O Reapetrechamento da Marinha

  • 1599 Respostas
  • 205039 Visualizações
*

sivispacem

  • Analista
  • ***
  • 768
  • Recebeu: 317 vez(es)
  • Enviou: 185 vez(es)
  • +88/-24
« Última modificação: Junho 03, 2024, 02:11:49 pm por sivispacem »
Cumprimentos,
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4810
  • Recebeu: 3137 vez(es)
  • Enviou: 2648 vez(es)
  • +5805/-2941
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1366 em: Junho 03, 2024, 02:35:17 pm »
FYI

https://www.defensa.com/defensa-naval/fcx30-corbeta-modular-avanzada-fincantieri1

e

https://turdef.com/article/fincantieri-displays-f-cx30-light-frigate-design

PS: entregas em 32 meses

Isso é menos tempo que um MLU das BD. Não serve para Ajudas de Custo. Depois há questão de pouco disruptivo. Mas nesse linha clássica precisamos é de um pouco maiores.
A não ser que fossem complementares de outras e, para escoltar as BImby   ;D
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 9144
  • Recebeu: 4457 vez(es)
  • Enviou: 793 vez(es)
  • +5131/-852
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1367 em: Junho 03, 2024, 02:43:59 pm »
Esse projecto é igual ao que andava a ser apresentado para as EPC.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: sivispacem

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19214
  • Recebeu: 5971 vez(es)
  • Enviou: 6684 vez(es)
  • +7426/-10050
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1368 em: Junho 03, 2024, 03:51:44 pm »
Quantos drones leva?  :mrgreen:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4810
  • Recebeu: 3137 vez(es)
  • Enviou: 2648 vez(es)
  • +5805/-2941
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1369 em: Junho 03, 2024, 04:42:40 pm »
Quantos drones leva?  :mrgreen:

As actuais fragatas podiam levar vários e militares no Hangar mas nem Helicópteros nem Drones militares. Só brinquedos
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19214
  • Recebeu: 5971 vez(es)
  • Enviou: 6684 vez(es)
  • +7426/-10050
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1370 em: Junho 03, 2024, 06:04:32 pm »
Enquanto isso, fora do mundo do Noddy


Philippine Navy’s LPD Design. PT PAL picture

Keel Laid For Philippines’ Fourth Indonesian-Made LPD

On May 29, Indonesian state-owned shipbuilder, PT PAL Indonesia, held the keel laying ceremony for a 124-metre Landing Platform Dock (LPD) ordered by the Philippine Government.
Fauzan Malufti  02 Jun 2024

The ship, classified as a Strategic Sealift Vessel (SSV), is the second ship from the second batch of two LPDs ordered for the Philippine Navy. The first steel-cutting ceremony for this ship had already taken place on January 22, together with the keel laying of the first LPD of the same batch.

https://www.navalnews.com/naval-news/2024/06/keel-laid-for-philippines-fourth-indonesian-made-lpd/

É assim, enquanto uns iluminados sonham holisticamente, outros FAZEM.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19214
  • Recebeu: 5971 vez(es)
  • Enviou: 6684 vez(es)
  • +7426/-10050
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1371 em: Junho 04, 2024, 06:18:30 pm »
E no mundo não holistico

Germany Lays Keel Of First F126 Frigate
The keel of the first of four F126 air defense frigates for the German Navy was laid this week. The ceremony took place at at Peene Werft, Wolgast (part of NVL Group). The ship is to be delivered in 2028.
https://www.navalnews.com/naval-news/2024/06/germany-lays-keel-of-first-f126-frigate/
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4810
  • Recebeu: 3137 vez(es)
  • Enviou: 2648 vez(es)
  • +5805/-2941
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1372 em: Junho 04, 2024, 07:01:33 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

sivispacem

  • Analista
  • ***
  • 768
  • Recebeu: 317 vez(es)
  • Enviou: 185 vez(es)
  • +88/-24
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1373 em: Junho 04, 2024, 08:00:58 pm »
« Última modificação: Junho 04, 2024, 09:21:46 pm por sivispacem »
Cumprimentos,
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19214
  • Recebeu: 5971 vez(es)
  • Enviou: 6684 vez(es)
  • +7426/-10050
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1374 em: Junho 04, 2024, 09:45:20 pm »
"As fragatas vão acabar"

"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Luso, NVF, Charlie Jaguar, CruzSilva

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7606
  • Recebeu: 1031 vez(es)
  • +4750/-939
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1375 em: Junho 05, 2024, 10:27:08 am »


Gostaria de ter uma opinião diferente, mas a impressão que fico, é a de que a indicação de que não haveria fragatas no futuro, prende-se mais com o facto de na Marinha haver muita gente convencida de que mesmo com um orçamento maior, não há sequer dinheiro para comprar e manter duas fragatas modernas operacionais.

Neste caso, a principal utilidade da marinha portuguesa é a sua utilização como força anti-submarina, e essa força anti-submarina pode existir sem fragatas. Nós temos demasiada água e não temos recursos para as controlar ou execer os direitos marítimos que as leis internacionais nos conferem.

Seria assim preferivel ter um maior numero de navios menos sofisticados destinados apenas a luta anti-submarina e a solução aparentemente mais flexivel seria (e isto é apenas uma impressão com que fico) a de um navio que pudesse ter mais valências, que pudesse ser utilizado em mais funções e que por isso tivesse um maior número de cascos fabricados.

O cruzamento entre por um lado os preços necessários para comprar fragatas para a marinha, F-35 para a força aérea, viaturas e sistemas defensivos para o exército e especialmente os antiaéreos, e por outro lado o continuo desfilar de manifestações dos grupos de pressão e das corporações, desde a poderosa corporação dos hospitais privados, às corporações dos professores e das policias, passando por todo o resto a pedirem mais e mais e mais dinheiro aos contribuintes, mostra que as despesas militares são absolutamente incompatíveis com os recursos disponíveis.
É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: JohnM

*

sivispacem

  • Analista
  • ***
  • 768
  • Recebeu: 317 vez(es)
  • Enviou: 185 vez(es)
  • +88/-24
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1376 em: Junho 05, 2024, 11:09:48 am »


(...)
" mostra que as despesas militares são absolutamente incompatíveis com os recursos disponíveis.

Muito bem- Então assumam. transformem isto numa Irlanda ou Islândia, assinem pactos de defesa com os EUA, e acabem com umas FA's bacocas e com as dezenas de generais e almirantes que por lá fazem carreira e pouco mais.

Mas deixem-se também de discursos que "a nossa vocação é o mar" e etc e conformem-se com as nossas águas a serem patrulhadas por meios norte-americanos e espanhóis, entre outros....
Cumprimentos,
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Luso, P44, Charlie Jaguar

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 19214
  • Recebeu: 5971 vez(es)
  • Enviou: 6684 vez(es)
  • +7426/-10050
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1377 em: Junho 05, 2024, 11:34:36 am »


(...)
" mostra que as despesas militares são absolutamente incompatíveis com os recursos disponíveis.

Muito bem- Então assumam. transformem isto numa Irlanda ou Islândia, assinem pactos de defesa com os EUA, e acabem com umas FA's bacocas e com as dezenas de generais e almirantes que por lá fazem carreira e pouco mais.

Mas deixem-se também de discursos que "a nossa vocação é o mar" e etc e conformem-se com as nossas águas a serem patrulhadas por meios norte-americanos e espanhóis, entre outros....

As FAs atuais servem para a manutenção de tachos.

Se isso fosse para a frente a mama acabava.

Por isso dá jeito manter esta tropa de opereta.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Luso, Charlie Jaguar, sivispacem

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 7606
  • Recebeu: 1031 vez(es)
  • +4750/-939
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1378 em: Junho 05, 2024, 11:37:11 am »
Citação de: sivispacem
Muito bem- Então assumam. transformem isto numa Irlanda ou Islândia, assinem pactos de defesa com os EUA, e acabem com umas FA's bacocas e com as dezenas de generais e almirantes que por lá fazem carreira e pouco mais.

Mas deixem-se também de discursos que "a nossa vocação é o mar" e etc e conformem-se com as nossas águas a serem patrulhadas por meios norte-americanos e espanhóis, entre outros....

Isso faria sentido...
Mas apenas eventualmente.

A primeira objeção, é que se decidirmos não ter forças armadas, não há como fazer pactos com os americanos.
Se nem forças armadas temos, então o que os americanos vão fazer é um pacto com os espanhóis, porque alguém precisa controlar a ZEE do continente português.

Os americanos seguramente não querem transformar Portugal numa Islândia, mas podem transformar os Açores por um lado e a Madeira por outro, em Islândias, e aí sim, com a defesa controlada pelos americanos ou pelos espanhóis.

Não ter forças armadas, significa "de facto" não ter país num futuro a médio e longo prazo.

O problema, é que os portugueses adormeceram de forma perigosa. Adormeceram e ficaram velhos.
As razões para isto, são outros €50.00...

Mas estamos presos por ter cão e presos por não ter.
A única solução é tentar navegar entre os pingos da chuva...
E andamos nisto há quase mil anos, não é de agora.

É muito mais fácil enganar uma pessoa, que explicar-lhe que foi enganada ...
 

*

JohnM

  • Especialista
  • ****
  • 1040
  • Recebeu: 593 vez(es)
  • Enviou: 344 vez(es)
  • +105/-26
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #1379 em: Junho 05, 2024, 12:08:32 pm »


Gostaria de ter uma opinião diferente, mas a impressão que fico, é a de que a indicação de que não haveria fragatas no futuro, prende-se mais com o facto de na Marinha haver muita gente convencida de que mesmo com um orçamento maior, não há sequer dinheiro para comprar e manter duas fragatas modernas operacionais.

Neste caso, a principal utilidade da marinha portuguesa é a sua utilização como força anti-submarina, e essa força anti-submarina pode existir sem fragatas. Nós temos demasiada água e não temos recursos para as controlar ou execer os direitos marítimos que as leis internacionais nos conferem.

Seria assim preferivel ter um maior numero de navios menos sofisticados destinados apenas a luta anti-submarina e a solução aparentemente mais flexivel seria (e isto é apenas uma impressão com que fico) a de um navio que pudesse ter mais valências, que pudesse ser utilizado em mais funções e que por isso tivesse um maior número de cascos fabricados.

O cruzamento entre por um lado os preços necessários para comprar fragatas para a marinha, F-35 para a força aérea, viaturas e sistemas defensivos para o exército e especialmente os antiaéreos, e por outro lado o continuo desfilar de manifestações dos grupos de pressão e das corporações, desde a poderosa corporação dos hospitais privados, às corporações dos professores e das policias, passando por todo o resto a pedirem mais e mais e mais dinheiro aos contribuintes, mostra que as despesas militares são absolutamente incompatíveis com os recursos disponíveis.
Ora nem mais… embora esta semana tenha ficado com alguma esperança que as coisas estejam a mudar lentamente… a minha família está de visita aqui aos States e o meu pai e irmã que sempre  votaram PS e são declaradamente de esquerda, e com os quais eu tenho discussões muito interessantes (pelo menos para mim)  estão chocados com a situação internacional e pela primeira vez em 54 anos de vida vejo o meu pai a compreender que têm que se aumentar os gastos militares… talvez a pouco e pouco a opinião pública esteja a mudar… ou talvez seja apenas wishful thinking meu…
« Última modificação: Junho 05, 2024, 12:13:40 pm por JohnM »