Combate a fogos pela F.A.P.

  • 1272 Respostas
  • 255507 Visualizações
*

Malagueta

  • 261
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #75 em: Agosto 24, 2011, 11:15:21 am »
Se isso é verdade, então cai por terra, o argumento, que os pilotos  da fap, não tem formação para combate a fogos.

Para conhecer melhor o disposito criado para combate a fogos, que inclui também os militares
ver aqui este documento http://www.bombeiros.pt/DON_2_DECIF_2011.pdf

O Resumo do dispositivo  aéros da fase Charlie,  entre 01 de Julho e 30 de Setembro. (de 2011)

è constituido por 41 meios aéreos, construídos por 34 helicópteros médios e ligeiros para ataque inicial, cinco helicópteros pesados e dois aviões médios anfíbios para ataque ampliado, segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

Apesar de não estar referido ainda existem avioes ligeiros, que são dois aviões Air Tractor
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3853
  • Recebeu: 3034 vez(es)
  • Enviou: 1790 vez(es)
  • +4435/-2035
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #76 em: Agosto 24, 2011, 04:09:58 pm »
Citação de: "Malagueta"
Se isso é verdade, então cai por terra, o argumento, que os pilotos  da fap, não tem formação para combate a fogos.

Oficialmente não têm, isto é, dada pela FAP não. Agora que há casos de quem faça uma "perninha" no Verão, isso não deixa de ser verdade.
« Última modificação: Agosto 24, 2011, 04:36:30 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3880/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #77 em: Agosto 24, 2011, 04:26:25 pm »
Citação de: "Malagueta"
Se isso é verdade, então cai por terra, o argumento, que os pilotos  da fap, não tem formação para combate a fogos.

Para conhecer melhor o disposito criado para combate a fogos, que inclui também os militares
ver aqui este documento http://www.bombeiros.pt/DON_2_DECIF_2011.pdf

O Resumo do dispositivo  aéros da fase Charlie,  entre 01 de Julho e 30 de Setembro. (de 2011)

è constituido por 41 meios aéreos, construídos por 34 helicópteros médios e ligeiros para ataque inicial, cinco helicópteros pesados e dois aviões médios anfíbios para ataque ampliado, segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

Apesar de não estar referido ainda existem avioes ligeiros, que são dois aviões Air Tractor

a lista oficial e esta ja com os 2 AT

Alfa 01 - AT8T/M - EC - KRF - Seia (Avialsa)
Alfa 02 - AT8T/M - EC - JLC - Seia (Avialsa)
HESA 01 - KA27/_ - CS-HMK - S. Comba Dão (EMA)
HESA 02 - KA27/_ - CS-HMN - Beja/BA11 (EMA)
Hotel 03 - KA27/_ - CS-HML - BA6/Montijo (EMA)
Hotel 04 - KA27/_ - CS-HMO - Ferreira do Zêzere (EMA)
Hotel 05 - KA27/_ - CS-HMM - Braga (EMA)
Hotel 06 - KA27/_ - CS-HMP - Reserva (EMA)
Hotel 07 - AS50/_ - CS-HMH - Arcos de Valdevez (EMA)
Hotel 08 - AS50/_ - CS-HMJ - Arcos de Valdevez (EMA)
Hotel 09 - AS50/_ - CS-HMI - Baltar (EMA)
Hotel 11 - B205/_ - D-HAFH - Lousã (Helisul)
Hotel 12 - B205/_ - D-HAFR - Vidago (Helisul)
Hotel 13 - B205/_ - CS-HFJ - Pombal (Helisul)
Hotel 14 - AS50/_ - CS-HHN - Monchique (HTA)
Hotel 15 - B212/_ - D-HEPP - Viseu (Helisul)
Hotel 16 - B205/_ - D-HAFO - Seia (Helisul)
Hotel 17 - AS50/_ - CS-HGM - Cernache (HTA)
Hotel 18 - B212/_ - D-HOOK - Vale de Cambra (Helisul)
Hotel 19 - B212/_ - CS-HEZ - Castelo Branco (Helisul)
Hotel 20 - B205/_ - D-HAFL - Sardoal (Helisul)
Hotel 21 - AS50/_ - D-CLAN - Nogueira (Helibravo)
Hotel 22 - AS50/_ - CS-HEY - S. Comba Dão (HTA)
Hotel 23 - AS50/_ - CS-HFR - Bornes (HTA)
Hotel 24 - AS50/_ - CS-HGO - Pampilhosa (Heliportugal)
Hotel 25 - AS50/_ - CS-HHA - Braga (Heliportugal)
Hotel 26 - AS50/_ - F-GYSD - Ribeira de Pena (Heliportugal)
Hotel 27 - AS50/_ - CS-HGG - Águeda (Heliportugal)
Hotel 28 - AS50/_ - CS-HED - Ourique (Helibravo)
Hotel 29 - AS50/_ - D-HAUR - Meda (Heliportugal)
Hotel 30 - AS50/_ - CS-HFO - Guarda (Heliportugal)
Hotel 31 - AS50/_ - D-HAUP - Baltar (Heliportugal)
Hotel 32 - AS50/_ - D-HAUF - Vila Real (Helibravo)
Hotel 33 - AS50/_ - CS-HFZ - Figueiró dos Vinhos (HTA)
Hotel 34 - AS50/_ - D - HAUO - Covilhã (Helibravo)
Hotel 35 - AS50/_ - D - HERI - Proença-a-Nova (Helibravo)
Hotel 36 - AS50/_ - D-HELI - Pernes (CB) (Heliportugal)
Hotel 37 - AS50/_ - D-HMMW - Grândola (Heliportugal)
Hotel 38 - AS50/_ - D-HCOL - Portalegre (Heliportugal)
Hotel 39 - AS50/_ - CS-HFT - Évora (Helibravo)
Hotel 40 - AS50/_ - D-HAUU - Armamar (Helibravo)
Hotel 41 - AS50/_ - D-HDAN - Fafe (Helibravo)
Hotel 42 - AS50/_ - D-HAUA - Ferreira do Zêzere (Helibravo)
Hotel 43 - AS50/_ - CS-HHB - Cachopo (HTA)

É só uma referência  os meios estao sempre a mudar de base va-se la saber porquê!
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4895
  • Recebeu: 620 vez(es)
  • Enviou: 1183 vez(es)
  • +2380/-2844
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #78 em: Agosto 24, 2011, 10:19:53 pm »
Pelo que me disseram, há um piloto estrangeiro, que opera um dos helis nessa lista, que em vez de largar a água na frente de fogo, a maior parte das vezes é fora dela... Deveria de haver alguem que certificasse os pilotos de combate a incêndios antes de cada época...
 

*

Smoke Trails

  • Perito
  • **
  • 328
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #79 em: Agosto 25, 2011, 12:14:32 pm »
Boa tarde,

Porque é que o Canadair não serve para Portugal?

Cumprimentos
 

*

Malagueta

  • 261
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #80 em: Agosto 25, 2011, 01:22:51 pm »
boa tarde,

Sinceramente não sei, mas se não servem por algum motivo, eles continuam a ser alugados.

Mas deixo aqui a proposta que as FA fez em 2004, que para eles servem até mais do que para apagar fogos.

" A chefia da FA ainda fez uma proposta, em finais de 2004, avançando com a ideia de uma esquadra de aviões tipo Canadair (oito a 10), de multiuso. Este avião tem a vantagem de já ter dado boas provas e ser operado por Marrocos, Espanha, França, Itália e Grécia, podendo-se equacionar uma futura “poole“ destes meios. Ficou, ainda, em aberto a hipótese de reconfiguração dos 10 SA 330 Puma existentes e em desactivação"
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3880/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #81 em: Agosto 25, 2011, 01:44:01 pm »
A eficiencia de um meio aereo no combate a um incendio florestal esta dependente no numero de desccargas  litros/hora  que consegue efectuar

De nada vale um avião que descarrega 6000 litros de agua,  mas que depois demora  15 ou 20 minutos  a efectuar nova descarga, quando volta ao local do incendio ja  a frente de fogo contornou o local de descarga, tornando o trabalho inútil!
O numero de locais de scooping é reduzido  tornando o canadair eficiente numa faxa territoial relativamente reduzida  

Um heli como o Kamov tornou-se muito eficiente porque consegue efectuar uma descarga de 5000 litos e consegue reabastecer em apenas  30 segundos em espaços apertados devido ao pequeno diametro das pas
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3880/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #82 em: Agosto 25, 2011, 04:03:38 pm »
Citação de: "typhonman"
Pelo que me disseram, há um piloto estrangeiro, que opera um dos helis nessa lista, que em vez de largar a água na frente de fogo, a maior parte das vezes é fora dela... Deveria de haver alguem que certificasse os pilotos de combate a incêndios antes de cada época...


As descargas fora do alvo são mais comuns do que parece, a tarefa nao é fácil,  depende muito da pericia do piloto, é preciso ter "maozinhas" para segurar o heli por cima de uma frente de fogo, as correntes de ar sao muito fortes, a visibilidade é reduzida e há altas temperaturas.

O INAC apenas exige uma licença de trabalho aereo, ja as companhias de seguros exigem que os pilotos tenham no minimo 2500 horas de voo para efectuarem os respectivos seguros.

A formação em commbate a incendios florestais e da responsabilidade das empresas operadoras dos meios aereos, e o INAC recomenda que ela seja feita para pilotos inexperientes na tarefa, tal como a formção para voo em montanha  e com carga suspença.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 3853
  • Recebeu: 3034 vez(es)
  • Enviou: 1790 vez(es)
  • +4435/-2035
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #83 em: Agosto 25, 2011, 05:43:28 pm »
Essa história do Canadair não servir para Portugal, desculpem-me a expressão, mas é treta. E da grossa. O que serve, e bem, para os restantes congéneres europeus não serve para nós porque carga de água? Eles são mais estúpidos ou inteligentes que nós? Infelizmente é uma história que muito tem dado que falar já que os Canadair de Verão atacariam incêndios florestais e de Inverno poderiam fazer vigilância e salvamento costeiro dado se tratarem de hidroaviões, mas uma vez mais onde aqueles que pouco sabem metem o bedelho dá sempre tudo para o torto e é por isso que não possuímos ainda hoje na FAP uma esquadra deste tipo.

Os CL-215/215T/415 não servem, mas já servia o Be-200? Pois...  :roll:
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"I'll miss the sea, but a person needs new experiences. They jar something deep inside, allowing him to grow. Without change something sleeps inside us, and seldom awakens. The sleeper must awaken."
Duke Leto Atreides (Dune, Frank Herbert)
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3880/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #84 em: Agosto 25, 2011, 07:06:58 pm »
O Be200 pior ainda!

Pegunta isso a quem ja levou com a calda de um C130 Marroquino em cima, ou com a "chapada" de um canadair!  

Sao meios que nao sao eficientes!  nao apagam coisa nenhuma! descarregam o dia todo e não apagam nada!  principalmente em terrenos acidentados e com ventos!
Descarregam, vao abastecer e quando voltam ja o fogo avançou por cima da descarga
Evidentemente as empresas que os fretam tem sempre alguem a quem vender os seus serviços!

E mais um negócio!
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1395
  • Recebeu: 125 vez(es)
  • Enviou: 75 vez(es)
  • +31/-126
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #85 em: Agosto 25, 2011, 07:44:26 pm »
Eu gostava mais do que bitaites era ver um estudo sobre a eficiência dos meios aéreos no combate a incêndios, onde diferentes veículos e configurações fossem testadas.
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3880/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #86 em: Agosto 25, 2011, 09:33:28 pm »
Essse estudo ja foi feito e não são bitaites:







O incendios apagam-se em terra!
Os meios aereos são um complemento

Os meios aereos ligeiros e médios sao utilizados pela sua agilidade  no combate directo ao fogo e os pesados como o canadair 415 e usado para consolidadar aceiros e faixas de contenção abertas por sapadores, ou para ações de rescaldo usa-lo noutras acções é desperdício de meios

É no terreno que se está a falhar! sem homens e equipamento no terreno não há meios aereos que apaguem fogos florestais, mas aí voltamos a conversa do abandono da floresta, é completamene impossivel progredir no terreno em muita da nossa floresta devido ao denso matagal provocado pelo abandono, aos bombeiros muitas das vezes so lhes resta esperar que o fogo chegue a algum caminho, estrada ou obstáculo natural como um rio!
claro está que nesse ponto muitas das vezes  já o incendio tomou dimenções gigantescas e incontroláveis.

OS "REDIMENTOS MINIMOS" A LIMPAR A FLORESTA FAZIAM O TRABALHO DE TODA  A FROTA DESTACADA PARA A ÉPOCA DE FOGOS FLORESTAIS
 

*

AC

  • Perito
  • **
  • 398
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #87 em: Agosto 26, 2011, 01:16:59 am »
Citação de: "chaimites"
OS "REDIMENTOS MINIMOS" A LIMPAR A FLORESTA FAZIAM O TRABALHO DE TODA  A FROTA DESTACADA PARA A ÉPOCA DE FOGOS FLORESTAIS

Isso não é assim tão simples.
A floresta em Portugal está dividida, por processos de herança sucessiva, numa manta de retalhos do tamanho de um postal.
Primeiro, você não pode simplesmente pôr-se a limpar terrenos privados sem autorização. E vai-se ver e desejar só para descobrir quem são os donos.
Depois, a floresta precisa de ser ordenada. Ie, alargar caminhos, fazer aceiros, etc. Mas com propriedades tão pequenas, alargar um caminho vai "roubar" uma parte substancial de terreno; um aceiro será ele próprio maior que a maior parte dos terrenos.

Só para você ter uma ideia, a minha avó tem uma meia dúzia de pinhais. São todos minusculos e alguns deles, ela já não sabe onde são. Ando a ver quem é que na familia sabe...
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #88 em: Agosto 26, 2011, 12:36:08 pm »
Citação de: "AC"
Citação de: "chaimites"
OS "REDIMENTOS MINIMOS" A LIMPAR A FLORESTA FAZIAM O TRABALHO DE TODA  A FROTA DESTACADA PARA A ÉPOCA DE FOGOS FLORESTAIS

Isso não é assim tão simples.
A floresta em Portugal está dividida, por processos de herança sucessiva, numa manta de retalhos do tamanho de um postal.
Primeiro, você não pode simplesmente pôr-se a limpar terrenos privados sem autorização. E vai-se ver e desejar só para descobrir quem são os donos.
Depois, a floresta precisa de ser ordenada. Ie, alargar caminhos, fazer aceiros, etc. Mas com propriedades tão pequenas, alargar um caminho vai "roubar" uma parte substancial de terreno; um aceiro será ele próprio maior que a maior parte dos terrenos.

Só para você ter uma ideia, a minha avó tem uma meia dúzia de pinhais. São todos minusculos e alguns deles, ela já não sabe onde são. Ando a ver quem é que na familia sabe...

Então AC, mas não acha que encontrando ou não os donos, se deve limpar tudo do inicio ao fim? É que até estavam a fazer um favor: ao serem limpos, não corriam tanto risco de incêndio ou de destruir casas ou matar pessoas e animais.  E no caso dos donos levantarem problemas por o estado estar a fazer um trabalho que é deles, a solução é simples: expropriação.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

AC

  • Perito
  • **
  • 398
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #89 em: Agosto 26, 2011, 03:33:57 pm »
Isso são contas do rosário de cada um. Você pode acabar a limpar coisas que os proprietários tinham intenção de limpar e dar uso aos residios...

Mas, mais que isso, o problema vai para lá de uma simples limpeza.
A floresta (ou mais especificamente, os pinhais e eucaliptais) sofrem de vários problemas que tornam a propagção de fogos mais rápida e o combate mais díficil.
- Árvores plantadas com elevada densidade, o que torna os incêndios mais intensos.
- Falta de aceiros para cortar a propagação dos incêncios.
- Falta de acessos para que os bombeiros possam ir aonde precisam.

Na minha opinião, a solução não passa por ser o Estado a limpar floresta privada.
A solução passa, basicamente, por impôr ordenamento de floresta aos privados e "forçar" os pequenos proprietários que não estão interessados em explorar a vender os seus terrenos a quem esteja, unindo propriedades.