Actividade Operacional/Exercícios

  • 72 Respostas
  • 22074 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #60 em: Agosto 19, 2023, 06:47:17 pm »
FAB inicia Exercício Conjunto Tápio 2023


Citar
O céu sobre Campo Grande (MS) estará mais agitado pelos próximos dias.  Com uma combinação de destreza operacional e coordenação entre diversas unidades militares, a Força Aérea Brasileira (FAB) iniciou as atividades do Exercício Conjunto (EXCON) Tápio 2023, nesta segunda-feira (14), na Base Aérea de Campo Grande (BACG).

Em sua sexta edição, o EXCON Tápio 2023 é o maior treinamento de guerra irregular da América Latina e as atividades buscam treinar os militares envolvidos para situações comuns a conflitos irregulares. Por isso, há a participação de representantes da Marinha do Brasil (MB), do Exército Brasileiro (EB) e da FAB, além de participantes da Guarda Aérea Nacional de Nova Iorque (New York Air National Guard).

Segundo o Comandante da BACG e Diretor do Exercício, Brigadeiro do Ar Eric Breviglieri, o EXCON Tápio 2023 é um marco na agenda de treinamento da Força Aérea, uma vez que busca também o amadurecimento e desenvolvimento de táticas conjuntas em um ambiente dinâmico, com grande quantidade de elementos no solo e simulação de movimentação de efetivo de Forças Oponentes.

“O EXCON Tápio promove o entendimento mútuo, a confiança e a interoperabilidade entre os participantes, convergindo esforços para o incremento da capacidade das Forças Armadas Brasileiras”, relata o Oficial-General.

Neste ano, a atividade reúne cerca de 700 militares, 13 Esquadrões, 26 Unidades Operacionais, 16 Organizações Militares inter-relacionadas e mais de 25 aeronaves, incluindo caças A-29 Super Tucano e A1-M, Helicópteros H-60 Black Hawk e H-36 Caracal e o avião-radar E-99, que irão atuar nas missões que abrangem Reconhecimento Aeroespacial, Infiltração Aérea, Busca e Salvamento em Combate, NVG (Óculos de Visão Noturna), Apoio Aéreo Aproximado, Lançamento de Paraquedistas e Cargas e Evacuação Aeromédica.

“Por se tratar de um cenário de treinamento, o Exercício Conjunto desempenha um papel crucial. Suas atividades planejadas não apenas preenchem uma lacuna de treinamento em ambientes de conflito, mas também têm o potencial de elevar substancialmente as capacidades de atuação das Forças Armadas. Ao proporcionar simulações realistas e desafios complexos, o exercício não só aprimora as habilidades individuais e coletivas dos participantes, mas também fomenta a colaboração interdisciplinar e a adaptação estratégica. Ressalta-se que essa iniciativa não só aprimora a prontidão operacional, mas também fortalece a capacidade de resposta em contextos desafiadores”, explica o Major Aviador Raphael Lopes Rosa, um dos coordenadores do EXCON.

Ainda, o EXCON Tápio se destaca pela tecnologia avançada empregada nas operações aéreas, pelas aeronaves modernas e pelos equipamentos de última geração, que são essenciais para garantir que a FAB possa responder de maneira eficaz e ágil a desafios complexos e emergências.

 :arrow: FAB

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #61 em: Agosto 19, 2023, 06:49:01 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #62 em: Setembro 05, 2023, 02:16:55 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #63 em: Setembro 05, 2023, 02:17:57 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #64 em: Setembro 05, 2023, 06:54:47 pm »
Com a participação da Guarda Nacional dos EUA, o Exercício Conjunto Tápio 2023 terminou no Brasil


Citar
Após duas semanas de treinamento, que incluiu exercícios de resgate em situações críticas e transporte de cargas e tropas com foco na preparação para conflitos irregulares, as Forças Armadas Brasileiras concluíram o Exercício Conjunto Tápio 2023.

O exercício, sediado na Base Aérea de Campo Grande (BACG), que se caracteriza por ser o maior exercício simulado de treinamento da América Latina, contou nesta edição com a participação da Marinha do Brasil (MB), Exército do Brasil (EB), Exército Brasileiro Força Aérea (FAB) e Guarda Aérea Nacional do Estado de Nova York (NYANG). No total, foram mobilizadas cerca de 30 aeronaves, destacando a interoperabilidade entre as forças intervenientes.

A este respeito, o Comandante e Diretor do Exercício do BACG, Brigadeiro Aéreo Eric Breviglieri, destacou que “Realizamos 200 surtidas e acumulamos mais de 900 horas de voo, o que demonstra o empenho incansável dos nossos aviadores e a vontade inabalável de melhorar o nosso capacidades." operacional. Assim, através de cenários complexos, conseguimos simular uma ampla gama de situações que nossas forças poderão enfrentar. Desde operações de resgate e evacuação até defesa aérea e reconhecimento estratégico. Cada missão desencadeou uma resposta precisa e coordenada, destacando a nossa adaptabilidade e determinação.”

O destacamento aéreo a cargo da FAB foi composto por helicópteros H-36 Caracal e H-60 ​​Black Hawk, caças A-29 Super Tucano e AMX A-1, Embraer KC-390, Airbus KC-30 e aviões de transporte CASA. SC-105, uma aeronave de alerta precoce Embraer E-99 e uma aeronave não tripulada (UAV) Elbit Hermes RQ-900.







Em nome da Guarda Aérea Nacional de Nova York, foram implantados dois helicópteros de busca e resgate HH-60G Pave Hawk, uma aeronave de busca e resgate HC-130J Combat King II da 106ª Ala de Resgate e duas aeronaves de transporte C. -17 Globemaster III de a Ala de Transporte Aéreo nº 105, responsável pelo transporte dos helicópteros e pessoal.

Um aspecto particular foi a utilização dos VANTs Elbit Hermes RQ-900, que realizaram saídas das cidades de Aquidauana e Bodoquena -localizadas a 140 km e 270 km de Campo Grande, epicentro do exercício-, encarregados de realizar o treinamento de os guias.antena avançada.

 :arrow: FAB
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #65 em: Novembro 23, 2023, 06:25:43 pm »
Escudo-Tínia 2023: a importância do REVO no Exercício


Citar
Entre os benefícios está a ampliação da operacionalidade e da autonomia de voo do caça F-5

A sexta edição do EXCON Escudo-Tínia 2023 representou um importante marco para a Força Aérea Brasileira (FAB) no que diz respeito ao adestramento do efetivo na atuação em operações multidomínios, que integra os poderes aéreo, terrestre, marítimo, espacial e cibernético.

Neste contexto, é fundamental destacar o aprimoramento e a modernização empregados no treinamento, a exemplo das ações de Reabastecimento em Voo (REVO), realizadas neste ano pelo KC-390 Millennium para os caças F-5M. Nas edições anteriores as ações foram executadas pela aeronave C-130 Hércules.

Entre os benefícios do REVO na Operação estão a ampliação da operacionalidade do caça F-5 e o aumento da sua autonomia de voo. A aeronave abastecedora potencializou a capacidade dos caças F-5M no cumprimento das missões, em especial as chamadas COMAO (do inglês Composite Air Operation).

“O KC-390 já tem consolidado muito bem a sua operação como aeronave abastecedora. E no Escudo-Tínia 2023 realizamos várias missões, com regularidade em aeronaves recebedoras, o que permite ampliação da autonomia de voo dessas aeronaves e melhoria na possibilidade de treinamento de combate. Para nós, do Esquadrão Zeus, que opera essa aeronave, as ações no Exercício contribuíram para um maior conhecimento quanto ao sistema, a segurança e o aperfeiçoamento das táticas e técnicas de emprego”, explicou  o Major Aviador Anderson Dias Santiago, do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) - Esquadrão Zeus, que opera o KC-390 Millennium.

Atuação do KC-390 Millenium

No EXCON Escudo-Tínia 2023, a atuação do KC-390 é fundamentada em três frentes: Assalto Aeroterrestre, que consiste no lançamento dos paraquedistas em áreas específicas em coordenação com o Exército Brasileiro (EB); Ressuprimento Aéreo, por meio de lançamento de cargas; e Reabastecimento em Voo, a transferência de combustível para aeronaves recebedoras, o que permite uma autonomia maior para o combate nas zonas de conflito das aeronaves de caça.

Fotos: Sargentos Muller Marin e P. Silva / CECOMSAER
FONTE: FAB



 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #66 em: Novembro 23, 2023, 06:36:08 pm »
Entenda as missões COMAO do Exercício Escudo-Tínia 2023


Citar
Operações contaram com o emprego de 12 esquadrões aéreos, além de unidades de infantaria e grupos de artilharia antiaérea

Treinar as capacidades operacionais no enfrentamento de desafios em operações militares complexas a partir de missões aéreas compostas (COMAO). Este foi um dos grandes objetivos do Exercício Conjunto Escudo-Tínia 2023, realizado nas Bases Aéreas de Canoas (BACO) e Santa Maria (BASM), além das cidades de Santana da Boa Vista (RS) e Caçapava do Sul (RS), entre os dias 30/10 a 17/11. O adestramento contou com o emprego de 12 esquadrões aéreos, unidades de infantaria da Força Aérea Brasileira (FAB) e grupos de artilharia antiaérea (GAAAe) das três forças armadas.

A sexta edição do EXCON Escudo-Tínia teve um incremento em relação aos anos anteriores: as diversas aviações que atuaram no treinamento foram adestradas tanto em ações ofensivas quanto defensivas na mesma proporção no âmbito de operações multidomínios, que compreende os espaços aéreo, terrestre, marítimo, espacial e cibernético, tornando os voos de COMAO ainda mais complexos e dinâmicos. “A diferença deste ano, principalmente, é que quanto ao ataque e a defesa não tem uma definição exata de quem é o atacante e quem defende. Ou seja, todos aqui, uma hora podem ser atacantes, outra hora podem ser defesas, e isso faz o cenário bastante dinâmico e faz com que a gente tenha condições de avaliar de várias formas todos os pilotos”, destacou o Comandante da BASM, Coronel Aviador Luciano Antonio Marchiorato Dobignies.

Porém, antes de entender como funcionou a atuação de cada aeronave no EXCON Escudo-Tínia 2023, é importante compreender sobre o planejamento das operações COMAO. Como são criadas? Quem as coordena? Como são estruturadas?

Primeiro, é fundamental entender que o COMAO é um grupo de aeronaves com perfis distintos e doutrinas específicas que decolam em um curto espaço de tempo, visando um objetivo comum e em apoio mútuo: cumprir ações de Força Aérea complementares no que tange à garantia da superioridade aérea em um cenário de guerra convencional. A atividade operacional promove a interação de diversas aviações da FAB e grupos de defesa antiaérea em um mesmo contexto de treinamento. Para o EXCON Escudo-Tínia 2023 foram empregadas aviações de caça, inteligência, vigilância e reconhecimento, asas rotativas e de transporte para diversos treinamentos, entre eles aéreo, ar-solo, reconhecimento aeroespacial, reabastecimento em voo (REVO), busca e salvamento em combate (CSAR), coordenação do espaço aéreo, operação de Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP) e segurança de voo.

Emprego de caças

Entre as ações planejadas para os 16 caças F-5M empregados no Exercício, estão as missões de ataque, alerta em voo (ALEVOO), escolta e varredura. O Comandante do Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1°/14° GAV) - Esquadrão Pampa, Tenente-Coronel Aviador André Navarro de Lima Guimarães explicou como ocorreram as missões de varredura no campo de batalha. “A intenção principal desse tipo de ação é realizar a limpeza e a sanitização das áreas de interesse, a fim de permitir que as demais aeronaves do pacote COMAO, das missões aéreas compostas, pudessem realizar suas missões específicas. Além disso, as aeronaves F-5 também realizaram missões defensivas com o objetivo de proteger áreas com alvos pré-estabelecidos”, disse.

Inteligência e Reconhecimento Aeroespacial

As missões de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (IVR) são essenciais para o planejamento das saídas de algumas das aeronaves empregadas no Exercício. Entre os vetores empregados que atuaram nessas operações, esteve a Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), de modelo RQ-900, operada pelo Primeiro Esquadrão do Décimo Segundo Grupo de Aviação (1º/12º GAV) - Esquadrão Hórus, realizando, por exemplo, o rastreio de dados de inteligência na área do conflito.

Asas Rotativas e Aviação de Transporte

Manter a capacidade de exfiltrar e infiltrar pessoal, com e sem pouso, da área de operações; liderar formações em missões operacionais; e navegar à baixa altura e por contorno. Essas foram algumas das missões da aeronave H-60 Black Hawk, no Exercício Escudo-Tínia 2023. “A ideia é realizarmos um resgate simulado, desviando das defesas antiaéreas que tem no terreno. Precisamos conseguir voar escondido, sem sermos identificados para chegarmos até o local previsto para efetuar o nosso resgate”, pontuou o Comandante do Quinto Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (5º/8º GAV) - Esquadrão Pantera, Tenente-Coronel Aviador Rodrigo Alonso Fortes.

Contexto Escudo

As cidades de Santana da Boa Vista (RS) e Caçapava do Sul (RS) foram as regiões escolhidas para alocar as Unidades de Infantaria (UInf) da FAB e os Grupos de Artilharia Antiaérea (GAAAe) das três Forças Armadas. A Operação Escudo Antiaéreo, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), no contexto do Exercício Conjunto Tínia, teve como foco treinar as antiaéreas do país em um cenário de guerra simulada, tendo como foco as missões de COMAO.


FOTOS: Sargento P. Silva / CECOMSAER
VÍDEO: Sargento Lucas / CECOMSAER
FONTE: FAB






 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #67 em: Fevereiro 09, 2024, 02:17:16 pm »
FAB presta ajuda à Força Aérea Colombiana


Citar
Uma aeronave C-130 da Força Aérea Colombiana foi equipada com sistemas da FAB de combate à incêndios.

204 incêndios por mês – cerca de oito por dia! Centenas de pessoas atingidas! Essa é a situação de desastre natural que assola a Colômbia depois que os incêndios florestais atingiram todo o país. Em meio a essa crise ambiental sem precedentes, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizou uma missão de colaboração com a Força Aérea Colombiana (FAC).


Logo que acionada, no dia 31/01, a FAB, reconhecendo a magnitude do desastre, mobilizou uma aeronave KC-390 Millenium, operada pelo 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, para participar dessa missão. A aeronave multimissão decolou da Base Aérea de Anápolis (BAAN) – equipada com o Sistema Modular Aerotransportável de Combate a Incêndios (MAFFS II, sigla em inglês para Modular Airborne Fire Fighting System), essencial para realizar ações de Combate a Incêndio em Voo – com destino à Base Aérea do Galeão (BAGL).

Na capital do Rio de Janeiro, uma aeronave C-130 da FAC estava à espera da aeronave brasileira para assim ser equipada com o sistema MAFFS I da FAB e seguir de volta ao aeroporto colombiano de El Dorado (SKBO), o maior e mais importante da Colômbia, para, então, iniciar o combate aos incêndios que apresentam focos em diversas áreas do país.


Atualmente, essa colaboração não apenas reforça os laços entre Brasil e Colômbia, mas também evidencia a necessidade de uma pronta-resposta para desafios ambientais. A situação na Colômbia serve como um alerta para a urgência de ações coordenadas e eficazes em escala internacional para preservar o meio ambiente.

Fotos: Força Aérea Colombiana, 1º/1º GT e Célula de Gestão Documental e Apoio do 1º GTT.
 :arrow: https://www.cavok.com.br/fab-presta-ajuda-a-forca-aerea-colombiana
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 22123
  • Recebeu: 2798 vez(es)
  • Enviou: 257 vez(es)
  • +1206/-1516
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #68 em: Abril 11, 2024, 04:40:03 pm »
 

*

MMaria

  • Perito
  • **
  • 352
  • Recebeu: 47 vez(es)
  • Enviou: 153 vez(es)
  • +22/-328
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #69 em: Abril 18, 2024, 04:44:45 pm »
Olás.

Cruzex 2024:

FAA: 3 A-4AR, 3 IA-63, 1 KC-130
FAC: 4 Kfir, 1 767 Tanquero
FACh: 6 F-16, 1 KC-135
FA Peru: 4 Mirage 2000, 1 KC-130, 1 C27J
FA Paraguai: 2 T-27, 1 C-212
FA Portugal: 1 C-390
FAU: 1 KC-130
USAF: 4 F-16, 1 C-130, 1 KC-135
Observadores: Alemanha, Bolívia, Itália, África do Sul e Suécia.

Sds!
Toda unanimidade é burra.
Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar.

Nelson Rodrigues
 

*

MMaria

  • Perito
  • **
  • 352
  • Recebeu: 47 vez(es)
  • Enviou: 153 vez(es)
  • +22/-328
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #70 em: Maio 10, 2024, 07:45:55 pm »
Olás.

Nas buscas em Rio Grande do Sul o SC-105 toma lugar do Hermes perdido e os AMX de reconhecimento da FAB estão fazendo voos sobre pontes e represas para avaliar risco de colapso estrutural.

https://www.cavok.com.br/aviao-sc-105-amazonas-realiza-buscas-por-vitimas-das-chuvas-no-rs

https://www.cavok.com.br/aeronaves-a-1m-realizam-mapeamento-de-estruturas-em-risco-no-rs

.
Toda unanimidade é burra.
Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar.

Nelson Rodrigues
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 6946
  • Recebeu: 1054 vez(es)
  • Enviou: 494 vez(es)
  • +9030/-10222
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #71 em: Maio 13, 2024, 02:15:53 pm »
FAB, Exército Brasileiro e sociedade civil transportam mais de 400 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul


Citar
Duas aeronaves KC-390 Millenium e 19 carretas do Exército Brasileiro e de empresários voluntários estão atuando na ação

Em menos de uma semana, a Campanha “Todos Unidos pelo Sul”, lançada pela Força Aérea Brasileira (FAB), arrecadou 1.500 toneladas de donativos nas Bases Aéreas de Brasília (BABR), Galeão (BAGL) e São Paulo (BASP). Para que as doações cheguem mais rapidamente a quem precisa, o Exército Brasileiro (EB) e caminhoneiros uniram-se às asas da FAB, neste sábado (11), partindo da BABR com destino à Canoas (RS).


Além do comboio, partiram da BABR duas aeronaves KC-390 Millennium, cada uma com 20 toneladas de donativos.

“Essa missão é muito importante para nós, por poder ajudar nessa situação de calamidade, em condições que tornam tudo mais difícil. O Esquadrão está 100% envolvido nessa missão e temos dado o nosso melhor em prol da nossa população”, destacou um dos pilotos da aeronave e integrante do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1° GT) – Esquadrão Gordo, Capitão Aviador Rodrigo dos Santos Roeles.



No total, 380 toneladas de mantimentos foram carregados nas 19 carretas do EB e de empresários voluntários. “A importância é muito grande. Hoje somos todos Rio Grande do Sul porque não tem quem não se comova com a situação que eles estão vivendo. Então, é muito importante essa união de todos, Força Aérea Brasileira, com os seus aviões, as outras Forças e o cidadão civil, todos empenhados nesse apoio às vitimas das enchentes no estado”, pontuou o empresário e caminhoneiro Marcos Antônio Dias.


Para acompanhar a decolagem das aeronaves e a saída dos caminhões, estiveram presentes o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno; Oficiais-Generais do Alto-Comando da Aeronáutica, demais Oficiais-Generais; Chefes, Diretores e Comandantes de Organizações Militares, entre outras autoridades civis e militares.

Próximos passos

Ainda no sábado, foi carregado o primeiro de uma série de contêineres que serão levados para o Porto Seco Centro-Oeste, sediado em Anápolis (GO), que seguirá por meio ferroviário até o Porto de Santos e, de lá, será transportado por via marítima até o Rio Grande do Sul. Cada contêiner será carregado com cerca de 27 toneladas de donativos, que foram entregues na BABR em apoio às vítimas das enchentes no RS.

Todos Unidos pelo Sul

A FAB tem atuado em diversas frentes no apoio às vítimas da enchente no Rio Grande do Sul. As ações iniciaram no dia 30 de abril, com resgates de pessoas ilhadas, e estendem-se a atendimentos de saúde, transporte de equipes de resgate e materiais, campanha de arrecadação de donativos, coordenação de meios aéreos e outras.

 :arrow: https://www.cavok.com.br/imagens-fab-exercito-brasileiro-e-sociedade-civil-transportam-mais-de-400-toneladas-de-doacoes-para-o-rs
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MMaria

*

MMaria

  • Perito
  • **
  • 352
  • Recebeu: 47 vez(es)
  • Enviou: 153 vez(es)
  • +22/-328
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #72 em: Junho 22, 2024, 08:55:41 pm »
Exercício "Resolute Sentinel, etapa Brasil

Citar
Las Fuerzas Aérea de Brasil, Colombia, Perú y EE.UU. participaron del Ejercicio Resolute Sentinel Space

Entre los días 3 a 6 de junio, Brasil fue sede de una de las etapas del Ejercicio Militar Internacional Resolute Sentinel Space en donde se contó con la participación de Fuerzas Aéreas y Espaciales del país anfitrión, Colombia, Perú, Ecuador y Estados Unidos.

Esta tuvo la misión de mejorar las capacidades de defensa espacial y fomentar la cooperación entre los EE.UU. y los países socios bajo la Fuerza de Tarea Conjunta – Operaciones de Defensa Espacial (JCO).

...
https://www.zona-militar.com/2024/06/22/las-fuerzas-de-brasil-participaron-del-ejercicio-internacional-resolute-sentinel-space/

Sds
Toda unanimidade é burra.
Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar.

Nelson Rodrigues