Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)

  • 11 Respostas
  • 378 Visualizações
*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10533
  • Recebeu: 1592 vez(es)
  • Enviou: 4128 vez(es)
  • +246/-107
    • http://youtube.com/HSMW
Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« em: Julho 25, 2021, 02:17:07 pm »
Otelo Saraiva de Carvalho? Um miserável terrorista

Devo começar este artigo fazendo um conjunto de declarações de intenção.

Em primeiro lugar, por princípio e educação, começo por clarificar que considero que o momento da partida física de alguém nunca é o momento para ajustes de contas com o finado e com o passado.
Mas dizer isto, também não significa que entenda que lá porque uma pessoa morre, deva mudar a minha opinião sobre essa mesma pessoa, apenas e só, porque morreu.
Pelo contrário, acho que as tentativas de branquear na morte, alguém que foi um escroque em vida, é um exercício que nem o falecido admitiria se cá estivesse para assistir.

Eu próprio, no dia em que morrer, dispenso que só por ter morrido, quem não tenha gostado de mim em vida opte por santificar-me na morte.
Pela simples razão que a segunda é o derradeiro estágio da primeira e nunca o reset para aquilo que durante ela, aconteceu.
Otelo Saraiva de Carvalho foi, política e militarmente, um escroque.
Mas é impossível falar de Otelo sem falar no 25 de abril, desde logo pelo romantismo que em torno da sua pessoa é insistentemente alimentado, considerando-se o homem um grande vulto do momento.

Sejamos honestos: Otelo foi apenas um oportunista. Nada mais.

O 25 de abril foi apenas um desfecho natural do curso da História previamente anunciado.
Otelo tirou disso, partido. Apenas e tão só. Cavalgou a onda e serviu-se dela para benefício próprio. Se não tivesse havido o 25 de abril, teria havido, mais cedo ou mais tarde, outro qualquer 25 de abril.

E Otelos haveria sempre muitos. Basta surgir o momento certo para eles aparecerem.

O que não faz sentido é vangloriar um homem que em vida foi sempre um miserável.
No dia em que todos são com ele tão simpáticos, porque não falam da influência tribal que Otelo teve nas bárbaras ocupações da Reforma Agrária?

Porque não falam no papel preponderante que teve no “Gonçalvismo” que foi talvez dos governos provisórios, aquele que mais mentecaptos teve nas suas fileiras?

Porque não contam aos mais novos, o que foi e fez o COPCON, conjunto de forças militares afectas ao então fortíssimo e canibal Partido Comunista Português, estrutura a dada altura chefiada pelo próprio Otelo?

Porque ninguém fala do que na sua liderança aconteceu em Portugal durante o PREC?

E o processo das FP25? Porque ninguém lembra que Otelo Saraiva de Carvalho se viu a braços com a justiça por ter estado envolvido nesta célula terrorista que entre 1980 e 1987 terá pelo menos sido responsável pela morte de 17 pessoas, a tiro e à bomba?
Já se esqueceram que em 1986 este homem foi condenado a 15 anos de prisão por associação terrorista?
Mais, já se esqueceram a forma como em 1991 foi indultado e em 2004, amnistiado?

É que sabem? Um indulto pode ser a clemência do poder público e uma amnistia um perdão governamental ou político.
Mas nem um nem outro alteram as causas e fundo de uma condenação. Apenas a extinguem. Pelo puro arbítrio de uma decisão política que em muitos casos nem precisa de especial fundamentação.
É bom não confundir as coisas.

Para todos efeitos, Otelo Saraiva de Carvalho foi um terrorista.

E era apenas como terrorista que deveria ser hoje lembrado.

Não como um grande militar, que nunca foi, não como um importante político, que não era, e nunca como um exemplo de homem, circunstância que manifestamente em nada, alguma vez lhe assentou bem.

Termino com um episódio histórico.
Na década de 70, já depois da revolução de abril, Otelo deslocou-se à Suécia a convite do primeiro-ministro social-democrata, Olof Palme.
Na sua presença, Palme terá questionado Otelo sobre as intenções da revolução portuguesa. Tanto quanto se sabe Otelo ter-lhe-á respondido que seria “acabar com os ricos”. Palme respondeu-lhe que isso era curioso porque na Suécia andavam há 20 anos a tentar acabar com os pobres.
Penso que este episódio chega…


Rodrigo Alves Taxa
Assessor Jurídico do Gabinete Parlamentar do Partido Político Chega


https://www.facebook.com/PartidoChegaOficial/photos/a.1989937304406135/4302045009862008/
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10533
  • Recebeu: 1592 vez(es)
  • Enviou: 4128 vez(es)
  • +246/-107
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #1 em: Julho 25, 2021, 08:57:10 pm »
    O juízo sobre a sua alma pertencerá definitivamente a Deus, mas se este país fosse justo Otelo Saraiva de Carvalho deveria ter morrido na prisão!
    — André Ventura (@AndreCVentura) July 25, 2021

https://www.cmjornal.pt/politica/detalhe/andre-ventura-sobre-morte-de-otelo-se-este-pais-fosse-justo-deveria-ter-morrido-na-prisao
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1371
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 73 vez(es)
  • +23/-103
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #2 em: Julho 26, 2021, 01:05:50 am »
"Morreu o homem que mandou matar o meu pai", filho de vítima das FP-25 sobre morte de Otelo

https://www.cm-tv.pt/atualidade/detalhe/morreu-o-homem-que-mandou-matar-o-meu-pai-filho-de-vitima-das-fp-25-sobre-morte-de-otelo
 

*

BC304

  • Membro
  • *
  • 126
  • +0/-0
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #3 em: Julho 26, 2021, 10:39:28 am »
Otelo Saraiva de Carvalho? Um miserável terrorista

Devo começar este artigo fazendo um conjunto de declarações de intenção.

Em primeiro lugar, por princípio e educação, começo por clarificar que considero que o momento da partida física de alguém nunca é o momento para ajustes de contas com o finado e com o passado.
Mas dizer isto, também não significa que entenda que lá porque uma pessoa morre, deva mudar a minha opinião sobre essa mesma pessoa, apenas e só, porque morreu.
Pelo contrário, acho que as tentativas de branquear na morte, alguém que foi um escroque em vida, é um exercício que nem o falecido admitiria se cá estivesse para assistir.

Eu próprio, no dia em que morrer, dispenso que só por ter morrido, quem não tenha gostado de mim em vida opte por santificar-me na morte.
Pela simples razão que a segunda é o derradeiro estágio da primeira e nunca o reset para aquilo que durante ela, aconteceu.
Otelo Saraiva de Carvalho foi, política e militarmente, um escroque.
Mas é impossível falar de Otelo sem falar no 25 de abril, desde logo pelo romantismo que em torno da sua pessoa é insistentemente alimentado, considerando-se o homem um grande vulto do momento.

Sejamos honestos: Otelo foi apenas um oportunista. Nada mais.

O 25 de abril foi apenas um desfecho natural do curso da História previamente anunciado.
Otelo tirou disso, partido. Apenas e tão só. Cavalgou a onda e serviu-se dela para benefício próprio. Se não tivesse havido o 25 de abril, teria havido, mais cedo ou mais tarde, outro qualquer 25 de abril.

E Otelos haveria sempre muitos. Basta surgir o momento certo para eles aparecerem.

O que não faz sentido é vangloriar um homem que em vida foi sempre um miserável.
No dia em que todos são com ele tão simpáticos, porque não falam da influência tribal que Otelo teve nas bárbaras ocupações da Reforma Agrária?

Porque não falam no papel preponderante que teve no “Gonçalvismo” que foi talvez dos governos provisórios, aquele que mais mentecaptos teve nas suas fileiras?

Porque não contam aos mais novos, o que foi e fez o COPCON, conjunto de forças militares afectas ao então fortíssimo e canibal Partido Comunista Português, estrutura a dada altura chefiada pelo próprio Otelo?

Porque ninguém fala do que na sua liderança aconteceu em Portugal durante o PREC?

E o processo das FP25? Porque ninguém lembra que Otelo Saraiva de Carvalho se viu a braços com a justiça por ter estado envolvido nesta célula terrorista que entre 1980 e 1987 terá pelo menos sido responsável pela morte de 17 pessoas, a tiro e à bomba?
Já se esqueceram que em 1986 este homem foi condenado a 15 anos de prisão por associação terrorista?
Mais, já se esqueceram a forma como em 1991 foi indultado e em 2004, amnistiado?

É que sabem? Um indulto pode ser a clemência do poder público e uma amnistia um perdão governamental ou político.
Mas nem um nem outro alteram as causas e fundo de uma condenação. Apenas a extinguem. Pelo puro arbítrio de uma decisão política que em muitos casos nem precisa de especial fundamentação.
É bom não confundir as coisas.

Para todos efeitos, Otelo Saraiva de Carvalho foi um terrorista.

E era apenas como terrorista que deveria ser hoje lembrado.

Não como um grande militar, que nunca foi, não como um importante político, que não era, e nunca como um exemplo de homem, circunstância que manifestamente em nada, alguma vez lhe assentou bem.

Termino com um episódio histórico.
Na década de 70, já depois da revolução de abril, Otelo deslocou-se à Suécia a convite do primeiro-ministro social-democrata, Olof Palme.
Na sua presença, Palme terá questionado Otelo sobre as intenções da revolução portuguesa. Tanto quanto se sabe Otelo ter-lhe-á respondido que seria “acabar com os ricos”. Palme respondeu-lhe que isso era curioso porque na Suécia andavam há 20 anos a tentar acabar com os pobres.
Penso que este episódio chega…


Rodrigo Alves Taxa
Assessor Jurídico do Gabinete Parlamentar do Partido Político Chega


https://www.facebook.com/PartidoChegaOficial/photos/a.1989937304406135/4302045009862008/

Seria útil perguntar a este tipo o que achou das ações do MLDP do qual fazia parte o mentor e ideólogo do CHEGA, isto dos extremismos e terrorismo houve de ambos os lados
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1615
  • Recebeu: 438 vez(es)
  • Enviou: 315 vez(es)
  • +210/-1671
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #4 em: Julho 26, 2021, 12:26:40 pm »
O ponto que este fórum chegou...... Spammar nhanha gosmenta do Chega aqui.....
Uma das pessoas mais respeitadas dentro da minha Grande Casa foi o Cmdt. Alpoim Galvão. Será que, atendendo aos crimes que ele também cometeu, deva colocar aqui gosma nhanhenta dos grunhos do  bloco de esterco sobre ele dever ter morrido na prisão?!
Ou sobre as acções do Marcelino da Mata que sabemos que têm muita coisa capaz de envergonhar qualquer um, mas que eu considero um guerreiro que deu tudo à causa que acreditava?!!

Que o Otelo fez muita porcaria, nunca ninguém deverá esquecer. Usar essa porcaria para denegrir o peso e papel fundamental que ele teve na mudança de regime que nos permitiu a Democracia e a Liberdade (o que fizemos com elas é outra discussão), assim como na nossa História, é só de baixo nível e mostra bem o ponto em que isto aqui, antes um espaço de desenvolvimento e troca de pontos de vista, se tornou. Um sitio de "copy pasts" de ideologias pois nem capazes são de o fazer por as próprias palavras....

O nojo que sinto por que denigre um Otelo é o mesmo que sinto por quem o faz relativamente a um Marcelino ou um Alpoim Galvão. Passem bem e até um dia.

LC

 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10533
  • Recebeu: 1592 vez(es)
  • Enviou: 4128 vez(es)
  • +246/-107
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #5 em: Julho 26, 2021, 01:38:25 pm »
Não é spammar Fox. São opiniões.

O que se pretende são outras opiniões que contradigam ou confirmem.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8908
  • Recebeu: 1245 vez(es)
  • Enviou: 1375 vez(es)
  • +177/-58
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #6 em: Julho 26, 2021, 09:40:46 pm »
Acho o Otelo uma personagem controversa, ao contrário por exemplo do Salgueiro Maia, que é o nosso "super homem" ou "capitão América", o bonzinho da história, o valente herói da banda desenhada, que com altruísmo não quer nada, foi mal tratado pelo poder e a morte acabou por o levar cedo, o que mais ajuda a entrar na mitologia do herói popular.

O Otelo é mais humano, imperfeito, podendo cair nos pecados do comum mortal, do poder, da ganância, lá terá as ideias dele que podemos concordar com umas e discordar de outras.

Acho importante a participação dele no 25 de Abril, antes disso como oficial do exército não sei de nada de especial, deve ter feito o normal, talvez uma ou duas comissões em África, terá comandado alguma unidade em combate? Ou foi mais oficial de Estado-Maior em Luanda ou Lourenço Marques? Também admito que não procurei.

No pós-25A é um período da história ainda na bruma, mas as FP25 têm sangue nas mãos, não se pode negar.

E mais recentemente fazia umas maluqueiras mais inofensivas como o participar fardado num clip erótico acho que na SIC 😅, o Tico e o teco já não deviam funcionar bem, mas por ser quem era, não acontecia nada, dava para rir, queria pôr aqui o clip mas não encontro na net...
https://www.cmjornal.pt/politica/detalhe/da-bigamia-ao-clip-erotico-as-outras-facetas-de-otelo-saraiva-de-carvalho?ref=HP_OutrasNoticias1
« Última modificação: Julho 26, 2021, 09:44:37 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Observador

  • Membro
  • *
  • 18
  • Recebeu: 10 vez(es)
  • +1/-0
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #7 em: Julho 27, 2021, 10:41:02 pm »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 11581
  • Recebeu: 1900 vez(es)
  • Enviou: 2589 vez(es)
  • +1554/-3100
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #8 em: Julho 28, 2021, 10:20:11 am »
Deixo só isto aqui, não estou para discussões


"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8401
  • Recebeu: 3786 vez(es)
  • Enviou: 2531 vez(es)
  • +3075/-209
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #9 em: Julho 28, 2021, 11:45:08 am »
Deixo só isto aqui, não estou para discussões




Nem eu !!
e é por isso que cada vez venho menos a este Forum.....

Cumprimentos


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10533
  • Recebeu: 1592 vez(es)
  • Enviou: 4128 vez(es)
  • +246/-107
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #10 em: Julho 28, 2021, 01:48:12 pm »
Como a URSS tinha recusado qualquer intervenção armada direta em Portugal por fazermos parte da NATO, ainda tentou esta palhaçada:





Se dúvidas houvessem, nos últimos dias ficaram desfeitas.


Matar para impor uma ditadura de extrema esquerda é heróico, reagir em proporção contra a matança é criminoso.

Bates em mulheres? Não faz mal, se fores de esquerda.

Abusas de crianças? Não faz mal se fores de esquerda.

Matas pessoas? Não faz mal, se fores de esquerda.

És um terrorista? Não faz mal, se fores de esquerda.

É mais ou menos assim que isto funciona.


Mas no entanto:


« Última modificação: Julho 28, 2021, 01:49:38 pm por HSMW »
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

CruzSilva

  • Membro
  • *
  • 63
  • Recebeu: 26 vez(es)
  • Enviou: 68 vez(es)
  • +12/-0
Re: Otelo Saraiva de Carvalho. A morte de um herói (?)
« Responder #11 em: Julho 30, 2021, 04:08:37 pm »
Ainda me lembro quando estava na escola primária e na disciplina de História se falou na revolução do 25 de abril de 1974.

Dizia a professora que não houve sangue derramado e que o único vermelho na revolução eram os cravos encarnados inseridos nos canos das armas dos militares golpistas.

Demoraria mais de 20 anos a perceber a farsa, as dificuldades antes, durantes e depois do 25ABR74 e a importância do 25NOV75 na consolidação da democracia liberal em Portugal. Valeu-me o Youtube e os utilizadores que carregaram os vídeos documentando todos estes acontecimentos.

Sobre as FP-25 pouco sei além de que de eram um grupo terrorista de extrema esquerda liderado por alguns dos derrotados no 25NOV75. Mas de uma forma geral tudo isto está abafado na nossa sociedade.

Deixo o meu bem haja aos meus camaradas da Polícia de Segurança Pública que chegaram a sacrificar a própria vida no combate a estes terroristas!  ys7x9
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW