Estamos a falar numa unidade industrial que representa 1 a 2% da riqueza do país.

O Governo não tem qualquer interesse em fazer um esforço para captar uma parte do investimento?
E os sindicatos não estão preocupados com este aspecto, ou só lhes interessa o aumento de salário?

Vistas curtas.......
« Última modificação: Dezembro 13, 2021, 10:26:07 am por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2573
  • Recebeu: 1306 vez(es)
  • Enviou: 625 vez(es)
  • +2389/-1281
Re: Sector Automóvel
« Responder #117 em: Dezembro 30, 2021, 02:32:37 pm »
Uma notícia que indicia que o preço actual das acções da Tesla são completamente estratosféricos e sem qualquer racionalidade...... quando o próprio dono desfaz-se de uma quantidade enorme de acções........

Elon Musk vendeu ações da Tesla no valor de 1.020 biliões de dólares nos últimos dias

O empresário Elon Musk vendeu nos últimos dias 934.090 ações da Tesla, no valor de 1.020 mil milhões de dólares, segundo dados publicados na quarta-feira pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).



Elon Musk já vendeu cerca de 15 biliões de dólares em ações da empresa fabricante de carros elétricos desde novembro.

Segundo o mercado, o multimilionário exerceu também opção de compra sobre 1,6 milhões de ações da Tesla a um preço de 6,24 dólares como parte de um pacote de compensação acordado em 2012.

Atualmente, o valor por ação é de 1.077 dólares.

O jornal The Wall Street Journal noticiou que a participação de Musk na Tesla é agora de cerca de 177 milhões de ações, enquanto a Forbes estima que o empresário seja o homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em 275 biliões de dólares.

Elon Musk não é remunerado pelas suas funções como CEO da Tesla ou na empresa aeroespacial SpaceX, optando por ser pago em ações das duas empresas.

Esta decisão permitiu ao empresário não pagar impostos sobre a sua fortuna abastada, porque nos Estados Unidos os contribuintes apenas pagam impostos sobre os seus rendimentos ou quando vendem ações.

No início de novembro, Musk lançou uma consulta aos seus 62,5 milhões de seguidores na Twitter, para saber o que achavam sobre a possibilidade de ele reduzir a sua posição acionista na Tesla, vendendo ações.

“Tem-se falado muito de ganhos não realizados como forma de evitar pagar impostos, pelo que me proponho vender 10% das minhas ações na Tesla. Apoia?”, perguntou Musk.

Em resultado, uma maioria das respostas foi “sim”, no seguimento do que o multimilionário alienou ações, pelo montante de 14 mil milhões de dólares.

Musk realizou o inquérito antes que expirassem em agosto de 2022 uma série de opções sobre ações da empresa, que recebeu em 2012, como pagamento pelas suas funções de conselheiro-delegado da Tesla.

Se tivesse esperado por 2022, Musk teria de pagar impostos mais elevados.

Vários meios de comunicação especializados apontaram que Musk financia o seu estilo de vida com empréstimos que obtém, garantidos com as ações da Tesla, o que lhe permite reduzir o que paga em impostos.

Este ano, a organização jornalística ProPublica publicou um relatório em que revelou que Musk pagou 455 milhões de dólares em impostos entre 2014 e 2018, apesar de os seus ativos terem aumentado, nesse período, 13,9 mil milhões de dólares.

E em 2018 não pagou impostos federais.

Em 2020, Musk já transferiu a sua residência oficial de Los Angeles, no Estado da Califórnia, onde tem vivido nos últimos 20 anos, para Austin, no Texas. A mudança de residência permite-lhe reduzir de forma significativa os impostos que paga.

E, em outubro, Musk anunciou que vai transferir a sede da Tesla, de Palo Alto, também na Califórnia, para Austin, o que justificou com o elevado custo de vida na localidade californiana.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/elon-musk-vendeu-acoes-da-tesla-no-valor-de-1-020-bilioes-de-dolares-nos-ultimos-dias

A "brincadeira" que o Musk utilizou para perguntar aos fãs se deveria vender 10% das acções........ treta. Ele sabe que as acções da Tesla estão hiperinflaccionadas. Porquê?
Bem, quando a Tesla que vende 1/10 da VW ou 1/10 da Toyota, as 2 maiores empresas automóveis do mundo, e mesmo assim a Tesla vale mais do que a VW e Toyota juntas (cotação das acções, atenção)!!!!!!! Alguma coisa de errado se passa! Outra, a Tesla tem dividendos por acção tão grandes...... que um investidor precisa de 1000 anos para com os dividendos recuperar o valor de cada acção!!!!!

Aposto que muitos patos foram a correr comprar as acções que o finório vendeu!!!!!
A Tesla é neste momento como a Apple, muito mais como uma seita do que propriamente uma empresa racional!

Muito cuidado a quem pensa sequer em comprar acções da empresa (apesar de que o mercado accionista vai estar em progressão nos próximos anos, sem dúvida).
« Última modificação: Dezembro 30, 2021, 02:33:22 pm por Viajante »
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2573
  • Recebeu: 1306 vez(es)
  • Enviou: 625 vez(es)
  • +2389/-1281
Re: Sector Automóvel
« Responder #118 em: Janeiro 07, 2022, 05:38:06 pm »
Um BMW eléctrico que muda de cor!!!!!